Browsing Tag

Theatro José de Alencar

Orquestra Popular do Nordeste homenageia o Mestre da Cultura Macaúba do Bandolim


Mestre da Cultura do Ceará e um dos mais antigos bandolinistas do Estado em plena atividade, Macaúba do Bandolim, recebe homenagem da Orquestra Popular do Nordeste, em show gratuito. O Concerto “Choro Botequim” acontece dia 1 de março, às 18h, no palco principal do Theatro José de Alencar, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult).

Um autêntico botequim para uma homenagem a uma grande figura do choro cearense: Macaúba do Bandolim, dono de uma técnica precisa, uma interpretação ímpar e um carisma inigualável. Consagrado Mestre da Cultura pela Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, Macaúba herdou o amor pelo bandolim de seu pai, Valter Pereira, com quem compôs o choro “De Pai para Filho” e de lá pra cá vem alegrando muita gente com mais de 60 anos junto da música.

A Orquestra Popular do Nordeste (ONP) apresentará composições de Macaúba e interpretará compositores cearenses, objeto da pesquisa. O grupo é formado por um quinteto de cordas, formação tipicamente erudita, contrastando com um grupo de música popular brasileira. Além da formação singular, a OPN tem como meta a pesquisa e divulgação da cultura nordestina e seus artistas. O projeto nasceu no curso música da Universidade Estadual do Ceará – UECE.

Serviço
Concerto “Choro Botequim”, Orquestra Popular do Nordeste homenageia Macaúba do Banlim
Dia 01 de março, às 18h.
Gratuito
Theatro José de Alencar (Rua 24 de maio, 600, centro, Fortaleza)
Informações: 85 31012596

O pré-carnaval 2020 chega novamente ao jardim do Theatro José de Alencar, nos dias 15/02 (sábado) e 16/2 (domingo)

A programação de sábado terá início às 18h com o Baile Adulto, ao som das bandas O Transacionais e Dubaile. O Baile à Fantasia do Zé de Alencar também promoverá um desfile e a escolha das três melhores fantasias.
A entrada para o baile adulto será permitida apenas para pessoas fantasiadas ou mascaradas, limitada à lotação do espaço. A distribuição dos ingressos inicia no dia 11/2, a partir das 14h na bilheteria do TJA.
Homenagem ao Palhaço Pimenta
Pela primeira vez, a criançada terá um dia de pré-carnaval voltado para ela. No domingo será a vez curtir o Bailinho à Fantasia do Zé de Alencar, a partir das 16h. Na ocasião, diversos palhaços farão uma homenagem ao Palhaço Pimenta, animando a festa com brincadeiras, palhaçadas e muito alegria. A animação musical ficará por conta da banda Pimenta Malagueta.
Pierrots, colombinas, arlequins, piratas, árabes, borboletas, bailarinas, palhaços, ciganas, todos serão muito bem vindos nesta festa que fortalece os laços de convivência com a comunidade, parceiros, artistas e amigos do TJA, onde o lazer e a criatividade serão porta-vozes da alegria.
Serviço: Baile à Fantasia do Zé de Alencar
Dia: 15 e 16 de Fevereiro de 2020 (sábado e domingo)
Onde: Jardim do Theatro José de Alencar
Baile Adulto –  (15/2) – somente para pessoas fantasiadas ou mascaradas
Atrações: Os Transacionais e Dubaile
Horário: 18h
Ingressos: mediante doação de 01 kg de alimento não perecível por ingresso
Retirada: a partir do dia 11 de fevereiro, 02 (dois) ingressos por pessoa
Baile Infantil
Atrações: Pimenta Malagueta e Palhaço Pimenta
Horário: 16h
Ingressos: mediante doação de 01 kg de alimento não perecível para adultos
Retirada: na hora do evento
Confira a programação completa do TJA no site: https://theatrojosedealencar.secult.ce.gov.br/

O Theatro José de Alencar abre inscrições para curso de iniciação teatral (CPBT)

Realizado pelo Theatro José de Alencar (TJA), fruto da parceria entre as Secretarias da Cultura (SECULT) e da Educação (SEDUC) do Estado do Ceará, o Curso Princípios Básicos de Teatro está com as inscrições abertas de 14/1 a 7/2 e ofertará 300 vagas.

Criado em 1991, o CPBT (como é carinhosamente conhecido) completa 29 anos ininterruptos de atividades gratuitas. Ao longo desses anos acolheu mais de 9.000 alunos interessados em iniciar seus estudos e práticas teatrais e revelou talentos de renome nacional e local, montou 65 espetáculos de conclusão de curso e formou 1.288 estudantes. Com três turmas (manhã, tarde e noite), as aulas são ministradas pelos professores Joca Andrade (fundador do curso), Juliana Veras (ex-aluna) e Neidinha Castelo Branco.

Os interessados deverão apresentar no ato da matrícula um documento de identidade com foto (RG, carteira de estudante ou carteira de motorista…), entregar duas fotos 3×4 atual, preencher ficha de inscrição pessoalmente ou online, disponibilizado no site do equipamento da Secretaria de Cultura do Ceará, e pagar taxa de inscrição R$ 65,00 (sessenta e cinco reais), somente em dinheiro. Não haverá devolução da taxa de inscrição após o ato da mesma. Os alunos que estão cursando o ensino fundamental ou médio em escolas públicas têm direito a isenção de taxa e devem entregar a declaração atualizada da instituição na qual estuda. Não há cobrança de mensalidade.

A grade curricular tem carga horária total de 365h/aula, distribuídas em quatro módulos eliminatórios, são eles: “Arte e cidadania (15h/aula);  “Introdução à arte de representar” (50h/aula); “Introdução à história do teatro” (50h/aula) e “Pesquisa e montagem de espetáculo” (250h/aula).

Aulas acontecem, no Theatro José de Alencar – Anexo – Centro de Artes Cênicas do Ceará Padaria Espiritual – CENA, de terça a sexta-feira nos seguintes horários: Manhã, das 09h às 12h; Tarde, das 14h às 17h, e Noite, das 18h às 21h. Para as turmas manhã e tarde é necessário ter idade acima de 15 anos e para a turma noite acima de 18 anos completados até o dia da Aula Inaugural marcada para o dia 3 de março.

Mais informações: 85 – 31012583 ou tja.cpbt@gmail.com

https://theatrojosedealencar.secult.ce.gov.br/

Link formulário: https://drive.google.com/file/d/1vGeMo3pxADxYar0J-Obp2xwkVm-eZKfD/view?usp=sharing

PREMIADA COMÉDIA MUSICAL O SOM E A SÍLABA CHEGA PELA PRIMEIRA VEZ EM FORTALEZA NO THEATRO JOSÉ DE ALENCAR

Um dos musicais nacionais mais celebrados e premiados chega em Fortaleza. Nos dias 07 e 08 de setembro, o público poderá se divertir e se emocionar com a comédia musical O Som e a Sílaba, no Theatro José de Alencar. O espetáculo, vencedor de 5 estatuetas e com 23 indicações nas principais premiações do país, conta com texto e direção de Miguel Falabella e foi especialmente concebido para Alessandra Maestrini eMirna Rubim viverem na pele as duas personagens principais.

Ingressos já estão à venda pela internet (www.bilheteriavirtual.com.br) e pela bilheteria oficial do teatro (sem taxa de conveniência). “O Som e a Sílaba” é apresentado pelo Ministério da Cidadania e Porto Seguro, com realização da Maestrini Produções, conhecida por sempre deixar sua marca registrada de sensibilidade e bom humor em todos os projetos que realiza. Em sua essência, o slogan que retrata bastante o espetáculo: “porque a vida pode ser profundamente espirituosa!”

“O Som e a Sílaba” trata da relação entre Sarah Leighton (Alessandra Maestrini) e Leonor Delise (Mirna Rubim), duas mulheres muito diferentes. A primeira, jovem e com dificuldades em se enquadrar na sociedade, porém completamente única, por conta do diagnóstico de Síndrome de Asperger. Sarah é uma Savant: possui um autismo altamente funcional que, por um lado, lhe permite habilidades em algumas áreas, entre elas números e música; e que, por outro, faz com que ela se comunique com o mundo de uma maneira inusitada, gerando situações hilárias. Já a segunda, uma diva internacional da ópera com mais de 50 anos que, por acasos da vida, se tornou professora de canto. Direta, elegante, refinada e aparentemente bem resolvida. Aparentemente.

“A maioria dos savants conhecidos é homem.” Diz Sarah. “Os homens querem ganhar em tudo sempre!” responde Leonor. “Nós estamos sendo cobradas até hoje por causa daquela maldita costela…”

Com diálogos e situações divertidas entre duas pessoas de universos tão distintos, acaba nascendo das diferenças uma cumplicidade; uma transforma a vida da outra, até que o público se pergunta: quem, de fato, está ensinando a quem?

O Som e a Sílaba celebra o mistério e a singularidade da mente humana, com um texto engraçado, cheio de afeto e comovente.

Em torno dessa montagem reuniu-se uma equipe de categoria que constrói  uma verdadeira pintura viva: o elegante cenário ficou nas mãos de Zezinho Santos e Turíbio Santos; a luz sensível de Wagner Freire complementa os premiados figurinos de Ligia Rocha e Marco Pacheco que, juntamente com o visagismo de Wilson Eliodoro, materializam os cativantes personagens do musical. O Som e a Sílaba conta com o design de som de Mario Jorge Andrade, que leva a experiência auditiva do espetáculo, com todos os números musicais cantados ao vivo pelas atrizes, para um novo patamar de excelência.

O espetáculo vem acumulando estatuetas e indicações nas principais premiações do país (Bibi Ferreira, Reverência, Aplauso, Broadway World Brazil Award, Prêmio Imprensa Digital, Prêmio Musical Cast):

Prêmios recebidos no total – 5

– 2 melhor roteiro original – Miguel Falabella

– 1 melhor direção – Miguel Falabella

– 1 melhor atriz – Alessandra Maestrini

– 1 melhor figurino – Lígia Rocha e Marco Pacheco

Indicações no total – 23

– 4 indicações a melhor produção / melhor musical / melhor musical brasileiro – Maestrini Produções

– 4 indicações a melhor texto – Miguel Falabella

– 5 indicações a melhor direção – Miguel Falabella

– 5 indicações a melhor atriz – Alessandra Maestrini

– 2 indicações a melhor elenco – Alessandra Maestrini e Mirna Rubim

– 1 indicação a melhor atriz coadjuvante – Mirna Rubim

– 1 indicação a melhor iluminação – Wagner Freire

– 1 indicação a melhor figurino – Lígia Rocha e Marco Pacheco

FICHA TÉCNICA

Texto e direção: Miguel Falabella

Elenco: Alessandra Maestrini e Mirna Rubim

Design de luz: Wagner Freire

Design de som: Mario Jorge Andrade

Figurinos: Ligia Rocha e Marco Pacheco

Visagismo: Wilson Eliodorio

Cenário: Zezinho Santos e Turíbio Santos

Produtora comercial: Carla Schvaitser

Direção de produção: Deco Gedeon

Produção local: Free Lancer Producções

Apresentação: Ministério da Cidadania e Porto Seguro

Realização: Maestrini Produções

O SOM E A SÍLABA

Dias: 07 (sábado) e 08 (domingo) de setembro

Horários: sábado às 19h e domingo às 18h   

Local: Theatro José de Alencar

Endereço: Liberato Barroso, 525 – Centro

Classificação etária: 12 anos

Duração: 90 minutos

INGRESSOS

Valores:

Plateia: R$ 120,00 inteira / R$ 60,00 meia  

Balcão: R$ 120,00 inteira / R$ 60,00 meia  

Frisa: R$ 120,00 inteira / R$ 60,00 meia  

Camarote: R$ 104,00 inteira / R$ 52,00 meia 

Torrinha: R$ 50,00 inteira R$ 25,00 meia

Vendas:

INTERNET – www.bilheteriavirtual.com.br

BILHETERIAS OFICIAIS – SEM COBRANÇA DE TAXA DE CONVENIÊNCIA

Endereço: Liberato Barroso, 525 – Centro

Telefone: 3101-2583

Horário de Funcionamento: de terça a domingo, das 14h às 19h

Ticket Shop Iguatemi (85- 99201.3095) e RioMar Kennedy  (85- 99272.2015)

Theatro José de Alencar recebe “I Festival da Inclusão do CREACE” neste dia 7

Nesta quarta-feira (7), o programa Arte de Rua Tradição recebe o Mestre Zé Renato. Considerado o criador do primeiro grupo de capoeira da capital cearense, o mestre contará sua trajetória na capoeira. A programação é uma alusão ao Dia Nacional do Capoeirista, comemorado em 3/8. José Renato Vasconcelos de Carvalho foi diplomado como mestre da Cultura do Estado do Ceará, em 2017. A atividade tem início às 17h, no saguão do TJA. A entrada é gratuita e tem classificação indicativa livre. 

Ainda no dia 7, o centro de Referência em Educação e Atendimento Especializado do Estado do Ceará / SEDUC-CE realiza o “I Festival da Inclusão do CREACE”. Iniciando às 19h, o evento contará com apresentações artísticas que valorizam a cultura das comunidades surda e cega. Na programação teremos: os bailarinos Clarissa Costa e John Morais com o espetáculo “Felizes para sempre”; a apresentação de palhaço surdo com Lauro Neto; declamação de poesia na Língua Brasileira de Sinais com Renata Freitas; e a apresentação de esquete teatral do Grupo de Teatro Olho Mágico, protagonizado por atores cegos. A entrada é gratuita e  tem classificação indicativa livre. 

“Pequenos Trabalhos Não São Trabalhos Pequenos” volta ao TJA

Sucesso na primeira edição realizada no Theatro José de Alencar, o evento “Pequenos Trabalhos Não São Trabalhos Pequenos” volta a reunir diversos projetos no dia 8, às 18h. O evento é voltado para apresentações de curta duração e contempla várias linguagens. O PTNSTP é realizado pelo Teatro Máquina desde 2012 e a partir de 2016, começa a ser produzido em parceria com os coletivos Teatro Esgotado e No barraco da Constância tem!. As atividades acontecem no Anexo – CENA e a entrada é gratuita. Classificação Indicativa: de acordo com o trabalho apresentado

Ainda na quinta-feira (8), acontece o encontro “Relato de experiências e debate: Carlitos, um personagem de performance”, às 16h. A atividade faz parte da programação da Exposição “O incrível cinema de Chaplin: 130 anos de Charles Chaplin” por Apolinário Alves (Apolo – Chaplin cearense) que fica em cartaz até o dia 14/8. A atividade é gratuita e acontece na Galeria Ramos Cotoco. Classificação indicativa: livre. 

Ayrton Pessoa Bob apresenta “Horizonte Aparente”

Na sexta-feira (9), o multi-instrumentista Ayrton Pessoa Bob apresenta seu segundo álbum “Horizonte Aparente” no palco principal, às 19h. Construído a partir das composições de Bob, o projeto é um encontro de dois músicos (Ayrton Pessoa Bob e Jônatas Gaudêncio), um iluminador (Raí Santorini)  e um trio de dança (Thales Luz, Diogo Braga e Natália Coehl). Os ingressos serão vendidos no valor de R$ 20,00 (inteira) e R$10,00 (meia). O trabalho é resultado do encontro de músicos e pesquisadores durante o Projeto do Porto Iracema das Artes 2018. Classificação indicativa: 10 anos. 

O espetáculo de conclusão da Oficina Teatral Permanente 2018, “Máquina de Memórias” está em cartaz no Teatro Morro do Ouro (Anexo Cena – TJA) nos dias 9 e 10. As apresentações acontecem, às 19h30 e no dia 10 há uma sessão extra às 18h. Os ingressos, que são limitados a 90 lugares, podem ser adquiridos no dia do evento no valor de R$10 (inteira) e R$5 (meia). Classificação indicativa: 12 anos. 

O programa Pauta Aberta Cena apresenta o espetáculo “Cadela Branca”, do Cangaias Coletivo Teatral, nos dias 10 e 11. Selecionada através da Chamada de Ocupação do TJA 2019, a peça narra a saga da personagem Diego, inocente e apaixonante figura, desde o nascimento até a sua morte. Suas escolhas, seus amores, primeiro emprego, angústias e dores de viver num mundo complexo e cruel. A apresentação acontece na Sala de Teatro Nadir Pápi Saboya, às 18h. Os ingressos serão vendidos no valor R$ 20,00 (inteira) e R$10,00 (meia). Classificação indicativa: 12 anos. 

No domingo (11), a Sala de Concerto recebe o encerramento do “Musicando no Campus” da UFC – Projeto Sinfonia Brasileira. A atividade é uma ação de extensão que visa incentivar a circulação dos grupos de música instrumental da Universidade Federal do Ceará (UFC). Coordenado pela Profª Liu Man Ying e com colaborações de diversos professores do Curso de Música da UFC, o projeto realiza várias apresentações de grupos compostos por músicos em formação na Universidade (por meio de diferentes iniciativas de caráter formativo) e de grupos convidados. A apresentação acontece no palco principal, às 17h. A entrada é gratuita e tem classificação indicativa livre. 

Visita Guiada Gratuita 

O Theatro José de Alencar estará de portas abertas para quem quiser conhecer a história de um dos principais teatros do país. Os horários das visitas guiadas são: de terça a sexta-feira – 9h, 10h, 11h, 14h, 15h, 16h e 17h; sábados – 14h, 15h, 16h e 17h; domingos –  14h, 15h e 16h. Entrada é R$10 (inteira) e R$5 (meia). 

Funcionamento Bilheteria do TJA

de terça a sexta-feira – 14h às 18h – sábados e domingos – 14h às 19h.

Informações: 85 3101-2583

Mais informações/entrevistas:

Assessoria do Theatro José de Alencar – Ivy Ariane – (85) 99991-8382 – (85) 3101.2562 tja.comunica@gmail.com 

Theatro José de Alencar promove programação gratuita nesta quarta-feira (17)

Comemorando mais um mês de aniversário o Theatro José de Alencar, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), promove mais uma edição do programa Theatro de Portas Abertas. Diversos projetos selecionados através da Chamada de Ocupação 2019 do TJA compõem a programação. 

Iniciando as atividades, a dançarina Silvia Moura realiza a Visita Dançada “A bailarina”, baseada no texto de Ricardo Guilherme às 15h. A atividade terá intérprete de libras, uma parceria do TJA com a Coordenadoria Especial de Políticas Públicas para os Idosos e as Pessoas com Deficiências do Governo do Estado do Ceará / Central de Intérprete de Libras – CIL. Classificação indicativa: livre.

130 anos de Charles Chaplin

Às 16h, acontece a abertura da exposição “O incrível cinema de Chaplin – 130 anos de Charles Chaplin” por Apolinário Alves (Apolo – Chaplin cearense). A exposição dialoga a obra e vida de Charles Spencer Chaplin, que em 2019 faria 130 anos, com o circo, teatro e performance. Além da exposição serão realizadas, durante o mês de julho, três sessões de arte/debate sobre a carreira de Chaplin e a apresentação do espetáculo “O circo do Chaplin” nos dias 7 e 14 de agosto.

A exposição fica em cartaz do dia 17/7 a 15/8, os horários de visitação são: terça a sexta, das 9h às 18h; e sábado e domingo, das 14h às 18h. Gratuito! A atividade foi selecionada através da Chamada de Ocupação Artística do Theatro José de Alencar, 2019. Também às 16h, teremos no pátio nobre a “Culminância 2019 – Cursos livres de Teatro”, do Grupo Arte de Viver. Classificação indicativa: livre.

Na calçada, a partir das 17h, acontece o programa Arte de Rua e o espetáculo “Concerto para Batuta” de Mauricio Rodrigues (Batuta). A peça foi selecionada através da Chamada de Ocupação Artística do TJA 2019, e fica em cartaz nos dias 24 e 31, às 17h30. Classificação indicativa: livre.

Às 18h, a tradicional “Hora do Angelus” será cantada pela intérprete e compositora, Masôr Costa no foyer. Ainda no foyer, Masôr apresenta o show “Grito de Alerta – Um tributo à Gonzaguinha” às 18h15. A apresentação conta com a participação especial dos músicos Edson Távora (piano) e Orlei Mapurunga (sax e flauta). Classificação indicativa: livre.

Uma adega no Porão do TJA

Essa é a proposta do “Concerto Adega Musical” para o encerramento do programa Theatro de Portas Abertas às 19h30. Selecionado através da Chamada de Ocupação Artística 2019, o projeto visa simular uma adega de vinhos no porão.. No repertório, além da música Barroca e Renascentista, a apresentação terá MPB e Jazz. Os instrumentos a serem usados pelo trio musical Luciana Gifoni, Sueli Helena e Robson Lima são alaúde, violoncelo e um trio de flautas doces, nas suas mais diversas tessituras. Participações: Lucas Barreto (alaúde) e Ana Vitória (violoncelo). A entrada é gratuita e limitada a 70 lugares, distribuídos 1h antes do início da atividade. Classificação indicativa é livre. 

Visita Guiada Gratuita nos dias 17 de cada mês

Durante toda quarta-feira (17/07), o Theatro José de Alencar estará de portas abertas para quem quiser conhecer a história de um dos principais teatros do país. Os horários as visitas guiadas são: 09h, 10h, 11h, 14h, 15h, 16h e 17h, entrada é gratuita.

Funcionamento Bilheteria do TJA

de terça a sexta-feira – 14h às 18h – sábados e domingos – 14h às 19h.

Informações: 85 3101-2583

Dia Internacional do Rock é comemorado no TJA

Iniciando a semana, o programa Arte de Rua Tradição recebe o Mestre da fotopintura, Júlio Santos, no dia 10. Considerado como um dos principais nomes da fotopintura no Brasil, o mestre Júlio contará sua trajetória na arte da fotopintura, que teve início aos doze anos em Fortaleza. A atividade tem início às 17h30 no saguão do TJA, a entrada é gratuita e tem classificação indicativa livre.

Nos dias 10 e 11, a Quadrilha Cai Cai Cai Balão realiza o “IX Arraiá Toinho, Joãozinho e Pedrinho” no jardim a partir das 18h. A Quadrilha Cai Cai Balão, tem por objetivo de promover os grupos de quadrilhas juninas infantis, reafirmando a importância dos mesmos para a manutenção das festividades juninas nas terras alencarinas. Na ocasião, os alunos do Curso Princípios Básicos de Teatro irão realizar o seu arraiá e a festa se estende após a apresentação da quadrilha. A entrada é gratuita e classificação indicativa livre.

Na sexta-feira, 12, acontece o “Encontro Regional da Associação Novo Encanto de Desenvolvimento Ecológico” a partir das 15h. Na programação, que é inteiramente gratuita, teremos: feira de produtos artesanais e orgânicos, feira de resíduos eletrônicos, oficina “Reciclar com Artes – Criar e Recriar”, a peça teatral com crianças “4R’s”, capoeira e show de Martonio Holanda”. A Novo Encanto é uma organização brasileira sem fins lucrativos que realiza trabalhos ligados às principais temáticas socioambientais. A classificação indicativa das atividades é livre.

Ainda no dia 12, acontece no Teatro Morro do Ouro – Anexo CENA a “Mostra CITA da 36ª e 37ª turmas do Curso de Iniciação Teatral Acontece – CITA”. A entrada é gratuita e as apresentações têm início às 18h. Classificação indicativa livre. 

O grupo cearense No barraco da Constância tem! apresenta o espetáculo de dança “Mystura Tropykal” nos dias 12, 13 e 19 de julho na Sala de Teatro Nadir Pápi Saboya, sempre às 19h. Os ingressos serão vendidos no valor de R$ 10,00 (inteira) e R$5,00 (meia) e a classificação indicativa é 14 anos. Já no sábado, 13, o foyer do TJA recebe o “Recital de violinos e violas da Universidade Federal do Ceará” do Projeto Sinfonia Brasileira às 17h e tem entrada gratuita. Classificação indicativa livre. 

Celebrando o Dia Internacional do Rock

Em comemoração ao Dia Internacional do Rock a Orquestra de Câmara Heitor Villa-Lobos homenageia o rock cômico com um concerto “Uma homenagem especial a Mamonas Assassinas” no dia 13. A apresentação, que acontece no palco principal, inicia às 19h e os ingressos já estão à venda na bilheteria do TJA no valor de  R$ 20,00 (inteira) e R$10,00 (meia). 

Completando 20 anos de existência o Forcaos 2019 acontece no sábado, 14, às 16h. O festival congrega além de grupos musicais de diversos gêneros e matizes ligados ao rock, ações culturais ligadas ao universo da cultura, da música e dos esportes radicais. Na edição, que acontece no jardim, contará com as bandas: Bull Control, Thrunda, Aderiva, Void Tripper e The Good Garden.

Funcionamento Bilheteria do TJA
de terça a sexta-feira – 14h às 18h – sábados e domingos – 14h às 19h.
Informações: 85 3101-2583

Fendafor: a dança vai fluir por 11 dias em Fortaleza


As cortinas do Theatro José de Alencar se abriram para a 19ª Edição do Festival Internacional de Dança de Fortaleza (Fendafor). Durante 11 dias a dança vai fluir na Capital com a presença de bailarinos de renome internacional, coreógrafos e maitres de dança de 15 Estados e quatro países do mundo, entre os quais Estados Unidos e Suíça. Ao todo, serão 2.800 bailarinos.

O primeiro ato foi o espetáculo “Tambatuque nos Terreiros de Sol e Lua”, dirigindo pela bailarina e coreógrafa Anália Timbó, presidente da Associação Vidança Cia. De Dança do Ceará. A apresentação foi uma mistura das diversas manifestações culturais, presentes no imaginário popular.

Em seguida, subiram no palco principal os bailarinos Norton Fantinel e Karina Moreira, do Ballet Du Capitole, da cidade de Toulouse, na França. As primeiras apresentações foram encerradas com a bailarina Renata Soares que hoje faz parte da Companhia Teatrul National de Opera şi Balet Oleg Danovksi, em Constanta na Romênia. 

“A minha gratidão é sem tamanho nesse momento porque o Fendafor não ia acontecer em 2019. Foi muito difícil. Mas com muito esforço foi possível abrir esse espaço mais uma vez para que todos os públicos possam dançar e aprender”, disse a diretora geral do evento, Janne Ruth.

TROFÉU
O Festival também promoveu a entrega do Troféu Fendafor de Responsabilidade Social. Foram agraciadas a gestora cultural tendo dirigido vários equipamentos do estado tais como Instituto Dragão do mar, Teatro José de Alencar, Museu da Imagem e do Som;  Eliza Gunther , a professora e pesquisadora de dança, Júlia Cândida e os bailarinos Norton Fantinel e Karina Moreira, além de Atenita Kaira e do secretário da juventude, Júlio Brizze. “Esse é um evento incrível. Quem vive de arte no Brasil sabe o quanto é difícil, mas espaços como esse aqui que faz com que nossos jovens tenham palcos para se apresentar e conhecer pessoas importantes e aprender com elas”, disse.

 “Para mim é uma alegria e uma hora muito grande de participar há 19 anos do Fendafor, sempre compartilhamos desse trabalho brilhante. É um evento realizado com muito amor e dedicação. É uma trajetória crescente com a participação de grandes convidados”, disse Clara Pinto, vice-presidente do Conselho Brasileiro da Dança.

MOSTRA INTERNACIONAL DE DANÇA
A Mostra Internacional de Dança segue até este domingo (30/06). Ao todo, serão cerca de 50 grupos e bailarinos convidados de vários Estados do Brasil e outros países, bem como das mais tradicionais escolas de dança do Ceará. Um deles é o Cícero Gomes, primeiro bailarino do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, que dançará com a bailarina convidada Manuela Rocado, do Rio de Janeiro. Ela foi finalista do Youth America Grand Prix e em 2018 foi contratada para a temporada de Coppélia do Ballet do Theatro Municipal da capital fluminense em agosto de 2018.

A Mostra Internacional de Dança receberá ainda outros convidados, como o bailarino Tutto Gomes, da Bahia, ator da Companhia do Teatro Castro Alves; o sapateador Giuliano de Washington, dançarino da Cia. Sole Defined, dos Estados Unidos; os bailarinos Marcos Bento e Daria Reimann, ambos da Suiça, e Ariel Venâncio, de Rondonópolis, Mato Grosso.

Lume Teatro (SP) faz temporada no Theatro José de Alencar

Inaugurado em 17 de junho de 1910, o Theatro José de Alencar, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), completa 109 anos em 2019. Um dos raros exemplares de arquitetura nacional de teatro jardim, tombado pelo IPHAN como Patrimônio Histórico Nacional em 1964, é uma referência artística e turística nacional, e desempenha importantes papéis na vida cultural cearense.

Como parte das comemorações dos 109 anos, o Theatro José de Alencar recebe o aclamado e atuante grupo paulista Lume Teatro. Na programação um workshop, uma demonstração técnica e três espetáculos durante os dias 26 de junho a 01 de julho. As atividades contam com a parceria da Fac- Festival das Artes Cênicas e produção da Ato Marketing Cultural.

Dia 28/6 o solo de Ana Cristina Colla, “SerEstando mulheres” às 20h, na Sala de Teatro Nadir Papi Saboya. No sábado, 29/6, o solo “Dissolva-me” de Renato Ferracini, às 19h, também na Sala de Teatro. Dia 30/6, o palco principal recebe o aclamado trabalho “Café com Queijo” às 19h. Em todas as apresentações as entradas são gratuitas e limitadas, mediante a retirada de ficha, que serão distribuídas 1h antes do início de cada espetáculo. A classificação indicativa dos espetáculos é 12 anos.

Já o workshop “A presença do ator” com Carlos Simioni, acontece de 26 a 28 de junho. Os interessados submeteram a uma inscrição online aberta de 08 a 14 de junho e o resultado será divulgado pelo TJA. O processo de seleção será feito pelo grupo Lume Teatro. No dia 01/7, acontece a demonstração técnica “Prisão para liberdade”, com Carlos Simioni, às 19h, na Sala de Teatro Nadir Papi Saboya. A entrada é limitada e serão distribuídas senhas de acessos 1h antes do início da atividade.

E mais…

O Theatro José de Alencar constantemente realiza atividades complementares ao Curso Princípios Básicos de Teatro – CPBT. Neste sentido, os alunos de todas as turmas do CPBT se reúnem com o ator Carlos Simioni no dia 26/6, quarta-feira, para uma roda de conversa sobre os processos criativos do grupo Lume Teatro. A atividade é restrita ao alunos.

Serviço:

Dia 28/06 – Sexta-feira

Espetáculo “SerEstando mulheres”, solo de Ana Cristina Colla

Horário: 20h

Local: Sala de Teatro Nadir Pápi Saboya

Entrada: gratuita (lugares limitados – 70 lugares. Distribuição 1h antes do espetáculo.)

Classificação indicativa: 12 anos

Em sua busca por ser-estar na cena, a atriz Ana Cristina Colla, ao longo de seus 20 anos de pesquisa junto ao Lume, visitou pessoas, cidades, mestres, recantos. Entre encontros e confrontos, foi depurando seu fazer teatral, passando pela mímesis das corporeidades, a dança pessoal, visitando o butoh, como portas para a própria singularidade. “SerEstando Mulheres” é uma história “dançada” pela atriz, sobre si mesma e sobre outras mulheres. Uma colcha de retalhos, pedaços conhecidos e sempre ressignificados, espalhados por diversos espetáculos. A matéria que o compõe surge de momentos distintos do seu caminhar de atriz e mulher no Lume Teatro. Um encontro forte e delicado com o feminino, onde a atriz narra através das imagens que cria e corporifica, seu saber impresso no corpo.

Dia 29/06 – Sábado

Espetáculo “Dissolva-me”, solo de Renato Ferracini

Horário: 19h

Local: Sala de Teatro Nadir Pápi Saboya

Entrada: gratuita (lugares limitados – 40 lugares. Distribuição 1h antes do espetáculo)

Classificação indicativa: 12 anos

Duração: 60 minutos

A esquizofrenia (CID 10 F 20) é o ponto de partida para o solo de teatro-dança- performance do ator Renato Ferracini com direção e composição do coreógrafo Luis Ferron. Resultado de uma parceria inédita entre o ator e o coreógrafo, o trabalho é composto de movimentos cadenciados intercalados pelo texto e o tempo – não necessariamente nesta ordem – e propõe um jogo de poesia e criatividade entre o artista, o público e o momento presente. “Nem poesia, nem espetáculo, dança ou performance – ou tudo junto: uma ode aos 0,01% de inventividade deformada feito Francis Bacon e alicerçada pelos atlantas, ou o que dá no mesmo, pelos inexistentes, tipo assim…Deus. Simples. Não há lógica, assim como na vida organizada”, comenta Renato Ferracini.

Dia 30/06 – Domingo

Espetáculo “Café com Queijo”

Horário: 19h

Local: Palco Principal

Entrada: gratuita (lugares limitados- 80 lugares. Distribuição 1h antes do espetáculo. )

Classificação indicativa: 12 anos

Duração: 100 minutos

Conversas e histórias, entremeadas por canções e versos, compartilham com o público as vozes e vidas encontradas pelos atores em suas andanças pelo Brasil.  No aconchego de uma colcha de retalhos, fala-se um pouco de tudo: de curas para males de saúde e do coração, das artes da conquista, de comida, festa, morte, trabalho, solidão, aculturação. Neste espetáculo delicado, tudo tem cheiro e sabor, e não apenas de café com queijo ralado – bebida típica oferecida aos atores no interior de Tocantins. Criado em 1999, o espetáculo já se apresentou em diversas cidades do Brasil, tendo participado dos principais festivais nacionais de teatro e nas cidades de Lisboa, Évora e Santo André, em Portugal.

Dia 01/07 – Segunda-feira

Demonstração técnica “Prisão para a liberdade”, com Carlos Simioni

Horário: 19h

Local: Sala de Teatro Nadir Pápi Saboya

Entrada: gratuita (lugares limitados – 80 lugares. Distribuição 1h antes do início.)

Classificação indicativa: 12 anos

Duração: 90 minutos

O ator Carlos Simioni aborda a própria trajetória junto do Lume e revela que a técnica pode ser tanto uma prisão quanto um trampolim para o ator. Em sua demonstração técnica, Carlos Simioni fala sobre o percurso desde a fundação do Lume, em 1985, seu encontro com os mestres de teatro, as técnicas desenvolvidas junto do grupo, como o treinamento físico cotidiano, a construção de técnicas de expansão e dilatação do corpo no espaço e no tempo, técnicas de manipulação de diferentes qualidades de energias e sua distribuição no espaço, além do treinamento vocal e para a elaboração de personagens e construção de cenas.

Funcionamento Bilheteria do TJA
de terça a sexta-feira – 14h às 18h – sábados e domingos – 14h às 19h.
Informações: 85 3101-2583

Festival Internacional de Dança reunirá 2.800 artistas em Fortaleza


A 19ª Edição do Festival Internacional de Dança de Fortaleza (Fendafor) reunirá 2.800 artistas, de 27 de junho a 7 de julho, em Fortaleza. O evento também vai receber bailarinos, coreógrafos e maitres de dança de 15 Estados e quatro países do mundo, entre os quais Estados Unidos e Suíça.

O palco principal do Festival será o Theatro José de Alencar, com mostra de dança, competição e cursos. As inscrições podem ser feitas por meio do endereço eletrônico www.fendafor.com.br.

A abertura, chamada “Noite de Gala”, ocorre no primeiro dia, às 18h30, com a apresentação de dois espetáculos convidados: a Companhia Tanztheater Baden, da Suiça, que apresentará “Ex- Change”, sob a direção de Hans Jürg Forrer, da Itália, e a coreografia do brasileiro Marcos Bento, com os bailarinos Anna Axmann, Ariel Venâncio, Daria Reimann, Clarissa Costa e Jhon Morais durante um processo vivido em Baden na Suíça, de abril a maio de 2019. Esse intercâmbio surgiu com o intuito de fortalecer os laços entre a Cia. Tanztheater Baden e o Fendafor que há anos convida o grupo a se fazer presente no festival.

A segunda apresentação será da Companhia de Dança do Grupo Bailarinos de Cristo Amor e Doações (BCAD), com apresentação do Espetáculo “Pedaços de mim, a dança do meio século”, uma criação de Janne Ruth e Atenita Kaira. Trata-se de um encontro da cena contemporânea contada com um olhar de uma mulher que viveu inúmeros momentos do nosso País, desde a ditadura até os tempos atuais.

“Mesmo sem apoio o Fendafor vai acontecer. Nós sabíamos que o evento era importante, pela inclusão social e oportunidade que dá para todos os grupos dançarem e fazerem o que ama, mas não tínhamos a dimensão real dessa importância. Estamos movidos por esse sentimento e pelos depoimentos que recebemos dos dançarinos, que esperam o ano inteiro uma oportunidade de mostrarem seu talento. Mesmo sem as condições ideais, o evento vai ocorrer”, diretora geral do evento, Janne Ruth.

MOSTRA INTERNACIONAL DE DANÇA
Durante a Mostra Internacional de Dança, que começa dia 27 de junho e termina dia 30, o Festival receberá cerca de 50 grupos e bailarinos convidados de vários Estados do Brasil e outros países, bem como das mais tradicionais escolas de dança do Ceará. Um deles é o Cícero Gomes, primeiro bailarino do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, que dançará com a bailarina convidada Manuela Rocado, do Rio de Janeiro. Ela foi finalista do Youth America Grand Prix e em 2018 foi contratada para a temporada de Coppélia do Ballet do Theatro Municipal da capital fluminense em agosto de 2018.

A Mostra Internacional de Dança receberá ainda outros convidados, como o bailarino Tutto Gomes, da Bahia, ator da Companhia do Teatro Castro Alves; o sapateador Giuliano de Washington, dançarino da Cia. Sole Defined, dos Estados Unidos; os bailarinos Marcos Bento e Daria Reimann, ambos da Suiça, e Ariel Venâncio, de Rondonópolis, Mato Grosso.


COMPETIÇÃO
Dentro do Fendafor 2019 ocorre, de 1º a 7 de julho, a Mostra Competitiva, que nasceu a partir de uma vontade dos próprios bailarinos. “Eles questionavam à direção do evento por que um Festival de grande porte como esse, não poderia propor dentro de suas ações, uma mostra competitiva. Essas questões foram analisadas com cuidado e profissionalismo, pois, a partir do momento que o Fendafor apresentasse uma Mostra de Dança Competitiva, ela teria que proporcionar muito mais que premiação com medalhas e troféus, como costumamos ver em outros festivais”, explicou Janne Ruth.

No dia 8, na Noite dos Campeões, os primeiros lugares se apresentarão e logo em seguida acontecerá a entrega de premiações, que oferecerá R$ 10 mil para os melhores bailarinos, grupos e coreógrafos.

A premiação envolve passagens aéreas, bolsas para Escolas e Companhias de Dança Nacionais e Internacionais, como a Miami City Ballet School, Summer Brasil 2018, seletiva para o International Orchedance Competition; Indicações para o Pridansp Prêmio Internacional de São Paulo, entre outros.

Além disso, durante as competições estará havendo seletiva para o YAGP American Grand Prix. As variações de repertório concorrerão a vagas para a seletiva brasileira, que acontecerá em setembro, em São Paulo, dia 17, no Teatro Sérgio Cardoso, e de 18 a 20, no Theatro Municipal de São Paulo. Serão selecionados também conjuntos, duos e trios para a Final do YAGP 2020 em New York.
 
EDUCAÇÃO

Além da oportunidade de os grupos amadores mostrarem os seus trabalhos, o Fendafor oferece 20 cursos. Ao todo, são 700 vagas totalmente gratuitas para bailarinos e artistas cearenses. Alguns cursos serão isentos para bailarinos de outros estados que foram selecionados em Festivais. Serão promovidos curso de ballet contemporâneo, ballet clássico, sapateado, danças urbanas e jazz.

“Apostando na formação de sujeitos críticos e na compreensão de um profissional de dança que dimensione sua atuação artística como ferramenta de constituição formativa dos indivíduos, a direção pedagógica do Fendafor vem para dar segmento a proposta original do evento, que tem como premissa oportunizar o desenvolvimento de novos talentos, trocando experiência com os mais inúmeros grupos, bailarinos e Companhias de Dança de todo Brasil e outros países do mundo. Aliando sempre teoria e prática, formação e informação, amador e profissional, o evento oferece em média 700 vagas de cursos e residências artísticas durante os 12 dias do Evento”, disse Janne Ruth.

Os cursos serão distribuídos em locais diferentes: Theatro José de Alencar, Centro de Ballet Clássico Mônica Luiza, Ballet Hugo Bianchi, Academia Passos, Academia Michelle Fontinelle, Academia Bailarte, Escola Vila das Artes e na Rede CUCA de Fortaleza (CUCAS – Barra, Jangurussu e Mondubim) são várias modalidades de dança de todos os níveis, a partir de 08 anos e serão ministrados por grandes Maitres da Dança brasileira e Internacional.

FENDAFORFISIO
Com foco na saúde dos artistas participantes de todo Brasil, o Fendafor incrementa mais um ano o “Fendafor FISIO 2019”. O Festival oferecerá atendimentos fisioterapêuticos para os participantes. A ideia começou em 2017 e foi essencial para os bailarinos que necessitaram de atendimento. Esse serviço auxilia não somente em eventuais quadros de dores, mas principalmente em técnicas que contribuam para um melhor desempenho músculo/articular, uma vez que a dança exige muitas habilidades físicas e treino atlético.

O Fendafor 2019 conta com o apoio da Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria da Juventude, da Escola Vila das Artes, do Theatro José de Alencar, Bravo Produções e Devant Acessórios de Dança.

SERVIÇO:
19ª Edição do Festival Internacional de Dança de Fortaleza (Fendafor)
Local: Teatro José de Alencar
Data: de 27 de junho a 7 de julho
Site: www.fendafor.com.br

Teatro, dança e música são destaques da programação do TJA esta semana

O Theatro José de Alencar, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), inicia nesta quarta-feira (22/5), às 19h, a temporada de 2019 do programa “Cantares – Mostra de Corais do TJA”. Com o objetivo de difundir a diversidade de coros, corais e grupos vocais do Estado do Ceará, o Cantares abre oportunidades para que diversos grupos apresentem seus trabalhos de uma forma democrática sempre alternando grupos. Na edição de maio a apresentação fica por conta do “Coral 7a Voz – Sindissétima”, “Coral Vozes da Justiça – SINJE e SINTRAJUFE”, “Coral BNB CLUBE” e “Coral Vitrola Nova”. A entrada é gratuita e a classificação Indicativa é livre.

Ainda na quarta-feira (22/5), a Cia Lamparim de Circo e Teatro de Quixeramobim-CE faz sua última apresentação do espetáculo “A incrível, a estupenda, a maravilhosa dupla dinâmica de dois” no programa Arte de Rua. Com início às 17h30, a peça é formada por números cômicos de palhaço e de malabarismo, onde o público é convidado a viajar no universo lúdico e mágico do circo. A apresentação acontece na calçada, tem entrada gratuita e classificação livre. A programação da quarta contará também com a apresentação do projeto “Percurso Instalativo Sonoro – Especial Sala Vazia Residência Artística” com participação de Ayrton Pessoa Bob. A atividade tem início às 19h e entrada gratuita. Todas as atividades do dia 22/5 tem classificação indicativa livre.

Na quinta-feira, 23/5, os alunos do Curso de Iniciação em Dança Contemporânea (CIDC) apresentam o “Festival dos Corre – Mostra de trabalho dos alunos do CIDC”. Com início às 18h, a mostra apresenta alguns dos processos autorais dos alunos da 3ª turma que é residente no TJA. A atividade acontece no teatro Morro do Ouro – Anexo TJA e tem entrada é colaborativa. Classificação indicativa: 14 anos.

Peça infantil narra as aventuras de Pinóquio

A Cia Camarim de Teatro apresenta o espetáculo infantil “Pinóquio – Uma aventura mágica” na sexta-feira, 24/5, às 14h30. A peça conta a clássica história do boneco, feito por um carpinteiro solitários, que ganha vida e sempre ao mentir seu nariz cresce. A atividade acontece no palco principal e tem entrada de R$40 (inteira) e R$20 (meia). Classificação indicativa: livre.

Canto da Apa realiza mais uma edição do projeto “Conexões Sonoras”

No sábado, 25/5, o projeto Conexões Sonoras apresenta “07 Cantos da Minha Música”. Com início às 20h, a apresentação tem em seu repertório inspirações individuais de cada cantor que o fazem sentir-se pleno sendo instrumento de cada canção, como Chico Buarque, Cazuza, Legião Urbana, Renato Russo dentre autorais dos alunos Gabriel e Pedro que juntos formam a banda Gravatas Borboletas.

A apresentação conta com a direção musical de Aparecida Silvino, acompanhada dos músicos Eduardo Holanda e Hoto Júnior, direção do espetáculo de André Ximenes e com os cantores do Canto da Apa. O encontro acontece no palco principal às 20h. Os ingressos estão à venda na bilheteria do Theatro José de Alencar e tem o custo de R$ 20 (inteira) e R$10 (meia).

Cultura Coreana em destaque

A “5ª edição do Hana Dul Hallyu” acontece no Theatro José de Alencar no domingo, 26/5, a partir das 12h. O evento que tem como temática a cultura sul coreana, mais conhecida como K-pop (o famoso pop coreano), traz ao TJA competições de dança (dance cover, pocket dance, estilo livre), competição de canto, workshops de danças (com certificados), apresentações de convidados e stands de vendas. A entrada custa R$50 (inteira) R$25 (meia), primeiro lote, e R$70 (inteira) R$35 (meia), segundo lote. Classificação indicativa livre.

Ainda no domingo, 26/5, a partir das 17h a Sala de Concerto recebe o “Núcleo de Experimentações Operísticas da UFC – Projeto Sinfonia Brasileira”. Entrada é gratuita e Classificação indicativa livre.

Funcionamento Bilheteria do TJA
de terça a sexta-feira – 14h às 18h – sábados e domingos – 14h às 19h.
Informações: 85 3101-2583

100 ANOS DE DALVA DE OLIVEIRA EM FORTALEZA

Depois de enorme sucesso em São Paulo e no Rio de Janeiro, a turnê “100 anos de Dalva de Oliveira” chega em Fortaleza no dia 16 de maio de 2019, às 20h, no Theatro José de Alencar. Com Eliana Pittman, Claudette Soares, Alaíde Costa e Márcio Gomes.

Baseado no álbum homônimo, lançado ano passado, pela Biscoito Fino, com a participação de mais de 30 grandes artistas da música brasileira, o espetáculo reúne 4 grandes vozes da nossa música de diferentes estilos e gerações interpretando os clássicos do repertório da eterna estrela Dalva: a versátil e internacional Eliana Pittman, as divas da Bossa Nova Claudette Soares e Alaíde Costa, e o novo “Rei da Voz”, Márcio Gomes.

Com direção musical do pianista Alexandre Vianna, direção e roteiro de Thiago Marques Luiz (produtor do álbum) e produção executiva da Idearte Produções, de Amaury Junior, o espetáculo “100 anos de Dalva de Oliveira” reserva momentos de grande emoção e passeia por todos os estilos que foram imortalizados por Dalva de Oliveira; do samba canção ao samba exaltação, passando pelo bolero, pelo tango e até pelas marchinhas de carnaval.

Estão presentes clássicos como Ave Maria do Morro, Bandeira Branca, Máscara Negra, Kalú, Tudo acabado, Neste mesmo lugar, Errei sim, Hino ao Amor, Segredo e tantas outras músicas que estão no inconsciente coletivo do povo brasileiro desde as décadas de 50, 60 e 70. Mais informações no Release em anexo

Serviço

Local: Theatro José de Alencar

Data: 16 de maio de 2019

Hora: 20h

Valores de ingressos:

Torrinha – torrinha meia – R$ 40,00

Torrinha – torrinha inteira – R$ 80

Camarote – camarote meia – R$ 50,00

Camarote – camarote inteira – R$ 100

Frisas – frisas meia – R$ 60,00

Frisas – frisas inteira – R$ 120

Balcão – balcão meia – R$ 60

Balcão – balcão inteira – R$ 120

Plateia – plateia meia – R$ 60

Plateia – plateia inteira – R$ 120

Vendas:

Bilheteria do Theatro José de Alencar

R. Liberato barroso, 525 – centro, fortaleza

Tcket Shop – Shoppings Iguatemi e RioMar Kennedy

Online:

Www.bilheteriavirtual.com.br

Theatro José de Alencar abre as portas quarta-feira (17/04) com programação gratuita

Comemorando mais um mês de aniversário o Theatro José de Alencar, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), promove próxima quarta-feira (17) mais uma edição do programa Theatro de Portas Abertas.

De volta ao Theatro José de Alencar, a Orquestra Foco Musical (Portugal) apresenta espetáculo “O Sítio da Amizade”. Com sessões às 8h30, 14h e 15h30 no dia 17 de abril, a atividade é uma fábula sinfônica onde as personagens são animais representados por instrumentos da orquestra. O projeto Foco Musical tem direção de Miguel Pernes, fundador e diretor artístico e pedagógico, e promove espetáculos coloridos, divertidos e importantes no trabalho de formação de plateia. São 21 anos de trabalho dedicados em exclusivo ao domínio da pedagogia musical.

A cantora, compositora e idealizadora do grupo de música infantil “DóRéMiLá”, Milla Franco estará juntamente com o compositor e maestro português Jorge Salgueiro – que dirige a Orquestra Didática Foco Musical – nas apresentações. As duas primeiras sessões, 8h30 e 14h, são destinadas para alunos de escolas públicas previamente agendadas, em parceria com a Secretaria Municipal da Educação de Fortaleza. A sessão das 15h30, é totalmente aberta ao público (os ingressos serão distribuídos 1h antes da apresentação). A orquestra, que tem sede em Lisboa (Portugal), circula no Brasil com quase 50 pessoas envolvidas.

 

Arte de Rua – Abril com Bonecos

Dois espetáculos da programação comemorativa ao Dia Nacional do Teatro de Bonecos (24/04) serão apresentados no dia 17/04. A programação começa às 16h, com o “Folia de Bonecos”, apresentado por Bibi e seus Bonecos. Às 17h, Calu Maravilha apresenta “As aventuras do Professor Tiridá nas terras do Coronel da Conceição”. A programação “Abril com Bonecos”, é uma realização da Rede Cearense de Teatro de Bonecos e conta com o apoio do TJA.

A programação encerra às 18h com a apresentação do maestro Leonardo Sidney, da Orquestra de Câmara Heitor Villa-Lobos, na nossa tradicional Hora do Angelus.

 

Visita Guiada Gratuita

Durante toda quarta-feira (17/04) Theatro José de Alencar estará de portas abertas para quem quiser conhecer a história de um dos principais teatros do país. Os horários as visitas guiadas são: 09h, 10h, 11h, 14h, 15h, 16h e 17h, entrada é gratuita.

Confira a programação completa do TJA no site: www.secult.ce.gov.br

TJA lança edital de Ocupação Artística 2019

 

Chegando na sua terceira edição, a Chamada de Ocupação Artística do Theatro José de Alencar, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), irá selecionar grupos do Estado do Ceará para compor o cronograma de atividades dos mais variados espaços deste complexo cultural de junho a dezembro de 2019. O período de inscrições é de 05 a 25 de abril de 2019.

São 16 espaços disponíveis e muitas possibilidades de desenvolver um trabalho artístico no mais importante teatro do Ceará. Artes visuais, música, dança, teatro, circo, audiovisual, literatura e outras linguagens artísticas podem ocupar os espaços que compõem a edificação tombada, jardim e todo o Anexo CENA.

Ao todos foram contemplados 121 projetos nos anos de 2017 e 2018. Alguns programas disponibilizam apoio financeiro e outros são cedidos espaços para realização de atividades culturais das mais variadas linguagens artísticas.

Com esta iniciativa, o Theatro José de Alencar busca promover o fortalecimento e fomento desta centenária casa de espetáculos junto à classe artística e ao grande público. Após cumprir o calendário disposto na Chamada, serão divulgados os selecionados, de acordo com os espaços pretendidos e linguagens.

 

Confira o edital e faça sua inscrição:
http://mapa.cultura.ce.gov.br/oportunidade/1371/

“Abril com Bonecos”: TJA realiza programação especial, em referência ao Dia Nacional do Teatro de Bonecos


Para comemorar o Dia Nacional do Teatro de Bonecos, 24 de abril, o Theatro José de Alencar (TJA), equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), preparou uma programação especial neste mês, que acontece sempre às quarta-feiras, com entrada franca, e classificação livre, na calçada do Theatro.

A programação começa nesta quarta-feira, 3, às 17h30, com a apresentação do Mestre da Cultura do Estado: o Mestre Chico Bento Calungueiro. Natural do Trairi, o mestre traz em sua trajetória a participação no livro “Cassimiro Coco de Cada Dia – Botando Boneco no Ceará”, de autoria da artista e pesquisadora Ângela Escudeiro. A atividade acontece na calçada

Já no dia 10/4, às 17h30, o Grupo Epidemia de Bonecos apresenta o espetáculo “A Saga de Jesus Cristo”, que é um mergulho nas tradições cearenses para contar uma das histórias mais conhecida no mundo, narrando os momentos mais significativos da vida de Jesus: de sua entrada em Jerusalém até a sua morte e ressurreição.

Dois espetáculos serão apresentados no dia 17/4. A programação começa às 16h, com o “Folia de Bonecos”, apresentado por Bibi e seus Bonecos. Às 17h, Calu Maravilha apresenta “As aventuras do Professor Tiridá nas terras do Coronel da Conceição”.

No último dia do “Abril com Bonecos”, 24/4, às 17h30, acontece a Tenda Aberta – Varietês, oportunidade para ver diversos artistas e grupos, entre eles: Grupo Formosura de Teatro, Cia Chacoalho, Grupo Mamulengo Tradição, Bibiu e seus bonecos, Calu Maravilha, Cia. Tercelões, Augusto Bonequeiro, Grupo Epidemia de Bonecos, Grupo Bricoleiros, Toinho de Toni do Quixeré.