Browsing Tag

Terceira idade

ABRIGOS DE IDOSOS RECEBEM OFICINAS DO INSTITUTO CHICO MOTA

Desenvolver habilidades, promover e resgatar a autoestima, além de incentivar a convivência, são parte do propósito do Instituto Chico Mota, que vem realizando desde o mês de setembro, atividades lúdicas e socioculturais em abrigos de idosos de Fortaleza. Todas as atividades são gratuitas e fazem parte do projeto Tempo de Ser Feliz, que já vem mudando a vida de muitos dos frequentadores do Instituto.

No Lar Torres de Melo, a primeira instituição a receber ação do Instituto Chico Mota, acontece a oficina de confecção de bonecas de pano. A atividade também proporciona uma volta à infância, pois, diferentemente de hoje em dia onde os brinquedos são industrializados – antigamente as bonecas de pano reinavam absolutas nas brincadeiras infantis.  Ao final da oficina, os novos artesãos doarão parte dessas bonecas confeccionadas às crianças também atendidas em abrigos da cidade, em um encontro que visa promover e incentivar a troca intergeracional.

Já os idosos do Recanto Sagrado Coração de Jesus e da Casa de Nazaré participam das aulas de dança-terapia, uma forma de diversão e de também melhorar e prevenir danos emocionais e motores dos participantes.

Atividades seguem com inscrições abertas

O Instituto Chico Mota está com inscrições abertas até o final do mês para suas atividades voltadas ao público da melhor idade. São oficinas de Danças Circulares, Meditação, Canto Coral, Gaita, Teatro, Contação de História e Grupo Folclórico. Todas as atividades são gratuitas.

Sobre o Instituto Chico Mota

O Instituto Chico Mota, em atividade desde 2013, trabalha com inclusão cultural para a terceira idade, oferecendo diversas atividades gratuitas para o constante desenvolvimento pessoal e bem estar do público idoso.

Serviço

Instituto Chico Mota

Inscrições para oficinas

Horário: 9h  às 12h e das 14h  às  16h

Endereço: Rua  Desembargador João Firmino, 66 – Montese

Gratuito

 Vagas limitadas

Maiores informações: (85) 3393-4036

Comitê da Mulher e Instituto Cooperar realizam homenagem ao Dia do Idoso

No último dia 01, o Comitê da Mulher da Sicredi Ceará Centro Norte promoveu, em conjunto com o Instituto Cooperar, braço social da instituição financeira cooperativa de crédito, homenagem a idosos da Associação Oscar Verçosa (no bairro Vicente Pinzón, em Fortaleza), em alusão ao Dia do Idoso, lembrado nessa data.

Durante toda a manhã parceiros da ação ofereceram atividades voltadas para os 250 idosos presentes na ocasião. A Unimed Fortaleza levou equipe preventiva para realização de exames e instrutor de Educação Física para conduzir dinâmicas com o público. Outro parceiro foi a Uniodonto, que promoveu palestra sobre prevenção de doenças dentárias e distribuição de kits. A Escola de Saúde Pública viabilizou exames arterial e de glicose.

Entre outros apoiadores participaram Associação dos Cabeleireiros do Estado do Ceará, com corte de cabelo, OCB/Sescoop-CE e Cootraps. Os associados alunos de canto da Sicredi também levaram música ao evento.

Saiba como ser um voluntário no Instituto Cooperar por meio do telefone (85) 99986.9974. 

Grupo OTO lança pronto atendimento voltado aos idosos

Uma novidade para a melhor idade foi lançada em Fortaleza. O Programa de Saúde do Idoso, criado pelo GRUPO OTO, nasceu para atender a população que mais requer atenção e cuidados na cidade. O programa engloba serviços como coleta domiciliar e promotores de saúde, estes que auxiliarão o paciente na gestão de seu bem-estar e qualidade de vida. 


Junto ao Hospital OTOclínica, um de seus parceiros, o grupo apresentou o Pronto Atendimento em Geriatria, serviço que também faz parte do programa de Saúde do Idoso e que tem premissa e objetivo de cuidar cada vez mais e melhor da terceira idade fortalezense. 


O médico emergencista, Khalil Feitosa, explica que o pronto atendimento funcionará nas quintas e sextas-feiras, das 7h às 19h, com objetivo de facilitar o monitoramento de doenças crônicas e prevenir internações desnecessárias.O Programa de Saúde do Idoso conta também com a facilidade no agendamento de exames complementares e consultas eletivas.

IDOSOS REALIZAM FESTA LITERÁRIA NO CENTRO CULTURAL BANCO DO NORDESTE

O Centro Cultural Banco do Nordeste-Fortaleza será palco de um grande evento dedicado à literatura e à vida: a Festa Literária Cora Coralina. O evento que acontece no próximo dia 26 de junho, a partir das 14h,  será marcado por uma programação totalmente diversificada com produção e realização de pessoas da terceira idade participantes das atividades do Instituto Chico Mota. A entrada é gratuita e aberta ao público de todas as idades.

A festa finaliza o Projeto Nunca é Tarde, realizado pelo Instituto Chico Mota para formação de leitores na terceira idade, contará com apresentações musicais do Coral Cativar e dos alunos do curso de sanfona, esquetes teatrais, leitura e exposição de cordéis produzidos pelos alunos nas oficinas de Literatura de Cordel, feira literária, participação de escritores presentes nas atividades do projeto e demais literatos.

 Outro momento marcante será o lançamento do livro Marcas do Tempo, organizado pela professora e escritora Anna K. Lima que reúne textos produzidos na oficina de Escrita Criativa, realizada com o objetivo incentivar o hábito da leitura, a valorização e o incentivo à escrita e resgate da memória individual.  A publicação é do Selo Editorial Aliás.

Cora Coralina

Cora Coralina, pseudônimo de Anna Lins dos Guimarães Peixoto Bretas (Cidade de Goiás, 20 de agosto de 1889 — Goiânia, 10 de abril de 1985), foi uma poetisa e contista brasileira. Considerada uma das mais importantes escritoras brasileiras, teve seu primeiro livro publicado em junho de 1965 (Poemas dos Becos de Goiás e Estórias Mais) quando já tinha quase 76 anos de idade, apesar de escrever seus versos desde a adolescência. Mulher simples, doceira de profissão, tendo vivido longe dos grandes centros urbanos, alheia a modismos literários, produziu uma obra poética rica em motivos do cotidiano do interior brasileiro, em particular dos becos e ruas históricas de Goiás.

Sobre o Instituto Chico Mota

O Instituto Chico Mota, em atividade desde 2013, trabalha com inclusão cultural para a terceira idade, oferecendo diversas atividades  gratuitas para o constante desenvolvimento pessoal do público idoso.

Serviço

Festa Literária Cora Coralina

Dia 26 de junho

Horário: 14h às 18h

Centro Cultural Banco do Nordeste – Fortaleza

Endereço: Rua Conde D´Eu, 560 – Centro

Aberto ao público

Gratuito

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA OFICINAS DE CORDEL E MINI LIVRO PARA TERCEIRA IDADE

Cordel, gênero de literatura popular bem característico do Nordeste brasileiro segue resistindo ao longo do tempo e encontra cada vez mais admiradores e renovando seus autores. E para quem sempre quis saber como construir estes versos rimados e sua publicação em formato folheto, o Instituto Chico Mota oferta oficina de Cordel para o público da Melhor Idade. As inscrições estão abertas e acontecerão em quatro encontros: dias 08, 10, 15, 17 de maio, das 14h às 16h. As inscrições são gratuitas.

Facilitado pelo cordelista Lucarocas, os participantes também aprenderão técnicas de xilogravura que ilustrarão os folhetos confeccionados pelos nas oficinas.

Inscrições abertas também para a oficina de confecção de Mini Livro com o escritor Ítalo Rovere. As oficinas acontecerão nos dias 24 e 31 de maio, das 14h às 17h. Todas atividades são gratuitas.

As atividades fazem parte do Projeto Nunca é Tarde, realizado pela instituição para formação de leitores na terceira idade.

Sobre o Instituto Chico Mota

O Instituto Chico Mota, em atividade desde 2013, trabalha com inclusão cultural para a terceira idade, oferecendo diversas atividades gratuitas para o constante desenvolvimento pessoal do público idoso.

Serviço

Inscrições para oficina de Cordel e Mini Livro

Período: Até o dia das oficinas ou enquanto houverem vagas disponíveis

Horário: 09h às 17h

Endereço: Rua Desembargador João Firmino, 66 -Montese

Gratuito

Maiores informações: (85) 3393-4036

BAILE DE MÁSCARAS ANIMA O CARNAVAL DOS IDOSOS NO INSTITUTO CHICO MOTA

 

Está chegando a hora de começar oficialmente a folia do Carnaval, vestir a fantasia, extravasar a alegria. Independente de gênero, cor, raça, idade, o Carnaval é uma festa democrática e que atrai todos os públicos. Assim, o público da Melhor Idade também não perde tempo e entra na folia de Momo. No dia 01 de março, às 09h, os idosos participantes das atividades do Instituto Chico Mota realizam o seu tradicional baile de máscara com toda a irreverência do Bloco do Chico.

A sede da instituição vai receber toda a animação com muito confete, serpentina, fantasia ao som de frevo e marchinha. Vale ressaltar que as máscaras foram confeccionadas durante oficinas realizadas neste mês.

A atividade faz parte das ações socioculturais do Instituto, contribuindo também para a elevação da autoestima, proporcionando lazer e a confraternização entre os participantes.

Inscrições para oficinas continuam

O Instituto Chico Mota continua com inscrições abertas para os cursos de Teatro, Contação de História, Literatura (Escrita Criativa), Meditação e Grupo Folclórico. As inscrições e atividades são gratuitas e voltadas para o público a partir de 50 anos.

As atividades de 2019 iniciaram em janeiro com as oficinas de teclado, dança, coral, gaita e escrita criativa.
Sobre o Instituto Chico Mota

O Instituto Chico Mota, em atividade desde 2013, trabalha com inclusão cultural para a terceira idade, oferecendo diversas atividades gratuitas para o constante desenvolvimento pessoal do público idoso.

 

Serviço

Inscrições para oficinas de Dança, Literatura, Gaita, Teatro e Grupo Folclórico do Instituto Chico Mota

Segunda-feira a sexta-feira

Horário: 9h às 12h e das 14h às 16h

Gratuito

Vagas limitadas

Baile de Máscaras

Dia 01 de março

Horário: 9h às 11h

Endereço: Rua Desembargador João Firmino, 66 – Montese

Maiores informações: (85) 3393-4036

Principal

Envelhecimento Ativo: idosos buscam atividades para escapar de quadros de depressão

Maria do Carmo, 63 anos, revela que ser considerada idosa nunca foi um problema. Para ela, os anos demonstram amadurecimento e uma forma de aproveitar mais a vida. Atualmente, Maria divide o seu tempo fazendo caminhadas, participando de projetos voltados para idosos, grupo de literatura e viaja sempre para participar de congressos. Porém, nem todos são assim. Uma pesquisa realizada pelo Brasil 60+ e divulgada em dezembro passado, mostra que o diagnóstico mostra uma prevalência de 3% a 6%. Porém, quando se observa os sintomas de depressão, a taxa aumenta entre 15% e 33%.

 
A psicoterapeuta especialista em finitude, Rachel Sales, comenta que considerando os idosos em geral, há uma tendência à diminuição da participação social. “Muitos idosos acham que por conta da idade não conseguem fazer as mesmas coisas de antes e por isso se afastam de atividades que antes eram importantes para o seu cotidiano, dentre elas o próprio convívio social. Neste último caso, a redução está ligada à presença de depressão ou queixas psicológicas de insatisfação com a vida”, explica.

 

Paralelo a isso existe o envelhecimento ativo, um conceito adotado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que expressa a necessidade de que a velhice seja uma experiência positiva, uma vida mais longa com oportunidades contínuas de saúde, qualidade de vida, participação e segurança. Na maioria dos casos, o perfil dos novos 60+ revela pessoas que encaram a idade com mais disposição, sendo que 73,2% sente que são mais jovens do que a idade real.

 
A psicoterapeuta ressalta que é importante também destacar o afeto emocional como peça importante no processo do envelhecimento. “Quando os idosos têm uma família, amigos ou pessoas próximas para compartilhar as vivências, medos, angústia, tudo fica mais fácil, até mesmo a finitude das situações e o processo de envelhecimento. Manter a qualidade de vida não está só relacionado a atividades físicas/viagens, também está correlacionado com a vivência dos afetos”, concluiu.

INSTITUTO CHICO MOTA SEGUE COM INSCRIÇÕES ABERTAS PARA OFICINAS DE ARTE PARA MELHOR IDADE

 

O Instituto Chico Mota continua com inscrições abertas, até o dia 28 de fevereiro, para os cursos de Teatro, Contação de História e Grupo Folclórico. As inscrições e atividades são gratuitas e voltadas para o público a partir de 50 anos.

As atividades de 2019 iniciaram em janeiro com as oficinas de teclado, dança, coral, gaita e escrita criativa.

 

Sobre o Instituto Chico Mota

O Instituto Chico Mota, em atividade desde 2013, trabalha com inclusão cultural para a terceira idade, oferecendo diversas atividades gratuitas para o constante desenvolvimento pessoal do público idoso.

 

Serviço

Inscrições para oficinas de Dança, Literatura, Gaita, Teatro e Grupo Folclórico do Instituto Chico Mota

Período: até 28 de fevereiro

Horário: 9h às 12h e das 14h às 16h

Endereço: Rua Desembargador João Firmino, 66 – Montese

Gratuito

Vagas limitadas

Maiores informações: (85) 3393-4036

Shopping promove oficinas gratuitas para idosos em janeiro

 

Em janeiro, o RioMar Kennedy realiza atividades gratuitas voltadas para o público idoso no Espaço da Melhor Idade. Mais de 50 idosas das comunidades do entorno do empreendimento participam das oficinas. Os cursos são ofertados de terça à quinta-feira, das 14h às 17h, a programação inclui aulas de artesanato, bordado e crochê.

O projeto, que já existe há cerca de 2 anos, acontece no Piso L1, próximo à loja Kalunga. Qualquer pessoa pode participar, basta que chegue ao local com antecedência para fazer a inscrição.

Além do aprendizado, a própria interação com outras pessoas é benéfica para muitos que já estão fora do mercado de trabalho e procuram alguma atividade para preencher o tempo.

 

Instituição Amiga do Idoso

Devido às ações em prol desse público, o RioMar Kennedy recebeu o Selo Instituição Amiga do Idoso, reconhecimento entregue pela Secretaria do Trabalho e do Desenvolvimento Social (STDS) do Governo do Estado do Ceará.

 

Serviço:
Espaço da Melhor Idade – Oficinas de Janeiro
Data: terça à quinta-feira
Horário: das 14h às 17h
Local: Piso L1, próximo à loja Kalunga – RioMar Kennedy (Av. Sargento Hermínio Sampaio, 3100 – Presidente Kennedy)
Mais informações: (85) 3089.0909
Entrada gratuita

Idosos encontram em viagens uma forma de melhorar a qualidade de vida

 
Viajar é sinônimo de encher a mala com novos conhecimentos culturais e melhorar a qualidade de vida, mas engana-se quem pensa que apenas os jovens aproveitam os roteiros turísticos. Uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV Nacional) destaca que os viajantes com mais de 65 anos representam cerca de 15% dos pacotes turísticos vendidos no Brasil para destinos nacionais e internacionais. Outro dado que releva esse desejo dos idosos por viagem é uma pesquisa recém divulgada pelo aplicativo de aluguel de estadia, Airbnb, que é referente ao período de setembro de 2017 a setembro deste ano, onde registra o crescimento de 93% no número dos viajantes da categoria sênior.

Entre os destinos do Ceará procurados por idosos, Jericoacoara ganha destaque principalmente devido ao clima praiano e a paisagem natural rústica. O gerente da Barraca Alchymist Beach Club de Jericoacoara, Gleidson dos Santos, comenta que os clientes idosos procuram um conforto maior e um diferencial sempre que vão à barraca. “Geralmente, nós recebemos bastante idosos aqui na barraca, principalmente em épocas de baixa estação quando as praias da região estão com menos movimento. Além disso, eles sempre buscam a área vip da barraca, onde existem bangalôs para os clientes deitarem e um atendimento mais exclusivo, porque eles se sentem mais confortáveis”, disse

Os itens relatados por Gleidson são confirmados na pesquisa realizada pelo estudo “Turismo Sénior, caracterização geográfica e impactos biopsicossociais” de Portugal, realizada em maio deste ano, que mostra que os idosos que costumam viajar têm uma percepção positiva em relação ao seu bem-estar. Relaxar, conhecer novos ambientes e se sentir mais jovens é um dos motivos que alimentam o desejo de viajar das pessoas idosas.

 

Viajar de graça
Os brasileiros que já completaram 60 anos de idade já podem emitir sua Carteira do Idoso e fazer viagens interestaduais de ônibus pagando metade do valor da passagem ou até mesmo de graça, segundo informações do governo federal. Antes de mais nada, é preciso estar inscrito no Cadastro Único do governo federal. Esse cadastro é um banco de dados que o governo possui sobre as famílias brasileiras em situação de pobreza e extrema pobreza. Elas são usadas pelo governo federal, de estados e de municípios para levar programas sociais.

Entre a data da solicitação e o dia em que estará com sua Carteira do Idoso em mãos, pode haver um prazo de até 90 dias. A passagem gratuita ou com desconto deve ser solicitada diretamente no guichê da empresa de ônibus. Essa solicitação pode ser feita a partir de 30 dias úteis antes da viagem até 3 horas do horário de partida.

UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRAS COMEMORA 30 ANOS DE FUNDAÇÃO

 

A Universidade Sem Fronteiras – UNISF comemora, no dia 26 de novembro, 30 anos de atuação em Fortaleza. Fundada pela professora e psicóloga Zilma Maria Cavalcante a UNISF é um espaço de Gerentologia Educacional pioneiro no Brasil, que atua junto às pessoas da terceira idade, com a missão de educar, continuamente, através de ações conscientes, desenvolvendo o bem-estar, o crescimento pessoal e a integração de todas gerações na sociedade.

Segundo a fundadora, a UNISF a instituição surgiu como um desafio na maturidade, uma fase de se reinventar e dar um novo e maior sentido a esse ciclo da vida.

Para celebrar a data, a UNISF anuncia  programação especial.

 

PROGRAMAÇÃO 30 ANOS UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRAS

Segunda-feira (26) – Sessão de cinema no Shopping Rio Mar Fortaleza –  filme “Entrevista com Deus” , às 11h;

 

Terça-feira (27) – Sessão Solene na Assembleia Legislativa, às 15h, por solicitação da deputada Fernanda Pessoa;

 

Quinta- feira (29) – Coquetel lançamento do evento 30 anos da UNISF, participação coral da UNISF e, o evento “Diálogos para a Vida “ com o tema “Maturidade e longevidade: uma visão de futuro”.
Aberto ao público, às 19h, no auditório da UNISF – Rua Nunes Valente, 919.
Informações – 85 3224. 0909 \ Whatsapp – 85 9 8202.3297

 

CARTA AOS 30 ANOS

Afinal, quem somos? Somos um espaço de Gerontologia Educacional pioneiro no Brasil. Em 2018 completamos 30 anos na extraordinária arte pedagógica de ensinar, de ajudar
pessoas a serem mais felizes. Temos consciência da dimensão humana de nosso trabalho. E sentimos muito orgulho disso. Durante todo nosso percurso, a fé, a dedicação, a paciência, a empatia envolveram nossas ações.

A Universidade Sem Fronteiras nasceu de um sonho: estimular as pessoas idosas a saírem de casa, quebrarem rotinas e realizarem uma grande aventura: conquistar novos
espaços sociais, adquirir novos conhecimentos, construir novas amizades, realizar viagens e descobrir como o mundo é diferente e belo. Participar de festas, dançar, se divertir entre amigos e ser feliz.

Descobrimos através desta grande experiência que o tempo é uma dádiva. E ter tempo para si mesmo é muito importante na maturidade. Tempo para viver a vida em toda a sua beleza e plenitude. Esta nova maneira de envelhecer, de olhar e viver o tempo como um aliado é um deleite para a alma.

Acredito que este seja um grande desafio da nossa existência, quando na maturidade resolvemos nos reinventar, através de novas escolhas e conscientes da necessidade de dar um maior sentido a este novo ciclo da vida.

Assim, promovemos uma quebra do preconceito social que envelhecer é ficar quieto, acomodado, vivendo numa zona de conforto e alimentando-se apenas de recordações.
Continuar aprendendo é importante para compreender melhor o mundo atual e se apropriar de seu tempo. No aqui e agora.

Claro que tudo isso é soma, é processo que vem de dentro para fora e escutamos inúmeras vezes a expressão: aqui é minha casa. Aqui eu cresço, eu me transformo. Aqui, eu estou mudando para melhor.

Agradeço e parabenizo todos os nossos professores, colaboradores, amigos e, sobretudo, a vocês – alunos – de ontem, hoje e amanhã que acreditam e abraçaram esse sonho: construir uma maturidade saudável, feliz e realizada.

Profa. Zilma Gurgel Cavalcante (Fundadora)

Idosas participam de dia de beleza com direito a make e hair

As idosas do Lar Recanto Sagrado Coração de Jesus tiveram uma sexta-feira diferente. Com serviços de cabelo, maquiagem e unha, as senhoras da terceira idade puderam erguer sua autoestima. A ação faz parte da campanha “Descubra Sua Beleza” e é de iniciativa da Cosbel. Na ocasião, também foi ministrada palestras sobre autoestima.

Essa é a terceira ação do projeto. Durante o mês de agosto, mulheres mastectomizadas e mulheres negras já receberam os serviços do camarim Be Glam. Agora foi a vez das idosas. “É uma campanha que faz a gente enxergar que a beleza existe em todas as mulheres, independentemente de cor, idade ou classe social. Por meio dessa ação, conseguimos abraçar as pessoas das mais diversas formas, seja por meio de uma maquiagem ou de uma simples conversa. A nossa ideia é perpetuar a campanha e atingir todos os públicos”, disse a diretora de marketing da Cosbel, Rebeca Parente.

Para Maria Zenir, 81 anos e moradora do Lar Recanto Sagrado Coração de Jesus, foi um dia para dar uma “levantada” na autoestima. “Faz tempo que não me arrumo assim e hoje vou sair com minha irmã à noite, será um momento especial, pois vou maquiada. Momentos como esse melhoram nosso dia e nos trazem alegria”, disse.

Responsável por ministrar uma palestra sobre autoestima e gratidão, a consultora de desenvolvimento humano, Patrícia Cordeiro, explica que esse é um momento para que elas fortaleçam a convivência e aprendam a gostar mais de si mesmas. “Essa vivência tem a ver com o bem estar social. Nós reforçamos a importância do auto cuidado e ressaltamos a beleza da idade, aquela que por vezes fica escondida. Aprendemos aqui também que a beleza interior perpassa para o exterior e que, independente da idade ou de alguma limitação, a gente deve se amar mais e encontrar nossa real beleza”, disse.

Valorização da beleza e respeito às diferenças
A campanha “Descubra Sua Beleza”, que visa contribuir para um mundo livre, por meio do incentivo, valorização e respeito das pessoas, iniciou no mês de agosto. O projeto leva, inicialmente, à diversas instituições serviços de salão de beleza e palestras de autoestima. A ação já percorreu a associação “Toque de Vida”, voltada para mulheres mastectomizadas; Associação das Negras do Lagamar, instituição voltada para a valorização da mulher negra, e agora o Lar Recanto Sagrado Coração, que recebe pessoas idosas.

Shopping oferece cursos gratuitos para idosos em agosto

Todas as semanas, o Espaço da Melhor Idade promove atividades que contribuem para a saúde e o bem-estar do público da terceira idade. As aulas acontecem gratuitamente de 14 a 30 de agosto e a programação inclui cursos de crochê e oficinas de artesanato.

Para participar, os idosos podem comparecer de terça a quinta-feira, das 14h às 17h, no Espaço, que fica localizado próximo à Le Biscuit, no Piso L2 do RioMar Kennedy.

Saúde

Além das oficinas manuais, o shopping recebe de segunda a quinta-feira o Núcleo do Projeto Saúde, Bombeiros e Sociedade do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará, que oferece aulas gratuitas de ginástica. As aulas são ministradas gratuitamente por profissionais do Corpo de Bombeiros das 17h30 às 18h30, no Estacionamento Interno do RioMar Kennedy, no Piso E2.

 

Serviço:

Espaço da Melhor Idade

Data: 14 a 30 de agosto

Horário: 14h às 17h

Local: Piso L2 – RioMar Kennedy (Av. Sargento Hermínio Sampaio, 3100 – Presidente Kennedy)

Entrada gratuita

Telefone: (85) 3089.0909

Programação

14, 21 e 28 de agosto (terça-feira)

14h – Aula de Crochê

22 e 29 de agosto (quarta-feira)

14h – Aula de Artesanato

16, 23 e 30 de agosto (quinta-feira)

14h – Aula de Crochê

Shopping recebe projeto do Corpo de Bombeiros com ações voltadas para saúde e bem-estar

 

 


O RioMar Kennedy recebe, de segunda a quinta-feira, o novo núcleo do Projeto Saúde, Bombeiros e Sociedade do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará, que oferece aulas gratuitas de ginástica para o público de terceira idade e também de todas as idades. As aulas são ministradas gratuitamente por profissionais do Corpo de Bombeiros das 17h30 às 18h30, no Estacionamento Interno do shopping, no Piso E2. Os interessados em participar podem comparecer antes do início das aulas.

Durante as atividades, o público tem a oportunidade de se exercitar e se divertir, dançando coreografias de ritmos variados, com destaque para músicas latinas e de axé, além de exercícios aeróbicos.
Sobre o Projeto
O Projeto teve início em 2003 no Núcleo de Busca e Salvamento (NBS) do Corpo de Bombeiros, com apoio do Conselho Regional de Educação Física e de militares habilitados para ministrar aulas de ginástica para a terceira idade. Hoje, a ação conta com 347 núcleos em todo o Estado e assiste a mais de 15 mil pessoas.

 

Serviço
Projeto Saúde, Bombeiros e Sociedade no RioMar Kennedy
Data: segunda a quinta-feira, das 17h30 às 18h30
Local: Piso E2 – Estacionamento Externo do RioMar Kennedy (Av. Sangento Hermínio Sampaio, 3100 – Presidente Kennedy)

Entrada gratuita

Fortaleza recebe o projeto Lamparina de Histórias

 

Depois de passar pelo Pecém, em São Gonçalo do Amarante, com grande sucesso nas escolas públicas e praças, a décima sexta edição do projeto Lamparina de Histórias – Festival de Contos Populares reúne, agora em Fortaleza, no Centro Cultural Banco do Nordeste do Brasil (CCBNB), grandes narradores do estado nos dias 23 e 24 de junho. Serão 12 atrações gratuitas, além de feira de artesanato, livros e cordéis.

Apoiado pela Enel Geração Fortaleza, Banco do Nordeste, Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, através do IX Mecenas do Ceará e Ministério da Cultura, o projeto, que é um dos principais festivais de valorização do narrador tradicional e da pessoa idosa, tem marcado o calendário cultural de Fortaleza e São Gonçalo do Amarante como uma ação de valorização da tradição oral, terceira idade e cultura popular.

O compromisso é de compartilhar a sabedoria popular para as novas gerações com a participação de mestres consagrados local e nacionalmente como o Mestre Lucas Evangelista (Crateús – CE), Jiddu Saldanha (RJ), grupo Dona Zefinha (Itapipoca), Tamara Bezerra, Auristela Câmara, Terezinha Rabelo e Rede Mnemosine. Ainda na programação estão confirmadas a participação dos contadores de histórias do Instituto Chico Mota, Maria Rita Mota, Kelvia Piragibe e Luisete Carvalho

O projeto Lamparina de Histórias: Festival de Contos Populares reúne contadores de histórias da terceira idade e amantes da arte narrativa. “Celebramos a memória oral daqueles que sabem guardar por tanto tempo uma boa história”, explica Júlia Barros coordenadora geral do projeto, que já visitou 12 municípios cearenses e alcançou um público cerca de 50.000 mil pessoas.

 

Sobre o Lamparina de História

O projeto já esteve em 12 cidades do Ceará: Aquiraz (sede e Batoque), Assaré, Canindé, Caucaia (Boqueirão dos Cunhas), Fortaleza (João XXIII, Dias Macedo, anfiteatro do Centro Cultural Dragão do Mar e Centro Cultural Banco do Nordeste), Itarema, Saboeiro e São Gonçalo do Amarante (sede, Pecém e Taíba), resultando num documentário sobre a prática destes velhos narradores, incluindo as cidades de Beberibe, Hidrolândia, Guaramiranga e Itapipoca.

O Lamparina de Histórias: Festival Nacional de Contos Populares é um evento cultural que reúne narradores tradicionais, urbanos e amantes da velha arte de contar histórias para a celebração da palavra através dos causos, lendas, adivinhas, cordéis, pertencentes à literatura oral e outras manifestações da cultura popular, num grande festejo do fazer narrativo.

 

Lamparina de Histórias no CCBNB/Fortaleza

 

21 de junho, quarta-feira

 

Instituto Chico Mota, Rua João Firmino, 66, Montese, 9h

Histórias para mudar o mundo com Auristela Câmara e Júlia Barros

 

23 de junho, sexta-feira

Exposição de artesanatos, cordéis e livros

10h – Roda de histórias com narradores tradicionais da terceira idade: Mestre Lucas Evangelista, D. Terezinha Rabelo e Sr Raimundo, mediação de Tâmara Bezerra.

12h – Recital de cordel com as cordelistas da rede Mnemonise.

14h – Contação de histórias com narradores da terceira idade do Instituto Chico Mota.

14h30min – Oficina de dança, com o Coco do Pecém.

17h – Apresentação do Coco do Pecém.

18h – Peleja de viola e narrativas com o Mestre Lucas Evangelista.

 

24 de junho, sábado

Exposição de artesanatos, cordéis e livros

10h – Bate-papo: Memórias afetivas com a neuropsicóloga Juliana Lemos e Luisete Carvalho, contadora de histórias.

12h – Peleja de Viola com o Mestre Lucas Evangelista (Crateús/CE).

14h – Contação de histórias do livro A tardinha… Baseado em 90 vivas tardinhas (Memória de Idosos) – Instituto Unimed Fortaleza.

14h30 – Oficina de gestos para narradores, com  o mímico e contador de histórias Jiddu Saldanha (RJ).

18h – Gilgamesh e outras histórias, com Jiddu Saldanha.

19h – Show com a banda Dona Zefinha (CE).

 

Mais informações:

E-mail: lamparinadehistorias@gmail.com

Facebook e Instagram: Casa da Prosa