Browsing Tag

prefeitura de Fortaleza

Prefeito Roberto Cláudio visita construção de creche e reforma de escola no Bonsucesso

O prefeito Roberto Cláudio visitou, na manhã desta segunda-feira (27/07), as obras da construção de um novo Centro de Educação Infantil (CEI) e da reforma da Escola de Tempo Integral (ETI) Maria do Socorro Alves Carneiro, ambos no bairro Bonsucesso (Regional III). 

O novo CEI, localizado na Rua Sousa Carvalho, ocupará o espaço do antigo Campo Society. A estrutura existente está em fase de demolição para, em seguida, serem executadas as etapas de fundação e terraplanagem. Com recursos oriundos do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e contrapartida federal, o orçamento total é de R$ 2.303.280,87. O equipamento terá área total de 1.575 m² e a previsão para o término da obra é de sete meses.

 

Conforme a Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), o modelo de projeto padrão do CEI será o Tipo 2, com seis salas, conforme estabelecido pelo Programa Nacional de Reestruturação e Aquisição de Equipamentos para a Rede Escolar Pública de Educação Infantil, com capacidade para atender até 188 crianças em dois turnos (matutino e vespertino) ou 94 crianças em período integral.

 

“Aqui teremos creche em tempo integral, com cinco refeições ao dia, e pré-escola, Infantil IV e V, em dois turnos. Vamos correr de forma rápida com a obra para que no primeiro semestre letivo do próximo ano já tenha matrícula nesse novo CEI, e criança estudando nessa fase fundamental da vida que é a primeira infância”, disse o Prefeito.

 

Já a ETI Maria do Socorro Alves Carneiro recebeu ampliações, com a criação de vestiários com acessibilidade e um novo auditório, além de nova pavimentação externa com piso intertravado, pintura, instalação de gradil e renovação da parte elétrica. As obras custaram em torno de R$ 2.275.180,64 e devem ser finalizadas até o mês de setembro.

 

“É um equipamento extremamente importante para o futuro do Bonsucesso, pois trata de oportunidade, e está sendo expandido e melhorado. Além de ser uma escola, um ambiente sagrado e nobre, é em Tempo Integral, que cumpre um papel duplo de proteger os meninos dos riscos das ruas e, ao mesmo tempo, dar mais horas de ensino e aprendizagem para formar cidadãos, com esporte, cultura e conhecimento, construindo um futuro diferente para Fortaleza”, ressaltou Roberto Cláudio.

 

O Gestor enfatizou, ainda, que até o final do ano, até 50% das matrículas da Cidade serão em Escolas de Tempo Integral. “Há oito anos, a gente não tinha nenhuma. Acreditamos que esse é o caminho: educação de qualidade, valorizando o trabalho do professor, com nutrição adequada e, fundamentalmente, com oportunidade de ensino de qualidade”, completou.

 

Para a titular da Seinf, Manuela Nogueira, os equipamentos de educação trazem nova vida para a comunidade, protegem as crianças e jovens, e oferecem mais um espaço de atividades e lazer para a população aos fins de semana. “Aqui na região já temos obras muito importantes, demandas antigas da comunidade. Temos equipamentos a serem entregues este ano e outros para o primeiro semestre do ano que vem, mas todo o esforço está sendo feito ao máximo para serem entregues ainda em 2020”, disse.

Prefeito Roberto Cláudio visita obras na Regional V


O prefeito Roberto Cláudio visitou, na manhã desta quarta-feira (08/07), obras em execução na Regional V. O Gestor acompanhou a reforma da Praça da Juventude, além da urbanização da Comunidade 7 de Setembro e da Lagoa da Viúva, nos bairros Granja Portugal, Granja Lisboa e Bom Jardim.

A visita iniciou em um importante equipamento de lazer que se tornará espaço de referência para os jovens da Regional V. “Estamos reformando a Praça da Juventude inteira. Nela, teremos uma nova Areninha, uma Escola Areninha para o contraturno dos estudantes, garantindo tempo integral para mais de 300 jovens, todos os dias, além de outros equipamentos como pista de bicicross. Tudo para promover mais lazer à juventude da região”, declarou o Prefeito.

Em seguida, o Gestor acompanhou a urbanização de 22 ruas da Comunidade 7 de Setembro que vão receber esgotamento sanitário, drenagem e, em boa parte delas, pavimentação com piso intertravado. “Aqui os moradores viviam na lama. Quando chovia, a comunidade ficava sem acesso. Essa obra da infraestrutura vai transformar a qualidade de vida desse pedaço da Cidade”, completou. 

Ainda no local, Roberto Cláudio aproveitou para anunciar que até o final do mês de julho, a comunidade Marrocos, no Bom Jardim, receberá intervenções de urbanização, como rede de esgotamento sanitário, drenagem, nova pavimentação e iluminação.

Finalizando a visita, o Prefeito seguiu para a Lagoa da Viúva, uma das áreas de proteção ambiental mais importantes de Fortaleza e que foi regulamentada por essa Gestão. “Temos aqui uma área verde de 40 hectares, o pulmão verde da Regional V. Além de regulamentá-la, estamos urbanizando toda a sua área e seu entorno, com calçadão largo, circundando toda a Lagoa, recuperando a mata ciliar, realizando dragagem e limpeza”, afirmou.Reforma da Praça da Juventude

Com investimento total de R$ 1.694.959,50, a reforma da Praça da Juventude teve reinício de obras no dia 1o de junho e já conta com 30% da requalificação executada. O equipamento contará com uma Areninha com campo de 3.520m², arquibancadas e vestiários, além do projeto Escola Areninha. A Praça receberá, ainda, nova quadra, pista de bicicross, skatepark, brinquedos infantis e equipamentos de ginástica. Ao todo, serão 15.343,16 m² de área urbanizada.

Comunidade 7 de Setembro

Com investimentos de R$ 6,8 milhões, o projeto prevê obras de requalificação da infraestrutura viária de 22 vias da comunidade 7 de Setembro, com nova pavimentação, padronização de calçadas e implantação de rede de drenagem, proporcionando mais qualidade de vida para os moradores.

Lagoa da Viúva

As intervenções na Lagoa da Viúva, que irão transformar cerca de 40 mil m² de área, incluem urbanização, construção de novos passeios, área de lazer, píer e mirante.

Para estimular a prática de esporte e o desenvolvimento de crianças e jovens da comunidade, o projeto também contempla quadra poliesportiva, campos de futebol, academias ao ar livre, além de playground e paisagismo. A obra também prevê serviços de pavimentação em 11 ruas do entorno da Lagoa, instalação de mobiliários urbanos e nova iluminação. Ao todo, serão investidos R$ 13 milhões.

Prefeito Roberto Cláudio garante pagamento da 1ª parcela do 13º no dia 20 de agosto

O prefeito Roberto Cláudio anunciou, nesta sexta-feira (03/07), durante reunião com representantes de servidores municipais na Mesa Permanente de Negociação e uma comissão de vereadores, que a Prefeitura de Fortaleza vai garantir o pagamento antecipado da primeira parcela do 13º salário dos servidores municipais da Prefeitura de Fortaleza.

O pagamento antecipado será efetuado no dia 20 de agosto, seguindo uma prática iniciada ainda no primeiro ano de gestão do prefeito Roberto Cláudio.

A primeira parcela equivale a 40% do 13º salário, ainda sem os descontos de impostos. A folha extra vai totalizar um montante de cerca de R$ 98 milhões, calculada com base na folha de pagamento do mês de julho, beneficiando 52.339 servidores ativos, aposentados e pensionistas.

Na ocasião, o Prefeito também anunciou que o gozo de férias, com recebimento do terço, volta a ser liberado a partir do segundo semestre. A medida havia sido tomada para o reforço do custeio da Saúde, em virtude do enfrentamento a pandemia do coronavírus.

“A Prefeitura de Fortaleza continua empenhada em manter o equilíbrio das contas públicas, assegurando os compromissos com os servidores, graças ao diligente trabalho do nosso Comitê de Gestão por Resultados e Gestão Fiscal de Fortaleza (Cogerffor), agora com uma preocupação extra por causa da pandemia”, afirmou o prefeito Roberto Claudio.

Somando a folha de pagamento do mês de julho, que será paga no dia 1º de agosto, com a primeira parcela do 13º e a folha do mês de agosto, que será paga no dia 1º de setembro, a Prefeitura de Fortaleza estará injetando na economia local mais de R$ 698 milhões, no período de 31 dias.

Avaliação positiva

A presidente do Sindiute, Ana Cristina Guilherme, avaliou positivamente a decisão pautada por constantes diálogos entre a Prefeitura de Fortaleza e a categoria. “Estamos fazendo uma avaliação positiva da decisão. Nós não podemos sacrificar o servidor público pela crise econômica decorrente da pandemia. Reconhecemos que o prefeito Roberto Cláudio, ao apontar as datas e as garantias às quais temos direito, sinaliza esse esforço”, afirmou.

O deputado federal Idilvan Alencar destacou o reconhecimento da gestão municipal ao trabalho e à dedicação dos professores municipais. “Nós percebemos um esforço das contas públicas em um momento difícil pelo qual passa o Município. O prefeito Roberto Cláudio mostra apoio à classe e está garantindo um sagrado direito dos professores, que estão se desdobrando para realizar a educação não presencial da noite para o dia”, disse.

O parlamentar parabenizou, ainda, a atuação da Secretaria Municipal da Educação. “A Educação de Fortaleza tem tido bons resultados. A atual gestão mudou o panorama para melhor. Eu me sinto muito feliz por participar e por contribuir com este momento”, acrescentou.

“É de extrema importância o diálogo dos Poderes Executivo e Legislativo com o Sindicato neste momento tão delicado em que estamos vivendo. Mesmo com tantas dificuldades, é com alegria que damos a notícia de que os professores poderão gozar de férias no mês de agosto, recebendo a remuneração no final de julho. Lembrando que Fortaleza foi o primeiro município a garantir o piso salarial da categoria. Juntamente com o 13° salário, outra reivindicação do Sidiute, são conquistas a serem celebradas, visto que a garantia dos direitos dos profissionais da educação é essencial para o exercício do trabalho diante dos empecilhos em decorrência da pandemia”, avaliou o deputado estadual Queiroz Filho, presidente da Comissão de Educação na Assembleia Legislativa.

UNINASSAU lança sistema para pacientes com sintomas de Covid-19

A UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau Fortaleza, em parceria com a Prefeitura de Fortaleza, disponibiliza atendimento virtual para pessoas com sintomas da Covid-19. Intitulado de “Atende em Casa”, a iniciativa visa prestar atendimento à população fortalezense e identificar possíveis casos de coronavírus por meio de videochamada, que será realizada por uma equipe de profissionais de saúde (médicos e enfermeiros) da Prefeitura.
A ferramenta foi apresentada na manhã desta segunda-feira (15), em coletiva virtual, pelo prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio. Para ter acesso ao sistema, exclusivo para pessoas com quadro de síndrome gripal, o paciente deve acessar, pelo celular (smartphone), tablet ou computador, o site https://atendeemcasa.sms.fortaleza.ce.gov.br, de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h. No sistema, o usuário deverá preencher seus dados pessoais e, após o cadastro, responder um questionário com os sintomas que está sentindo.
Após isso, a plataforma informará se são sintomas leves, em que o paciente deve ficar em casa, ou se são sintomas mais graves, que poderão necessitar de atendimento urgente. Com o questionário devidamente respondido e o caso identificado como de sintomas graves, o profissional de saúde realizará a videochamada com o paciente.
Segundo o reitor da UNINASSAU Fortaleza, Marcus Ponte, o serviço é uma das contribuições do grupo Ser Educacional, mantenedor da Instituição, para minimizar os impactos da Covid-19, além de contribuir com a população da capital cearense. “A iniciativa surgiu de uma articulação com a Secretaria Municipal de Saúde, com quem já atuamos em outras ações de combate ao coronavírus. O serviço irá beneficiar toda a população de Fortaleza de forma rápida e eficaz”, ressalta.
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a expectativa é de que 500 teleatendimentos sejam realizados por turno.
Tecnologia

O “Atende em Casa” é fruto de uma parceria entre a UNINASSAU, a Prefeitura de Fortaleza e as empresas Pitang Consultoria e Sistemas, Brainy Resolution, Fábrica de Negócio e Sunrise Tecnology. A solução foi concebida com a infraestrutura do Google Cloud.

Prefeitura de Fortaleza realiza entrega de máscaras de tecido no Serviluz

Para a evitar a propagação do novo coronavírus, a Prefeitura de Fortaleza realiza, nesta quarta-feira (10), a partir das 8h, a entrega de 5 mil máscaras de tecido para a população da comunidade Serviluz, no bairro Cais do Porto (Regional II). A ação, que faz parte do Projetos Todos com Máscara, está acontecendo em bairros com baixo IDH e que apresentam mais casos do Covid-19.

As 3 milhões de máscaras de tecido estão sendo feitas por costureiras e microempresas de Fortaleza. Todas são laváveis, reutilizáveis e acompanham um manual de orientação. Cada embalagem possui duas unidades. A distribuição é realizada desde o dia 20 de abril em várias ações simultâneas em comunidades de bairros carentes. As ações são realizadas na medida em que as máscaras são entregues pelos profissionais de costura e microempresas credenciadas pelo projeto. (INSERIR LINK: https://www.fortaleza.ce.gov.br/noticias/prefeitura-de-fortaleza-divulga-o-resultado-final-do-projeto-todos-com-mascara)

Já foram distribuídas mais de 2 milhões de máscaras para estudantes da rede pública, beneficiários dos Programas Comida em Casa e Renda em Casa, além de grupos em situação de vulnerabilidade social, guardas municipais, policiais, profissionais da limpeza, agentes de cidadania e para a população em geral nos terminais de ônibus, além de ações de conscientização em locais com algum tipo de aglomeração, como em fila de bancos.

O Todos com Máscara é uma iniciativa da Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Econômico (SDE), e conta com o apoio do Governo do Estado do Ceará, da Fundação Edson Queiroz/Universidade de Fortaleza, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI Ceará) e da empresa Guararapes.

Serviço
Entrega de máscaras de tecido – Projeto Todos com Máscara
Data: Quarta-feira (10/06)
Horário: a partir das 8h
Local: Rua Professor Henrique Firmeza esquina com Rua Pontamar – Serviluz.

Foto: Kaio Machado

Hospital de Campanha do PV acolhe o paciente número 1.000 antes de completar dois meses de funcionamento

O Hospital de Campanha de Fortaleza, instalado no Estádio Presidente Vargas, alcançou a marca de 1.000 pacientes acolhidos na noite desta segunda-feira (01/06), quando completou 45 dias de funcionamento.

Com a construção iniciada no dia 23 de março e recebendo o primeiro paciente no dia 18 de abril, o equipamento para atendimento exclusivo de pacientes da Covid-19 com quadro clínico de média a baixa complexidade foi entregue com menos de um mês de obras, prazo antecipado ao que havia sido previsto. O hospital também teve parte dos leitos destinada a pacientes graves, de acordo com a demanda interna. Ou seja, aqueles pacientes que precisam de ventilação mecânica podem contar com o suporte adequado, já que 100% dos leitos da unidade possuem estrutura para gases medicinais.

Conforme a secretária da Saúde de Fortaleza, Joana Maciel, o hospital recebeu, do dia da inauguração até 1º de junho, 1.002 pacientes, dos quais 721 já receberam alta. O Hospital de Campanha chegou a ter uma alta taxa de ocupação, recebendo 48 pacientes no mesmo dia, uma média de duas novas internações por hora.

“Tivemos a operação iniciada em um momento oportuno, uma vez que o pico de casos começou no dia 30 de abril, ou seja, o local já tinha 12 dias de operação. Colocar para funcionar um hospital da campanha não é tarefa fácil. Foi muito importante a gente ter conseguido construir, equipar e operar esse hospital no momento adequado e isso foi essencial para a nossa população em relação à epidemia no Município”, disse a Secretária.

Ainda de acordo com a secretária Joana Maciel, a fase atual da Covid-19 é de discreta queda no número de casos e de óbitos. “A unidade foi criada para atender de forma emergencial, mas a depender do desenrolar do quadro com o retorno das atividades econômicas, se tivermos uma nova curva de alta, o hospital está pronto para receber a população”, afirmou.

O Hospital de Campanha do Estádio Presidente Vargas conta com 226 leitos de internação, sendo quatro blocos de 56 leitos, com possibilidade de ampliação de mais 112 leitos. O local também possui refeitório, cozinha industrial, além de espaços adequados para o descanso e a higienização dos profissionais.

12 Postos de Saúde funcionam neste fim de semana em Fortaleza

 

A Prefeitura de Fortaleza mantém o funcionamento de 12 Postos de Saúde na Capital neste fim de semana. Ao longo deste sábado (30) e domingo (31), a população segue assistida pela Atenção Primária em todas as Regionais. A medida expande as portas de entrada para o sistema público de saúde e reforça as ações em execução direcionadas ao combate à Covid-19 no âmbito municipal.

Clique e confira a lista dos Postos de Saúde que estarão funcionando neste fim de semana

Diante do quadro pandêmico, a medida tem como objetivo, sobretudo, garantir o atendimento primário a pacientes sintomáticos, assegurar diagnósticos adequados e possibilitar, precocemente, eventuais transferências hospitalares diante de quadros complexos.

 

Estratégia Saúde da Família (ESF)

Os Postos contarão com equipes da Estratégia de Saúde da Família (ESF), incluindo médicos e enfermeiros, que realizarão o acompanhamento e a triagem de pacientes com suspeita de Covid-19.

 

Oxímetros

Em virtude das possíveis complicações respiratórias ocasionadas pela Covid-19, a Prefeitura de Fortaleza vem monitorando a saturação de oxigênio no sangue de pacientes que procuram os Postos de Saúde apresentando os primeiros sintomas de infecção causada pelo novo coronavírus.

O atendimento e a avaliação do paciente pelo método seguem durante este fim de semana.

 

Serviço essencial

Em relação ao período de isolamento social rígido, estabelecido em decreto municipal até o dia ‪31 de maio‬, os Postos de Saúde seguem classificados como serviço essencial. O acesso do paciente, portanto, segue resguardado.

São recomendadas, no entanto, as medidas básicas de proteção e de higiene, como o uso adequado de máscaras e de álcool em gel.

Fortaleza é a 4ª capital do País com maior transparência no enfrentamento do novo coronavirus

O município de Fortaleza é destaque entre as capitais brasileiras com maior grau de transparência nas ações de combate ao Coronavírus, conforme ranking elaborado pela Transparência Internacional que avaliou, entre diversos quesitos, o acesso pleno, ágil e simples às informações sobre compras emergenciais em relação à COVID-19.

 

No Brasil, somente cinco capitais conseguiram ficar com avaliação entre ótimo e bom, tendo Fortaleza conquistado o 4º lugar. A entidade avaliou os portais das 26 capitais, aplicando pontuações de 0 a 100, no qual as mais transparentes foram aquelas cidades que mais se aproximaram da nota máxima.

 

A classificação conceitua a nota em ótimo, bom, regular, ruim e péssimo.  A Prefeitura de Fortaleza, desde o início do enfrentamento à covid-19, tem adotados várias ações para assegurar a transparência dos processos de aquisição e contração de serviços.

 

O prefeito Roberto Cláudio criou, por exemplo, o comitê de Controle Interno, Transparência e Governança, além da elaboração do hotsite coronavirus.fortaleza (https://coronavirus.fortaleza.ce.gov.br/transparencia.html) e a criação de uma área exclusiva no Portal da Transparência com divulgação dos contratos firmados, processos de aquisição, despesas aplicadas e instituição de uma ouvidoria, permitindo ao cidadão exercer controle social sob a gestão pública municipal.

 

Para a secretária-chefe da Controladoria e Ouvidoria Geral do Município, Luciana Lobo, a transparência também é uma estratégia para se enfrentar o coronavírus. “Neste momento em que governos têm ampliado os gastos públicos por força das ações de enfrentamento à pandemia, é necessário expandir também a transparência. Dessa forma, temos assegurado para o cidadão a adoção de medidas corretas da aplicação dos recursos públicos e uma fonte de informação segura para a checagem de dados divulgados em redes sociais”, ressaltou Luciana.

 

Saiba mais – A Transparência Internacional é uma organização não-governamental internacional, presente em mais de 100 países, que tem desenvolvido pesquisa e estudos, além de buscar ferramentas e soluções anticorrupção. A TI está no Brasil com uma equipe de profissionais brasileiros que atua em colaboração com o Secretariado em Berlim e os demais países onde a organização está presente. Desde 2016, a organização possui no Brasil uma estrutura própria formada por uma equipe executiva e um Conselho Deliberativo.

Hospital Emergencial do PV atendeu 649 pacientes em seu primeiro mês de funcionamento

 

O Hospital Emergencial do Estádio Presidente Vargas completou um mês de funcionamento e já contabilizou o expressivo número de 649 pacientes atendidos com Covid-19. Desse total, 403 pacientes receberam alta e puderam retornar ao convívio familiar.

“Nesse primeiro mês, contamos com números muito significativos. Muitos pacientes já foram curados graças ao atendimento desse hospital. Estamos com 224 leitos de internação em funcionamento, mantendo uma taxa de ocupação em torno de 90% ao dia”, declarou a secretária de Saúde de Fortaleza, Joana Maciel.

O Hospital Emergencial do Estádio Presidente Vargas conta, hoje, com 224 leitos de internação e, ainda esta semana, habilita mais 56 novos leitos destinados a pacientes de média e baixa complexidade com Covid-19. O hospital também conta com 17 leitos para pacientes que venham ter algum complicação e precisem de terapia intensiva (UTI).

Construído com uma área de mais de 3.500m², o hospital de campanha tem base em concreto e toda estrutura de saneamento, água, hidrelétrica, entre outros. Além dos cinco blocos com leitos para internação, divididos em enfermarias, o hospital conta, ainda, com bloco de apoio onde funciona a administração, laboratório, farmácia e o almoxarifado.

A unidade de saúde também possui área de vestimenta e desinfecção dos profissionais e contêineres que servem de repouso e de estoque para os equipamentos de proteção individual (EPIs) dos médicos. São mais de 500 profissionais da saúde envolvidos nos processos de prestação de serviço dentro desse hospital, somente para enfrentamento da Covid-19.

Novos leitos

Para complementar a estrutura de combate ao coronavírus, o hospital vai totalizar, com os dois novos blocos de atendimento, mais 112 leitos, ficando com 336 leitos. “O primeiro bloco da expansão deverá ser entregue ainda nesta quinta-feira, dia 21/05, com 56 novos leitos, ampliando a capacidade de atendimento a pacientes com sinais moderados. Nosso intuito é acolher e salvar vidas”, ressaltou o prefeito Roberto Cláudio.

A expectativa é que o segundo bloco da expansão, com mais 56 novos leitos, seja entregue até o final de maio, ampliando a rede de atendimento a Covid-19 da Capital.

Prefeito Roberto Cláudio celebra altas hospitalares de pacientes recuperados da Covid-19

O prefeito Roberto Cláudio falou à população sobre alguns assuntos importantes, neste período de pandemia, provocada pelo coronavirus.

Diante dos impactos econômicos causados pela pandemia vigente, o Município lançou edital destinado a artistas populares em situação de vulnerabilidade. A iniciativa objetiva contemplar a cadeia cultural produtiva da Capital por meio do pagamento emergencial de R$ 200,00, equivalentes aos meses de abril e maio.

Conforme informado pelo Prefeito, para receber o auxílio, os profissionais devem cumprir os requisitos previstos no regulamento e realizar cadastro informando todos os dados solicitados.

Em virtude do trabalho multidisciplinar realizado nas Unidades de Saúde, sobretudo, nos hospitais municipais da Capital, Roberto Cláudio comemorou as altas hospitalares de pacientes recuperados. Após tratamento intensivo realizado no Instituto Dr. José Frota 2 (IJF2), cuja assistência está direcionada a casos mais complexos da Covid-19, 45 pessoas restabeleceram a saúde e já estão em casa.

Paralelamente, o hospital de campanha instalado no Estádio Presidente Vargas, de acordo com levantamento municipal, já registra 208 altas hospitalares.

Durante a transmissão, o Prefeito parabenizou os profissionais de enfermagem pelo dia em que se homenageia, internacionalmente, a categoria. “É fundamental destacar o trabalho de enfermeiras e enfermeiros, que, com coragem e competência, têm exercido essa ciência humanizada dedicada à cura e ao alívio de pacientes”, declarou.

Roberto Cláudio detalhou, também, ações voltadas à assistência social. A primeira etapa da distribuição de cestas básicas destinadas a alguns profissionais autônomos e a beneficiários do Bolsa Família acontece até esta quarta-feira (13/05). No entanto, apenas 40% do público contemplado foi alcançado, até o momento, pela busca telefônica realizada pela Prefeitura.

A partir da próxima quinta-feira (14), a segunda etapa do benefício será iniciada em 295 escolas municipais selecionadas. “Todo mundo que recebeu a primeira cesta básica já está sendo contactado para, a partir de quinta-feira, receber a segunda. Continuaremos nos comunicando com os que não receberam para garantir a estes as duas cestas básicas: uma referente ao mês de abril e outra referente ao mês de maio”, comunicou.

No tocante à renda auxiliar disponibilizada a feirantes, ambulantes e autônomos, o Gestor esclareceu a logística implantada pela Prefeitura. “Aqueles que estão cadastrados junto ao Município, mediante o fornecimento de dados bancários, já estão recebendo o benefício equivalente a R$ 100 mensais. Para facilitar o pagamento e evitar aglomerações em agências bancárias, o benefício depositado contempla os meses de abril e maio, totalizando R$ 200”, disse.

Por fim, Roberto Cláudio reforçou a suspensão de patrocínios pagos pela Prefeitura de Fortaleza durante o quadro pandêmico. “Nossos recursos e nosso fôlego estão, prioritariamente, dirigidos à saúde pública. Esse padrão será mantido durante este período de calamidade pública”, finalizou.

Prefeito Roberto Cláudio e Governador Camilo Santana anunciam novas medidas de isolamento social


O prefeito Roberto Cláudio e o governador Camilo Santana anunciaram, nesta terça-feira (05/05), a adoção de medidas mais duras para assegurar o isolamento social pelo Estado do Ceará e pelo Município de Fortaleza, a serem implantadas a partir da renovação dos decretos estaduais e municipais que estarão em vigor a partir desta quarta-feira (06/05) e devem durar até o próximo 20 de maio.

O objetivo das medidas é conter o avanço do novo coronavírus. O quadro da pandemia já registra mais de 11 mil casos confirmados e mais de 700 óbitos em todo o Estado do Ceará.

Veja a edição do Diário Oficial do Município de 05 de Maio de 2020 com os Decretos Nº 14.663 e Nº 14.664As medidas seguem as orientações de especialistas em saúde e autoridades sanitárias, além da própria Organização Mundial da Saúde, conforme destacou o governador Camilo Santana, durante o anúncio feito no Palácio da Abolição.
No município de Fortaleza, as mudanças passarão a ser fiscalizadas pelas forças de segurança pública do Governo do Estado e da Prefeitura, já a partir desta sexta-feira (08/05).

Para o prefeito Roberto Cláudio, “o cumprimento do isolamento social segue sendo a mais importante ação para prevenir a Covid-19. O momento é grave e nos tem demandado medidas mais duras e contundentes para proteger vidas. Olhando os números, percebemos a redução do cumprimento do isolamento social e o agravamento de casos e de óbitos em Fortaleza, a despeito do esforço conjunto do Município e do Estado para ampliar a rede de assistência com a abertura de novos leitos”, disse.

De acordo com o governador Camilo Santana, em todo o Estado do Ceará já foram abertos mais de 1500 novos leitos em cerca de 45 dias e, mesmo assim, o sistema público de saúde está trabalhando ao limite. “Precisamos desse tempo para diminuir a velocidade que esse vírus tem se propagado para que possamos ampliar ainda mais o sistema público de saúde, para atender mais pessoas. Precisamos nos unir com o único objetivo de diminuir os impactos da pandemia e salvar vidas”, destacou o governador, garantindo que não haverá desabastecimento nas redes de atividades essenciais e reforçou que todas as forças de segurança irão trabalhar para fiscalizar as restrições estabelecidas no decreto. “As medidas não são fáceis, são duras e trazem transtornos. Pedimos a compreensão de todos”, concluiu.Restrições de circulação

O novo decreto contempla novos eixos de restrições de circulação no Município de Fortaleza. O primeiro deles destaca que as pessoas comprovadamente infectadas ou com suspeita de contágio pela Covid-19 deverão permanecer em confinamento obrigatório no domicílio, em unidade hospitalar ou em outro lugar determinado pela autoridade de saúde. Caso necessário, a força policial poderá ser empregada para promover o imediato restabelecimento do confinamento obrigatório.

Além disso, as pessoas que, de acordo com as orientações das autoridades da saúde, se enquadram no grupo de risco da Covid-19, não deverão circular em espaços e vias públicas, exceto com o uso obrigatório de máscaras, para deslocamentos para aquisição de bens e serviços em farmácias, supermercados e outros estabelecimentos que forneçam itens essenciais à subsistência, por motivos de saúde, para agências bancárias e similares. Os deslocamentos para outras atividades de natureza análoga ou por outros motivos de força maior devem ser justificados.

Também fica vedada a circulação de pessoas em espaços e vias públicas ou em espaços e vias privadas equiparadas a vias públicas, ressalvados os casos de extrema necessidade, como atendimento médico, deslocamento para o trabalho em atividades essenciais ou prestar assistência a idosos ou vulneráveis, dentre outros critérios.

Com isto, conforme o decreto, está proibida a formação de aglomerações em espaços públicos ou privados. Isso inclui a realização de feiras de qualquer natureza, a circulação de pessoas em locais como praias, praças, calçadões, salvo quando em deslocamentos imprescindíveis para acessar as atividades essenciais previstas.

Exceto para as mesmas finalidades, também fica proibida a circulação de veículos particulares em vias públicas. Seguem circulando transporte de carga, serviços de táxi, moto táxi ou veículo disponibilizado por aplicativo. Entidades como Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Guarda Municipal e Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) estarão atuando, a partir de sexta-feira, para fiscalizar essas ações.

Controle de entrada e saída

Haverá o controle da entrada e saída de pessoas e veículos no Município de Fortaleza, sendo permitidos os deslocamentos por motivos de saúde, próprios e de terceiros; deslocamento entre domicílios e os locais de trabalhos; transporte de carga, além motivos de força maior devidamente justificados. Ficam garantidas a entrada e a saída em Fortaleza da população flutuante de Fortaleza como de outro município cearense, desde que devidamente comprovada a residência em quaisquer das situações.

Estabelecimentos

Fortaleza, sendo permitidos os deslocamentos por motivos de saúde, próprios e de terceiros; deslocamento entre domicílios e os locais de trabalhos; transporte de carga, além motivos de força maior devidamente justificados. Ficam garantidas a entrada e a saída em Fortaleza da população flutuante de Fortaleza como de outro município cearense, desde que devidamente comprovada a residência em quaisquer das situações.

Durante o período do decreto, os serviços e atividades autorizados a funcionar no Município de Fortaleza deverão observar todas as providências necessárias para evitar aglomerações nos estabelecimentos, preservar o distanciamento mínimo entre as pessoas e garantir a segurança de clientes e funcionários.

Nesses locais, será obrigado disponibilizar álcool 70% a clientes e funcionários, preferencialmente em gel; o uso por todos os trabalhadores de máscaras de proteção, bem como de outros equipamentos de proteção individual que sejam indispensáveis ao seguro desempenho laboral. Também deverá ser impedido o acesso de pessoas que não estejam usando máscaras, bem como a permanência simultânea de clientes que inviabilize o distanciamento social mínimo de dois metros.

Será autorizado o ingresso de somente uma pessoa por família, vedada a permanência no local por tempo superior ao estritamente necessário para a aquisição dos produtos /ou prestação do serviço, e o atendimento será prioritário das pessoas do grupo de risco da Covid-19.

Os estabelecimentos deverão afixar cartazes, nas respectivas entradas, informando sobre a obrigatoriedade de uso de máscaras e do dever de distanciamento mínimo de 2 (dois) metros entre as pessoas.

Uso obrigatório de máscaras

O uso de máscaras de proteção facial, industriais ou caseiras, será obrigatório para todas as pessoas que precisarem sair de suas residências, principalmente quando dentro de qualquer forma de transporte público, individual ou coletivo, ou no interior de estabelecimentos abertos ao público. Aqueles que não cumprirem terão a entrada impedida.

Descumprimento

O descumprimento do decreto sujeitará o infrator à responsabilização cível, administrativa e criminal, sem prejuízo do uso da força policial, se necessário, para prevenir ou finalizar a infração. Podem ser aplicadas penas de apreensão, interdição e/ou suspensão de atividade. Para cada caso, serão observadas a gravidade, as consequências da infração e a situação econômica do infrator.

Prefeito Roberto Cláudio anuncia 178 novos leitos em UPAs e hospitais municipais

 

O prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, anunciou, na manhã deste sábado (02), em vídeo transmitido pelas redes sociais, a criação de 178 novos leitos exclusivos para pacientes com Covid-19 em UPAs e hospitais municipais ao longo da próxima semana.

“Entre hoje e o final da próxima semana, serão criados 178 novos leitos, 30 deles em UPAs. Também vamos montar uma unidade de Covid-19 no Frotinha do Antônio Bezerra com 10 leitos de UTI e 19 leitos de suporte, teremos também 14 leitos de UTI novos e 49 leitos de internação no IjF2, ao longo da próxima semana. E hoje, a gente está entregando o último bloco do hospital do Presidente Vargas, já todo montado, com mais 56 leitos”, disse.

O Prefeito informou, ainda, que nos próximos dias, o Município deve receber 50 respiradores. “A carga já saiu de Singapura e está sinalizada para chegar ao longo deste final de semana e isso também nos permitirá abrir, ao longo da semana, mais 50 leitos de UTI, além destes outros 178”, informou.

Como forma de prestar contas, Roberto Cláudio destacou os leitos que foram criados nos últimos 45 dias, desde que começou a pandemia, frutos de um esforço conjunto entre a Prefeitura e o Governo do Estado. “Nós fizemos um levantamento do número de leitos abertos pelo Município. Foram 447 leitos novos especificamente para a Covid-19, sendo 80 de UTI”, comentou.

Para garantir o acolhimento da população, 20 postos estão funcionando neste final de semana, sendo seis unidades de referência que podem fazer o diagnóstico precoce da doença. “Nestes seis postos, um em cada Regional, temos maior capacidade e melhor estrutura para fazer, inclusive, o exame da faringe que detecta o coronavírus, e de lá já ter uma ambulância para fazer o transporte sanitário do paciente do posto direto para o hospital, se for o caso”, ressaltou o Prefeito.

Roberto Cláudio alertou sobre as filas nos bancos para recedimento do auxílio financeiro do Governo Federal, que podem configurar aglomerações e divulgou uma nova ação que já começa na próxima semana. “A gente vai começar, segunda-feira, uma intervenção para organizar essas filas. 20 agências estão concentrando o pagamento deste benefício. Nelas terão equipes do Município distribuindo máscaras e álcool em gel, e orientando a distância das pessoas para ordenar a fila”, disse.

Também será implantado um novo projeto voltado para os profissionais da saúde que precisem de suporte psicossocial. “Eu já havia me comprometido a montar este Centro de Apoio Psicossocial a Distância para profissionais da rede pública e da rede privada que estão vivendo, neste momento, uma grande pressão. O serviço começa a funcionar na próxima semana para estes profissionais que têm sido tão dedicados a salvar vidas neste momento difícil que a gente vive”, garantiu.

O Prefeito encerrou sua fala reforçando a importância do isolamento como forma de diminuir a velocidade de transmissão do vírus. “É a melhor forma de termos menos pessoas contaminadas, menos pessoas doentes e necessitando de um leito de internação. Essa é, na verdade, a medida mais simples, mais barata e que vai poder salvar mais vidas”, finalizou.

Procon Fortaleza e Ministérios Públicos Estadual e Federal emitem recomendação sobre filas em bancos e lotéricas durante pandemia

O Departamento Municipal de Proteção e Defesa dos Direitos do Consumidor (Procon Fortaleza) e os Ministérios Públicos Estadual, por meio do Decon-CE, e Federal expediram uma recomendação conjunta, na quinta-feira (16/04), aos bancos e casas lotéricas, com uma série de medidas que visam diminuir a aglomeração de pessoas nas filas dessas instituições durante a pandemia provocada pelo Coronavírus.

De acordo com o documento, os bancos e agências lotéricas devem estender o horário de atendimento diário e/ou semanal e fixar um período para atender as pessoas do grupo de risco. Além disso, devem limitar a quantidade de clientes no interior das agências, inclusive no setor com caixas eletrônicos.

A distância mínima recomendada de 1,5m nas filas de espera deve ser gerenciada com rigor. Para a organização das filas nas áreas externas, os estabelecimentos bancários podem usar o sistema de senha com hora marcada, desde que ostensivamente comunicado aos clientes.

Em relação à limpeza e higiene, álcool em gel deve estar à disposição dos clientes nas mesas de atendimento, nos caixas eletrônicos e balcões das agências bancárias e lotéricas, e os espaços devem ser higienizados constantemente, de acordo com as orientações do Ministério da Saúde. As medidas valem para todo o estado do Ceará.

Segundo a diretora do Procon Fortaleza, Cláudia Santos, a recomendação é uma advertência. O descumprimento das determinações pode ensejar em medidas cabíveis tomadas por todos os órgãos de defesa do consumidor. “As instituições financeiras são responsáveis pela segurança dos consumidores não somente dentro das agências bancárias, bem como em suas proximidades, por ser uma extensão do serviço, conforme prevê o Código de Defesa do Consumidor”, explicou.

Acesse a recomendação conjunta

Prazo
Os órgãos citados devem informar ao Decon-CE quais as providências estão sendo tomadas para atender às recomendações em até 48h e, em caso de descumprimento, o Ministério Público poderá adotar todas as medidas administrativas e judiciais cabíveis.

Segunda etapa da vacinação contra gripe em Fortaleza começa nesta quinta-feira (16/04)

 

A segunda etapa da Campanha de Vacinação contra a Gripe (H1N1, H2N3 e Influenza B) começa nesta quinta-feira (16/04) em Fortaleza. O grupo prioritário é formado por profissionais das forças de segurança e salvamento (policiais civis e militares, aeronáutica, marinha, exército, bombeiros, defesa civil, guarda municipal), doentes crônicos, caminhoneiros, motoristas e cobradores de transporte coletivo, portuários e população indígena. A Campanha segue até o dia 8 de maio.

Onde se vacinar

A vacinação ocorrerá nos 113 postos de saúde, escolas selecionadas (veja a lista aqui), nos batalhões da Polícia Militar, nas delegacias civis (CODE, DHPP, DDM e DAMPS) e na Secretaria de Segurança Cidadã.

A coordenadora de imunização da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Vanessa Saldatelli, destaca a importância de as pessoas tomarem todos os cuidados necessários durante o período de vacinação. “Usem máscaras, evitem aglomerações, lavem sempre as mãos com sabão ou álcool gel e, se for ao posto de saúde e houver muita gente, volte em outro horário. Porém, não deixem de se vacinar”, alerta.

A vacina contra a gripe não tem eficácia contra a Covid-19, mas auxilia os profissionais de saúde no diagnóstico para o novo coronavírus.

Os grupos prioritários dessa segunda etapa da Campanha de Vacinação contra a gripe devem ficar atentos para algumas contra-indicações da vacina, como: alergia a leite ou componentes da vacina e febre.

O público-alvo da primeira etapa, formado por idosos e profissionais de saúde, que não se vacinou ainda pode procurar os locais de vacinação para ser imunizado também nesta segunda etapa.

Em caso de dúvidas, entrar em contato com a Coordenadoria de Imunização da SMS, pelo telefone: (85) 3452 6973.

 

Serviço:
Segunda etapa da vacinação contra gripe em Fortaleza
Data: a partir de 16 de abril
Clique e confira os endereços dos Postos de Saúde
Clique e confira as escolas selecionadas

Complexo de Delegacias Especializadas (Code)
Rua Professor Guilhon, 606 – Aeroporto – ao lado do Quartel do Comando Geral da PM e atrás da sede da Polícia Federal

Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP)
Rua Juvenal de Carvalho, 1125 – Fátima – em frente ao hospital Antônio Prudente

Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) – Casa da Mulher Brasileira
Rua Tabuleiro do Norte, sn – Couto Fernandes – próximo ao Auto Shopping José Bastos

Departamento de Assistência Médica e Psicossocial (Damps)
Rua do Rosário, 199 – Centro

Secretaria Municipal de Segurança Cidadã (Sesec)
Rua Padre Pedro de Alencar, 2230 – Messejana

Prefeitura de Fortaleza finaliza a entrega de 140 leitos nas UPAs até quarta-feira (15/04)

 

A Prefeitura de Fortaleza continua trabalhando para adequar e ampliar a assistência à saúde em época de Covid-19. O prefeito Roberto Cláudio visitou, na manhã desta segunda-feira (13/04), o anexo da UPA do Jangurussu (São Cristovão), onde 40 vagas serão entregues nesta terça-feira (14/04). No mesmo dia, a UPA do Bom Jardim recebe 20 novos leitos. Já na quarta-feira (15/04), serão inaugurados 40 leitos na UPA do Itaperi, finalizando o processo de ampliação e adequação das Unidades. Além disso, já foram abertos 20 leitos na UPA do Edson Queiroz (Dendê) e 20 na UPA do Vila Velha.

 

“Com isso, são 140 leitos a mais. E a boa notícia é que, nesta semana, com os kits de exames rápidos que chegaram, a gente vai conseguir testar os pacientes dentro das UPAs. Caso o paciente tenha um quadro gripal e tenha a confirmação do Covid-19, ele vai entrar num protocolo de assistência clínico distinto e, eventualmente, dependendo dos sintomas, pode ser transferido para uma outra unidade hospitalar”, explicou Roberto Cláudio, que ressaltou também o aumento de profissionais da saúde nas unidades e a estrutura de apoio disponibilizada nos locais.

 

Segundo Roberto Cláudio, a construção de anexos em cinco das seis UPAs municipais vai permitir a menor contaminação hospitalar dentro do ambiente das Unidades. “Como várias pessoas procuram por outro sintoma também, como uma enxaqueca, pressão alta, glicose elevada, ao construirmos esse anexo separado, nós protegemos os pacientes com outros sinais e sintomas que procuram a UPA. Dessa maneira, reduzimos o risco de infecção hospitalar”, declarou.