Browsing Tag

PANDEMIA

Unimed Ceará inaugura academia ao Ar Livre no Parque Adahil Barreto

 

No último domingo (18), às 9 horas, a Unimed Ceará inaugurou uma academia ao ar livre, no Parque Adahil Barreto, em parceria com o Governo do Estado. Este é o oitavo equipamento para uso da comunidade em geral na prática de atividade física, que nestes últimos meses têm sido ainda mais utilizados, em razão das restrições que a pandemia impôs.

A iniciativa segue a proposta do movimento nacional Mude 1 Hábito, do Sistema Unimed, com o objetivo de incentivar as pessoas a aderirem um novo estilo de vida, em prol da saúde e bem-estar.

“As parcerias público-privadas que temos realizado são um presente para a população do Ceará, porque ampliam o acesso a práticas saudáveis, prevenindo doenças e garantindo mais qualidade de vida de forma gratuita e acessível, já que os equipamentos estão instalados em regiões de grande movimentação”, diz o presidente da Unimed Ceará, Darival Bringel.

Além desta parceria das academias ao ar livre, a Unimed Ceará tem outras iniciativas, como o projeto Bike Vida e a Arena Beira-Mar (com a Prefeitura de Fortaleza). “Tudo isso, junto com as academias, com foco na comunidade em geral, e não apenas nos nossos clientes”, acrescenta o presidente.

As academias são compostas de três módulos: “Espaço Funcional”, que conta com aparelhos para treinamento funcional, idealizados de acordo com as valências físicas, o Espaço Fitness que é destinado aos exercícios voltados para o fortalecimento muscular, e o Espaço Cardio, que possui aparelhos específicos para melhorar a capacidade cardiorrespiratória.

Além do Parque Adahil Barreto, já foram implantadas pela Unimed Ceará sete academias na capital: Parque do Cocó, Praça da OAB, Praça do Mirante, Praça das Flores, Parque Riacho Maceió, Praça Portugal e Floresta Curió; e oito no interior do Estado (Iguatu, Itapipoca, Crateús, Sobral, Reriutaba, Quixadá, Tauá e Icó).

Hospital Geral Dr. Waldemar Alcântara é referência em atendimento humanizado

O Hospital Geral Dr. Waldemar Alcântara (HGWA), da Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), do Governo do Estado, tem como missão prestar um atendimento humanizado à população cearense. O diferencial na assistência da unidade é relatado pela costureira Auxiliadora Magalhães, 57 anos.

“O HGWA é uma ótima unidade. Os profissionais são maravilhosos. Fiz alguns amigos lá, inclusive. Eu sempre estou fazendo tratamento no hospital e aproveito para revê-los”, conta Auxiliadora, que conheceu o hospital em 2013. À época, ela havia recebido o diagnóstico de câncer no palato duro, uma fina camada óssea do crânio localizada no “céu”da boca.

No hospital, a costureira realizou cirurgia para retirar o tumor. Depois, fez procedimentos para a reconstrução do palato. Auxiliadora continua sendo acompanhada pela equipe multidisciplinar da unidade, sendo submetida a consultas e exames a cada dois meses. “Sou acompanhada por um médico cardiovascular, um reumatologista e um cirurgião, além de fonoaudiólogo, nutricionista e até mastologista”, comenta.

Quem também tem boas lembranças do atendimento do HGWA é o técnico de enfermagem e animador de festas infantis Wanderson Guerreiro, 34. O jovem é grato pelo acolhimento que recebeu dos profissionais da unidade durante o tempo em que a mãe dele, a aposentada Fátima Pinheiro, 73, esteve internada no hospital após ter um Acidente Vascular Cerebral (AVC) em julho deste ano.

“Os médicos, enfermeiros e técnicos são maravilhosos. Minha mãe foi recebida por uma equipe que a acolheu com cuidado e carinho. Fora isso, eles também me davam apoio, palavras de conforto e de fé, o que me ajudou bastante a enfrentar as dificuldades, principalmente quando ela ficou em isolamento por suspeita de Covid-19”, conta.

Agora em casa, Fátima é acompanhada pela equipe do Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD) “Sou muito grato ao hospital. Ao sair, fiz questão de deixar uma carta de agradecimento na Ouvidoria e me colocar à disposição para trabalhar voluntariamente como animador com as crianças que são atendidas no HGWA. Vejo que pode ser uma forma de eu conseguir retribuir o que recebemos durante o período de internação da minha mãe”, disse.

Mesmo com a suspensão temporária das visitas durante a pandemia, a Ouvidoria do hospital contabilizou 560 elogios de acompanhantes e pacientes entre janeiro e setembro deste ano. “O HGWA tem como prioridade oferecer um cuidado centrado no paciente e em sua família, visando superar as suas expectativas em relação ao seu internamento na instituição. Para tanto, são desenvolvidos uma série de medidas, como plano terapêutico individualizado, escuta qualificada, apoio psicológico, realização de desejos e pesquisa de satisfação. Os pacientes e familiares são convidados a participarem de decisões sobre o seu tratamento e a se manifestarem sobre oportunidades de melhoria e sugestões”, disse a diretora de Processos Assistenciais do HGWA, Thaís Lobo Herzer.

 

Serviço de Atendimento Domiciliar

O Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD) promove o acompanhamento de pessoas em casa, buscando diminuir os riscos de infecções, reduzir os custos hospitalares e, sobretudo, dar continuidade ao tratamento de forma humanizada para melhorar a qualidade de vida do paciente.

Por meio do SAD, os pacientes também têm acesso, em casa, a remédios de alto custo fornecidos pelo hospital. Uma equipe multidisciplinar formada por médicos cardiologistas, pneumologistas, enfermeiros, assistente social, nutricionista, fisioterapeutas e técnico de laboratório é responsável pelos cuidados prestados.

 

Atendimento

O HGWA atende pacientes previamente encaminhados pela Central de Regulação do Estado. Além de realizar exames e cirurgias diversas, o hospital conta com Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) adulto, pediátrica e neonatal e Unidades de Cuidados Especiais (UCE) adulto, pediátrica.

Emilio Ribas inaugura unidade de serviço de drive-thru para coletas laboratoriais

 

Para conveniência do cliente, o Emilio Ribas Medicina Diagnóstica conta agora com mais um serviço de drive-thru para coleta de exames laboratoriais. Desta vez na unidade do bairro São Gerardo, localizado na Av. Bezerra de Menezes, 970. O novo sistema possui a mesma qualidade, excelência e segurança do Emilio Ribas, além de proporcionar maior comodidade e agilidade aos clientes.

O drive-thru funcionará das 7h às 14 horas, de segunda a sábado e será possível fazer exames laboratoriais em geral, inclusive testes sorológicos, PCR de covid-19 e H1N1. A unidade terá capacidade para atender até 600 pessoas por dia.

 

Serviço: Emilio Ribas inaugura unidade de serviço de drive-thru para coletas laboratoriais

Local: Av. Bezerra de Menezes, 970 – São Gerardo.

Telefone | WhatsApp: (85) 3457-2000 | www.emilioribas.com.br

Funcionamento: de segunda a sexta: das 6h às 18h | Sábado: das 6h às 17h

Abicalçados lamenta atraso na votação que analisará veto à desoneração da folha

 

 

A Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) vê com preocupação o atraso da análise do Congresso Nacional ao veto presidencial à prorrogação da desoneração da folha de pagamentos. O mais novo revés ocorreu hoje (30) pela manhã, quando a Presidência do Congresso cancelou a votação por tempo indeterminado em função da falta de quórum e de acordo entre os líderes da casa legislativa.

O presidente-executivo da Abicalçados, Haroldo Ferreira, destaca que o setor calçadista, que é um dos que segmentos que utiliza o mecanismo da desoneração da folha de pagamentos, enxerga com preocupação o atraso da análise do veto presidencial. “As empresas já estão trabalhando com o planejamento financeiro para 2021, então é um problema grave elas não saberem o que irá acontecer na questão tributária.

O setor terá um impacto muito grande com a não prorrogação da desoneração, com um acréscimo de carga tributária estimado em mais de R$ 570 milhões ao ano, o que geraria a perda de mais de 15 mil postos”, avalia o dirigente, ressaltando que o baque viria logo após um ano muito difícil em função da pandemia do novo coronavírus. “Entre janeiro e agosto deste ano já perdemos mais de 43 mil postos de trabalho no setor, com uma queda de 36% na produção de calçados. A expectativa de iniciar uma recuperação no próximo ano seria frustrada com a reoneração da folha”, acrescenta Ferreira.

Entenda
O Governo Federal publicou no Diário Oficial da União do último dia 7 de julho a sanção da MP 936, que vem auxiliando o setor industrial a segurar postos de trabalho desde o início da pandemia do novo coronavírus. O revés foi que o presidente Jair Bolsonaro vetou a prorrogação da desoneração da folha de pagamentos, que permite que 17 setores, entre eles o calçadista, possam substituir o pagamento de 20% sobre a folha de pagamentos por 1% a 4,5% do faturamento bruto da empresa (o setor calçadista tem alíquota de 1,5%). A medida tem o objetivo de auxiliar setores intensivos em mão de obra na manutenção da competitividade e do emprego.

A prorrogação não sancionada previa vigência até dezembro de 2021, sendo que com o veto ela extinguiria em dezembro deste ano. O veto presidencial, agora, não tem prazo para ser analisado no Congresso Nacional.

O setor
Com mais de 6 mil empresas, o setor calçadista brasileiro emprega, diretamente, mais 270 mil pessoas (dado de dezembro de 2019). No ano passado, a produção foi de 908 milhões de pares, dos quais 115 milhões foram exportados para 160 destinos.

Outubro Rosa: diagnóstico precoce e tratamento contra o câncer precisam continuar independente da pandemia

 

Durante a pandemia da Covid-19, muitas consultas, exames de rotina, tratamentos e até mesmo cirurgias, foram adiados devido aos riscos de contrair o novo coronavírus. O alerta sobre o câncer de mama se destaca com a chegada do Outubro Rosa, sendo este o primeiro mês de campanha diante a uma pandemia. O Instituto Nacional de Câncer (Inca) estima quase 66 mil casos em 2020.

A Sociedade Brasileira de Mastologia Regional Ceará  destaca os cuidados com o câncer de mama. O rastreamento e a continuidade do tratamento, são fundamentais para a cura. Neste ano de 2020, a Sociedade abraça como lema a frase “Quanto Antes Melhor”, em alusão à importância do diagnóstico precoce.

Dados apurados durante a pandemia mostram que a queda de atendimentos de pacientes com câncer de mama foi de 60% a 80% nos meses de março e abril, logo no início do isolamento social no Brasil. Conforme estatísticas disponibilizadas pela Sociedade Brasileira de Mastologia Regional Ceará, em março de 2019 foram realizadas 5.720 mamografias de rastreamento pelo SUS no estado. Em igual período deste ano de 2020 foram 3.358.

A presidente da SBM Regional Ceará, médica mastologista Aline Carvalho orienta que as mulheres acima dos 40 anos, na faixa etária preconizada para o rastreamento, mesmo que assintomáticas, não atrasem seus exames mamários. “O câncer não espera! Não dá pra esperar a pandemia passar para se cuidar”, afirma.

A SBM reforça que a pandemia pode ter deixado muitas mulheres sem diagnóstico. Fator preocupante, tendo em vista, que no ano passado a cobertura do SUS já foi considerada baixa. As mulheres necessitam retomar seus exames, sempre seguindo as medidas de segurança, principalmente no caso de notar um nódulo palpável. O ideal é não postergar e buscar um atendimento imediatamente para diagnóstico precoce.

Mês temático

O movimento “Outubro Rosa”, caracterizado pelo laço rosa, teve início nos Estados Unidos da América, onde o Congresso Nacional votou e aprovou lei estabelecendo outubro como o mês nacional de prevenção ao câncer de mama. A data tem abrangência mundial. Durante o mês, monumentos e prédios administrativos costumam serem iluminados pela cor rosa fazendo referência ao tema.

Sistema Fecomércio participa de webinar para debater atuação do Sistema S.

O Sistema Fecomércio Ceará participa, através do diretor regional do Sesc e Senac, Rodrigo Leite, do webinário “A importância do Sistema S na economia do Ceará”. Promovido pela plataforma Trends Ceará, o debate vai focar na atuação do Sistema S nos mais diversos setores como um dos provedores do desenvolvimento do Estado. O webinar acontece nesta quarta-feira, 30, a partir das 20h, pelo Youtube.

O Sistema S reúne entidades empresariais voltadas para o treinamento profissional, assistência social, consultoria, pesquisa e assistência técnica. Em relação ao comércio, fazem parte do Sistema S o Sistema Fecomércio, composto pelo Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Comércio (Senac), que oferecem aos empresários, trabalhadores do comércio e à sociedade em geral, educação profissional, saúde, cultura, lazer, educação e promoção social.

O Senac Ceará conta com um portfólio com mais de 800 cursos e possui 22 unidades espalhadas pelo Estado, entre fixas, móveis e polos de educação à distância. Sua atuação chega até os 184 municípios do Estado. Para se ter uma ideia do alcance da Instituição, de 2019 até agora foram realizadas um total de 127.456 matrículas entre cursos; ações extensivas como palestras, workshops e oficinas; e cursos gratuitos voltados à inclusão social.

Já o Sesc Ceará atua nas áreas de Educação, Saúde, Cultura, Lazer e Promoção Social. Somente em uma de suas ações, o projeto Mesa Brasil Sesc, que atua na perspectiva da segurança alimentar e nutricional, sustentabilidade e inclusão social, são atendidas no Estado mais de 430 instituições sociais, que juntas ajudam cerca de 280 mil pessoas, por meio de doações de alimentos e atividades educativas. De 2019 até agosto de 2020, foram distribuídos 4.625.620 quilos de alimentos, em 93 municípios, com a ajuda de 500 parceiros doadores.

“O Sistema S é hoje a maior organização de proteção social para o cidadão e forte parceiro para o crescimento econômico do País. Trata-se de um modelo eficaz que há mais de sete décadas está presente na vida dos brasileiros, gerando riqueza e desenvolvimento. O webinar realizado pelo Trends Ceará é mais uma oportunidade de explicar o trabalho realizado por instituições como o Sesc e Senac”, destacou o diretor regional, Rodrigo Leite.

O webinar conta ainda com a participação do diretor regional do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Paulo André Holanda e do moderador, PHD em Desenvolvimento Regional, Lauro Chaves. O Trends Ceará é um hub de conteúdo especializado em investimentos e tendências do Ceará.

Serviço: 

Webinar – “A importância do Sistema S na economia do Ceará” 

Data: Quarta-feira – 30 de setembro

Hora: 20 horas

Transmissão: Youtube 

NA REABERTURA DE SEUS CINEMAS, UCI OFERECE AMPLA SEGURANÇA E SISTEMA EXCLUSIVO DE PURIFICAÇÃO DE AR CONDICIONADO NAS SUAS SALAS DOS COMPLEXOS UCI SHOPPING PARANGABA E UCI KINOPLEX IGUATEMI FORTALEZA

Desde 10 de setembro, a UCI Cinemas está de volta à Fortaleza, oferecendo proteção reforçada aos clientes e colaboradores e o ambiente mais seguro possível nos complexos  UCI Kinoplex Iguatemi Fortaleza e UCI Shopping Parangaba. A rede implementou exclusivo sistema de purificação do ar condicionado nas suas salas no Brasil: o iWave, um sofisticado equipamento com polarizadores de íons que destroem não apenas o vírus do Covid-19, como qualquer outro microrganismo.

A novidade faz parte das medidas adotadas pela UCI, que intensificou a higienização em seus cinemas e cumpre o rigoroso protocolo obrigatório recomendado pelas autoridades e pela OMS (Organização Mundial de Saúde). As salas do UCI Kinoplex Iguatemi Fortaleza e do UCI Shopping Parangaba estão equipadas com o aparelho inovador, usado pela primeira vez em cinemas brasileiros. Importada dos Estados Unidos, a tecnologia emite nos dutos de ar condicionado íons com cargas positiva e negativa, que se aderem a qualquer partícula do que não seja neutra, neutralizando e destruindo vírus, bactérias, ácaros e fungos. Esse sistema purifica completamente o ar, eliminando também partículas nocivas à saúde, como resquícios de dióxido de carbono.

A UCI conta com a aprovação dos médicos infectologistas Francisco Beraldi e Raquel Monteiro, que consideram os cinemas da UCI aptos para o funcionamento e de acordo com as indicações da OMS, do CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças) e da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária).

A rede pensou em todos os detalhes e, esta semana, também lança um vídeo explicativo que mostra as mudanças de segurança e higiene adotadas em todos os ambientes do cinema. O filme acompanha a jornada do cliente desde a chegada ao cinema até o apagar das luzes da sala.

Nos últimos seis meses, Núcleo Integrado de Saúde do UniFanor realiza mais de 770 atendimentos gratuitos à comunidade

Apoio à comunidade local e desenvolvimento profissional do aluno, a frase resume a representação do Núcleo Integrado de Saúde (NIS) para o Centro Universitário UniFanor. Localizado no campus Dunas, o NIS realizou cerca de 772 atendimentos para o público no acumulado dos últimos seis meses. De forma gratuita, a estrutura oferece atendimentos em fisioterapia, hidroterapia, prevenção da enfermagem, psicoterapia, avaliação física e nutricional. Durante o período, o acompanhamento de fisioterapia foi o mais procurado, totalizando, em média, 532 consultas.

Segundo o professor de Educação Física, Lucas Lima Vieira, o paciente atendido pelo Núcleo Integrado de Saúde pode fazer a reavaliação quantas vezes forem necessárias.

“Quando uma pessoa decide começar um programa de exercício físico a primeira etapa que ela tem que passar é por uma avaliação física. Após essa avaliação, conseguimos determinar a condição atual, as limitações, as potencialidades e prescrever de forma segura o exercício físico. Sabemos que muitas pessoas não têm acesso a esse tipo de exame. Então, fazemos uma avaliação completa, oferecendo ainda ao paciente a possibilidade de realizar quantas reavaliações forem necessárias”, afirma o professor Lucas Lima.

Os atendimentos ao público são realizados pelos alunos que estão cumprindo as disciplinas práticas de estágio com o acompanhamento dos orientadores. Conforme a professora de Fisioterapia, Anairtes Martins de Melo, a iniciativa permite que os universitários aperfeiçoem as habilidades em diferentes áreas ambulatoriais.

“Os alunos/estagiários no NIS experimentam de forma ética e com qualidade as atividades profissionais de Fisioterapia nas diversas áreas ambulatoriais: Traumatologia, Ortopedia, Pediatria, Respiratória, Neurológica, e Terapia aquática, frente aos pacientes, sendo supervisionados pelos professores ou preceptores do UniFanor. No NIS são realizadas consultas, avaliações e reavaliações dos pacientes com o objetivo de promover saúde, melhorar a qualidade de vida, reconhecer as disfunções e tratá-las, beneficiando a comunidade no entorno do campus Dunas”, detalha a professora Anairtes.

Os interessados em obter atendimentos nas áreas de psicologia, nutrição, fisioterapia ou avaliação física, podem agendar um horário por meio do telefone: 85 3052-4865. Os atendimentos são feitos respeitando o distanciamento e os protocolos recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), devido à pandemia da covid-19 – lembrando que é obrigatório o uso de máscara para adentrar no UniFanor e durante toda a consulta.

‘Crise de Ansiedade: um sintoma social contemporâneo?’é o tema de encerramento da maratona de lives promovida pelo Hospital Infantil SOPAI em alusão ao Setembro Amarelo

Nesta quarta-feira, 29, a partir das 20 horas, no instagram oficial do Hospital Infantil Filantrópico SOPAI, será transmitida a última da quatro lives que marcaram a campanha online do SOPAI em alusão ao Setembro Amarelo.

O tema abordado no encerramento será ‘Crise de Ansiedade: um sintoma social contemporâneo?’ com discussão promovida pela psicóloga do SOPAI, Elisabete Santos, que recebe como convidado o historiador, escritor, psicólogo e analista junguiano, Heráclito Pinheiro.

Instagram SOPAI: https://www.instagram.com/sopaihospitaloficial/?hl=pt-br

 XIII Evangelizar É Preciso Fortaleza com Padre Reginaldo Manzotti

A Associação Evangelizar É Preciso confirma que o XIII Evangelizar É Preciso Fortaleza – Padre Reginaldo Manzotti será realizado este ano. O evento que faz parte do calendário oficial do Estado do Ceará será no sábado, dia 24 de outubro, a partir das 15 horas, diretamente do auditório de Jesus das Santas Chagas, na sede da Obra Evangelizar, em Curitiba (PR), para todo o Brasil e o mundo.

 “Para preservar todos os colaboradores, o evento será realizado de maneira on-line, ao vivo para todo o Brasil. Para que evento deste ano seja seguro, trabalharemos com a equipe reduzida e todos os cuidados de prevenção a covid-19 serão adotados”, explica Adriana Mary Amorin de Paula, gerente de Marketing, Comunicação e Relacionamento da Evangelizar É Preciso.

O tema já foi escolhido pelo Padre Reginaldo Manzotti: “Deus provê, Deus proverá”. E o lema do ano será “Perseguidos, mas não desamparados; abatidos mas não destruídos (2Cor 9,4)”.

Quando nos encontramos diante de situações de impotência, como essa pandemia da COVID-19, lidamos com muita insegurança e incertezas e a fé é primordial para nos revigorar. A fé é o combustível para a esperança, para o amor ao próximo, para mantermos o pensamento positivo, para não nos desesperarmos e manter a serenidade. Por isso, decidimos fazer o Evangelizar Fortaleza, com todas as exigências sanitárias, eu aqui da sede da Obra Evangelizar e você aí, da sala da sua casa. Pois a nossa missão é evangelizar. Levar a Palavra de Deus a quem necessita. Mais do que nunca, precisamos de um dia de oração, fé, e também, de muita música. ” Diz o Padre Reginaldo Manzotti.

Padre Manzotti também ressalta a importância de Fortaleza para o evento: “Meu coração estará, mais do que nunca, em Fortaleza, com esse povo que compartilha comigo uma fé inabalável. Fortaleza é o coração pulsante do Brasil e vamos fazê-lo bater ainda mais forte este ano”.

Em breve, a programação completa estará disponível na página do evento, junto do formulário para pedidos de orações que serão colocas nas intenções do evento. Acompanhe as novidades pelo site da Obra e pelas redes sociais da Associação Evangelizar É Preciso.

 

Sobre o Evangelizar É Preciso Fortaleza

O evento, que faz parte do calendário oficial de eventos do estado do Ceará, já está na sua décima terceira edição. Em em outubro de 2018, durante o XI Evangelizar, em Fortaleza (CE), Padre Reginaldo Manzotti reuniu 1,9 milhão de pessoas no aterro da Praia de Iracema. Na ocasião, o sacerdote celebrou aquela que foi considerada a terceira maior missa do Brasil. As duas primeiras foram celebradas pelos papas João Paulo II, em 1997, e Francisco, em 2013.

Postos de saúde de Fortaleza estarão disponibilizando vacinação neste final de semana (12 e 13/09)

A cidade de Fortaleza terá imunização de rotina e campanha contra o sarampo em dois postos de saúde, neste sábado e domingo (12 e 13. As unidades Paulo Marcelo (Regional II) e Messejana (Regional VI) estarão abertas, das 08h às 17h, exclusivamente para imunização.

A campanha de sarampo foi prorrogada até o dia 30 de setembro, com foco nas pessoas de 20 a 49 anos de idade. Já foram vacinadas 43,3 mil pessoas desde a primeira fase da campanha, iniciada em outubro de 2019, que contemplou crianças de seis meses a menores de cinco anos que ainda não tinham sido imunizadas ou que estavam com o esquema de vacinação incompleto. Crianças a partir de seis meses de idade até 11 meses e 29 dias, adultos de 20 a 29 anos que não tomaram as duas doses da vacina, ou que estavam com o esquema vacinal incompleto, crianças e jovens de 5 a 19 anos que nunca tomaram nenhuma dose ou tinham registrado apenas uma dose na caderneta também foram contempladas.

Síndrome gripal

Usuários que apresentarem sintomas de síndrome gripal durante o final de semana podem procurar uma das seis Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) do Município. O atendimento acontece todos os dias, 24h por dia. As Unidades, localizadas nos bairros Vila Velha, Itaperi, Edson Queiroz, Jangurussu, Bom Jardim e Cristo Redentor, são voltadas ao atendimento adulto e pediátrico em casos de urgência e emergência.

Serviço:

– Posto Paulo Marcelo
Endereço: Rua 25 de Março, 607 – Centro
Telefone: 3105-1455

– Posto Messejana
Endereço: Rua Guilherme Alencar s/n – Messejana
Telefone: 3474-2637

Shopping Parangaba e Propaganda do Bem lançam campanha de prevenção ao suicídio

Em alusão ao Setembro Amarelo o Shopping Parangaba, em parceria com o projeto Propaganda do Bem, lança uma campanha abordando o tema depressão com ênfase na prevenção do suicídio. A campanha terá duração de 20 dias, e será veiculada em diversos canais de divulgação. As mídias tradicionais terão papel importante na divulgação do projeto, assim como as novas possibilidades geradas pela internet, com ênfase na plataforma digital Instagram (@shoppingparangaba e @propagandadobem).

Ajudar a transformar vidas é o principal objetivo do projeto e para Felipe Bahiana, gerente de marketing do Shopping Parangaba, atitudes como esta são de extrema importância. “A valorização da vida e projetos que nos fazem pensar no outro de maneira cuidadosa e fraterna, sempre serão abraçados pelo Shopping. Ainda estamos vivendo um momento delicado e muito novo, muitas das consequências psicológicas na população que viveu essa pandemia ainda estão por vir. Nossa ideia é ajudar quem já sofria com a depressão e também quem adquiriu a doença recentemente. Segundo Tavinho, idealizador da campanha, “Se uma pessoa for ajudada, já estaremos cumprindo o nosso papel social”.

Em paralelo, acontecerá a ação “Conversa Solidária”, onde profissionais vão estar disponíveis para conversar com pessoas que sofrem com a depressão. O atendimento vai acontecer no Instagram do Propaganda do Bem (@propagandadobem) do horário de  08:00 da manhã até 01:00 da madrugada durante todo o período da campanha.

 

Depressão
Segundo a Organização Pan-Americana da Saúde – OPAS Brasil, a depressão é um transtorno comum em todo o mundo. Estima-se que mais de 300 milhões de pessoas são acometidas por esse transtorno. A depressão pode se tornar uma crítica condição à saúde, causando um dano a pessoa afetada, como disfunções no trabalho, na escola e nas demais relações. Nos casos mais preocupantes a depressão pode levar ao suicídio. Cerca de 800 mil pessoas morrem por suicídio a cada ano – sendo essa a segunda principal causa de morte entre pessoas com idade entre 15 e 29 anos. Segundo a Organização Mundial de Saúde – OMS até 2050, metade da população mundial estará adoecida.

Show de solidariedade: Hot Box realiza doação de meia tonelada de alimentos para Cirque Amar e famílias circenses de Fortaleza

A pandemia do novo coronavírus está sendo um desafio de sobrevivência para artistas que vivem rodando o país na missão de compartilhar alegria. Dependentes das bilheterias, os circos itinerantes, que estão com suas atividades suspensas há quase 6 meses, enfrentam dificuldades e resistem a essa crise por meio da solidariedade popular.

Instalado na capital cearense desde novembro de 2019, o Cirque Amar recebeu algumas doações e, mesmo diante de suas próprias  necessidades, decidiu compartilhar os frutos da solidariedade do público fortalezense com outras famílias circenses da região metropolitana de Fortaleza. “Fazemos isso pois sabemos a dor que eles vivem!”, conta Bryan Stevanovich, produtor do Circo.

Ao saber dessa linda corrente de solidariedade, Diohene Lourenço, proprietário da Hot Box, que já desenvolve diversas ações de cunho social pela capital, decidiu engrandecer a campanha. “Quando eu vi a ação do CIRQUE AMAR em que eles dividem com seus irmão circenses os donativos que recebem, percebi que o amor não está só no nome do circo e naquele momento decidi que seriam eles os apadrinhados da nossa campanha de agosto, porque amor somado e distribuído é muito mais forte”, afirma Lourenço.

A doação será de meia tonelada de alimentos arrecadados através da campanha Da pizzaria, batizada por “SOMANDO QUILINHOS DE AMOR: o seu pouquinho com o meu pouquinho num montão de solidariedade”. Durante a campanha, os clientes são convidados diariamente a enviarem, após receberem suas pizzas, através dos entregadores de delivery, qualquer quantidade de alimento não perecível, evitando deslocamentos e garantindo a solidariedade mesmo cumprindo o isolamento social e a Hot Box além de reunir esses quilinhos individuais de solidariedade, dobra a quantidade arrecadada.

A doação ao Cirque Amar são dos quilinhos de alimentos somados pela campanha no mês de agosto. Além das doações, a família Hot Box vai levar pizza para os artistas do Circo e eles irão fazer um mini show para os filhos dos funcionários do restaurante e alguns voluntários. É claro que a entrega não poderia terminar de outro jeito: artistas do circo e da pizza, dando um grande show.

SERVIÇO

SOMANDO QUILINHOS DE AMOR no Cirque Amar

Data: Quarta (09), às 17h30

Local: CIRQUE AMAR, instalado na av Washington Soares, em frente ao Centro de Eventos.

Redes sociais: @hotboxpizza_br e @cirqueamaroficial

Contatos: Diohene Lourenço -CEO Hot Box (99654-4616) e Bryan Stevanovich – Produtor Cirque Amar (99910-7900)

Exportações de calçados caíram 32,7% até agosto

 

Impactadas pelas instabilidades no mercado internacional, especialmente nos Estados Unidos, as exportações de calçados registraram quedas de 32,7% em receita e 25,2% em volume entre janeiro e agosto na relação com igual período do ano passado. No total, foram embarcados 56,4 milhões de pares, que geraram US$ 437,15 milhões. No recorte de agosto, foram exportados 7,27 milhões de pares por US$ 57,9 milhões, quedas de 26,7% em volume e de 30% em receita na relação com o mesmo mês de 2019.

Embora a queda dos embarques deva arrefecer nos últimos meses de 2020, o presidente-executivo da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), Haroldo Ferreira, ressalta que o ano deve fechar com um revés na casa de 27% em relação a 2019. “A pandemia do novo coronavírus impactou profundamente o mercado internacional. Além de perdermos espaço em mercados importantes, caso dos Estados Unidos, tivemos uma recuperação mais rápida da indústria chinesa, que inflou a concorrência internacional”, explica o dirigente.

Segundo o executivo, nem mesmo o dólar valorizado tem sido o suficiente para impulsionar os embarques de calçados. “O mundo ainda está com muitas restrições, especialmente para encontros físicos. Exemplo disso é a italiana Micam Milano, maior feira mundial do setor, que terá a participação de apenas nove marcas brasileiras, todas com representação local,  em função da restrição para entrada de brasileiros na Itália – ano passado foram 76 marcas”, acrescenta.

Destinos
Entre janeiro e agosto, o principal destino do calçado exportado pelo Brasil foi os Estados Unidos. No período, os norte-americanos importaram 5,88 milhões de pares, que geraram US$ 95,26 milhões, quedas tanto em volume (-26,8%) quanto em receita (-30,8%) em relação ao período correspondente do ano passado.

O segundo destino dos oito meses foi a Argentina, para onde foram embarcados 4,2 milhões de pares que geraram US$ 43,33 milhões, quedas de 27,7% e 33,8%, respectivamente, ante 2019.

Já o terceiro destino do ano foi a França. Nos oito meses, os franceses importaram 4,28 milhões de pares, que geraram US$ 38,28 milhões, quedas tanto em volume (-13,2%) quanto em receita (-3,5%) na relação com igual período do ano passado.

Estados
O maior exportador de calçados do período seguiu sendo o Rio Grande do Sul, com representação de 45% do total, em dólares gerados. Nos oito meses, as fábricas gaúchas embarcaram 13,7 milhões de pares, que geraram US$ 196,5 milhões, quedas tanto em volume (-31,7%) quanto em receita (-34,7%) em relação a igual ínterim de 2019.

O segundo exportador do período foi o Ceará, de onde foram embarcados 18,25 milhões de pares por US$ 108,21 milhões, quedas de 30,3% e 32,7%, respectivamente, ante o ano passado.

O terceiro exportador dos oito meses foi São Paulo, que exportou 4,25 milhões de pares que geraram US$ 44,68 milhões, quedas tanto em volume (-15,2%) quanto em receita (-34,2%) ante 2019.

Com queda menor, a Paraíba aparece no quarto posto entre os exportadores de calçados. No período, as fábricas paraibanas embarcaram 11,61 milhões de pares por US$ 36,66 milhões, quedas de 8,5% e 16,7%, respectivamente, em relação ao período correspondente do ano passado.

Importações
As importações de calçados caíram menos do que as exportações, piorando a balança comercial brasileira do setor em 31,7%, ou em US$ 16 milhões somente em agosto.

Nos oito meses, entraram no Brasil 16 milhões de pares de calçados por US$ 213 milhões, quedas de 18,3% em volume e de 13,7% em receita na relação com igual período do ano passado. As principais origens seguem sendo os países asiáticos Vietnã, Indonésia e China, que respondem por mais de 86% das importações totais. “São calçados que entram no Brasil com dumping, ou seja, com preços muito abaixo dos praticados pelo mercado, provocando uma concorrência desleal com os produtores nacionais. E é justamente por isso que estamos entrando com pedido para renovação do direito antidumping contra o calçado chinês, o estendendo também contra produtos provenientes do Vietnã e da Indonésia”, explica Ferreira, ressaltando que o direito contra o produto chinês vence em março do próximo ano. Atualmente, cada calçado importado da China paga uma sobretaxa de US$ 10,22 (saiba mais).

Em partes de calçados – cabedais, saltos, solas, palmilhas etc – , as importações dos oito meses somaram US$ 13,44 milhões, 34,8% menos do que no mesmo ínterim do ano passado. As principais origens foram China, Paraguai e Vietnã.

Acesse as tabelas detalhadas aqui

Campanha especial marca 50 edições do Sereia de Ouro

O Sistema Verdes Mares (SVM) realiza, a partir desta segunda – feira (07), uma campanha especial que marcará as 50 edições do Sereia de Ouro, honraria que prestigia anualmente personalidades que se destacam e contribuem para o desenvolvimento do Ceará.

Devido à pandemia do novo coronavírus, não será realizada a entrega do Troféu Sereia de Ouro. Este ano, as histórias de vida de 50 cearenses serão contadas através mini documentários veiculados nos intervalos da programação dos veículos de comunicação do SVM e também de uma série de matérias. Os nomes selecionados foram escolhidos a partir das indicações dos colaboradores do Grupo Edson Queiroz e dos já homenageados pela comenda. Em seguida, passaram por uma curadoria especial dos jornalistas que integram o Sistema Verdes Mares.

Para o presidente do Grupo Edson Queiroz, Abelardo Rocha, o Sereia de Ouro é uma marca na história do SVM e também da sociedade cearense. “Este ano, por causa da pandemia, nos reinventamos: em vez de dar o troféu a 4 pessoas, resolvemos homenagear 50 pessoas, entre personalidades e pessoas comuns, que fazem a diferença no dia a dia do nosso povo. Do simples ao sofisticado, o que queremos é reconhecer que a transformação da nossa sociedade é papel de todos. E todos são parte da transformação que queremos”, destaca.

A programação da campanha Sereia de Ouro ocorrerá durante todo o mês de setembro. Do dia 21 ao dia 25, a TV Verdes Mares levará ao público uma série de matérias, destacando momentos importantes da história da premiação. O ponto alto da campanha acontecerá no dia 27 de setembro, na TV Diário, onde será exibido um especial que levará aos telespectadores uma retrospectiva da Sereia desde a sua criação e contará um pouco mais da história dos personagens escolhidos para a campanha inédita deste ano.

A lista completa dos personagens da campanha Sereia de Ouro 2020 está disponível por meio do site www.sereiadeouro.com.br  .