Browsing Tag

onu

Reforçando sua agenda ESG, MRV integra o Índice Carbono Eficiente da B3 pela 5ª vez consecutiva 

A MRV, plataforma de soluções habitacionais, foi selecionada, mais uma vez, para participar da 11ª carteira do Índice Carbono Eficiente (ICO2 B3) da bolsa. Integrante do índice desde setembro de 2019, a companhia é a única construtora que, pela quinta vez consecutiva, é reconhecida por se preocupar e trabalhar para minimizar os efeitos causados pela emissão de gases de efeito estufa na atmosfera num trabalho contínuo para reforçar sua agenda ESG

O novo índice foi divulgado pela B3 na segunda-feira, dia 4 de janeiro, e vigora até 30 de abril de 2021. Neste ano, a nova carteira do ICO2 B3 aumentou o número de setores, passando de 13 para 22, reunindo 62 ações de 58 companhias. Além disso, a cada quatro meses, a carteira poderá sofrer alterações, com o objetivo de contemplar apenas ações que estão entre as 100 mais negociadas.

“Fazer parte de um índice tão importante como esse nos mostra que estamos seguindo o caminho correto, ao investir em práticas que englobem e fortaleçam a agenda ESG. De forma transparente, temos como foco reconhecer nossas ações em relação ao meio ambiente e promover discussões e engajamento sobre a mudança do clima no país”, afirma Raphael Lafetá, diretor executivo de Relações Institucionais e de Sustentabilidade da MRV.

Signatária do Pacto Global da ONU desde 2016, a MRV tem por propósito mobilizar a comunidade empresarial internacional para a adoção de medidas ESG, tendo como base os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável). “Além disso, desde 2016, a MRV atua fortemente para combater as mudanças climáticas, com a compensação de 100% dos gases de efeito estufa referentes às suas emissões diretas e aquisição de energia, por meio da compra de créditos de carbono”, explica Lafetá.

Mega brechó arrecada fundos para manter de casa que atende crianças do Papicu

A Casa Ronaldo Pereira, mantida pela Comunidade Shalom, no Papicu, está arrecadando doações para o Mega Brechó que será realizado no próximo dia 31. A instituição precisa de brinquedos, calçados, roupas de cama e banho, roupas infantis e de adulto até o dia 29 e de trabalhadores voluntários para o dia do evento.

Incluída em três dos 17 objetivos de desenvolvimento social da ONU, a entidade promove o resgate da dignidade humana, atuando nos meios de degradações pessoais e sociais, com ações de prevenção e de reeducação de crianças. São atendidas 150 crianças entre 5 e 12 anos de quatro comunidades do Papicu, com aulas de dança, culinária, francês, inglês, pintura, formação de valores, reforço escolar e evangelização, sempre no contra-turno escolar, já que a matrícula e a frequência em sala de aula são requisitos para participar das atividades.

As famílias também são beneficiadas com seminários e campanhas que combatem a violência e o uso de drogas, entre outros assuntos. Além disso, as crianças atendidas fazem duas refeições no turno da manhã (café da manhã e almoço) e duas no turno da tarde (lanche e jantar).

Os brechós são realizados a cada 2 meses, e a renda é toda utilizada na manutenção da casa. É dessa forma que a instituição é mantida, e por isso seus voluntários pedem doações de roupa e acessórios para serem comercializados no brechó.

Além do brechó, os interessados podem ajudar à entidade com trabalho voluntário e com doação de valores e mantimentos. O contato pode ser feito através do perfil no Instagram @casaronaldopereira ou pelo telefone 99711-5003. A conta da Casa é Banco do Brasil agência 3473-8, conta corrente 44089-2.

LBV contribui com debate na ONU sobre inclusão e igualdade

Entre os dias 16 e 19 de julho, a Legião da Boa Vontade (LBV) participa de mais uma Reunião de Alto Nível do Conselho Econômico e Social na sede da Organização das Nações Unidas, em Nova York, EUA, trazendo suas contribuições ao tema central: “O empoderamento das pessoas e a conquista da inclusão e da igualdade”.

Participam do evento delegações governamentais, agências internacionais, autoridades e organizações da sociedade civil. A LBV apresenta suas contribuições ao tema central do evento fundamentadas na sua ampla experiência no combate à pobreza e das desigualdades por meio de suas ações nas áreas da assistência social e da educação ao longo de quase 70 anos no Brasil, somada à experiência da LBV da Argentina, da Bolívia, do Paraguai, de Portugal, do Uruguai e dos Estados Unidos.

O trabalho da Instituição possui um modelo replicável que leva em consideração as necessidades e particularidades de cada região, porque está centrado no desenvolvimento humano integral e no despertar do Cidadão Planetário. A declaração oficial da Instituição foi recebida pelo secretário-geral das Nações Unidas, traduzida pelo organismo em seus idiomas oficiais e distribuída a todas as delegações governamentais, agências e representações que participam do evento.

O documento está disponível sob o símbolo E/2019/NGO/27. Algumas dessas boas práticas podem ser encontradas na revista BOA VONTADE Desenvolvimento Sustentável. Um dos destaques desta publicação é a mensagem do diretor-presidente da LBV, José de Paiva Netto, que afirma: “A Caridade, na sua expressão mais profunda, deveria ser um dos principais estatutos da Política, porque não se restringe ao simples e louvável ato de dar um pão. É o sentimento que — iluminando a Alma do governante, do parlamentar e do magistrado — conduzirá o povo ao regime em que a Solidariedade é a base da Economia, entendida no seu mais amplo significado”

LBV na ONU

A Legião da Boa Vontade é uma organização da sociedade civil brasileira com status consultivo geral no Conselho Econômico e Social desde 1999 e associada ao Departamento de Comunicação Global da ONU desde 1994. Essa condição lhe permite participar e contribuir para a discussão dos temas de desenvolvimento propostos pelo organismo internacional e seus países-membros.

Os mais vulneráveis no foco da sustentabilidade planetária

 

Como desenvolver sociedades sustentáveis e resilientes em áreas rurais ou urbanas? Para responder a esta pergunta tão urgente e importante para um planeta, que sofre cada vez mais com os efeitos das mudanças climáticas e outros desafios socioeconômicos globais e locais, a Organização das Nações Unidas (ONU) realiza a Reunião de Alto Nível do Conselho Econômico e Social (Ecosoc), de 16 a 19 de julho, em Nova York, Estados Unidos.

A Legião da Boa Vontade apresenta recomendações às delegações governamentais, agências internacionais, autoridades e organizações da sociedade civil presentes neste evento. As boas práticas são resultado do trabalho desenvolvido pela LBV de sete países — Argentina, Bolívia, Brasil, Estados Unidos, Paraguai, Portugal e Uruguai — e reforçam fatores protetivos de comunidades e famílias em situação de vulnerabilidade social, mais suscetíveis aos efeitos das mudanças climáticas (inundações, estiagens e secas) e à falta de serviços básicos.

O documento apresentado pela LBV pode ser conferido na íntegra na edição especial da revista BOA VONTADE Desenvolvimento Sustentável 2018 (nos idiomas espanhol, francês, inglês e português). É possível fazer o download de um exemplar na versão digital por meio do aplicativo gratuito da BOA VONTADE, disponível para iOS e Android. Um dos destaques da publicação é a mensagem do diretor-presidente da LBV, José de Paiva Netto, intitulada “Conscientização hoje…”, no qual ele ressalta: “Nosso brado é este: Educar. Preservar. Sobreviver. Humanamente também somos Natureza”.

A LBV distingue com a sua participação a educação para a Cidadania Ecumênica, ou cidadania global, como um instrumento indispensável para alcançar uma transformação permanente, que permitirá um presente e um futuro melhores para todos.

Outras informações pelo site www.boavontade.com

 

LBV na ONU

A Legião da Boa Vontade é uma organização da sociedade civil com status consultivo geral no Ecosoc desde 1999 e associada ao Departamento de Informação Pública da ONU (DPI) desde 1994. Essa condição lhe permite participar e contribuir para a discussão dos temas de desenvolvimento propostos pelo organismo internacional e seus países-membros.

Fórum Anual do Pacto Global reúne palestrantes para debater a Agenda 2030

 

Palestrantes nacionais e internacionais participam do Fórum Anual do Pacto Global nesta quarta-feira, 16, em São Paulo, para apresentar um panorama dos avanços da sustentabilidade corporativa desde o início das atividades da Rede Brasil do Pacto Global no país, em 2003, e as perspectivas atuais.

O diretor da Dialogus Consultoria, coordenador de comunicação Nós Podemos dos ODS e idealizador da Escola de Sustentabilidade da UniOpovo, Maiso Dias, representa o Ceará na busca por práticas e desenvolvimento sustentável nas empresas.

Com o nome “Fórum Pacto Global – 15 anos da Rede Brasil” o evento de 2018 da Rede Brasil do Pacto Global da ONU tem o objetivo de destacar os principais avanços ocorridos, nos últimos 15 anos, em relação ao engajamento de empresas brasileiras com a maior iniciativa em sustentabilidade corporativa do mundo.

O fórum ainda terá o lançamento de três publicações elaboradas pela rede: um guia de recomendações, com sugestões de ações de combate à corrupção no setor da construção civil, o estudo “ODS no Setor Elétrico Brasileiro” e a tradução da publicação “An Analysis of the Goals and Targets” (Uma Análise dos Objetivos e Alvos, em tradução livre), que indica como as empresas podem reportar dados referentes a cada um dos ODS e, dessa forma, dar mais um passo para inserir a Agenda 2030 em seus negócios.