Browsing Tag

lançamento

Ricardo Lotif lança livro sobre sua trajetória pessoal e profissional

No dia 28 de junho, às 19h no Espaço de Art & Cultura O Povo, o fisioterapeuta e então presidente  do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 6ª Região Ceará – Crefito-6, Ricardo Lotif, lançará seu primeiro livro, ‘Trajetória de Ricardo Lotif Araújo, Fé, Gestão e Trabalho’.

A publicação é um projeto pessoal do gestor, um sonho, que por muito tempo não foi compartilhado e se consolidou após o incentivo de amigos, que enxergam no homem simples, de fala segura e riso sempre presente, uma inspiração para muitas gerações.

Ricardo Lotif tem 42 anos, é cearense, natural de Irauçuba,  casado, tem dois filhos. Já escreveu e publicou diversos artigos e capítulos de livros na sua área de atuação. Formado em Fisioterapia, ele é mestre em Saúde Pública pela Universidade Estadual do Ceará, professor universitário, presidente de uma autarquia federal e atuante em diversas causas em favor da saúde, educação e dignidade humana. Conduz sua carreira de mais de trinta anos com muita fé, foco e espírito de liderança. Aos quinze anos veio para a capital com o objetivo de estudar e cuidar do irmão mais novo com apenas nove anos de idade.  Nascido em família de classe média alta, ele decidiu lutar não só pelos seus sonhos, mas para que todos ao seu redor tenham oportunidades e protagonismo social.

Seu espírito de liderança se pauta em perceber o que não é percebido, ouvir quem não é ouvido, falar por quem não tem voz e ensinar a lutar, quem ainda não tem as ferramentas para isso. Sua educação lhe fez ser um gestor. “Eu aprendi isso muito cedo. Desde criança fui orientado a cuidar de mim e buscar meus objetivos.  Saí do interior para estudar na capital e precisava ter disciplina para não perder o rumo dos meus objetivos, afinal estava longe da família “, revela. Para ele as pessoas podem ser gestoras em “coisas simples da vida'”, casa, carreira, estudos, tarefas cotidianas, etc. “o importante é sempre lembrar que o conhecimento é essencial, assim como sua busca por ele“, afirma.

Ao ser convencido a registrar sua trajetória num livro, pensou que poderia entrevistar os locais de onde recebeu prêmios, homenagens,comendas e agradecimentos. “Pensei que seria interessante que explicassem o motivo de me agraciar com tais homenagens, pois já teria uma parte da minha vida profissional contata por cada um deles“, diz o autor Ricardo Lotif. Ao todo o fisioterapeuta já recebeu mais de trinta premiações e reconhecimentos por sua atuação em na área profissional e em causas sociais. Como gestor já passou por diversos lugares, incluindo conselhos e associações.

Aos poucos o projeto, feito por “seis mãos”, como ele mesmo fala, pois contou com o trabalho da jornalista Cláudia Leite e do fotógrafo Jelbes Lima, foi crescendo, as entrevistas foram acontecendo e o livro foi tomando forma diante da história do homem que é pai, filho, marido, amigo, neto, esportista, professor, presidente de conselho e um incansável aprendiz da vida. “Estou muito feliz por poder compartilhar essa história com as pessoas, tenho muito orgulho de todo o trabalho árduo para chegar até aqui e dou graças a vida e a Deus, afinal, o universo conspira a favor de quem não conspira contra ninguém“, comemora.

Serviço:

Lançamento do livro ‘Trajetória de Ricardo Lotif Araújo, Fé, Gestão e Trabalho’

Data: 28 de junho de 2019

Horário: 19h

Local: Espaço de Art & Cultura O POVO – Endereço: Av. Aguanambi, 282 – Fortaleza-CE

Sobral Gráfica e Editora desenvolve caixa exclusiva para lançamento da Cerveja Legítima do Ceará

A Sobral Gráfica e Editora desenvolve mais um produto exclusivo, em parceria com a Agência Bando. A novidade da vez foi a caixa usada para o lançamento da Cerveja Legítima do Ceará, da Cervejaria Ambev, que escolheu uma gráfica genuinamente cearense para produzir a embalagem do seu mais novo produto, que tem a cara do estado (feita com mandioca cultivada no Sul do Ceará e com fabricação, envase e distribuição locais).

Na fabricação da caixa, foi necessária a junção de vários substratos, incluindo um tipo de tecido que foi acoplado ao papel cartão, para formar o “berço” do produto. O grande diferencial da caixa é o acabamento, que foi feito de forma artesanal, em capa dura, com revestimento de papel impresso e laminado, deixando a caixa totalmente personalizada e em sintonia com o produto apresentado ao mercado.

A cerveja Legítima foi lançada neste mês de junho, como uma bebida que traduz toda a personalidade do povo do Ceará. A Ambev faz questão de reforçar que a Legítima, como o próprio nome diz, é inspirada na legitimidade do cearense em reafirmar sua verdade, identidade, valores culturais, tradições e costumes.

Alessandro Belchior Imóveis lança empreendimento Pátio Beira Rio

Com  obras iniciadas em março desse ano e entrega prevista para daqui a 9 meses, a Alessandro Belchior Imóveis lança o empreendimento Pátio Beira Rio, localizado na Av. Rogaciano Leite, 2080.

A imobiliária é a responsável pelo desenvolvimento, locação e administração, com espaços que variam de 78m2 a 2.300mpara locação. Marcas de peso já estão confirmadas, tendo à frente o Pinheiro Supermercado, além de academia, farmácia, clínica popular, instituição de ensino, call center, açaí, hamburgueria, home center. 

Perfil do empreendimento – Pátio Beira Rio

Mais de 200 vagas de estacionamento

Terreno com 7.404m2 de área

Área total Construída: 10.268,84m2 

Nascente

3 Frentes

ABL: 1.680,91m2 (supermercado) + 3.804m2=5.484,91m2

Sobre a Alessandro Belchior Imóveis

Com 30 anos de experiência, a Alessandro Belchior Imóveis trabalha em toda a cadeia imobiliária nas áreas de comercialização, locação e administração de imóveis. A empresa opera com imóveis de todos os portes, atuando em toda a Grande Fortaleza e em alguns municípios do interior. Como empresa socialmente responsável, a Alessandro Belchior Imóveis criou em 1992 o seu principal projeto social, o Amigos em Ação, que beneficia anualmente instituições filantrópicas com doações de alimentos. A campanha começou como uma atividade de arrecadação de alimentos para serem doados durante o período natalino e expandiu-se alcançando resultados sociais expressivos.

ABRH-CE promove lançamento do CEARÁ RH 2019

Nesta segunda-feira (3), no espaço BS Design, na Aldeota, às 19h, convidados e imprensa participarão de coquetel de lançamento do CEARÁ RH 2019 – Congresso de Gestão de Pessoas e a Expo RH, maior encontro da área de Recursos Humanos e Gestão do N/NE.

Na ocasião, os convidados conhecerão alguns detalhes do congresso, que em 2019 vai para sua sexta edição e acontece dias 5 e 6 de setembro, no Espaço Expansão e Teatro do Shopping Rio Mar Fortaleza, com a previsão de reunir cerca de 1,5 mil congressistas do Ceará e vários estados do país, a realização de 40 palestras com a participação de 52 palestrantes dos mais renomados grupos e empresas do segmento e a expectativa de reunir mais de 5 mil visitantes, que irão visitar a feira com 35 stands.

A realização do congresso é da ABRH-CE (Associação Brasileira de Recursos Humanos secção Ceará) com o apoio da ABRH Brasil e organização da Result Eventos.

O CEARÁ RH 2019 terá como tema central Conecta RH, onde serão discutidos além dos impactos e a relevância da realidade digital na área de recursos humanos nas empresas e entre profissionais do setor, os aspectos voltados para a capacitação de profissionais e estudantes das áreas de recursos humanos e afins; intercâmbio de experiências, promoção da disseminação das boas práticas em gestão de pessoas, networking, ênfase da postura legal, a ética, a excelência nas ações e a valorização do ser humano.

Serviço:

Lançamento do CEARÁ RH 2019 – Congresso de Gestão de Pessoas & Expor RH

Data: segunda-feira (3)

Local: BS Design, Avenida Desembargador Moreira, 1300, Aldeota, Fortaleza

Horário: 19h

Evento fechado para convidados e Imprensa

BioSeiva lança linha de tratamento capilar com Açaí e Murumuru

Os principais ativos Óleo de Açaí e Manteiga de Murumuru são responsáveis pela hidratação intensa, umectação e alinhamento dos fios

Tendo como principais ingredientes o Óleo de Açaí, Manteiga de Murumuru e Pantenol, ativos de alta performance e interação com os fios, a nova linha capilar da BioSeiva, ‘Açaí e Murumuru’ promete atender a todos os tipos de cabelo. Os produtos atuam tratando de forma multifuncional, proporcionando intensa hidratação e reposição de lipídios, um dos principais componentes do fio. Seus ativos penetram profundamente na fibra capilar e alinham as cutículas, o que automaticamente devolve a elasticidade e forma natural.

A linha é composta por shampoo, condicionador, máscara de tratamento e creme para pentear. Ela passa a integrar a completa lista de produtos para cuidados com o cabelo, da BioSeiva e já participa do seu novo catálogo.

Os ativos

Conheça mais a ação de cada componente da fórmula da Linha Capilar Açaí e Murumuru.

Óleo de Açaí

O líquido extraído do fruto de origem amazônica, favorece a o aumento de retenção das moléculas de água, colaborando para uma melhor hidratação. Também possui ácidos graxos essenciais, além de ser antioxidante.

Manteiga de Murumuru

O Murumuru é de origem amazônica e reconhecido pela função de controle do volume e combate ao frizz e hidratação.. A versão manteiga tem suas amêndoas prensadas e secas, o que justifica o sucesso, no caso das madeixas, é a promessa de domar os fios e controlar o excesso de volume.

Pantenol

Álcool precursor da vitamina B5, sendo conhecido também de pró-vitamina B5. É um ingrediente com poderosa ação hidratante. Possui ácido pantotênico, vitamina muito importante para a saúde da pele, unhas e cabelos.

Para os cabelos possui ação regeneradora, fortalece a raiz e os fios, é responsável pela redução de pontas duplas age melhorando inflamações no couro cabeludo, aumenta o brilho dos fios e favorece a uma textura do cabelo.

Onde encontrar:

Os produtos BioSeiva podem ser encontrados através de revendedoras, localizadas pelos site http://www.bioseiva.com.br/ e também nas lojas Mundo Verde e Sellene Mega Diet.

Sobre a BioSeiva

A BioSeiva é uma indústria cearense de cosméticos, que busca o melhor de ativos naturais e os transforma em produtos para cuidados com o cabelo, corpo, rosto e bem-estar, como sabonetes íntimos, géis de massagem e fitoterápicos.

A empresa se destaca pela produção artesanal de muitos dos extratos utilizados em seus produtos, garantindo alta qualidade e eficiência, fidelizando o consumidor. Todos os produtos são notificados ou registrados na ANVISA. A marca zela pelo meio ambiente, não realiza testes em animais e busca por parceiros com certificação ISO 14001.

Meia Maratona Turística de Fortaleza, Corrida 21K Terra da Luz, anuncia nova edição

A terceira edição da Meia Maratona Turística de Fortaleza, a 21K Terra da Luz, já tem data confirmada: o evento acontece no dia 1º de setembro de 2019. A corrida terá três modalidades (7km, 14km e 21km) e, neste ano, homenageia os 180 anos do Dragão do Mar.

O lançamento da Terra da Luz 21k acontece no dia 25 de maio, no Teatro Ceará Show, às, 18h30, em coquetel exclusivo para convidados. Em seguida, às 19h30, haverá uma apresentação especial do espetáculo permanente Ceará Show: o Musical, parceiro promocional do evento. As inscrições poderão ser efetuadas a partir do dia do lançamento, através do site da Nova Letra (https://novaletra.com.br/).

GERALDO AZEVEDO LANÇA ‘SOLO CONTIGO’, EM FORTALEZA

A figura marcante deste cantador, sozinho no palco, vestido como um trovador moderno, empunhando seu eterno companheiro de luta (o violão), tocando e “en-cantando”, remete a um lugar no espaço-tempo no qual a areia da ampulheta não cai, o relógio deixa de marcar as horas e o calendário não faz mais sentido.

É um daqueles raros momentos em que você pede licença e embarca numa viagem ao fundo do coração – algo que poucos artistas podem nos proporcionar de verdade nos dias de hoje.

A força do cancioneiro de Geraldo Azevedo é impressionante – mas não surpreendente para quem o acompanha. O repertório escolhido para as apresentações nas noites dos dias 1 e 2 de junho, no Teatro Via Sul Fortaleza, é apenas uma das possíveis sínteses de uma obra sólida, elaborada em diversas fases de sua vida.

Adequadamente batizado de “Solo Contigo”, este projeto reapresenta alguns dos momentos mais significativos de Geraldo Azevedo, tocados no formato onde a canção nasce e onde tudo começa, no formato voz e violão, o principal eixo na feitura de sua música, elaborada nota por nota, acorde por acorde, melodia por melodia, no decorrer de seus 52 anos de carreira.

Curiosamente (ou não), este é o primeiro registro produzido em vídeo, com foco total apenas neste tipo de show que o mestre faz há décadas – nele estão canções escritas ao lado de seus ilustres parceiros, ao longo dos anos, mas que poderiam ter sido compostas ontem mesmo: atemporais e universais, falam direta e intimamente com cada um de nós.

“A realização deste projeto é algo que faltava à minha obra”, confessou Geraldo a este que vos fala. E não é de hoje – muito pelo contrário – que produtores, músicos, cantores e compositores são categóricos em reiterar que uma das melhores formas de você compreender e sentir a essência de uma canção é ouvi-la em seu estágio básico, na voz e no violão somente. “É onde ela se revela plenamente”, afirmam.

A apresentação começa com uma releitura de “Príncipe Brilhante”, do álbum “For All Para Todos”, de 1982 – um acerto, sem dúvida – iniciar a comunhão com sua plateia com essa lúdica versão, acompanhada por uma caixinha de música que nos teletransporta aos tempos da infância, onde sonhos e viagens imaginárias habitavam o nosso dia a dia. É um prenúncio do que que virá pela frente.

Na sequência, o cancioneiro azevediano vai tomando conta do Centro Cultural João Nogueira, desfilando clássicos lançados em álbuns que definiram seu perfil artístico e seu sucesso – ali estão “Inclinações Musicais”, “Canta Coração”, “Dia Branco” e “Moça Bonita”, do LP de 1981 “Inclinações Musicais”; “O Princípio do Prazer”, “Chorando e Cantando” e “Dona da Minha Cabeça”, de seu primeiro trabalho independente, produzido com recursos próprios, “De Outra Maneira”, lançado em 1986. Brilham ainda neste setlist, dentre outras canções essenciais de sua obra, a belíssima parceria com Alceu Valença, “Caravana”, lançada na trilha sonora da novela “Gabriela”, em 1975, além de “O Charme das Canções”, gravada em 1984 no LP “Tempo Tempero”, feita com Capinan; “Letras Negras”, do disco “Berekekê” (1991), outra parceria com Fausto Nilo; “Bicho de 7 Cabeças II” (Geraldo Azevedo, Zé Ramalho e Renato Rocha) e, claro, “Táxi Lunar” (Geraldo Azevedo, Zé Ramalho e Alceu Valença), ambas do antológico álbum de 1979, “Bicho de Sete Cabeças”.

Neste mar de canções não poderiam faltar inéditas: o ator e compositor Mário Lago teve sua poesia “O Amor Antigramático” musicada por Geraldo. “A Saudade Me Traz”, de autoria do companheiro de trabalho Sergio Peres, também foi selecionada para o espetáculo. Completam ainda o time de novidades “Pensar em Você”, de Chico César; “Veja (Margarida)”, de Vital Farias; e “Estácio, Eu e Você”, faixa que abre “Pérola Negra”, o clássico álbum de 1973, numa emocionada homenagem que Geraldo Azevedo presta à Luiz Melodia.

Porém, tão importante quanto este cancioneiro, é a presença calorosa, muito à vontade, deste cantador, nascido às margens do majestoso Rio São Francisco, no enorme palco carioca. Ele se apresenta como se estivesse nos recebendo na sala de sua casa, com toda a hospitalidade típica do nordestino, onde sempre canta para amigas e amigos. E aqui cabe a pergunta: o palco é a sua casa? Ou a casa é seu palco?

“Solo Contigo” vem se somar a outros importantes registros ao vivo em voz e violão em sua discografia: os CDs “A Luz do Solo” (1985) e “Ao Vivo Comigo” (1994). A produção musical e gravação de áudio ficaram por conta de outro grande parceiro de longa data: o guitarrista e produtor Robertinho de Recife. A direção de fotografia e geral deste DVD, realizada com muita sensibilidade, é de Bernardo Mendonça.

“Solo Contigo” cumpre vários papéis. O principal, talvez, seja o de relembrar (porque nós, brasileiros, somos os campeões do esquecimento) que Geraldo pertence à geração de artesãos da canção popular brasileira, a geração nascida na década de 1940, tão presente nas nossas vidas, que produziu e produz até hoje, a maior parte do que há de mais inspirador, relevante, especial e belo dentro da música brasileira. E Geraldo Azevedo é um destes mestres.

DVD GERALDO AZEVEDO – SOLO CONTIGO

Gravado no Rio de Janeiro, em 06 de setembro de 2018, no Imperator – Centro Cultural João Nogueira

VOZ, VIOLÃO E DIREÇÃO MUSICAL – Geraldo Azevedo

PRODUÇÃO MUSICAL, GRAVAÇÃO E DIREÇÃO DE ÁUDIO – Robertinho de Recife

DIREÇÃO E DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA – Bernardo Mendonça

DIREÇÃO DE PRODUÇÃO – Emília Veras e Gabriela Azevedo

FAIXAS DO DVD

  1. Príncipe Brilhante (Geraldo Azevedo / Carlos Fernando)
  2. Inclinações Musicais (Geraldo Azevedo / Renato Rocha)
  3. O Amor Antigramático (Mário Lago / Geraldo Azevedo)
  4. Estácio, Eu e Você (Luiz Melodia)
  5. A Saudade Me Traz (Sergio Peres)
  6. O Charme das Canções (Geraldo Azevedo / Capinan)
  7. O Princípio do Prazer (Geraldo Azevedo)
  8. Letras Negras (Geraldo Azevedo / Fausto Nilo)
  9. Canta Coração (Geraldo Azevedo / Carlos Fernando)
  10. Veja (Margarida) (Vital Farias)
  11. Tanto Querer (Geraldo Azevedo / Nando Cordel)
  12. Pensar em Você (Chico César)
  13. Caravana (Geraldo Azevedo / Alceu Valença)
  14. Chorando e Cantando (Geraldo Azevedo / Fausto Nilo)
  15. Parceiro das Delícias (Geraldo Azevedo / Capinan)
  16. Talvez Seja Real (Geraldo Azevedo / Fausto Nilo)
  17. Estrela Guia (Geraldo Azevedo / Carlos Fernando)
  18. Você Se Lembra (Geraldo Azevedo / Fausto Nilo / Pippo Spera)
  19. Bicho de 7 Cabeças II (Geraldo Azevedo / Zé Ramalho / Renato Rocha)
  20. Dona da Minha Cabeça (Geraldo Azevedo / Fausto Nilo)
  21. Dia Branco (Geraldo Azevedo / Renato Rocha)
  22. Moça Bonita / Sabor Colorido (Geraldo Azevedo / Capinan)
  23. Táxi Lunar (Geraldo Azevedo / Zé Ramalho / Alceu Valença)

FAIXAS DO CD

  1. Inclinações Musicais (Geraldo Azevedo / Renato Rocha)
  2. O Amor Antigramático (Mário Lago / Geraldo Azevedo)
  3. Estácio, Eu e Você (Luiz Melodia)
  4. A Saudade Me Traz (Sergio Peres)
  5. O Charme das Canções (Geraldo Azevedo / Capinan)
  6. O Princípio do Prazer (Geraldo Azevedo)
  7. Letras Negras (Geraldo Azevedo / Fausto Nilo)
  8. Veja (Margarida) (Vital Farias)
  9. Você Se Lembra (Geraldo Azevedo / Fausto Nilo / Pippo Spera)
  10. Pensar em Você (Chico César)
  11. Caravana (Geraldo Azevedo / Alceu Valença)
  12. Dona da Minha Cabeça (Geraldo Azevedo / Fausto Nilo)
  13. Moça Bonita / Sabor Colorido (Geraldo Azevedo / Capinan)
  14. Táxi Lunar (Geraldo Azevedo / Zé Ramalho / Alceu Valença)

TURNÊ DE LANÇAMENTO

SHOW EM FORTALEZA

Serviço:

Show: GERALDO AZEVEDO TUNÊ ‘SOLO CONTIGO’

Data: 01 E 02 DE JUNHO

SÁBADO às 21h e DOMINGO às 20h

Local: Teatro Via Sul Fortaleza

Vendas:

Bilheteria do Teatro Via Sul

Avenida Washington Soares, 4335

(85) 3099.1290

Online: www.ingressorapido.com.br

Valores:

Mezanino: meia R$ 55,00 e inteira R$ 110,00

Plateia alta: meia R$ 60,00 e inteira R$ 120,00

Plateia Baixa: meia R$ 70,00 e inteira R$ 140,00



➢ Ouça aqui o CD ‘Solo Contigo’ com 14 faixas

➢ Assista aqui ao vídeo release com entrevista feita por Charles Gavin

➢ Assista aqui ao clipe da faixa “A Saudade Me Traz”



Filme “Blood Money 2: A Verdade da Escolha” será lançado em Fortaleza, nesta quinta (2), e traz de volta o debate sobre o direito à vida e contra o aborto

 

O documentário “Blood Money 2: A Verdade da Escolha”, uma produção da Estação Luz Filmes, será lançado em Fortaleza na quinta-feira (2/5), às 19h30, no Auditório Vereador Ademar Arruda da Câmara Municipal de Fortaleza. Com apoio do Movimento pela Vida e Não-Violência (Movida), o filme “Blood Money 2” tem direção do norte-americano David Kyle e do brasileiro Lucas Dantas, e dá sequência a uma série de filmes com a temática de defesa do direito à vida e lançado anos anteriores, como “Flores de Marcela”, “Eu, Vitória”, “Doonby” e o primeiro filme “Blood Money – Aborto Legalizado”.

O filme “A Verdade da Escolha” traz uma série de entrevistas e depoimentos de especialistas na área jurídica, médica e política, bem como o relato de famílias que, mesmo diante do diagnóstico de microcefalia em decorrência da infecção pelo vírus Zika durante o período de gravidez, decidiram defender a vida de seus filhos. O roteiro passeia também por diversas ações dos movimentos pró-vida em todo o país, mostrando caminhadas e atos em defesa da vida, e apresenta o belo e relevante trabalho feito por casas de acolhimento que, além da vida do bebê, se propõem também a olhar pela mãe e valorizar a vida da mulher. Segundo o diretor Lucas Dantas, “a intenção e o foco do filme neste momento histórico é clarear para a sociedade brasileira que existe uma escolha positiva acerca da vida”.

O lançamento do filme reacende as discussões a respeito da valorização da vida, em um momento onde o discurso e ações que favorecem o aborto no país tentam ganhar espaço, especialmente por conta da iminente votação da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 5581, marcada para o dia 22 de maio de 2019, pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e que poderá ampliar a despenalização do aborto para grávidas cujos bebês apresentam diagnóstico de microcefalia em decorrência da infecção pelo vírus Zika.

O filme foi lançado no último dia 25 de abril, em Brasília (DF), no Senado Federal, e será apresentado simultaneamente nesta quinta-feira, dia 2 de maio, em Aracaju (SE), e em um evento no dia 7 de maio, em São Paulo (SP). “Blood Money 2” estará disponível em home-vídeo e para visualização na plataforma YouTube. O filme em DVD terá também distribuição ampla e gratuita durante eventos públicos sobre a defesa da vida e contra o aborto a serem promovidos em todo o país. As ações vêm reforçar o movimento em defesa da vida no Brasil, que já conseguiu uma grande vitória no Senado Federal através de um requerimento do Senador eleito pelo Ceará, Luís Eduardo Girão, que resultou no desarquivamento do Projeto de Emenda Constitucional (PEC) nº 29/2015, a chamada “PEC da Vida”, cuja finalidade é a “explicitação inequívoca da inviolabilidade do direito à vida, desde a concepção”.

Mas o ano de 2019 sinaliza muitos desafios para o movimento pró-vida. Segundo Fernando Lobo, membro do Movida, “teremos um dos anos mais difíceis do movimento, principalmente por este ativismo judicial do STF que insiste em legislar e só a mobilização de todo o movimento pró-vida poderá conter essas ações”.

 

Serviço

Lançamento do Filme “Blood Money 2: A Verdade da Escolha” em Fortaleza (CE)

Data: 2 de maio (quinta-feira)

Horário: 19h30

Local: Câmara Municipal de Fortaleza (R. Dr. Thompson Bulcão, 830 – Patriolino Ribeiro)

Livro “A Formação do Analista – um sintoma da psicanálise” será lançado no próximo dia 02 de maio

 

 

O tema formação do psicanalista já foi amplamente debatido por autores no Brasil e no exterior com importantes trabalhos publicados, entretanto a temática está longe de ser esgotada. A problemática virou objeto do livro “A Formação do Analista – um sintoma da psicanálise”, escrito por Mônica Portugal e publicado pela Editora Escuta. O livro é fruto de pesquisa acadêmica do mestrado junto à Universidade Federal do Ceará (UFC). A obra vai ser lançada no próximo dia 02 de maio, na livraria Cultura, a partir das 19h.

A autora busca mostrar que a formação do analista é sintoma da própria psicanálise. O trabalho busca responder a que vem a psicanálise. Seria um meio terapêutico que possa aplacar a ira contra o mal-estar na cultura? Ou ela vem em busca de estabelecer para o sujeito a verdade de sua inexorável divisão? Caso a formação do analista siga o ritmo de uma profissão como outra qualquer, atendendo aos anseios e ao ritmo do mercado, a única resposta possível dirá respeito ao apequenamento da psicanálise, uma vez que esta estaria circunscrita a uma terapêutica.

“O livro mostra uma inquietação acerca do avanço de instituições ditas de psicanálise na grande rede com apelos para formar profissionais psicanalistas, os quais estão completamente afastados dos princípios e fundamentos que regem o ofício da psicanálise. Defendo que é necessário que se tenha uma profissão qualquer antes de se ocupar o lugar de analista, pois um analista é um efeito que só funciona no dispositivo analítico”, explica Mônica Portugal.

A obra é dividida em três partes. Na primeira, “A formação do analista”, há uma digressão acerca dos conflitos que rondam as experiências de Freud e Lacan relacionadas ao tema, situando a discussão em torno da verdade do sintoma. A segunda trata do conceito dos discursos em Lacan, cotejados às profissões que Freud asseverou como impossíveis: analisar, educar e governar, sabendo que essas três alicerçam a formação do analista, ou seja, uma análise, a apreensão teórica e a supervisão ou controle clínico.

Na última parte, a autora interroga sobre a inconsistência da formação de um “profissional” psicanalista, a partir da posição do discurso do capitalista. Neste ponto, as categorias tempo e dinheiro surgem como denominadores no processo, com a entrada de Marx, o qual assevera que o dinheiro confraterniza com as impossibilidades.

 

Sobre Mônica Portugal

Mônica Maria de Andrade Torres Portugal (58) nasceu em Fortaleza (CE). Formação em Ciências Econômicas; pós-graduada pela Fundação Getúlio Vargas em Gestão Financeira e Empresarial. Exerceu por mais de 25 anos o cargo de Auditora Fiscal da Receita Federal do Brasil, atualmente aposentada, e há 14 anos trilha o caminho da formação do analista.

A autora publicou o artigo ” Psicanálise: de uma necessária weltanschauung científica à impossibilidade de acomodação no âmbito da ciência”, no livro Filosofia da Ciência e Formação Humana (CHAGAS. E. e outros, Curitiba, Editora CRV, 2016), além de publicação e apresentação de escritos em diversos fóruns de psicanálise no Brasil. Foi membro fundadora da instituição Invenção Freudiana em Fortaleza e atualmente é membro do Espaço Moebius, em Salvador.

Mary Drive, aplicativo de mobilidade urbana exclusivo para mulheres será lançado em Fortaleza

 

A Mary Drive, aplicativo de mobilidade urbana exclusivo para mulheres chega a Fortaleza. A startup, acelerada pelo Centro de Inovação Overdrives, do Grupo Ser Educacional, será lançada no próximo dia 30 de abril na UNINASSAU Fortaleza, sponsor da iniciativa. O evento ocorre às 19h, no auditório da sede Doroteias, na capital cearense. Hoje, o aplicativo já conta com mais de 5 mil motoristas cadastradas e mais de 25 mil passageiras nas cidades de Recife, Salvador, Campina Grande e São Luís.

O aplicativo foi desenvolvido para oferecer mais segurança para o público feminino que usufruem desse tipo de serviço. O diferencial é que só podem se cadastrar no app passageiras e motoristas do sexo feminino. Como vantagens, o aplicativo não conta com tarifa dinâmica, e os preços são fixos em todos os horários.

Segundo o sócio da Mary Drive, Hodger Germano, a startup surgiu para dar mais tranquilidade e segurança não somente para a passageira, mas também para a motorista, pois uma mulher ao lado de outra, se sente segura e a viagem se torna mais agradável. “Nossa equipe faz todo o monitoramento de cadastros, com rigorosidade em toda nossa área de validação. O bem-estar da usuária do nosso aplicativo é o nosso maior patrimônio”, afirma.

 

Serviço

Lançamento Mary Drive

Data: 30 de abril

Horário: 19h

Local: Auditório da UNINASSAU Fortaleza – Av. Aguanambi, 251

Modelo Plus Size internacional Fluvia Lacerda lança livro nesta terça-feira (23) na loja KN Sou Plus durante FMF

 

A modelo plus size internacional, Fluvia Lacerda, lançará, nesta terça (23), às 15h, na loja KN Sou Plus o seu livro “Gorda não é palavrão”. O público poderá participar de uma tarde de autógrafos no interior da loja durante o Festival da Moda de Fortaleza (FMF), um dos maiores eventos de moda do país que acontece até o dia 24 de abril no Maraponga Mart Moda.

Nascida no Rio de Janeiro, Fluvia lacerda é considerada a “Gisele Bündchen do plus size”. Fluvia trabalha como modelo desde 2003, quando foi descoberta por uma produtora de moda enquanto andava em um ônibus em Nova Iorque, onde morou com sua família aos 16 anos.

Única modelo brasileira do segmento plus size, foi estrela de marcas como Mar & Nua, Kmart, Tórrid, Igigi, Fashion Bug, entre outras, sendo capa de revistas como Beautiful e Vogue Itália, além de já ter sido fotografada em países como Espanha, Canadá, Alemanha, Austrália, França, Inglaterra e Jamaica. Em 2011 foi considerada a modelo plus size do ano, durante a Full Figured Fashion Week, evento idealizado em 2008 por Gewn DeVoe, e realizado no Metropolitan, em Nova Iorque, e, atualmente, integra o cast da Ford Models.

MRV investiu R$230 milhões em urbanização por todo país

 
O fechamento dos investimentos em urbanização de 2018 da MRV Engenharia apontou mais um avanço em relação a períodos anuais anteriores. A construtora, maior da América Latina, investiu mais de R$ 230 milhões nas mais de 150 cidades onde possui atuação. Os valores destinados a melhoria de infraestrutura pela construtora extrapolam os muros dos empreendimentos e são destinados para investimentos nas cidades como revitalizações de parques e praças e bens públicos em geral.

O conceito dos lançamentos da MRV engloba, além dos condomínios, toda uma infraestrutura de entorno como pavimentação asfáltica, arborização, ciclovias, parques lineares para caminhadas e, em casos de parcerias com o poder público, a instalação de postos de saúde e policiamento, creches, dentre outros.

No Ceará, o investimento foi de R$ 4,7 milhões. Em Fortaleza, destacam-se as obras no entorno do empreendimento Forte Bittencourt, localizado no bairro Passaré. O local recebeu mais de R$ 500 mil de investimento da construtora, que inclui a revitalização do calçadão da Av. Palestina e das praças do entorno, pintura de novas guias, paisagismo, iluminação, revitalização do sistema viário e melhoria na rede de drenagem. “Tivemos um retorno muito positivo de vizinhos e moradores da região. Tendo em vista que a área se tratava de um terreno abandonado, aberto a práticas ilícitas”, afirma o gestor executivo de obras da construtora, Leonardo Pacheco.

Para o presidente da MRV, Rafael Menin, os valores investidos em urbanização reforçam o caráter sustentável do produto da construtora e o diferencia ao beneficiar não apenas seu cliente. “Nosso investimento em obras que podemos considerar públicas vem aumentando progressivamente e nos últimos quatro anos já somamos R$ 770 milhões por todo o Brasil. É nosso dever construir e impactar positivamente a vizinhança e toda a comunidade. É o que estamos buscando com este investimento”, explicou.

 

Sobre a MRV

Fundada em outubro de 1979, em Belo Horizonte, a MRV Engenharia é a maior construtora residencial da América Latina e líder nacional no mercado de imóveis econômicos. Presente em mais de 150 cidades de 22 Estados e no Distrito Federal, a companhia tem como compromisso contribuir para o desenvolvimento e transformação social investindo nas comunidades onde atua, melhorando a qualidade de vida de seus habitantes. Somente nos últimos quatro anos, investiu mais de R$ 700 milhões em obras de infraestrutura, com a construção de parques, praças, escolas, creches, Unidades Básicas de Saúde, Estações de Tratamento de Esgoto, obras viárias, entre outros.

XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará anuncia autores e autoras confirmados(as) e tem como tema “As Cidades e Os Livros”

 

 

“As cidades e os livros” é o grande tema da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, que será realizada em Fortaleza, de 16 a 25 de agosto de 2019, no Centro de Eventos do Ceará. O evento, que teve lançamento nesta quarta-feira, 10, na Casa de Juvenal Galeno, é uma iniciativa do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Secult), em parceria com o Instituto Dragão do Mar e apoio do Ministério da Cidadania, através da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura.

Neste ano, a Bienal estará sob a curadoria da escritora Ana Miranda e dos escritores e professores Inês Cardoso e Carlos Vasconcelos, com a coordenação de Goreth Albuquerque, também coordenadora da política de livro, leitura, literatura e bibliotecas da Secult, que apresentaram, na ocasião, junto ao secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano dos Santos Piúba, as autoras e os autores confirmados para Bienal. Evento estruturante na política cultural do Estado, a Bienal do Livro irá apresentar durante os dez dias de programação atrações literárias e artísticas, englobando palestras, mesas redondas, conferências, oficinas, contações de histórias, lançamentos de livros e outros eventos literários, além de apresentações com artistas de reconhecimento local, nacional e internacional, combinando uma programação diversa e de acesso gratuito.

Além de ser um espaço para fruição artística, a Bienal será um espaço de construção de políticas do livro, leitura, literatura e bibliotecas, criando momentos para ouvir a opinião da sociedade e entidades envolvidas. O acesso ao livro e à leitura também é um pilar da política, expresso na Bienal do Livro, por meio da mobilização das secretarias da educação, estadual e municipais, e com escolas particulares, para que estudantes de todo o Estado participem do evento.

Entre público espontâneo e escolar, a Bienal do Livro registrou, nas duas mais recentes edições, uma média de 55 mil visitantes/dia, que acompanham a programação temática, com atividades para o público infantil, juvenil e adulto. A Bienal também movimenta o mercado, reunindo editores, livreiros, distribuidores e autores independentes, numa grande feira de livros.

“A Bienal Internacional do Livro do Ceará está inserida numa política de cultura, e por sua vez, uma política de livro, leitura e literatura, que chega à sua décima terceira edição. Portanto, ela está consolidada no calendário cultural brasileiro, estando entre as cinco maiores feiras de livro do Brasil. Ela tem como diferencial em relação a outros eventos do mesmo tipo a característica de se associar a uma política de cultura, de conhecimento, de fomento às cadeias criativas e produtivas do livro”, destaca o secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano dos Santos Piúba.

O secretário também ressaltou o alcance do evento no Estado. “Nossa Bienal está entre as cinco maiores feiras do país. E, para além do Centro de Eventos, ela ocorre em praias, parques e praças da região metropolitana e indo da capital para o interior também”, afirmou.

“A Bienal tem que democratizar e levar a compreender o direito à leitura como um direito pleno da democracia”, destacou, por sua vez, Goreth Albuquerque.

 

As Cidades e Os Livros

“A cidade é uma escrita e também uma leitura. Podemos dizer, então, que é um livro”, assim pontua o secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano Piúba, sobre o grande tema da Bienal do Livro.

Estabelecendo conexões amplas e poéticas entre as cidades e os livros, a XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará já destaca em seu lançamento o equipamento histórico no Centro de Fortaleza, a Casa de Juvenal Galeno. Completando 100 anos de história como equipamento cultural, a Casa foi residência do poeta Juvenal Galeno, fundada por ele como instituição em 27 de setembro de 1919. No local, Galeno criou os seus sete filhos e viveu até morrer, aos 95 anos em 1931, deixando a casa aos cuidados de sua filha, a escritora, professora e advogada Henriqueta Galeno.

Nesse amplo conceito, pensamos as cidades como moradia, como cenário de nossos tempos, mas também como formadora de geografias pessoais, subtema da Bienal. Cada um de nós tem suas cidades, aldeias, fazendas, seus lugares de afeto, de memórias. Essa geografia pessoal se expressa fortemente na literatura. É muito citado entre escritores o pensamento de Tolstói: “Se queres ser universal, começa por pintar a tua aldeia”.

A ideia de geografia pessoal é ampla; ela pode ser a aldeia perdida, como o retrato de Itabira que o poeta Carlos Drummond de Andrade tinha em sua parede – “mas como dói”; pode ser o mundo interior de Clarice Lispector, com uma sensação de estrangeira em todos os lugares. Pode ser o território de “Terra Sonâmbula” (1992), do escritor moçambicano Mia Couto, com seus mistérios abissais; pode ser a aldeia que nos povoa a imaginação, preludiada num dos mais belos romances da literatura brasileira, “Lavoura Arcaica” (1975), de Raduan Nassar; ou “A Casa” (1997) construída por Natércia Campos, em que gerações a habitam entre fantasmas. Estes três livros serão as obras homenageadas nesta XIII Bienal do Livro.

Uma imensa variedade de livros reconstrói as cidades, outros tantos discutem e esquadrinham seus sentidos.Vivemos um tempo em que é fundamental perceber as cidades, suas partes e seu todo; compreendê-las, para compreender os homens, as mulheres, as infâncias e o mundo contemporâneo.

 

Os curadores

“A curadora Ana Miranda, junto com a professora, Inês Cardoso, e o professor, Carlos Vasconcelos, estão trabalhando junto com outros curadores dos espaços e ambientes da Bienal, desenvolvendo uma programação muito democrática, diversa e rica para a promoção do livro, leitura e literatura brasileira, mas especialmente também a cearense”, ressalta o secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano dos Santos Piúba.

Ana Miranda Romancista é doutora Honoris Causa pela Universidade Federal do Ceará e nasceu em Fortaleza. É também poetisa, ilustradora de seus próprios livros, e uma das principais ficcionistas brasileiras, com mais de trinta livros publicados. Seu primeiro romance, Boca do Inferno (1989), foi vencedor do prêmio Jabuti de revelação e incluído no cânon dos cem maiores romances em língua portuguesa do século XX, publicado no jornal O Globo (5/9/98);

Recebeu duas vezes o prêmio da Academia Brasileira de Letras (Dias & Dias, 2003; e Musa Praguejadora, 2014); mais duas vezes o Jabuti nas categorias romance (Dias & Dias 2003) e biografia (Xica da Silva, a Cinderela Negra, 2017, segundo lugar); agraciada com o troféu Sereia de Ouro (2008); o prêmio internacional Green Prize of the Americas (pelo romance amazônico Yuxin, 2010); a comenda Ordem do Mérito Cultural, do Governo Brasileiro; a medalha Rachel de Queiroz; a medalha Bibliófilo José Mindlin, dentre outras honrarias.

Carlos Vasconcelos é doutorando em Literatura Comparada na Universidade Federal do Ceará; Mestre em Literatura Comparada pela Universidade Federal do Ceará (2012); Graduado em Letras pela Universidade Estadual do Ceará (1997). Escritor e Produtor Cultural. Professor substituto do curso de Letras na UECE. Professor da Especialização em Escrita Literária, na FBUNI.

Professor de Português/ Redação/Literatura em colégios das redes públicas e privadas e universidades. Publicou: Mundo dos Vivos (contos, 2008), vencedor dos Prêmios Osmundo Pontes de Literatura (2007) e Clóvis Rolim de Contos (2006); Os Dias Roubados (romance, 2012). Coautor em mais de 20 coletâneas literárias. Trabalhou durante dez anos no Sesc (2007-2017), como Redator, Supervisor de Literatura e Gerente de Cultura. Produziu e mediou vários projetos literários, entre eles: “Bazar das Letras” e “Autores em Contexto”, além dos seminários anuais “Revelando a Literatura Cearense”.

Inês Cardoso é graduada em Letras pela Universidade Estadual do Ceará – UECE, com habilitação em Línguas Portuguesa e Inglesa e suas literaturas (1994), mestra em Letras pela Universidade Federal do Ceará – UFC (1998) e doutora em Letras (Língua Espanhola e Literaturas Espanhola e Hispano-Americana) pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Sociais – FFLESH, da Universidade de São Paulo – USP (2010).

É integrante do Núcleo Docente Estruturante (NDE) dos cursos de Licenciatura em Letras Espanhol (presencial) e de Licenciatura em Letras Espanhol Semipresencial, da UFC. Participou como curadora e/ou coordenadora de eventos nacionais e internacionais. Coordenou, em parceria com Cleudene Aragão e Vânia Vasconcelos, o Café Clube de leitura O Povo e coordena o Projeto de Extensão (itinerante) Leituras na Praça. Participou da Bienal Internacional do Livro do Ceará nos anos de 2004, 2006, 2012. Foi ganhadora do III Festival Universitário de Literatura Xerox-Livro Aberto. Publicou, também, Rastros de mentiras e segredos (2017). É autora de ensaios e artigos publicados em jornais, revistas e boletins especializados.

 

Espaços e programação da Bienal

Os eventos literários costumam homenagear escritores, sobretudo nas Bienais. Nesta edição da Bienal do Livro, porém, os livros serão os grandes homenageados. Essa decisão é compatível com o desejo de aprofundar a Bienal na experiência de formação do público leitor. Os livro homenageados são o internacional “Terra Sonâmbula”, de Mia Couto, o nacional “Lavoura Arcaica”, de Raduan Nassar e o cearense “A casa”, de Natércia Campos. A leitura também será protagonista da Bienal, pensando sempre em sua presença durante toda a programação.

A XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará irá promover encontros, para debater a política do livro, leitura, literatura e bibliotecas, como o IX Encontro do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas e o V Encontro de Agentes de Leitura do Ceará. Também estão programados outros encontros diversos propostos pela sociedade civil, como o IV Encontro da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, o Encontro de Mediação de Leituras: Da oralidade ao livro na mão, o Encontro sobre Literatura e Gênero e o Encontro de Blogs e Revistas Literárias.

Atração já conhecida de outras edições, também está programada para acontecer a Bienal Fora da Bienal, atividade que leva ações da Bienal para outros municípios e comunidades, segundo critérios de programas de democratização do acesso ao livro e à leitura em desenvolvimento no Estado no período do evento.

Os espaços temáticos no Centro de Eventos do Ceará são outro destaque. O Café Literário é um espaço de convivência e promoção literária, realização de bate-papo com autores e público e lançamentos de livro. O Espaço Natércia Campos será organizado pela Academia Cearense de Letras, para promoção da Literatura Cearense. O Espaço Cordel reúne cordelistas, repentistas, xilogravuristas e todas as expressões da Cultura do Cordel.

O Espaço Juventude oferece programação para público jovem de qualquer idade, atendendo o pré-adolescente e o jovem adulto, com temáticas específicas. O Espaço Leitura e Infância oferece ampla programação para crianças. O Espaço do Professor é destinado a palestras e lançamentos para o segmento da educação, envolvendo a literatura e o fomento à leitura. Já o Espaço Letra de Mulher dá visibilidade à produção e ao debate sobre a mulher no campo editorial. Por fim, o Espaço de Memória, Patrimônio e Museus irá apresentar os Mestres e Mestras da Cultura do Estado, para fortalecer o campo da literatura oral dentro da Bienal.

A XIII Bienal do Livro também chega com algumas novidades, através da criação de novos espaços temáticos, descritos a seguir.

– Espaço Devaneios: Autores, artistas, músicos e intelectuais motivados pelo tema “As cidades e os livros: uma geografia pessoal” terão um espaço individualizado para livre expressão e para o deleite dos espectadores.

– Espaço Noite Poética: A arte que brota à luz dos postes de rua e na penumbra dos bares será festejada nos palcos da Bienal. Um novo horário, a que chamamos “Corujão”, às dez da noite, vai oportunizar os devaneios e os saraus literários e poéticos.

– Espaço Vez e Voz aos Novos: Espaço privilegiado não apenas para o incentivo à leitura e ao comércio de livros, mas também para apoiar novos escritores, fomentar a literatura local e promover a aproximação entre público e autores cearenses. Autores iniciantes lerão suas obras, em diálogo com escritores experientes, e com agentes literários, debatendo assuntos relativos a autoria, publicação, novas mídias etc. A programação vai oferecer conteúdos que auxiliem na profissionalização e inclusão para um mercado mais amplo.

– Espaço da Cadeia Produtiva: Representantes do mercado editorial, livreiros e autores debaterão sobre a atual situação do livro, no país, considerando a produção do livro, a distribuição, a comercialização, e o papel das políticas públicas.

– Espaço Clubes de Leitura: Um dos mais recentes e interessantes fenômenos no universo literário tem sido a proliferação dos clubes de leitura. Descobrir e redescobrir livros, debater e sugerir leituras, incorporar novidades e reinaugurar clássicos é o que promovem esses grupos que já consolidaram seu papel nos mais variados recantos da cidade ‒ livrarias, bibliotecas, escolas, universidades, residências, praças ‒ e entre todas as faixas etárias. Os clubes de leitura fortalecem o hábito do livro na mão, aquecem o mercado e colaboram significativamente para a circulação de mais títulos e autores.

– Espaço Livro Técnico: Espaço destinado à divulgação e ao debate de títulos e autores voltados para áreas específicas do conhecimento, tais como arte, engenharia, direito, administração, psicologia, agronomia, culinária, moda, design etc.

– Espaço Ponto de Leitura: Espaço reservado à leitura pública dos livros homenageados na Bienal; o internacional “Terra Sonâmbula”, de Mia Couto, o nacional “Lavoura Arcaica”, de Raduan Nassar e o cearense “A casa”, de Natércia Campos. O microfone será franqueado a qualquer visitante que deseje ler trechos de uma das obras.

 

Feira de Livros

A cada edição, a Feira da Bienal Internacional do Livro do Ceará se impõe como um grande evento, trazendo várias editoras e grandes títulos para o Ceará. É um espaço em que a dimensão econômica, ligada à cadeia produtiva do livro, se efetiva por meio da compra e da venda, com o fortalecimento econômico do setor.

Comparando com o ano de estreia, 1994, as estatísticas das mais recentes edições apontam crescimento, seja na movimentação financeira, seja no público visitante ou seja na geração de empregos diretos e indiretos. As comparações estatísticas revelam um crescimento 340% desde a sua primeira edição, 1994. Tais crescimentos confirmam de forma irrefutável a consolidação da feira da Bienal Internacional do Livro do Ceará como um evento de sucesso.

Só no espaço da feira de livros, – sem contar, portanto, com pessoal da produção para programação cultural, recepção e logística –, foram gerados, para os estandes de venda na feira de livros, em média 855 empregos diretos. O número de empregos indiretos corresponde ao triplo dos empregos diretos, logo foram gerados em média 2.500 postos de trabalhos.

 

Nomes confirmados

Voltada para a temática “As Cidades e Os Livros”, a programação contará com um significativo grupo de escritores. Entre os convidados nacionais, destacamos o encontro entre os escritores Raduan Nassar e Frei Betto, que abordarão temas relativos às metrópoles, em cujas entranhas surgem as pequenas aldeias, as vilas, os nichos: “As aldeias em silêncio”. Daniel Munduruku amplia a temática para as portas do universo das minorias étnicas: “As selvas da cidade”. Outros destaques são os poetas Chico Alvim e Nicolas Behr, e o romancista e fotógrafo, João Almino, que trarão, à mesa “Brasília, Céu e Inferno”, a voz dos espaços urbanos do poder. O poeta Marco Lucchesi trará uma visão mais universal dos espaços humanos, à mesa: “As lições do deserto”; Ronaldo Correia de Brito falará sobre a irracionalidade das cidades, à mesa “Os loucos de minha cidade”; enquanto o poeta Eucanaã Ferraz trará o lirismo das geografias pessoais.

O contista mineiro, Luiz Vilela, e o escritor e roteirista Marçal Aquino debaterão num encontro sobre “as aldeias e as metrópoles”. O escritor Antônio Torres e o poeta Inácio Vieira de Melo terão em suas mãos o tema “As cidades de pedra”. O jornalista e escritor Roberto Pompeu de Toledo; a premiada escritora Maria Valéria Rezende; a poeta e cronista Mariana Ianelli; já clássico escritor Márcio Souza, e muitos outros, virão abrilhantar nosso evento, trazendo experiências variadas acerca das geografias interiores e exteriores.

Um dos aspectos mais importantes será o apoio ao escritor local em suas relações com a criação artística, com debates sobre a profissionalização, a divulgação de suas obras, assim como a transmissão de conhecimentos. Para tanto, contaremos com um expressivo número de autores cearenses, da prosa, poesia, e ensaio, como: Diatahy Bezerra de Meneses, Gilmar de Carvalho, Angela Gutiérrez, Tércia Montenegro, Pedro Salgueiro, Jayson Aguiar, Raymundo Netto, Ricardo Kelmer, Marília Lovatel, Majela Colares, Cláudia Leitão, Dimas Carvalho, Ylo Fraga, entre outros. A escritora Socorro Acioli conduzirá atividades que congregam autores inéditos e/ou iniciantes. O Sarau Siará e Os Novos são atividades que reunirão, respectivamente, prosadores e poetas cearenses, consagrados e novéis, que levarão ao palco suas obras. A agente literária, jornalista e editora, Luciana Villas-Bôas virá transmitir aos novos autores a sua experiência na publicação de livros e alguns segredos do mercado editorial.

A programação internacional contará com nomes de autores reconhecidos e de autores em ascendência pelo mundo. Confirmaram presença autores representativos do sentimento de pertença a seus países e geografias pessoais, com pontos de vista críticos que alcançam questões mais globais. O escritor moçambicano, Mia Couto, é um dos convidados internacionais, pela influência no Brasil de sua extraordinária obra, com legiões de leitores fiéis. Também estarão presentes o marroquino Abdellah Taïa e a holandesa Marion Bloem, nascida numa família originária da Indonésia. Já o angolano José Eduardo Agualusa trará a visão de um viajante e da experiência das fronteiras.

Conheça abaixo os mais de 60 nomes com presença confirmada na XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará.

Abdellah Taïa – Escritor e cineasta marroquino

Ana Karla Dubiela – Escritora, professora e jornalista

Angela Gutiérrez – Escritora, professora, ensaísta e poeta

Antônio Torres – Escritor

Batista de Lima – Escritor e professor

Carmélia Aragão – Escritora

Carolina de Campos Melo – Escritora, advogada e professora

Cecília Cunha – Pesquisadora, professora e ensaísta.

Chico Alvim – Poeta e embaixador

Cláudia Leitão – Professora, escritora, pesquisadora e gestora cultural

Cleudene Aragão – Escritora e professora

Conceição Evaristo – Escritora

Daniel Munduruku – Escritor e professor brasileiro, da etnia Munduruku

Deborah Finocchiaro – Atriz, diretora e produtora

Dércio Braúna – Poeta, pesquisador e bancário

Descartes Gadelha – Pintor, desenhista, escultor e músico

Dimas Carvalho – Poeta, contista e professor

Eduardo Agualusa – Escritor angolano

Eduardo Diatahy Bezerra de Menezes – Sociólogo, professor, escritor, ensaísta e poeta

Eucanaã Ferraz – Poeta, professor de Literatura Brasileira

Fausto Nilo – Poeta

Fernanda Coutinho – Escritora e professora

Fernanda Meireles – Escritora e artista

Frei Betto – Frade dominicano e escritor

Gilmar de Carvalho – Escritor, professor e pesquisador

Helena Cardoso – Poeta, contista e médica

Ivan Wolffers – Escritor, médico e professor, nascido na Holanda

Jayson Viana Aguiar – Escritor

Jesus Irajacy – Escritor, professor, médico e empresário

João Almino – Escritor e diplomata brasileiro

Jorge Pieiro – Escritor, professor e produtor cultural

José Inácio Vieira de Melo – Poeta, curador e editor

Lola Aronovich – Poeta, professora e blogueira

Lúcia Santaella – Professora titular do programa de pós-graduação em comunicação e semiótica e doutora em teoria literária pela PUC-SP

Luciana Villas-Bôas – Escritora e jornalista

Luís Vilela – Escritor contista

Mailson Furtado – Escritor, ator, diretor, dramaturgo, produtor cultural e cirurgião-dentista

Majela Colares – Poeta e contista

Marçal Aquino – Jornalista, escritor e roteirista de cinema

Márcio Catunda – Poeta, compositor e diplomata

Marco Lucchesi – Poeta, romancista, ensaísta, professor e tradutor .

Marcos Bagno – Professor, tradutor e escritor

Maria de Lourdes Dias Leite Barbosa – Escritora e professora

Maria Thereza Leite – Escritora e jornalista

Maria Valéria Rezende – Escritora, poeta, ativista, tradutora

Mariana Ianelli – Poeta, ensaísta, cronista e crítica literária

Marília Lovatel – Escritora e professora

Marlui Miranda – Compositora, cantora, regente, instrumentista, professora, e pesquisadora da cultura de etnias brasileiras

Marion Bloem – Escritora, pintora, cineasta

Martine Kunz – Professora de língua e literatura francesas

Mia Couto – Escritor

Nicolas Behr – Poeta e ambientalista

Nina Rizzi – Poeta, historiadora e tradutora

Orlando Araújo – Professor

Pedro Salgueiro – Contista e advogado

Raduan Nassar – Escritor e produtor agrícola

Rafael Sânzio de Azevedo – Professor, poeta, ficcionista, crítico literário e ensaísta

Raymundo Netto – Escritor, designer, quadrinista e produtor cultural

Regina Machado – escritora, contadora de histórias, pesquisadora de tradição oral, professora(USP), criadora e curadora do Boca do Céu(SP)

Ricardo Kelmer – Escritor

Roberto Pompeu de Toledo – Escritor e jornalista

Ronaldo Correia de Brito – Escritor, médico e dramaturgo

Sarah Diva – Professora, Pós Doutora em Literatura Brasileira

Socorro Acioli – Escritora, professora e tradutora

Suene Honorato de Jesus – Professora, Bacharel em Literatura, Mestre em Letras e Linguística, doutora em Teoria e História

Tércia Montenegro – Escritora, fotógrafa, viajante e professora universitária

Tino Freitas – Escritor

Vânia Vasconcelos – Escritora, professora e jornalista

Ylo Fraga – Poeta e psicólogo

Yuri Brunello – Professor

Livro infantil “Esquadrão dos anjos” será lançado no Shopping Iguatemi Fortaleza, no dia 13

 

Uma equipe de anjos é escalada a cada vez que uma criança precisa de uma nova medula óssea para seguir a vida brincando e feliz. A partir do encontro dessa turma com os pequenos que estão à espera do procedimento, muita história e tantas outras emoções se desenvolvem. Tudo isso é contado em Esquadrão dos anjos, primeiro livro infantil brasileiro que aborda o processo de transplante de medula óssea.

Escrito a quatro mãos, pela jornalista Nalu Saad e pelo médico Vanderson Rocha, a obra poderá ser conhecida em Fortaleza, no dia 13 de abril, a partir de 16 horas, em frente ao Magazine Luiza (piso inferior – L1), no Shopping Iguatemi. O livro com ilustrações de Iara Rachid, pela Páginas Editora, custa R$ 50,00. Toda a renda obtida com a venda dos exemplares será revertida para pesquisa e apoio a pacientes transplantados.

O livro trata essa delicada questão de forma lúdica e sensível, tornando menos áspera a temática sobre o cotidiano de quem depende do encontro de uma medula para sobreviver. Ainda mais quando são crianças. Por isso mesmo os autores não hesitaram em recorrer a elas para fazer uma obra que as alcançasse. Pequenos pacientes, como a cearense Lia Roma e a mineira Sara Sarradi, recém-transplantada, colaboraram na composição do livro e dos personagens. Algumas crianças deram entrevistas – até mesmo por vídeo – para aproximar a ficção da realidade de quem está nessa espera.

E não foram só os pequenos que ajudaram a compor essa obra tão intensa, o ator Reynaldo Gianecchini, que já passou por um transplante de medula óssea, assina o prefácio do livro. “Na obra, somos convidados a acompanhar de perto a história dos bravos jovens guerreiros que, cercados de anjos amigos, lutam valentemente pela cura”, escreve o ator.

Além de tocar na importância do transplante de medula óssea para tantas pessoas, os autores também buscam, com Esquadrão dos anjos, ajudar as crianças que terão de passar por esse procedimento, que gera muitos desgastes. Assim, Nalu e Vanderson também contaram com o apoio de uma grande equipe de profissionais – pediatras, nutricionistas, dentistas, psicólogos, enfermeiros –, para mostrar detalhes dos sintomas que se apresentam nos pacientes e do trabalho que esses especialistas fazem a cada novidade que surge. Tudo isso com o auxílio imprescindível de milhões – e muito mais que isso – de anjos zelosos, que não descuidam dos pequenos um minuto sequer. Porque a vida pede fantasia em meio a tanta realidade, certo? E essa mensagem de otimismo, esperança e coragem não pode ficar de fora dessa obra inspiradora para quem está na batalha pela vida.

 

 

Vanderson Rocha

Mineiro, de Belo Horizonte, é formado em Medicina e Hematologia pela UFMG. Mestre e Doutor pela universidade de Paris. Tem cerca de 300 artigos publicados. Na USP, é Professor Titular e chefe do serviço de Hematologia. É coordenador do setor de Transplante de Medula Óssea do Hospital Sírio Libanês e professor na Universidade Oxford, para onde viaja a cada 2 meses. Entre os pacientes, é conhecido como Dr. Anjo. É a primeira vez que escreve um livro infantil.

 

Nalu Saad

Jornalista mineira, pós-graduada em Novas Tecnologias da Informação e em Gestão Estratégica da Comunicação, foi fundadora e editora do caderno de Tecnologia do Jornal Hoje em Dia, colunista por 20 anos em TI e atualmente é coordenadora de Rede na Record Minas. Acumula prêmios nacionais no jornalismo investigativo policial e no jornalismo tecnológico. É coautora do livro Tico vai viajar, para ajudar as crianças a passarem tranquilamente pela perda do primeiro dentinho. É mãe de três filhos, que são a maior inspiração para as histórias que escreve.

 

Sobre o Iguatemi

O Shopping Iguatemi Fortaleza tem 36 anos de existência. Empresa do grupo JCC – Jereissati Centros Comerciais, que também controla shopping centers em Belém (PA) e Campo Grande (MS), o Iguatemi Fortaleza traz números bastante positivos. São mais de 450 lojas e quiosques que reúnem o mais completo mix de compras, lazer, gastronomia e serviços de Fortaleza em mais de 90 mil metros quadrados de área. Em corredores amplos e projetados para o melhor aproveitamento da iluminação natural, fazer um passeio pelo Iguatemi é experimentar conforto, comodidade e aproveitar o que a vida tem de melhor.

 

Serviço

Lançamento do livro Esquadrão dos anjos

Data: 13 de abril, sábado

Horário: 16 horas

Local: em frente ao Magazine Luíza (piso inferior – L1), Shopping Iguatemi Fortaleza

Editora: Páginas Editora

36 páginas

Pointer apresenta novidades da coleção 2019 em Fortaleza

 

 

Assim como na moda, a cerâmica também possui coleções que mudam a cada ano. Como grande lançadora de tendências no setor, a Pointer, marca da Portobello, põe fim à expectativa do mercado e apresenta ‘Morada Brasileira. Stories’, sua coleção 2019, para jornalistas e influencers em café da manhã, na quinta-feira (04), às 9h, no Centro de Distribuição (CD) da Pointer em Fortaleza, na Rodovia Anel Viário, 2000, bairro de Pedras.

A marca realizou workshops com o arquiteto Maurício Arruda e pesquisas com consumidores reais para entender as diversas formas de viver e morar, porque cada pessoa é única e cada casa é única. Assim, pôde entender suas histórias, rotinas e desejos para criar novos materiais, texturas, relevos e cores com seu design democrático.

Assim surgiu Pedras Brasileiras, linha exclusiva criada por Maurício Arruda, que revela o desejo de reinterpretar particularidades da arquitetura brasileira com um olhar contemporâneo. Ela é composta por três produtos: Assis, Jurerê e Parque Lage. O primeiro é inspirado na igreja barroca de São Francisco de Assis, em Ouro Preto, sendo um slate de nuances douradas e textura rústica que aparecem no grande formato Supercerâmico.

Jurerê remete à famosa região de mesmo nome em Florianópolis, cujas pedras escuras da Fortaleza de São José de Ponta Grossa inspiraram os slates de tons mais intensos de cinza e grafite, com relevo rústico. Já Parque Lage interpreta em cerâmica o belíssimo quartzito claro, com tons off white, que Maurício Arruda observou no Parque aos pés do Corcovado, no Rio de Janeiro.

 

Novos produtos, diferentes inspirações

Uma das novidades de ‘Morada Brasileira. Stories.’ é Amazônia, na linha Tropicália, que reúne reproduções de madeiras das florestas brasileiras. O novo produto é o resultado, em cerâmica, de um mix de espécies nativas como mogno, aroeira, angelim e imbuia, evitando assim a derrubada de árvores. Este é um pensamento que norteia a sustentabilidade na Pointer, cuja fábrica é a mais moderna e sustentável para revestimentos cerâmicos do Brasil.

A linha Clássica ganhou a adição do produto Nero Basco, cujo grão fino de cor escura e veios brancos reproduz o mármore originário da região dos Pirineus. O grandíssimo formato do Supercerâmico 80x80cm destaca a elegância desse material, que funciona bem com madeira, concreto e outros materiais.

Quem tem personalidade e busca ousar em projetos que buscam uma atmosfera urbana e mais descolada, a linha C-motion é a sua escolha. Composta pelos produtos C-motion Grey, C-motion Off White e E-motion, é uma proposta ousada que remete à arquitetura industrial e adiciona atitude à decoração. Além dos super formatos 80x80cm, a linha traz a opção do relevo para paredes com o E-motion, que reproduz picos e vales lineares em superfície rústica de concreto.

Morada Brasileira. Stories. Mais design em sua vida. Sua casa pronta para ser compartilhada!

 

SOBRE A PORTOBELLO

A Portobello, líder em revestimentos cerâmicos no Brasil, tem sua fábrica instalada em Tijucas (SC) e produz mais de 30 milhões de metros quadrados anualmente, distribuídos não apenas para o mercado interno, mas também para países dos cinco continentes. Com o design como essência, tem o compromisso de levar ao mercado soluções inovadoras, que transformem ambientes e emocionem pessoas. Seus pilares são compartilhados com suas marcas Pointer, Portobello Shop e Officina Portobello.

 

A primeira, com fábrica instalada em Marechal Deodoro (AL), tem a missão de democratizar o design, com produtos de qualidade e preço acessível; a segunda é a maior rede de varejo do segmento e oferece uma experiência de compra diferenciada, na loja e nos ambientes digitais, para especificação e compra de produtos Portobello; e a terceira, nova aposta da companhia, é a arte da porcelanateria, combina a maestria artesanal com tecnologia de ponta, qualidade e estética, disponibilizando soluções completas aos clientes: desde projetos personalizados, como bancadas e mosaicos, até mobiliários e objetos de decoração.

 

Serviço

Lançamento ‘Morada Brasileira. Stories’ – Pointer

Data: 4 de abril (quinta-feira)

Local: Centro de Distribuição (CD) da Pointer em Fortaleza, na Rodovia Anel Viário, 2000, bairro de Pedras.

Horário: 9h

Informações: Pointer

Tel: 0800 082 2002

Site: www.pointer.com.br