Browsing Tag

lançamento

MRV investiu R$230 milhões em urbanização por todo país

 
O fechamento dos investimentos em urbanização de 2018 da MRV Engenharia apontou mais um avanço em relação a períodos anuais anteriores. A construtora, maior da América Latina, investiu mais de R$ 230 milhões nas mais de 150 cidades onde possui atuação. Os valores destinados a melhoria de infraestrutura pela construtora extrapolam os muros dos empreendimentos e são destinados para investimentos nas cidades como revitalizações de parques e praças e bens públicos em geral.

O conceito dos lançamentos da MRV engloba, além dos condomínios, toda uma infraestrutura de entorno como pavimentação asfáltica, arborização, ciclovias, parques lineares para caminhadas e, em casos de parcerias com o poder público, a instalação de postos de saúde e policiamento, creches, dentre outros.

No Ceará, o investimento foi de R$ 4,7 milhões. Em Fortaleza, destacam-se as obras no entorno do empreendimento Forte Bittencourt, localizado no bairro Passaré. O local recebeu mais de R$ 500 mil de investimento da construtora, que inclui a revitalização do calçadão da Av. Palestina e das praças do entorno, pintura de novas guias, paisagismo, iluminação, revitalização do sistema viário e melhoria na rede de drenagem. “Tivemos um retorno muito positivo de vizinhos e moradores da região. Tendo em vista que a área se tratava de um terreno abandonado, aberto a práticas ilícitas”, afirma o gestor executivo de obras da construtora, Leonardo Pacheco.

Para o presidente da MRV, Rafael Menin, os valores investidos em urbanização reforçam o caráter sustentável do produto da construtora e o diferencia ao beneficiar não apenas seu cliente. “Nosso investimento em obras que podemos considerar públicas vem aumentando progressivamente e nos últimos quatro anos já somamos R$ 770 milhões por todo o Brasil. É nosso dever construir e impactar positivamente a vizinhança e toda a comunidade. É o que estamos buscando com este investimento”, explicou.

 

Sobre a MRV

Fundada em outubro de 1979, em Belo Horizonte, a MRV Engenharia é a maior construtora residencial da América Latina e líder nacional no mercado de imóveis econômicos. Presente em mais de 150 cidades de 22 Estados e no Distrito Federal, a companhia tem como compromisso contribuir para o desenvolvimento e transformação social investindo nas comunidades onde atua, melhorando a qualidade de vida de seus habitantes. Somente nos últimos quatro anos, investiu mais de R$ 700 milhões em obras de infraestrutura, com a construção de parques, praças, escolas, creches, Unidades Básicas de Saúde, Estações de Tratamento de Esgoto, obras viárias, entre outros.

XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará anuncia autores e autoras confirmados(as) e tem como tema “As Cidades e Os Livros”

 

 

“As cidades e os livros” é o grande tema da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará, que será realizada em Fortaleza, de 16 a 25 de agosto de 2019, no Centro de Eventos do Ceará. O evento, que teve lançamento nesta quarta-feira, 10, na Casa de Juvenal Galeno, é uma iniciativa do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura (Secult), em parceria com o Instituto Dragão do Mar e apoio do Ministério da Cidadania, através da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura.

Neste ano, a Bienal estará sob a curadoria da escritora Ana Miranda e dos escritores e professores Inês Cardoso e Carlos Vasconcelos, com a coordenação de Goreth Albuquerque, também coordenadora da política de livro, leitura, literatura e bibliotecas da Secult, que apresentaram, na ocasião, junto ao secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano dos Santos Piúba, as autoras e os autores confirmados para Bienal. Evento estruturante na política cultural do Estado, a Bienal do Livro irá apresentar durante os dez dias de programação atrações literárias e artísticas, englobando palestras, mesas redondas, conferências, oficinas, contações de histórias, lançamentos de livros e outros eventos literários, além de apresentações com artistas de reconhecimento local, nacional e internacional, combinando uma programação diversa e de acesso gratuito.

Além de ser um espaço para fruição artística, a Bienal será um espaço de construção de políticas do livro, leitura, literatura e bibliotecas, criando momentos para ouvir a opinião da sociedade e entidades envolvidas. O acesso ao livro e à leitura também é um pilar da política, expresso na Bienal do Livro, por meio da mobilização das secretarias da educação, estadual e municipais, e com escolas particulares, para que estudantes de todo o Estado participem do evento.

Entre público espontâneo e escolar, a Bienal do Livro registrou, nas duas mais recentes edições, uma média de 55 mil visitantes/dia, que acompanham a programação temática, com atividades para o público infantil, juvenil e adulto. A Bienal também movimenta o mercado, reunindo editores, livreiros, distribuidores e autores independentes, numa grande feira de livros.

“A Bienal Internacional do Livro do Ceará está inserida numa política de cultura, e por sua vez, uma política de livro, leitura e literatura, que chega à sua décima terceira edição. Portanto, ela está consolidada no calendário cultural brasileiro, estando entre as cinco maiores feiras de livro do Brasil. Ela tem como diferencial em relação a outros eventos do mesmo tipo a característica de se associar a uma política de cultura, de conhecimento, de fomento às cadeias criativas e produtivas do livro”, destaca o secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano dos Santos Piúba.

O secretário também ressaltou o alcance do evento no Estado. “Nossa Bienal está entre as cinco maiores feiras do país. E, para além do Centro de Eventos, ela ocorre em praias, parques e praças da região metropolitana e indo da capital para o interior também”, afirmou.

“A Bienal tem que democratizar e levar a compreender o direito à leitura como um direito pleno da democracia”, destacou, por sua vez, Goreth Albuquerque.

 

As Cidades e Os Livros

“A cidade é uma escrita e também uma leitura. Podemos dizer, então, que é um livro”, assim pontua o secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano Piúba, sobre o grande tema da Bienal do Livro.

Estabelecendo conexões amplas e poéticas entre as cidades e os livros, a XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará já destaca em seu lançamento o equipamento histórico no Centro de Fortaleza, a Casa de Juvenal Galeno. Completando 100 anos de história como equipamento cultural, a Casa foi residência do poeta Juvenal Galeno, fundada por ele como instituição em 27 de setembro de 1919. No local, Galeno criou os seus sete filhos e viveu até morrer, aos 95 anos em 1931, deixando a casa aos cuidados de sua filha, a escritora, professora e advogada Henriqueta Galeno.

Nesse amplo conceito, pensamos as cidades como moradia, como cenário de nossos tempos, mas também como formadora de geografias pessoais, subtema da Bienal. Cada um de nós tem suas cidades, aldeias, fazendas, seus lugares de afeto, de memórias. Essa geografia pessoal se expressa fortemente na literatura. É muito citado entre escritores o pensamento de Tolstói: “Se queres ser universal, começa por pintar a tua aldeia”.

A ideia de geografia pessoal é ampla; ela pode ser a aldeia perdida, como o retrato de Itabira que o poeta Carlos Drummond de Andrade tinha em sua parede – “mas como dói”; pode ser o mundo interior de Clarice Lispector, com uma sensação de estrangeira em todos os lugares. Pode ser o território de “Terra Sonâmbula” (1992), do escritor moçambicano Mia Couto, com seus mistérios abissais; pode ser a aldeia que nos povoa a imaginação, preludiada num dos mais belos romances da literatura brasileira, “Lavoura Arcaica” (1975), de Raduan Nassar; ou “A Casa” (1997) construída por Natércia Campos, em que gerações a habitam entre fantasmas. Estes três livros serão as obras homenageadas nesta XIII Bienal do Livro.

Uma imensa variedade de livros reconstrói as cidades, outros tantos discutem e esquadrinham seus sentidos.Vivemos um tempo em que é fundamental perceber as cidades, suas partes e seu todo; compreendê-las, para compreender os homens, as mulheres, as infâncias e o mundo contemporâneo.

 

Os curadores

“A curadora Ana Miranda, junto com a professora, Inês Cardoso, e o professor, Carlos Vasconcelos, estão trabalhando junto com outros curadores dos espaços e ambientes da Bienal, desenvolvendo uma programação muito democrática, diversa e rica para a promoção do livro, leitura e literatura brasileira, mas especialmente também a cearense”, ressalta o secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano dos Santos Piúba.

Ana Miranda Romancista é doutora Honoris Causa pela Universidade Federal do Ceará e nasceu em Fortaleza. É também poetisa, ilustradora de seus próprios livros, e uma das principais ficcionistas brasileiras, com mais de trinta livros publicados. Seu primeiro romance, Boca do Inferno (1989), foi vencedor do prêmio Jabuti de revelação e incluído no cânon dos cem maiores romances em língua portuguesa do século XX, publicado no jornal O Globo (5/9/98);

Recebeu duas vezes o prêmio da Academia Brasileira de Letras (Dias & Dias, 2003; e Musa Praguejadora, 2014); mais duas vezes o Jabuti nas categorias romance (Dias & Dias 2003) e biografia (Xica da Silva, a Cinderela Negra, 2017, segundo lugar); agraciada com o troféu Sereia de Ouro (2008); o prêmio internacional Green Prize of the Americas (pelo romance amazônico Yuxin, 2010); a comenda Ordem do Mérito Cultural, do Governo Brasileiro; a medalha Rachel de Queiroz; a medalha Bibliófilo José Mindlin, dentre outras honrarias.

Carlos Vasconcelos é doutorando em Literatura Comparada na Universidade Federal do Ceará; Mestre em Literatura Comparada pela Universidade Federal do Ceará (2012); Graduado em Letras pela Universidade Estadual do Ceará (1997). Escritor e Produtor Cultural. Professor substituto do curso de Letras na UECE. Professor da Especialização em Escrita Literária, na FBUNI.

Professor de Português/ Redação/Literatura em colégios das redes públicas e privadas e universidades. Publicou: Mundo dos Vivos (contos, 2008), vencedor dos Prêmios Osmundo Pontes de Literatura (2007) e Clóvis Rolim de Contos (2006); Os Dias Roubados (romance, 2012). Coautor em mais de 20 coletâneas literárias. Trabalhou durante dez anos no Sesc (2007-2017), como Redator, Supervisor de Literatura e Gerente de Cultura. Produziu e mediou vários projetos literários, entre eles: “Bazar das Letras” e “Autores em Contexto”, além dos seminários anuais “Revelando a Literatura Cearense”.

Inês Cardoso é graduada em Letras pela Universidade Estadual do Ceará – UECE, com habilitação em Línguas Portuguesa e Inglesa e suas literaturas (1994), mestra em Letras pela Universidade Federal do Ceará – UFC (1998) e doutora em Letras (Língua Espanhola e Literaturas Espanhola e Hispano-Americana) pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Sociais – FFLESH, da Universidade de São Paulo – USP (2010).

É integrante do Núcleo Docente Estruturante (NDE) dos cursos de Licenciatura em Letras Espanhol (presencial) e de Licenciatura em Letras Espanhol Semipresencial, da UFC. Participou como curadora e/ou coordenadora de eventos nacionais e internacionais. Coordenou, em parceria com Cleudene Aragão e Vânia Vasconcelos, o Café Clube de leitura O Povo e coordena o Projeto de Extensão (itinerante) Leituras na Praça. Participou da Bienal Internacional do Livro do Ceará nos anos de 2004, 2006, 2012. Foi ganhadora do III Festival Universitário de Literatura Xerox-Livro Aberto. Publicou, também, Rastros de mentiras e segredos (2017). É autora de ensaios e artigos publicados em jornais, revistas e boletins especializados.

 

Espaços e programação da Bienal

Os eventos literários costumam homenagear escritores, sobretudo nas Bienais. Nesta edição da Bienal do Livro, porém, os livros serão os grandes homenageados. Essa decisão é compatível com o desejo de aprofundar a Bienal na experiência de formação do público leitor. Os livro homenageados são o internacional “Terra Sonâmbula”, de Mia Couto, o nacional “Lavoura Arcaica”, de Raduan Nassar e o cearense “A casa”, de Natércia Campos. A leitura também será protagonista da Bienal, pensando sempre em sua presença durante toda a programação.

A XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará irá promover encontros, para debater a política do livro, leitura, literatura e bibliotecas, como o IX Encontro do Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas e o V Encontro de Agentes de Leitura do Ceará. Também estão programados outros encontros diversos propostos pela sociedade civil, como o IV Encontro da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, o Encontro de Mediação de Leituras: Da oralidade ao livro na mão, o Encontro sobre Literatura e Gênero e o Encontro de Blogs e Revistas Literárias.

Atração já conhecida de outras edições, também está programada para acontecer a Bienal Fora da Bienal, atividade que leva ações da Bienal para outros municípios e comunidades, segundo critérios de programas de democratização do acesso ao livro e à leitura em desenvolvimento no Estado no período do evento.

Os espaços temáticos no Centro de Eventos do Ceará são outro destaque. O Café Literário é um espaço de convivência e promoção literária, realização de bate-papo com autores e público e lançamentos de livro. O Espaço Natércia Campos será organizado pela Academia Cearense de Letras, para promoção da Literatura Cearense. O Espaço Cordel reúne cordelistas, repentistas, xilogravuristas e todas as expressões da Cultura do Cordel.

O Espaço Juventude oferece programação para público jovem de qualquer idade, atendendo o pré-adolescente e o jovem adulto, com temáticas específicas. O Espaço Leitura e Infância oferece ampla programação para crianças. O Espaço do Professor é destinado a palestras e lançamentos para o segmento da educação, envolvendo a literatura e o fomento à leitura. Já o Espaço Letra de Mulher dá visibilidade à produção e ao debate sobre a mulher no campo editorial. Por fim, o Espaço de Memória, Patrimônio e Museus irá apresentar os Mestres e Mestras da Cultura do Estado, para fortalecer o campo da literatura oral dentro da Bienal.

A XIII Bienal do Livro também chega com algumas novidades, através da criação de novos espaços temáticos, descritos a seguir.

– Espaço Devaneios: Autores, artistas, músicos e intelectuais motivados pelo tema “As cidades e os livros: uma geografia pessoal” terão um espaço individualizado para livre expressão e para o deleite dos espectadores.

– Espaço Noite Poética: A arte que brota à luz dos postes de rua e na penumbra dos bares será festejada nos palcos da Bienal. Um novo horário, a que chamamos “Corujão”, às dez da noite, vai oportunizar os devaneios e os saraus literários e poéticos.

– Espaço Vez e Voz aos Novos: Espaço privilegiado não apenas para o incentivo à leitura e ao comércio de livros, mas também para apoiar novos escritores, fomentar a literatura local e promover a aproximação entre público e autores cearenses. Autores iniciantes lerão suas obras, em diálogo com escritores experientes, e com agentes literários, debatendo assuntos relativos a autoria, publicação, novas mídias etc. A programação vai oferecer conteúdos que auxiliem na profissionalização e inclusão para um mercado mais amplo.

– Espaço da Cadeia Produtiva: Representantes do mercado editorial, livreiros e autores debaterão sobre a atual situação do livro, no país, considerando a produção do livro, a distribuição, a comercialização, e o papel das políticas públicas.

– Espaço Clubes de Leitura: Um dos mais recentes e interessantes fenômenos no universo literário tem sido a proliferação dos clubes de leitura. Descobrir e redescobrir livros, debater e sugerir leituras, incorporar novidades e reinaugurar clássicos é o que promovem esses grupos que já consolidaram seu papel nos mais variados recantos da cidade ‒ livrarias, bibliotecas, escolas, universidades, residências, praças ‒ e entre todas as faixas etárias. Os clubes de leitura fortalecem o hábito do livro na mão, aquecem o mercado e colaboram significativamente para a circulação de mais títulos e autores.

– Espaço Livro Técnico: Espaço destinado à divulgação e ao debate de títulos e autores voltados para áreas específicas do conhecimento, tais como arte, engenharia, direito, administração, psicologia, agronomia, culinária, moda, design etc.

– Espaço Ponto de Leitura: Espaço reservado à leitura pública dos livros homenageados na Bienal; o internacional “Terra Sonâmbula”, de Mia Couto, o nacional “Lavoura Arcaica”, de Raduan Nassar e o cearense “A casa”, de Natércia Campos. O microfone será franqueado a qualquer visitante que deseje ler trechos de uma das obras.

 

Feira de Livros

A cada edição, a Feira da Bienal Internacional do Livro do Ceará se impõe como um grande evento, trazendo várias editoras e grandes títulos para o Ceará. É um espaço em que a dimensão econômica, ligada à cadeia produtiva do livro, se efetiva por meio da compra e da venda, com o fortalecimento econômico do setor.

Comparando com o ano de estreia, 1994, as estatísticas das mais recentes edições apontam crescimento, seja na movimentação financeira, seja no público visitante ou seja na geração de empregos diretos e indiretos. As comparações estatísticas revelam um crescimento 340% desde a sua primeira edição, 1994. Tais crescimentos confirmam de forma irrefutável a consolidação da feira da Bienal Internacional do Livro do Ceará como um evento de sucesso.

Só no espaço da feira de livros, – sem contar, portanto, com pessoal da produção para programação cultural, recepção e logística –, foram gerados, para os estandes de venda na feira de livros, em média 855 empregos diretos. O número de empregos indiretos corresponde ao triplo dos empregos diretos, logo foram gerados em média 2.500 postos de trabalhos.

 

Nomes confirmados

Voltada para a temática “As Cidades e Os Livros”, a programação contará com um significativo grupo de escritores. Entre os convidados nacionais, destacamos o encontro entre os escritores Raduan Nassar e Frei Betto, que abordarão temas relativos às metrópoles, em cujas entranhas surgem as pequenas aldeias, as vilas, os nichos: “As aldeias em silêncio”. Daniel Munduruku amplia a temática para as portas do universo das minorias étnicas: “As selvas da cidade”. Outros destaques são os poetas Chico Alvim e Nicolas Behr, e o romancista e fotógrafo, João Almino, que trarão, à mesa “Brasília, Céu e Inferno”, a voz dos espaços urbanos do poder. O poeta Marco Lucchesi trará uma visão mais universal dos espaços humanos, à mesa: “As lições do deserto”; Ronaldo Correia de Brito falará sobre a irracionalidade das cidades, à mesa “Os loucos de minha cidade”; enquanto o poeta Eucanaã Ferraz trará o lirismo das geografias pessoais.

O contista mineiro, Luiz Vilela, e o escritor e roteirista Marçal Aquino debaterão num encontro sobre “as aldeias e as metrópoles”. O escritor Antônio Torres e o poeta Inácio Vieira de Melo terão em suas mãos o tema “As cidades de pedra”. O jornalista e escritor Roberto Pompeu de Toledo; a premiada escritora Maria Valéria Rezende; a poeta e cronista Mariana Ianelli; já clássico escritor Márcio Souza, e muitos outros, virão abrilhantar nosso evento, trazendo experiências variadas acerca das geografias interiores e exteriores.

Um dos aspectos mais importantes será o apoio ao escritor local em suas relações com a criação artística, com debates sobre a profissionalização, a divulgação de suas obras, assim como a transmissão de conhecimentos. Para tanto, contaremos com um expressivo número de autores cearenses, da prosa, poesia, e ensaio, como: Diatahy Bezerra de Meneses, Gilmar de Carvalho, Angela Gutiérrez, Tércia Montenegro, Pedro Salgueiro, Jayson Aguiar, Raymundo Netto, Ricardo Kelmer, Marília Lovatel, Majela Colares, Cláudia Leitão, Dimas Carvalho, Ylo Fraga, entre outros. A escritora Socorro Acioli conduzirá atividades que congregam autores inéditos e/ou iniciantes. O Sarau Siará e Os Novos são atividades que reunirão, respectivamente, prosadores e poetas cearenses, consagrados e novéis, que levarão ao palco suas obras. A agente literária, jornalista e editora, Luciana Villas-Bôas virá transmitir aos novos autores a sua experiência na publicação de livros e alguns segredos do mercado editorial.

A programação internacional contará com nomes de autores reconhecidos e de autores em ascendência pelo mundo. Confirmaram presença autores representativos do sentimento de pertença a seus países e geografias pessoais, com pontos de vista críticos que alcançam questões mais globais. O escritor moçambicano, Mia Couto, é um dos convidados internacionais, pela influência no Brasil de sua extraordinária obra, com legiões de leitores fiéis. Também estarão presentes o marroquino Abdellah Taïa e a holandesa Marion Bloem, nascida numa família originária da Indonésia. Já o angolano José Eduardo Agualusa trará a visão de um viajante e da experiência das fronteiras.

Conheça abaixo os mais de 60 nomes com presença confirmada na XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará.

Abdellah Taïa – Escritor e cineasta marroquino

Ana Karla Dubiela – Escritora, professora e jornalista

Angela Gutiérrez – Escritora, professora, ensaísta e poeta

Antônio Torres – Escritor

Batista de Lima – Escritor e professor

Carmélia Aragão – Escritora

Carolina de Campos Melo – Escritora, advogada e professora

Cecília Cunha – Pesquisadora, professora e ensaísta.

Chico Alvim – Poeta e embaixador

Cláudia Leitão – Professora, escritora, pesquisadora e gestora cultural

Cleudene Aragão – Escritora e professora

Conceição Evaristo – Escritora

Daniel Munduruku – Escritor e professor brasileiro, da etnia Munduruku

Deborah Finocchiaro – Atriz, diretora e produtora

Dércio Braúna – Poeta, pesquisador e bancário

Descartes Gadelha – Pintor, desenhista, escultor e músico

Dimas Carvalho – Poeta, contista e professor

Eduardo Agualusa – Escritor angolano

Eduardo Diatahy Bezerra de Menezes – Sociólogo, professor, escritor, ensaísta e poeta

Eucanaã Ferraz – Poeta, professor de Literatura Brasileira

Fausto Nilo – Poeta

Fernanda Coutinho – Escritora e professora

Fernanda Meireles – Escritora e artista

Frei Betto – Frade dominicano e escritor

Gilmar de Carvalho – Escritor, professor e pesquisador

Helena Cardoso – Poeta, contista e médica

Ivan Wolffers – Escritor, médico e professor, nascido na Holanda

Jayson Viana Aguiar – Escritor

Jesus Irajacy – Escritor, professor, médico e empresário

João Almino – Escritor e diplomata brasileiro

Jorge Pieiro – Escritor, professor e produtor cultural

José Inácio Vieira de Melo – Poeta, curador e editor

Lola Aronovich – Poeta, professora e blogueira

Lúcia Santaella – Professora titular do programa de pós-graduação em comunicação e semiótica e doutora em teoria literária pela PUC-SP

Luciana Villas-Bôas – Escritora e jornalista

Luís Vilela – Escritor contista

Mailson Furtado – Escritor, ator, diretor, dramaturgo, produtor cultural e cirurgião-dentista

Majela Colares – Poeta e contista

Marçal Aquino – Jornalista, escritor e roteirista de cinema

Márcio Catunda – Poeta, compositor e diplomata

Marco Lucchesi – Poeta, romancista, ensaísta, professor e tradutor .

Marcos Bagno – Professor, tradutor e escritor

Maria de Lourdes Dias Leite Barbosa – Escritora e professora

Maria Thereza Leite – Escritora e jornalista

Maria Valéria Rezende – Escritora, poeta, ativista, tradutora

Mariana Ianelli – Poeta, ensaísta, cronista e crítica literária

Marília Lovatel – Escritora e professora

Marlui Miranda – Compositora, cantora, regente, instrumentista, professora, e pesquisadora da cultura de etnias brasileiras

Marion Bloem – Escritora, pintora, cineasta

Martine Kunz – Professora de língua e literatura francesas

Mia Couto – Escritor

Nicolas Behr – Poeta e ambientalista

Nina Rizzi – Poeta, historiadora e tradutora

Orlando Araújo – Professor

Pedro Salgueiro – Contista e advogado

Raduan Nassar – Escritor e produtor agrícola

Rafael Sânzio de Azevedo – Professor, poeta, ficcionista, crítico literário e ensaísta

Raymundo Netto – Escritor, designer, quadrinista e produtor cultural

Regina Machado – escritora, contadora de histórias, pesquisadora de tradição oral, professora(USP), criadora e curadora do Boca do Céu(SP)

Ricardo Kelmer – Escritor

Roberto Pompeu de Toledo – Escritor e jornalista

Ronaldo Correia de Brito – Escritor, médico e dramaturgo

Sarah Diva – Professora, Pós Doutora em Literatura Brasileira

Socorro Acioli – Escritora, professora e tradutora

Suene Honorato de Jesus – Professora, Bacharel em Literatura, Mestre em Letras e Linguística, doutora em Teoria e História

Tércia Montenegro – Escritora, fotógrafa, viajante e professora universitária

Tino Freitas – Escritor

Vânia Vasconcelos – Escritora, professora e jornalista

Ylo Fraga – Poeta e psicólogo

Yuri Brunello – Professor

Livro infantil “Esquadrão dos anjos” será lançado no Shopping Iguatemi Fortaleza, no dia 13

 

Uma equipe de anjos é escalada a cada vez que uma criança precisa de uma nova medula óssea para seguir a vida brincando e feliz. A partir do encontro dessa turma com os pequenos que estão à espera do procedimento, muita história e tantas outras emoções se desenvolvem. Tudo isso é contado em Esquadrão dos anjos, primeiro livro infantil brasileiro que aborda o processo de transplante de medula óssea.

Escrito a quatro mãos, pela jornalista Nalu Saad e pelo médico Vanderson Rocha, a obra poderá ser conhecida em Fortaleza, no dia 13 de abril, a partir de 16 horas, em frente ao Magazine Luiza (piso inferior – L1), no Shopping Iguatemi. O livro com ilustrações de Iara Rachid, pela Páginas Editora, custa R$ 50,00. Toda a renda obtida com a venda dos exemplares será revertida para pesquisa e apoio a pacientes transplantados.

O livro trata essa delicada questão de forma lúdica e sensível, tornando menos áspera a temática sobre o cotidiano de quem depende do encontro de uma medula para sobreviver. Ainda mais quando são crianças. Por isso mesmo os autores não hesitaram em recorrer a elas para fazer uma obra que as alcançasse. Pequenos pacientes, como a cearense Lia Roma e a mineira Sara Sarradi, recém-transplantada, colaboraram na composição do livro e dos personagens. Algumas crianças deram entrevistas – até mesmo por vídeo – para aproximar a ficção da realidade de quem está nessa espera.

E não foram só os pequenos que ajudaram a compor essa obra tão intensa, o ator Reynaldo Gianecchini, que já passou por um transplante de medula óssea, assina o prefácio do livro. “Na obra, somos convidados a acompanhar de perto a história dos bravos jovens guerreiros que, cercados de anjos amigos, lutam valentemente pela cura”, escreve o ator.

Além de tocar na importância do transplante de medula óssea para tantas pessoas, os autores também buscam, com Esquadrão dos anjos, ajudar as crianças que terão de passar por esse procedimento, que gera muitos desgastes. Assim, Nalu e Vanderson também contaram com o apoio de uma grande equipe de profissionais – pediatras, nutricionistas, dentistas, psicólogos, enfermeiros –, para mostrar detalhes dos sintomas que se apresentam nos pacientes e do trabalho que esses especialistas fazem a cada novidade que surge. Tudo isso com o auxílio imprescindível de milhões – e muito mais que isso – de anjos zelosos, que não descuidam dos pequenos um minuto sequer. Porque a vida pede fantasia em meio a tanta realidade, certo? E essa mensagem de otimismo, esperança e coragem não pode ficar de fora dessa obra inspiradora para quem está na batalha pela vida.

 

 

Vanderson Rocha

Mineiro, de Belo Horizonte, é formado em Medicina e Hematologia pela UFMG. Mestre e Doutor pela universidade de Paris. Tem cerca de 300 artigos publicados. Na USP, é Professor Titular e chefe do serviço de Hematologia. É coordenador do setor de Transplante de Medula Óssea do Hospital Sírio Libanês e professor na Universidade Oxford, para onde viaja a cada 2 meses. Entre os pacientes, é conhecido como Dr. Anjo. É a primeira vez que escreve um livro infantil.

 

Nalu Saad

Jornalista mineira, pós-graduada em Novas Tecnologias da Informação e em Gestão Estratégica da Comunicação, foi fundadora e editora do caderno de Tecnologia do Jornal Hoje em Dia, colunista por 20 anos em TI e atualmente é coordenadora de Rede na Record Minas. Acumula prêmios nacionais no jornalismo investigativo policial e no jornalismo tecnológico. É coautora do livro Tico vai viajar, para ajudar as crianças a passarem tranquilamente pela perda do primeiro dentinho. É mãe de três filhos, que são a maior inspiração para as histórias que escreve.

 

Sobre o Iguatemi

O Shopping Iguatemi Fortaleza tem 36 anos de existência. Empresa do grupo JCC – Jereissati Centros Comerciais, que também controla shopping centers em Belém (PA) e Campo Grande (MS), o Iguatemi Fortaleza traz números bastante positivos. São mais de 450 lojas e quiosques que reúnem o mais completo mix de compras, lazer, gastronomia e serviços de Fortaleza em mais de 90 mil metros quadrados de área. Em corredores amplos e projetados para o melhor aproveitamento da iluminação natural, fazer um passeio pelo Iguatemi é experimentar conforto, comodidade e aproveitar o que a vida tem de melhor.

 

Serviço

Lançamento do livro Esquadrão dos anjos

Data: 13 de abril, sábado

Horário: 16 horas

Local: em frente ao Magazine Luíza (piso inferior – L1), Shopping Iguatemi Fortaleza

Editora: Páginas Editora

36 páginas

Pointer apresenta novidades da coleção 2019 em Fortaleza

 

 

Assim como na moda, a cerâmica também possui coleções que mudam a cada ano. Como grande lançadora de tendências no setor, a Pointer, marca da Portobello, põe fim à expectativa do mercado e apresenta ‘Morada Brasileira. Stories’, sua coleção 2019, para jornalistas e influencers em café da manhã, na quinta-feira (04), às 9h, no Centro de Distribuição (CD) da Pointer em Fortaleza, na Rodovia Anel Viário, 2000, bairro de Pedras.

A marca realizou workshops com o arquiteto Maurício Arruda e pesquisas com consumidores reais para entender as diversas formas de viver e morar, porque cada pessoa é única e cada casa é única. Assim, pôde entender suas histórias, rotinas e desejos para criar novos materiais, texturas, relevos e cores com seu design democrático.

Assim surgiu Pedras Brasileiras, linha exclusiva criada por Maurício Arruda, que revela o desejo de reinterpretar particularidades da arquitetura brasileira com um olhar contemporâneo. Ela é composta por três produtos: Assis, Jurerê e Parque Lage. O primeiro é inspirado na igreja barroca de São Francisco de Assis, em Ouro Preto, sendo um slate de nuances douradas e textura rústica que aparecem no grande formato Supercerâmico.

Jurerê remete à famosa região de mesmo nome em Florianópolis, cujas pedras escuras da Fortaleza de São José de Ponta Grossa inspiraram os slates de tons mais intensos de cinza e grafite, com relevo rústico. Já Parque Lage interpreta em cerâmica o belíssimo quartzito claro, com tons off white, que Maurício Arruda observou no Parque aos pés do Corcovado, no Rio de Janeiro.

 

Novos produtos, diferentes inspirações

Uma das novidades de ‘Morada Brasileira. Stories.’ é Amazônia, na linha Tropicália, que reúne reproduções de madeiras das florestas brasileiras. O novo produto é o resultado, em cerâmica, de um mix de espécies nativas como mogno, aroeira, angelim e imbuia, evitando assim a derrubada de árvores. Este é um pensamento que norteia a sustentabilidade na Pointer, cuja fábrica é a mais moderna e sustentável para revestimentos cerâmicos do Brasil.

A linha Clássica ganhou a adição do produto Nero Basco, cujo grão fino de cor escura e veios brancos reproduz o mármore originário da região dos Pirineus. O grandíssimo formato do Supercerâmico 80x80cm destaca a elegância desse material, que funciona bem com madeira, concreto e outros materiais.

Quem tem personalidade e busca ousar em projetos que buscam uma atmosfera urbana e mais descolada, a linha C-motion é a sua escolha. Composta pelos produtos C-motion Grey, C-motion Off White e E-motion, é uma proposta ousada que remete à arquitetura industrial e adiciona atitude à decoração. Além dos super formatos 80x80cm, a linha traz a opção do relevo para paredes com o E-motion, que reproduz picos e vales lineares em superfície rústica de concreto.

Morada Brasileira. Stories. Mais design em sua vida. Sua casa pronta para ser compartilhada!

 

SOBRE A PORTOBELLO

A Portobello, líder em revestimentos cerâmicos no Brasil, tem sua fábrica instalada em Tijucas (SC) e produz mais de 30 milhões de metros quadrados anualmente, distribuídos não apenas para o mercado interno, mas também para países dos cinco continentes. Com o design como essência, tem o compromisso de levar ao mercado soluções inovadoras, que transformem ambientes e emocionem pessoas. Seus pilares são compartilhados com suas marcas Pointer, Portobello Shop e Officina Portobello.

 

A primeira, com fábrica instalada em Marechal Deodoro (AL), tem a missão de democratizar o design, com produtos de qualidade e preço acessível; a segunda é a maior rede de varejo do segmento e oferece uma experiência de compra diferenciada, na loja e nos ambientes digitais, para especificação e compra de produtos Portobello; e a terceira, nova aposta da companhia, é a arte da porcelanateria, combina a maestria artesanal com tecnologia de ponta, qualidade e estética, disponibilizando soluções completas aos clientes: desde projetos personalizados, como bancadas e mosaicos, até mobiliários e objetos de decoração.

 

Serviço

Lançamento ‘Morada Brasileira. Stories’ – Pointer

Data: 4 de abril (quinta-feira)

Local: Centro de Distribuição (CD) da Pointer em Fortaleza, na Rodovia Anel Viário, 2000, bairro de Pedras.

Horário: 9h

Informações: Pointer

Tel: 0800 082 2002

Site: www.pointer.com.br

Livro “O ser humano 10D” mostra que o futuro é de quem faz algo a mais

 

O ser humano nasce filho “D” alguém, se torna cônjuge “D” alguém, pai ou mãe de “D” alguém, colaborador ou empresário “D” alguma empresa. Embora nem sempre aconteça nessa metafórica ordem dimensional, quem poderia dizer que está errada? Esse é o ser humano definido como 4D.

Com a estratégia, o caminho e as histórias reais, Helda Elaine, autora do livro O ser humano 10D, convida o leitor a refletir profundamente sobre as escolhas que facilitam um próspero futuro, tanto nas demandas pessoais como no desafio de solidificar a carreira dos sonhos. Nesse sentido, mostra como sair da zona de conforto do 4D e aumentar as ambições para ser tornar um ser humano 10D.

Para Helda Elaine, o maior desafio da contemporaneidade são os relacionamentos, sejam eles amorosos, profissionais, ou até mesmo como se dá a relação com a crítica e com os desafios impostos pela vida diariamente. É preciso ter força e foco nas soluções para que seja possível alcançar os próprios objetivos. Para ela, problemas existem para serem resolvidos e é preciso que cada um assuma as rédeas da própria história.

Ao alcance das mãos e dos olhos estão as soluções inspiradas pelas pesquisas

da palestrante que sabe fazer “algo a mais”, pavimentadas por fatos e vitórias que, antes de sugerir ao leitor, ela vivenciou e conquistou. Por meio dessas histórias reais, a autora traz ao leitor um conteúdo palpável, com situações fáceis de se identificar e questionamentos comuns àqueles em busca de construir uma vida recheada de bons resultados.

Dentre tantas soluções apresentadas, não há, nas páginas do livro, uma só que não tenha sido testada e aprovada, pela autora ou por diversos empresários que já a contrataram. Abrevie caminhos, poupe dores, invista na leitura e se transforme em um ser humano 10D.

 

Sobre a autora Helda Elaine

Helda Elaine é considerada a mulher mais recontratada do mercado de palestras e conhecida no meio empresarial como a palestrante que entrega “algo a mais”.

É administradora, especialista em Comportamento e Desenvolvimento Humano, Marketing e Comunicação, Mestre em Desenvolvimento Regional e Agronegócio.

Foi comunicadora de rádio em renomadas emissoras. Em seguida, migrou para o corporativo, como gestora de marketing e comunicação. Convidada pelo setor educacional, foi professora universitária e deixou um inesquecível legado de transformação. Em suas palestras, Helda Elaine inspira e fortalece pessoas, conecta razão e emoção, levando o público a enxergar, acreditar, agir e fazer acontecer.

 

Serviço:

O ser humano 10D

Autora: Helda Elaine

Literare Books International – 2ª edição – 184 páginas – 2019 – R$ 34,90

Formato: 14×21 cm

ISBN : 978-85-9455-162-7

Empresário e palestrante, Paulo Neime, lança livro em que conta sua trajetória profissional e de superação nos negócios

 

A trajetória de um garoto que não teve oportunidades de ter um convívio paterno, um porto seguro para desenvolver a convicção de suas tomadas de decisões e passou a tomar essas decisões baseadas em suas experiências, erros e acertos. Essa é a história do empreendedor Paulo Neime que é contada em seu primeiro livro ” Eu sou o que decido ser”. O lançamento da obra na terça-feira (26), a partir das 19 horas, no Riomar Trade Center.

“Eu Sou O Que Decido Ser” fala sobre mindset (atitudes mentais), crenças limitantes, inteligência emocional, coaching, desenvolvimento da capacidade intelectual, mas o que o autor mais deseja é que o leitor mergulhe em cada experiência vivenciada por ele e encontre o seu propósito de vida. Uma linguagem simples e acessível, mas que acima de tudo traz inspiração a quem está lendo.

” No livro quero mostrar que mesmo com todas as dificuldades da vida, é possível você chegar onde você quer usando todas essas ferramentas. Quero inspirar pessoas a também vencerem na vida”, afirma Paulo. Atualmente ele é um dos maiores empreendedores de seu ramo, mas para isso teve que superar crenças e enxergar oportunidades em cada dificuldade sempre sob uma perspectiva positiva. No livro é relatado todos esses fatores e como as adversidades foram superadas.

Paulo por meio de perseverança, foco e determinação, quer demonstrar ao leitor que é possível sonhar, se comprometer e realizar. De menino tímido a grande empreendedor, ele decidiu ser o melhor que poderia ser. No livro há questionários onde o leitor responde perguntas sobre sua própria vida e pode detectar onde está falhando e assim promover sua própria mudança com as dicas presentes na obra.

Além do lançamento, o público que comparecer ao evento também terá a oportunidade de assistir a uma palestra do empresário sobre assuntos que são abordados no livro, entre eles equilíbrio e inteligência emocional, autorresponsabilidade, construção de um propósito e como desenvolver uma mentalidade vencedora.

O livro ” Eu sou o que decido ser” custa 40 reais e será vendido no dia do evento com dedicatória do autor. Além disso, haverá vendas de brindes e ao final será servido um coquetel aos convidados. Mais informações no site www.pauloneime.com.br

 

Sobre o autor

Paulo Neime é, antes de tudo, um visionário. Empresário, palestrante, professor, coach, trainer e corretor de seguros, Paulo é formado em Administração pela Universidade de Fortaleza (UNIFOR), com formação em Corretor de Seguros pela Escola Nacional de Seguros (FUNENSEG). Cursando Gestão Financeira, é também analista comportamental DISC e Analista Comportamental no Método MI3D. Possui formação internacional em PNL (Richard Bandler) e também Formação em PNL Sistêmica. Membro ABRH-BA.
Possui experiência de 25 anos na área comercial com 21 anos dedicados no mercado de seguros, com vários reconhecimentos pela contribuição na indústria securitária. Foi vice-presidente da Associação dos Corretores de Seguros do estado do Ceará. Diretor da Complex Seguros & Beneficios e da Paulo Neime Treinamentos.

 

Serviço

Lançamento do livro ” Eu sou o que decido ser”.

Data: 26/03 (terça-feira)

Horário: 19 horas

Local: Riomar Trade Center. 13 andar.

Inscrições no site www.pauloneime.com.br

Livro de contos produzidos por alunos da escritora Socorro Acioli é lançado nessa sexta

 

 

Dizem que o nome de uma pessoa define quem ela é. Ou quase isso. O nome – ou quase o nome – foi o tema desenvolvido em um dos cursos do Ateliê de Narrativas da renomada escritora e professora de escrita criativa Socorro Acioli. O resultado foram vinte e três contos produzidos por alunos e reunidos agora na coletânea Quase Nome, livro de publicação independente, realizada por meio da editora Labrador. O lançamento será nessa sexta, dia 15 de março, no Porto Dragão, às 19h. Aberta ao público, a programação contará com animação conduzida pelo DJ Estácio Facó.

Quase Nome foi resultado de uma breve oficina de contos e já é o quarto livro oriundo de cursos ministrados por Socorro Acioli. Para a escritora, “o mais importante do lançamento é a celebração da escrita. O processo de escrever é transformador pra todo mundo que passa por ele”.

Em Quase Nome, os autores usaram sua imaginação e talento para explorar histórias por trás de (quase) nomes, descobrindo as pessoas que os carregam e o mais importante: para onde os nomes carregam as pessoas. Seu nome é o recebido na pia, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, é o gravado na sua certidão de nascimento ou o apelido de casa? Aliás, apelido, pseudônimo, codinome nem é nome – é quase um nome. De onde vem o nome? Nome bíblico, de figuras históricas, de trapezista de circo ou a soma do nome da mãe com o do pai? Ou só um nome criado quase que por acidente?

Passeando por essas questões todas, os contos de Quase Nome apresentam propostas de expressiva pluralidade temática, refletindo a heterogeneidade de seus autores: homens e mulheres, de várias idades e profissões diferentes, com trajetórias literárias as mais distintas, desde autores iniciantes a escritores mais experientes, com outros livros já publicados.

Em Quase Nome há toda uma gama de histórias e sensações. Alguma delas certamente fará o leitor refletir sobre seu próprio nome. Ou quase nome.

 

Serviço:
Lançamento da coletânea de contos QUASE NOME
Data: 15/3 (sexta-feira)
Hora: 19h
Local: Porto Dragão – Rua Bóris, 90. Prédio ao lado do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (antigo Sesc Iracema).

Aberto ao público.
Quase nome
Editora: Labrador
Páginas: 141
Preço promocional no lançamento: R$ 30,00
Preço após lançamento: R$ 33,00 (físico) / R$ 9,90 (digital)

Facebook: www.facebook.com/quasenome
Instagram: /www.instagram.com/quasenome

 

AUTORES
Ana May Brasil – Ana Raquel Montenegro – Angela Vasconcelos – Barbie Furtado – Cançado Thomé – Cíntia Sá Macêdo – Clarisse Ilgenfritz – Cupertino Freitas – Dauana Vale – Fátima Gondim – Fran Lemos – Helena Selma Azevedo – Ivna Girão – Ivone Marques – John Unneberg – Maria Helena Coelho – Nagibe Melo – Nazaré Fraga – Ronaldo Queiroz – Socorro M. Magalhães – Stênio Gardel – Tânia Maria Sales – Tibico Brasil

 

SOBRE OS AUTORES E SEUS CONTOS

ANA MAY BRASIL

Apresentamo-lhes Ana May Brasil: licenciada em Física e graduada em Direito, publicou em 2013 “Contos de Antigamente”, pela Editora FB. Seu conto “O dia que virou noite” integrou o “Farol” (Editora Moinhos, 2017), coletânea produzida pelo Ateliê de Narrativas Socorro Acioli. No mesmo ano, teve o conto “Um olhar” selecionado para compor a Coletânea Literária LGBT “Diversidade e Resistência” (Selo Editorial). Em 2018, fez parte dos autores de “Mirabilia: contos de Natal” e foi coautora de “O castiçal, a escrivaninha, a cadeira e o rascunho”, antologia premiada pelo Ministério da Cultura. E se o celebrante trocasse o nome do batizando? Desta vez, a escritora conta a história de “Carloto”.

ANA RAQUEL MONTENEGRO

Conheça Ana Raquel Montenegro: mestre em Linguística pela Universidade Federal do Ceará, servidora pública e autora do conto “Amor de Carnaval”, da coletânea “Farol” (Editora Moinhos, 2017), projeto oriundo de mais uma oficina do Ateliê de Narrativas de Socorro Acioli. E se o significado de um nome revelasse o segredo de um passado? Descubra em 15 de março de onde vem “A falsa aparência das coisas” da vida de Mônica e suas descendentes.

ANGELA VASCONCELOS

Angela Vasconcelos é uma das autoras de “Quase Nome”. Psicóloga e mestre em Psicologia, até o início de 2017 sua experiência com a literatura era apenas do lugar de leitora. Publicou, naquele ano, o conto “Por causa de você”, no livro coletivo “Farol” (Editora Moinhos, 2017), resultado do Ateliê de Narrativas com a escritora Socorro Acioli. Foi premiada pelo Mais Paic (2018) com o juvenil “Encontro com as palavras”. É coautora da coletânea de contos “O castiçal, a escrivaninha, a cadeira e o rascunho”, premiada pelo Ministério da Cultura ano passado. Atualmente, dedica-se à clínica e à docência e tem interesse pela relação entre literatura e psicanálise. O sobra a uma mulher que encarnou na sua vida os nomes que recebeu de homens que amou? Saiba mais com o conto “O que restou de mim”.

BARBIE FURTADO

Barbie Furtado nasceu em Fortaleza, há quase 30 anos, e tem escrito histórias há mais ou menos 25. Formada em Letras Português – Inglês e com mestrado em Linguística pela Universidade Federal do Ceará, trabalha como professora de inglês e tradutora, mas prefere estudar e pesquisar. Teve o conto “A Menina dos Olhos Dourados” publicado na coletânea “Contos de Travessia”, em 2014, e “Loop” na coletânea “Farol”, em 2017. Barbie também teve seu livro “O dia em que o mundo parou” selecionado pelo edital Mais Paic, da Secretaria da Educação do Estado do Ceará, em 2018. Também estudou roteiro na New York Film Academy, em Nova York. Nas horas vagas, adora ver séries, comer bolo de chocolate (ou donuts!), brincar com seus irmãozinhos, criar pratos diferentes na cozinha e fazer a família de cobaia, além de, claro, escrever novas histórias. Em “Forasteira”,

CANÇADO THOMÉ

Escritor, libretista, maratonista, gestor de conflitos, analista de investimentos e burocrata. Cançado Thomé escreveu libretos para ballets como “O Julgamento e Mediadora de Deusas”, participou da Coletânea Literária LGBT “Diversidade e Resistência” (Selo Editorial) e publicou o infantil “Sonho de uma noite de ouriço” pelo Projeto Lições Ilustradas. Mensalmente, publica contos na página Leitura Livre (http://bit.ly/literaturalivre). Um nome pode definir a sua sina? E se um nome inspirado em um herói grego marcasse a vida de um homem, definindo o seu destino, mesmo que homem e herói fossem diferentes em todos os aspectos? Essa é a história de “Fidípides”.

CÍNTIA SÁ MACEDO

Esta é Cíntia Sá Macêdo: casada, mãe da Natalia, Luana e Marina. É dentista, especialista em dentística estética. Sua paixão pelos livros a levou a participar do Ateliê de Narrativas Socorro Acioli na Livraria Cultura e, atualmente cursa a Especialização em Escrita Literária coordenada pela escritora na FBUni. “Epifania” marca a sua estreia como escritora. E se sua esposa fizesse uma promessa de colocar o nome de um santo em seu filho e na hora de registrar, seu marido fosse arrebatado por outra ideia, vinda de um circo?

CLARISSE ILGENFRITZ

Autora das peças “Cromo Somos” e “Retalho, Rebotalho” e do livro infantil “Boi da Cara de Todas as Cores”, Clarisse Ilgenfritz é também coautora de “O castiçal, a escrivaninha, a cadeira e o rascunho”, antologia premiada pelo Ministério da Cultura. A dona desse grande sorriso estudou Engenharia Química mas foi publicitária a vida inteira, como redatora e diretora de criação. Faz conteúdo digital e social media, ainda. Aprecia matemática e crochê. Prefere escrever a ler poesia. Adora repetir palavras, adora. E se o marido traído realizasse sua vingança no cartório, na hora de registrar a filha? Em 15 de março, conheça “Perfídia”.

CUPERTINO FREITAS

Cupertino Freitas é escritor e consultor de TI. Participou da antologia “Farol” e ficou em segundo lugar nacional no VI Prêmio Campos do Jordão de Literatura. Coautor de “O castiçal, a escrivaninha, a cadeira e o rascunho”, teve seu romance de estreia, “Judas no Paiol”, publicado pela Editora Moinhos em 2018. Com contos selecionados em concursos para compor as coletâneas “A face do medo” e “Ecos de Natal”, Cupertino contribui desta vez com “Nome de pobre”. E se um jovem bem-nascido se sentisse estranhamente desconfortável com seu nome bonito e pomposo?

DAUANA VALE

Escritora, psicóloga, mestre e pesquisadora: esta é Dauana Vale. Seu conto “Fio a fio” integrou o livro “Farol” (Editora Moinhos, 2017), resultado do Ateliê de Narrativas com a escritora Socorro Acioli. Foi premiada pelo Mais Paic (2018) com o juvenil “Quinamuiu”. Com outros colegas de “Quase Nome”, é coautora da coletânea de contos “O castiçal, a escrivaninha, a cadeira e o rascunho”. Há cerca de quatro anos se dedica ao estudo da narrativa para crianças e jovens, de onde surgiu seu atual trabalho de incentivo à leitura compartilhada em família: “Entrelinhas”. E se uma jovem resolvesse fugir de casa para casar? “Por água abaixo” conta a história do quase casal Francisneide e Francisnildo.

FÁTIMA GONDIM

Fátima Gondim é uma das autoras de “Quase Nome”. Economista pela Universidade Federal do Ceará e auditora da Receita aposentada, ela atua na Justiça Fiscal e já produziu livro, artigos e capítulos, dentre os quais: “Brasil: A Sociedade Justa e seus Inimigos” (2012), pela Tomo Editorial. E se você encontra alguém que não vê há 43 anos e lhe revela bilhetes guardados que mudaram sua vida? Saiba o que uma caligrafia é capaz de fazer no conto “‘Com amor, Márcia'”.

FRANCISCA LEMOS

HELENA COELHO

Helena Coelho é Graduada em Economia pela Universidade Federal do Ceará (UFC), em Direito pela Universidade de Fortaleza e Técnica em Edificações pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará. Tem Pós-Graduação em Gestão Pública pela Universidade Estadual do Ceará e em Cidadania, Direitos Humanos e Segurança Pública pela UFC. Integrante do Coral das Águas da Companhia de Água e Esgoto do Ceará e partícipe do Ateliê de Narrativas Socorro Acioli. Gosta de bordar com D. Ivone. E se uma pessoa sonha com uma boneca que fez parte da vida de uma criança, sem conhecê-la!? “O nome da boneca” é Susi!

HELENA SELMA AZEVEDO

Economista doméstica com mestrado em Sociologia e Doutorado em Educação. Feminista, comprometida com a Segurança e Soberania Alimentar e Nutricional: esta é Helena Selma Azevedo, professora aposentada da Universidade Federal do Ceará e associada do Centro de Estudos do Trabalho e Assessoria do Trabalhador, onde contribui para o fortalecimento da Agricultura Familiar Agroecológica. Estreia com a publicação do seu primeiro conto, “Niteza”, escrito durante o Ateliê de Narrativas de Socorro Acioli. E se uma moça de 17 anos fosse obrigada a casar-se com um homem muito mais velho e, tempos depois, resolvesse recuperar sua autonomia?

IVNA GIRÃO

Ivna Girão é jornalista e flâneur, com formação também em História pela Universidade Estadual do Ceará. Apreciadora do cotidiano, se apega às narrativas dos dias, gosta de contar as desimportâncias do tempo, escrever aquilo que nem sempre se vê e de escutar a música que toca o invisível na cidade. Fã de coisas miúdas, de poesia e de literatura. Mãe do pequeno Bento e da linda Ana Maria. Trabalha com Jornalismo Cultural, escreve sobre arte e é produtora, curadora. E se “Onze cadeados” lhe trancassem a vida? Esperar trinta e dois anos para encontrar a filha e a liberdade é a sina de Nonata.

IVONE MARQUES

Ivone Marques é assistente social aposentada e artesã de coração. Bordar é sua paixão. Poderia ter nascido uma sereia, pois o mar é colo de mãe. Sua história se confunde com a da própria protagonista. Navego nas ondas e a linha do horizonte é meu espaço dos sonhos, mas, um mergulho não posso dar. Os guias não deixam, pois, posso afundar. “Laçada” nasci e com os laços do amor prendo a vida. Sou uma eterna apaixonada.

JOHN UNNEBERG

Homem de negócios norueguês vai para o Brasil, transforma-se no marido de uma rainha e pai de uma princesa. John Unneberg escreve histórias para fazer as pessoas refletirem e tornar o mundo um lugar melhor. Em seu conto, “Meu nome é João…”, o narrador pondera: sou o filho de pais que não deveriam ter se casado. Eu deveria ter filhos?

NAGIBE MELO

Nagibe Melo é juiz federal, professor e escritor. Tem cinco livros publicados, sendo um de poesia: “O Amor, A Vida e Os Dias”. Mantém o blog literário Poesia aos Poucos (www.nagibejorge.blogspot.com). Escreve mensalmente para o jornal “O Povo”. Em seu conto, “Quando esqueço o teu nome”, questiona: O que é o sexo? O que é o amor? E se para responder a essas perguntas você precisasse lembrar um nome esquecido?

NAZARÉ FRAGA

Enfermeira e professora universitária aposentada com mestrado e doutorado em saúde mental, Nazaré Fraga lida com a convergência de diversos saberes, inclusive das linguagens artísticas. Traduz essa língua com linhas e agulhas no Grupo Iluminuras de Literatura e Bordado. Como escritora, tem um romance em processo de revisão final e diversos contos inéditos. A crônica “Tantos Anos” e a poesia “Voos e recomeços” foram selecionadas pela Associação dos Docentes da Universidade Federal do Ceará-Sindicato para compor sua III Antologia de Poesias e Crônicas. Em “Quase Nome”, “De Filho para Pai” será seu primeiro conto publicado. E se seu antigo namorado lhe aparecesse, depois de décadas, com a novidade de ter mudado de nome recentemente, sendo que hoje ele já tem 70 anos?

RONALDO QUEIROZ

Esse é Ronaldo Queiroz: antropólogo, estudioso do tema indígena, professor. Está em sua primeira publicação literária, cujo projeto é o mundo dos encantos. E se a vereda da vida não findar com a morte? Outro caminho é possível? Descubra com a leitura do conto “Quase Morte”.

SOCORRO M. MAGALHÃES

Socorro M. Magalhães é graduada em Direito e participou do Ateliê de Narrativas Socorro Acioli rumo à sua primeira publicação. Gosta muito de ler e anseia por escrever sobre o cotidiano e as narrativas dos antepassados de seu marido, que falam sobre uma cultura, tradições e a criatividade de povos que viveram em épocas tão diferentes de hoje. Entre histórias contadas, coincidências e adivinhações, levanta muitas questões: e se “Esmeralda” não tivesse conhecido Mundo? E o significado do nome pode mudar o destino de alguém? Como surge o amor?

STÊNIO GARDEL

Conheça Stênio Gardel, servidor público e escritor. Participa das coletâneas “Farol” e “Mirabilia: contos de Natal” com os contos “A marca” e “Santíssima Trindade”. Stênio também é coautor de “O castiçal, a escrivaninha, a cadeira e o rascunho”, antologia cearense premiada pelo Ministério da Cultura. Em “A memória do nome”, cogita: e se um nome contasse a história de como foi esquecido?

TÂNIA MARIA SALES

Tânia Maria Sales é uma das escritoras de “Quase Nome”. Graduada em Economia e Psicologia pela Universidade Federal do Ceará, é psicanalista com formação no Centro de Estudos Freudianos de Recife e instrutora de Yoga. Seu conto “O Pacto” integrou o livro em conjunto “Farol” (Editora Moinhos, 2017). E se uma mulher, após perder todos os seus documentos num assalto traumático, perdesse também a sua identidade psíquica? Acompanhe em 15 de março a trajetória daquela que chamam de “A louca sem nome”.

TIBICO BRASIL

Fotógrafo, roteirista e produtor audiovisual. Assim podemos descrever Tibico Brasil. Diretor dos filmes “Não deu Tempo”, “Canoa Veloz” e “A Luz Salva”. Tibico é também fotógrafo de cena, ensaísta e documentarista. Atuou por 20 anos como técnico e gestor de Comunicação e cultura no Banco do Nordeste, mas atualmente dedica-se a projetos ligados ao meio-ambiente, arte e cultura. O título de seu conto argumenta: “Meu nome não é cemitério”. Mas o autor pergunta: e se seu nome fosse cemitério?

Sodiê Doces lança bolo Kit Kat®

 

Um dos chocolates mais queridinhos no mundo virou bolo. A Sodiê Doces, maior franquia de bolo do país, lançou no dia 1º de Março o bolo Kit Kat®. No cardápio, o sabor corresponde ao número 118 e está na linha dos “Bolos Especiais” da marca.

O novo sabor é feito de massa de chocolate, recheios de creme de Kit Kat, cobertura de mousse de chocolate com raspas de chocolate ao leite e chocolate Kit Kat.

Para dar um break no seu dia, o bolo pode ser encontrado na versão inteiro ou em pedaço em todas as lojas da Sodiê Doces.

 

 

 

Sobre a Sodiê Doces

A Sodiê Doces possui atualmente 300 lojas abertas e está presente em 12 estados do País, mais Distrito Federal: São Paulo, Rio de Janeiro, Alagoas, Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina, Espírito Santo, Goiás, Rio Grande do Norte e Ceará. Compostos por um mix de mais de 90 variedades de sabores, os bolos são elaborados à base de pão de ló, matéria-prima de primeiríssima qualidade e frutas frescas. Capazes de conquistar todos os paladares, eles ainda têm um preço muito acessível. A Sodiê trabalha também com a linha Zero Açúcar.

Em abril de 2017, a marca inaugurou a fábrica de salgados com sede em Boituva. O espaço tem 1,3 mil m2 e capacidade de produzir cerca de 50 mil salgados por dia. Os salgados podem ser encontrados em todas unidades da Sodiê Doces.

 

Serviço:

Av. Barão de Studart, 272 – Meireles / Fone: 3044.3004

Site: www.sodiedoces.com.br

Instagram: @sodiedocesfortaleza

Fanpage: www.facebook.com/sodiedocesoficial

Confira os endereços das lojas no site http://sodiedoces.com.br/

Executive Coach Marília Fiuza lança livro sobre crescimento pessoal em evento promovido pelo IBEF-CE

 

O Instituto Brasileiro de Executivos e Finanças do Ceará (IBEF-CE) realiza, dia 21 de fevereiro, às 20h, na Livraria Cultura, o lançamento do livro “Viver Melhor: Reflexões para o crescimento pessoal”, da Executive Coach Marília Fiuza. A sessão de autógrafos será realizada a partir das 19h. O evento é gratuito e aberto ao público.

O livro aborda reflexões em três categorias: auto conhecimento, espiritualidade e desenvolvimento profissional. “Há três anos eu escrevia para o Jornal Diário do Nordeste, e os artigos traziam reflexões sobre estes temas. Foram compilados os textos e a partir daí o livro se tornou instrumento de reflexão”, explica a autora.

O objetivo da publicação é provocar reflexões que gerem crescimento. “Para mim, crescimento é quando a pessoa encontra formas de viver cada vez melhor, dentro de sua realidade. O livro não tem pretensão de dar dicas de sucesso, ou receita da felicidade, mas compartilhar meu ponto de vista, embasado com o ponto de vista de outros autores”, destaca.

A expectativa do lançamento do livro para o nosso público de finanças está relacionado com o aprendizado contínuo e ao apoio que o IBEF promove junto às boas práticas de gestão. “A ideia é que cada participante do evento possa refletir sobre a proposta do livro e que possa crescer ainda mais em sua área de atuação”, completa Renata Paula Santiago, líder do IBEF-Mulher.

 

Sobre a autora
Marília Fiuza é formada em Administração pela Unifor e trabalha como coach desde 2007. A autora é especializada em serviços de coaching no mundo corporativo. Desenvolve programas individuais para executivos e empresários, programas de time para desenvolvimento de lideranças e programas de coaching para empresas familiares.

 

Serviço:
IBEF-CE realiza lançamento de livro sobre crescimento pessoal da Executive Coach Marília Fiuza.

Data: quinta (21)
Local: Livraria Cultura (Av. Dom Luís, 1010 – Loja 08)
Horário: 19h (sessão de autógrafos) e às 20h (conversa com o público)
*Evento gratuito e aberto ao público

WHINDERSSON NUNES CONVOCA PÚBLICO PARA MISSÃO ESPECIAL EM SEU CANAL E ANUNCIA TURNÊ MUNDIAL

A Placa de Rubi – A Chibatada Final: https://youtu.be/sc4watNE4gI

 

 

Na noite deste domingo (17), Whindersson Nunes lançou em seu canal oficial (/whinderssonnunes), o média metragem A Placa de Rubi – A Chibatada Final, que retrata a saga do artista para atingir sua principal meta: os 50 milhões de inscritos no canal do YouTube. Poucas horas após divulgado, o filme já registrou quase dois milhões de views.
Idealizado pelo youtuber, que assina o roteiro junto ao diretor Chris Tex e produção Non Stop e Tex Filmes, em aproximadamente 40 minutos todos acompanham diversas situações e desafios pelos quais Whindersson já passou e tantos outros que ainda enfrentará até chegar cara a cara com o “poderoso chefão” que está segurando a tão sonhada Placa de Rubi, objeto símbolo que o canal recebe da plataforma ao atingir a marca dos 50 milhões de inscritos.

 

“Tudo isso é uma espécie de campanha para alcançar esse número. Já tinha vontade de fazer um filme para o YouTube mas, por falta de tempo, nunca tinha parado para me dedicar de fato. O foco na Placa de Rubi do YouTube me fez virar noites e dar o máximo de mim para acelerar tudo”, conta Whindersson.

 

O youtuber ironiza ao falar da própria vida, com luxo e alguns tropeços, brinca com supostos “concorrentes” e descobre o poder da luta, com eletrizantes embates contra qualquer obstáculo que aparecer no caminho dos 50 milhões. Tudo, é claro, com o humor característico de Whindersson Nunes, um ingrediente indispensável. Rafael Portugal, Jorge Yoshida e Miguel Nader fazem parte do elenco.

 

O dia do lançamento também marcou o embarque de Whindersson e parte de sua equipe. Nos próximos dois meses, o youtuber rodará quatro continentes em mega turnê mundial com o show Eita, Casei!. Serão mais de 40 apresentações, em 10 países pela Europa, Ásia, Estados Unidos e África.

 

A estreia será em Portugal, com shows nas cidades de Porto e Lisboa. Na sequência faz apresentações na Suíça (Zurich), Irlanda (Dublin) e Inglaterra (Londres e Birmingham). No último dia de fevereiro, Whindersson Nunes presenteia os franceses, com grande espetáculo na “Cidade Luz”. A turnê europeia traz shows na Bélgica (Bruxelas), Holanda (Amsterdam) e Noruega (Oslo).

 

O piauiense também irá se aventurar no Oriente. Os fãs que moram no Japão terão a oportunidade de se divertir com o youtuber em Saitama e Hamamatsu.

 

Na última quinzena de março o humor de Whindersson Nunes estará espalhado nos Estados Unidos, com shows em San Francisco, Seatle, Los Angeles, Boston, Nova York, New Heaven, Washington, Medford, Philadelphia, Royal Oak, Atlanta, Orlando e Miami.

 

A turnê mundial se encerra em abril, na África!

O espetáculo Eita, Casei! é todo voltado para as vivências de sua vida e de seu casamento com a cantora Luísa Sonza contadas, é claro, de maneira peculiar! Com relatos e histórias engraçadas, Whindersson leva a plateia às gargalhadas.

Média metragem “A Placa de Rubi – A Chibatada Final”: https://youtu.be/sc4watNE4gI

João Kepler lança livro Smart Money em Fortaleza

O livro Smart Money – A arte de atrair investidores e dinheiro inteligente para seu negócio, de João Kepler, será lançado no dia 8 de fevereiro, no Espaço O POVO de Cultura&Arte, às 19 horas. O evento é realizado pela Casa Azul Ventures e os interessados podem se inscrever por meio do link bit.ly/keplernacasaazul. A inscrição custa R$ 39,90 e dá direito ao livro, que será assinado durante sessão de autógrafos.

É a primeira vez de Kepler em Fortaleza, que é conhecido como o homem das mil startups. O livro traz informações valiosas e análises que podem ajudar as empresas e startups a captarem recursos e a sobreviverem em períodos difíceis. “Trabalhar com extremos é uma maneira de expor a startup, que tanto pode dar muito errado, como pode gerar sequência, resultados grandiosos e exponenciais”, explica. O livro e destinado a quem quer entender e mergulhar no universo dos investimentos.

Confira o artigo de João Kepler publicado no Pop Empregos & Carreiras, dia 28 de janeiro – “Procuramos por cabras-da-montanha”.

João Kepler é empreendedor que investe desde 2008. Especialista em empreendedorismo, startups, marketing e vendas, tem participação em 400 startups. Lead Partner da Bossa Nova Investimentos, foi premiado como melhor Investidor Anjo do Brasil pelo Startup Awards.

Sobre o livro – O empreendedor é quem deve escolher seu investidor, não o contrário. Mesmo para quem tem experiência em gerir o próprio negócio, captar recursos e conquistar novos investidores pode ser um quebra-cabeça sem fim. Por isso, João Kepler, premiado investidor e empresário, lhe explicará aqui tudo o que é necessário para conseguir dinheiro para a sua empresa, superar os obstáculos e obter boas parcerias. Este livro vai ajudar muito na preparação dos empreendedores, ensinando o que precisam fazer para conquistar investidores. Kepler traz muitas dicas e explica como e quais são caminhos e possibilidades para conseguir dinheiro para o seu negócio em cada estági o da empresa.

 

Serviço
Lançamento do livro:
Smart Money – A arte de atrair investidores e dinheiro inteligente para seu negócio, de João Kepler
Data: 8 de fevereiro, às 19 horas
Local: Espaço O POVO de Cultura & Arte (Av. Aguanambi, 282 – José Bonifácio)
Inscrição: R$ 39,90 no link bit.ly/keplernacasaazul, com direito a livro autografado

Nossa Fruta Brasil anuncia lançamentos na linha de Polpas Premium Sabores Especiais DUO

 

A Nossa Fruta Brasil, empresa cearense de polpa de frutas, traz para os consumidores três novos sabores da sua Linha de Polpas Premium: os Sabores Especiais DUO. O produto segue o conceito de “Smothie Verde”, um mix de hortaliças e raízes com poder desintoxicante adicionado a polpas de frutas como manga, morango e amora, que complementam as propriedades já presentes no suco verde.

O DUO, que remete ao número dois, apresenta ao consumidor dois produtos diferentes na mesma embalagem, que quando combinados na hora do preparo, mantêm o sabor e potencializam seus benefícios. A embalagem contém um saché de 100g de Mix Verde com água de coco, gengibre, espinafre, couve manteiga e hortelã, e outro saché de 100g de polpa de manga, morango ou amora.
“A Linha de Polpas Sabores Especiais DUO faz parte da nossa estratégia de posicionamento no mercado de polpas premium. Trouxemos para o público um produto exclusivo. Pensamos em uma bebida voltada para as pessoas que buscam alimentação saudável e qualidade de vida”, explica João Nogueira, diretor da marca.
Sabores Especiais Duo
Smoothie verde beta – Mix verde de sabor aveludado e repleto de vitaminas A, C e E presentes na manga. A bebida é rica em betacaroteno, uma excelente aliada para manter a pele saudável;
Smoothie verde fit – Mix verde com poder desintoxicante das hortaliças e raízes, rico em vitamina C, e alto teor de vitamina A, presente no morango – um blend com poucas calorias e com nutrientes importantes para fortalecer a imunidade;
Smoothie verde Antioxi – Mix verde com antioxidantes, além das vitaminas A e C presentes na Amora. A bebida combate os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento precoce.

 

Nossa Fruta Brasil
Há mais de 10 anos produzindo polpas e sucos de frutas, a empresa genuinamente cearense e atua em 130 municípios distribuídos em seis estados (RN/PB/PE/AL/CE/BA), sendo 52 cidades só no Ceará. A Nossa Fruta Brasil disponibiliza aos consumidores mais de 18 sabores de polpas de frutas, com destaque para a linha de Sabores Especiais como Frutas Vermelhas, Gramora, Pitaya, Caju-Pitaya e Cacau, que podem ser encontradas em embalagens de 200g. A linha de sabores tradicionais é apresentada em embalagens de 200g e 1kg, fracionadas em 10 porções de 100g.

Venture Capital Investimentos recebe aporte de R$ 327 milhões

 

A Venture Capital Investimentos (VCI), especializada em segunda residência compartilhada, recebeu aporte no valor de R$ 327 milhões do fundo asiático NH Securities gerenciado pela KCM (Kradens Capital Management), sediado em Singapura. A VCI SA é responsável pela incorporação dos projetos Hard Rock Hotel no Brasil. Avaliada em mais de R$ 1,2 bilhões pelos asiáticos conforme Valuation independente, a VCI SA programa difundir seu modelo de negócio, acelerar obras e provavelmente fechar o capital na Bolsa de Valores.

A empresa é a primeira a trazer ao país o conceito de propriedade compartilhada atrelado a uma rede internacional de primeira linha. Esses aportes consideram apenas dois dos seis empreendimentos da Companhia. Os empreendimentos Hard Rock Hotel Fortaleza e Ilha do Sol, com previsão de entrega para 2020 e VGV total de R$ 1.3 bilhões.
Novos hotéis
Além disso, a companhia anunciou recentemente 3 novos hotéis, localizados em São Paulo, Recife, e Natal. “Nosso objetivo é mudar a forma de investimento no setor imobiliário. Nosso resultado nas vendas,Obras em estágio avançado em Fortaleza e Ilha do Sol e o fato do cliente final usufruir de um Hard Rock Hotel a partir de R$ 60 mil foi o que chamou a atenção do fundo asiático para entrar de Forma agressiva nos projetos”, explica Samuel Sicchierolli, Fundador e Presidente da companhia.
Com a marca Hard Rock, a VCI projeta ter mais de 2.400 quartos em operação até 2025.

Médico-fenômeno do Youtube lança primeiro livro na Livraria Leitura, do Shopping Rio Mar Fortaleza

 

Depois do sucesso com suas palestras em várias cidades do Brasil e performance de grande impacto no Youtube com mais de 2 milhões de inscritos em seu canal, o médico cirurgião vascular Dayan Siebra realiza outro sonho profissional,com o lançamento do seu primeiro livro Viva Com Saúde, Viva com Paixão – Libido, pela editora Cene. O evento acontece na Livraria Leitura do Shopping Rio Mar Fortaleza, dia 25 de janeiro, às 19h.

Tema de palestras-show, o tema Viva com Saúde, Viva com Paixão – Libido (Editora Cene, R$39,90, 160 páginas) chega ao público do médico cirurgião vascular Dayan Siebra, agora, no formato de livro. No seu primeiro livro, o também Youtuber mostra como podemos dar mais atenção ao nosso corpo, às nossas intimidades, tornando-nos capazes de assumir o controle da nossa qualidade de vida.

O evento de lançamento do tão esperado livro acontece dia 25 de janeiro, na Livraria Leitura do Shopping Rio Mar Fortaleza, às 19h. Os seguidores do médico na internet e conferências poderão aprofundar esta fascinante rota de manutenção do equilíbrio corporal e da libido, desvendando nosso sistema celular básico, um mundo invisível que dirige nossos resultados em relação à nossa saúde, ações e sentimentos, tanto bons quanto maus, a cada momento de nossa vida.

“Todas as pessoas possuem desejos internos gigantescos, que se não forem ativados podem permanecer adormecidos por toda a existência. Neste livro, estudei medicina por seis anos, mais quatro anos de residência médica e um ano e meio de pós-graduação em Medicina Ortomolecular.

Tenho 20 anos de formado e vi muitos pacientes em toda essa caminhada atravessarem tanto os limites do prazer como da dor. E posso garantir para você uma coisa, nada é mais determinante na vida do que passar por momentos de dor. A dor pode ser nossa cruz ou pode ser nossa maior aliada vida”, explica Dayan.

Segundo o médico cratense, é fundamental acionar a chave do controle hormonal desse mundo biológico, que sem isso o indivíduo estará impedido de envelhecer com qualidade de vida, ficando cada vez mais uma pessoa velha e sem saúde.

Envelhecimento

Envelhecer com saúde não é nenhum problema, mas tudo ao contrário disso é disfuncional. Para Dayan, tudo isso a pessoa irá entender através de estratégias simples que muitas vezes já as têm apresentado em seus vídeos diários no Youtube.

“Também irei lhe mostrar que podemos quebrar os padrões emocionais e comportamentais limitadores de saúde e felicidade, usando alguns passos simples e eficazes para o condicionamento hormonal, nutricional e finalmente, biológico, gerando mudanças verdadeiramente duradouras em sua vida”, defende Dayan.

Neste livro, Siebra mostra que existe vida após a queda de um hormônio chamado testosterona e que não somos obrigados a envelhecer sem desejo sexual, sem libido, pois a libido é fundamental para que possamos nos conectar a quem nós amamos, satisfazendo assim uma das principais necessidades básicas da humanidade, que por sinal não é o sexo por si, mas a conexão e a intimidade.

“Mas para termos conexão e intimidade sexual, precisamos de libido, sendo ela o convite de entrada para uma vida apaixonante” (Dayan Siebra)

Saúde

Médico cirurgião vascular há 19 anos e com especialidade em medicina ortomolecular, após passar por um ataque de pânico ocasionado por horas exaustivas de plantões que também o gerou gastrite, esofagite, hipertensão e obesidade, Dayan decidiu mudar completamente sua qualidade de vida e assim passou a procurar vários cursos de autoconhecimento.

Com três formações em Coaching nas maiores e mais bem conceituadas Instituições de coaching no Brasil, uma formação em Máster Coaching e estrado Internacional em Coaching na Flórida (EUA) coaching. Esses títulos levaram Dayan a ministrar palestras tanto nacionais como internacionais na área de Coaching e medicina ortomolecular.

 

Serviço:

Lançamento do Livro Viva com Saúde, Viva com Paixão – Libido, do médico Dayan Siebra (Editora Cene)

R$39,90 / 160 páginas

Dia 25 de janeiro, sexta-feira, 19h

Local: Livraria Rio Mar Fortaleza

Natura apresenta Plant Edição Verão

 

Em edição limitada, a nova linha de cuidados para os cabelos possui fórmula desenvolvida especialmente para proteger e recuperar os fios dos danos causados pelo excesso de sol, vento, mar e piscina

Com a chegada do verão, o cuidado com os cabelos precisa ser redobrado, pois o excesso de sol, vento, água do mar e cloro da piscina deixam os fios frágeis e danificados. Para curtir o verão sem deixar de se preocupar com a saúde dos cabelos, a Natura apresenta a linha Plant Edição Verão. Os novos produtos possuem fórmula desenvolvida especialmente para proteger e reparar os fios desses danos, além de ação nutritiva, efeito anticloro e proteção UVA/UVB.

Composta por três produtos, a nova linha traz o Kit Choque Edição Verão, que proporciona tratamento intensivo, devolvendo aos fios os nutrientes perdidos pelas agressões do verão, além de formar uma camada protetora de alta intensidade. Para completar, o Leave-In Solar Proteção 3 em 1, que possui proteção UVA/UVB, efeito brilho imediato e ação desembaraçante, garante proteção completa antes, durante e pós sol.

Em edição limitada, Natura Plant Verão é o tratamento ideal para manter os fios bonitos e saudáveis durante a estação mais quente do ano.

 

Conheça os lançamentos:
Kit Choque Edição Verão

Ideal para devolver aos cabelos os nutrientes perdidos pelas agressões do verão. A exclusiva combinação da Máscara de Nutrição Ação Anti-Cloro com o Sérum Potencializador forma uma camada protetora profunda nos fios, devolvendo os nutrientes perdidos durante a excessiva exposição ao sol, vento, mar e piscina.

Preço Sugerido: R$44,40

Leave-In Solar Proteção 3 em 1

Ideal para proteger os fios antes, durante e depois da exposição ao sol, pois a fórmula concentra 3 benefícios em 1:

– Proteção UVA/UVB, que protege das agressões causadas pela radiação solar;

– Efeito brilho imediato, que garante brilho e realce da cor natural;

-Ação desembaraçante, facilitando o pentear.

Preço Sugerido: R$34,90

Lançamento: Janeiro de2019

Todos os produtos citados acima podem ser encontrados por meio de uma Consultora Natura, na Rede Natura (rede.natura.net) ou nas Lojas próprias da Natura, em São Paulo, São Caetano do Sul, Ribeirão Preto, Alphaville São Paulo, Campinas, Florianópolis, Belo Horizonte, Goiânia, Brasília, Campo Grande, Curitiba e no Rio de Janeiro.

 

Sobre a Natura

Fundada em 1969, a Natura é uma multinacional brasileira de higiene e cosmética. Líder no setor de venda direta no Brasil, com mais de 1,7 milhão de consultoras, faz parte da Natura &Co, resultado da combinação entre as marcas Natura, The Body Shop e Aesop – que registrou R$ 9,9 bilhões de receita líquida em 2017. Foi a primeira companhia de capital aberto a receber a certificação B Corp no mundo, em dezembro de 2014, o que reforça sua atuação transparente e sustentável nos aspectos social, ambiental e econômico. Com operações na Argentina, Chile, Colômbia, Estados Unidos, França, México e Peru.

Produtos da marca Natura podem ser adquiridos com as consultoras Natura, pelo Rede Natura, por meio do app Natura ou em lojas em São Paulo, Rio de Janeiro, Paris, Nova York, Santiago e Buenos Aires. Para mais informações sobre a empresa, visite www.natura.com.br e confira os seus perfis nas redes sociais: LinkedIn, Facebook, Instagram, Twitter e YouTube.

 

Natura nos EUA http://www.naturabrasil.com/

Natura na França https://www.naturabrasil.fr/fr

Natura na Argentina http://naturacosmeticos.com.ar

Natura no Chile http://natura.cl