Browsing Tag

instituto edp

Instituto EDP anuncia os vencedores do concurso Arte com Energia de 2019

A EDP, empresa que atua em todos os segmentos do setor elétrico brasileiro, por meio do Instituto EDP, organização que há onze anos gere as ações socioambientais da empresa anuncia os vencedores do concurso Arte com Energia 2019.

A ação estimulou mais de 8 mil estudantes do ensino fundamental em 38 escolas da rede pública de ensino atendidas pelo projeto EDP nas Escolas.

A iniciativa impulsionou estudantes, professores e a comunidade escolar a discutir e agir sobre os 17 ODS (objetivos do desenvolvimento sustentável) e sobre o futuro na perspectiva socioambiental com a consciência sobre sua responsabilidade de construir um futuro mais sustentável. Essas intervenções coletivas foram fotografadas e enviadas para o Concurso, para serem avaliadas.

Foram escolhidas como vencedoras 27 ações produzidas por alunos espalhados pelos estados onde a EDP atua (Amapá, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Tocantins). “O Arte com Energia é uma das atividades propostas pelo EDP nas Escolas que visa incentivar o potencial criativo das crianças e jovens do 1º ao 9º ano. Transformar vidas pela educação é um dos nossos compromissos”, afirma Paulo Ramicelli, assessor de diretoria do Instituto EDP.

Como prêmio, cada aluno receberá um kit EDP, composto por camiseta, boné, squeeze e jogo sobre ODS, e os professores das turmas vencedoras receberão um final de semana cultural em São Paulo entre 8 e 10 de novembro, onde participarão de oficinas de capacitação em arte, visitas a museus, teatros, além de um city tour pela cidade.

Confira imagens de todas as intervenções participantes do Concurso Arte Com Energia 2019 no Instagram pela #artecomenergia19.

Ganhadores por Ano Escolar do Concurso Arte com Energia 2019

Ano EscolarColocação / IntervençãoNome da Escola / Turma / Professor(a) / Instagram da EscolaCidade/Estado
1º Ano1º – Respeito às DiferençasCEM Marcelino Ivo Dalla Costa/ 1º Ano / 8 alunos / Cleuci Fatima dos Santos / @cemmarcelinoivoÁgua Doce / SC
1º Ano2º – Projeto Recicle e se mexa com a genteEMEF Jorge Enéas Sperb/ 1º Ano / 21 alunos/ Gabriela /  @emefjorgeeneasTramandaí / RS
1º Ano3º – Guardiões da ReciclagemEEF Poetisa Abigail Sampaio / 1º Ano / 23 alunos / Francisca Jamile Rodrigues Nepomuceno / @eefpoetisaSão Gonçalo do Amarante / CE
2º Ano1º – Projeto Água: Cada gota  contaEMEF Jorge Eneas Sperb / 2º Ano / 18 alunos / Rafaela / @emefjorgeeneasTramandaí / RS
2º Ano2º – Jardim e Arte na EscolaEM Professora Marta Bezerra de Medeiros  / 2º Ano / 22 alunos /Jussara / @soumartafacoadiferencaLajes – RN
2º Ano3º – Liberte um texto e solte sua vozEM Mestre Chico / 2º Ano / 18 alunos / Jussara / @mestre_chicoPeixe / TO
3º Ano1º – Leitura para um mundo melhorEM Lindaura Eleutério da Luz / 3º Ano / 16 alunos / Keila Lucia da Silva Arruda / @emlindauradaluzÁgua Doce / SC
3º Ano2º – De onde vem o papelEMEF Nossa Senhora das Dores / 3º Ano / 25 alunos /  @emefdasdoresTramandaí / RS
3º Ano3º – Reciclando se AprendeEMEF João Marques / 3º Ano / 33 alunos / Tânia /@emebjoaomarquesItaquaquecetuba – SP 
4º Ano1º – Alunos na preservação da vida e limpeza do rioEM Juscelino Kubitschek/ 4º Ano / 22 alunos / Narciso Ponce Leones Filho/  @escolajk18Peixe / TO
4º Ano2º – São João dos IdososEM Monsenhor Walfredo Gurge/ 4º Ano / 19 alunos / Maria José Nascimento da Silva / @escola_walfredoJandaíra / RN
4º Ano3º – Uma escola mais sustentávelEM Lageado Bonito / 4º Ano / 8 alunos / Carmelina Alves Paz /@escolalageadobonitoÁgua Doce / SC
5º Ano1º – E se fosse com você?EM Lindaura Eleutério da Luz / 5º Ano / 11 alunos / Keyla Lucia da Silva Arruda / @emlindauradaluzÁgua Doce / SC
5º Ano2º – Cuidando hoje para ter amanhãEM São Francisco do Iratapuru / 5º Ano / 23 alunos / @escolasaofranciscodoLaranjal do Jari / AP
5º Ano3º – Mais atitude, menos lixoEM Profª Marta Bezerra de Medeiros / 5º Ano /15 alunos / Angelica / @soumartafacoadiferencaLajes – RN
6º Ano1º – Alimentação Saudável: Consumo e ProduçãoEM Alexandre Câmara / 6º Ano/ 21 alunos / Marcos Vinicius da Silva / @emalexandrecamaraParazinho – RN
6º Ano2º – Conhecendo a história e fazendo parte delaPRODERAD Núcleo Herciliópolis  / 6º Ano / 18 alunos / Marjorie Jeini Sett de Oliveira / @proderad_herciliopolis_Água Doce / SC
6º Ano3º – Uso Consciente da águaUMEF Ana Bernardes Rocha / 6º Ano C /  29 alunos /  @anabernardesrochaVila Velha / ES
7º Ano1º – Captação de Água pluvialUMEF Ana Bernardes Rocha / 7º Ano C /  21 alunos /  @anabernardesrochaVila Velha / ES
7º Ano2º – Adubo e Horta Orgânica – Alimentação Saudável e Qualidade de VidaPRODERAD Núcleo Marcelino Ivo Dalla Costa  / 7º Ano / 12 alunos/Marjorie Jeini Sett de Oliveira /@proderad_cem_marcelinoÁgua Doce – SC
7º Ano3º – Resgatando Memórias – Construindo históriasPRODERAD Núcleo Herciliópolis  / 7º Ano / 14 alunos / Gissele Brezolin Ghidorsi / @proderad_herciliopolis_Água Doce – SC
8º Ano1º – Verdura sem agrotóxicosEMEF Jorge Enéas Sperb / 8º Ano / 18 alunos/ Paulo / @emefjorgeeneasTramandaí – RS
8º Ano2º – Confio na sua honestidade – você NÃO está sendo filmadoPRODERAD Núcleo Herciliópolis/ 8º Ano / 8 alunos / Marjorie Jeini Sett de Oliveira / @proderad_herciliopolis_Água Doce – SC
8º Ano3º – A importância da reciclagem e sustentabilidade do meio ambienteEM José Simplício / 8º Ano / 18 alunos / @emjscauroraOurolândia – BA
9º Ano1º – Compostagem, Reaproveitamento de Água e Produção de AlimentosEM Alexandre Câmara / 9º anos / 14 alunos / Joselisse Soares de Carvalho Santos e Isaias Nascimento da Silva / @emalexandrecamaraParazinho – RN
9º Ano2º – Reflorestar é VidaEM Santa Cruz / 9º Ano / 15 alunos / Luvanô Francisco Nunes/ @santacruzparanatoParanã / TO
9º Ano3º – História da água local / Consumo consciente sustentávelEM José Simplício / 9º Ano / 18 alunos / @emjscauroraOurolândia – BA

EDP nas Escolas

Desde 2002, por meio do EDP nas Escolas, e em parceria com as secretarias municipais de ensino, a EDP contribui para o desenvolvimento educacional nas áreas onde atua. O projeto já beneficiou mais de 200 mil estudantes.

A iniciativa também capacita professores das escolas participantes com conteúdo sobre valores e cidadania; energia e consumo; e gestão de resíduos sólidos para que os alunos se tornem agentes multiplicadores do que é aprendido em sala de aula.

Sobre o IEDP

Desde que foi fundado em 2008, o Instituto EDP investiu mais de R$ 100 milhões em projetos socioculturais, que beneficiaram cerca de três milhões de pessoas, em cerca de 400 programas espalhados por todo o País.

Somente em 2018,  iniciativas apoiadas pela organização favoreceram 80 mil moradores das comunidades do entorno das áreas de atuação da Companhia. O Instituto EDP tem como responsabilidade estruturar os investimentos e as iniciativas sociais da EDP em frentes ligadas à valorização da Língua Portuguesa, à educação, ao desenvolvimento local com geração de renda, ao empreendedorismo e ao voluntariado, por meio do esporte, cultura e saúde.

Orquestra Contemporânea Brasileira realiza segunda apresentação no Cineteatro São Luiz

 

O segundo encontro do público cearense com a Orquestra Contemporânea Brasileira (OCB) já tem data e local para acontecer: será dia 28 de abril, às 10h30, no Cineteatro São Luiz. O concerto da Temporada da OCB contemplará músicas que marcaram o repertório das orquestras de cordas, incluindo obras de Vivaldi, Corelli, Mozart e Bach, além de clássicos da música popular brasileira e internacional.

A combinação da chamada música erudita com a música popular é uma das principais características da orquestra. Os ingressos são vendidos na bilheteria do cineteatro e custam R$ 20,00 (inteira) / R$ 10,00 (meia) – sem limite de meia entrada. O projeto tem apoio da EDP, por meio do Instituto EDP.

Sediada em Fortaleza, a Orquestra Contemporânea Brasileira estreou sua Temporada de Concertos no Ceará no último dia 26 de março. O evento contou com a participação de 35 músicos profissionais, entre instrumentistas de cordas, sopros e percussão, que surpreenderam o público com um repertório que passou pela música barroca do Século XVII até sucessos de Luiz Gonzaga, o “Rei do Baião”.

Os primeiros passos da Orquestra foram dados em 2016, como fruto de uma ação cultural do Sistema Brasileiro de Bandas e Orquestras (Sinfonia.br), em parceria com a Associação dos Amigos da Arte (AAMARTE). Desde então o grupo tem se apresentado em versão reduzida, através do seu Quarteto de Cordas. A agenda de 2019 prevê uma série de apresentações da formação sinfônica, como também da camerata, que inclui a participação de 14 a 45 músicos, dependendo do repertório.

A Orquestra Contemporânea Brasileira contribui com a ampliação do mercado da música no Estado, como também com a formação de novos profissionais. Foi aberto um edital de seleção de jovens bolsistas, que recebem formação musical na orquestra e realizam ensaios e concertos ao lado dos profissionais que compõem a OCB. O programa de educação musical inclui ainda núcleos de formação de orquestras infantojuvenis no Ceará, a exemplo de Fortaleza, São Gonçalo e Pindoretama. A Orquestra é patrocinada pela Energia de Portugal (EDP), que apoia sobretudo o projeto de São Gonçalo, onde são atendidas cerca de 160 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social no Ceará.

A OCB tem a direção artística do maestro Arley França, que é Doutor em Educação, Mestre e Licenciado em Música, e fundador da Orquestra de Sopros de Pindoretama. O maestro acumula a experiência de criação de mais de 40 bandas e orquestras infantojuvenis no Ceará e a direção de concertos na Alemanha e Noruega. Orientou-se em regência em cursos realizados na Inglaterra, Itália e Estados Unidos e integra o projeto Orquestrando o Brasil, do maestro João Carlos Martins.

 

Sobre EDP e IEDP

Com mais de 20 anos de atuação, a EDP é uma das maiores empresas privadas do setor elétrico a operar em toda a cadeia de valor. A Companhia, que tem mais de 10 mil colaboradores diretos e terceirizados, atua em Transmissão, Comercialização e Serviços de Energia, e possui 6 unidades de geração hidrelétrica e uma termelétrica. Em Distribuição, atende cerca de 3,4 milhões de clientes em São Paulo e no Espírito Santo. Recentemente, adquiriu participação na CELESC, em Santa Catarina. No Brasil, é referência em áreas como Inovação, Governança e Sustentabilidade, estando há 12 anos consecutivos no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3.

Desde que foi fundado em 2008, o Instituto EDP investiu mais de R$ 100 milhões em projetos socioculturais, que beneficiaram cerca de três milhões de pessoas, em cerca de 400 programas espalhados por todo o País. Somente em 2018, iniciativas apoiadas pela organização favoreceram 80 mil moradores das comunidades do entorno das áreas de atuação da Companhia. O Instituto EDP tem como responsabilidade estruturar os investimentos e as iniciativas sociais da EDP em frentes ligadas à valorização da Língua Portuguesa, à educação, ao desenvolvimento local com geração de renda, ao empreendedorismo e ao voluntariado, por meio do esporte, cultura e saúde.

 

Serviço:

Concerto da Orquestra Contemporânea Brasileira

Local: Cineteatro São Luiz

Data: 28 de abril

Horário: 10h30

Valor do ingresso: R$ 20,00 (inteira) / R$ 10,00 (meia) – sem limite de meia entrada

Realização: Sinfonia BR e AAMARTE

Apoio: Cineteatro São Luiz, IFCE, Holy Cow Criações, Instituto EDP, Ministério da Cidadania

Patrocínio: EDP, por meio do Instituto EDP

Orquestra Contemporânea Brasileira faz apresentação gratuita no Cineteatro São Luiz, em Fortaleza

 

 

A EDP, empresa que atua em todos os segmentos do setor elétrico, por meio do Instituto EDP, tem a honra de anunciar a primeira apresentação profissional do projeto Orquestra Contemporânea Brasileira, da Associação dos Amigos da Arte (AAMARTE), apoiada pela empresa. O evento ocorrerá em 26 de março, às 19 horas, no cineteatro São Luiz, em Fortaleza. A apresentação gratuita faz parte da programação que comemora os 61 anos do equipamento cultural.

Formada por músicos profissionais, a Orquestra se apresenta com formação sinfônica, constituída por 43 artistas que tocam instrumentos de corda, sopro e percussão. No evento inaugural serão interpretadas obras de compositores como Bach, Mozart, Vivaldi e dos brasileiros Guerra-Peixe, Luiz Gonzaga e Chiquinha Gonzaga. O repertório passará por estilos que vão do Barroco à música popular brasileira.

É o primeiro ano de apoio da EDP ao projeto, que atende cerca de 160 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social no Ceará. “A transformação social se fortalece quando a cultura é fomentada e ampliada por meio de parcerias construtivas como esta. Estamos muito felizes em fazer parte desta conquista da primeira apresentação da orquestra profissional”, diz Paulo Ramicelli, assessor de diretoria do Instituto EDP.

Além de contribuir com a ampliação do mercado da música no Estado, a iniciativa assumiu um importante compromisso com a formação de novos instrumentistas. Jovens bolsistas serão selecionados para se apresentarem junto aos músicos profissionais e participarão de aulas e “masterclasses” com professores do Brasil e do exterior. Com o apoio da EDP, a AAMARTE também está criando um novo núcleo de formação musical, em São Gonçalo do Amarante, onde jovens terão aulas de música e posteriormente poderão se apresentar junto ao Grupo em apresentações profissionais.

A direção artística da OCB é do maestro Arley França, que é Doutor em Educação, Mestre e Licenciado em Música, e fundador da Orquestra de Sopros de Pindoretama, acumula a experiência de criação de mais de 40 bandas e orquestras infantojuvenis no Ceará e a direção de concertos na Alemanha e Noruega.

 

Cineteatro São Luiz

Sala com maior média de espectadores por sessão de cinema no Brasil, o Cineteatro São Luiz, em seu primeiro ciclo de gestão desde sua reabertura pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (maio de 2015 a dezembro de 2018) recebeu 602.437 espectadores em 2.667 atividades, chegando a média diária de 450 espectadores.

Sendo capaz de abrigar, em alta performance, diversas linguagens artísticas em seus “seis palcos”, o equipamento rebatizado de Cineteatro chega em março de 2019 aos 61 anos em plena atividade. Para comemorar a data, 36 filmes serão exibidos em 42 sessões de cinema gratuitas, além de espetáculos musicais, teatrais, de dança, musical e a estreia da Orquestra Contemporânea Brasileira.
Serviço:

Concerto inaugural da Orquestra Contemporânea Brasileira

Local: Cineteatro São Luiz

Data: 26 de março

Horário: 19 horas

Gratuito

 

Sobre EDP e IEDP

Com mais de 20 anos de atuação, a EDP é uma das maiores empresas privadas do setor elétrico a operar em toda a cadeia de valor. A Companhia, que tem mais de 10 mil colaboradores diretos e terceirizados, atua em Transmissão, Comercialização e Serviços de Energia, e possui 6 unidades de geração hidrelétrica e uma termelétrica. Em Distribuição, atende cerca de 3,4 milhões de clientes em São Paulo e no Espírito Santo. Recentemente, adquiriu participação na CELESC, em Santa Catarina. No Brasil, é referência em áreas como Inovação, Governança e Sustentabilidade, estando há 12 anos consecutivos no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3.

Desde que foi fundado em 2008, o Instituto EDP investiu mais de R$ 100 milhões em projetos socioculturais, que beneficiaram cerca de três milhões de pessoas, em cerca de 400 programas espalhados por todo o País. Somente em 2018, iniciativas apoiadas pela organização favoreceram 80 mil moradores das comunidades do entorno das áreas de atuação da Companhia. O Instituto EDP tem como responsabilidade estruturar os investimentos e as iniciativas sociais da EDP em frentes ligadas à valorização da Língua Portuguesa, à educação, ao desenvolvimento local com geração de renda, ao empreendedorismo e ao voluntariado, por meio do esporte, cultura e saúde.

Teatro nas Escolas, da EDP, inicia as atividades no Ceará

 

Acontece nesta segunda-feira(24), a ação do projeto Teatro nas Escolas, do Instituto EDP em São Gonçalo do Amarante. O objetivo é levar arte e informação para alunos de instituições públicas de ensino de todo o País, trazendo reflexões sobre valores humanos por meio de fábulas infantis adaptadas. As apresentações são gratuitas e abertas para a comunidade, na Escola Poetisa Abigail Sampaio (CE-156, São Gonçalo do Amarante – CE).

Desenvolvido pela Cia Trem Bão, o espetáculo exclusivamente preparado para o projeto Teatro nas Escolas aborda a valorização da amizade, gratidão, generosidade, honestidade, companheirismo, persistência, e respeito às diferenças, com animais que ganham formas e sentimentos humanos.

Entre as narrativas escolhidas, estão: A Cigarra e a Formiga, A Raposa e a Cegonha, O Rato do Campo e o Rato da cidade e A Galinha dos Ovos de Ouro. Até novembro, as apresentações serão realizadas em escolas da Bahia, Ceará, Rio Grande do Sul, São Paulo, Santa Catarina, Espírito Santo, Tocantins e Amapá. No Rio Grande do Norte, o projeto foi realizado no início de setembro, beneficiando 755 alunos.

O assessor de diretoria do Instituto EDP, Paulo Ramicelli, reforça que “trabalhar valores humanos com as crianças por meio das artes cênicas é enriquecedor, pois amplia a capacidade de absorção das mensagens propostas, transformando os participantes em multiplicadores em suas comunidades”.

O Teatro nas Escolas faz parte do programa EDP nas Escolas, iniciativa que tem como objetivo contribuir para o aumento da qualidade de vida estudantil utilizando ações de cidadania e de melhoria do ambiente escolar. O programa é idealizado pela EDP, por meio do seu Instituto, organização que gere os investimentos socioambientais do Grupo e conta com o apoio da EDP Renováveis Brasil.

 

Sobre EDP e IEDP

Com mais de 20 anos de atuação, a EDP é uma das maiores empresas privadas do setor elétrico a operar em toda a cadeia de valor. A Companhia, que tem mais de 10 mil colaboradores diretos e terceirizados, atua em Transmissão, Comercialização e Serviços de Energia, e possui 15 unidades de geração hidrelétrica e uma termelétrica. Em Distribuição, atende cerca de 3,4 milhões de clientes em São Paulo e no Espírito Santo. Recentemente, adquiriu participação na CELESC, em Santa Catarina. No Brasil, é referência em áreas como Inovação, Governança e Sustentabilidade, estando há 12 anos consecutivos no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3.

Desde que foi fundado, em 2008, o Instituto EDP investiu R$ 100 milhões em projetos socioculturais, que beneficiaram cerca de três milhões de pessoas, em 377 programas espalhados por todo o País. Somente em 2017, 35 iniciativas apoiadas pela organização favoreceram 60 mil moradores das comunidades do entorno das áreas de atuação da Companhia. O Instituto EDP tem como responsabilidade estruturar os investimentos e as iniciativas sociais da EDP em frentes ligadas à valorização da Língua Portuguesa, à educação, ao desenvolvimento local com geração de renda, ao empreendedorismo e ao voluntariado, por meio do esporte, cultura e saúde.

Gilberto Gil e fadista Carminho celebram EDP celebra 10 anos do Instituto EDP e Dia da Língua Portuguesa

 

O aniversário de uma década de atuação do Instituto EDP foi comemorado no sábado (05), Dia Internacional da Língua Portuguesa, com o concerto Letras de Luz, que uniu Gilberto Gil, um dos maiores expoentes da música popular brasileira, e a cantora Carminho, que está entre as principais fadistas da atualidade. O espetáculo, realizado na Sala São Paulo, contou ainda com a presença do duo Vanessa Moreno e Fi Maróstica, e da Orquestra de Câmara da ECA/USP, sob regência do Maestro Gil Jardim, além do ator Ricardo Homuth e de instrumentistas convidados. O evento foi uma promoção da EDP com o apoio da Embaixada de Portugal.

“Este concerto tem um duplo simbolismo para a EDP. Primeiro, recorre ao esplendor e ao colorido da lusofonia em música, interpretada por talentos brasileiros e portugueses, para celebrar a trajetória de 10 anos de atuação do Instituto como agente de transformação sociocultural no Brasil. Segundo, elege o Dia Internacional da Língua Portuguesa para esta celebração, numa homenagem ao nosso idioma comum e aos laços que nos unem”, afirma Miguel Setas, presidente da EDP no Brasil e do Instituto EDP.

“O português está num lugar cimeiro entre as línguas mais faladas do mundo, o que lhe dá, sem dúvida alguma, um estatuto de língua global. Felizmente, assistimos hoje ao crescente despertar do interesse do mundo pela língua portuguesa, pela sua energia, potencial económico e multiplicidade. Neste dia em que celebramos a língua portuguesa estamos, também, a celebrar a sua riqueza que advém da diversidade de identidades e culturas, o que aumenta a nossa responsabilidade em promover ativamente a sua expansão e divulgação”, reforça o Embaixador de Portugal no Brasil, Jorge Cabral.

No Ceará, a EDP Brasil administra a UTE Pecém I. Em operação desde 2012, a usina gera 370 empregos diretos e 1.053 empregos indiretos. A atividade da usina é responsável pela transformação do Ceará de estado importador para estado exportador da energia elétrica.

 

Os 10 anos do Instituto EDP

O Instituto EDP tem como missão contribuir para o desenvolvimento social das comunidades onde a EDP atua por meio de iniciativas para a geração de renda, melhora da qualidade do ambiente estudantil, incentivo ao esporte e apoio à saúde. Ao longo de uma década, foram cerca de 700 mil pessoas beneficiadas por 377 projetos. Somente em 2017, 35 programas favoreceram 60 mil moradores das comunidades do entorno das áreas de atuação da Companhia nos estados do Amapá, Bahia, Ceará, Rio Grande do Norte, Tocantins, Espírito Santo, São Paulo, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

A valorização do idioma é outra prioridade para a entidade, que, junto à EDP, garantiu o maior patrocínio à recuperação do Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo, um investimento de R$ 20 milhões até 2019. Ainda nessa frente, a Companhia apoiará, neste ano, a Festa Literária Internacional de Paraty, FLIP, pelo segundo ano consecutivo, e criou a exposição itinerante “A Energia da Língua Portuguesa”, que em 2017 rodou o Brasil levando cultura e informação sobre a língua a mais de 11 mil visitantes.

Entre os pilares do IEDP está ainda o Voluntariado, inspirando os colaboradores da Empresa a participar de ações sociais e ambientais. Em 10 anos, foram registradas 42 mil horas de trabalho voluntário nas quase 1.200 causas apoiadas, em 150 organizações beneficiadas. Só em 2017, 450 funcionários participaram dessas atividades.

 

O Dia Mundial da Língua Portuguesa

Comemorado desde 2009, o Dia Internacional da Língua Portuguesa tem como objetivo reforçar a importância do nosso idioma, que, segundo a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), criadora da data, representa “um vínculo histórico e um patrimônio comum resultantes de uma convivência multissecular que deve ser valorizada”.

Atualmente, há cerca de 260 milhões de falantes nativos de Português no mundo, de acordo com o Instituto Camões. No ano passado, as celebrações do Dia da Língua Portuguesa e das Culturas chegaram a 49 países, com 210 iniciativas.

 

Sobre a EDP no Brasil

Com mais de 20 anos de atuação no país, a EDP é uma das cinco maiores empresas privadas do setor elétrico e opera em toda a cadeia de valor. A Companhia, que emprega mais de 10 mil colaboradores diretos e terceirizados, conta com 15 unidades de geração hidrelétrica e uma termelétrica, e atende cerca de 3,3 milhões de clientes em suas distribuidoras em São Paulo e no Espírito Santo, além de atuar em transmissão, comercialização e soluções em energia. No Brasil, é referência em áreas como Governança e Sustentabilidade, estando há 12 anos consecutivos no Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3. Recentemente, destacou-se como pioneira no uso da robotização de processos e adquiriu participação na Celesc, em Santa Catarina. Possui valor de mercado de cerca R$ 9 bilhões, três vezes maior do que em 2005, quando abriu seu capital em bolsa.

Até 08 de junho, estão abertas inscrições para o 6º Prêmio EDP nas Artes

 

Até o próximo dia 08 de junho, estão abertas as inscrições do 6° Prêmio EDP nas Artes. Iniciativa da EDP, com o apoio do Instituto EDP, e o Instituto Tomie Ohtake, o prêmio visa estimular a produção artística contemporânea. O concurso é voltado a jovens artistas de todo o Brasil, nascidos ou residentes no País há pelo menos dois anos, com idade entre 18 e 29 anos. A iniciativa, além da premiação, contempla uma série de atividades ao longo do ano, como cursos, palestras e workshops em regiões brasileiras onde o acesso à arte contemporânea é mais restrito.

Os interessados devem enviar um portfólio com propostas de obras por meio do www.premioedpnasartes.institutotomieohtake.org.br. A página disponibiliza ainda uma publicação, com sugestões sobre organização e apresentação de trabalhos de arte. O material pretende servir como uma das fontes possíveis de consulta acerca do processo.

Na edição anterior, em 2016, o cearense Van Holanda (Fortaleza, CE) foi um dos premiados, junto com António Tarsis de Jesus (Salvador, BA) e Luisa Puterman (São Paulo, SP). Eles tiveram a oportunidade de ir à Colômbia, Canadá e Portugal para expandirem suas formações.

“O Instituto EDP, desde sua criação há dez anos, tem como um de seus principais objetivos promover a arte e a cultura em todo o Brasil. O prêmio EDP nas Artes é uma das principais ações da Companhia nessa frente, estimulando o desenvolvimento da arte contemporânea e ajudando a educar as novas gerações de grandes artistas”, reforça Luis Carlos Gouveia Pereira, diretor-executivo do IEDP.

Dez finalistas serão selecionados para receberem o acompanhamento da equipe de jurados do concurso, que vai orientar a produção dos trabalhos, em uma oportunidade única.  Além de apoiar o percurso artístico dos escolhidos, o período de mentoria será imprescindível para a escolha dos três vencedores.

A premiação se encerra com a exposição dos trabalhos dos 10 finalistas no Instituto Tomie Ohtake, quando, na inauguração em 29 de novembro, serão anunciados os três premiados, que receberão bolsas para realizar residência artística no Brasil ou no exterior.

O Prêmio EDP nas Artes é uma iniciativa do Instituto Tomie Ohtake e da EDP, empresa que atua em todos os segmentos do setor elétrico, por meio do Instituto EDP, organização que gere os investimentos socioambientais do grupo.

 

Sobre EDP e IEDP

Com disciplina financeira e foco em sua forma de atuar, a EDP é uma companhia integrada de referência no mercado energético brasileiro, atuando nas áreas de Geração, Transmissão, Distribuição, Comercialização e Soluções em Energia Elétrica. Atualmente com cerca de três mil colaboradores próprios, a Empresa possui ativos em oito estados e está presente nacionalmente com a EDP Soluções, a EDP Comercializadora e a EDP Solar.

O Instituto EDP tem como responsabilidade estruturar os investimentos e as iniciativas sociais da Companhia, preferencialmente em frentes ligadas à valorização da Língua Portuguesa, à educação, ao desenvolvimento local com geração de renda, ao empreendedorismo e ao voluntariado, por meio do esporte, da cultura e da saúde. Ao todo, em 2017, foram apoiados 35 projetos, beneficiando 60 mil pessoas.