Browsing Tag

fortaleza solidária

Solidariedade: Fortaleza Unida pelas Famílias Vítimas do Desabamento

O Fortaleza Solidária, junto com o grupo de voluntários Abraçando a Comunidade, lançou uma ação emergencial de ajuda às famílias vítimas do desabamento.

Foram 13 famílias que perderam tudo o que tinham. Seus entes queridos, fotos, roupas, alimentos, móveis.

É momento de unir todos os Fortalezenses para ajudar as vítimas do desabamento. Elas podem ter perdido seu chão, mas têm a nós: a grande família chamada Fortaleza.

Você pode ajudar entrando no fortalezasolidaria.org.br e se inscrevendo na ação Fortaleza Unida pelas Famílias Vítimas do Desabamento.

Você pode doar:
▪ Alimentos não perecíveis,
▪ Vestuário
▪ Itens de higiene pessoal
▪ Toalhas, lençóis
E o que mais seu coração desejar

Site: fortalezasolidaria.org.brInstagram: @fortaleza_solidariaAção: Fortaleza Unida pelas Famílias Vítimas do Desabamento.

Programa Fortaleza Solidária surpreende no número de adesões de ONGs

O Fortaleza Solidária é um movimento local, ligado nacionalmente ao Transforma Brasil, e visa alavancar os números de voluntariado na Capital. Hoje pouco mais de 4% da população é engajada em alguma causa social.

Segundo o World Giving Index, em 2018, dos 146 países analisados, o Brasil ocupa a posição 122 no ranking da solidariedade, atrás da Indonésia (1°), Austrália (2°), Estados Unidos (4°) e da Argentina (94°). Quando perguntados sobre os motivos do não-engajamento, 12% disseram não atuar por não saber onde obter informações, 18% alegam nunca terem pensado sobre isso e 29% afirmam que nunca foram convidados (Datafolha para Itaú Social, 2014).

Para alterar esse quadro, o Programa Fortaleza Solidária lançou a plataforma fortalezasolidaria.org.br. Lá, as ONGs se cadastram e disponibilizam suas vagas. Das 100 ONGs já cadastradas, há as que atuam com pessoas em situações de rua, em abrigos para crianças e idosos, grupos de palhaçaria, grupos de limpeza de áreas naturais, de promoção do esporte para crianças carentes, de fomento à adoção, que trabalham a causa animal. 

As vagas lançadas abrangem ações fixas, como um horário semanal para dar aula de reforço a crianças. Ações pontuais também são contempladas, como uma ação de limpeza de praia ou de pintura de casas de áreas menos favorecidas. O voluntário se cadastra e busca a opção que mais se enquadra em seu gosto.

“Cadastrei a Amar um Estilo de Vida na plataforma porque achei a ideia fantástica. Tem muita gente querendo ajudar e os projetos sociais precisam de ajuda. Só não havia essa ponte. Eu quero ajudar, mas não sei como, não conheço os projetos disponíveis, não sei em que me encaixo melhor. É de grande valia que as pessoas saibam como contribuir e unir quem quer ajudar e quem precisa de ajuda” comenta Francielle Lopes, fundadora da Amar um Estilo de Vida. 

Atingir 100 ONGs, representa 40% da meta – de 250 ONGs prevista para 12 meses – em apenas sete semanas surpreendeu a coordenadora do Fortaleza Solidária, Lilian Fontele. “Isso demonstra como a cidade estava carente de uma ferramenta assim”, pontua. Além de fazer a ponte entre ONGs e voluntários, a ação promove capacitações para ONGs, trabalha na formação de redes entre elas e atua em ações para valorizar quem se engaja nos trabalhos voluntários.

“O trabalho voluntário é para o Instituto Povo do Mar – IPOM muito mais do que mão de obra especializada dentro da instituição. Ele é também um movimento de engajamento da sociedade. A gente acredita que o amor transforma vidas e vê isso acontecer todos os dias dentro do Instituto. Também com os voluntários que se engajam na nossa causa e passam a desenvolver junto com a gente seu propósito de vida. A gente entrou na plataforma do Fortaleza Solidária como forma de divulgar o trabalho social e convidar as pessoas a transformar suas vidas”, comenta Fabrini Andrade, Diretora Executiva do Instituto Povo do Mar – IPOM.

Para saber mais informações, conferir quais as ONGs já estão cadastradas e saber as vagas disponíveis, acesse fortalezasolidaria.org.br