Browsing Tag

Espetáculo

Silvero Pereira apresenta “Uma Flor de Dama” no Teatro Ceará Show

Em única apresentação, o Teatro Ceará Show recebe, no dia 28 de abril, o espetáculo “Uma Flor de Dama” – monólogo criado pelo ator, diretor e dramaturgo Silvero Pereira, que originou o coletivo artístico As Travestidas. A obra é inspirada no famoso conto de Caio Fernando Abreu, “Dama da Noite”, sobre uma flor que exala um peculiar perfume durante a noite.

Na peça, Silvero dá vida a uma travesti prostituta, que convida a plateia a passar uma noite ouvindo seus relatos, suas inquietações, medos e repulsas, como um exercício de alteridade entre público e personagem. Regado à cerveja e muito deboche, a travesti, conversa sobre as dores acumuladas desde o lar paterno e revoga seu direito de inclusão na “roda da vida”.

Em sua imersão para a construção do espetáculo, há 17 anos, Silvero, no intuito de compreender o universo violento e violentado de pessoas trans, se deparou com realidades carregadas de abandono familiar, social e afetivo – sintoma muito presente na vida de meninas travestis que vivem em meio às ruas.

Nessa perspectiva, o espetáculo questiona até que ponto uma sociedade conservadora e cheia de paradigmas colabora para a marginalização e a barbárie contra essas pessoas. A proposta do monólogo é ampliar o olhar humano para a travestilidade e fazer com que o público encare uma travesti sem estranhamentos, reconhecendo que a vida dessa figura também deve ser pautada em respeito, aceitação e dignidade.

 

As Travestidas

Era 2002, Silvero Pereira começou a se apresentar com Uma Flor de Dama no porão do Theatro José de Alencar, à meia noite. Com a ideia de levar mais pessoas ao teatro, convidou as atrizes Alicia Pietá e Verónica Valenttino, para, junto dele, apresentarem uma “festa” antes do monólogo: o Cabaré da Dama.

As apresentações foram ganhando corpo, outros artistas foram somando, inclusive através de concursos entre os espectadores. Logo, atores como Denis Lacerda e Jesuíta Barbosa começaram a fazer parte.
Assim, o coletivo artístico As Travestidas nasce na união de forças em torno desta obra de Silvero. Atualmente, o elenco é formado ainda por Diego Salvador, Patrícia Dawson, Rodrigo Ferrera, Ítalo Lopes e George Hudson.

 

Serviço:

Uma Flor de Dama

Data: 28 de abril de 2019
Horário: domingo, às 20h
Ingressos: 60,00 // 30,00
Vendas: www.ingressorapido.com.br ou na bilheteria do teatro​​
Informações: (85) 4012-3030

Espetáculo Bem Sertanejo terá sessão extra, nesta quinta-feira, no Teatro Riomar Fortaleza

 

O espetáculo “Bem Sertanejo – O Musical” terá sessão extra, nesta quinta-feira (25), às 20h30, no Teatro Riomar Fortaleza, que recebe a montagem até o próximo domingo (28). Estrelado pelo músico Michel Teló e com temporada nas regiões Nordeste e Norte desde o final do mês de março, o musical já teve mais de 100 apresentações esgotadas por todo o Brasil.

No palco, uma verdadeira viagem por todas as fases da música sertaneja e pela história do país, mostrando as mudanças que o gênero sofreu, acompanhando a saída do homem do campo para a cidade grande. Os ingressos estão à venda na Bilheteria do Teatro ou pelo site: www.teatroriomarfortaleza.com.br.

Com patrocínio master da PagSeguro, “Bem Sertanejo” conta a história da música sertaneja, desde a sua origem caipira, no século 17, até os dias mais recentes, e traz no repertório cerca de 56 sucessos de nomes consagrados, como Tonico e Tinoco, Sérgio Reis, Almir Sater, Renato Teixeira, Chitãozinho e Xororó, Leandro e Leonardo, Zezé Di Camargo e Luciano, Gustavo Lima, Henrique e Juliano, Jorge e Mateus, entre outros.

 

Serviço:
Local: Teatro Riomar Fortaleza
Datas: de 25 a 28 de abril

Horários:
Quinta | uma sessão | 20h30
Sexta | duas sessões | 17h e 20h30
Sábado | uma sessão | 20h30
Domingo | duas sessões | 16h e 19h30

Preços:

Plateia Baixa A: R$ 200,00
Plateia Baixa B: R$ 150,00
Plateia Alta: R$ 75,00

Capacidade: 900 lugares

Vendas – www.teatroriomarfortaleza.com.br

REDES SOCIAIS

Facebook: https://www.facebook.com/Bem-Sertanejo-O-Musical

Instagram: @bemsertanejoomusical

Twitter: https://twitter.com/BemSertanejoMus

Site: www.bemsertanejomusical.com.br

APRESENTAÇÃO
Ministério da Cidadania

PATROCÍNIO MASTER
PagSeguro

PATROCÍNIO

UOL, Nissan, Atlas Schindller

Versão teatral de “O Vendedor de Sonhos” faz única apresentação no Theatro Via Sul Fortaleza

 

Baseada no best-seller homônimo de Augusto Cury, “O Vendedor de Sonhos” ganha versão teatral, adaptada pelo próprio escritor, em parceria com Cristiane Natale e Erikah Barbin. Com Mateus Carrieri, Luiz Amorim e grande elenco, o espetáculo acontece em única apresentação no dia 26 de abril, às 21h, no Theatro Via Sul Fortaleza.

O Vendedor de Sonhos é a primeira obra do autor a ser adaptada para o teatro. É o seu romance mais vendido – traduzido em mais de 60 idiomas – com adaptação para o cinema sob a direção de Jayme Monjardim (O Tempo e o Vento; Olga), em 2016. O médico psiquiatra e escritor Augusto Cury é considerado o autor mais lido da década e vendeu mais 35 milhões de livros em 70 países do mundo.

 

Sinopse:

Na trama, a personagem Júlio César tenta o suicídio, e é impedido de cometer o ato final por intermédio de um mendigo, o “Mestre”, que lhe vende uma vírgula, para que continue a escrever a sua história. Juntos encontram Bartolomeu, um bêbado boa-praça que decide unir-se a eles na missão de vender sonhos e despertar a sociedade doente. A revelação de um passado conflituoso do Mestre pode destroçar a grande missão do Vendedor de Sonhos.

Ficha Técnica:

Adaptação: Augusto Cury, Erikah Barbim & Cristiane Natale
Direção: Cristiane Natale
Projeto de Iluminação: Bruno Henrique França
Iluminação: Nara Zocher
Trilha Sonora: Maurício Colatoni
Figurinos: Valentina Oliveira

Elenco: Luiz Amorim, Mateus Carrieri, Marcos Veríssimo, Maurício Colatoni, Miriam Lins Mário Matias, Lucas Lentine, Fernanda Mariano.

 

Serviço:

O VENDEDOR DE SONHOS
Datas: 26 de Abril de 2019

Horário: Sexta 21h;

Classificação: 12 Anos

Duração: 75min

Local: Theatro Via Sul Fortaleza – Av. Washington Soares, 4335 – Edson Queiroz

Ingressos: R$ 60/R$ 30 1° LOTE (mezanino) e R$80/R$40 1° LOTE (plateia)

Capacidade: 732 Pessoas

Informações: (85) 3099-1290
Endereço: Shopping Via Sul – Fortaleza/CE – Brasil, Av. Washington Soares, 4335
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a sábado, das 10h às 22h; Aos domingos e feriados, das 11h às 21h
Acessibilidade: Elevadores, rampas de acesso e assentos especiais.

Estacionamento no Via Sul Shopping

Teatro Ceará Show recebe versão do clássico “A Cigarra e a Formiga​”

 

 

Foto: Ares Soares

Uma comovente história versando sobre arte, diferenças, solidariedade, amor, respeito, determinação, disciplina e, sobretudo o que para as crianças parece ser mais fácil que para os adultos: a superação dos próprios limites. Essa é a premissa do espetáculo “A Cigarra e a Formiga”, em cartaz dias 6, 13 e 27 de abril, no Teatro Ceará Show.

A peça é baseada na fábula clássica de mesmo nome, atribuída a Esopo e recontado por La Fontaine, que mostra uma Cigarra triste e faminta com a chegada do inverno, pois tendo passado todo o período do verão cantando e alegrando a floresta, não havia feito sua provisão. Esta, ao encontrar a Formiga e pedir-lhe algo para comer, é indagada: – “E o que fizeste durante o período do calor enquanto todos trabalhávamos?” . A Cigarra, ingênua, responde animada: – “Não abandonei meu posto, cantei para alegrar a floresta.” Ao que ouve da Formiga: – “Cantaste? Pois agora, dance!”​

A fábula, simples, nunca soou bem aos ouvidos de muitos artistas. Embora a ideia central fosse compreendida, a conotação dada ao canto da Cigarra como simples entretenimento e não como um trabalho a ser reconhecido como o é o da Formiga, sempre incomodou, e essa foi a principal motivação do Grupo Mirante para a montagem desse espetáculo, que criou sua própria versão para a história. ​

A estética cênica e musical transporta as crianças a um universo peculiar, onde a floresta se confunde com o universo mágico do jazz, blues, soul e rythm and blues. Enfim, o universo dos grande musicais. ​

Nesta montagem, os atores cantam, dançam e interpretam diversas canções, tendo como enredo uma estória onde o cantor da floresta, uma Cigarra muito vaidosa, se apaixona pela Formiga e se propõe, contra as leis daquele lugar, a ensinar-lhe a arte do canto. Juntos, eles enfrentam a fúria da Rainha Viúva-Negra e a chegada do inverno.​

FICHA TÉCNICA ​

Grupo Mirante de Teatro Unifor ​
Adaptação: Rafael Martins ​
Direção e Produção: Hertenha Glauce ​
Coreografias: O Grupo ​
Figurinos e adereços: Yuri Yamamoto ​
Maquiagem: Emaynária Martins ​
Cenografia: Hertenha Glauce e Elva Bessa ​
Músicas: Rodrigo Cardozo/Rafael Martins ​
Preparação Vocal: Wilson Freire ​
Direção Musical: Rodrigo Cardozo ​
Parceria: Trupe Realejo ​
Músicos: Joyce Custódio (violão) ​
Alex Vasconcelos (percussão) ​
Ed Júnior (teclado) ​
Gabriel Brandão (sax e flauta transversa) ​

Elenco: Anderson Barreto (Cigarra) ​
Annalies Borges (Formiga) ​
Daniella de Lavôr (Viúva-Negra) ​
Ivan Lourinho (Lagarta de Fogo e Joaninha) ​
Emaynária Martins (Lagarta de Fogo e Borboleta) ​
Samanta Sanford (Borboleta) ​
Bruno Teixeira (Joaninha) ​


Serviço:​​
A Cigarra e a Formiga​
Local: Teatro Ceará Show (Av. Abolição, 2323 – Meireles)​​
Dias 6, 13 e 27 de abril de 2019​​
Horário: 17h​​
Ingressos: R$40 (inteira)/R$20​ (meia)​
Vendas: www.ingressorapido.com.br ou na bilheteria do teatro​​
Informações: (85) 4012-3030

Musical “O Grande Encontro” em cartaz no Teatro Ceará Show

O sonho, o desejo e a necessidade. Essas são as matrizes que geram os conflitos e questionamentos em ‘O Grande Encontro – O musical’, onde três casais em lugares e situações diferentes se veem diante de uma mesma pergunta: partir ou ficar? O espetáculo acontece dia 14 de abril, às 20h, no Teatro Ceará Show. Espetáculo foi escrito a partir das composições do álbum clássico de Elba Ramalho, Alceu Valença, Zé Ramalho e Geraldo Azevedo, lançado em 1996.

Trabalhando com o nordestino em suas multifaces, a peça aborda o processo do êxodo, seja por inquietação, vontade ou necessidade, como também os questionamentos e as escolhas que vem junto, apresentando três núcleos distintos: A praia, o sertão e a cidade. Sabiá e Diana moram na praia e, embora tenham se apaixonado e vivam juntos o amanhecer de um novo amor, tem visões de futuro diferentes. Os recém casados Luiz e Flor vivem felizes no ardor do sertão e do amor que sentem um pelo outro, mas as dificuldades da realidade em que vivem lhes trazem uma escolha difícil. Marcela e Fernanda moram juntas na cidade e o relacionamento já está perdido entre a frieza do ciúme de Marcela e a saudade que Fernanda nutre de sua terra natal. Todos eles terão de tomar uma decisão que pode mudar o rumo de suas vidas para sempre. ​

Os clássicos interpretados por Elba Ramalho, Alceu Valença, Zé Ramalho e Geraldo Azevedo nas quatro edições da coletânea “O Grande Encontro” enriquecem a história de cada casal, refletindo seus sentimentos em relação ao lugar onde vivem, seus sonhos, seus medos e seus amores. Músicas como ‘Sabiá’, ‘Frisson’ e ‘Dia branco’ trazem a leveza da praia e o frescor do romance entre os personagens Sabiá e Diana. ‘Disparada’, ‘Dona da minha cabeça’ e ‘Veja’ entram trazendo o calor do sertão e a força do amor entre Luiz e Flor. Já as canções ‘O Ciúme’, ‘Bicho de sete cabeças’ e ‘Chão de giz’ refletem a frieza da cidade e o peso do fim no relacionamento de Fernanda e Marcela. Canções marcadas por fortes vozes do nordeste brasileiro serão cantadas ao vivo, trazendo poeticidade e beleza para o ‘O Grande Encontro – O Musical’.​

Serviço
O GRANDE ENCONTRO​
Local: Teatro Ceará Show (Av. da Abolição, 2323) ​
Data: 14 de abril (domingo) ​
Horário: 20h ​
Valores: R$60 (inteira) / R$30 (meia)​
Vendas: ingressorapido.com ​
Duração: 65 minutos ​
Classificação indicativa: 12 anos

Com clássicos infantis dos anos 80 e 90, “Yan – O Musical” chega ao Theatro Via Sul Fortaleza


Nova versão da obra de André Gress, lançada originalmente em 2009 e inspirada pelo músico Yan Tiersen, o espetáculo “Yan – Musical” chega ao Theatro Via Sul Fortaleza, dias 4 e 5 de abril, às 20h.
Produzido pela The Biz – Escola de Artes, a nova versão da peça foi repaginada e transformada em um musical ao som de clássicos infantis dos anos 80 e 90, como “Doce Mel”, “Era Uma Vez”, “Lindo Balão Azul”, “Charleston” e muitas outras canções que marcaram uma época e encantam gerações.
Yan é o personagem central e se encontra preso em uma estação de trem. É lá onde ele se depara com figuras diferentes e peculiares, como o Conflito, o Mistério, a Bailarina e muitos outros personagens que habitam a estação. Ao longo do espetáculo, Yan vai aprender lições e enfrentar problemas de formas inusitadas e inovadoras que vão tocar o coração de todos que estão acompanhando sua história.

 
Serviço:

YAN – O MUSICAL
Datas: 4 e 5 de abril

Horário: quinta e sexta às 20h;

Classificação: LIVRE

Duração: 70min

Local: Theatro Via Sul Fortaleza – Av. Washington Soares, 4335 – Edson Queiroz

Ingressos: R$ 40/R$ 20 (mezanino) e R$60/R$30 (plateia)

Capacidade: 732 Pessoas

Informações: (85) 3099-1290
Endereço: Shopping Via Sul – Fortaleza/CE – Brasil, Av. Washington Soares, 4335
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a sábado, das 10h às 22h; Aos domingos e feriados, das 11h às 21h
Acessibilidade: Elevadores, rampas de acesso e assentos especiais.

Estacionamento no Via Sul Shopping

Humorista Gil Soares, o “Caboré”, lança projeto de humor itinerante e gratuito

 

Democratizar o acesso ao humor, levando para o interior do Ceará shows que retratam o jeito alegre de ser do povo cearense, com a mesma estrutura e qualidade das apresentações realizadas para o público e turistas de Fortaleza e nas turnês Brasil afora. Essa é a proposta do novo projeto do humorista cearense Gil Soares, que, por meio de apoio do Governo do Estado do Ceará, através do XI Edital de Incentivo às Artes – Humor, tornou a sua apresentação “As Caras do Cabra” itinerante e levará, para municípios cearenses com pouco acesso a esse tipo de arte, shows gratuitos e abertos à população.

Quatro cidades serranas do Ceará serão contempladas: Baturité, Pacoti, Meruoca e Viçosa do Ceará. Além delas, serão realizados dois shows gratuitos em Fortaleza, também abertos à comunidade. Ao todo, serão 10 apresentações, sendo duas em cada município, favorecendo um público estimado de 4 mil pessoas.

As apresentações iniciais acontecerão na capital: a primeira, no dia 2 de abril, no Cuca Mondubim, às 19 horas; e a segunda, no dia 3 de abril, no Centro Cultural do Bom Jardim (Teatro Marcos Miranda) , no mesmo horário. Ao longo do mês de maio, acontecerão os shows em Pacoti, Baturité, Meruoca e Viçosa.

“As Caras do Cabra” foi concebido a partir de experimentos, pesquisas e observações do cotidiano que Gil Soares vem fazendo ao longo de mais de 20 anos de sua empreitada cultural. Apresentando-se de cara limpa (estilo “stand up comedy”), e sem deixar de lado seus personagens, o humorista transita pelo universo cômico de vários tipos no seu espetáculo, renovado e atualizado. Dessa forma, antenado com as tendências e sem perder o foco, o artista mostra que é o “Cabra” e apresenta suas “Caras” e facetas no show que leva a molecagem cearense em sua essência.

Em “As Caras do Cabra”, Gil Soares satiriza algumas situações do cotidiano, e apresenta seus personagens com o requinte de um mestre de cerimônia. A transformação e/ou transição de tais personagens serão feitas em palco e com interação da plateia. Assim, o público irá se deleitar com um show de piadas, músicas, danças e trejeitos.

O humorista garante que conseguirá arrancar boas gargalhadas do público com artifícios que constituem um humor acessível e livre de apelação. “O bacana desse projeto é que pretendemos fomentar a cultura do humor cearense com recursos que não passam pela apelação ou conteúdos ponográficos, mas sim, pela utilização de piadas conectadas com os assuntos do momento, “tiradas”, anedotas e expressões populares. Esse é um dos motivos que faz com que o nosso público-alvo seja bastante amplo: são adolescentes (12-18 anos), adultos, idosos, jovens (15-29 anos), LGBT, mulheres, pessoas com deficiência e a população da zona rural”, destaca Gil.

O “Cabra”: Gil Soares

Ator, comediante, jornalista, redator, produtor. Tem mais vinte anos dedicados ao humor, dez destes, com a dupla Falido e Mal Pago. Gil tem experiências acumuladas no teatro e no audiovisual, incluindo televisão, passagem pelo cinema, campanhas publicitárias e participações em programas nacionais (Show do Tom, O Melhor do Brasil, Silvio Santos, Tudo é Possível, Domingo Legal, Programa da Sabrina, entre outros). Durante sete anos, trabalhou na TV Jangadeiro (afiliada ao SBT no Ceará) com o quadro “Os Malas” (em parceria com Bené Barbosa – o “Papudim”). Na mesma emissora, participou do programa humorístico “Botando Boneco” e do quadro “As Peripécias do Caboré” (no qual era responsável pela produção dos textos, roteiro, atuação e direção).

 

Serviço:

ESPETÁCULO “AS CARAS DO CABRA”

FICHA TÉCNICA

Texto/Direção: Gil Soares

Produção: Caboré Produções

Produção execuiva: Carlos Araújo

Sonoplastia: Daniel Soares

Contra-Regra: Daniel Soares

Adereços: Cristiano Castro

Figurino: Mariana Carneiro

Fotografia: Márcia Melo

Projeto Gráfico: Jonny Santos

Assessoria de Comunicação: Carolina Lopes – (85) 98200 4855

Serviço:

Evento: Show de Humor “As Caras do Cabra”

Data: 2 e 3 de abril

Horário: 19 horas

Local: 2 de abril – Cuca Mondubim

3 de abril – Centro Cultural do Bom Jardim (Teatro Marcos Miranda)

Entrada gratuita

Mais informações: (85) 99961 0065

Theatro José de Alencar abre as portas domingo (17) com programação gratuita

 

 

No dia de 17 de março, o programa Theatro de Portas Abertas apresenta o espetáculo “AQUELAS – Uma dieta para caber no mundo”, uma programação especial para celebrar o mês da mulher. A peça é uma construção colaborativa, numa criação delicada e cruel, que grita as urgências do “ser mulher” na sociedade em que vivemos. O espetáculo faz reviver Maria de Bil, santa popular de Várzea Alegre, município do Cariri cearense, assassinada no ano de 1926 pelo seu companheiro. A atividade inicia às 18h, no Palco Principal, e tem entrada gratuita.

A programação conta ainda com a “Divulgação da pesquisa o “Praticante Cultural; o espectador de teatro na cidade de Fortaleza”, de Caio César Brito, às 16h, no Foyer. A pesquisa, que teve como objetivo traçar o perfil do espectador de teatro na cidade de Fortaleza, apresenta seus resultados e convida para um diálogo importantes realizadores de teatro atuantes na cena teatral cearense: Altemar Di Monteiro, Rogério Mesquita, Gyl Giffony, Joca Andrade.

A tradicional Hora do Ângelus será cantada por Masôr Costa a partir das 18h, no Pátio Nobre. Masôr Costa começou aos 20 anos de idade a mostrar seus dons musicais. Socióloga, intérprete e compositora, típica da nossa música e do mais alto estilo, enfocando sempre o relacionamento com o meio e a consciência. Desde 1987 faz seu expoente de interpretação em várias casas de shows e espaços culturais em Fortaleza e outras cidades.

E encerrando o dia de programação gratuita, o Teatro Morro do Ouro recebe o espetáculo “As Malditas”, do Rei Leal Coletivo Teatral, às 19h. Escrita em 1997 pelo jornalista, ator e dramaturgo paraibano Saulo Queiroz, a peça é uma tragicomédia baseada nas relações humanas, que traz à tona a difícil relação de dependência mútua entre duas irmãs, Rosa e Margarida, na terceira idade. A classificação indicativa é 12 anos.

Comédia “Enfim, Nós” faz temporada em março no Teatro Ceará Show

 

 

Com texto de Bruno Mazzeo e direção de Cláudio Torres Gonzaga, a peça “Enfim, Nós” faz temporada aos domingo de março, dias 17, 24 e 31, no Teatro Ceará Show, às 20h. Com elenco formado pelos atores cearenses Larissa Goes e Luis Costa, o espetáculo foi aclamado pela mídia local e sucesso de público em todas as apresentações anteriores.

ENFIM, NÓS foi escrita por dois experientes autores da TV, Bruno Mazzeo e Cláudio Torres Gonzaga; o primeiro, responsável por programas como Cilada, A Diarista e Junto e Misturado; o segundo, por Zorra Total e Sob Nova Direção, dentre outros. Aplaudido pela crítica e público, o espetáculo atingiu média de 96% da lotação no Teatro Folha em São Paulo, 97% no teatro Laura Alvim e 94% no teatro das Artes no Rio de Janeiro. Esteve em turnê por mais de 90 cidades, como Niterói, Vitória, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Maceió, Natal, Recife, São Luis, Salvador, Belém e Teresina. ENFIM, NÓS é sucesso por onde passa, atingindo a marca de mais de 600 mil espectadores.

ENFIM, NÓS conta em cena com a presença do novo casal, Larissa Góes e Luis Costa, atores cearenses em ascensão. Larissa interpretou o papel de Luzia na fase jovem da personagem na novela Velho Chico em 2016; Luis já é nome conhecido no Nordeste, por ter sido apresentador do Globo Esporte durante oito anos, ingressando em seguida na carreira de ator.

A peça conta a história de Zeca e Fernanda. Os dois vão passar o seu primeiro dia dos namorados juntos, desde que decidiram dividir o mesmo teto. Porém, um pequeno incidente faz com que eles fiquem presos no banheiro. Passar a noite trancados faz muitos sentimentos virem à tona na relação do casal, causando discussões sobre ciúmes, cobranças, manias, amor… Outros contratempos surpreendentes também marcam o roteiro. Sem dúvida, os personagens terão uma noite inesquecível, mesmo que tudo não saia exatamente como o planejado.

Este é um pequeno resumo da comédia “Enfim, nós”, que já foi encenado pelo próprio Bruno Mazzeo e artistas como Fernanda Souza, Maria Clara Gueiros e Ricardo Tozzi, Fernanda Vasconcelos e Cássio Reis, dentre outros pares. E para dar um toque especial à essa comédia romântica, a encenação conta com vozes em off de Luciano Huck, Heloísa Perissé e Leandro Hassum.

Definitivamente, todo casal, antes mesmo de unir os trapos, deveria passar pelo menos uma noite trancado no banheiro.
Serviço:
Enfim, Nós
Dias: 17, 24 e 31 de março (domingo)
Horário: 20h
Ingressos: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia entrada)
Local: Teatro Ceará Show – Av. Abolição, 2323 – Meireles
Vendas: www.ingressorapido.com.br ou na bilheteria do teatro
Informações: (85) 4012-3030

Instituto Revoar promove peça no Theatro José de Alencar em celebração aos dois anos de fundação

 

Para comemorar seu segundo aniversário, o Instituto Revoar, do Grupo Memorial Fortaleza, realiza, no dia 21 de março às 19h30, o espetáculo teatral A Bagagem, no Theatro José de Alencar. A peça tem texto de Rafael Martins, direção de Yuri Yamamoto e elenco Grupo LEMA. A entrada será a doação de 1kg de alimento não perecível, que será entregue ao Instituto da Primeira Infância – Iprede.

O espetáculo é um convite à reflexão sobre os muitos caminhos, certezas e incertezas da vida, alegrias, conflitos, e frente à essa temática, uma forma poética de dialogar sobre as inseguranças da alma. A produção teatral tem como eixo central a forte mensagem de que não basta a pessoa estar mundo. Ela tem que se sentir…VIVA!

 

Sobre o Instituto Revoar

Revoar vem do significado tornar a voar, voltar voando, que é associado a leveza e descoberta, e simbolicamente, ajuda as pessoas a se renovarem e se conectarem com o mundo novamente. Foi pensando nisso que o grupo Memorial, que atua no setor de sepultamento e cemitério em Fortaleza, resolveu criar o Instituto Revoar, que vem atuando no bem estar emocional das pessoas. Hoje o instituto oferece uma gama de serviços de acompanhamento e reintegração de pessoas enlutadas à sociedade.

 

Serviço:

Instituto Revoar celebra dois anos com peça teatral

Data: 21 de março – 19h30

Local: Theatro José de Alencar

Entrada: 1kg de alimento

Teatro Ceará Show recebe espetáculo Chapeuzinho Vermelho

 


Um dos contos de fadas mais famosos do mundo e com diversas adaptações desde sua criação, em 1697, “Chapeuzinho Vermelho” estreia no Teatro Ceará Show para apresentações dias 16, 23 e 30 de março, às 17h. Produzido pela Cia. de Teatro da Escola de Atores Marcelino Câmara, espetáculo traz uma versão clássica cheia de humor, imaginação e fantasia, que tem despertado, de geração em geração, o mundo encantado dos sonhos que enfeitam a vida das crianças e dos adultos.​

Com um texto escrito em linguagem simples e um primoroso e criativo cenário, “Chapeuzinho Vermelho” é um dos mais belos e famosos clássicos da literatura infantil universal, apresentado em uma linguagem circense teatral: cada personagem estará associado a um artista do circo. Chapeuzinho é alegre, adora brincar com os animais e é uma ótima BAILARINA DA CORDA BAMBA. O lobo é metido a artista, quer ser MÁGICO e ator, passando o tempo todo a imitar vozes (não é a toa que engana todo mundo). Os caçadores são os PALHAÇOS mais atrapalhados que se pode imaginar, com armas como guarda-chuvas, balas e bolinhas de ping-pong. Vovó não escuta bem, troca as palavras e é a DOMADORA DE ANIMAIS da nossa história. A mãe não perde os programas de culinária e vive mergulhada nos afazeres da casa: ela é a MALABARISTA.​

Divertido, cheio de cores, músicas temáticas e com atores que vão usar desde a técnica tradicional cênica, passando pelos ‘clowns’, dança e, como não podia deixar de ter nesse nossa montagem: um pouquinho da molecagem cearense.​

Ficha Técnica:
ELENCO: Alexya Maciel​, Álvaro Filho​, Dacosta Gomes​, João Pedro​, Luiza Mendes ​ e Marcelino Câmara​; MAQUIAGEM : O Grupo ; EXECUÇÃO DE FIGURINOS: Casia Soulier​; LUZ : Thyago Câmara​; CENOGRAFIA​: Kercyanne Gomes e​ Marcelino Câmara​; DIREÇÃO TEATRAL​: Thyago Câmara​; COMICIDADE​: Samia Bittencourt​; CIRCO​: Pablo Bailoni​; SONOPLASTIA​: Kercyanne Gomes​; DIREÇÃO GERAL​: Kercyanne Gomes e​ Marcelino Câmara​; PRODUÇÃO​: Escola de Atores Marcelino Câmara​

Serviço:​
Chapeuzinho Vermelho​
Local: Teatro Ceará Show (Av. Abolição, 2323 – Meireles)​
Dias 16, 23 e 30 de março de 2019​
Horário: 17h​
Ingressos: R$40 (inteira)/R$20​ (meia)
Vendas: www.ingressorapido.com.br ou na bilheteria do teatro​
Informações: (85) 4012-3030​

Matheus Ceará traz para São Paulo o espetáculo “Papai é uma Piada”

 

 

Matheus Ceará volta à São Paulo, com muitas novidades. Neste sábado (09), sobe ao palco do Teatro Eva Wilma, apresentando um show de formato inédito!

O humorista se reinventou: novos quadros, piadas e muitas histórias. A ‘função pai’ no dia a dia com a filha Ivy, o casamento e situações divertidas com sua família são alguns dos destaques que prometem muitas gargalhadas!

Amigos de Matheus Ceará também sobem ao palco. No quadro Ventríloquo Humano, muitas risadas com a famosa máscara para brincar de personalidades como Carlos Alberto de Nóbrega, Celso Portiolli, Emílio Surita, entre outros. Paródias e imitações também fazem parte desse show surpreendente.

Grandes nomes como Pabllo Vittar, Elvis Presley, Tim Maia e Raul Seixas animam a plateia, com muita música através de divertidas caracterizações do humorista. A interatividade e improviso são pontos de destaque. O quadro Vocês Pedem e Eu Conto, traz o público para dentro do show. Nele, Matheus Ceará abre para a plateia a possibilidade de pedir temas para contar as piadas favoritas… tudo no improviso!

 

Serviço:

Data: 09/03/2019 (sábado)

Horário: 21h

Local :Teatro Eva Wilma

Endereço: Rua Antônio de Lucena, 146 – Tatuapé / São Paulo – SP

Informações/Reservas: (11)2090-1650 / (11) 2293-8766 / (11)9.9008-7579

Valor: Inteira – R$60,00 / Meia-entrada – R$30,00 / Promocional Carnaval – R$30,00

Vendas:

Bilheteria do teatro Eva Wilma: Quarta a Sáb 14h30 às 20h

Online: https://checkout.tudus.com.br/teatro-eva-wilma-matheus-ceara-papai-e-uma-piada/selecione-seus-ingressos

Classificação Indicativa: 16 anos

EDISCA apresenta sua décima geração de bailarinos no espetáculo Estrelário

 

O grupo EDISCA, que promove a educação de crianças e jovens através da arte, apresenta sua nova geração de bailarinos em coreografia de Dora Andrade e Gilano Andrade, no espetáculo Estrelário, nos próximos dias 14, 15 e 16 de março. As sessões serão no Teatro da Edisca – Prof. Antônio Carlos Gomes da Costa, trazendo a reflexão sobre o que existe entre o céu e a terra que está em nós, o humano e o divino que somos ou que poderíamos ser.

Em Estrelário, os bailarinos sobem ao palco para dar vida a um espetáculo que fala sobre natureza e as tantas mágicas existências que habitam o mundo e a mais extraordinária e encantadora que é justamente o ser humano: entre tantas outras, a única criatura que atua a partir de suas escolhas livres capazes de moldar o mundo. Criar-se e recriar o mundo não é dado, necessita de imaginação e ação.

Dora Andrade, fundadora e coreografa da EDISCA, conta que já estão na décima geração de bailarinos e a montagem será a apresentação dessa nova geração. “Para nós é uma honra apresentar as novas estrelas da EDISCA nesse balé que traz uma experiência sensitiva, estética e plástica. A nossa intenção é tornar visível nosso berçário de estrelas”, enfatiza. O balé fala de seres que, em suas diversidades, participam de uma rede de colaboração e afinidades necessárias que podemos definir como solidariedade.

Quando saímos dessa dimensão natural e adentramos ao campo da transcendência é que o verdadeiro milagre eclode. A ideia é mostrar que somos feitos da mesma substância das estrelas e das intimidades do átomo. Somos parte de um todo grandioso que se multiplica e se diversifica sem cessar mostrando em sua expansão o caminho de volta para a unidade.

Estrelário tem duração de 40 minutos, com sessões às 18h e às 20h, de classificação livre. O ingresso vale uma lata de leite e será disponibilizado para troca nos dias das apresentações, na portaria do Teatro EDISCA, a partir de 13h, apresentando documento de identidade. Cada pessoa poderá trocar até quatro ingressos no dia do evento.

 

Da nova geração

Fernando Bernardo (21) é da geração de novos bailarinos e encontrou na EDISCA uma porta aberta para algo que ama: a dança. Há um ano e meio na instituição, ele está com grandes expectativas para seu primeiro espetáculo. “Estou muito ansioso. Conheci a EDISCA em 2013 e nunca imaginei que hoje faria parte de tudo isso”, diz Fernando com muita ansiedade para a estreia.

A dança começou a fazer parte da vida de Fernando quando entrou em um curso de Jazz na Universidade Federal do Ceará (UFC) e sua professora era ex-aluna da EDISCA. Ela foi quem levou o jovem para conhecer o projeto. “Sempre achei inspiradora essa forma de se expressar e ver o mundo através da dança. Aqui tive o meu primeiro contato com o balé e hoje amo essa entidade”, diz o garoto que demorou a correr atrás do sonho, pois as academias eram longe de casa e muito caras. “Hoje eu faço faculdade de dança na UFC e ainda quero ficar na EDISCA por muitos anos, pois sei que ainda tenho muito a aprender aqui”, afirma.

Fernando olha para as dificuldades e encontra na dança forças para superá-las. “Venho todos os dias da semana para a EDISCA, faço um trajeto de 1 hora e meia de ônibus, mas não penso em desistir. Aqui aprendo muitas coisas e desenvolvo algo além da dança, criei laços de amizade e me desenvolvi como pessoa”, diz o bailarino.

 

Sobre a EDISCA

A Escola de Desenvolvimento e Integração Social para Criança e Adolescente (EDISCA) é uma organização não governamental sem fins lucrativos criada em 1991. Tem consolidada a imagem de centro de formação de agentes culturais e construtora de espetáculos que a credenciaram a receber em 2012 a Ordem do Mérito Cultural, maior comenda da Cultura de nosso país, concedida pelo Governo Federal na categoria Igualdade de Gênero. No entanto, o trabalho desenvolvido pela EDISCA ultrapassa a formação artística.

 

Seus programas e ações, cujas metodologias estão sistematizadas, abrangem a área educacional com o projeto Fortalecimento do Ensino Formal, premiado pelo Banco de Tecnologias Sociais do Banco do Brasil. Faz articulação com escolas públicas e privadas, e capacitações para educadores da rede de ensino, pelo projeto A Vida é Feminina, com foco no fortalecimento das mulheres, mães dos educandos, por meio da formação cidadã, capacitação profissional e geração de renda, honrado em 2012 com o Prêmio ODM, concedido pela Presidência da República. Na área de saúde, promove ações curativas e, principalmente, preventivas, articuladas com um setor de psicologia que desenvolve atividades de educação para a cidadania e acesso a direitos.

 

Serviço:

Espetáculo: ESTRELÁRIO – EDISCA

Local: Teatro da Edisca – Prof. Antônio Carlos Gomes da Costa

Endereço: Rua Desembargador Feliciano de Ataíde, 2309 – Água Fria

Data: 14, 15 e 16 de março de 2019

Horários: 18h e 20h

Duração: 40 minutos

Ingresso: Uma lata de leite em pó. Troca nos dias das apresentações, na portaria do Teatro EDISCA, a partir de 13h.

Classificação indicativa: Livre

Sucesso de público e crítica, espetáculo “Frida Kahlo – A deusa tehuana” chega ao Theatro Via Sul Fortaleza


Inspirado no diário e na obra da pintora mexicana “Frida Kahlo”, artista que ultrapassou a popularidade adquirida com seu trabalho e tornou-se sua melhor arte, o espetáculo “Frida Kahlo – A deusa tehuana”, chega ao Theatro Via Sul Fortaleza, dias 9 e 10 de março, às 21h e 20h, respectivamente.
Quem foi Frida Kahlo longe dos holofotes, na vida particular, sem estereótipos? Desta pergunta partiu a investigação para a montagem do espetáculo, que desconstrói o mito para falar da mulher que teatralizou a sua própria existência, foi a expressão maior de luta e superação, mesmo trazendo consigo as maiores dores – físicas e existenciais. No lugar do luto, vestiu-se de cores. Com direção de Luiz Antonio Rocha, atuação de Rose Germano e texto escrito pela dupla, o monólogo estreou em 2014 com sucesso de público e crítica.
De acordo com Luiz Antonio Rocha, tudo de mais óbvio sobre a trajetória de Frida foi excluído da dramaturgia. “Queria justamente algo que não estivesse nos registros oficiais da história, que mergulhasse no sentimento mais profundo de uma mulher que queria ser mãe e não conseguiu, que era frágil e, ao mesmo tempo, forte e determinada. Colocamos o inédito, o que as pessoas sequer imaginam, como a sua relação com os médicos e a descoberta da colecionadora de arte Dolores Olmedo”, explica. “No espetáculo, desconstruímos o mito, construindo uma Frida humana, bem diferente da figura pop na qual foi transformada pela grande mídia no mundo inteiro”, conclui o diretor.

 

Ficha técnica:
Texto: Luiz Antonio Rocha e Rose Germano

Direção: Luiz Antonio Rocha

Elenco: Rose Germano

Músico: Eduardo Torres

Iluminação: Aurélio de Simoni

Operador de Luz e Som: Alexandre Holcim

Cenário, Figurinos e Direção de Arte: Eduardo Albini

Trilha Sonora: Marcio Tinoco

Direção de Movimento: Norberto Presta

Fotos: Renato Mangolin e Carlos Cabéra

Direção de Produção: Sandro Rabello

Realização: Diga Sim! Produções

 

Serviço

FRIDA KAHLO – A DEUSA TEHUANA
Datas: 9 E 10 de Março de 2019

Horário: Sábado 21h e Domingo 20h

Classificação: 18 Anos

Duração: 70min

Local: Theatro Via Sul Fortaleza – Av. Washington Soares, 4335 – Edson Queiroz

Ingressos: R$ 60/R$ 30 (mezanino) e R$80/R$40 (plateia)

Capacidade: 732 Pessoas

Informações: (85) 3099-1290
Endereço: Shopping Via Sul – Fortaleza/CE – Brasil, Av. Washington Soares, 4335
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a sábado, das 10h às 22h; Aos domingos e feriados, das 11h às 21h
Acessibilidade: Elevadores, rampas de acesso e assentos especiais.

Estacionamento no Via Sul Shopping

XV Edital Ceará da Paixão 2019: Inscrições abertas de 18/02 a 04/03

 

 

A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará divulga nesta segunda-feira, dia 18/2, a abertura das inscrições do XV Edital Ceará da Paixão, que seguem até o dia 04 de março de 2019. As inscrições serão gratuitas e exclusivamente online, pelo site www.editais.cultura.ce.gov.br.

Nesta edição, o Edital Ceará da Paixão se constitui como uma ação continuada de fomento à manutenção e renovação de grupos e manifestações próprias do Ciclo da Semana Santa, tais como: Manifestação Tradicional Popular e Espetáculo Cênico I, II e III, dentre outras expressões da cultura tradicional popular. Esse Edital se insere nas políticas de reconhecimento e promoção do patrimônio imaterial Cearense voltado para o Ciclo da Semana Santa presentes em todas as regiões e municípios do Estado. Confira aqui o edital: http://editais.cultura.ce.gov.br/2019/01/18/xv-edital-ceara-da-paixao-2019/

O presente Edital tem recursos oriundos do Fundo Estadual da Cultura (FEC) no programa 044 – Promoção do Acesso e Fomento à Produção e Difusão da Cultura Cearense, que disponibilizará o aporte financeiro no valor total R$ 760.526,00 (setecentos e sessenta mil, quinhentos e vinte e seis reais), sendo R$ 482.662,00 (quatrocentos e oitenta e dois mil, seiscentos e sessenta e dois reais) para pagamento dos projetos selecionados na Categoria Espetáculo Cênico da Paixão de Cristo I, II e III, R$ 214.528,00 (duzentos e quatorze mil, quinhentos e vinte e oito reais) para pagamento dos projetos selecionados na Categoria Manifestação Tradicional Popular, R$ 50.400,00 (cinquenta mil, quatrocentos reais) para pagamento do III Seminário de Avaliação e Seleção Ceará da Paixão e R$ 12.936,00 (doze mil novecentos e trinta e seis reais) para despesas com a Comissão de Avaliação e Seleção.

Desta forma, o Edital apoia a preservação de vários grupos e expressões da cultura tradicional popular, contribuindo de maneira efetiva na transmissão de saberes e fazeres entre gerações, estabelecendo sociabilidades entre mestres e aprendizes e na formação de novos brincantes, além de ampliar e democratizar o acesso aos bens e serviços culturais para o conjunto da população em geral. O Edital busca fomentar por meio da concessão de apoio financeiro, a realização de projetos voltados para a produção artística, a circulação de grupo e a difusão das manifestações culturais regionais do ciclo da semana santa.

Para efeito de inscrição neste Edital todos os PROPONENTES e responsáveis pelos projetos deverão estar cadastrados no Mapa Cultural do Ceará, no seguinte endereço eletrônico: mapa.cultura.ce.gov.br, bem como vinculá-lo na ficha de inscrição online. Os proponentes poderão apresentar apenas 01 (uma) proposta em uma das seguintes categorias: I – Espetáculo Cênico da Paixão de Cristo I; II – Espetáculo Cênico da Paixão de Cristo II; III – Espetáculo Cênico da Paixão de Cristo III; IV – Manifestação Tradicional Popular; V – III Seminário de Avaliação e Planejamento Ceará da Paixão.

Mais informações poderão ser obtidas prioritariamente pelo e-mail editalpaixao@secult.ce.gov.br e pelos telefones (85) 3101-6770 / 3101-6765.