Browsing Tag

Empresas

O Jeito Brasal de Gestão de Pessoas na GPTW

Para alcançar o patamar de um dos maiores grupos empresarias do Centro-Oeste, com atuação em seis segmentos diferentes, a Brasal manteve seu foco permanente nas pessoas. “A nossa maior força é a compreensão coletiva sobre realizar. Realizamos resultados porque queremos realizar pessoas”, afirma Osório Adriano Neto Vice-Presidente das Empresas Brasal.
Assim, manter um clima organizacional baseado na confiança mútua, que estimule o desenvolvimento de todo seu ecossistema, é uma das premissas da Brasal e de suas unidades de negócios.
Pelo terceiro e quarto ano, respectivamente, a Brasal Participações e a Brasal Incorporações se destacam na certificação conduzida pela consultoria internacional GPTW – Great Place to Work, cujo ponto central é avaliar o ambiente de trabalho por meio de pesquisa realizada junto aos colaboradores. Nesse ano, ambas as empresas ficaram entre as dez melhores para se trabalhar no Centro-Oeste.
Desde 2016, a Brasal submete seus processos à GPTW.  “A proposta da consultoria converge com o nosso pensamento, pois tem como eixo a confiança”, explica Guilherme Sacramento, diretor da Brasal Incorporações filial Uberlândia.
As análises da consultoria são insumos para novos projetos e melhorias, “além de diversas ações voltadas para qualidade de vida, implementamos, em 2019, o encontro mensal “Acontece na Brasal” que deu mais transparência e clareza das atividades da empresa a todos os colaboradores”, ressalta Ana Carolina Martinez, coordenadora de desenvolvimento humano da Brasal Participações.

O GPTW 2020 teve formato virtual e quem acompanhou pode sentir o jeito Brasal de vibrar com mais esse passo que valida a conexão da empresa com seu maior ativo: seus colaboradores.

SEST SENAT lança novos editais para credenciar empresas especializadas em serviços educacionais

O SEST SENAT lançou novos editais para credenciar microempreendedores individuais e empresas especializadas em serviços educacionais que tenham interesse em ministrar cursos e palestras para o setor de transporte. Ao todo, são 27 editais, um para cada Unidade da Federação.

As empresas integrarão o Cadastro de Pessoa Jurídica Prestadora de Serviços de Instrutoria do SEST SENAT, a partir do qual poderão ser contratadas, em regime de não exclusividade, para a prestação desses serviços.

O objetivo é contribuir para a retomada da capacidade de crescimento do setor de transporte, após a pandemia da covid-19, por meio de cursos e palestras que abrangem nove áreas de conhecimento, a saber: gestão; inovação e empreendedorismo; tecnologias; conhecimentos gerais; mecânica; logística; aéreo; ferroviário; e portuário.

As informações detalhadas estão nos editais, disponíveis para consulta no portal E-Compras, no site do SEST SENAT.

As empresas interessadas passarão por três etapas de cadastramento: envio dos documentos para habilitação; análise documentos e aprovação; e efetivação do cadastramento e publicação no site do SEST SENAT.

As contratações não são em regime de exclusividade e acontecerão conforme a demanda local.

Serviço:
Sest Senat Fortaleza
Rua Dona Leopoldina, 1050- Centro
Tel: 985) 3304-4111

Investimentos para pequenas empresas é tema de live com especialista

 

A reinvenção das pequenas empresas tem sido um dos temas mais falados pelos especialistas durante a pandemia. Com o tema “Investimento para pequenas empresas: Por onde começar?”, a Vivaz Soluções em RH promove uma live no dia 9 de julho, a partir das 19h, em seu canal no instagram @vivazsolucoes.

O Victor Ibiapina, diretor-sócio da Vivaz Soluções vai conversar com a Carolina Rebouças, consultora da Ápice Investimentos, escritório representante da XP Investimentos em Fortaleza. A consultora vai apresentar aos empreendedores algumas opções de investimentos e abordar quais pontos deve ficar atento, na hora de fazer estes investimentos com foco no seu negócio.

As empresas que estavam organizadas financeiramente, com um bom caixa e possuíam investimentos financeiros, sofreram os impactos da pandemia, porém de forma mais branda. “Acredito que um planejamento de investimentos será essencial para manutenção da saúde de uma empresa durante uma próxima crise. É preciso continuar a investir no digital, mas é preciso também ter capital investido em uma reserva de segurança pensando no médio e longo prazo”, afirma Victor Ibiapina.

O momento é de adaptação e pensar no futuro. “Ao pensar em investimentos para pessoa jurídica, é muito importante ressaltar que não há receita de bolo, cada empresa deve planejar seus investimentos de acordo com seus objetivos e nicho de negócio”, completa Carolina Rebouças.

Este bate papo tem o objetivo de clarear e mostrar para os empreendedores que também devemos pensar em investimentos para os nossos negócios e explicar algumas opções de investimentos para empresas. Para saber mais sobre investimentos e negócios, siga os perfis no instagram @carolinaoliveirarb e @apiceinvestimentos.

 

Serviços:

Live: “Investimento para pequenas empresas: Por onde começar?”

Dia 9 de julho, às 19h

Canal instagram @vivazsolucoes

Não precisa fazer inscrição.

Mais informações: 85 2181-6931

Pesquisa da Fecomércio revela que empresários continuam menos confiantes

A confiança dos empresários do Ceará em relação à economia do País continua caindo. É o que revela a pesquisa Índice de Confiança dos Empresários do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Ceará, realizada no bimestre Mai-Jun/2020, pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Ceará (IPDC), da Fecomércio. Segundo o levantamento, o índice veio 75,3 pontos. A pontuação de maio e junho apresentou variação relativa de -13,2% em relação ao bimestre anterior (Mar-Abr), quando o índice foi de 86,7 pontos.

Essa baixa expectativa, de acordo com a pesquisa, pode ter como uma das justificativas a crise sanitária, somado com a crise econômica, o que leva os empresários a ficarem em desconforto quanto aos investimentos dos seus negócios.

Uma prova disso é o recuo do Índice de Investimento das Empresas – IIE com uma variação de -12,7%, passando de 82,9 pontos (Mar-Abr) para 72,4 pontos no bimestre (Mai-Jun). Esse baixo nível de investimento impacta na queda de contratação de mão de obra, bem como na redução de compras junto aos fornecedores, que contribui para a diminuição de estoques, e que se estende para o comprometimento da cadeia produtiva desses produtos.

O Índice de Situação Presente – ISP teve um recuo de -8,0%, saindo de 64,0 pontos no bimestre (Mar/Abr), para 58,8 pontos (Mai/Jun). No  bimestre em análise, 31,0% dos empresários observaram que a economia brasileira, nos últimos doze meses, piorou e muito; já 36,9% do empresariado observou que as condições da economia permaneceram estáveis no período de 12 meses; e 31,5% dos entrevistados informaram que as condições gerais do seu setor de atividade pioraram muito nos últimos seis meses. Quanto às condições gerais da sua empresa nos últimos seis meses, 38,1% alegaram que a situação está delicada com uma piora muito significativa.

O Índice de Situação Futura – ISF também apresentou uma queda de 15,7%. No bimestre (Mar/Abr) era de 106,6 pontos, e no período bimestral em análise (Mai/Jun) ficou em 89,8 pontos. Essa queda teve como contribuição a expectativa dos empresários quanto ao faturamento da empresa em que 32,7% constataram que houve uma queda; bem como um baixo nível de investimento das empresas, resposta de 61,3% dos empresários.

Mesmo assim, diante desse quadro de incertezas, 49,4% dos empresários têm a expectativa de momentos melhores nos próximos seis meses com relação às suas empresas.

Gomes de Matos promove curso para impulsionar negócios

 

Neste período, manter a sobrevivência da sua empresa é fundamental. A Gomes de Matos Consultores Associados pode ajudar o empresário no processo de retomada, neste dificil momento da economia. O curso Impulsionador Empresarial reúne as maneiras de garantir a sobrevivência do seu negócio, como proteger seus clientes e reinventar seu negócio.

Ministrado pelo empresário e sócio fundador da Gomes de Matos Consultores Associados, Eduardo Gomes de Matos, a pela palestrante, Renata Lourdes, o curso oferece três dias de imersão, com networking de alto nível, conhecimento das tendências do mercado, aprendizado com especialistas no assunto para obter resultados concretos, assertivos e manter sua empresa no mercado.

O facilitador, Eduardo Gomes de Matos possui mais de 25 anos de carreira, autor de várias obras de gestão, leitor voraz de publicações sobre assuntos ligados à administração, já realizou centenas de consultorias de sucesso em empresas de todos os portes, e já trabalhou ao lado de grandes nomes do mercado. Tem como característica marcante a capacidade de liderar equipes de alta performance.

 

QUEM É EDUARDO GOMES DE MATOS
Sócio Fundador e Chairman da Gomes de Matos Consultores Associados, formado em Economia pela UFC (Universidade Federal do Ceará) e pós-graduado em Administração de Empresas. Consultor responsável pela implantação de inúmeros projetos de estratégia e competitividade em várias empresas pelo país.
Especializado em Desenvolvimento Empresarial e na utilização das mais modernas ferramentas de Gestão Empresarial. Autor do livro “Novos Padrões de Gestão Empresarial – Os desafios da Competitividade” e coautor dos livros “Treinamentos Comportamentais”, “Empreendedor Total” e “Gênio sem Lâmpada”.

A COVID-19 e seus impactos é tema de live realizada pelo Ibef-Ceará nesta segunda-feira (18)

Nesta segunda-feira (18), o Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (Ibef-Ce) segue com as transmissões de lives em seu Instagram (@ibefceara). A partir das 18h30, os seguidores poderão assistir um bate-papo com o vice-presidente do Ibef-Ce, consultor empresarial e conselheiro de administração fiscal pelo IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa), Wilton Daher. Em pauta: “A COVID-19 impactou governos, empresas e pessoas. O que virá depois?” A live será transmitida pela plataforma Zoom, por meio do link: https://bit.ly/3bySwgh, e compartilhada no canal no Youtube do Ibef Ceará.

Durante a conversa, o especialista irá debater sobre os desafios enfrentados pelos governos e empresas diante da pandemia do novo coronavírus. “Há dois meses o país convive com os efeitos desta crise, já sendo possível entender que o coronavírus deixará marcas profundas nas relações socioeconômicas.”, explica Wilton Daher.


Sobre o Ibef-Ceará

O Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças é uma instituição nacional, sem fins lucrativos, que reúne os principais executivos de finanças do Estado do Ceará. Com o intuito de promover eventos em parceria com grandes empresas em diversos setores da economia brasileira, o Ibef reúne atualmente cerca de 4.500 profissionais e está presente em Brasília, Belo Horizonte, Campinas, Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, Fortaleza, Pernambuco e Vitória.


Serviço

Live “A COVID-19 impactou governos, empresas e pessoas. O que virá depois?”
Data: 18/05 (segunda-feira)
Horário: 18h30
Com Wilton Daher, vice-presidente do Ibef-Ce, consultor empresarial e conselheiro de administração fiscal pelo IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa)
Link Zoom << https://bit.ly/3bySwgh
Gratuito

Gomes de Matos segue realizando consultoria gratuita e garantindo doações ao Movimento Supera Fortaleza

A primeira fase da consultoria gratuita que a Gomes de Matos Consultores Associados ofereceu aos pequenos empreeendedores foi um sucesso. O feedbacks das empresas que foram ajudadas, neste período, foram muito positivos e demostram o apreço e gratidão de pequenos empreededores neste tempo de crise. 
 
Mais de 40 consultores se revezaram, no formato de home office, para oferecer um trabalho com a qualidade e a chancela, da maior consultoria do Norte e Nordeste, e contribuir para alavancar o negócio dos pequenos empreendedores. Foi uma força-tarefa bonita, no qual houve muito empenho e dedicação, neste momento desafiador. 
 
Dessa forma, a Gomes de Matos lança a segunda rodada deste importante serviço, fundamental para manter as empresas de pé e contribuir para a retomada da economia. A partir de agora, a meta é ajudar mais 100 empresa. Contudo, agora, há o pré-requisito de as empresas cadastradas sejam geradoras de emprego, pois quanto mais emprego gerar, maior será o impacto do benefício da consultoria e o bem comum da sociedade.
 
Segundo o diretor de marketing da Gomes de Matos, Eduardo Hamdan, entre os critérios para receber o benefício da consultoria gratuita estão: ter no mínimo cinco colaboradores, não demitir e fazer uma doação para o movimento Supera Fortaleza de, no mínimo R$120,00. A doação deste valor será revertida em cestas básicas. É uma forma de ajudar aqueles cidadãos que não podem esperar e, assim, ajudar de forma emergencial. “O objetivo é ajudar a economia do nosso estado e aos nossos irmãos que precisam suprir as necessidades básicas, na semana que vem realizaremos a primeira entrega ao Movimento Supera Fortaleza”, afirma Eduardo.
Link para inscrição das empresas: https://materiais.gomesdematos.com.br/consultoria-gratuita-2  

CIEE orienta PMEs durante a quarentena

O Centro de Integração Empresa-Escola – CIEE vem desenvolvendo soluções para conectar empresas, jovens, adolescentes e estudantes de maneira rápida e eficaz. Para as empresas de pequeno e médio porte, a entidade tem reduzido em 50% o tempo entre localização do candidato e a contratação. Além disso, tem atuado como legalista e ajudado as PMEs se adaptarem às novas Medidas Provisórias publicadas pelo governo federal.

O intuito é manter o contrato de estagiários e aprendizes durante o período de pandemia e quarentena, que vem sendo estendido em todo território nacional. “O nosso objetivo é reforçar o compromisso que temos com a sociedade, de oferecer uma oportunidade para os jovens no mundo do trabalho. Além disso, estamos oferecendo atendimento personalizado para pequenas e médias empresas, as principais afetadas com o atual cenário”, afirma Luiz Gustavo Coppola, superintendente Nacional de Atendimento do CIEE.

Capacitação

Enquanto é mantido o distanciamento social, a entidade busca capacitar os estudantes, jovens e adolescentes por meio da sua plataforma de educação digital CIEE Saber Virtual.

Gratuitamente e sem turmas fixas, é possível participar de 21 cursos online que juntos somam mais de 375 horas em áreas como informática, preparação para o mundo do trabalho, comunicação, matemática dentre outros. Além disso, são disponibilizados cursos de parceiros, entre eles, Libras, Gestão de Finança Pessoal e Mercado Financeiro. A expectativa do CIEE é impactar mais de 3 milhões de estudantes em todo o País.

Já os aprendizes cadastrados no CIEE, que somam cerca de 80 mil jovens, mantêm suas atividades de capacitação profissional de forma online, respeitando a norma técnica do Ministério Público do Trabalho que reforça a necessidade do distanciamento social.

Consultoria empresarial e solidariedade

 

A Gomes de Matos Consultores Associados – GMCA, solidária aos negócios de centenas de empresas atingidas pela crise, motivada pela pandemia do coronavírus,  lança um desafio para empresários que desejam retomar o crescimento de suas organizações. Com uma equipe de consultores, cada um com sua expertise, atuando em todo Norte e Nordeste,  a GMCA vem buscando incansavelmente, além de ajudar a alavancar negócios, contribuir para uma causa social e arrecadar alimentos para a população carente.

O “Programa Retomada Empresarial” foi criado com o objetivo de ajudar empreendedores que estão sofrendo os impactos econômicos da covid-19. Para auxiliar na reestruturação do negócio será disponibilizado uma equipe de consultores qualificados,  cada um com sua expertise, que vai atuar exclusivamente a serviço das empresa. Será uma força tarefa  que ajudará, ainda, muitas famílias que estão sofrendo com escassez de alimentos, pois, parte do dinheiro arrecadado, será revertido em cestas básicas.

Para cada empresa que aderir ao programa será doado 200 kg de alimentos ao Movimento Supera Fortaleza. A expectativa é engajar 50 empresas, revertendo mais de 10 toneladas de alimentos.

Segundo Eduardo Gomes de Matos, sócio fundador da consultoria, a Gomes de Matos, como empresa cristã e comprometida com as causas sociais, além de colaborar para alavancar a economia, também pretende contribuir para o bem-estar de famílias em dificuldades. “O objetivo é aumentar a produtividade das empresas, pois os resultados financeiros de uma organização estão diretamente ligados à sua produtividade, mas adotar uma postura socialmente responsável, neste momento dificil”, explica. 

A Consultoria atuará em três vertentes do negócio: aumento da produtividade, redução de custos e otimização dos preços praticados. Nossos profissionais são especialistas que oferecem visão sistêmica do problema, bem como das possíveis soluções. Assim, é possível agir com diligência”, afirma. 

A consultoria irá implementar novos modelos de gestão para sair da crise, evitando assim, que as empresas usem ações esporádicas de melhoria. Somente assim é possível manter o sucesso obtido. Desta forma, é mais fácil progredir e inserir novos hábitos, ferramentas e processos. 

 

Será um passo a passo para atingir três pontos: 

Passo 1 – Remodelamento do negócio e aja em resposta à crise; 

Passo 2 – Garantir a sobrevivência do negócio durante a turbulência; 

Passo 3 – Retomar a velocidade para ter sucesso na nova economia.

 

Como parte da programação, serão realizadas lives, nas quais será oficialmente lançado o programa. Todos os dias da próxima semana haverá um profissional de renome batendo um papo sobre negócios, inovação e o cenário atual.  

 

Programação de lives:

Serviço:

13 de abril às 18h

Lançamento do Programa Retomada Empresarial

com Eduardo Gomes de Matos

(Chairman Gomes de Matos)

 

14 de abril às 18h

Instagram Live com

Eduardo Gomes de Matos

(Chairman Gomes de Matos)

e José Sabili Neto

(HSM Educação Executiva)

 

15 de abril às 19h

Instagram Live com

Eduardo Gomes de Matos

(Chairman Gomes de Matos)

na página da VC Eventos

 

16 de abril às 18h

Instagram Live com

Eduardo Gomes de Matos

(Chairman Gomes de Matos)

e Renato Mendes

(Netshoes)

 

17 de abril às 18h

Instagram Live com

Eduardo Gomes de Matos

(Chairman Gomes de Matos)

e César Souza

(Grupo Empreenda)

Representantes dos Conselhos Regionais de Economia, Contabilidade e Administração se reúnem com Superintendente Regional do Trabalho do Ceará para fortalecer fiscalização e regularização de empresas e profissionais

Unindo forças em defesa da devida atuação dos profissionais das três áreas, os Conselhos Regionais de Economia (Corecon-CE), Administração (CRA-CE) e Contabilidade (CRC-CE)  encabeçam projeto de reforço da fiscalização das empresas e dos trabalhadores dos ramos que operam de maneira informal no Ceará. Para dar celeridade ao processo, uma reunião liderada pelo Presidente do Corecon-CE, Ricardo Coimbra; com Fábio Zech,  titular da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego do Ceará (SRTE-CE), e representantes dos demais Conselhos, aconteceu nesta terça-feira (17).

As autarquias buscam dar prosseguimento à primeira fase do processo, que se trata da coleta de informações relacionadas à Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), registro de informações socioeconômicas solicitado pelo Ministério da Economia às pessoas jurídicas e outros empregadores anualmente, em que devem constar os números do Cadastro Brasileiro de Ocupações (CBO). Mediante acesso autorizado a esses dados, as entidades das classes profissionais poderão agir de maneira mais eficiente para regularização de todos os profissionais de suas respectivas áreas no Estado.

Segundo Ricardo Coimbra, a segunda fase do processo consistirá no encaminhamento de ofício para as empresas, para que elas possam formalizar os profissionais que atuam dentro delas de forma irregular. O objetivo é incentivar e aperfeiçoar a atuação de economistas, contabilistas e administradores dentro dos parâmetros legais e éticos das profissões.

Fábio Zech vê com bons olhos a iniciativa dos Conselhos. “As entidades estão trilhando uma parceria inteligente e ajudando o Ministério da Economia e a União na fiscalização das empresas e regularização dos trabalhadores. Com isso, toda a sociedade ganha e a coletividade se faz mais segura”, afirma o superintendente.

Gestores de Micro e Pequenas Empresas e empreendedores individuais discutem sobre associativismo e políticas públicas para o setor no país

Reunião de planejamento da Diretoria da FAMPEC

Os pequenos negócios estão em destaque na geração de emprego e renda e crescem exponencialmente nos últimos anos no Brasil. Com isso, o ritmo do segmento em buscar informações e modelos de sucesso em gestão impulsiona a realização, nos próximos dias 30 e 31 de janeiro de 2020, do 1º Encontro Metropolitano de Gestores de Associações e Grupos Produtivos de Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais – EMAMPE. Os dois dias de palestras e trocas de experiências acontecerão na Casa de José de Alencar e tem inscrições gratuitas e limitadas.

O setor das micro e pequenas empresas e dos empreendedores individuais qualificação para fortalecer a gestão empreendedora, o aceso às tecnologias e ao crédito. “Através dos pilares do associativismo podemos ter uma estruturação em rede e otimizar o empreendedorismo de empresas desse porte, inclusive para sermos competitivos em um cenário cada vez mais exigente e conquistar novos mercados”, destaca Edivaldo Nunes, presidente da Federação das Associações de Micro e Pequenas Empresas do Ceará – FAMPEC, uma das organizadoras do evento.

No Brasil as micro e pequenas empresas representam 99,1% do total registrado, segundo o Sebrae (2019). São mais de 12 milhões de negócios, dos quais 8,3 milhões são microempreendedores individuais (MEI). Os pequenos negócios também respondem por 52,2% dos empregos gerados pelas empresas no país. As micro e pequenas empresas podem ser classificadas de acordo com o número de empregados e com o faturamento bruto anual.

 

EMAMPE

O 1º EMAMPE será uma oportunidade de integrar os gestores das entidades associativas da região metropolitana de Fortaleza, debater os desafios competitivos dos negócios e compartilhar conhecimentos de gestão voltados para resultados. “Os painéis foram pensados para nos dar uma visão geral do cenário socioeconômico e os desafios que envolvem a nova realidade das MPEs no Brasil e no Ceará”, ressalta Edivaldo.

Participarão do evento cerca de 180 empreendedores, gestores e líderes empresarias e de entidades e representantes institucionais do projeto como Sebrae, Banco do Nordeste do Brasil – BNB, Governo Federal e Assembleia Legislativa, debatendo temas como Sustentabilidade econômica e social, Gestão de negócios e resultados, A nova previdência social, Marco legal das ONGs e Oscips, Educação financeira e cases de sucesso, Elaboração de projeto e captação de recursos, Políticas públicas para MPEs, Interlocução com órgãos de governo e Ética e cidadania para empreendedores.

A realização é da Confederação Nacional das Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais (CONAMPE) e da FAMPEC Ceará, com apoio do Ministério da Economia do Governo Federal e BNB. A organização é do Instituto de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e Negócios Afins, com a produção da W10 Produções e Eventos.

SERVIÇO

1º EMAMPE Metropolitano Fortaleza – Encontro Metropolitano de Gestores de Associações e Grupos Produtivos de Micro e Pequenas Empresas e Empreendedores Individuais.

Dias: 30 e 31 de janeiro de 2020, das 8h às 17h.

Local: Auditório da Casa de José de Alencar (Av. Washington Soares, 6055 – José de Alencar, Fortaleza/CE)

Inscrições gratuitas e limitadas.

Informações: (85) 3122.7222 e producao@w10producoes.com.br

Fortaleza está entre as 10 cidades com maior número de startups do Brasil

 

Um novo levantamento da Associação Brasileira de Startups (ABstartups) coloca Fortaleza como a 10ª cidade com maior número de startups no Brasil. Atualmente, apenas na capital, são 163 startups registradas. Entre os segmentos que mais se destacam estão os de educação, saúde e bem-estar e finanças.

A liderança do ranking continua com a cidade de São Paulo, que abriga 2.649 startups, número três vezes maior do que a segunda colocada, o Rio de Janeiro, que conta com 701, e quatro vezes maior que a terceira colocada, Belo Horizonte, que atualmente tem 601 empresas registradas.

Na região nordeste, o Ceará segue na terceira posição com 183 startups, atrás da Bahia, com 254, e Pernambuco, com 214.

Além de trazer o ranking das cidades com maior número de startups, o mapeamento aponta que o Brasil conta atualmente com 12.834 startups. Em 2019, de acordo com a StartupBase, o número de startups espalhadas pelo país era de 12.823. Entre os modelos de negócio mais utilizados pelas empresas estão o de Software as a Service (SaaS), com 35,01% do total, e o de Marketplace com 19,7%.

Com relação ao tempo de atuação no mercado, 11% das startups ultrapassam seis anos de atividade. Apenas 2% têm menos de um ano.

Para o CEO da startup cearense de contabilidade digital para médicos “Conta Médica”, José Castelo Neto, o mercado em Fortaleza continuará aquecido, principalmente pelas iniciativas de diferentes frentes que atuam em conjunto para desenvolver o ambiente local de inovação. “Os números do levantamento da ABstartups mostram que há um amadurecimento importante no setor, principalmente em cidades fora do eixo Rio-São Paulo. Governos, empresas públicas e privadas e universidades despertaram para a importância de estarem próximas ao ecossistema de inovação, responsável por gerar um impacto positivo na economia e reter empregos bastante qualificados”.

Os dados do levantamento são atualizados em tempo real e podem ser acessados no portal da StartupBase, braço de pesquisa da Associação Brasileira de Startups (ABstartups).

 

Sobre a “Conta Médica”

A Conta Médica é uma startup cearense com sede em Fortaleza, fundada em 2018, que oferece soluções inteligentes de contabilidade digital e controle financeiro para médicos. As soluções da empresa estão fundamentadas em três pilares: comodidade, transparência e segurança. Atualmente a Conta Médica conta com mais de 200 clientes e uma movimentação financeira que ultrapassa os R$ 10 milhões.

 

Startup promove ação gratuita para realizar análise tributária de médicos

Faltando menos de um mês para encerrar os ajustes nos gastos que impactam no pagamento do Imposto de Renda, a startup cearense “Conta Médica” lança nesta segunda-feira(09), o “Pré-Leão”, uma ação inédita e gratuita que conecta médicos e contadores para a realização de uma análise tributária com o objetivo de antecipar riscos e reduzir os impostos a serem pagos em 2020.

Para promover a ação a startup disponibilizará um time de contadores especializados em gestão contábil digital. Entre as ações previstas para quem aderir à ação estão a avaliação de aportes de previdência privada, análise de gastos por meio do livro-caixa, doações para entidades filantrópicas e avaliações de deduções de apólices de seguros no cálculo do imposto.

De acordo com o CEO da Conta Médica, José Castelo Neto, a ação irá durar umas semana e pretende selecionar até 120 médicos para receber gratuitamente o serviço. “Preparamos toda a nossa equipe para promover um atendimento proativo e prático. Nossa meta é atender 120 médicos com essa ação. Contudo, estamos preparados para suportar todas as demandas com transparência e segurança.”, afirma José Castelo.

Para agendar a análise tributária basta acessar o site da Conta Médica, preencher o formulário de cadastro e aguardar o contato de um especialista da startup. A ação vai até o dia 15 de dezembro.

 

Sobre a “Conta Médica”

 

A Conta Médica é uma startup cearense com sede em Fortaleza, fundada em 2018, que oferece soluções inteligentes de contabilidade digital e controle financeiro de uma forma simples e prática, na linguagem e no tempo do médico. As soluções da empresa estão fundamentadas em três pilares: comodidade, transparência e segurança. Atualmente a Conta Médica conta com mais de 200 clientes e uma movimentação financeira que ultrapassa os R$ 10 milhões.

 

Conta Médica

www.contamedica.com.br

contato@contamedica.com.br

Whatsapp: (85) 99146.8277

Programa de aceleração para empresas de alto impacto acontece no Ceará

As inscrições para a turma de 2020 do Scale-Up Endeavor Nacional seguem abertas. O programa de aceleração da Endeavor, organização sem fins lucrativos líder no apoio a empreendedores de alto impacto, é voltado a empresas de alto crescimento de todo o país.

 

A aceleração acontece duas vezes por ano, no primeiro e segundo semestre, e será sediada em outros seis estados além do Ceará: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Pernambuco. Ao todo, 70 empresas são aceleradas pela Endeavor a cada semestre. A primeira turma de 2020 está prevista para começar em fevereiro.

 

O programa está em busca de scale-ups (empresas que crescem pelo menos 20% ao ano) com evidências de crescimento em escala, diferenciais competitivos claros e modelo negócios comprovado pelo mercado.

 

“O Scale-Up Nacional ajuda o empreendedor a focar naquilo que ele precisa para crescer. O programa de aceleração vai dar suporte para identificar e resolver os seus principais gargalos de crescimento. E faz isso conectando-os a pessoas que já passaram pelos mesmos desafios e podem ensinar na prática”, diz Marco Antonio Mazzonetto, Gerente de Scale-Up Nacional. “Esse é um programa destinado a empreendedores que estão à frente de negócios em qualquer vertical de negócio e que se propõe a transformar as indústrias em que atuam”, completa.

 

As empresas selecionadas para o Scale-Up Endeavor Nacional vão participar de workshops, networking com empreendedores em estágios semelhantes e mentoria com lideranças à frente das empresas que mais crescem no Brasil. Os mentores da Endeavor (indicados especificamente para cada tipo de negócio), além de acompanhar os empreendedores ao longo do programa, desenvolvem diagnósticos sobre os maiores desafios de crescimento da empresa e, com isso, focam na resolução e superação dos problemas.

 

O objetivo da iniciativa, além de acelerar o crescimento de scale-ups pelo Brasil, é abrir portas para exemplos regionais a fim de formar uma nova geração de empreendedores de alto impacto em diversos segmentos do mercado. Em 2018, o Scale-Up Endeavor Nacional acelerou 235 empresas que, após o programa, registraram crescimento médio de 106%. As inscrições para a turma de 2020 começam em novembro e podem ser feitas através do site.

 

Sobre a Endeavor

Organização global sem fins lucrativos com a missão de multiplicar o poder de transformação dos empreendedores. No Brasil desde 2000, promove um ambiente de negócios que estimula o crescimento e o impacto dos empreendedores à frente das scale-ups, empresas de alto crescimento com modelo escalável e inovador. Nesses quase 20 anos de trabalho, influencia também o surgimento de políticas públicas que simplifiquem o ambiente de negócios brasileiro para todas as empresas, tornando as regras mais transparentes e eficientes em três áreas: abertura, regularização e fechamento de empresas; acesso a crédito; e simplificação tributária.

 

Serviço

Scale-Up Endeavor Nacional

Inscrições abertas para a turma de 2020

https://endeavor.org.br/scaleup/nacional/

FortBrasil é destaque entre as melhores empresas para se trabalhar no Ceará

 

Na tarde da última quarta-feira (20), a fintech cearense FortBrasil foi nomeada uma das melhores empresas para trabalhar no Ceará em cerimônia realizada no Palatium Buffet. A premiação está na 10ª edição e é uma realização do Instituto Great Place to Work (GPTW), que contempla instituições de diversos setores que apresentam boas práticas de gestão de pessoas. A FortBrasil foi classificada entre as 30 melhores na categoria “Médias Empresas” do estado, sendo a 7ª vez que conquista um troféu da GPTW, já tendo figurado, em outros anos, entre as melhores empresas para se trabalhar na América Latina e também entre as melhores empresas para mulheres trabalharem no Brasil.

 

A FortBrasil é uma das maiores fintechs em atividade no setor de cartões de crédito no Brasil. Ao longo dos anos, trabalha no desenvolvimento de soluções financeiras para o público das classes emergentes, por meio de uma plataforma de serviços, que se consolidou como especialista na administração de cartões Private Label co branded.

 

Entre pequenas, médias e grandes organizações, foram reconhecidas as 50 melhores empresas para se trabalhar no Ceará. A premiação considera questões como a atenção dada ao ambiente de trabalho, a excelência nas práticas de gestão e a confiança dos colaboradores.