Browsing Tag

Educação

Rede Sesc de Ensino retoma aulas com ensino online

A partir de segunda-feira (11), as escolas Educar Sesc, a Educação de Jovens e Adultos e o Pré-Vestibular da instituição passam a ter atividades remotas.

Com a exigência de isolamento social, a vida da maioria das pessoas mudou radicalmente, exigindo de todos soluções criativas para adaptar uma série de  atividades à nova realidade. Assim também tem sido para milhares de estudantes no mundo inteiro. Diante do cenário atual, instituições de ensino, professores e alunos vêm encontrando formas de levar o processo de aprendizagem da sala de aula para outros ambientes.

Seguindo essa tendência, a Rede Sesc de Ensino anuncia o retorno das aulas de todas as suas turmas no Ceará a partir da próxima segunda-feira (11), através de aulas online. Estão incluídas na decisão as seis escolas Educar Sesc no estado, que funcionam nas cidades de Fortaleza, Juazeiro do Norte, Crato, Sobral e Iguatu, e também os núcleos do Sesc Ler, que ficam nas cidades de Aracati, Crateús, Ibiapina, Quixeramobim e São Gonçalo do Amarante.

A decisão foi tomada levando em consideração as necessidades dos estudantes, conforme explica o Diretor Regional do Sesc/Senac, Rodrigo Leite: “Tomamos a decisão de retomar as aulas em ambiente virtual, com todo suporte que a equipe do Sesc pode oferecer a eles e aos pais, para que nossos alunos não sejam prejudicados em seu processo de aprendizagem. Sabemos que, quanto mais tempo longe dos estudos, maior a necessidade de reforço e isso pode atrasar o calendário escolar”. O Diretor ressalta ainda que “educação é conhecimento e oportunidade de crescimento, não podemos privar o aluno de aprender e traçar seu caminho para uma vida melhor. Essa é alternativa que dispomos neste momento, em que não vislumbramos um prazo para voltar às salas de aula”.

As escolas, que tiveram o período de férias antecipado para o mês de abril, retornam agora com atividades à distância, usando o recurso da internet para aproximar professores e alunos. A forma como as atividades serão desempenhadas vai ser variar de acordo com as idades dos alunos, adaptadas com base na turma.

 

Métodos e turmas

Para os alunos da Educação Infantil, as atividades propostas serão de caráter lúdico, recreativo e interativo, conforme orientações dos conselhos de educação dos órgãos públicos. Essas turmas usarão a Plataforma Digital da Rede Pitágoras e também contarão com grupos no Whatsapp em que serão enviadas atividades, videoaulas, áudios explicativos, além de funcionarem como plantão tira dúvidas.

As turmas do Ensino Fundamental I (do 1º ao 5º ano) também terão grupos no Whatsapp, além de salas virtuais na Plataforma Digital de Aprendizagem da Rede Pitágoras, com aulas acontecendo em horários que serão comunicados aos pais pelo aplicativo de mensagens. Essas turmas também terão encontros semanais através de videoconferência.

Além das atividades e das interações nos grupos do Whatsapp, os alunos do Fundamental II (do 6º ao 9º ano) terão acesso ao Portal Plurall (SOMOS), onde encontrarão os livros didáticos e poderão utilizar aplicativos de estímulo à aprendizagem. Haverá ainda sala de aula virtual e acesso à Plataforma Oxford como suporte para as aulas de língua estrangeira.

Para as turmas de Educação de Jovens e Adultos, as diretrizes são para desenvolver as atividades de forma a buscar a harmonia entre a aprendizagem e a vida e o trabalho dos estudantes. Assim, o trabalho com as turmas será desenvolvido prioritariamente através de grupos no  Whatsapp, onde os alunos terão contato com professores e supervisão pedagógica, além de receberem atividades, explicações e materiais de apoio.

Nos cursos de pré-vestibular do Sesc, os alunos ganharão acesso a salas de aula virtuais onde serão disponibilizados, diariamente, materiais como textos, TDs e vídeos. Além disso, eles também terão grupos no whatsapp para tirar dúvidas e envio de materiais de apoio. Essas turmas terão acesso à plataforma digital Pitágoras, com avaliações digitais, aulas virtuais, simulados, envio de vídeos e informativos com dicas de preparação para o ENEM. Os professores ainda realizarão lives com as turmas para explicação de conteúdos e direcionar as atividades.

Seduc e Instituto Diageo renovam parceria que propagou adolescência sem bebida alcoólica a 80 mil alunos

Por meio de informação e de teatro em linguagem jovem, alunos de escolas públicas da rede estadual estão sendo instigados a debater sobre a importância do não consumo de bebida alcoólica antes dos 18 anos de idade. Essa é a essência do Fala Sério!, programa realizado pelo Instituto Diageo, em parceria com a Secretaria da Educação do Estado do Ceará (Seduc), numa cooperação que acaba de ser renovada. Nesta semana, começa o novo ciclo de encenações da peça interativa do Fala Sério! nas escolas e, nesta terça-feira, 17 de março, a atividade acontece pela manhã, às 9h, no Colégio Estadual Liceu do Ceará, e à tarde, às 14h, na Escola de Ensino Fundamental e Médio EEFM Santa Luzia.

Para se ter uma noção do alcance da mensagem do programa, desde que começou a ser implementado, em maio de 2019, até fevereiro de 2020, 80 mil alunos de 13 a 17 anos, de 160 escolas públicas estaduais de 45 cidades do Ceará foram sensibilizados. Também compõem a parceria em torno do programa o Instituto Aliança e a companhia de teatro Bandeira das Artes.

“Nosso intuito é seguir gerando impacto social positivo na formação de cidadãos, nas famílias, no ambiente escolar e na sociedade. Menores de 18 anos conscientes de não consumir bebida alcoólica levam esse aprendizado ao longo de suas vidas e se tornam influenciadores dessa mensagem”, destaca a presidente do conselho do Instituto Diageo, Daniela de Fiori, também diretora de relações corporativas da Diageo, empresa que desenvolve suas ações sociais por meio do Instituto. “Neste ano, como ocorreu em 2019, levaremos o Fala Sério a 160 escolas do Ceará. Mais de 50 cidades solicitaram o programa através da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará. Estamos trabalhando para atender o máximo possível”, pontua o gerente executivo do Instituto Diageo, Paulo Mindlin.

 

“Estamos muito felizes em renovar essa parceria com o Instituto Diageo. O consumo precoce de bebida alcoólica entre os adolescentes é um fator complicador no desenvolvimento social dos nossos jovens, podendo afetar, até mesmo, os laços familiares. E essa temática é abordada de uma forma muito interessante, pois o teatro estimula o senso de responsabilidade e o comprometimento”, afirma a vice-governadora Izolda Cela. 

 

Eletiva, além do teatro

A peça de teatro do Fala Sério! encenada aos alunos retrata, por meio de histórias fictícias, situações do cotidiano de três jovens estudantes que se envolvem precocemente com o álcool e têm suas relações familiares e com amigos impactadas de maneira negativa. O espectador é instigado a propor desfechos, gerando reflexões sobre a importância do não consumo de bebida alcoólica por menores de idade.

 

Além da peça teatral, há uma disciplina eletiva incorporada à grade curricular de Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral (EEMTIs), “Adolescência e consumo de álcool na sociedade contemporânea”, de 40 horas. Na disciplina, os alunos aprendem técnicas de teatro, discutem conteúdos sobre os riscos do consumo precoce de bebidas alcoólicas e são estimulados a produzir peças teatrais curtas (esquetes) sobre o tema para, ao final, apresentar aos colegas da escola inteira. 

 

Estudante do 1º ano da escola EEMTI Estado do Maranhão, em Fortaleza (CE), João Victor Freire assistiu à peça e concluiu a disciplina eletiva. “É uma maneira maravilhosa de envolver os adolescentes e fazer pensar, refletir. O teatro, os debates, as aulas, tudo colabora pra manter a mente aberta e focada no bem”, afirma o jovem. “Os alunos se identificaram com as histórias de vida de cada personagem na peça e a partir daí, busquei, enquanto professora da eletiva, trabalhar com as realidades vividas por eles”, conta a professora da mesma escola de João Victor, Christiana Araújo.

 

“De forma inteligente, falando a língua dos jovens, o programa tem mostrado que podemos fazê-los questionar e refletir a respeito deste tema”, avalia a secretária de Estado da Educação, Eliana Nunes Estrela.

 

“Além de uma iniciativa pioneira e relevante, essa conversa por meio de uma peça teatral abre e estimula outros debates juvenis”, acrescenta Adenil Vieira, diretora do Instituto Aliança, entidade que coordena o programa.

 

Sobre o Instituto Diageo

O Instituto Diageo é uma entidade sem fins lucrativos que promove ações nas áreas de educação, capacitação profissional e responsabilidade da sociedade na sua relação com as bebidas alcoólicas. Entre as iniciativas do instituto, lançado em abril de 2019, destacam-se três programas: Learning for Life, que capacita jovens de baixa renda para atuação como bartender; Fala Sério! que sensibiliza sobre o não consumo de bebidas alcoólicas por menores de idade; e Tecendo o Futuro, que realiza capacitação em artesanato com palha de carnaúba para comunidades e para internas do sistema penitenciário feminino do Ceará, contribuindo com o empoderamento socioeconômico e ressocialização.

 

Sobre a Diageo

A Diageo é líder mundial na produção de bebidas alcoólicas premium, com uma coleção de marcas nas categorias de bebidas destiladas, vinhos e cervejas. Essas marcas incluem Smirnoff, Johnnie Walker, Ypióca, Tanqueray, Cîroc, Guinness e Baileys, entre outras. A Diageo é uma empresa multinacional que opera em 180 países. As ações da companhia são negociadas na Bolsa de Valores de Nova Iorque (DEO) e na Bolsa de Valores de Londres (DGE). Para mais informações sobre a Diageo, seus funcionários, suas marcas e seu desempenho, visite www.Diageo.com. Saiba mais sobre consumo responsável de bebidas alcoólicas em www.DrinkiQ.com.br.

 

Serviço

Fala Sério! nas escolas

Data: 17 de março (terça-feira)

9h, no Colégio Estadual Liceu do Ceará, à Praça Gustavo Barroso, 1. Centro. Fortaleza (CE)

14h, na EEFM Santa Luzia, à Rua João Cordeiro, 711. Meireles. Fortaleza (CE)

 

Beba com Inteligência. Não compartilhe com menores de 18 anos.

 

Sesc e Senac discutem inovação educacional em congresso

 

Nos dias 27, 28 e 29 de fevereiro, acontece, no Centro de Eventos do Ceará, a primeira edição do Congresso de Educação Sesc e Senac. Com o tema Metodoogia & Inovação, o evlento trará a Fortaleza renomados pesquisadores e estudiosos ligados à educação para discutir sobre os contextos atuais e as perspectivas da educação básica e profissional no Brasil.

 

O evento reunirá cerca de mil participantes, entre educadores das duas instituições, técnicos do Sistema Fecomércio Ceará e de instituições ligadas à Confederação Nacional do Comércio (CNC) em outros estados, além de convidados da rede de ensino do Ceará.

 

Entre os convidados que virão à capital cearense para discutir as novas metodologias e práticas no campo da educação básica e profissional, estão grandes estudiosos de áreas como Educação, Psicologia e Filosofia. A palestra magna, que abre o evento, será ministrada por Viviane Mosé, poetisa, psicanalista, mestra e doutora em filosofia. Ela abordará o tema Professores Inovadores.

 

O palestrante, escritor e psicólogo clínico Rossandro Klinjey também participa do evento. Ele fará a palestra de encerramento do congresso, com o tema Pensando Fora da Caixa: as estratégias mentais para pensar. Outro convidado especial é Ronaldo Mota, Diretor Científico da Digital Pages e membro da Academia Brasileira de Educação. Ele falará sobre Educação do Futuro e Metodologias inovadoras.

 

Entre os temas que serão debatidos no congresso, estão o futuro da escola, os desafios da educação profissional no Brasil, a formação de professores para a inovação, aprendizagem criativa, gamificação, inclusão e intercultura e o uso de novas tecnologias no ensino. Ao todo, serão 34 atividades, divididas em palestras, mesas redondas, workshops, apresentações de trabalhos e cine debates.

 

Além do auditório principal e das salas de apresentação, a estrutura do congresso contará com espaços diferenciados, como livraria, co-working e espaços de integração para os participantes com uma programação diversificada que oferecerá atividades dinâmicas durante todo o evento.

 

Sobre o Sistema Fecomércio 

 

O Sistema Fecomércio é formado pela Fecomércio, pelo Sesc, pelo Senac, e pelo IPDC, instituições privadas, criadas e mantidas pelos empresários do comércio de bens, serviços e turismo. Cada instituição tem seu papel e missão, transformando a vida do trabalhador e colaborando com os empresários do comércio.

 

Por meio da Fecomércio, auxilia no fortalecimento e defesa do segmento do comércio de bens, serviços e turismo; pelo IPDC leva informação e dados por meio da realização de pesquisas de mercado e tendências de consumo; via Senac, atua na qualificação profissional, e por meio do Sesc, realiza milhares de ações em educação, cultura, esportes, lazer e promoção social.

Transformando a vida das pessoas

 

Maior rede de ensino técnico particular do País, o Grau Técnico é o carro-chefe do grupo Grau Educacional. A franquia se tornou uma grande oportunidade de negócio, para investidores, e de realização profissional, para a população brasileira que busca se colocar – ou se recolocar – no mercado de trabalho. No Ceará, já conta com cinco unidades, sendo quatro na Grande Fortaleza e mais uma no município de Juazeiro do Norte, na Região Metropolitana do Cariri, no sul do Estado, distante 491 quilômetros da capital.

Com quase 60 unidades, presente nas cinco Regiões do País – e com perspectiva de 200 escolas em operação até o fim de 2021 -, o Grau Técnico oferece mais de 20 cursos nas áreas de saúde, negócios, tecnologia e indústria.

Fundado em 2010, o Grau Técnico conta com mais de 50 mil alunos ativos. Sua taxa de empregabilidade gira em torno de 75% e contabiliza mais de 34 mil alunos contratados pelo mercado de trabalho.

Contemplado em 2019, pelo sexto ano consecutivo, com o Selo de Excelência em Franchising, concedido pela Associação Brasileira de Franchising (ABF), o Grau Técnico foi também reconhecido nos últimos cinco anos com o Prêmio IEL de Estágio – concedido pelo Instituto Euvaldo Lodi –, por seus programas de estágio e acompanhamento profissional.

Em pesquisa da Deloitte, publicada na revista Exame, ficou em 1º lugar entre as empresas do segmento educação que mais crescem no Brasil em 34º no ranking geral das 100 empresas participantes da pesquisa. Também figurou entre as Melhores Franquias do Brasil (5 estrelas), pela revista PEGN (Pequenas Empresas, Grandes Negócios) ficando em 1º lugar entre as franquias do segmento educacional do Brasil.

Com a presença da marca planejada por meio de campanhas em diferentes meios e plataformas, o Grau Técnico vem se destacando ano a ano em pesquisas de recall sendo atualmente a marca mais lembrada em seu segmento.

Também integra o Grau Educacional a franquia Grau Profissionalizante (antiga Nível A), fundada em 2014. “A escola da sua profissão”, como é conhecida, possui completa estrutura voltada para a qualificação de mão de obra para o mercado de trabalho e conta com mais de 30 cursos profissionalizantes, rápidos e práticos, em áreas como corpo de bombeiro civil, cuidados de idosos, eletricidade, gastronomia, informática, manutenção de smart phones, mecânica de carros e de motos e refrigeração, entre outras.

Em breve o grupo Grau Educacional começará a operar com as franquias Grau Médio Técnico, Colégio Grau e Faculdade Grau ampliando seu principal conceito de negócio, que é transformar a vida das pessoas.

Grau Técnico Fortaleza Bezerra de Menezes – Avenida Bezerra de Menezes, 2.631, São Geraldo, Fortaleza (CE). Telefone: (85) 3287-4857. WhatsApp: (85) 98918-9840. Na internet: www.grautecnico.com.br; Facebook – /grautecnico e /grautecnicobezerra; Instagram – @grau_tecnico e @grautecnicobezerra. E-mail: fortaleza-bezerra@grautecnico.com.br

Grau Técnico Fortaleza Centro – Avenida Duque de Caxias, 788, Centro, Fortaleza (CE). Telefone: (85) 3253-5558. WhatsApp: (85) 99122-4779. Na internet: www.grautecnico.com.br; Facebook – /grautecnico e /GTFortalezaCentro; Instagram – @grau_tecnico e @grautecnico_fortalezacentro. E-mail: fortaleza-centro@grautecnico.com.br

Grau Técnico Fortaleza Montese – Rua Barão de Sobral, 712, Montese, Fortaleza (CE). Telefone: (85) 3292-9222. WhatsApp: (85) 98744-6940. Na internet: www.grautecnico.com.br; Facebook – /grautecnico e /grautecnicomontese; Instagram – @grau_tecnico e @grautecnico_montese. E-mail: fortaleza-montese@grautecnico.com.br

Grau Técnico Fortaleza Washington Soares – Avenida Washington Soares, 3.939, loja 3, Lagoa Sapiranga (Coité), Fortaleza (CE). Telefone: (85) 3045-9222. WhatsApp: (85) 98500-1712. Na internet: www.grautecnico.com.br; Facebook – /grautecnico e /grautecnicowsoares; Instagram – @grau_tecnico e @grautecnico_wsoares. E-mail: fortaleza-wsoares@grautecnico.com.br

Grau Técnico Cariri – Avenida Deputado Leão Sampaio, 56, Triângulo, Juazeiro do Norte (CE). Telefone: (88) 3512-1014. WhatsApp: (88) 98881-1910. Na internet: www.grautecnico.com.br; Facebook – /grautecnico e /grautecnicocariri; Instagram – @grau_tecnico e @grautecnicocariri. E-mail: cariri@grautecnico.com.br

UNINASSAU conta com cursos de graduação na modalidade EAD

Cada vez mais tendência no mercado educacional, a adesão aos cursos de graduação na modalidade em Educação a Distância (EAD) é crescente no país. Entre os benefícios, maior flexibilidade nos horários do estudante, custo reduzido, diploma reconhecido, entre outras características. E para quem deseja ingressar no ensino superior nessa modalidade, a UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau Fortaleza oferta mais de 40 opções de cursos nas áreas de humanas, exatas, saúde e negócios.

 

Entre as opções de graduação: Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica, Pedagogia, Letras, Gastronomia, Marketing, Nutrição, Logística, Gestão de Recursos Humanos, Gestão Pública, Enfermagem, Ciências Políticas, e muitas outras. Para conferir a lista completa dos cursos ofertados, o candidato deve acessar o site vestibular.uninassau.edu.br.

 

De acordo com a coordenadora do EAD da UNINASSAU Fortaleza, Yannara Chaves, os cursos de Educação a Distância são uma nova realidade no país. “É um nicho que está em expansão e conquistando cada vez mais espaço. O ingressante nessa modalidade da UNINASSAU se depara com um plano pedagógico de excelência, além de encontros presenciais e aulas práticas aos sábados com intuito de fortalecer os conteúdos”, disse a coordenadora, que ressalta ainda que alguns cursos da Instituição são considerados como os melhores do país.

 

Os interessados podem ingressar na UNINASSAU via nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), como portador de diploma, transferido ou vestibular tradicional, podendo obter até 60% de descontos nas mensalidades.

Marcelo Paz participa de Darwin Day neste sábado (11)

 

O empresário e presidente do Fortaleza Esporte Clube, Marcelo Paz, participa neste sábado (11) do Darwin Day, iniciativa do Colégio Darwin para que famílias interessadas na escola possam conhecer sua nova estrutura (localizada à Rua Ildefonso Albano, 1030, Aldeota), e ainda se matricular com condições especiais, levando na hora uma mensalidade grátis para novos alunos de qualquer nível escolar (educação infantil, ensino fundamental ou médio). O evento se realiza das 8h às 12h.

Ex-aluno da escola, Marcelo Paz chegou a gerir o Darwin antes de se transferir para outras experiências também bem-sucedidas, como a que realiza a frente da presidência do time Fortaleza Esporte Clube. “Uma das melhores habilidades de um gestor é compreender para qual direção o mundo está mudando e saber quais suas necessidades, promovendo os melhores resultados para sua empresa”, afirma Marcelo Paz.

Atualmente, o Darwin é administrado pelo empresário Sávio Paz, com 12 anos de experiência em gestão de negócios e formação tanto em gestão, quanto em educação. “Vamos abrir a escola para que as pessoas possam conversar conosco, conhecer nosso projeto pedagógico, nossa estrutura e ainda, se tiverem interesse, formalizar o processo de matrícula com condições exclusivas. Além da mensalidade, vamos reunir as empresas de transporte escolar para que as famílias possam negociar o deslocamento dos filhos”, comenta Sávio Paz, diretor da escola.

 

Sobre o Colégio Darwin

Com mais de vinte anos de atuação, conta com 800 alunos, da educação infantil ao ensino médio, e uma sede localizada na Aldeota, com 2800 m² de área. Na estrutura, salas climatizadas e equipadas, espaços de convivência, piscina, ginásio poliesportivo e biblioteca estão preparados para atividades pedagógicas focadas no desenvolvimento e sucesso do aluno. A escola oferece também Sistema de Tempo Integral (STI) e educação bilíngue do Infantil II ao Infantil V, e é reconhecida por abordar, de forma inovadora, a cultura de paz, a partir da adoção de uma proposta pedagógica que valoriza a parceria com a família, a cidadania, o conhecimento crítico e os bons resultados construídos por cada aluno.

 

Serviço:

Darwin Day. Sábado (11), das 8h às 12h, com a presença de Marcelo Paz, ex-aluno da escola. Para saber mais sobre o evento e as facilidades programadas, basta entrar em contato pelo telefone (85) 3221.2820.

Curso de Ciências Contábeis da Faculdade CDL é eleito o melhor do Ceará

 

O curso de Ciências Contábeis da Faculdade CDL foi o único curso do Ceará a obter nota máxima no ENADE 2018 e tal fato o torna hoje o melhor do Estado, estando ainda entre os 29 melhores cursos de Ciências Contábeis do Brasil.

Além disso, a Faculdade CDL é uma das 10 melhores faculdades de Fortaleza. Qualificada com nota 4 no ICG (Índice Geral de Cursos), a instituição de ensino superior voltada à educação executiva, reforça seu propósito de ser a melhor escola de negócios do Ceará.

Os resultados positivos se devem ao trabalho desenvolvido pela gestão acadêmica da Faculdade CDL, focada em qualificar profissionais que buscam desenvolver liderança, empreendedorismo e capacidade técnica e gerencial. O diretor da Faculdade CDL, Assis Cavalcante, acredita que a instituição vem desenvolvendo seu propósito de levar ao mercado de trabalho profissionais com elevada competência, ética e responsabilidade.

Professores desembarcam em Fortaleza para debater as práticas pedagógicas da educação infantil

 

Fortaleza será sede do evento “Elas e o chão: narrativas do cotidiano pedagógico”. A iniciativa vai debater as práticas pedagógicas da educação infantil no dia 14 de dezembro, das 7h30 às 17h30, no auditório do Colégio 7 de Setembro – sede Aldeota (Rua Henriqueta Galeno, 1011, Dionísio Torres). Participam dos debates em relatos de experiências, pedagogos, psicólogos, arte-educadores e psicopedagogos referências no tema.

O objetivo é discutir as teorias e práticas que embasam o cotidiano pedagógico da educação infantil nas instituições do Brasil, de forma dialógica e reflexiva, fomentando práticas contextualizadas com as legislações em vigor, como as Diretrizes Nacionais para Educação Infantil (DCNEI) e a Base Nacional Comum Curricular (BNCC).

 

“Vamos dialogar sobre as abordagens teóricas que alicerçam o chão de práticas cotidianas, nas instituições de educação infantil, abordando os planejamentos, ambientações, contextos e recursos potencializadores das experiências para e com as crianças, como uma forma de efetivar os direitos delas nas instituições”, destaca a psicopedagoga Karen Justo, que está à frente do Ateliê de Encontros, entidade cearense que está promovendo o evento.

 

“Promoveremos um encontro de partilhas sobre as narrativas do nosso percurso pedagógico, englobando as nossas limitações e superações enquanto educadores. Estaremos juntos em diálogos sobre as práticas e as narrativas dessas infâncias plurais”, diz Karen Justo.

 

PALESTRAS

Durante o dia serão cinco palestras. A professora da Universidade Federal do Ceará (UFC), Cristina Façanha, vai palestrar sobre “Diálogos com a abordagem pikler”. A psicopedagoga Karen Justo vai falar sobre “A arte contemporânea e as inspirações para o brincar”.

 

“O atelierista e o papel da reflexão na primeira infância” será o tema abordado pela psicopedagoga gaúcha Patricia Smith. A professora do Rio Grande do Sul, Siméia Goularte vai abordar “A cotidianidade infantil”. “Pandorga e a primeiríssima infância” será o tema da palestra da especialista em educação infantil, Marisete Schimdt.  É autora do blog “Quero um Colinho e Primeiros Passinhos”, desde 2008, onde publica suas experiências cotidianas como professora de crianças ainda no berçário. Altino José Martins Filho vai falar sobre “As minúcias da vida cotidiana no fazer-fazendo da docência em educação infantil”.

 

SERVIÇO:

“Elas e o chão: narrativas do cotidiano pedagógico”

Data: 14 de dezembro

Horário: das 8h às 17h

Local: Colégio 7 de Setembro (Rua Henriqueta Galeno, 1011, Dionísio Torres)

Estácio do Ceará promove Feira de Estágio, Emprego e Empreendedorismo

Com o objetivo de oferecer inovações sobre o mercado de trabalho e novas oportunidades de colocação profissional, a Estácio do Ceará atraiu grandes empresas de diversos setores para realizar a Feira de Estágio, Emprego e Empreendedorismo 2019, nos próximos dias 2 e 3 de outubro, na unidade Via Corpvs. O evento é gratuito e acontece de 9h às 20h, no Ginásio Poliesportivo da Instituição.

Marcas como Beach Park, Hapvida, Mary Kay, Santander e Cacau Show estão entre as 40 companhias confirmadas para oferecer serviços de cadastramento de currículos e orientações profissionais. Os participantes poderão visitar estandes de negócios, participar de atividades sobre o mercado e consultorias especializadas, além de assistir palestras sobre empreendedorismo.

Ana Flávia Chaves, reitora do Centro Universitário Estácio do Ceará destaca que a exposição é uma marca do compromisso que a Estácio tem com a sociedade e com os jovens que buscam entrar no mercado de trabalho: “Realizar essa Feira de Estágio, Emprego e Empreendedorismo faz parte da nossa missão de educar para transformar, oferecer aos nossos alunos e convidados esse evento, é dar a oportunidade de vê-los mudar de vida”.

Serviço:

Feira de estágio, emprego e empreendedorismo – 2 e 3 de Outubro

Local: Ginásio Poliesportivo – Estácio Via Corpvs (Rua Eliseu Uchoa Becco, 600)

Horário: 9h às 20h

Instituto Politikós Brasil será inaugurado sábado (31) em jantar beneficente

Com o objetivo de oferecer cultura e lazer à comunidade, o Instituto Politikós Brasil (IP.BR) fará seu evento de inauguração, neste sábado (31), a partir das 19 horas, na sede da instituição, localizada no Conjunto Ceará.

Na ocasião haverá sorteios de brindes, show de humor, apresentação da diretoria e música ao vivo, além de um delicioso jantar. A iniciativa visa apresentar instituição ao público e arrecadar renda para as atividades culturais.

“O Instituto pretende ir às comunidades e, dentro de um processo de educação libertadora, resgatar o ser político e cidadão que existe em cada pessoa, para que se dediquem a cuidar de sua comunidade, tendo consciência da importância desse processo. Queremos formar líderes”, explica o presidente da instituição, Luiz Roberto Vieira Félix.

A entidade tem como foco a educação libertadora. Entre as atividades oferecidas estão esporte, artesanato, teatro, dança e cursos profissionalizantes com o intuito de trazer renda e sustentabilidade social para as coletividades.

“Tornaremos os garotos que jogam futebol bons jogadores, mas aqueles que se destacarem vamos investir neles como líderes comunitários ou até mesmo como representantes das suas comunidades em cargos eleitorais”, acrescenta Luiz Roberto.

Os ingressos para participar do evento beneficente custam 25 reais e estão sendo vendidos na sede do instituto. Toda a renda arrecadada será investida nas atividades culturais promovidas pela instituição, que não tem fins lucrativos.

SERVIÇO

Inauguração do Instituto Politikós Brasil

Dia: sábado (31)

Local: Sede do Instituto Politikós Brasil

Endereço: Rua 438, nº 62- 2ª etapa – Conjunto Ceará

Horário: 19 horas

Valor: R$ 25,00

Mais informações: (85) 99155-6077

Delegação da União Europeia visita projeto de educação contextualizada em Novo Oriente e Fortaleza

No período de 21 a 23 de Agosto, o Projeto Contexto passará por uma visita de monitoramento da União Europeia, seu cofinanciador. Serão três dias de programação, realizando sessões com beneficiários/as, gestores/as da proposta e organizações parceiras. 

A chegada da representante da Delegação significa uma oportunidade de perceber os avanços do projeto, seus desafios e observar os primeiros resultados e as boas práticas em curso.

Além do campo da educação, o Projeto Contexto atua ao mesmo tempo na pauta de enfrentamento da violência contra a mulher e, coincidentemente, a visita acontece no mesmo mês de aniversário da Lei Maria da Penha que completa 13 anos de implementação. “Durante a visita, estaremos com 4 turmas de docentes e a gestora da U.E verá como se opera a discussão sobre gênero, desigualdade entre as pessoas, violência sexista, atentando para a realidade tão adversa do semiárido, onde as relações estão sendo repensadas e isso é algo muito importante para a plataforma e para o próprio projeto”, ressalta Antonia Mendes, assessora técnica do Projeto Contexto, pelo Instituto Maria da Penha [IMP].

A agenda da gestora, no Ceará, inclui no dia 21 a visitação à Escola Dr. Antonio Eufrasino Neto, no bairro Alto Alegre, em Novo Oriente; participação na abertura do encontro de formação “Sociedade do bem viver: “Desigualdade entre as pessoas e enfrentamento à violência contra a mulher”; reunião com poder público local – o Prefeito Vanaldo Carlos Moura; a Secretária de Educação, Simone Moura e com o grupo de onze vereadores/as da Câmara – além da roda de conversa com representantes dos Grupos de Trabalhos Municipais (GTM’s). Já em Fortaleza, no dia 22, ela participará de uma sessão com a Secretaria Estadual de Educação (SEDUC), Secretaria Executiva de Políticas para as Mulheres (SEPM-SPS), Ministério Público (MP/CE) e ViceGovernadoria do Estado do Ceará.

Projeto Contexto – Educação :: Gênero :: Emancipação

 Executado por uma plataformade sete organizações cearenses (Instituto Maria da Penha, Esplar, ACACE, Cáritas Diocesana de Crateús, EFA Dom Fragoso, Pastoral do Menor NE1 e We World Brasil), encontra-se em desenvolvimento em 22 municípios do Estado do Ceará e conta com o cofinanciamento da União Europeia.         

Trata-se de uma ação que visa contribuir para o melhoramento e a qualificação do sistema educacional dos municípios como política pública, favorecendo um modelo de educação emancipatória, incluindo nos projetos políticos pedagógicos das escolas a abordagem das práticas restaurativas & mediação escolar, as relações de desigualdades de gênero, bem como, a educação contextualizada para convivência com o semiárido.

Esta ação teve início em maio de 2017 e se estenderá até 2021. Atualmente envolve 134 escolas, mais de 1500 professores/as, 30 grupos de mulheres e cerca de 20 mil estudantes, Conselhos Municipais de Direitos (da mulher, da educação, da assistência social e da criança e adolescente) e diversas organizações da sociedade civil articuladas em Grupos de Trabalhos Municipais (GTM’s).      

Estácio promove a 10ª edição do Fórum Docente

Com o propósito de promover um espaço de discussão pedagógica, proporcionar a troca de experiências entre os professores e fortalecer e difundir seu próprio modelo de ensino, a Estácio realizará a 10ª edição do Fórum Docente no dia 15 de agosto.

A programação da manhã será transmitida, das 8h30 às 13h, para todo o Brasil diretamente da Cidade das Artes, Barra da Tijuca – RJ, e contará com a participação online de mais de 4.700 docentes das unidades que fazem parte do Grupo Estácio. A programação da tarde será realizada na unidade Via Corpvs, em Fortaleza.

Durante o encontro, será realizado o painel Educação em Transformação, que receberá os participantes Flávio Murilo, diretor Acadêmico da EAD; Adriano Pistore, vice-presidente de Operações Presenciais; Hudson Mello, vice-presidente de Ensino e Henrique Sartori, chanceler da Estácio. Os convidados discutirão estratégias adotadas pelas áreas de Ensino, Educação a Distância, Operações e Gente & Gestão perante ao acelerado processo de transformação das demandas sociais e ao papel da Educação Superior.

Fabio José Garcia dos Reis, colaborador do Instituto Expertise de Educação e do SEMESP (Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo),ministrará a palestra “Repensar a docência frente à inovação, à aprendizagem e às metodologias ativas”, propondo a reflexão sobre o papel do professor.  

Para garantir a interação e a troca de experiências entre os professores da Estácio, sete cases de sucesso vão ser apresentados. São eles: “A vivência de construção da edificação no processo de projeto” por Luiz Felipe Dutra Caldeira, da área de Economia Criativa, curso de Arquitetura e Urbanismo da Estácio de Petrópolis (Região Serrana do Rio); “Aprendendo com alegria através da arte” por Vanessa Novaes Barros, da área de Saúde, cursos Fisioterapia, Enfermagem, Farmácia e Biologia da Estácio Castanhal; “Basta de violência contra as mulheres” por Veranice Mello da Frota, da área de Ciências Jurídicas da Estácio Constantino Nery; “Inteligência artificial” por  Paulo Alves Gonçalves, da área de Engenharia da Estácio João Pessoa; “Passa ou repassa, o uso da gamificação com a aplicação de exercícios por sorteio” por Edinilson da Sila Vida, da área de TI, curso Sistemas de Informação da Estácio Florianópolis; “Metodologia da Aprendizagem baseada em times” por Gisele Américo Soares, da área de Educação, cursos Pedagogia, Engenharia e Psicologia da Estácio Resende; e “Construindo conhecimentos de Contabilidade”,por Stephanie Kalynka Rocha Silveira, da área de Gestão, curso Ciências Contábeis da Estácio São José.    

O 10º Fórum Docente será dividido em dois momentos: Fórum Nacional online em que a programação acima é transmitida ao vivo para todo o Brasil e o Fórum Regional presencial nos campi da Estácio, que preparam diferentes atividades que incluem desde palestras até oficinas sobre práticas pedagógicas.  

Em Fortaleza, o Centro Universitário Estácio do Ceará promove os painéis “Afinal o que nos une?”, com a professora Beatriz Helena Ceccato e “Formação de professor: Metodologias inovativas” com o professor Antônio Germano Magalhães Júnior. Além de apresentar para os presentes um stand up comedy sobre “Vida de docente” com os professores David Coelho, Emmanuel e Neandro.

— O Fórum Docente é uma excelente oportunidade para conhecermos ainda mais nossos grandes cases internos e levar conhecimento e melhorias para todas as Unidades do Brasil. Sem dúvida será um dia de aprendizado e troca de informações, sendo muito importante e bem-vinda a participação de todos os nossos docentes — afirma Eduardo Parente, presidente da Estácio.    

Serviço:   

Evento – 10º Fórum Docente da Estácio   

Data – 15 de agosto   

Horário – das 9h às 17h   

Local – Unidade Via Corpvs   

Endereço – Rua Eliseu Uchôa Beco, 600 – (Água Fria)

Confira a programação do 10º Fórum Docente da Estácio  

15 de agosto – Unidade Via Corpvs


9h às 13h – Transmissão Nacional   
13h às 14h – Almoço na unidade  
14h – Stand up Comedy: “Vida de docente” – Professores David Coelho, Emmanuel e Neandro

14h30 – “Afinal o que nos une?” – Professora Beatriz Helena Ceccato

15h30 – “Formação de professor: Metodologias inovativas” – Professor Antônio Germano Magalhães Júnior

17h – Encerramento

Estudantes da rede pública aprendem cinema de animação

Anualmente, há mais de 10 anos, cerca de 100 estudantes do ensino fundamental e médio de cinco instituições públicas passam por uma experiência enriquecedora na área do cinema. Eles participam de oficinas onde são introduzidos na linguagem do audiovisual por meio de aulas teóricas e práticas. Esta é a primeira etapa do projeto Compartilha Animação, que integra a rede de ações de responsabilidade social desenvolvida pela Enel.

O projeto deste ano começou agora em junho, com a realização das oficinas nas escolas. As duas últimas, Escola de Tempo Integral Maria Odete da Silva Colares e EEFM Governador Virgílio Távora, ambas em Messejana, recebem a atividade esta semana, encerrando na quarta-feira, dia 19.

Em julho, dois alunos de cada escola, escolhidos pelo professor e cineasta Telmo Carvalho, que ministra as oficinas, vão participar da segunda etapa do projeto. Será no Núcleo de Cinema de Animação da Casa Amarela Eusélio Oliveira, da Universidade Federal do Ceará (UFC), onde vão ter acesso a equipamentos e programas de computador utilizados em grandes estúdios cinematográficos.

Na primeira aula um representante da Enel fará uma palestra sobre o projeto e o tema escolhido para o curta-metragem: “Igualdade de gêneros”. A estreia do filme será na abertura do 29º Cine Ceará – Festival Ibero-americano de Cinema, no dia 31 de agosto, no Cineteatro São Luiz.

Desde o primeiro ano de sua realização esta ação de responsabilidade social desenvolvida pela Enel já beneficiou mais de 2 mil crianças de escolas públicas de Fortaleza e outras cidades do interior do estado. O Compartilha Animação é realizado pela Associação Cultural Cine Ceará e o Instituto Água Boa Cultural, em parceria com a Casa Amarela Eusélio Oliveira, da Universidade Federal do Ceará (UFC), viabilizado pelo Mecenato Estadual do Ceará e conta com apoio do Governo do Estado do Ceará através da Secretaria de Cultura (Secult).

Dessa forma a Enel reforça seu compromisso com o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) “Educação de Qualidade”, uma agenda de objetivos e metas originados a partir da Rio +20 e aprovados na Cúpula das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável (25-27 de setembro 2015). Ao todo são 17 objetivos e 169 metas úteis para o desenvolvimento sustentável, desafios que requerem uma parceria global com a participação ativa de todos, incluindo governos, sociedade civil, setor privado, academia, mídia, e Nações Unidas. Mais informações em: http://www.pnud.org.br/.

Educação para a juventude será tema de debate na Estácio

A deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) é presença confirmada em Fortaleza, nesta sexta-feira (14), em debate que discute “A importância da educação do Brasil para a juventude”. O evento, promovido pelo Centro Universitário Estácio do Ceará, será realizado na unidade Moreira Campos, a partir das 10h, e contará com a presença dos também parlamentares André Figueiredo (PDT-CE), deputado federal e presidente estadual da sigla, e Queiroz Filho (PDT-CE), deputado estadual.

Tabata Amaral é cientista política e ativista pela educação brasileira, formada em ciências políticas e astrofísica pela Universidade de Harvard (Massachusetts, EUA). Representou o Brasil em cinco competições internacionais, além de ser cofundadora do Movimento Mapa Educação e Movimento Acredito. A parlamentar também participou de palestra com o presidente estadunidense Barack Obama e de debates com a ativista paquistanesa e Nobel da Paz Malala Yousafzai.

Serviço:

Debate: A importância da educação do Brasil para a juventude

Local: Estácio – Moreira Campos (Rua Visconde de Mauá, 1940 – Meireles) 

Horário: 10h 

Violência Intraescolar e promoção da Cultura de paz são temas de formações para professores em 20 municípios do Ceará

 

 

Desde 2002, o Brasil tem vivenciado assustadores episódios de ataques em escolas cometidos em sua maioria por ex-alunos. O que até há alguns anos atrás não existia, ou visto apenas em países mais distantes e inspirando roteiros de filmes, o assassinato em massa de crianças e adolescente dentro do ambiente de aprendizado se tornou um fenômeno que já vitimou dezenas de vidas tão jovens.
O mais recente ataque que acometeu Escola Estadual Raul Brasil, na cidade de Suzano (SP), deflagra a urgência em tomar medidas urgentes e assertivas que evitem tragédias como essa que matou oito pessoas e feriu outras onze. Ações de bullying, de discriminação e a pouca prática do exercício do diálogo na resolução de conflitos, são algumas das causas apontadas por especialistas que debatem a educação e a escola como um ambiente que deve promover o respeito e dignidade humana.
Para o primeiro semestre de 2019, o Projeto Contexto – Educação; Gênero; Emancipação escolheu o tema: “Educação Contextualizada para uma Cultura de Paz” para trabalhar junto aos professores e alunas/os pertencentes à comunidade escolar do projeto. Nessa primeira fase, 1.520 docentes de 20 (vinte) municípios participam das formações que iniciaram em Fevereiro e se encerram em Abril. O objetivo é levar para esses educadores, conteúdos e atividades com temáticas que podem ser aplicadas pedagogicamente em cada uma de suas disciplinas.
A iniciativa, co-financiada pela União Europeia, tem como realizadora a Plataforma Marco Zero composta por organizações nacionais e internacionais com vasta experiência nos campos social, ambiental e educacional: We World ONLUS Itália, We World Brasil, ACACE (Associação de Cooperação Agrícola do Estado do Ceará), Cáritas Diocesana de Crateús, Escola Família Agrícola Dom Fragoso, ESPLAR – Centro de pesquisa e assessoria, Instituto Maria da Penha e Pastoral do Menor Nordeste I.
Sete educadores/as são os responsáveis por trabalhar tema, como: Violência simbólica direta e suas implicações; violência intraescolar, causas e consequências; o papel social da escola e dos/as educadores/as na promoção de uma cultura de paz dentro da escola e na comunidade; a comunicação não-violenta e seus conceitos e princípios; educação emancipatória contextualizada para uma cultura de paz no semiárido; a mediação de conflitos como metodologia para a qualificar as relações intraescolar e a superação de conflitos no cotidiano escolar e comunitário.
Segundo Paulo Cesar Oliveira, da Cáritas Diocesana de Crateús, os professores apontam diversos desafios para lidar com situações de conflito no ambiente escolar como, por exemplo: situações vulnerabilidade social ou desestruturação familiar; ausência de políticas públicas eficazes voltadas a superação da violência e inexistência de uma rede de proteção eficiente para crianças, adolescentes e educadores/as.
A pastoral do Menor também é uma das instituições que está à frente desse módulo e que há anos vem atuando na garantia de uma sociedade mais pacífica, “Nós, da Pastoral, buscamos junto com a comunidade escolar a construção de uma cultura de paz por meio da utilização das metodologias das práticas restaurativas – círculo de resolução de conflito e a mediação escolar que valorizam a escuta empática e o diálogo na sala de aula seja através dos alunos ou dos professores para a redução da violência que muitas das vezes é originado por falta do diálogo”, explica Carmen Nobre, técnica pedagoga da Pastoral do Menor.