Browsing Tag

Cultura

Cultura de diversos países é celebrada na Feira Internacional de Artesanato e Decoração

 

Até o próximo dia 10 de fevereiro, a oitava edição da Feira Internacional de Artesanato e Decoração (Feincartes) celebra as diferentes culturas presentes no shopping RioMar Fortaleza. Com peças para os mais variados gostos e bolsos, destaca-se o forte costume de cada país e a oportunidade de conhecer mais sobre as peculiaridades e significado das criações em cada local. Com tapeçarias, joias, sandálias, cerâmicas e esculturas compõe a parte visual do evento que já faz parte do calendário da Capital.

Os talentosos artesãos que participam da Feira, destacam o valor histórico de seus artigos. A indiana Anu Kuma explica, por exemplo, como a confecção e o tradicional método de trabalho artesanal da Índia fazem suas criações ter um grande valor intangível, como é o caso da colcha indiana.

“As colchas e capas de almofadas são fabricadas com algodão 100% indiano e levam cerca de três a seis meses para ficarem prontos, dependendo do tamanho da peça. Cada item passa pela parte de produção e depois de tingimento. Na Índia, as famílias têm o costume de trabalhar na montagem dessas peças e tiram o seu sustento através desse serviço”, enfatiza.

O expositor africano na 8ª edição da Feincartes, o senegalês Mame Cheikh trouxe para Fortaleza um dos maiores símbolos da cultura subsaariana do continente, a ‘Mama África’. O artesão comenta que “a imagem da Mama África demora dois meses para ficar pronta e tem uma simbologia muito forte para o povo africano, pois ela representa a mulher que caminhava quilômetros para buscar água para sua família”. Ele conta ainda que, no Senegal, “ter essa imagem esculpida em casa significa sorte e alegria”.

Cheikh também não esqueceu dos instrumentos musicais feitos com a madeira africana Timburi: “É através da música que celebramos os batismos, casamentos e união do nosso povo”.

O turco Ibrahin Zamur ressalta a produção dos lustres e tigelas da Turquia e o trabalho em equipe envolvido em cada criação. “Os nossos lustres são feitos a mão, com mosaico de vidro murano, silicone e metal. Por dia, conseguimos criar cerca de dez peças e sempre enviamos para o Brasil. Já as tigelas pintadas a mão e levadas ao forno de 680°, possuem uma produção mais elaborada e exige um maior trabalho em equipe. Cada item envolve o trabalho de oito pessoas que se dividem na modelagem, corte, pintura e design”.

 

Adaptação da obra de Noel Rosa, “A Noiva e o Condutor”, encerra temporada no Teatro Brasil Tropical

Inspirado na opereta de Noel Rosa e Arnold Gluckmann, “A Noiva e o Condutor” sobe aos palcos do Teatro Brasil Tropical para a sua última apresentação das férias no dia 25 de janeiro, às 20h. ​
A narrativa acompanha Helena, moça que sonha em se casar com um rapaz abastado, e é traída pela paixão quando conhece Joaquim. Embalado pelos clássicos do samba como ‘Com que roupa eu vou’ e outras canções menos populares, o espetáculo revela um olhar crítico sobre a sociedade da década de 1930 e dá uma nova roupagem à opereta original.​
  ​
No palco, artistas se entregam na energética mistura de cantar, dançar e atuar para divertir a plateia. A Noiva do Condutor é uma revista radiofônica escrita pelo genial sambista Noel Rosa. Mesmo com a morte precoce, Noel criou uma série de inesquecíveis músicas tocadas ao longo dos anos. O Grupo K’Os Coletivo resolveu repaginar o musical escrito em 1935, batizando-o de “A Noiva e o Condutor”.​
A obra fala da história do Brasil, do apogeu do samba e dos costumes. Além disso, o musical favorece a pesquisa do samba, gênero tão importante na formação da cultura.​
SERVIÇO
A Noiva e o Condutor​
Data: de janeiro (Sábado)​
Horário: 20h​
Local: Teatro Brasil Tropical (Av. da Abolição, 2323 – Meireles)
Valores: R$ 40 inteira / R$ 20 meia-entrada​

Ingressos: sympla.com.br ou na bilheteria do teatro​

Meia-Entrada: Crianças de 2 a 12 anos, Estudantes, Idosos com 60 anos ou mais, Jovens pertencentes a Família de Baixa Renda, Pessoas com Deficiência, Professores e Profissionais da Rede Pública Municipal de Ensino.​

Duração: Aproximadamente 60 minutos​
Classificação indicativa: LIVRE​
Capacidade: 437 lugares​
Informações: (85) 3254-6705

CineMaterna exibe “Minha Mãe é uma Peça 3”

 

As mamães e papais que têm bebê de colo poderão conferir o filme “Minha Mãe é uma Peça 3” nesta terça-feira, 21/01, às 14h, com a sessão CineMaterna. Para essas famílias, o ambiente será todo preparado para que possam conferir o filme sem preocupações com o conforto do bebê, já que na sala de cinema a iluminação é suave, o volume do som é reduzido, o ar condicionado é ameno e ainda conta com trocadores de fraldas. Os ingressos estarão à venda na Bilheteria do cinema com espaço sujeito à lotação.

Sobre o CineMaterna

A Associação CineMaterna é uma organização sem fins lucrativos, pioneira em sessões de cinema amigáveis para mães e bebês de até 18 meses. Foi fundada em São Paulo, em agosto de 2008, por mães que, a partir de uma necessidade pessoal, desenvolveram um programa feito especialmente para famílias com bebês: sessões de cinema nas quais o filme é de tema adulto, a sala é adaptada para receber os pequenos e uma equipe especial de mães voluntárias acolhe o público.

Na Capital cearense, as sessões especiais acontecem nas salas da Cinepólis do RioMar Fortaleza e do RioMar Kennedy e os filmes exibidos a cada edição são divulgados e voltados no site www.cinematerna.org.br. Vele destacar que os filmes exibidos são voltados para os adultos.

Serviço:

CineMaterna – Minha Mãe é uma Peça 3

Data: 21 de janeiro, terça-feira

Horário: 14h

Local: Cinépolis, Piso L3 – RioMar Kennedy (Av. Sargento Hermínio Sampaio, 3100 – Presidente Kennedy). Piso L3

Mais informações: (85) 3089.0909

Ingressos: Bilheteria da Cinepólis

Adaptação da obra de Noel Rosa, “A Noiva e o Condutor”, faz duas apresentações no Teatro Brasil Tropical

Inspirado na opereta de Noel Rosa e Arnold Gluckmann, “A Noiva e o Condutor” sobe aos palcos nas férias do Teatro Brasil Tropical para apresentações dias 18 e 25 de janeiro, (sábados) às 20h. ​
A narrativa acompanha Helena, moça que sonha em se casar com um rapaz abastado, e é traída pela paixão quando conhece Joaquim. Embalado pelos clássicos do samba como ‘Com que roupa eu vou’ e outras canções menos populares, o espetáculo revela um olhar crítico sobre a sociedade da década de 1930 e dá uma nova roupagem à opereta original.​
  ​
No palco, artistas se entregam na energética mistura de cantar, dançar e atuar para divertir a plateia. A Noiva do Condutor é uma revista radiofônica escrita pelo genial sambista Noel Rosa. Mesmo com a morte precoce, Noel criou uma série de inesquecíveis músicas tocadas ao longo dos anos. O Grupo K’Os Coletivo resolveu repaginar o musical escrito em 1935, batizando-o de “A Noiva e o Condutor”.​
A obra fala da história do Brasil, do apogeu do samba e dos costumes. Além disso, o musical favorece a pesquisa do samba, gênero tão importante na formação da cultura.​
SERVIÇO
A Noiva e o Condutor​
Data: 18 e 25 de janeiro (Sábado)​
Horário: 20h​
Local: Teatro Brasil Tropical (Av. da Abolição, 2323 – Meireles)
Valores: R$60 inteira / R$30 meia-entrada​

Ingressos: sympla.com.br ou na bilheteria do teatro​

Meia-Entrada: Crianças de 2 a 12 anos, Estudantes, Idosos com 60 anos ou mais, Jovens pertencentes a Família de Baixa Renda, Pessoas com Deficiência, Professores e Profissionais da Rede Pública Municipal de Ensino.​

Duração: Aproximadamente 60 minutos​
Classificação indicativa: LIVRE​
Capacidade: 437 lugares​
Informações: (85) 3254-6705

I’Music libera código promocional para compra de ingresso do festival

Uma promoção vai abalar as estruturas do público ansioso pelo I´Music, festival de música que o Shopping Iguatemi Fortaleza promoverá nos dias 31/01 (Giulia Be, Silva e Marisa Monte), 01/02 (Zé Ramalho, Alceu Valença e Skank) e 02/02 (Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá, Os Paralamas e Jota Quest). Com o código de desconto EUVOUIMUSIC qualquer pessoa pode adquirir um ingresso por apenas R$ 50,00 no site

http://www.bilheteriavirtual.com.br/.

O cupom promocional será válido para compras efetuadas das 0h às 23h59, do dia 15 de janeiro de 2020. Cada CPF terá o direito de adquirir até 04 ingressos por esse valor promocional.

Outra opção para garantir as entradas do festival é o quiosque localizado na praça das Rendeiras, em frente à loja O Boticário, na 1ª etapa, além da loja do I’Music, localizada ao lado da Tallis Joias e próximo ao elevador panorâmico. O ingresso para cada dia do I´Music custa R$ 200 (inteira) e R$ 100 (meia). Para esta terceira edição, o Iguatemi Fortaleza oferece ainda aos seus clientes uma oportunidade diferenciada de unir as compras feitas no mall e a possibilidade de assistir aos grandes shows. A cada R$ 150 em compras no shopping o cliente poderá comprar até dois ingressos a R$ 50 cada.

O evento tem como patrocinadores oficiais o Grupo Petrópolis Itaipava, a Coca-Cola e o Gran Marquise Hotel.

Sobre o Iguatemi

O Shopping Iguatemi Fortaleza tem 37 anos de existência. Empresa do grupo JCC – Jereissati Centros Comerciais, que também controla shopping centers em Belém (PA) e Campo Grande (MS), o Iguatemi Fortaleza traz números bastante positivos. São mais de 450 lojas e quiosques que reúnem o mais completo mix de compras, lazer, gastronomia e serviços de Fortaleza em mais de 90 mil metros quadrados. Distribuídos por corredores amplos e projetados para o melhor aproveitamento da iluminação natural, fazer um passeio pelo Iguatemi é experimentar conforto, comodidade e aproveitar o que a vida tem de melhor.

Serviço

 

I`Music 2020

Data: 31/01, 01 e 02/02.

Local: Estacionamento laranja do Shopping Iguatemi Fortaleza.

Vendas de ingressos: loja do I’Music localizada ao lado da Tallis Joias; quiosque na praça das Rendeiras, em frente à loja O Boticário, na 1ª etapa; e site http://www.bilheteriavirtual.com.br/.

 

Férias no Dragão – Mirante das Artes: Concerto de Natal, mostra de cinema e exposições movimentam Dragão, até domingo (22) 

Na semana que antecede o feriado natalino, o Centro Dragão do Mar recebe o Concerto de Natal de Fortaleza, que terá as apresentações da Orquestra Estrela da Serra, Maribanda, Coral Moenda de Canto, Quinteto de Sopros Alberto Nepomuceno, Coral da Universidade sem Fronteiras e Coral e Orquestra Infantil Casa de Vovó Dedé. O evento é gratuito e será realizado nesta terça-feira (17), às 19h, no Anfiteatro.

O cinema também é destaque nesta semana com as estreias de “A Rosa Azul de Novalis, de Gustavo Vinagre e Rodrigo Carneiro, e de “E Então Nós Dançamos, de Levan Akin, na próxima quinta-feira (19). Os longas “Synonymes”, de Nadav Lapid, “A Vida Invisível”, de Karim Aïnouz, “Dois Papas”, de Fernando Meirelles, e “Parasita”, de Bong Joon-ho, seguem em cartaz. E, até o próximo dia 18, o Cinema do Dragão estará com a mostra gratuita “Hong Sang-soo: A repetição da Vida”, com filmes do cineasta sul-coreano Hong Sango-soo.
O teatro recebe, nos dias 21 e 22, os espetáculos “D. Menina” (teatro infantil), às 17h, e “Fruta Cor”, “Dança-Douro” e “Desenho Animado” (dança), às 20h.
Exposições
As exposições seguem durante as férias no Centro Dragão do Mar. São elas: Ouro Branco – a estrada é escura e arriscada, da artista Simone Barreto; Grande Circular, de Isadora Teixeira, Léo Silva, Linga Acácio, Lucas Dilacerda, Samuel Tomé, Terroristas del Amor e Wellington Gadelha; Zona de Remanso, dos artistas Cadena, Clébson Oscar, Larissa Vasconcelos, Linga Acácio, Jonas Van, Priscilla Sousa, Karine Araujo, Zahra Alencar; Desindústria, de Rafael Vilarouca; e Fóssil Coração de Peixe, de Lua Alencar, Willian Ferreira, Raquel Gomes, Naiana Gomes, que estão no Museu de Arte Contemporânea. A Ereção da Palavra, do artista Lívio do Sertão, pode ser vista nos espaços externos no Centro Dragão do Mar; a exposição De Poesia a Periferia tá cheia!, do Coletivo Motim, está no Espaço Mix; Folclore em Cena, na Multigaleria; e Rotas, de Régis Amora, na Varanda dos Museus.
A programação completa de dezembro pode ser acessada aqui.

Sucesso de público, comédia “O Auto do Cumpade Cido” está de volta ao Theatro Via Sul Fortaleza

Em cartaz desde 2007, com público de mais de 100 mil pessoas, a comédia “O Auto do Cumpade Cido” entra em cartaz para apresentações dias 28 e 29 de dezembro, às 21h, no Theatro Via Sul Fortaleza.

O Auto do Cumpade Cido é uma comédia que caiu do céu. É uma alusão ao Auto da Compadecida de Ariano Suassuna, mas é outra história…

Desde 2007 em cartaz. Começou lá no Teatro Praia Centro, onde fez muita gente rir, depois partiu para multidões no Theatro Via Sul, festival de humor de Maranguape, Juazeiro do Norte, e mais uma ruma de lugar, atingindo a marca de mais de 100 mil pessoas que já sorriram com as peripécias dos atores em cena. São inúmeros os testemunhos de gente que assistiu a peça e levou o restante da família para se alegrar, desde 2007 surpreende pelo humor puro de censura livre e hospitaleiro.

 

ELENCO

Luis Costa faz o papel de Seu Cido, um velho coronel, viúvo, que acabou de perder a esposa e mora com um funcionário baixinho e engraçado, que vive querendo arrumar a vida do seu Cido.

João Besouro, o incrível João Netto, criador da personagem Zé Modesto.

Luis Costa é ator com 35 peças de teatro na carreira. Fez parte do elenco do quadro de humor “Se liga no humor da TV Verdes mares. Atualmente é ator do Grupo Comédia Cearense, o mais antigo grupo de teatro do Brasil, em atividade.

 

TEATRO ESSENCIAL

A melhor definição para O Auto do Cumpade Cido, são dois atores e um cenário minimalista durante todo o espetáculo.

Um tamborete, um lampião e algo que não tem limite, as reflexões e as gargalhadas.

 

SERVIÇO

Auto do Cumpade Cido Datas: 28 e 29 de Dezembro de 2019

Horário: Sábado e Domingo 21h;

Classificação: LIVRE

Duração: 60min

Local: Theatro Via Sul Fortaleza – Av. Washington Soares, 4335 – Edson Queiroz

Ingressos: R$50/R$25 (plateia alta lateral e mezanino) e R$60/R$30 (plateia baixa e alta central)

Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a sábado, das 10h às 22h; Aos domingos e feriados, das 11h às 21h

Capacidade: 732 PessoasInformações: (85) 3099-1290

Acessibilidade: Elevadores, rampas de acesso e assentos especiais.Estacionamento no Via Sul Shopping

CAIXA Cultural Fortaleza lembra os 100 anos de Federico Fellini

 

A CAIXA Cultural Fortaleza recebe, de 19 de dezembro de 2019 e 12 de janeiro de 2020, o projeto A Estrada da Vida – 100 Anos de Federico Fellini, uma homenagem a um dos mais importantes cineastas italianos de todos os tempos. Na Programação, que tem a curadoria de Fernanda Vogas, exibição de filmes do diretor e documentários sobre a sua obra, além de um curso sobre o premiado diretor de cinema.

 

Fellini alcançou notoriedade e reconhecimento internacional, conquistando alguns dos maiores prêmios do cinema internacional, entre eles, o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro por quatro de seus filmes. “O cineasta privilegiou sua poética individual e encontrou em sua imaginação sonhadora a capacidade de criar um cinema singular e autoral”, comenta a curadora.

 

A programação começa com o curso “A Tela que Pensa – Fellini e a proliferação das imagens” nos dias 19 e 20 de dezembro, das 10h às 12h. O professor Luame Cerqueira, doutor em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e fundador do projeto Filosofia & Arte, no RJ, apresenta nesta atividade a obra de Fellini propagando as ressonâncias entre a filosofia e o cinema. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do link: https://aestradadavida.webnode.com/.

 

A Mostra será realizada de 4 a 12 de janeiro com a exibição de oito longas-metragens de Fellini, entre eles, “Mulheres e Luzes” (1950), seu primeiro filme, e os premiados “A estrada da vida” (1954) e “Noites de Cabíria (1957), que renderam ao diretor o Oscar de Melhor Filme Estrangeiro. Dele também será exibido “Toby Dammit”, segmento de sua autoria do longa-metragem “Histórias Extraordinárias” (1968), baseados em três contos de Alan Poe, cada um dirigido por um diretor diferente.

 

Dois longas que homenagearam Fellini e sua obra entram nesta retrospectiva que lembra os 100 anos de seu nascimento. Do alemão Gideon Bachmann será exibido “Ciao, Federico!” (1970), documentário sobre os bastidores de “Satyricon”, dirigido por Fellini em 1969. De Ettore Scola, que assim como Fellini figura na lista dos mais importantes cineastas italianos, a mostra exibe “Que estranho chamar-se Federico” (2003), uma mistura de imagens de arquivo e reinterpretações, retratando a vida e a obra do diretor.

 

A Programação completa pode ser consultada em www.caixacultural.com.br .

 

 

SERVIÇO:

A Estrada da Vida – 100 Anos de Federico Fellini

Local: CAIXA Cultural Fortaleza

Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema
Data: 19 de dezembro de 2019 a 12 de janeiro de 2020

 

[CINEMA] MOSTRA DE FILMES

Data: de 4 a 12 de janeiro de 2020

Ingressos: R$ 6,00 (inteira) e R$ 3,00 (meia entrada)

Horário: verificar na programação

Classificação indicativa: Verificar na programação

 

[CURSO] “A Tela que Pensa – Fellini e a proliferação das imagens”

Data: 19 e 20 de dezembro de 2019

Hora: 10h às 12h.

Carga horária: 4h/a

Público Alvo: iniciantes ou iniciados no cinema e na filosofia.

Número de alunos: até 70 participantes

Inscrições: através do link https://aestradadavida.webnode.com/

Atividade gratuita.

 

Acesso para pessoas com deficiência.

Paraciclo disponível no pátio interno.

Informações gerais (85) 3453-2770

Espetáculo “Pocahontas” será apresentado no Teatro Brasil Tropical

 

 
Inspirado na história real da famosa ameríndia, que virou filme e desenho animado pela Disney, a Escola de Atores Marcelino Câmara traz para os palcos do Teatro Brasil Tropical o espetáculo “Pocahontas”, dia 8 de dezembro, às 17h​
A peça conta a história de Pocahontas, filha do chefe de uma tribo nativa, que quando vê as terras que seu povo habita serem invadidas por exploradores, só lhe resta uma opção: tentar impedir um confronto que pode resultar em um grande massacre Para isso, conta com a ajuda de John Smith, seu aliado.​
A adaptação teatral conta com atores que desenvolvem vários personagens, expondo, assim, a ideia de que nativos e exploradores são seres que fazem parte do mesmo meio.​
Serviço:
Pocahontas​
Local: Teatro Brasil Tropical (Av. da Abolição, 2323)​
Data: 8 de Dezembro (Domingo)​
Horário: 17h
Valores: R$40,00 inteira / R$20,00 meia-entrada​
Ingresso: sympla.com.br​
Duração: 50 minutos​
Classificação indicativa: LIVRE​

CAIXA CULTURAL FORTALEZA RECEBE mostra “O Cinema Samurai de Akira Kurosawa”

 

Os amantes da sétima arte já podem comemorar a chegada da mostra de um dos mais importantes cineastas do mundo: o japonês Akira Kurosawa. O evento é gratuito e acontece entre os dias 26 de novembro e 01 de dezembro, na Caixa Cultural Fortaleza. Para garantir a entrada, basta ir à bilheteria da CAIXA Cultural até trinta minutos antes do início da sessão. Ao todo, serão exibidos 10 filmes. A sessão de abertura contará, após a exibição do filme, com um debate com o curador da mostra Pedro Tinen. Durante a Mostra serão promovidas atividades educativas: Dois encontros com especialistas de cinema e cultura do Japão.

As atividades visam promover a reflexão e o debate sobre os temas e estilos da carreira desse cineasta, contextualizando a importância de Kurosawa não apenas para o cinema japonês, mas a sua influência para o cinema brasileiro e mundial. O trabalho tem como objetivo oferecer os filmes do Kurosawa tanto de época, como os contemporâneos, revelando ao público que o tema dos samurais (pelo qual o diretor ficou mais conhecido), não era uma exclusividade dos seus filmes ambientados no Japão feudal, mas pode ser encontrado na resiliência de suas personagens e na luta que encabeçam contra as injustiças da sociedade. Akira Kurosawa traz no seu currículo assinaturas de 29 filmes, entre eles “Rashomon” (1950), “Os Sete Samurais” (1954), “Trono Manchado de Sangue” (1957), além de outras tantas obras-primas. O evento é voltado para todos os públicos.

 

PROGRAMAÇÃO

 

DATA HORÁRIO     FILME / DURAÇÃO / CLASSIFICAÇÃO

26/nov           16h     Rashomon (1950) / 88min / 14 anos

26/nov           19h     Palestra de Abertura / 60min / Livre

 

27/nov           16h     Dersu Uzala (1975) / 142min / Livre

27/nov           19h     Viver (1952) / 143min / 14 anos

 

28/nov           16h     Trono Manchado de Sangue (1957) / 110min / 14 anos

28/nov           19h     Ran (1985) / 164min / 14 anos

 

29/nov           16h     A Fortaleza Escondida (1958) / 126min / 14 anos

29/nov           19h     Debate com Monica Okamoto e Henrique Codato / 60min / Livre

 

30/nov           16h     Os Sete Samurais (1954) / 206min / 10 anos

30/nov           20h     Rashomon (1950) / 88min / 14 anos

 

01/dez            15h     Yojimbo – O Guarda Costas (1961) / 110min / 16 anos

01/dez            18h     Trono Manchado de Sangue (1957) / 110min / 14 anos

 

 

 

SERVIÇO:

[CINEMA] O Cinema Samurai de Akira Kurosawa

Local: CAIXA Cultural Fortaleza

Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema
Data: 26 de novembro à 01 de dezembro de 2019

Classificação indicativa: 16 anos

Ingressos: Gratuitos

Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais.

Paraciclo disponível no pátio interno.

Informações gerais (85) 3453-2770

 

Tributo ao grupo U2 no Teatro RioMar Fortaleza

 

A Orquestra Filarmônica do Ceará traz um concerto especial em alusão a famosa banda de rock U2, no próximo dia 27 de novembro, quarta-feira, no Teatro RioMar Fortaleza. Os grandes sucessos do grupo irlandês serão regidos pelo maestro Gladson Carvalho e interpretados pelos cantores Leo Vox e Leonardo Araújo. No repertório estão músicas como “Beautiful Day”, “Sunday Bloody Sunday”, “Vertigo” e “Ordinary Love”.

 

O espetáculo começa às 20h e a venda dos ingressos já está disponível na bilheteria do Teatro ou pelo site www.teatroriomarfortaleza.com.br.

 

Ao longo do ano o projeto OFCE Apresenta Grandes Clássicos tem ocorrido no RioMar Fortaleza, entre as atrações que já passaram pelo palco do teatro estão: Beatles, Elvis Presley, Frank Sinatra, Tenores e Queen.

 

Sobre Orquestra Filarmônica do Ceará

A OFCE surgiu em 22 de maio de 1998, em reunião na casa da mãe de seu criador, o maestro Gladson Carvalho. A iniciativa busca reunir os melhores músicos do Ceará em um trabalho ousado, promovendo formação de plateias, laboratório profissionalizante, geração de trabalho e renda para cerca de 70 profissionais da música. A Filarmônica do Ceará tem contribuído para dar espaço a constante demanda de talentos musicais do estado, que ainda migram para outras terras, devido à falta de incentivos e recursos para manter-se em atividade. A OFCE realiza concertos de porte nacional e internacional, além de duas óperas, O Cientista e O Jesuíta.

 

SERVIÇO

OFCE apresenta U2 com Leo Vox e Leonardo Araújo

Data: 27 de novembro, quarta-feira

Horário: 20h

Local: Teatro RioMar Fortaleza (Des. Lauro Nogueira, 1500 – Papicu)

Ingressos: A partir de R$30 (meia) – Bilheteria do Teatro RioMar ou no Site do Teatro

Mais informações: 85 3244.2688

 

Exposição Jumento Amostrado do INEC é um dos destaques da programação da Virada Sustentável Fortaleza 2019

 

Entre os dias 20 e 24 de novembro, a capital cearense recebe a primeira edição da Virada Sustentável Fortaleza, evento considerado o maior festival sobre sustentabilidade no Brasil. Um dos destaques da programação será a exposição Jumento Amostrado, idealizada pelo Instituto Nordeste Cidadania (Inec). A mostra acontecerá nos dias 20 e 21 de novembro no Cine Teatro São Luiz (Rua Major Facundo, 500 – Centro), e de 20 a 24 de novembro no Centro Cultural Belchior (Rua dos Pacajús, 123, Praia de Iracema), das 16h às 21h em ambos os locais. Toda a programação será gratuita.

A Exposição Jumento Amostrado, que já esteve no shopping RioMar Fortaleza, reúne seis esculturas de jumento, em tamanho real (1,6m x 1m), produzidas com uma estrutura em arame e tela coberta e moldadas por fibra de vidro que foram customizadas por artistas plásticos cearenses e por crianças e adolescentes alunos do LABInec, do Bom Jardim, em Fortaleza. Cada escultura traz pinturas temáticas que remetem a elementos da cultura nordestina e com relação direta a seis projetos desenvolvidos pelo Inec. Entre os elementos regionais utilizados na produção das obras estão os cangaceiros, o cordel, os desenhos rupestres e as marcas do gado, além do grafite urbano.

A exposição tem como objetivo homenagear o Nordeste, região na qual o Inec desenvolve importantes projetos sociais, culturais e econômicos, bem como valorizar o jumento, um símbolo da cultura, da história e da paisagem nordestina. “Queremos usar as obras de arte para financiar os projetos do Inec, beneficiando, assim, mais jovens de baixa renda de Fortaleza. Além disso, nossa ideia é também chamar a atenção da população para a necessidade de políticas públicas voltadas para a educação de qualidade, inclusão digital e social, direcionada a adolescentes em situação de vulnerabilidade”, reforça Stélio Gama, presidente do Inec.

Segundo Ronaldo Cavalcante, que produziu as esculturas e coordena a exposição, a mostra fala muito sobre a história e a cultura nordestinas. “Estampamos nas esculturas temas de grande relevância na história do sertão. Essa exposição com os jumentos tem um significado muito importante para o Nordeste. Além de destacar a importância desse animal para o desenvolvimento da região e do Brasil como um todo, queremos lembrar também que ele sofre risco de extinção devido à seca, ao abandono e à matança indiscriminada”, comenta o artista plástico que criou uma das esculturas da exposição.

A programação da Virada Sustentável Fortaleza 2019 contará ainda com exposições, palestras, intervenções culturais, cinema, dança, música, rodas de conversa, contação de histórias, circo, oficinas, feira de troca, jogos, performances artísticas, teatro, entre outras atividades em diversos espaços da cidade. O movimento ocupará espaços como o Cine Teatro São Luiz, Parque Estadual do Cocó, Dragão do Mar de Arte e Cultura, Rede Cuca, Centro Cultural Belchior, Parque Parreão, Floresta do Curió e Instituto dos Cegos, entre outros lugares da cidade que são significativos para a sustentabilidade, cidadania, arte e cultura locais.

Virada Sustentável

A Virada Sustentável teve sua primeira edição em 2011, em São Paulo, mas hoje já é realizada anualmente nas cidades do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Salvador, Manaus e Campinas também. Toda a programação é atualmente pautada nos 17 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS), definidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

O festival conta com articulação e participação direta de organizações da sociedade civil, órgãos públicos, coletivos de cultura, movimentos sociais, equipamentos culturais, empresas, escolas e universidades, entre outros, visando promover uma visão positiva e inspiradora sobre a sustentabilidade, bem como reforçar as redes de transformação e impacto social presentes em cada cidade.

Na edição de Fortaleza, a Virada Sustentável é realizada pela Secretaria Especial de Cultura, Ministério da Cidadania, em parceria com o Grupo O POVO. O evento conta ainda com o apoio das Empresas CMPC e Ambev Ama.

Sobre o Inec

O Instituto Nordeste Cidadania (Inec) surgiu em 1993 como Comitê de Ação da Cidadania para realizar ações emergenciais, como doações de cestas básicas, roupas e brinquedos para pessoas em situação de vulnerabilidade. Em 1996, a iniciativa constituiu-se como Organização Não-Governamental (ONG) e, em 2003, foi qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip). O Inec tem como missão: Promover a cidadania por meio de programas socioambientais e de microfinanças com o objetivo de fomentar o desenvolvimento sustentável. Para atingir este objetivo, a instituição é parceira do Banco do Nordeste na operacionalização dos programas Crediamigo e Agroamigo, além de desenvolver os programas socioambientais Inec Juventude, Inec Cultura, Inec Território e Inec Tecnologia.

Serviço

Exposição Jumento Amostrado na Virada Sustentável Fortaleza 2019

Dias 20/11 e 21/11

Cine-Teatro São Luiz
Rua Major Facundo, 500 – Centro

Horário: das 16h às 21h

Entrada gratuita

Dias 20/11 a 24/11

Centro Cultural Belchior
Rua dos Pacajús, 123 – Praia de Iracema

Horário: das 16h às 21h

Entrada gratuita

Sesc promove oficinas, apresentações musicais, vivências e atividades lúdicas voltadas para a cultura negra

 

 

Shows, oficinas, exibição de filmes e vivências são algumas das atividades que integram a programação da Semana Sesc de Promoção da Igualdade Racial, que em 2019 acontece de 04 a 21 de novembro. Em sua 6ª edição, o evento está, mais do que nunca, pautado na visibilidade e valorização da articulação, mobilização e disseminação das tradições, sociabilidades e culturas da população negra na nossa cidade e no Estado, buscando fortalecer as expressões e impressões de matrizes africanas. A iniciativa faz parte das ações em alusão ao Dia da Consciência Negra, 20 de novembro, que é marcado pela luta dos negros no Brasil diante da escravidão e do racismo.

 

De acordo com Kassia Oliveira, estudante de pedagogia e Técnica de Assistência, a Semana Sesc de Promoção da Igualdade Racial também visa destacar a ancestralidade do povo negro, que resiste e luta a cada dia por mais espaço na sociedade. “A ideia do evento é justamente o de propor ideias e temáticas relevantes para a sociedade, que são postas a partir de ações que primam pelo diálogo e pela ludicidade”, afirma.

 

Um dos destaques da VI Semana Sesc de Promoção da Igualdade Racial é a apresentação das cantoras Luedji Luna e Selma Uamasse, dentro da edição especial do projeto Sesc Sonoridades. As duas artistas, que exploram os ritmos africanos em suas canções fazem show nessa quarta-feira, 20/11, a partir das 19h, no Sesc Fortaleza. A entrada custa apenas 2kg de alimentos não perecíveis, a serem entregues na portaria da unidade no momento do show, que serão destinados às entidade sociais parceiras do Programa Mesa Brasil Sesc.

 

Nascida na Bahia, Luedji Luna aborda temas que se relacionam a questão da identidade, a partir do olhar da artista sobre si mesma e do contato dela com imigrantes, refletindo sobre a identidade afro-brasileira. Já Selma Uamusse nasceu em Moçambique, mas, ainda criança, foi viver em Portugal. Suas músicas transitam entre o jazz, o soul e o rock e, ao mesmo tempo, apresentam uma forte presença da rítmica do seu país.

 

Feira Preta

 

Assim como ocorreu em 2018, o evento também vai promover a Feira Preta Sesc, que envolve grupos comunitários e a unidade Sesc Fortaleza, cuja programação acontece a partir das 16h. Na terça-feira, por exemplo, o público pode participar das oficinas de Expressão e Improvisação Corporal e de Abayomi, que são bonecas de origem iorubá feitas com retalhos e que simbolizam resistência, tradição e o poder feminino.

 

Na quarta-feira, o Sesc Fortaleza recebe as oficinas de bijuteria com tecido africano e materiais recicláveis, de literatura e de turbante, dentre outras. Já as oficinas da quinta-feira, último dia da Feira, são focadas na produção de móbiles e mandalas africanas e na dança com foco nos ritmos africanos, como samba, maracatu, ciranda e axé. Durante todo o período da Feira, os visitantes vão ter a chance de participar de uma vivência de degustação de acarajé, além de conferir as apresentações musicais e a exposição com peças artesanais.

 

“A Semana Sesc de Promoção da Igualdade Racial não deixa de ser um momento de reflexão, solidariedade, de união e respeito. É também uma forma de compartilhar ideias, saberes, empoderamento e pertencimento, como forma de não apenas mostrar, mas, principalmente, valorizar a força e a resistência da população negra ao longo da história”, finaliza Kassia.

 

Programação disponível aqui: http://bit.ly/343XRZZ

Para conferir a programação completa do Sesc no Ceará, basta acessar o site www.vemprosescce.com.br

 

Serviço

II Feira Preta | VI Semana Sesc de Promoção da Igualdade Racial

Data: 19 a 21 de novembro

Hora: a partir das 16h

Local: Unidade Sesc Fortaleza – Rua Clarindo de Queiroz, 1740 – Centro

Inscrições: gratuitas, realizadas no local, com vagas limitadas

 

Sesc Sonoridades – Luedji Luna e Selma Uamusse

Data: 20/11 (quarta-feira)

Local: Sesc Fortaleza (Rua Clarindo de Queiroz, 1740)

Horário: 19h

Entrada: 2kg de alimentos

 

Sobre o Sesc

O Sesc, instituição integrante do Sistema Fecomércio, oferece ações de educação, cultura, esporte, lazer, saúde, e promoção social. Os trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo, empresários e seus dependentes são os beneficiados pelo Sistema, mas os serviços também podem ser acessados pela população em geral

ABSTRATA – FESTIVAL INTERNACIONAL DE VIDEOMAPPING EM FORTALEZA

 

Inspirar, experimentar, ocupar, ressignificar e transformar a cidade por meio da exposição de artes projetáveis em espaços públicos de Fortaleza. Essa é a proposta da primeira edição do Abstrata – Festival Internacional de Videomapping, um evento que será realizado nos dias 21, 22 e 23 de novembro no Teatro São José, Praça do Cristo Redentor, Ponte Velha e Escola Porto Iracema das Artes. Além das projeções de imagens, o público poderá conferir instalações, performances audiovisuais e shows com artistas que dialogam com o conceito do evento. O Abstrata oferecerá ainda palestras e oficinas para quem quiser entender mais sobre a técnica do videomapping. Toda a programação é gratuita!

O Festival oferece uma programação composta por artistas cearenses que desenvolvem trabalhos representativos nas cenas contemporâneas local, regional, nacional e internacional. Destaque também para o VJ Spetto (SP) e para os VJs internacionais: Eletroiman, da Espanha, e Optika, da Colômbia, que vão compartilhar algumas técnicas que vêm desenvolvendo em seus países e em várias partes do mundo.

O Festival Abstrata oferece palestras e oficinas que serão realizadas na Escola Porto Iracema das Artes. No dia 20, antes de iniciar o Festival, haverá palestra do VJ Spetto (SP), das 20h às 21h30. As palestras seguem até o dia 23 com Caio Fazolin (SP) e VJ Eletroiman (Espanha), além do cineasta Alexandre Veras (CE). Já as oficinas de vídeomapping serão comandas pela VJ Optika (Colômbia).

As projeções em videomapping na fachada do Teatro São José têm à frente: Caio Fazolin (SP), VJ Spetto (SP), VJ Eletroiman (ESP) e Misteria Mapping (CE). Já as instalações, que vão ocorrer na Praça Cristo Redentor e no Teatro São José, serão montadas somente por artistas cearenses: Alexandre Veras com Beatriz Furtado, David da Paz, Eric Barbosa, Gabura, Naná Blue, Sergio Gurgel, Nárcelio Grud, Vitor Grilo e VJ Ivna Lundgren. A Instalação da Naná Blue ficará em exibição durante todo o período do Festival, sendo que na quinta-feira, dia 21, ela fará uma performance no local como resíduo do trabalho.

O palco do Teatro São José será o espaço das performances audiovisuais, que serão compostas por artistas individuais e também como resultado de processos colaborativos com repertórios imbricados: Wide Open Mind (CE) + Optika (Colômbia), Dimitri Lomaco (CE), Ivan Timbó (CE) + Kauê Lima (PA), Media Sana (PE), David da Paz (CE), URO & Arquelano (CE) + Misteria (CE), Media Sana (PE), Thaís de Campos (CE), dronedeus (CE) + Vitor Grilo (CE) e Eric Barbosa (CE) + Gabura (CE) e a Camerata de Cordas da UFC, que apresenta um espetáculo musical e audiovisual a partir das trilhas sonoras do Studio Ghibli, estúdio de animação japonês responsável por filmes como “A Viagem de Chihiro”, “Castelo Animado” e “Meu Amigo Totoro”.

O Teatro São José também será palco de shows que seguem o conceito do festival. A banda pós-punk gótica Plastique Noir (CE) recebe a VJ Ivna Lundgren (CE) e, juntos, fazem o show de abertura. Na sexta, dia 22, o show ficará por conta do VJ Craca (SP). Já no sábado, dia 23, pra encerrar o Festival, o show com a compositora e artista visual Luiza Lian (SP) será na Ponte Velha, que receberá projeção mapeada coletiva criada por vários artistas do videomapping. Luiza Lian é uma das jovens artistas mais celebradas do momento e, com seu segundo álbum “Azul Moderno”, vem para Fortaleza depois de um show marcante no Lollapalooza Brasil 2019.

 

”Nos propomos a ser um festival dos ruídos, da experimentação audiovisual, de inspiração criativa, dos rastros que reverberam na improvisação artística em tempo real, da interação abstrata que surge na relação entre luz, espaço, forma e superfície. Composto por propostas artísticas, científicas e experimentais, o festival se coloca como um apoiador da inovação e do conhecimento artístico audiovisual para a cidade de Fortaleza, a exemplo do que já acontece em diversas cidades do mundo”.

 

Assim explica o idealizador e diretor do festival Valentino Kmentt. Formado em jornalismo, Valentino tem como foco em seu trabalho a produção de vídeo, fotografia e design de projeção. É integrante do Coletivo Antiprojeto, fundador da Misteria Mapping e um dos pioneiros nas práticas e no desenvolvimento da técnica de videomapping em Fortaleza.

VIDEOMAPPING

Videomapping é a técnica de projetar imagens especialmente pensadas para uma superfície específica. Também chamado de “projeção mapeada”, o videomapping precisa de verdadeiras esculturas, de preferência compostas por objetos ou superfícies irregulares, para receber a projeção. Com um software de videomapping conectado no projetor, é possível se recortar o feixe de luz projetado na superfície e, assim, se faz o mapeamento da superfície e a projeção específica na área desejada. A introdução da perspectiva na projeção permite que a imagem encaixe perfeitamente no objeto que a recebe. Desse modo, o videomapping tem a capacidade de transformar qualquer superfície numa tela de projeção.

O Abstrata – Festival Internacional de Videomapping insere Fortaleza e o Ceará na rota dos festivais artísticos internacionais das artes digitais. A realização é da Misteria Mapping com patrocínio da Budweiser / Ambev, apoio cultural da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult-CE), a partir do IX Edital Mecenas do Ceará, além de apoio da CEGÁS – Companhia de Gás do Ceará e do Teatro Municipal São José / Secretaria Municipal de Cultura de Fortaleza (SecultFor). Produção de Free Lancer Producções e Tembiú Alimento de Alma.

 

PROGRAMAÇÃO ABSTRATA – FESTIVAL INTERNACIONAL DE VIDEOMAPPING

 

Dia 21/11 (QUINTA-FEIRA)

(14h às 17h30)

Local: Escola Porto Iracema das Artes

Oficina: Videomapping – VJ Optika (COL)

 

(18h30 às 19h30)

Local: Auditório da Escola Porto Iracema das Artes

Palestra: Caio Fazolin (SP) + VJ Eletroiman (ESP)

 

(19h às 22h)

Local: Praça Cristo Redentor e Teatro São José

Instalações:

Alexandre Veras (CE) e Beatriz Furtado (CE) – “Trabalho N° 1 – Lavar o Mar”

Narcélio Grud (CE) – “Floating Face”

Vitor Grilo (CE) – “#IssoNãoéPixação”

David da Paz (CE) – “R.A.P. – Robotic Agent Paint”

Eric Barbosa (CE) – “Esculturas Sonoras para Guerrilha”

Sergio Gurgel (CE) – “Recinto”

Naná Blue (CE) – “Luto Pelo Mar”

Gabura (CE) – “VÍDEO_COLÔNIA”

VJ Ivna Lundgren (CE) – “Plastic Matters”

Erika Miranda, Marzo e Valentino Kmentt – “instalação”

 

(20h às 21h)

Local: Fachada do Teatro São José

Videomapping: VJ Spetto (SP), Videomapping Coletivo, com Misteria Mapping + SEPASSANDO rec + Acorde Multimídia (CE)

 

(20h30 às 23h30)

Local: Palco Teatro São José

Performances Audiovisuais:

20h30 às 21h30: Ivan Timbó (CE) + Kauê Lima (PA)

21h45 às 22h30: Media Sana (PE)

22h30 às 23h: David da Paz (CE) – “Orquestra Polifônica de Levantes Festivos”

23h às 23h30: URO & Arquelano (CE) + Misteria (CE)

(23h às 00h)

Local: Palco do Teatro São José

Show de abertura: Banda Plastique Noir (CE) + VJ Ivna Lundgren (CE)

 

Dia 22/11 (SEXTA-FEIRA)

 

(14h às 17h30)

Local: Escola Porto Iracema das Artes

Oficina: Videomapping – VJ Optika (COL)

(18h30 às 20h)

Local: Escola Porto Iracema das Artes

Palestra: Alexandre Veras (CE)

 

(19h às 22h)

Local: Praça Cristo Redentor e Teatro São José

Instalações:

Alexandre Veras (CE) e Beatriz Furtado (CE) – “Trabalho N° 1 – Lavar o Mar”

Narcélio Grud (CE) – “Floating Face”

Vitor Grilo (CE) – “#IssoNãoéPixação”

David da Paz (CE) – “R.A.P. – Robotic Agent Paint”

Eric Barbosa (CE) – “Esculturas Sonoras para Guerrilha”

Sergio Gurgel (CE) – “Recinto”

Naná Blue (CE) – “Luto Pelo Mar”

Gabura (CE) – “VÍDEO_COLÔNIA”

VJ Ivna Lundgren (CE) – “Plastic Matters”

Erika Miranda, Marzo e Valentino Kmentt – “instalação”

(20h30 às 23h)

Local: Palco do Teatro São José

Performances Audiovisuais:

20h30 às 21h30: Dimitri Lomaco (CE)

21h45 às 22h30: Media Sana (PE)

22h45 às 23h45: Wide Open Mind (CE) + Optika (Colômbia)

(20h às 22h)

Local: Fachada do Teatro São José

Videomapping: Caio Fazolin (SP)

(22h à 00h)

Local: Palco do Teatro São José

VJ + Música: Craca (SP)

Dia 23/11 (SÁBADO)

 

(18h às 22h15)

Local: Palco Teatro São José

Performances Audiovisuais:

18h às 19h: Camerata de Cordas da UFC apresenta Studio Ghibli (CE)

19h15 às 19h45: “Um Salto Adiante”, com Thaís de Campos (CE)

20h às 20h45: dronedeus (CE) + Vitor Grilo (CE)

21h às 22h: “Space is The Place – Sun Ra”, com Eric Barbosa (CE) + Gabura (CE)

 

(19h às 22h)

Local: Praça Cristo Redentor e Teatro São José

Instalações:

Alexandre Veras (CE) e Beatriz Furtado (CE) – “Trabalho N° 1 – Lavar o Mar”

Narcélio Grud (CE) – “Floating Face”

Vitor Grilo (CE) – “#IssoNãoéPixação”

David da Paz (CE) – “R.A.P. – Robotic Agent Paint”

Eric Barbosa (CE) – “Esculturas Sonoras para Guerrilha”

Sergio Gurgel (CE) – “Recinto”

Naná Blue (CE) – “Luto Pelo Mar”

Gabura (CE) – “VÍDEO_COLÔNIA”

VJ Ivna Lundgren (CE) – “Plastic Matters”

Erika Miranda, Marzo e Valentino Kmentt – “instalação”

 

(22h às 23h)

Local: fachada do Teatro São José

Videomapping: Eletroiman (ESP)

(23h à 1h)

Local: Ponte Velha (Praia de Iracema)

Show de encerramento – Luiza Lian (SP) + videomapping coletivo na Ponte Velha (Poço da Draga)

(*) Programação sujeita a alterações

 

SERVIÇO

Abstrata Festival Internacional de Videomapping

Datas: 21, 22 e 23 de novembro de 2019

Locais: Teatro São José, Praça Cristo Redentor, Ponte Velha (Praia de Iracema) e Escola Porto Iracema das Artes

Programação gratuita

 

Oficinas e palestras:

Local: Escola Porto Iracema das Artes

Informações sobre participação pelo e-mail: festivalabstrata@gmail.com

 

Mais Informações:

(85) 98695-1944 e 99621-9700 | @festivalabstrata

Adaptação do musical Mamma Mia chega ao Teatro Brasil Tropical

Lançado nos cinemas em 2008 e sucesso de crítica, o musical Mamma Mia chega ao Teatro Brasil Tripical com uma adaptação, dia 23 de novembro, às 19h. Músicos, atores e cantores interpretarão a famosa história que se passa na ilha grega de Kalokairi. ​
Mamma Mia​
Sophie está prestes a se casar e, sem saber quem é seu pai, envia convites para Sam Carmichael, Harry Bright e Bill Anderson. Eles vêm de diferentes partes do mundo, dispostos a reencontrar a mulher de suas vidas: Donna, mãe de Sophie. Ao chegarem Donna é surpreendida, tendo que inventar desculpas para não revelar quem é o pai de Sophie.​
A parceria da Escola Encenna e o Conservatório Alberto Nepomuceno promete divertir, encantar e emocionar com músicas ao vivo desse grande sucesso mundial.​
Serviço
Mamma Mia​
Local: Teatro Brasil Tropical (Av. da Abolição, 2323)​
Data: 23 de Novembro (Sábado)​
Horário: 19h​
Valores: R$40 inteira / R$20 meia-entrada​
Ingresso: sympla.com.br​
Duração: 80 minutos​
Classificação indicativa: LIVRE​
Informações: (85) 3458-1900