Browsing Tag

Cultura

Secult divulga resultado do Selo de Responsabilidade Cultural 2018

 

A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) divulga nesta quinta-feira, 6/12, o resultado final da convocatória do Selo de Responsabilidade Cultural 2018, destinado ao reconhecimento de pessoas jurídicas de direito público e privado, com e sem fins lucrativos, que comprovadamente implementam ou incentivam programas, projetos e ações voltados para o desenvolvimento cultural do Estado do Ceará. O resultado pode ser acessado no site de editais da Secult: http://editais.cultura.ce.gov.br/.

“O Selo de Responsabilidade Cultural é garantido por uma lei de 2006. Ele reconhece empresas e instituições culturais que apoiam, realizam e promovem a cultura no Ceará, seja diretamente ou por meio de leis de incentivo, como a Lei Rouanet e a Lei do Mecenato Estadual. Nós retomamos esse Selo numa estratégia de fortalecimento do Sistema Estadual de Cultura, com relação ao Fundo Estadual de Cultura, ao Mecenato, para que possa qualificar e estimular as empresas e instituições da sociedade civil a ampliar e qualificar suas ações de responsabilidade cultural”, destaca o secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano dos Santos Piúba.

A ação tem também por objetivo incentivar práticas de responsabilidade cultural em empresas e organizações com operações no Ceará, além de incentivar as instituições públicas e privadas a projetos culturais por meio do Fundo Estadual de Cultura, o Mecenato Estadual e outras fontes de financiamento, contribuindo com o alcance das metas do Plano Estadual de Cultura e reconhecendo políticas públicas culturais exitosas implementadas por prefeituras municipais do Ceará.

 

Empresas que recebem o Selo:

Confira por categoria as empresas e instituições que irão receber o Selo de Responsabilidade Cultural 2018.

Modalidade Diamante: Servis Segurança; Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Sobral, Prefeitura Municipal de Assaré e M. Dias Branco

Modalidade Ouro: Cegás; Condomínio Shopping Benfica; Fundação Beto Studart; Instituto Beatriz e Lauro Fiúza;

Boas Práticas: Arcos – Associação Arte e Acordes; Associação Filhos e Amigos de Icó, Associação Shalom; Instituto Katiana Pena; Prefeitura Municipal de Palhano; FIEC – Federação das Industrias do Estado do Ceará.

 

Entrega do Selo será no TJA

A solenidade de outorga do Selo de Responsabilidade Cultural acontecerá no dia 17 de dezembro, às 19h, no Theatro José de Alencar, e contará com a apresentação da Camerata da Orquestra Sinfônica da Universidade Estadual do Ceará (OSUECE).

 

Mais sobre o Selo de Responsabilidade Cultural

O Selo de Responsabilidade Cultura surge para fortalecer o Sistema Estadual da Cultura, instituído pela Lei Nº 13.811/2006. A entrega do Selo em 2018 alinha-se às diretrizes, objetivos e metas do Plano Estadual da Cultura, instituído Lei 16.026/2016.

Para participar do processo de convocatória do Selo de Responsabilidade Cultural 2018, as instituições se candidataram ao selo nas categorias Empresarial, Institucional e Governamental. Somente pessoas jurídicas que tenham programas, projetos ou ações de promoção ou apoio a cultura desenvolvidos no Estado do Ceará puderam participar.

EXPOSIÇÃO (RE)CONHECENDO A AMAZÔNIA NEGRA, DE MARCELA BONFIM, SEGUE ATÉ 23/12, NA CAIXA CULTURAL FORTALEZA

“Geração Maloney”, foto de Marcela Bonfim (2016)

 

A exposição (RE)Conhecendo a Amazônia Negra, da fotógrafa Marcela Bonfim, segue em cartaz até o dia 23 de dezembro, na CAIXA Cultural Fortaleza. A mostra traz 55 fotografias que ilustram as mais diversas identidades e culturas presentes entre os povos negros da Amazônia e a importância social das religiões de matriz africana na construção do Brasil.

As obras trazem de maneira sensível e original as mais diversas expressões dos grupos que residem na região Norte do País, dentre eles remanescentes quilombolas, afroindígenas, barbadianos e haitianos. Todos carregam em seus traços as heranças socioculturais de uma parcela importante da população brasileira que ainda não é reconhecida historicamente.

As fotos foram produzidas a partir de 2013, durante visitas feitas por Marcela Bonfim a comunidades quilombolas, tradicionais, indígenas e urbanas, além de terreiros e festejos religiosos na região do Vale do Guaporé (RO), em um processo que coincidiu com o próprio reconhecimento da fotógrafa enquanto mulher negra. Segundo Marcela, “Mais que fotografia, o aspecto fundamental da proposta é a crítica ao percurso da história oficial sobre a negritude brasileira. Apesar do importante papel que os negros desempenharam e ainda desempenham para o desenvolvimento econômico, cultural e social do País, há mais de 500 anos, ainda padecem com as ambiguidades e injustiças causadas inicialmente pela seletividade das informações contidas nos livros de história e demais registros de memória, o que é um projeto de degradação e inferiorização destas populações, dos seus costumes e cultura”, aponta.

 

Expressões de fé

A exposição propõe um verdadeiro mergulho na cultura e subjetividade dos povos negros da Amazônia, trazendo histórias de vida e também de expressões religiosas de matriz africana. Logo na entrada, o visitante irá encontrar um altar trazendo alguns dos objetos de variadas religiões, encaminhando-o à primeira parte da mostra.

As imagens seguintes revelam variadas expressões de fé impressas nos detalhes de mãos, pés e semblantes de um povo que mantém fortemente suas tradições e festas religiosas. Elementos como espadas-de-são-jorge e sal grosso também irão compor a expografia, no intuito de apresentar ao público um pouco dos costumes presentes no cotidiano dos povos fotografados.

 

Incentivo à cultura:

A CAIXA investiu mais de R$ 385 milhões em cultura nos últimos cinco anos. Em 2018, nas unidades da CAIXA Cultural em Brasília, Curitiba, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, está prevista a realização de 244 projetos de Artes Visuais, Cinema, Dança, Música, Teatro e Vivências.

A CAIXA Cultural Fortaleza oferece, desde 2012, uma programação diversificada, com opções gratuitas ou a preços populares, estimulando a inclusão e a cidadania.

O espaço, situado em um prédio histórico na Praia de Iracema, conta com um cine-teatro com 181 lugares, três amplas galerias de arte, sala de ensaios, salas para oficinas de arte-educação, foyer, café cultural e livraria, além de um agradável jardim e espaços para convivência e realização de eventos.

 

Serviço:

Exposição (Re)Conhecendo a Amazônia Negra

Local: CAIXA Cultural Fortaleza

Endereço: Av. Pessoa Anta, 287 – Praia de Iracema

Data: até 23 de dezembro de 2018

Horário: terça-feira a sábado, das 10h às 20h | domingo, das 12h às 19h

Classificação indicativa: Livre

Entrada gratuita

Paraciclo disponível no pátio interno
Patrocínio: Caixa Econômica Federal

Informações gerais | Bilheteria CAIXA Cultural Fortaleza:

(85) 3453-2770

FESTIVAL PONTO.CE ACONTECE EM MARACANAÚ

 

O rock invade a cidade de Maracanaú neste final de semana, com o aquecimento do Festival Ponto.CE. O público vai conferir os shows das bandas Estereoh, Cães de Caça, Banda F-Zema, Barco Velho e Rocca, neste sábado, 24 de novembro, a partir das 18h, na Praça da Estação de Maracanaú. O acesso é gratuito.

Festival Ponto.CE acontece entre os dias 29/11 e 02/12, em Fortaleza, com atrações como, Pennywise (EUA), Sepultura e Gabriel Pensador e mais de 25 shows de atrações locais e regionais com shows no Complexo Armazém, na Praça Verde do Centro Dragão do Mar e no Órbita Bar.

Antes, o Festival faz um aquecimento, neste sábado, 24 de novembro, a partir das 18h, na Praça da Estação de Maracanaú.

O Festival Ponto.CE XII foi aprovado no X Edital Mecenas do Ceará, e conta com apoio do Órbita Bar, Governo do Estado, da Enel, e do Centro Dragão do Mar de Arte Cultura e é uma realização da Empire e da Bandeira R.

 

Serviço

PONTO.CE MARACANAÚ

Dia 24 de novembro – a partir das 18 horas

Local: Praça da Estação (Centro de Maracanaú)

Bandas: Estereoh – Cães de Caça – Banda F-Zema – Barco Velho e Rocca

Gratuito

Realização: Prefeitura Municipal de Maracanaú

Apoio: Banana Seca Records

REDES SOCIAIS

Facebook: /PontoCE

Instagram e Twitter: @pontoce

Site: www.pontoce.com.br

Youtube/user/PONTOCE

Spotify Festival Ponto.CE

XII ENCONTRO MESTRES DO MUNDO TERÁ AMPLA PROGRAMAÇÃO CULTURAL E SHOWS DE ANTÔNIO NÓBREGA, ZABUMBEIROS CARIRIS E CALÉ ALENCAR

Entre os dias 21 e 24 de novembro (quarta a sábado) o município de Aquiraz recebe o XII Encontro Mestres do Mundo, que vai reunir os Tesouros Vivos da Cultura do Ceará, representados pelos 69 Mestres e Mestras da Cultura vivos, 11 grupos e 2 coletividades, reconhecidos como detentores dos saberes da cultura popular tradicional e do patrimônio imaterial do Estado do Ceará. A ação é uma iniciativa da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) e oferece uma vasta programação cultural gratuita e aberta ao público durante os quatro dias de evento, com atrações regionais, nacionais e internacionais.

As atividades iniciarão logo na manhã da quarta-feira (21) com o cortejo dos Mestres pelo centro de Aquiraz, cidade que foi a primeira capital do Estado e que sedia pela primeira vez o evento. Na tarde do dia 21 (quarta), o teatro da ONG Tapera das Artes irá receber uma vivência com o multiartista pernambucano Antônio Nóbrega, os Mestres dos Sons e os alunos aprendizes da ONG. A abertura oficial ocorrerá às 19h, na Arena dos Mestres, com homenagens às personalidades do XII Encontro Mestres do Mundo, seguida por apresentações artísticas dos grupos Coco do Iguape, do Mestre Cabral (Iguape-CE); Reisado São Miguel, de Mestre Tarcísio (Juazeiro do Norte-CE); Banda Cabaçal São José (Missão Velha-CE) e da Compañía de DanzasQuillary (Peru).

Antônio Nóbrega encerrará as apresentações artísticas de 21 de novembro acompanhado pelos músicos Edmilson Capelupi (cordas), Olivinho (acordeom) e Léo Rodrigues (percussão), apresentando um show especialmente produzido para o encontro, com a participação dos Mestres dos Sons e dos aprendizes da Tapera das Artes. No show, Nóbrega reunirá canções dos seus vários espetáculos, promovendo uma viagem através do seu universo musical e poético, com uma reunião de baiões, choros, sambas, ponteios e peças instrumentais presentes em seu repertório.

A manhã da quinta-feira (22), das 9h às 12h, será dedicada às vivências entre os Tesouros Vivos e o público. Na EMEF Laís Sidrim haverá a ação Rodas Sementes, voltada ao repasse dos saberes tradicionais dos Mestres da Cultura às crianças e jovens da rede pública de ensino de Aquiraz e ao público em geral. Em paralelo, o Espaço de Saberes Múltiplos, localizado no Centro Histórico de Aquiraz (Praça da Matriz, Largo da Independência e Mercado Municipal) será o palco para uma manhã de trocas de conhecimentos e afetos entre os Mestres dos Sons, das Mãos, da Oralidade, do Sagrado e do Corpo, memórias vivas das tradições do povo cearense.

À tarde, a partir das 14h, a Escola Francisca Holanda Costa, de Pindoretama, recebe o Macaratu Az de Ouro para a aula espetáculo “Maracatu e o Saber do Mestre Juca do Balaio”. Já a EMEF Rita Paula, na Prainha – Aquiraz, sediará a oficina Nau Perdida em Busca de Afetos, promovendo uma rica experiência com canto, dança, teatro de fandangos e a marujada cearense presentes no litoral com o Pescador Seu Manoel para as crianças e jovens filhos dos pescadores locais.

Também a partir das 14h, o teatro da Tapera das Artes irá receber o Seminário Interdisciplinar de Patrimônio Imaterial, coordenado por Eliza Gunther, e no Espaço Encantados, no Anexo do Museu Sacro São José de Ribamar, o Mestre Galvão (Juazeiro do Norte-CE) apresentará a aula espetáculo “Sanfoninha Pé de Bode, o Saber do Mestre Chico Paes”.

As apresentações artísticas da quinta-feira começarão às 16h, no Palco Largo da Independência, localizado entre o Museu Sacro e seu Anexo, com shows de Mestre Macaúba (Caucaia-CE) e Cana Verde do Iguape (Aquiraz-CE). Na Arena dos Mestres, a programação será com o Brincantes Sementes, programação infantil resultante da oficina Nau Perdida em Busca de Afetos, a partir das 18h30.

Mestre Macaúba também se apresentará no palco principal, seguido de Mestre Geraldo Amâncio e Guilherme Nobre (Fortaleza-CE), Cacique Venâncio, Pajé Luís Caboco, Cacique Pequena (CE) e Povo Pankararu (PE), Guerreiro Joana D’arc de Mestra Margarida (Juazeiro do Norte-CE), Baile de Congo de São Benedito-Ticumbi (Conceição da Barra-ES) e Cavalo Marinho Estrela de Ouro (Condado-PE). Encerrando a noite, os Zabumbeiros Cariris (Juazeiro do Norte-CE) farão show cujo repertório conta com arranjos que dialogam do tradicional ao contemporâneo. Sua música tem o sabor do campo e do asfalto, do inverno e da seca, das dores da escassez e da alegria da fartura, remontando as festas do interior, das quermesses e romarias de Juazeiro do Norte.

A manhã da sexta-feira (23) será dedicada a cuidar da alma e louvar a ancestralidade de matriz africana e indígena, com uma série de vivências no Território Jenipapo-Kanindé. A Caminhada Nativa Sob a Flor do Jenipapo irá ocupar a Terra Kanindé da Encantada, suas Mangueiras, a Lagoa e o Morro do Urubu, com diversas atividades conduzidas pela Mestra Cacique Pequena: sob as Mangueiras, haverá o Toré/Torém, ritual sagrado indígena, e pintura corporal da tribo dos Jenipapo-Kanindé.

Na Lagoa da Encantada serão cantados Pontos de Jurema, Oxum, Oxóssi e Caboclos das Matas e haverá uma vivência com o Sagrado Afro-Indígena, com as Mestras Cacique Pequena e Mãe Zimá, seguida de trilha no Morro do Urubu. De volta às Mangueiras, os Tesouros Vivos da Cultura terão um momento de confraternização, com abraço coletivo e homenagem musical feita pelo músico Calé Alencar, junto ao batuque do Maracatu Nação Fortaleza, apresentando a loa Salve Mãe Pequena Jenipapo-Kanindé, e por Ângela Linhares, com a Ciranda do Caminho.

Às 14h, a EEMTI Custódio da Silva Lemos, no distrito de Guanacés, em Cascavel-CE, receberá a aula espetáculo “Reisado Boi Coroação do Mestre Luciano”, de Ocara-CE, que há quatro décadas mantém os folguedos do Bumba Meu Boi vivos no Estado. Às 15h, no Espaço Encantados será realizada a oficina O Saber dos Encantados: “Jangadas e Pescadores – O Saber de Mestre Oliveira”, com Mestre Chico do Mozart.

Os shows de encerramento do XII Encontro Mestres do Mundo começarão às 16h, no Palco Largo da Independência, com apresentação da Banda Cabaçal Todos os Santos (Barbalha-CE). Às 18h30, na Arena dos Mestres, o Brincantes Sementes será atração para toda a família com o show de Chico Bento Calungueiro (Trairi-CE). Em seguida, Alberto da Prainha do Canto Verde (Aquiraz-CE) irá apresentar ao público as cirandas, seguidas pelo Coco do Iguape do Mestre Casueira (Aquiraz-CE), pelo Boi Coroação (Ocara-CE) e pelo Maracatu Az de Ouro (Fortaleza-CE).

Às 21h30, serão compartilhados com o público os resultados da vivência/residência Uma Experiência Entre Afetos e Arte, realizada exclusivamente para os Mestres e Mestras da Cultura para promover uma maior integração, troca de conhecimentos e afetos entre os Tesouros Vivos da Cultura Cearense, seguida de apresentação de bandoneón com Carlos Quilici (Argentina).

Encerrando a noite, Calé Alencar subirá ao palco com o show Aos Mestres, com Carinho, especialmente concebido para o XII Encontro Mestres do Mundo, com repertório afetivo, marcado por lembranças do aprendizado de Calé com os mestres da cultura tradicional do Cariri e de Fortaleza, passeando pelos diversos ritmos da cultura popular com uma textura sonora contemporânea. No show, Calé será acompanhado pelos músicos Alan Kardec (guitarra, viola brasileira e bandolim), Beto Gibbs (bateria), Edson Távora (teclado e sanfona), Giltácio Santos (clarineta, sax e flauta), Gustavo Portela (baixo elétrico), Rami Freitas (percussão).

O sábado (24), último dia de atividades do XII Encontro Mestres do Mundo, será dedicado à segunda sessão do Seminário Interdisciplinar de Patrimônio Imaterial, coordenado pela Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), com apresentação dos trabalhos em Gastronomia Tradicional Popular; Religiosidade Popular; Danças e Folguedos Tradicionais; Oralidade, Dramas e Outros Saberes; Música e Tradição Oral.

Durante todos os dias de evento, das 18h às 22h, o espaço Arena dos Mestres, localizado na Praça da Igreja Matriz de Aquiraz, traz ao público a Feira de Artesanatos com produtos dos Mestres, artesãos de Aquiraz e rendeiras, e a Feira de Gastronomia Tradicional com moradores da comunidade apresentando preparos da culinária local.

Também diariamente, a partir das 15h30, o Museu Sacro São José de Ribamar irá abrir as portas ao público e receberá a ação Casa do Capitão – Mor Casa do Patrimônio com as atividades Valores do Meu Lugar, voltadas à Educação em Patrimônio, lideradas pela professora Lourdes Macena, curadora do XII Encontro Mestres do Mundo. Ainda nas tardes pelo Museu, a exposição Mestres da Cultura composta por xilogravuras de Otávio Meneses, e o Espaço Encantados em tributo aos 26 Mestres da Cultura já falecidos.

O XII Encontro Mestres do Mundo é uma realização da Secretaria da Cultura do do Estado do Ceará, com produção do Instituto Assum Preto e apoio cultural do Fórum de Cultura Popular Tradicional, Comissão Cearense de Folclore, Tapera das Artes, Museu Sacro São José de Ribamar e Prefeitura Municipal de Aquiraz, com reconhecimento pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) através do Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade.

Mais sobre o Encontro Mestres do Mundo

O Encontro Mestres do Mundo é um evento realizado pela Secult desde 2005 como uma importante iniciativa de interiorização da cultura. Em onze edições, o Encontro e suas ações já foram acolhidos pelas cidades de Limoeiro do Norte, Jaguaruana, São João do Jaguaribe, Russas, Barbalha, Juazeiro do Norte e Crato, entre outras, reunindo a cada edição os Mestres da Cultura, titulados como Tesouros Vivos da Cultura do Ceará, em diálogo com brincantes, estudantes, professores, pesquisadores e mestres de outros estados e países, com uma programação riquíssima voltada ao encontro e troca de saberes.

O Encontro é uma oportunidade singular de vivenciar a diversidade da cultura popular tradicional através da convivência com os guardiões que mantêm vivas as tradições. Conta com a participação de mestres, mestras e grupos locais, regionais e internacionais, promovendo a integração e a troca de experiências. Expressões de linguagens variadas se juntam em uma arena onde os mestres apresentam e transmitem seus saberes e seus fazeres.

São momentos mágicos, onde o público participante trava contato com memórias, narrativas e práticas por meio de uma programação ampla de atividades práticas e teóricas, no intercâmbio de saberes, contando com a mediação de pesquisadores da cultura popular. São variados momentos em que os Tesouros Vivos da Cultura do Estado do Ceará recebem os convidados, mostrando para a comunidade local os seus costumes e a sua arte.

As noites são marcadas por uma grande diversidade de apresentações de grupos e mestres oriundos das 14 macrorregiões do Ceará, bem como atrações nacionais e internacionais. Ao longo das edições, ocorreram ainda diversas oficinas de repasse dos conhecimentos tradicionais, cursos e ações de educação patrimonial junto a estudantes e professores de escolas públicas, seminários temáticos com reflexões acadêmicas, exposições de fotografias e objetos relacionados às tradições, feirinha para comercialização de artesanatos feitos pelos mestres e outros produtos relacionados às culturas tradicionais, cortejos nas ruas da cidade, encontros de gestores culturais, dentre outras atividades.

 

Serviço

XXII Encontro Mestres do Mundo

Data: de 21 a 24 de novembro de 2018

Local: Aquiraz (CE)

Horário: De 9h às 00h

Aberto ao público

* Programação completa: https://www.secult.ce.gov.br/wp-content/uploads/sites/43/2018/11/Confira-a-programa%C3%A7%C3%A3o-completa-do-XII-Encontro-Mestres-do-Mundo-OK.pdf

CAMILO SOBREIRA DE SANTANA
Governador do Estado do Ceará

MARIA IZOLDA CELA DE ARRUDA COELHO
Vice-governadora do Estado do Ceará

FABIANO DOS SANTOS PIÚBA
Secretário de Estado da Cultura

SUZETE NUNES
Secretária adjunta da Cultura

ANDRÉA ROCHA
Secretária executiva da Cultura
ALÊNIO CARLOS NORONHA ALENCAR
Coordenador de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural

VALÉRIA CORDEIRO
Coordenadora de Artes e Diversidade Cultural da Secult

MÁRCIA ARAÚJO
Coordenadora de Fomento e Incentivo à Cultura

ERNESTO GADELHA
Coordenador de Conhecimento e Formação
GORETH ALBUQUERQUE
Coordenadora de Políticas de Livro, Leitura e Bibliotecas
WALQUÍRIA SANTIAGO
Coordenadora Administrativa Financeiro

IVNA GIRÃO
Coordenadora de Comunicação

DALIENE FORTUNA
Coordenadora Jurídica

ANDRÉ LOPES
Coordenador de Governança Digital

Shoppings da Rede Ancar anunciam programação deste final de semana

 

Acompanhe a programação desse final de semana no North Shopping Fortaleza, North Shopping Jóquei e Via Sul Shopping.

Destaque para as chegadas de Papai Noel do Via Sul Shopping e North Shopping Jóquei neste sábado e domingo (dias 17 e 18), respectivamente.
North Shopping Fortaleza

Segunda a quinta-feira e sábado – Programa Metas – a partir de 18h30 – Gratuito

O North Shopping Fortaleza apresenta uma opção de espaço gratuito para a prática de atividades físicas. Trata-se do Programa Metas, com aulas de ginástica, alongamento, muay thai e ritmos. Confira os horários: segunda e quarta-feira, de 18h30 às 19h20, ginástica e alongamento com a professora Rayara Costa, no Estacionamento E6; terça e quinta-feira, de 18h30 às 19h20, muay thai com professor Rafael Dias no Espaço Metas, ao lado da loja DLT (Piso 2); e ritmos, também às terças e quintas, de 19h30 às 20h20 com a professora Rayara Costa, no Estacionamento E6. O programa inclui também em suas ações ginástica e alongamento na Praça Jonas Gomes de Freitas, na área externa do shopping, sempre a partir de 6h às terças, quintas e sábados.

Até 30 de novembro – Exposição Rock Story – Gratuito

O Espaço Cultural do North Shopping Fortaleza recebe a exposição Rock Story neste mês de novembro. A mostra apresenta, de forma cronológica, didática e lúdica, a inter-relação do cinema e da música com a temática do rock and roll. O público confere cartazes dos principais filmes, feitos entre os anos de 1955 a 1980, sobre o gênero que foi o maior movimento musical de todos os tempos. Visitação de segunda a sábado, de 10h às 22h, e aos domingos, de 13h às 21h. Local: Espaço Cultural (Piso 3).

Diariamente – Museu Egípcio

O North Shopping Fortaleza recebe o Museu Egípcio, mostra itinerante que apresenta uma ampla visão da história egípcia, com mais de três milênios de civilização. Com um acervo de mais de 400 peças, o museu exibe réplicas e esculturas de múmias, sarcófagos, estátuas de deuses e faraós, objetos funerários, joias e pinturas em papiros, conhecida e milenar arte egípcia. As peças são reproduções de obras expostas em famosos museus do mundo, como Cairo, Alexandria, Luxor, Louvre, Londres, Berlim e Vaticano. O artista responsável pelo trabalho é Essam Ezzat Gouda Battal, natural da cidade de Sharkia, no Egito. No espaço também há uma lojinha com venda de itens alusivos à mostra. Visitação de segunda a sábado, de 10h às 22h, e aos domingos, de 13h às 21h. Entrada: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). Local: Piso 3.

Diariamente – Natal no Circo

Espaço destinado a crianças com piscina de bolinhas, tiro ao alvo, pula pula, tombo legal e área com fantasias para os pequenos soltarem a imaginação. Valore: R$ 20 por 20 minutos. Local: Praça de Eventos (Piso L1).

De terça a domingo – Marcos Frota Circo Show – a partir de 16h

O North Shopping Fortaleza traz uma atração especial para o mês de novembro. Para sua temporada de Natal, o empreendimento apresenta ao público o Marcos Frota Circo Show. Em curta temporada no shopping, a atração tem capacidade para 850 pessoas e sessões de terça a sexta-feira, às 20h, e aos sábados, domingos e feriados, às 16h, 18h e 20h. Valores: R$ 30 (cadeira inteira) e R$ 15 (cadeira meia). A meia é válida para crianças de 02 a 12 anos de idade, estudantes com carteirinha 2018, idosos acima de 60 anos de idade e portadores de necessidades especiais. Local: Estacionamento E8.

Sexta (16) – Happy Hour – 18h30 – Gratuito

O Happy Hour é um dos momentos mais desejados da sexta-feira e reúne música, curtição e alegria no North Shopping Fortaleza. A voz melódica de Mel Mattos encanta o público com canções de MPB. Local: Praça de Alimentação (Piso 3).

Sábado (17) – Chorinho na Praça – 12h – Gratuito

Aos sábados, a hora do almoço no Nortão é mais animada! Tem apresentação de chorinho com o grupo Tremembé, com um som que é a cara do Brasil, misturando a riqueza dos nossos acordes à criatividade de jovens talentos da música popular do Ceará. Local: Praça de Alimentação (Piso 3).

Sábado (17) – Evento de adoção de gatos – 16h – Gratuito

O North Shopping Fortaleza realiza, em parceria com o Grupo Protetores Independentes de Fortaleza e a ONG dos Vira-Latas, evento de adoção de gatos nesse sábado. Para adotar é necessário passar por uma entrevista com o grupo organizador, ser maior de 18 anos, levar RG, CPF e comprovante de residência, além de preencher cadastro e assinar termo de compromisso. Todos os animais disponíveis para adoção estão em boas condições de saúde, os adultos estarão castrados e vacinados e os filhotes vermifugados. Local: Estacionamento E8.

Até 24 de dezembro – Diariamente – Visitação ao Papai Noel – Gratuito

O Bom Velhinho recebe famílias, crianças, jovens e adultos, no North Shopping Fortaleza, para fotos, abraços e os tradicionais pedidos de Natal. A visitação é feita diariamente, de 15h às 21h (segunda a sábado), e de 14h às 20h (domingo). Local: Piso 3, em frente à loja Saraiva.

 

North Shopping Jóquei

Segunda a sexta – Saúde Jóquei – Gratuito

Semanalmente, o shopping promove o Saúde Jóquei, um estímulo ao público para praticar exercícios físicos. Às segundas, quartas e sextas tem aula de Ritmos, às 19h30, no Acesso A. A aula mistura dança e ginástica, elimina calorias e melhora o humor e a disposição. Às terças e quintas é oferecida Assessoria Esportiva, modalidade voltada para treinos direcionados de corrida, objetivando um bom condicionamento físico. A atividade se realiza às 19h no Acesso C. Também às terças e quintas, às 19h30, o público pratica muay thai no Espaço Saúde Jóquei (Piso L2).

Até 30 de novembro – Diariamente – Feira Cosmos

A Feira Cosmos retorna ao North Shopping Jóquei com obras de temáticas que vão dos clássicos da literatura infantil, como livros de dinossauros, mágica e atividades, a aventura, ficção, romances e jurídicos para o público jovem e adulto. São mais de 18 mil livros disponíveis com preços a partir de R$ 5,00. Visitação de segunda a sábado, de 10h às 22h, e aos domingos e feriados, de 11h às 22h. Local: Piso L2, próximo à loja Marisa.

Diariamente – Corrida de Kart

Viva a emoção de pilotar um kart em um circuito preparado especialmente para a sua diversão. Aberto para crianças acima de 1,27cm de altura, adolescentes e adultos. Funcionamento diário de 14h às 22h. Valores por pessoa, de segunda a domingo: dez voltas por R$ 30,00 e 20 voltas por R$ 50,00; 20 minutos por R$ 65,00 e 30 minutos por R$ 80,00. Local: Subsolo. Informações: (85) 99987.2652.

Diariamente – Hoverboard

O skate elétrico futurista Hoverboard promete muita diversão em manobras para frente e para trás e em curvas em 360º. Indicado para crianças a partir de quatro anos de idade, incluindo jovens e adultos, o equipamento é controlado pelo movimento do próprio corpo, funcionando como uma espécie de giroscópio ajudando a evitar quedas. Peso máximo permitido: 120kg. Valor: R$ 15 por dez minutos. A cada minuto adicional é cobrado R$ 1,00. Local: Piso L1, próximo ao Acesso C.

Diariamente – Mania de Autorama

Uma pista de autorama com carrinhos para até oito pessoas competirem ao mesmo tempo. É diversão garantida com a famílias e amigos. Valor: R$ 7 por cinco minutos, e R$ 12 por 10 minutos. Para público a partir de 04 anos de idade. Funcionamento de segunda a sábado, de 10h às 22h, e domingo e feriados, de 13h às 21h. Local: Piso L1, em frente à Riachuelo.

Diariamente – Simulador de montanha russa Rilix Coaster

O Rilix Coaster promete levar o público de todas as idades a uma aventura por mais de 140 km/h com uma visão em 360º. O equipamento apresenta realidade aumentada, com a sensação de vento na pele e 100% de imersão nas de 20 opções de cenários. Valor: R$10. Funcionamento de 10h às 22h. Local: Piso L1, próximo ao Acesso B.

Diariamente – Cinema 6D

Acompanhe cenas de aventura, ação, mistério, fantasia e suspense, como Noite de Terror e Fundo do Mar, com o Cinema 6D. Voltada para todas as idades e crianças a partir de 02 anos de idade, a atração traz efeitos de movimento, vento e água, permitindo emoção sincronizada com o que aparece na tela. Valor: R$ 5,00 por cinco minutos. Local: Piso L1.

Diariamente – Arena Beat

O North Shopping Jóquei recebe uma arena voltada ao universo do vídeo game. Com diversos jogos interativos, o espaço é ideal para quem gosta de atividades que exigem agilidade de raciocínio e criatividade. Indicado para crianças e adolescentes, a depender da classificação do jogo escolhido. Valor: R$ 15,00 por 15 minutos. Funcionamento diário de 10h às 22h. Local: Piso L2.

Diariamente – Mundo dos Doces

O North Shopping recebe uma atração deliciosa. É o Mundo dos Doces, espaço com brinquedos infláveis, piscina de bolinhas e diversas atividades para a criançada. Para brincar, o valor é R$ 20 por 20 minutos. É cobrado R$ 1,00 por minuto adicional. Indicado para crianças a partir de 02 anos de idade, que devem ser acompanhadas de responsável maior de 18 anos. Para os pequenos acima de 03 anos, a presença do acompanhante é facultativa. Funcionamento de segunda a sábado, de 10h às 22h, e aos domingos e feriados, de 11h às 22h. Local: Praça de Eventos (Piso L1).

Domingo (18) – Chegada do Papai Noel – a partir de 15h – Gratuito

O Natal no North Shopping Jóquei traz como tema “Um Doce de Natal”. A chegada do Papai Noel marca a inauguração da decoração, repleta de gostosuras e delícias em formatos gigantes. O evento prepara muitos doces e brincadeiras, levando o espírito natalino ao público presente. Na programação, Banda Dó Ré Mix, brinquedos infláveis, pintura de rosto, atividades recreativas e outras atrações. Local: Estacionamento Acesso A.

 

Via Sul Shopping

Diariamente – Kart Adrenalina

Voltada para crianças e adultos, a atração promete muita aventura e diversão. Valores: 10 voltas por R$ 30,00, 20 voltas por R$ 50,00 e 20 minutos por R$ 65. Funcionamento a partir de 14h. Local: Estacionamento G4.

Diariamente – Clubinho do Mar

O espaço é voltado para crianças de 02 a 13 anos e projetado para o conforto e segurança dos pequenos. O Clubinho conta com vídeo games, pula-pula, camarim, kid play, pintura, jogos e muito mais. Valores: R$ 20,00 por 30 minutos e R$ 10,00 a cada 15 minutos adicionais. Funcionamento de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos e feriados, de 13h às 21h. Local: Piso 2.

Até 31 de dezembro – Diariamente – Piscina do Noel

Durante o período do Natal, o Via Sul Shopping recebe a Piscina do Noel, com escorregadores, túneis e uma piscina de bolinhas voltada para diversão dos pequenos. Valores: R$ 20,00 por 20 minutos e R$ 1,00 por cada minuto adicional. Podem brincar crianças menores de 03 anos somente acompanhadas por responsável maior de 18 anos. Não é permitido entrar com alimentos. Funcionamento de segunda a sábado, de 10h às 22h, e aos domingos e feriados de 13h às 21h. Local: Praça de Eventos (Térreo).

Sábado (17) – Chegada do Papai Noel – a partir de 17h30

Neste sábado o Via Sul Shopping receber o Papai Noel na Vila do Natal. O público se encanta com apresentações de teatro e personagens lúdicos interagido no mall. Além disso, duas bandas performam na programação, uma nos corredores do shopping e outra na Praça de Alimentação. A Vila do Natal vai receber doações de brinquedos, destinados à comunidade do entorno do shopping. As crianças colocam os brinquedos em um escorregador, que caem numa piscina de bolinhas e vão para um local onde os elfos do Papai Noel pegam o brinquedo embalado para presente para as entregas. Os pequenos também podem escrever cartinhas e colocar no Poço dos Desejos. Local: Praça de Alimentação (Piso 3).

 

Serviço:

North Shopping Fortaleza – (85) 3404.3000 – Av. Bezerra de Menezes, 2450, São Gerardo – www.northshoppingfortaleza.com.br

North Shopping Jóquei – (85) 3403.7042 – Av. Lineu Machado, 419, Jóquei Clube – www.northshoppingjoquei.com.br

Via Sul Shopping – (85) 3048.1300 – Av. Washington Soares, 4335, Lagoa Sapiranga/Coité – www.shoppingviasul.com.br

Sulamericana lança o clipe do da música “Céu AzuL”

 

Foto: Eduardo Abreu

A Sulamericana acaba de lançar o clipe de “Céu Azul”, música e trabalho do segundo EP da banda, “Seu Caminho Novo”, que será lançando em dezembro deste ano. Composta por Lucas Espinola e Zylton Sena, integrantes do grupo, e Leandro Paiva, “Céu Azul” fala sobre cobranças e exigências de um padrão imposto para se encontrar a felicidade, mas ao mesmo tempo como é possível ser maior do que isso.

“Às vezes, nos precipitamos em decisões erradas na ânsia de conquistar algo o mais rápido possível, sem perceber que, essas mesmas decisões, podem ser tomadas sem precisar ofuscar as coisas que de fato nos fazem felizes”, explica Lucas.

O clipe de “Céu Azul”, que será exibido no dia do show, foi produzido pela Plataforma Zero, com direção de Roger Capone. A inspiração surgiu de forma despretensiosa, quando os integrantes da Sulamericana, Tiago Gnomo (baixo), Hugo Lage (guitarra) e Ian Antunes (bateria), além de Lucas Espinola (voz e guitarra) e Zylton Sena (teclado), viram e ouviram o grupo que o pai do guitarrista participava na década de 1980. A ideia, assim, foi a de retratar esses grupos cearenses, que se apresentavam nos antigos programas de calouros, como os clássicos Irapuan Lima e Terral, inclusive com a participação especial do próprio apresentador Will Nogueira.

“Com humor e um quê de nostalgia, o clipe resgata a estética dessas atrações, bem como o figurino usado pelos músicos, que brincam com a moda da época”, pontua Tiago Gnomo.

 

Sobre o grupo

A Sulamericana é uma banda de indie rock cearense formada no início de 2013, a partir da junção de amigos músicos com o intuito de fazer um som que aliasse as influências e gostos musicais de cada um. O grupo lançou, em 2015, o seu primeiro EP. Desde então, se apresentam nos principais eventos de rock do Ceará, além de passar por diversas casas de shows e bares renomados da cidade, com destaque para o Garage Sounds, Ponto CE, Órbita Bar, Hey Joe Food’n’Bar e Let’s Go. Em dezembro de 2018, a Sulamericana vai lançar o segundo EP a carreira, “Seu Caminho Novo”.

I´Music chega à segunda edição trazendo muita diversão e boa música nas férias de janeiro

 

 

A tão aguardada segunda edição do I´Music já está com datas e atrações confirmadas. Depois do grande sucesso do evento deste ano, o próximo festival de música promovido pelo Shopping Iguatemi agitará Fortaleza nos dias 18, 19 e 20 de janeiro de 2019 reunindo nove cantores e bandas nacionais, com três apresentações por dia, além de DJs, shows pirotécnicos e espaços com roda gigante e experiências sensoriais, repetindo o sucesso da edição de estreia.

No primeiro dia de I´Music (18/01), apresentam-se o rapper Hungria, a cantora Ludmilla e o DJ Dennis, fenômenos nas redes sociais e sucesso entre o público jovem. No sábado (19/01) sobem ao palco em três shows imperdíveis a banda Blitz, o cantor Lulu Santos e o cantor Nando Reis, fechando a noite com o imperdível show Bailão do Ruivão. No domingo (20/01), será a vez de relembrar os grandes sucessos de Biquini Cavadão, Capital Inicial e Cidade Negra, três bandas que fizeram história na música brasileira.

Segundo Benjamim Oliveira, gerente corporativo de Marketing do Iguatemi, o festival foi pensado para unir e entreter pessoas de idades e estilos musicais diferentes, oferecendo três dias de imersão na boa música brasileira, revivendo os inesquecíveis grandes musicais. “A primeira edição do I´Music foi um sucesso e queremos repetir este presente para nossos cliente em 2019. Nosso objetivo é atrair o público para vivenciar de perto shows de artistas que são ícones da música do nosso país, por um valor acessível, em um evento cultural marcante. É uma grande oportunidade para os fortalezenses e também para os turistas que visitam a cidade nas férias de janeiro”, completa.

 

 

Ingressos com preço acessível para quem compra no Iguatemi

A partir do dia 16 de novembro os ingressos já poderão ser adquiridos nos dois quiosques do festival, localizados próximos à Zara Home e à Casa dos Relojoeiros. O ingresso para cada dia do I´Music custará R$ 200 (inteira) e R$ 100 (meia). Para esta segunda edição, o Iguatemi Fortaleza oferecerá aos seus clientes uma oportunidade diferenciada de unir as compras de final de ano com a possibilidade de assistir aos grandes shows. A cada R$ 150 em compras no Iguatemi o cliente poderá comprar até dois ingressos a R$ 50,00 cada.

 

 

Sobre o Iguatemi

O Shopping Iguatemi Fortaleza tem 35 anos de existência. Empresa do grupo JCC – Jereissati Centros Comerciais, que também controla shopping centers em Belém (PA) e Campo Grande (MS), o Iguatemi Fortaleza traz números bastante positivos. São mais de 450 lojas e quiosques que reúnem o mais completo mix de compras, lazer, gastronomia e serviços de Fortaleza em mais de 90 mil metros quadrados. Distribuídos por corredores amplos e projetados para o melhor aproveitamento da iluminação natural, fazer um passeio pelo Iguatemi é experimentar conforto, comodidade e aproveitar o que a vida tem de melhor.

Instituições e sociedade discutem prevenção de homicídios na I Semana Cada Vida Importa

 

 

De 12 a 17 de novembro, as cidades de Fortaleza, Maracanaú e Juazeiro do Norte realizarão uma série de atividades alertando para o direito à vida e a prevenção de homicídio na adolescência, dentro da programação da Semana Estadual de Prevenção aos Homicídios de Jovens no Ceará. A Semana foi aprovada pela Lei N.º 16.482, de 19.12.17 (D.O. 26.12.17) e tem início há exatos três anos da Chacina do Curió, que vitimou 11 jovens, nove dos quais adolescentes, na madrugada de 12 de novembro de 2015, mortos por agentes policiais no bairro da Messejana em Fortaleza.

Dentre as atividades, será realizada audiência pública para discutir prevenção de homicídios na adolescência, bem como as chacinas ocorridas no Estado – no período de janeiro a julho de 2018 foram registradas 7 chacinas; cine debate com a presença dos produtores do filme “Nossos mortos têm voz” (produzido por jovens do Bom Jardim); oficinas em escolas; a VI Marcha da Periferia e a 1ª Virada Cultural do Centro Cultural Bom Jardim, com 24h de atividades culturais.

Esse ano a Semana possui como tema – Cada Vida Importa – mote que nomeou o relatório do Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência (CCPHA) e tem servido de inspiração para outras ações em torno da pauta na cidade de Fortaleza.

O Comitê surgiu da soma de esforços da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), Governo do Estado do Ceará e outras instituições do poder público e da sociedade civil visando compreender o os elevados índices de assassinatos de adolescentes que o Ceará e Fortaleza registraram nos últimos anos.

Procurou-se observar a fundo a trajetória de vida dos adolescentes que foram atravessadas pela violência letal precoce, a partir da análise de quatro importantes aspectos da vida: individual, familiar, comunitário e institucional. Dedicou-se, assim, ao diagnóstico e à interpretação da situação que levou a proposição de 12 recomendações para prevenção de homicídios na adolescência.

Em 2017, o cenário se agravou quando 981 adolescentes foram assassinados no Estado, sendo 414 em Fortaleza, o que contabiliza mais de um homicídio por dia na Capital de jovens de 10 a 19 anos. De 2011 a 2017, 6.369 adolescentes foram mortos no estado do Ceará.

A Semana Cada Vida Importa é uma realização do Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência, Fórum DCA, Unicef, Fórum Popular de Segurança Pública, Assembleia Legislativa do Ceará, Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedca) e Governo do Estado do Ceará (Ceará Pacífico, Secretaria de Educação, Secretaria da Cultura, Centro Bom Jardim de Arte e Cultura, Porto Iracema e Cineteatro São Luiz).

 

Programação
Semana Cada Vida Importa

Dia 12 (segunda-feira)

FORTALEZA

14h30min – Cineteatro São Luiz

Cine Debate

Exibição dos filmes: “Nossos mortos têm voz” e de curta-metragem produzidos por jovens moradores do Bom Jardim. Debate com a presença dos produtores Fernando Sousa e Gabriel Barbosa, Mães do Curió e de jovens do Bom Jardim.

Exposição

“Todas as vidas importam!” – A partir de diferentes materiais a exposição traz trajetórias de vida de jovens assassinados. Curadoria: Fórum Popular de Segurança Pública (FPSP)

Apresentação musical do coletivo feminino Nós, Vós , Elas

14h – Centro Cultural Bom Jardim

Oficina de estêncil (parte I) e roda de conversa sobre juventudes e violência.

MARACANAÚ

8h30min – CREAS Maracanaú (Avenida X, nº 415 – Jereissati II)

Grupo de Discussão – Grupo de Estudos Subjetividade Juventude e Violência – Tema: Juventudes e Violência

14h30min – CREAS Maracanaú (Avenida X, nº 415 – Jereissati II)

Cinema Independente e Popular – CinIDEP – Tema: Extermínio da Juventude Negra – Contextualização

Dia 13 (terça-feira)

FORTALEZA

9h – Granja Lisboa (CAIC Maria Alves Carioca, Escola Patativa Assaré), Bom Jardim (EEFM Michelson Nobre da Silva, Escola Santo Amaro, Escola Profissionalizante Ícaro Marreira), Granja Portugal (Escola Jocie Caminha, Escola São Francisco), Canindezinho (Escola Júlia Alves, Escola Osires Ponte), Siqueira (Escola Paulo Elpídio, Escola Eudes Veras)

Fórum das Escolas do Grande Bom Jardim

9h – Exibição do curta-metragem: “Não Pare de Sonhar”, de Josenildo Nascimento

9h30min – Debate sobre prevenção de homicídios

10h30min – Apresentações culturais e artísticas: “Cada Vida Importa”

14h – Complexo das Comissões Técnicas – Assembleia Legislativa do Estado do Ceará

Audiência Pública sobre a I Semana Cada Vida Importa

Tema: “Prevenção de homicídios – destacando as chacinas ocorridas no Estado”

14h – Escola Júlia Alves

Oficina de Stencil nas Escolas do Fórum de Escolas pela Paz

Parceria: Jovens Agentes de Paz, Projeto Vivo Cidadania e Bonja Roots

Apoio: Pacto por um Ceará Pacífico

14h – Centro Cultural Bom Jardim

Cine Debate
Exibição do filme ” Do que aprendei com minhas mais velhas”, seguida de bate-papo com a Mãe de Santo Zimá, e o Pai de Santo Miguel Ferreira Neto, conhecido com Pai Neto, sobre suas práticas religiosas de Umbanda e Candomblé.

16h – Praça Santos Dias – Av Fernandes Távora, S/n

Oficina “Grafitando pela Paz”

Organização: Pacto por um Ceará Pacífico

16h30 – Centro Cultural Bom Jardim

Oficina de estêncil (parte II)

18h – Centro Cultural Bom Jardim

Oficina de Mandala

Tema: “Racismo e gênero”

MARACANAÚ

8h30min – CREAS Maracanaú (Avenida X, nº 415 – Jereissati II)

Cinema Independente e Popular – CinIDEP

Tema: Extermínio da Juventude Negra – Identidade

14h30min – CREAS Maracanaú (Avenida X, nº 415 – Jereissati II)

Oficinas temáticas

9h às 13h – Praça do Ferreira

Livros no Tamarindeiro – Cada Vida Importa – Leitura Literária em Voz Alta

Unidos ao movimento cada Vida Importa, que é uma ação contra a violência e os homicídios na adolescência, a Coordenadoria das Políticas do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) e a Biblioteca Pública do Ceará – Espaço Estação realizarão uma manhã de leitura literária em voz alta debaixo das árvores da Praça do Ferreira, nesta manhã você poderá escutar as mais belas frases dos contos, poemas e poesias, acreditando que a literatura e a arte tem o poder de transformar o seu dia, o seu momento. Venha ler e escutar poesias na Praça, pois Cada Vida Importa.

Dia 14 (quarta-feira)

FORTALEZA

8h – Centro Cultural Bom Jardim

1ª VIRADA CULTURAL DO CCBJ

Contará com 24 horas de atividades culturais a partir do horário de início

Debate LGBTQI+; Sarau Guetto Queen; Sessão especial de lançamento “Não pare de sonhar” – curta feito pelos alunos do do curso de cinema e vídeo do CCBJ nas escolas E.T.I. Jociê Caminha, CAIC Maria Alves Carioca e Osires Pontes; Apresentação da turma de baby class e da Escola de Dança do CCBJ; Exibição em looping dos videos, desenhos, animação para crianças e animação stop motion; Exposição do curso de fotografia básica do CCBJ; Trilha sonora da sessão especial de lançamento “não pare de sonhar”; Apresentação das turmas de balé do Espaço Geração Cidadã; Apresentação do espetáculo “As palavras não dão conta” da Escola de Dança do CCBJ; Apresentação do grupo de danças urbanas “Dreamers”; Encontro de grupos de zumba: o CCBJ recebe alunos do Cuca Jangurussu, Cuca Mondubim e Cuca Barra; Banda Caixeiros Viajantes; Camerata de violão; Aula aberta com a turma de tribal fusion; Apresentação da turma de ginástica rítmica da Vila Olímpica; Espetáculo infantil com o mágico Goldini; Visita Guiada – exposições “Memória Rock e Noite na Toca Good Garden cores e sons”; Masterclass – o que faz um produtor técnico com Jones Cabó; Workshop do Passinho do Reggae com Ecléticotv; Futrica Literária: lançamento do livro “Pensão das Crônicas Dadivosas” com Ricardo Kelmer e convidado; Mesa de debate: conecta passinho – dança urbana periférica, como ser um sucesso nas redes sociais. Mediador: Bruno DLX. Convidados: Wesley Uber, Ecléticotv e Ballet MTD; Voz e violão com João Vitor; I Mostra Bom Jardim de Cinema; Bandas Pausa Pro Café, Trem de Zion, Silvero Pereira e Mulher Barbada (Minhas Regras Tour), Kátia Cilene (a alma e a voz de uma geração), show de humor com caboré – baú de molecagem; Sessão especial de lançamento – documentário “Lgbtqi+ para além do território”; Sessão de videoclipes; Sessão da Escola de Audiovisual 2018.1 (Marcas, Toca Good Garden e Fumaça da Mata); Tambor de Crioula Filhos de Mãe Maria Devotos de São Benedito; Intervenção circenses, Festival do Passinho com apresentação de danças urbanas – meu corpo resiste; Batalha do Passinho e Baile do Passinho: Afoxé Acabaca; Ginástica laboral com Prof. Viana.

13h – Escola Michelson Nobre (Avenida Oscar Araripe, 3037)

Oficina “Grafitando pela Paz”

Organização: Pacto por um Ceará Pacífico

14h – Escola São Francisco, Canindezinho

Oficina de Stencil nas Escolas do Fórum de Escolas pela Paz

Parceria: Jovens Agentes de Paz, Projeto Vivo Cidadania e Bonja Roots

Apoio: Pacto por um Ceará Pacífico

14h – Escola Júlia Alves

Oficina de Stencil nas Escolas do Fórum de Escolas pela Paz

Parceria: Jovens Agentes de Paz, Projeto Vivo Cidadania e Bonja Roots

Apoio: Pacto por um Ceará Pacífico

15h – Campus Itaperi – UECE (Concentração)

VI MARCHA DA PERIFERIA : “E se fosse seu filho? E se fosse sua filha? Todas as vidas importam!”

MARACANAÚ

8h30min – CREAS Maracanaú (Avenida X, nº 415 – Jereissati II)

Grupo de Discussão – Grupo de Estudos Subjetividade Juventude e Violência

Tema: Juventudes e Violência

14h30min – CREAS Maracanaú (Avenida X, nº 415 – Jereissati II)

Cinema Independente e Popular – CinIDEP

Tema: Extermínio da Juventude Negra – Polícia

JUAZEIRO DO NORTE

17h – Centro de Artes da Universidade Regional do Cariri

Roda de Conversa

Tema: Prevenção de Homicídio para Jovens LGBT

Dia 15 (quinta-feira)

RUSSAS

20h – Galpão das Artes

Espetáculo Re-talho, de conclusão do Curso Princípios Básicos de Teatro – CPBT do Theatro José de Alencar

Dia 16 (sexta-feira)

FORTALEZA

9h – Napaz – Curió (Rua Euclides Ferreira 59)

Oficina “Grafitando pela Paz”

Organização: Pacto por um Ceará Pacífico

14h – Centro Cultural Bom Jardim

Oficina de estêncil (parte III) e roda de conversa “estigmas e organização da juventudes periféricas”

14h – Escola Porto Iracema das Artes

Cineclube Âncora

Facilitador: Arthur Leite

18h30- Igreja Presbiteriana Independente de Messejana (Rua Gilberto de Carvalho, 337 – Jangurussu)

Encontro Aberto
Encontros com Igrejas Evangélicas da Grande Messejana

Facilitador: Visão Mundial

MARACANAÚ

8h30min – CREAS Maracanaú (Avenida X, nº 415 – Jereissati II)

Cinema Independente e Popular – CinIDEP

Tema: Extermínio da Juventude Negra – Mobilização e Enfrentamento

Dia 17 (sábado)

FORTALEZA

8h – Lagoa da Viúva

Projeto Rua de Possibilidades – 3ª Edição

14h – Centro Cultural Bom Jardim

Roda de conversa sobre respeito às diferenças e belezas sem estereótipo com as meninas do projeto Princesinha da Favela;

16h – NAPAZ Vincente Pinzon (Rua Doutor Antônio Carneiro, 763)

Oficina “Grafitando pela Paz”

Organização: Pacto por um Ceará Pacífico

16h – Centro Cultural Bom Jardim

Sessão fotos com as juventudes do CCBJ;

16h – Sala Hugo Bianchi no Anexo Cena – Theatro José de Alencar

Cenas do espetáculo Re-talho e conversa sobre o processo de montagem

Programação do Theatro de Portas Abertas – Gratuito

Capacidade: 50 pessoas

18h – Centro Cultural Bom Jardim

Reggae contra o extermínio das juventudes preta e periférica do Bom Jardim.

CAIXA CULTURAL FORTALEZA RECEBE EXPOSIÇÃO (RE)CONHECENDO A AMAZÔNIA NEGRA, DE MARCELA BONFIM

Foto Marcela Bonfim (2016)

 

A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta, entre 02 de novembro e 23 de dezembro, a exposição (RE)Conhecendo a Amazônia Negra, da fotógrafa Marcela Bonfim. A mostra traz 55 fotografias que ilustram as mais diversas identidades e culturas presentes entre os povos negros da Amazônia e a importância social das religiões de matriz africana na construção do Brasil.

As obras trazem de maneira sensível e original as mais diversas expressões dos grupos que residem na região Norte do País, dentre eles remanescentes quilombolas, afroindígenas, barbadianos e haitianos. Todos carregam em seus traços as heranças socioculturais de uma parcela importante da população brasileira que ainda não é reconhecida historicamente.

As fotos foram produzidas a partir de 2013, durante visitas feitas por Marcela Bonfim a comunidades quilombolas, tradicionais, indígenas e urbanas, além de terreiros e festejos religiosos na região do Vale do Guaporé (RO), em um processo que coincidiu com o próprio reconhecimento da fotógrafa enquanto mulher negra. Segundo Marcela, “Mais que fotografia, o aspecto fundamental da proposta é a crítica ao percurso da história oficial sobre a negritude brasileira. Apesar do importante papel que os negros desempenharam e ainda desempenham para o desenvolvimento econômico, cultural e social do País, há mais de 500 anos, ainda padecem com as ambiguidades e injustiças causadas inicialmente pela seletividade das informações contidas nos livros de história e demais registros de memória, o que é um projeto de degradação e inferiorização destas populações, dos seus costumes e cultura”, aponta.

 

Expressões de fé

A exposição propõe um verdadeiro mergulho na cultura e subjetividade dos povos negros da Amazônia, trazendo histórias de vida e também de expressões religiosas de matriz africana. Logo na entrada, o visitante irá encontrar um altar trazendo alguns dos objetos de variadas religiões, encaminhando-o à primeira parte da mostra.

As imagens seguintes revelam variadas expressões de fé impressas nos detalhes de mãos, pés e semblantes de um povo que mantém fortemente suas tradições e festas religiosas. Elementos como espadas-de-são-jorge e sal grosso também irão compor a expografia, no intuito de apresentar ao público um pouco dos costumes presentes no cotidiano dos povos fotografados.

 

 

Incentivo à cultura:

A CAIXA investiu mais de R$ 385 milhões em cultura nos últimos cinco anos. Em 2018, nas unidades da CAIXA Cultural em Brasília, Curitiba, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, está prevista a realização de 244 projetos de Artes Visuais, Cinema, Dança, Música, Teatro e Vivências.

A CAIXA Cultural Fortaleza oferece, desde 2012, uma programação diversificada, com opções gratuitas ou a preços populares, estimulando a inclusão e a cidadania.

O espaço, situado em um prédio histórico na Praia de Iracema, conta com um cine-teatro com 181 lugares, três amplas galerias de arte, sala de ensaios, salas para oficinas de arte-educação, foyer, café cultural e livraria, além de um agradável jardim e espaços para convivência e realização de eventos.

 

Serviço:

Exposição (Re)Conhecendo a Amazônia Negra

Local: CAIXA Cultural Fortaleza

Endereço: Av. Pessoa Anta, 287 – Praia de Iracema

Abertura: 1º de novembro, às 19h, com visita guiada por Marcela Bonfim

Data: 02 de novembro a 23 de dezembro de 2018

Horário: terça-feira a sábado, das 10h às 20h | domingo, das 12h às 19h

Classificação indicativa: Livre

Entrada gratuita

Paraciclo disponível no pátio interno
Patrocínio: Caixa Econômica Federal

Informações gerais | Bilheteria CAIXA Cultural Fortaleza:

(85) 3453-2770

 
Acesse o site www.caixacultural.gov.br
Siga a fanpage: www.facebook.com/CaixaCulturalFortaleza

Baixe o aplicativo “Caixa Cultural”

SESI BONECOS DO MUNDO 2018 ABRE TURNÊ EM FORTALEZA

 

 

O maior festival de teatro de bonecos do Brasil e um dos mais importantes do planeta inicia sua turnê 2018 com apresentações em Fortaleza e João Pessoa. O Sesi Bonecos do Mundo coloca em cena mais de 150 artistas de diversas nacionalidades que farão um total de mais de 100 apresentações nas duas capitais, tanto em teatros como em grandes espaços ao ar livre. No Ceará, de 5 a 11 de novembro; na Paraíba, de 13 a 18. Em cena, estarão companhias dos Estados Unidos, Rússia, República Tcheca, Espanha, Argentina, Itália, Chile, Peru e Brasil, que está representado por companhias de oito estados.
Várias técnicas serão exibidas ao público, numa viagem que vai do tradicional mamulengo nordestino, passando pela manipulação com fios e varas, até apresentações nas quais os personagens são partes do próprio corpo dos artistas. O projeto tem o patrocínio do Sesi, dentro da proposta da instituição em promover ações culturais de qualidade para o trabalhador da indústria. Tudo de graça, com áudio descrição e tradução para libras.
O principal diferencial do projeto está na sua proposta de democratização do acesso à cultura, “com a ocupação dos espaços públicos pelo público, unindo patrimônio histórico com patrimônio imaterial”, destaca Lina Rosa Vieira, idealizadora e curadora do projeto, que está na estrada desde 2004. De lá para cá, marionetes de 20 países e 23 estados brasileiros já subiram aos palcos de todas as capitais e do Distrito Federal, levando essa arte a mais de 2,3milhões de pessoas.
Além das apresentações, o público das duas cidades também poderá contemplar uma exposição com quase 300 bonecos. Boa parte deles do acervo de Magda Modesto, umas das maiores pesquisadoras brasileiras sobre o tema. Também estarão expostas verdadeiras relíquias cedidas por mestres mamulengueiros. A mostra celebra a condição do mamulengo como patrimônio imaterial da cultura brasileira, título concedido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), em 2015.
RELEITURAS – Uma peculiaridade desta edição de 2018 é que o público poderá prestigiar algumas releituras bem peculiares de grandes clássicos da música e da literatura. O primeiro exemplo é o espetáculo Alice Live, da banda mineira Pato Fu e do grupo Giramundo, também de Minas Gerais. A peça é uma releitura de “Alice no País das Maravilhas”, de Lewis Carroll. Outro clássico que estará em cena é “Aladim”, que será encenado pelos tchecos The Forman Brothers’ Theatre. Ainda nessa linha, os russos do Teatro Tenj & Puppentheaterkunstschutzverein trazem a sua visão da Ópera Carmen, do compositor francês Georges Bizet.
Integram a grade artística do festival a companhia Jordi Bertran, da Espanha, que mostrará sua Antologia Poética. Da Argentina, vem a Bululu Teatro, com o espetáculo “A Velha”. Duas companhias italianas estão no Sesi Bonecos: Cia Dromosofista, com o espetáculo “Historietas de um Abraço”; e Giovago & Rondella, com “ Quadri”. Do Chile vem David Juazola, que mostrará “O Jogo do Tempo”. Hugo e Ines, do Peru, encantam o público com uma apresentação em que partes do corpo dos atores/manipuladores se transformam em personagens independentes. A companhia norte americana The Huber Marionettes traz todo o clima da Broadway para o festival.
A lista de brasileiros inclui os mineiros do Pato Fu e Giramundo, as companhias Mosaico Cultural (RS), Caixa de Imagens, Trucks, Pia Fraus (SP) e Cia Artesanal de Teatro (RJ). Mestres mamulengeiros vindos do Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, de Pernambuco, do Distrito Federal e do Ceará complementam a trupe.
FORTALEZA – Na capital cearense, as apresentações acontecem em dois espaços. De segunda-feira, 5, à quarta-feira,7, o público assistirá aos espetáculos no Theatro José de Alencar. Para essas apresentações, é necessário retirar o ingresso gratuitamente a partir das 12h do dia da apresentação na bilheteria do teatro. Serão distribuídos até dois ingressos por pessoa.

 

No sábado, 10, e no domingo, 11, as apresentações acontecem no Dragão do Mar. O espaço estará completamente transformado para o festival. A programação começa às 16h30 com espetáculos que interagem diretamente com público. A estrutura do evento é composta também por três palcos, um pavilhão de exposição, um tablado e até uma Kombi abrigará apresentações. Haverá, ainda, um espaço especial para os mestres mamulengueiros, a Praça dos Mamulengos. Esta é a segunda vez que o projeto vem ao Ceará com esse formato. A primeira foi em 2012. Como Sesi Bonecos do Brasil já se apresentou em 2004 e 2008. Somadas as três edições atingiram um público de cerca de 125 mil pessoas.
JOÃO PESSOA – Também com a versão nacional, o festival já esteve na Paraíba em 2004 e 2008. A duas edições levaram o teatro de bonecos para mais de 56 mil pessoas. Essa é a primeira vez que o estado recebe o Sesi Bonecos do Mundo, com participação de companhias estrangeiras. Assim como no Ceará, as apresentações acontecerão em dois locais. De terça-feira, 13, até a quinta-feira, 15, os bonecos ocuparão o Theatro Santa Roza. No final de semana, mudam-se para o Parque Sólon Lucena

Tem música por todos os lados

 

De 9 a 17 de novembro a segunda edição do Festival Acordes do Amanhã acontece em Fortaleza e mais sete cidades do Ceará. Na capital, no dia 9, serão cerca de 120 apresentações em diversos espaços.

Uma celebração entre a arte e a cidade, levando música a praças, feiras livres, terminais de ônibus, linhas de metrô, escolas e hospitais. É o que promove o Acordes do Amanhã – Festival Itinerante de Música. Em novembro, o evento chega à segunda edição passando por oito cidades cearenses. Começa em Fortaleza, no dia 9, e até o dia 17 acontecerá também em Itapajé, Guaramiranga, Caucaia, Aquiraz, Sobral, Orós e Paracuru.

Em Fortaleza são cerca de 120 apresentações musicais em 36 locais, envolvendo mais de 80 grupos musicais, somando quase 690 artistas amadores e profissionais, crianças, jovens e adultos, com sons dos mais diversos gêneros musicais, propondo à população uma reflexão sobre como os ritmos e melodias estão presentes em vários momentos do cotidiano. Do fone de ouvido no ônibus ao batuque na mesa do bar, da banda na casa de espetáculo ao artista que faz da rua o seu palco. Em diversas situações “Somos música”, lema desta edição.

O Festival Acordes do Amanhã é apresentado pela Enel Brasil, a Plataforma Sinfonia do Amanhã e o Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Cultura, numa realização do Instituto BR Arte e da Quitanda das Artes, correalização da Universidade Federal do Ceará por meio do Centro de Gestão para Resultados e da Pró-Reitoria de Extensão, com produção executiva da Cinco Elementos Produções e consultoria executiva da Marco Zero Produções. O evento tem parceria com a Prefeitura de Fortaleza.

Depois do Ceará, o Acordes do Amanhã pega a estrada em dezembro para proporcionar mais encontros musicais com a população em espaços públicos do Rio de Janeiro, da Bahia, de Goiás e do Rio Grande do Sul.

O Acordes do Amanhã é uma iniciativa que surge como um convite a permitir-se frear o passo e buscar outras interpretações possíveis para o mundo ao redor. É um manifesto a favor do encontro, pois a música junta pessoas, provoca sentimentos, instiga reflexões.

 

OS PALCOS E AS ATRAÇÕES

O Acordes do Amanhã se espalha por terminais do Papicu, do Siqueira, da Parangaba, da Lagoa, do Conjunto Ceará, de Messejana, do Antônio Bezerra, algumas rotas de ônibus e a linha de metrô Fortaleza – Maracanaú; além da Praça José de Alencar, da Praça do Ferreira, da Praia de Iracema (Praia dos Crush e Espigão Beira Mar), do Mercado dos Peixes, do Mercado Central e do Mercado São Sebastião. As apresentações também ocorrem em escolas, hospitais e feiras livres.

Entre as atrações, Ceará Brass Quinteto (grupo de sopros com repertório de jazz, erudito e MPB), Sax in Cena (quarteto de saxofone), Siara Quarteto (grupo de violino, viola e violoncelo com repertório erudito e popular), Giorgi Gelashvili e Liana Fonteles (cantores líricos), Duo Glière (formado pela violinista Liu Ying e a violoncelista Dora Utermohl, professoras da UFC), Escaleta com Charanga (jazz instrumental de Thiago Almeida, Mateus Farias e Michael Rodriguez), OPN – Orquestra Popular do Nordeste (música erudita e popular com instrumentos de orquestra clássica e instrumental da MPB, tendo à frente Pedro Madeira), Mandacaru Jazz (grupo instrumental com Carlinhos Patriolino, Márcio Resende, Miquéias dos Santos, Thiago Almeida, Vitório Cavalcante e Igor Ribeiro), Flor Amorosa (grupo de choro instrumental formado por mulheres), Duo Castro e Silvia (Gigi Castro e Sílvia Martins com repertório de Choro) e grupos da Plataforma Sinfonia do Amanhã: Tapera das Artes, Projeto Acordes Mágicos – PAM, Instituto Beatriz e Lauro Fiúza – IBLF, Fabricando Som, Fundação Raimundo Fagner, Coral Canto da Casa, Casa de Vovó Dedé, Escola de Música Chiquita Braga, Escola de Música de Paracuru e Orquestra de Sopro de Pindoretama.

A Plataforma Sinfonia do Amanhã é um projeto parceiro do festival. A iniciativa está voltada ao ensino de música e prática orquestral e coral para crianças e adolescentes de 8 a 18 anos, oferecendo ferramentas de inserção social, desenvolvimento educacional e cultural.

 

Serviço:

2ª Festival Acordes do Amanhã – Fortaleza e Itapajé (9/11), Guaramiranga (10/11), Caucaia (13/11), Aquiraz e Sobral (13 e 14/11), Orós (16/11) e Paracuru (17/11). www.festivalacordesdoamanha.com.br. Contatos: (85)3235-4063. @acordesdoamanha

Juracy Soares lança obra “Enriqueça Dormindo” que fala de empreendedorismo

 

No próximo dia 7 de novembro, o professor Juracy Soares, lança em Fortaleza o livro “Enriqueça Dormindo”, obra que apresenta as experiências do autor em mais de 30 anos ensinando e aplicando estratégias de empreendedorismo. O lançamento ocorrerá às 19h no Hotel Gran marquise, na Beira Mar e contará com uma palestra do autor sobre o tema do livro, seguida de um coquetel e noite de autógrafos.

 
“A publicação aborda a geração de renda passiva e escalável, tendo como objetivo apresentar estratégias para que as pessoas usem o seu tempo livre de forma inteligente e, assim, possam construir novos canais de empreendedorismo”, relata o autor.

 
O evento será exclusivo para quem fizer a inscrição por meio do site: www.enriquecadormindo.com.br. Cada inscrição dá direito a um exemplar do livro, que será entregue e autografado no local. As vagas são limitadas devido à quantidade de assentos disponibilizada no local. Os que realizarem a inscrição a partir do site acima terão direito a estacionamento pago pela organização do evento.

 

Sobre o Livro

O exemplar, dividido em duas partes, aborda inicialmente os princípios, as competências e os posicionamentos importantes para o empreendedorismo. Em uma segunda etapa, apresenta um passo a passo para o leitor “enriquecer dormindo e acordar para um novo estilo de vida.”

 
Soares explica que a razão para escrever o livro veio da necessidade de dividir sua experiência. “Pensei ser necessário compartilhar, com o maior número possível de pessoas, um pouco de minha história de vida e de como encontrei e superei obstáculos nos campos pessoal, acadêmico, financeiro e profissional”, ressalta.

 
Ele destaca ainda que, se tivesse que escolher um trecho do livro que mais chamou sua atenção, seria o momento do falecimento do seu pai quando ele ainda era uma criança. Quando isso ocorreu, veio também a desestruturação financeira de sua família. “Percebi desde meus sete anos que teria que criar condições para que pudesse me tornar independente financeiramente o mais rápido possível”, explica. “Isso tem muito a ver com minhas atitudes e escolhas ao longo da minha vida, desde muito cedo e até hoje.”

 
Juracy afirma que o Brasil está em primeiro lugar em iniciativas empreendedoras no grupo BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul). “A solução para o desenvolvimento de qualquer nação passa pela geração de riqueza que só o empreendedorismo é capaz de oferecer”, esclarece.

 

 

Sobre o Autor

Juracy Soares é o mais velho de dois irmãos. Define-se como um apaixonado por empreendedorismo e esportes radicais. Desde os 16 anos, quando teve sua primeira experiência empreendedora, dedica-se a formular iniciativas em diversas áreas.

 
Aos vinte anos teve sua primeira experiência como facilitador. Desde então dedica-se a ensinar em cursos de graduação e pós-graduação e tem na atividade de realizar palestras e aulas uma das maiores paixões da sua vida. Há 15 anos desenvolve uma plataforma de educação a distância e atua como coordenador de conteúdo em diversos cursos online.

 
O professor Juracy Soares entende que sua principal missão atualmente é ajudar o maior número de pessoas possível a empreenderem. E faz isso também por meio do compartilhamento de ideias e de oportunidades de qualificação profissional.

 
Casado há 27 anos, é pai orgulhoso de um rapaz e duas meninas. Tem na sua esposa uma de suas grandes apoiadoras e incentivadora. É praticante amador de esportes como kitesurfing, skate, bike downhill, natação e corrida, dentre outros.

 

Serviço:
Palestra e lançamento do Livro “Enriqueça Dormindo” Data – 07 de novembro
Hora – 19h
Local – Hotel Gran Marquise – Salão Spazio
Inscrições (limitadas) – www.enriquecadormindo.com.br

Fortaleza recebe programa de capacitação da Funarte

 

 

De 6 a 9 de novembro Fortaleza irá receber o Programa Funarte de Capacitação Técnica 2018, uma oportunidade para profissionais e estudantes de artes que buscam aperfeiçoar suas habilidades. Com programação totalmente gratuita, o projeto visa a capacitação de cerca de 3 mil pessoas em sete cidades das cinco regiões brasileiras. Serão oferecidas 11 oficinas com duração de 20h, cada, e 2 seminários. As inscrições podem ser feitas exclusivamente pela internet até o dia 29 de outubro através do site da Funarte. O Programa de capacitação chega à Fortaleza com o apoio da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, através do Theatro José de Alencar.

As oficinas acontecem de forma simultânea em diversos espaços do Theatro José de Alencar, equipamento da Secretaria de Cultura do Ceará (Secult), ministradas por profissionais reconhecidos em suas áreas de atuação contemplam as linguagens de Artes Cênicas, Música e Artes Visuais. Também serão realizados dois seminários sobre os temas ‘Arte e Educação’ e ‘História da Música’. Aprimoramento vocal do ator, composição coreográfica, direção cênica, gestão cultural, trilha sonora e muitos outros temas compõem a extensa programação.

Além da capital cearense, outras seis cidades brasileiras foram contempladas pelo programa que já passou por Goiânia (GO), Londrina (PR), Campina Grande (PB), Belém (PA), Campinas (SP) e daqui segue para o Rio de Janeiro (RJ). O objetivo é valorizar o processo criativo, gerando oportunidades de aperfeiçoamento técnico e artístico para os participantes, além de contribuir para a geração de emprego e renda. Para o presidente da Funarte, Stepan Nercessian, “Não tem outra maneira mais eficaz de você manter a arte e a cultura viva do que preparando as pessoas, dando a elas a compreensão e a possibilidade delas passarem de meros espectadores para serem realizadores, pra mostrar que é possível fazer”. O programa Funarte de Capacitação Técnica 2018 é uma das ações mais importantes da instituição nesse ano alinhado com a ideia de alcançar o grande desafio que é descentralizar as ações da Fundação. Até dezembro, o Programa vai possibilitar a realização de 77 oficinas e 14 seminários.

 

Sobre as oficinas

Os cursos acontecerão em diversos espaços do Theatro José de Alencar de forma simultânea. Todas as oficinas têm quatro dias de duração, sendo cinco horas de curso por dia. A pré-inscrição para as oficinas será feita exclusivamente pela internet nos links disponibilizados no portal da Funarte até o dia 29 de outubro. A confirmação só se dá no primeiro dia da oficina e pode haver ampliação do número de vagas. A lista preliminar de inscritos será divulgada no dia 1º de novembro. Os interessados em assistir aos seminários não necessitam de inscrição prévia. É só chegar um pouco antes do horário previsto para o início do evento e realizar sua inscrição no local.

Na área das Artes Cênicas serão oferecidas as oficinas de ‘Aprimoramento vocal do ator’, com a fonoaudióloga Roberta Bahia; “Composição coreográfica”, com a bailarina e coreógrafa Regina Sauer e o “O corpo na cena” com a bailarina e coreógrafa Sueli Guerra. Ainda dentro da linguagem serão oferecidas as oficinas de “Produção e administração teatral”, com a roteirista, diretora e produtora de teatro Loly Nunes e “Direção Cênica” com o diretor e produtor teatral Antônio Gilberto.

Aos profissionais da música serão oferecidas as oficinas de “Gestão Cultural”, com a produtora cultural Kamila Brito, “História da Música Brasileira”, com a historiadora e pesquisadora Maria Eugênia e “Trilha sonora”, com o músico, arranjador e produtor musical Dudu Viana.

Já para a linguagem de Artes Visuais serão três oficinas:’Memória e ficção em narrativas visuais’,com a escritora, fotógrafa e pesquisadora Marina Borck; ‘A palavra como performance, o som como paisagem’, com o escritor e diretor musical Uirá dos Reis e ‘Conservação preventiva de acervos fotográficos’, com a Doutora em conservação e restauradora Juliana Buse. Além disso, serão oferecidos dois seminários nos dias 7 e 8 de novembro. Um deles será sobre “Arte e Educação”, o outro terá como tema “História da Arte e História da Música”.

 

Serviço:

Programa Funarte de Capacitação Técnica 2018 chega à Fortaleza

Local:Theatro José de Alencar

Data:06 a 09 de novembro de 2018

Inscrições: https://goo.gl/kPE6a6

Programação gratuita

 

PROGRAMAÇÃO:

Oficina:’Aprimoramento vocal do ator’

Data:06 a 09 de novembro

Horário:14h às 19h

Local:Foyer doTheatro José de Alencar

Capacidade:20 pessoas

Oficina:’Composição Coreográfica’

Data:06 a 09 de novembro

Horário:14h às 19h

Local:Sala de dança Theatro José de Alencar

Capacidade: 20 pessoas

Oficina:’Direção cênica’

Data:06 a 09 de novembro

Horário:9h às 14h

Local:Theatro José de Alencar

Capacidade: 20 pessoas

Oficina:’Produção e administração teatral’

Data:06 a 09 de novembro

Horário:14h às 19h

Local:Sala de música do Theatro José de Alencar

Capacidade: 20 pessoas

Oficina:’O corpo na cena’

Data:06 a 09 de novembro

Horário:14h às 19h

Local:Teatro Morro do Ouro – Theatro José de Alencar

Capacidade: 20 pessoas

Oficina:’Gestão Cultural’

Data:06 a 09 de novembro

Horário:9h às 14h

Local:Sala de música do Theatro José de Alencar

Capacidade: 40 pessoas

Oficina:’História da Música Brasileira’

Data:06 a 09 de novembro

Horário:9hàs 14h

Local:Foyer doTheatro José de Alencar

Capacidade: 50 pessoas

Oficina:’Trilha Sonora’

Data:06 a 09 de novembro

Horário:09h às 14h

Local:Sala Sidney Souto Theatro José de Alencar

Capacidade: 40 pessoas, por ordem de inscrição

Oficina:’Memória e Ficção em Narrativas Visuais ‘

Data:06 a 09 de novembro

Horário:14h às 14h

Local:Sala de canto do Theatro José de Alencar

Capacidade: 20 pessoas

Oficina:’A palavra como performance, o som como paisagem: Performance Poética e Audioinstalação’

Data:06 a 09 de novembro

Horário:14h às 19h

Local:Sala Sidney Souto Theatro José de Alencar

Capacidade: 20 pessoas

Oficina:’Conservação preventiva de acervos fotográficos’

Data:06 a 09 de novembro

Horário:09h às 14h

Local:Sala de canto do Theatro José de Alencar

Capacidade: 20 pessoas

Seminários:

Arte e educação

Data:07 de novembro

Horário: 18h30 às 21:30

Local:Foyer Teatro José de Alencar

História da Arte e história da música

Data: 08 de novembro

Horário:das 18h30 às 21:30

Local:Foyer Teatro José de Alencar

CAIXA Cultural Fortaleza promove oficina de montagem de exposições para mulheres

 

No dia 30 de outubro, terça-feira, das 09h às 17h, a CAIXA Cultural Fortaleza promove a oficina Montagem de Exposições de Obras de Arte para Mulheres, com Juliana Ladun. São 20 vagas, que serão ocupadas por ordem de inscrição, destinadas a mulheres interessadas em montagem de exposição, artistas e gestoras culturais. Não é necessário experiência prévia. As inscrições devem ser realizadas de 22 a 26 de outubro, pelo formulário https://goo.gl/forms/jxGhv5mRwcXD4ts32.

Entre as atividades que serão desenvolvidas na oficina, serão abordados os elementos necessários para a montagem de uma exposição: estilos, história, manuseio de obras de arte, ferramentas utilizadas, diversos tipos de montagem e os cálculos necessários para a instalação de quadros serão alguns dos pontos tratados de forma teórica e prática.

A ação faz parte das atividades da exposição (RE)Conhecendo a Amazônia Negra, da fotógrafa Marcela Bonfim, que estará em cartaz na CAIXA Cultural Fortaleza entre 02 de novembro e 23 de dezembro. A exposição terá montagem de Juliana Ladun, que trabalha há sete anos com montagem de exposições de obras de arte em diversos equipamentos culturais de São Paulo, como Biblioteca Mário de Andrade, Centro Cultural da Fiesp, Sesc Araraquara e Casa da Imagem. Fez assistência artística para Pedro Varella e Adriana Peliano, além de atender a colecionadores e galerias.

 
Serviço:
Oficina de Montagem de Exposições de Obras de Arte para Mulheres

Local: CAIXA Cultural Fortaleza

Endereço: Av. Pessoa Anta, 287 – Praia de Iracema

Data: terça-feira, 30 de outubro de 2018, das 09h às 17h

Classificação indicativa: 16 anos

20 vagas

Inscrições gratuitas, de 22 a 26 de outubro de 2018

Informações gerais | Bilheteria da CAIXA Cultural Fortaleza: (85) 3453-2770

Patrocínio: CAIXA e Governo Federal

BLUBELL APRESENTA SHOW “CONFISSÕES DE CAMARIM” NA CAIXA CULTURAL FORTALEZA

 

Foto do album “Blubell – Confissões de Camarim”

A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta, de 19 a 21 de outubro, o show “Confissões de Camarim”, em que a cantora e compositora paulista Blubell interpreta canções do seu quinto álbum (homônimo ao espetáculo), lançado em 2016. No repertório, misturas de música pop contemporânea e jazz com a performance teatral de Blubell, que também entoa faixas de discos anteriores. Ela ainda empunha guitarra em algumas músicas e sobe ao palco com a banda composta por Bruno Serroni (violoncello), Zé Ruivo (teclados) e Richard Ribeiro (bateria e programações). O show se desvenda como uma peça de teatro em três atos: “o primeiro ato é mais dançante, o segundo mais romântico e o terceiro mais ‘maluquete'”, aponta a artista.

Produzido por Marcio Arantes (Liniker e Mariana Aydar), que trouxe ao álbum novas tonalidades contemporâneas à provocante verve vintage da cantante, “Confissões de Camarim” consagra Blubell como uma das vozes brasileiras da atualidade e pelas composições autorais. Sua assinatura permeia as 11 faixas do disco, que conta ainda com participação de Zeca Baleiro em “A Tardinha”, com letra do maranhense, e a versão da cantora para “Pretexto”, de Pélico. Blubell segreda penitências de amor, prazeres e fluências vindas com as cores lustradas do cotidiano, entre poéticas revelações, finas doses de ironia e encantamentos da vida, como na bossa-novista “Vida em Vermelho” com levada ska; na balada “Cosmos”; em “Another Day”, cantada em inglês e com pegada beatlemaníaca e no “Bolero do Bem” com nuances de reggae.

A multiplicidade rítmica traz músicas modernas com cara de antigas, como “Funny Honeymoon” e “Ontem”, além da diversidade em “Liberdade X Segurança”, canção mais existencialista que romântica; na mensagem irmanada ao público em “No Camarim” e na final “We’re All Alone”. No show, Blubell ainda retoma discos anteriores, como “Eu Sou do Tempo Em Que A Gente Se Telefonava” e “Diva É A Mãe”, entre as embaladas revelações de “Confissões de Camarim”.

 

Incentivo à cultura:

A CAIXA investiu mais de R$ 385 milhões em cultura nos últimos cinco anos. Em 2018, nas unidades da CAIXA Cultural em Brasília, Curitiba, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo, está prevista a realização de 244 projetos de Artes Visuais, Cinema, Dança, Música, Teatro e Vivências.

A CAIXA Cultural Fortaleza oferece, desde 2012, uma programação diversificada, com opções gratuitas ou a preços populares, estimulando a inclusão e a cidadania. O espaço, situado em um prédio histórico na Praia de Iracema, conta com um cine-teatro com 181 lugares, três amplas galerias de arte, sala de ensaios, salas para oficinas de arte-educação, foyer, café cultural e livraria, além de um agradável jardim e espaços para convivência e realização de eventos.

 

Serviço:
[Música]: Confissões de Camarim

Local: CAIXA Cultural Fortaleza
Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema.
Data: de 19 a 21 de outubro de 2018 (de Sexta-feira a Domingo)

Horário: Sexta-feira e sábado às 20h (19 e 20/10) e domingo às 19h (21/10)

Classificação indicativa: Livre

Ingressos: R$ 30,00 e R$ 15,00 (meia-entrada para estudantes, professores, funcionários e clientes CAIXA e pessoas acima de 60 anos).

Vendas a partir de 18 de outubro, das 10h às 20h

Paraciclo disponível no pátio interno

Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais
Serviço de manobrista gratuito no local

Paraciclo disponível no pátio interno

Informações gerais | CAIXA Cultural Fortaleza:

(85) 3453-2770