Browsing Tag

cirurgia

Silicone é implante preferido das brasileiras

O implante de silicone permanece no topo do ranking das cirurgias plásticas no Brasil. A última pesquisa publicada pela ISAPS (Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica e Estética) mostrou que somente no Brasil são realizadas, aproximadamente, 220 mil mamoplastias a cada ano. Mulheres jovens, na faixa etária de 20 a 30 anos são as que mais procuram pela cirurgia de prótese de silicone. Na era dos influenciadores digitais, vem sendo ainda mais comum que as pacientes cheguem aos consultórios levando fotos de personalidades e pedindo para ficar exatamente daquele jeito.

Apesar de ser um procedimento considerado comum na rotina dos cirurgiões plásticos, ainda restam muitas dúvidas do público em geral sobre silicone. O médico Tiago Alcântara esclarece a importância de fazer tudo de acordo com a realidade individual de cada pessoa e destaca que seguindo as orientações, a recuperação das pacientes costuma ser rápida e sem complicações. Voltar às atividades diárias gradativamente e sob acompanhamento especializado é passo importante para um bom resultado.

“Retorno para dirigir entre 7 e 10 dias, e atividades físicas entre 3 a 4 semanas. Claro, com intensidade bem leve no início e aumento gradual com o tempo. Talvez as atividades que demorem mais ao retorno sejam o crossfit e a corrida por causa da intensidade necessária. Hoje em dia as próteses não precisam mais ser obrigatoriamente trocadas. Com o acompanhamento anual ou bianual, se a prótese estiver com todas as condições de integridade ela pode permanecer no local por 10, 15, 20 anos sem problema algum”, afirmou Tiago.

O cirurgião plástico desmistifica as falsas ideias que após cirurgia de prótese mamária existam grandes problemas para amamentar ou rastrear um possível câncer de mama. De acordo com o especialista, uma pequena parcela de pacientes pode ter alguma dificuldade para amamentação, e isso, tende a depender diretamente do procedimento e da técnica realizados nos seios.

“Com relação ao rastreio de prevenção do câncer de mama em pacientes com prótese de silicone, ele é realizado da mesma forma que mulheres sem silicone: Mamografias anuais. A prótese não interfere na detecção precoce. O detalhe importante é nos casos das pacientes de alto risco para câncer de mama, que o melhor exame de acompanhamento fica sendo a Ressonância das mamas”, destacou Tiago Alcântara.

Bebê simulador para cirurgias é destaque em Congresso Brasileiro de Neurocirurgia Pediátrica em Fortaleza

Profissionais da saúde brasileiros e do exterior apresentarão novos métodos de cirurgia, tratamento e reabilitação de crianças com problemas neurológicos

A separação bem sucedida das gêmeas siamesas unidas pela cabeça, Maria Ysabelle e Maria Ysadora, em uma cirurgia inédita realizada em outubro de 2018, chamou a atenção para a habilidade desenvolvida pelos médicos neurocirurgiões. O treinamento dos especialistas para cirurgias nessa área costumava ocorrer somente na prática até o surgimento de um companheiro para ajudá-los a desenvolver as habilidades e técnicas. Ou melhor, uma companheira, a “Gigi”. Ela será um dos destaques da programação do XIII Congresso Brasileiro de Neurocirurgia Pediátrica, que ocorrerá em Fortaleza de quarta (5) a sábado (8), no Hotel Gran Marquise.

A Gigi é um bebê simulador ultrarrealista utilizado para a realização de cirurgias e será apresentada durante o evento pela sua inventora, a médica neurocirurgiã pediátrica brasileira Giselle Coelho. O boneco simulador tem o mesmo peso de um bebê de verdade e é feito de materiais que têm texturas e resistências muito similares aos tecidos humanos. O crânio tem densidade próxima ao osso humano. E o uso de um corante proporciona até um “sangramento” no momento da cirurgia simulada.

A invenção da brasileira já lhe rendeu um prêmio internacional concedido pela Federação Mundial de Sociedades de Neurocirurgia (WFNS), na sigla em inglês, na categoria “Jovem Neurocirurgião”. É a primeira vez que o boneco simulador é apresentado em Fortaleza. A participação da Dra. Giselle Coelho será na quarta-feira (5).

Sobre o Congresso

Mais de 150 especialistas de Medicina e de outras áreas da Saúde estarão reunidos em Fortaleza para o maior evento da Neurocirurgia Pediátrica do Brasil. A capital cearense será sede do XIII Congresso Brasileiro de Neurocirurgia Pediátrica, reunindo nomes nacionais e internacionais para discussão científica e atualização na área tendo como tema principal “Alterações no desenvolvimento do sistema nervoso: da embriologia à integração à sociedade”.

Estarão em pauta no Congresso importantes temas como o tratamento da hidrocefalia, dos tumores cerebrais, da espasticidade (rigidez dos músculos), da paralisia cerebral e das malformações da coluna. Os congressistas também discutirão sobre o traumatismo do sistema nervoso e a criança no contexto da violência urbana.

Os assuntos serão abordados em conferências, mesas redondas e apresentação de temas livres, que apresentarão os resultados das principais pesquisas no âmbito das diferentes áreas da Neurocirurgia Pediátrica, sempre tendo em vista o tratamento, a recuperação e a qualidade de vida à criança.

“Os temas abordados correspondem a questões de saúde que afligem especialmente a população mais socialmente vulnerável, como consequências neurocirúrgicas da prematuridade e alterações do desenvolvimento do Sistema Nervoso.

A capacitação de profissionais que atuam nesses contextos reverterá em benefícios diretos para a população e a comunidade em geral, pois os convidados palestrantes são atuantes também no Sistema Único de Saúde, e a troca de conhecimentos elevará o nível geral da assistência à população”, destaca o médico neurocirurgião pediátrico Eduardo Jucá, presidente do XIII Congresso Brasileiro de Neurocirurgia Pediátrica.

Delegação Internacional no Congresso

Além de neurocirurgiões especialistas, participam também do Congresso médicos, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas, residentes e profissionais de outras áreas da saúde envolvidas no delicado cuidado com o sistema nervoso das crianças, cujo desenvolvimento tem consequências ao longo de toda a vida. Participarão também do evento dez médicos integrantes da delegação da Sociedade Indiana de Neurocirurgia Pediátrica em joint meeting que enfocará semelhanças nos desafios enfrentados por Brasil e Índia, países de dimensões continentais e com várias questões envolvendo o acesso das crianças à saúde. O evento receberá também médicos dos Estados Unidos, França e Itália, outros centros de excelência mundial nesta área da Medicina.

O Congresso Brasileiro de Neurocirurgia Pediátrica é um evento científico que acontece bianualmente, realizado sob a coordenação da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia Pediátrica (SBNPed) e com apoio da Sociedade Brasileira de Neurocirurgia e da World Federation of Neurological Societies (WFNS).

Um dos objetivos do Congresso Brasileiro de Neurocirurgia Pediátrica é contribuir para a capacitação de profissionais de diferentes áreas e níveis, atuantes no enfrentamento de doenças do sistema nervoso das crianças, tornando-os capazes de influir na realidade do sistema de saúde em que atuam através do uso dos meios mais eficazes e eficientes de tratar seus pacientes.

Unindo conhecimento

O evento será uma oportunidade de promover o contato multidisciplinar entre os diversos atores dos cuidados com as doenças do sistema nervosos das crianças, como neurocirurgiões, neuropediatras, enfermeiros, psicólogos, fisioterapeutas, nutricionistas, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais e assistentes sociais. “O contato e a troca de experiências com colegas de outras áreas são outros benefícios proporcionados pelo evento, ampliando os horizontes e a visão global do profissional sobre os problemas de seus pacientes”, reforça Jucá.

Promovendo a interação entre os especialistas da área e o encontro científico de professores, pesquisadores, estudantes, e residentes, o Congresso integra e difunde os resultados de pesquisas fomentadas por grupos nacionais e internacionais, sendo um excelente veículo de divulgação de produção acadêmica, troca de experiências e visibilidade entre os pesquisadores e profissionais.

Através do Congresso, estimula-se o surgimento de novas parcerias, consolidando as existentes a partir da presença de conferencistas provenientes de instituições nacionais e internacionais, além de gerar interlocução com profissionais de diversas áreas do conhecimento estimulando trabalhos multidisciplinares e a inserção de jovens pesquisadores em uma ampla gama de informações que possibilitará direcionar as ações de suas pesquisas e o crescimento profissional.

Serviço:

XIII Congresso Brasileiro de Neurocirurgia Pediátrica

Data: 5 a 8 de junho de 2019

Local: Gran Marquise Hotel (Av. Beira Mar, 3980 – Mucuripe)

Informações: sbnped2019.com.br

Solange Almeida lembra cirurgia bariátrica e conscientiza importância do acompanhamento permanente

 

Há 10 anos e pesando 120 quilos, a cantora Solange Almeida passou por uma cirurgia bariátrica. Após uma década desde o procedimento que transformou a qualidade de vida da cantora, ela permanece sendo acompanhada permanentemente por uma equipe multidisciplinar de especialistas.

Na tarde da última quarta-feira (17), Solange esteve no consultório do médico nutrólogo cearense e referência em medicina preventiva, Fernando Guanabara. O acompanhamento é voltado para suplementar as deficiências.

“As pessoas que se submetem ao procedimento precisam entender a importancia do acompanhamento. Conheço casos de pessoas que fizeram a cirurgia e voltaram a engordar, ganhou quase todo o peso que perdeu. E o acompanhamento vai ajudar a compreender o processo pré e pós”, disse a cantora.

“Há uma crescente no número de cirurgias bariátricas no país. É fundamental a suplementação de minerais, vitaminas e aminoácidos para que os pacientes que passaram pela bariátrica não tenham efeitos adversos, reganho do peso e perda da massa muscular”, destacou Fernando Guanabara.

Já no segundo semestre deste ano, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Bariátrica e Metabólica divulgou que os números desta intervenção cirúrgica aumentou 46,7% em, aproximadamente, cinco anos. Em 2017 foram realizadas 105.642 mil bariátricas no Brasil.

Hospital São Camilo Cura d’Ars participou do 24º Congresso Cearense de Cardiologia

 

O Hospital São Camilo Cura d’Ars, o Centro Cardiológico São Camilo e a Hemodinâmica São Camilo estiveram presentes no 24º Congresso Cearense de Cardiologia, realizado pela Sociedade Brasileira de Cardiologia nos dias 16 e 17 de Agosto, no Centro Universitário Christus.

O encontro propôs uma discussão moderna sobre a prática da Cardiologia à luz da realidade atual, propondo novas soluções que atendam às necessidades da população. O evento contou com a presença das principais referências em cardiologia do estado e do país.

 

Sobre o Centro Cardiológico do Hospital São Camilo

O Hospital São Camilo – Cura d’Ars possui um Centro Cardiológico de referência no Estado do Ceará, que conta com mais de 20 profissionais das mais diversas sub especialidades dentro da própria cardiologia. Neste Centro são realizados em média, 700 atendimentos por mês e os pacientes podem fazer qualquer tipo de exame da área cardiológica e mais de 500 exames complementares. Lá ainda é oferecido atendimento ambulatorial, para aqueles pacientes que não estão internados.

Além do Centro Cardiológico, o Hospital oferece também cardiologia hospitalar. Este setor dispõe de cardiologistas 24 horas de forma presencial; um Centro de Hemodinâmica, um dos mais modernos do Norte Nordeste que também funciona 24 horas, sendo referência no tratamento de infarto; enfermaria de cardiologia com uma média de internação de 20 pacientes diariamente e UTI cardiológica.

O São Camilo possui uma equipe de cirurgia cardiovascular que tanto atende no Centro especializado, como no próprio hospital. Hoje, é o único centro de reabilitação cardíaca dentro de um hospital, um diferencial no atendimento desses pacientes que podem ser acometidos por algumas intercorrências e nesse caso, esse fator é fundamental para que haja um suporte mais rápido e adequado nessas eventualidades.

Outro diferencial é a avaliação cardiológica esportiva, direcionada para pacientes que são atletas, maratonistas e triatletas. Eles passam por uma avaliação de desempenho físico chamada ergoespirometria ou teste cardiopulmonar, que alia o teste ergométrico com a análise dos gases expirados durante o exercício. A partir desse exame entende-se melhor o comportamento dos sistemas: cardiovascular, respiratório, vascular pulmonar e muscular esquelético ao estresse físico. Através do resultado pode ser programado o treino desses pacientes, baseado na frequência cardíaca e desempenho físico dele.
Responsável Técnico: Dr. Madison Mont’Alverne / CRM: 3794

Quer trabalhar no Hospital São Camilo? Cadastre seu currículo no site, na área ”Trabalhe Conosco”: www.saocamilofortaleza.org.br

Parceria entre São Camilo Cura d’Ars e Incor Criança pretende atender 15 crianças por mês pelo SUS

 

Será inaugurado nesta quinta-feira, às 17hs, o Centro Cirúrgico Cardiovascular Pediátrico do Hospital São Camilo. Com a inauguração desse novo espaço, o Hospital e o Instituto do Coração, da Criança e do Adolescente – InCor Criança – poderão proporcionar a um grupo de crianças carentes já atendidas pelo Sistema Único de Saúde – SUS – e que estão em filas aguardando por cirurgias, a oportunidade de atendimento por uma Instituição filantrópica. Com o objetivo de acelerar esse processo, a meta dessa parceria é que em um mês sejam atendidas duas crianças por convênio ou particular e quinze crianças pelo SUS.

No evento de inauguração estarão presentes representantes da Instituição americana Children’s HeartLink, e professores voluntários do Seattle Children’s Hospital, ambos irão prestigiar a solenidade acompanhados por um tradutor. Além das personalidades, a ocasião conta com os grandes idealizadores desta parceria: o Superintendente Norte Nordeste do Hospital São Camilo Fortaleza, Padre Francisco Gomes da Silva; o Diretor Administrativo, Aldenis Machado; o Diretor Técnico Madison Mont’Alverne; o Diretor Técnico do Hospital do InCor Criança, Valdester Pinto Júnior e o Presidente do InCor Criança, Francisco Stonio.

As crianças atendidas pelo SUS receberão atendimento ambulatorial no InCor Criança e o tratamento cirúrgico na Unidade do Hospital São Camilo. A UTI Pediátrica recentemente inaugurada, foi o diferencial para a concretização desse projeto. A Unidade que conta com cinco leitos independentes, é fundamental para melhor atender as crianças que passam por algum processo cirúrgico e necessitam de uma Unidade de Terapia Intensiva.

Segundo o Diretor Técnico do Hospital do InCor Criança, Valdester Pinto Júnior, a inauguração do Centro Cirúrgico Cardiovascular Pediátrico do Hospital São Camilo proporcionará um alcance social incalculável. “É um presente que a população cearense está recebendo na área da saúde. No momento de crise que o país está passando, o Hospital São Camilo abre suas portas para uma parceria que vai proporcionar a crianças do SUS, atendimento especializado e todos os benefícios de suas instalações, que agora não recebem apenas crianças através de convênios ou particular”, afirma.

 

Serviço:

Hospital São Camilo Cura D’ars

Rua: Costa Barros, 833 – Centro / Fortaleza, Ce – Fone: 3464.7000

site: www.saocamilofortaleza.org.br

Responsável Técnico: Dr. Madison Mont’Alverne. CRM: 3794

Coordenadora Médica da UTI Pediátrica: Dra. Débora Mont’Alverne