Browsing Tag

Cidade

Entenda a nova territorialização administrativa de Fortaleza

A Prefeitura de Fortaleza dá início, neste janeiro de 2021, ao processo de transição e reestruturação das regiões que compõem a Cidade. O projeto, aprovado por lei ainda no ano de 2019, passa a dividir a Capital em 12 Regionais e 39 territórios administrativos sem impactos financeiros para o Município.
A mudança, amplamente discutida com a população e lideranças comunitárias, tem como base o Plano Fortaleza 2040 – planejamento para a Cidade apresentado pela gestão municipal em 2016 – e objetiva diminuir as diferenças entre as regiões de Fortaleza, garantindo maior autonomia administrativa às Secretarias Regionais.
Com a reestruturação, os 121 bairros da Capital foram agrupados em 39 territórios seguindo critérios, como a quantidade de habitantes, a área de cada bairro, a aproximação cultural e a utilização de equipamentos públicos pelos habitantes.
As Secretarias Regionais, que passam de sete para 12, irão compor a Secretaria Municipal de Gestão Regional (SEGER), que substituiu a Coordenadoria Especial de Articulação das Secretarias Regionais.
O secretário de Governo de Fortaleza, Renato Lima, reiterou o intuito da proposta. “A intenção é facilitar e aproximar a interlocução do cidadão com o poder público. O foco será no acolhimento das demandas comunitárias, no cuidado estratégico com o território e, em especial, na articulação das Secretarias Regionais com os outros órgãos que compõem a estrutura administrativa do Município”, esclareceu.
Principais atribuições
A partir da reestruturação, as 12 Secretarias Executivas Regionais serão as principais responsáveis pelas manutenções referentes aos bairros que a integram. A limpeza de ruas ou de espaços utilizados de maneira imprópria para o lixo, o recapeamento de ruas e avenidas, além da capinação, estarão dentro da alçada de serviços que as Regionais devem passar a oferecer diretamente, sem a necessidade da atuação de nenhuma secretaria temática. As Regionais também serão as responsáveis pela manutenção preventiva de equipamentos públicos, como creches, escolas e postos de saúde.
Sem impactos financeiros
Ainda de acordo com Renato Lima, a nova territorialização não impacta as finanças municipais. “Não haverá um real de aumento de gasto público, uma vez que estrutura administrativa anterior, composta por sete Regionais, foi simplesmente redistribuída em 12 novas estruturas”, apontou.
Fóruns territoriais
O processo prioriza o fortalecimento do diálogo comunitário. Para a finalidade, em cada território, haverá um fórum territorial para discussões locais. “O conjunto de fóruns formará o conselho territorial composto por representantes dos bairros da sociedade civil. A instância será aberta e qualquer cidadão poderá participar das reuniões. Os componentes dos fóruns escolherão seus representantes”, detalhou Renato.
Todo o processo
A nova regionalização foi criada por Lei Complementar nº 278, de 23 de dezembro de 2019. Já o Decreto nº 14.590, de 6 de fevereiro de 2020, trouxe a renomeação das Regionais, com novos mapas. Em 31 de dezembro de 2020, por meio do Decreto nº 14.899, o então prefeito Roberto Cláudio publicou a nova regulamentação da estrutura administrativa e do processo de transição das Regionais.

TopBus+ completa um ano de operação com 20 mil passageiros atendidos por mês

Com cerca de 20 mil passageiros utilizando o serviço por mês, o TopBus+ completa, em dezembro, um ano de operação. A solução, que se popularizou entre os fortalezenses, leva o serviço sob demanda para o transporte público coletivo, com ganho em mobilidade urbana e sustentabilidade para a cidade, e em segurança, eficiência e economia para os passageiros, já que não há tarifa dinâmica baseada na procura pelo serviço ou na quantidade de veículos disponíveis.

Com 18 veículos sprinters de teto alto em operação (modelo 415 CDI, da Mercedes-Benz), 28 bairros atendidos, além dos principais shoppings e instituições de ensino superior da cidade, o TopBus+ opera de maneira simples, sem rota fixa, atendendo ao chamado de passageiros por meio de aplicativo.

Com o app baixado e o cadastro realizado, o passageiro informa o local em que está (via GPS) e o endereço para onde pretende ir. É possível reservar quantos assentos desejar, para viagens com acompanhantes indo ao mesmo destino. O app identifica o veículo que atenderá ao chamado do passageiro, o nome do motorista e o local de encontro, para embarque, e o de destino, para desembarque.

Por se tratar de um serviço de caráter especial, o TopBus+ não utiliza as paradas de ônibus convencionais e, ao criar rotas inteligentes, desvia de congestionamentos, podendo, inclusive, usufruir da faixa exclusiva. Somam-se às vantagens, veículos com ar-condicionado, assentos acolchoados e carregadores para celular, e motoristas contratados e treinados, para oferecer um atendimento ainda mais personalizado aos usuários.

Em um ano, o TopBus+ registra cerca de 90 mil clientes atendidos, em sua maioria, jovens entre 25 e 35 anos de idade, com facilidade de uso das soluções em tecnologia e redes sociais. As maiores demandas ficam nas sextas e quintas-feiras, respectivamente, das 7h às 8h; e das 16h30 às 18h30. Na origem dos chamados se destacam 14 bairros. São eles: Aldeota, Centro, Dionísio Torres, Joaquim Távora, José Bonifácio, Meireles, Montese, Papicu, Parquelândia, Patriolino Ribeiro, Pio XII, Rodolfo Teófilo, Varjota e Vila União.

O TopBus+ é administrado, em conjunto, por onze empresas associadas ao Sindiônibus, que operam o sistema regular do transporte público de Fortaleza. Elas são reconhecidas nacionalmente como exemplo de eficiência operacional. O serviço utiliza tecnologia desenvolvida pela Via. Empresa norte-americana reconhecida por redesenhar o transporte público e criar uma alternativa sob demanda totalmente dinâmica, a Via possui no portfólio cerca de 100 parcerias lançadas ou em fase de lançamento em mais de 20 países, nos cinco continentes.

Mais economia

O valor do KM inicial é de R$ 4,00 (quatro reais) nos horários de 7h às 8h e de 16h30 às 18h30, e de R$3,50 (três reais e cinquenta centavos) nos demais horários. O valor para cada Km adicional é de R$ 2,00 (dois reais) nos horários de 7h às 8h e de 16h30 às 18h30, e de R$1,50 (um real e cinquenta centavos) nos demais horários. O valor do passageiro adicional no mesmo pedido é fixo, de R$2,00 (dois reais), em todos os horários, o que torna as viagens em grupos ainda mais econômicas. O usuário paga pelo que usa e fica sabendo quanto irá investir assim que colocar seu ponto de partida e destino.

Área de cobertura

Os bairros em atendimento são os seguintes: Aldeota, Amadeu Furtado, Benfica, Bom Futuro, Centro, Cidade 2000, Cocó, Damas, Dionísio Torres, Farias Brito, Fátima, Gentilândia, Jardim América, Joaquim Távora, José Bonifácio, Meireles, Montese, Moura Brasil, Mucuripe, Papicu, Parque Araxá, Parquelândia, Parreão, Patriolino Ribeiro, Praia de Iracema, Rodolfo Teófilo, Varjota e Vila União.

Prefeitura de Fortaleza amplia número de equipes e intensifica serviços de recuperação de vias

Para intensificar os trabalhos de recuperação de vias, que já estavam acontecendo desde o início do ano, a Prefeitura de Fortaleza mais que dobrou o número de equipes nas ruas que fazem os serviços de tapa-buracos e microdrenagem.

Para as ações de tapa-buracos, o número de de equipes passou de 15 para 30 equipes e outras 20 equipes fazem os trabalhos de microdrenagem, trabalhando em diferentes turnos, contemplando os bairros das sete Regionais da Capital.

Por meio de trabalho realizado em conjunto pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP) e a Secretaria Municipal da Infraestrutura (Seinf), a Prefeitura de Fortaleza tem recuperado e pavimentado vias em todos os bairros da cidade, possibilitando mais conforto a pedestres, ciclistas e motoristas, além de proporcionar mais segurança ao tráfego do transporte público. Estes serviços são constantes, com prioridade para as vias que fazem parte das rotas do sistema de transporte público.

Nesta sexta-feira (28/06), as vias que estão na programação de tapa-buraco asfáltico são:

– R. Peri / R. Jangada / R. Santiago da Barra / R. Ceci (Barra do Ceará – Regional I)
– Escola da Marinha (Jacarecanga – Regional I)
– R. José Rangel (Papicu – Regional II)
– Av. Zezé Diogo (Praia do Futuro – Regional II)
– R. Dom Amaro (Mucuripe – Regional II)
– R. Renato Viana (Joquei Clube – Regional III)
– Av. Matos Dourado (Padre Andrade – Regional III)
– R. Marechal Deodoro (Benfica – Regional IV)
– R. Bonfim Sobrinho (Fátima – Regional IV)
– R. José do Patrocinio (Montese – Regional IV)
– R. Lucimar Fernandes (Conjunto Esperança – Regional V)
– R. 03 (Jardim Fluminense – Regional V)
– Av. Pres. Costa e Silva (José Walter – Regional V)
– Av. Bernardo Manoel (Parque Dois Irmãos  – Regional VI)
– Av. Valparaiso (Conjunto Palmeiras – Regional VI)
– R. Margarida de Queiroz (Cidade dos Funcionários – Regional VI)
– R. Escrivão Azevedo (Cajazeiras – Regional VI)

Outras vias que estão recebendo serviços de melhorias:

Regional I

R. Francisco Calaça (Cristo Redentor) – Construção de Ecoponto
Av. Vila do Mar (Pirambu) – Recuperação de calçamento
Av. K (Vila Velha) – Ref. Calçamento
Ponte da Barra do Ceará (Barra Do Ceará) – Laje
R. Alvaro de Alencar / R. Santa Ines (Pirambu) – Retirada de Fuga
Av. Pres. Castelo Branco (Lagoa do Mel) (Cristo Redentor) – Demolição de Galeria
R. Lidia Petri Gonçalves (Barra do Ceará) – Construção Ecoponto

Regional II

R. José Carlos Gurgel Nogueira (Papicu) – Retirada de Fuga / Calha
R. Comendador Francisco Di Angêlo (De Lourdes) – Reforma de Pavimento
Av. Santos Dumont (Aldeota) – Abertura de Canteiro
R. Polari Maia (Praia do Futuro) – Reforma de Paralelo
R. Germiniano Jurema (Praia do Futuro) – Reforma de Paralelo
R. Antonio Pedro Cavalcante (Praia do Futuro) – Reforma de Paralelo
R. Prof. Alvaro Costa (Vicente Pinzon) – Boca de Lobo / Ramal

Regional III
Av. José Jatahy (Antonio Bezerra) – Calçamento novo
R. Papi Junior (Bela Vista) – Reforma de Pedra Tosca
R. Martins Neto (Antonio Bezerra) – Drenagem
R. Bernardo Figueiredo X R. Tiradentes (Parquelandia) – Retirada de Fuga
R. Capitão Francisco X R. Minervino de Castro (Parquelandia) – Retirada de Fuga
R. Francisca Clotilde X R. Delmiro de Farias (Parquelandia) – Retirada de Fuga

Regional IV
R. Dr. Pedro Teles (Fátima) – Ref. Galeria / Fuga
R. Lauro Maia, Nº 1110 (José Bonifácio) – Calhas / Sarjeta
Av. Borges de Melo (Fátima) – Construção de Rampa de Acessibilidade
Av. dos Eucaliptos (Itaperi) – Reforma de Pedra Tosca
R. Antonio Costa Mendes (Vila Peri) – Reforma de Pedra Tosca

Regional V
R. Pirajui (Conjunto Esperança) – Ref. Calçamento / Sarjeta
R. Holanda (Maraponga) – Drenagem
R. Betel (Maraponga) – Drenagem
R. Lourenço Pessoa (Maraponga) – Calçamento Novo
Av. Senador Fernandes Távora X R. José Mendonça (Genibau) – Drenagem
Av. Ministro Albuquerque (Cj Ceará) – Drenagem
R. Sargento João Pinheiro (Bom Jardim) – Reforma de Pedra Tosca
R. 05 X R. 04 (Parque Santana) – Calha / Reforma de Pedra Tosca
R. 03 X R. 05 (Parque Santana) – Calha / Reforma de Pedra Tosca
R. Miguel Aragão (Mondubim) – Reforma de Pedra Tosca
Av. H (Conjunto Ceará) – Retirada de Fuga
R. Madelin (Granja Lisboa) – Reforma de Pedra Tosca
R. 16, Quadra 08 (Cidade Jardim II) – Construção de Ecoponto
Av. Osório de Paiva X R. Luiz Montenegro (Siqueira) – Readequação de Canteiro
R. Wilson Peixoto X R. C (Siqueira II) – Construção Ecoponto
Av. Bernardo Manoel (Itaperi) – Ref de Pavimento

Regional VI
Av. José Leon (Manibura) – Drenagem
R. Fco. José Albuquerque Pereira (Cajazeiras) – Construção de Ecoponto
R. Dr. João Maciel Filho X R. Padre Francisco Pita (Jardim das Oliveiras) – Reforma de Pavimento / Calha
Tv. José Bastos (Paupina) – Calçamento Novo
R. Coronel Guilherme Alencar X Av. Palestina (Messejana) – Calha / Sarjeta / Calçada
R. Francisca Bezerra (Lagoa Redonda) – Calhas
R. Prof. José Henrique (Messejana) – Calhas / Ref. de Calçamento
R. Antonio Candeia (Guajiru) – Calçadas
Av. Alberto Craveiro (Castelão) – Ref. de Calçamento
Av. dos Paroaras X R. Joaquim Martins (Passaré) – Ref. de Pavimento
R. Prof. José Henrique (Guajiru) – Ref. Pavimento / Substituição de Calha
R. Quitéria Girão (Paupina) – Reforma de Calçamento / Implantação de Calha
R. Antero Quental (Paupina) – Reforma de Calçamento
R. Perolina de Morais (Paupina) – Reforma de Calçamento

Regional Centro
Rua General Sampaio / R. Liberato Barroso (Centro) – Reforma do Calçadão

Programação de atividades
No primeiro semestre deste ano, o trabalho dependeu da ocorrência das chuvas, mas, mesmo assim, as equipes continuaram percorrendo a cidade fazendo o levantamento dos locais que necessitam ser incluídos na programação de atividades e estão sendo intensificados agora, após a quadra chuvosa.

A meta para este ano de 2019 será a recuperação de vias numa área total de 750.000m², com trabalho sendo desenvolvido nas sete Regionais. Apesar da forte incidência de chuvas deste ano, já foi realizada a recuperação de vias numa área total de mais de 320 mil m², contemplando mais de 250 vias (algumas em diversos pontos). Este volume total de serviços, corresponde a uma área de 242.967,99 m² com recuperação de asfalto e 77.792,16 m² com reposição de pedra tosca ou paralelepípedo (calçamento), atendendo prioritariamente as Regionais I, V e VI.

Fazendo uma comparação, isso corresponde a dizer que, durante o período de janeiro a junho, foi recuperada na cidade uma área equivalente à extensão de cerca de 53 km de uma rodovia com 6 metros de largura.

Além da requalificação das vias, estão sendo realizados também serviços de microdrenagem, tendo sido implantados cerca de 1.393,90 metros de calhas de concreto.

O trabalho de recuperação de vias tem como prioridade a conservação e melhoria das avenidas com corredores exclusivos de ônibus, as ruas secundárias que apresentem necessidade deste serviço, além das vias que tenham binários, ciclovias e ciclofaixas, já implantados ou a serem implantados, a fim de proporcionar mais segurança ao tráfego do transporte público, pedestres, ciclistas e veículos.

Também são realizadas reformas e melhorias da pavimentação no entorno dos Postos de Saúde, escolas, creches; recuperação de galerias de drenagem e implantação de calhas e sarjetas; e também a execução de serviços de reparos ou melhorias de drenagem em calhas de concreto, galerias, sarjetas e bocas de lobo.

Solicitação de serviços
Para solicitar recuperação de vias, a orientação é que a população telefone gratuitamente para o número 156 ou procure diretamente as Regionais de cada bairro, que irão avaliar cada situação e direcionar para o órgão municipal responsável pela sua resolução.

Ouvidorias
Regional Centro: 3226-5059
Regional 1: 3433-6875
Regional 2: 3241-4802
Regional 3: 3433-2519
Regional 4: 3433-2862
Regional 5: 3433-2929
Regional 6: 3488-3124

VAMO comemora dois anos com evento nesta sexta

Na manhã desta sexta-feira (21), a Prefeitura de Fortaleza e o Hapvida Saúde, juntamente com a Serttel, promoveram evento para celebrar o aniversário de dois anos de operação do VAMO, sistema de carros elétricos compartilhados da capital. O evento, que foi realizado na Praça Antônio Prudente, contou com a presença de usuários do sistema, jornalistas e representantes da Prefeitura de Fortaleza, do Hapvida e da Serttel.

A programação teve início com a fala da Diretora de Comunicação e Marketing do Hapvida, Simone Varella, reforçando a importância de se investir em mobilidade urbana e lembrando que iniciativas como o VAMO, que contribuem para a melhoria da qualidade de vida da cidade, tem tudo a ver com saúde, razão pela qual o Hapvida abraçou o projeto. Simone destacou ainda que a questão de mobilidade é de responsabilidade de todos. “Ajudar a Prefeitura a construir esse legado do compartilhamento, de uma sociedade mais integrada às pessoas, convivendo bem o público e o privado, em busca de um coletivo melhor, é função de todos nós”. Ela finalizou agradecendo a todos que colaboraram com o VAMO, em especial, aos usuários que, ao longo desses dois anos, realizaram 3.753 viagens.

Na sequência, foram homenageados e premiados dois usuários que mais usaram o sistema, Luiz Carlos Duarte e Priscilla Oliveira. Eles receberam das mãos da Diretora de Comunicação e Marketing do Hapvida um passe para uso gratuito de uma hora por dia, durante um mês. Os usuários destacaram a importância da iniciativa para a cidade. “Sou incentivadora do projeto, gosto muito dele não só pelo bem que ele faz ao meio ambiente, mas pela cultura de que a divisão pode multiplicar. A ideia de ter um carro que muitas pessoas possam utilizar, que facilita a vida de mais pessoas por um custo acessível é algo que precisa ser, de fato multiplicado, incentivado e ampliado”, contou Priscilla.

Fechando a solenidade, o Secretário Executivo da Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), Luiz Alberto Sabóia, agradeceu o Hapvida pelo apoio e enfatizou a importância do projeto para a população. “Gostaria de agradecer imensamente ao Hapvida, pela visão da empresa em relação à cidade. Os carros do VAMO não poluem o meio ambiente, o que é um benefício importante, uma vez que 62% da poluição de Fortaleza hoje vem das descargas dos automóveis. Além disso, a quarta causa mais comum de morte na cidade, são doenças do aparelho respiratório, que tem uma relação muito forte com a poluição ambiental. Por isso, essa iniciativa tem tudo a ver também com saúde pública e coletiva que é missão do Hapvida”.

Luiz Alberto falou ainda que avalia de forma positiva esses dois anos de operação do VAMO e contou que a Prefeitura está avaliando expandir o projeto. “Após esses dois anos, estamos aptos a pensar numa fase de crescimento. Esperamos que em breve, em parceria com Hapvida e Serttel, possamos começar um diálogo técnico e divulgar uma possível fase dois de expansão, contemplando outras regiões da cidade, como por exemplo, o Aeroporto Internacional Pinto Martins. Além disso, estamos estudando a possibilidade de uso de outro tipo de combustível limpo, como por exemplo, uma versão do VAMO movido a gás, produzido a partir do lixo do aterro sanitário. Estamos avaliando também a possibilidade de o usuário poder pegar e deixar o carro em qualquer lugar e não somente nas estações, o que deve aumentar significativamente a quantidade de uso do sistema”, pontuou.

Ao final do evento, os convidados puderam se cadastrar no sistema e fazer test drive nos veículos. Todos os usuários já cadastrados no VAMO terão passe livre de uma hora que deve ser utilizado nesta sexta (21). A programação foi fechada com um café da manhã especial no Café Vida para os convidados.

Seminário que discutirá a Cidade, Memória e os modos de viver tem lançamento oficial nesta quarta (05) no Museu da Indústria

O crescimento acelerado e, muitas vezes, desordenado das metrópoles brasileiras nos últimos anos suscitaram inúmeros debates sobre o modelo de cidade ao qual se busca. Um desses debates, abordado por especialistas vai tratar da “Cidade, memória e os desafios do modo de viver”, que ocorrerá de 18 a 20 de setembro, no Theatro José de Alencar, em Fortaleza, será lançado às 19 horas, da quarta-feira (05), durante evento do Instituto dos Arquitetos do Brasil – Departamento do Ceará (IAB-CE). O evento acontecerá no Museu da Indústria e terá como foco o tema “Barracas da Praia do Futuro – situação, consequências e soluções”. 

O Seminário “Cidade, memória e os desafios do modo de viver” já tem confirmadas as presenças de Fernando Haddad (ex-prefeito de São Paulo e professor de Ciência Política na USP), Ciro Pirondi (diretor da Escola da Cidade de São Paulo), Francisco Cunha (conselheiro do Plano Recife 500 anos), Jaime Lerner (ex-governador do Paraná, ex-prefeito de Curitiba e arquiteto e urbanista) e Romeu Duarte (Doutor em Arquitetura e Urbanismo e Ex- Presidente Nacional do IAB). O evento é uma iniciativa do Arquiteto e Urbanista Jefferson John em parceria com a graduanda em Arquitetura e Urbanismo e fomentadora cultural Izabela Lima, a Correalização é da Prottec Arquitetura.  As inscrições já estão abertas e podem ser feitas por meio dosite: http://seminariocidade.blogspot.com.br

“A busca pela valorização da profissão e a ampliação do acesso da sociedade a Arquitetura e Urbanismo, são essenciais para a construção de cidades mais democráticas. Diagnosticar a realidade das cidades e quais suas soluções, atualmente seja o nosso desafio mais árduo, e que não nos permite o acovardamento, nos exige o enfretamento”, destaca Jefferson John, um dos organizadores do evento. 

Izabela Lima, também organizadora do seminário, destaca que a busca por um evento desse nível é imprescindível para promover o pensamento crítico, o trabalho em equipe, o debate e o diálogo. “Assim, junto a outros seguimentos, podemos iniciar uma revolução na nossa forma de construir cidade, portanto, dando uma guinada em direção ao eixo das mudanças, analisando casos de sucesso, avaliando suas ações e incorporando em nossas estratégias para a construção de uma sociedade mais igualitária”, finaliza. 

O seminário “Cidade, memória e os desafios do modo de viver” reunirá arquitetos, urbanistas, geógrafos, historiadores, gestores públicos, estudantes e interessados de áreas afins. O evento terá palestras magnas, mesas de debate e apresentações artísticas. As discussões pautarão ações que possibilitem produzir alternativas para a evolução social do viver em comunidade, a fim de curar algumas feridas sociais causadas em nossa cidade pelo descaso e abandono de determinadas regiões e grupos sociais ao longo dos anos. 

O evento foi contemplado pelo Edital “Chamada de Ocupação Artística – Cultural do Theatro José de Alencar – 2017” e conta com o apoio institucional do Governo do Estado do Ceará, por meio da Secretaria da Cultura, Theatro José de Alencar, Instituto Dragão do Mar, Secretaria de Cultura de Fortaleza, Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento do Ceará (IAB-CE),Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Ceará (CREA-CE) e o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Ceará (CAU-CE).

Lançamento do seminário “Cidade, memória e os desafios do modo de viver” ·

Debate “Barracas da Praia do Futuro – situação consequências e soluções”

Dia: 05 de julho

Horário: 19 horas

Local: Museu da Indústria – Auditório Rei do Gado (Rua Dr. João Moreira, 143 – Centro, Fortaleza)