Matheus Nachtergaele estrela o espetáculo Molière no Theatro Via Sul Fortaleza

Texto: Sabina Berman | Tradução: Elcio Nogueira Seixas e Renato Borghi | Adaptação: Diego Fortes e Luci Collin | Direção: Diego Fortes | Elenco: Matheus Nachtergaele, Renato Borghi, Elcio Nogueira Seixas, Nilton Bicudo, Rafael Camargo, Luciana Borghi, Georgette Fadel, Regina França, Marco Bravo, Débora Veneziani, Edith de Camargo, Fábio Cardoso, Maria Fernanda, Beatriz Lima | Cenografia: André Cortez | Figurino: Karlla Girotto | Direção Musical: Gilson Fukushima | Iluminação: Beto Bruel e Nadja Naira | Fotos: Eika Yabusame, Jamil Kubruk, Luísa Bonin, Paulo Uras| Assessoria de Imprensa: Adriana Monteiro- Ofício das Letras | Produção Executiva: Jamil Kubruk | Direção de Produção: Camila Bevilacqua e Fioravante Almeida | Coordenador de Produção: Luís Henrique Daltrozo (Luque) | Produção: Lady Camis e Daltrozo Produções | Idealização e Execução: Teatro Promíscuo e Flo Produções.

Uma disputa bem-humorada entre a Comédia, representada por seu mais ilustre autor, Molière, vivido por Matheus Nachtergaele, e a Tragédia, personificada pelo poeta Jean Racine, apresentado por Elcio Nogueira Seixas. Essa é a premissa do espetáculo “Molière”, que chega ao Theatro Via Sul Fortaleza, dias 27, 28 e 29 de março. ​
Embalada por músicas de Caetano Veloso, executadas ao vivo e com arranjos originais do maestro Gilson Fukushima, a peça marca a estreia da obra teatral da renomada dramaturga mexicana Sabina Berman no Brasil. A peça é dirigida por Diego Fortes, ganhador do Prêmio Shell em 2017 pelo espetáculo O Grande Sucesso. ​
Inspirada no próprio teatro de Molière, que fundia vários estilos em uma mesma obra (Commedia Dell’Arte; influências renascentistas e barrocas; humor satírico), a encenação busca integrar linguagens diversas em uma intensa dinâmica cênica.  “A fusão de linguagens de Molière e a autenticidade de suas criações nos possibilitaram misturar cores e texturas com extrema liberdade, procurando sempre uma encenação em que regras pudessem ser quebradas”, diz o diretor Diego Fortes.​
Em cena, quatorze atores e músicos vão narrar o inusitado conflito entre formas opostas de pensar o mundo, expressas pelas famosas máscaras do Teatro: uma ri malandramente de tudo e de todos, a outra mostra reverência e temor diante da dor e da morte. O embate épico entre estas duas faces da vida tem como cenário a corte carnavalesca de Luis XIV, o Rei Sol (Guilherme Weber), na França.​
Amado pelo público e favorito do extravagante do rei, Molière trava uma luta tragicômica, com seu aprendiz Racine para manter a posição de dramaturgo mais prestigiado da corte. Enquanto isso, Arcebispo de Paris, grade entusiasta da guerra, Monsenhor Péréfixe (Renato Borghi), tentará se aproveitar do conflito para banir do reino o Teatro e seus artistas, endurecer a censura e lançar a França em uma era de conquistas, violência e sacrifício. É mais nobre fazer o público rir ou chorar? Os artistas devem mostrar o mundo como ele é ou como deveria ser? Por que proibir obras de arte e perseguir seus criadores? Até que ponto aqueles que criam devem submeter-se à vontade daqueles que pagam? Estas são algumas das grandes questões que permeiam o enredo do espetáculo inédito.​
 ​
SERVIÇO
Moliére ​
Datas: 27, 28 e 29 de março de 2020​
Horário: sexta e sábado 21h; domingo 20h ​
Local: Theatro Via Sul Fortaleza – Av. Washington Soares, 4335 – Edson Queiroz​
Ingressos: R$ 70/R$ 35 (todos os setores); PROMOCIONAL: 30,00 (limitado)​
Vendas: https://site.bileto.sympla.com.br/theatroviasulfortaleza/ ou na bilheteria do teatro​
Duração: 120min​

Classificação: 14 anos​

Capacidade: 732 Pessoas​
Informações: (85) 3099-1290​
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a sábado, das 10h às 22h; Aos domingos e feriados, das 11h às 21h​
Acessibilidade: Elevadores, rampas de acesso e assentos especiais.​
Estacionamento no Via Sul Shopping​

Você também pode gostar leia