Primeiro dia do 21º Festival Jazz & Blues foi com shows simultâneos em Guaramiranga e Aquiraz

O primeiro dia da 21ª edição do Festival Jazz & Blues começou com a Blitz Ecológica, ação de distribuição de mudas de plantas nativas do Maciço de Baturité e informações educativas para turistas e veranistas na entrada de Guaramiranga. A atividade que abriu a programação de sábado, dia 22, foi uma realização do Jazz & Blues em parceria com a Cagece e a Secretaria do Meio Ambiente do Ceará (SEMA).

Durante a manhã também aconteceram duas atividades musicais, a oficina de guitarra ministrada por Felipe Cazaux na sede da AGUA (Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga) e, no restaurante Basílico, na Praça do Teatro Rachel de Queiroz, os músicos Antônio Carlos Bigonha, Jorge Helder e Jurim Moreira foram os convidados do dia no Café no Tom, um bate-papo com o jornalista Dalwton Moura.

No fim de tarde o festival promoveu shows simultâneos em Guaramiranga e Aquiraz. Na cidade serrana, a primeira atração foi a cantora cearense Lídia Maria interpretando canções do seu disco “Viva” misturadas a clássicos do “Brazilian jazz” que flertam com o choro, o samba e a bossa nova. Em seguida, quem subiu ao palco foi o pianista, compositor e arranjador Antônio Carlos Bigonha, o contrabaixista Jorge Helder e o baterista Jurim Moreira com o show “Anathema”, título do disco que gravaram juntos.

Enquanto isso, em Aquiraz, no Litoral Leste, os músicos pernambucanos Amaro Freitas, Jean Elton e Hugo Medeiros, que formam Amaro Freitas Trio, abriram a programação do festival na cidade praiana. A segunda atração foi o projeto Casa do Blues, com o show comemorativo de 10 anos. Ambos são atrações deste domingo, dia 23, em Guaramiranga.

À noite, o pernambucano Nando Cordel, compositor incansável, com mais de 500 músicas gravadas por grandes intérpretes do país, apresentou o show “Aconchego” na Cidade Jazz & Blues. Depois do repertório instrumental, incluindo um jazz inédito de sua autoria, o artista fez o público presente dançar e cantar alguns de seus sucessos. Encerrando a programação do primeiro dia, os guitarristas Cristiano Pinho e Felipe Cazaux esquentaram a plateia com o show “Guitarras”, acompanhados do tecladista Herlon Robson, contrabaixista Hamilton de Castro e o baterista Ricardo Pinheiro.

Neste domingo tem mais programação em Guaramiranga e Aquiraz. Na cidade serrana o festival segue até terça-feira, 25. De 27 a 29 é a vez de Fortaleza sediar o evento, que terá uma atividade também em Maracanaú no dia 27. A programação completa pode ser consultada no site www.jazzeblues.com.br.

Apresentado pelo Ministério da Cidadania e Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, com apoio institucional do Theatro José de Alencar, Cineteatro São Luiz, Instituto Dragão do Mar, Instituto Federal do Ceará, Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga, Prefeitura Municipal de Guaramiranga, Prefeitura Municipal de Aquiraz e TV Ceará, o 21º Festival Jazz & Blues tem como patrocinadores o Banco do Nordeste do Brasil, a Cagece e a Cegás. Agradecimento: Enel. Apoio cultural: Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, Casa Pio, Funarte, Ibermúsicas e Mercadinho São Luiz. Realização: Ministério da Cidadania/Secretaria Especial da Cultura e Via de Comunicação e Cultura.

SERVIÇO

Festival Jazz & Blues 2020 – Até dia 29 de fevereiro em Guaramiranga (22 a 25), Aquiraz (22 e 23), Maracanaú (27) e Fortaleza (27 a 29). IngressosShow das Nove na Cidade Jazz & Blues, em Guaramiranga: R$ 50,00 (inteira) e R$ 25,00 (meia), à venda na bilheteria da Cidade Jazz & Blues a partir das 14h. Show no Cineteatro São Luiz:  R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia). Show no Theatro José de Alencar: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia). O restante da programação tem acesso gratuito. Informações: www.jazzeblues.com.br Instagram: @festivaljazzeblues. Facebook: Festival Jazz & Blues (CE). Tel: (85)3114-7878.

  

ENDEREÇOS

Em GUARAMIRANGA:

Shows – Cidade Jazz & Blues (Rua Joaquim Alves Nogueira, s/n – Centro, no Estádio Municipal Jean Bardawil); Café no Tom – Restaurante Basílico (Rua Joaquim Alves Nogueira, s/n – Centro, Praça do Teatro Rachel de Queiroz); Oficinas – AGUA – Associação dos Amigos da Arte de Guaramiranga (Rua Joaquim Alves Nogueira, s/n – Centro, ao lado do Teatro Rachel de Queiroz); Minicursos – IFCE Campus Guaramiranga (Sítio Guaramiranga, s/n, Centro).

Em AQUIRAZ:

Shows e oficina – Teatro Tapera das Artes (Rua Antônio Gomes dos Santos, s/n – Centro).

Em MARACANAÚ:

Oficina – Teatro Municipal Dorian Sampaio (Rua Edson Queirós, s/n – Centro).

Em FORTALEZA:

Shows – Cineteatro São Luiz (Rua Major Facundo, 500 – Centro), Centro Cultural Bando do Nordeste (Rua Conde d’Eu, 560 – Centro) e Theatro José de Alencar (Rua Liberato Barroso, 525 – Centro); Oficina-concerto – Espaço CEGÁS de Cultura (Av. Washington Soares, 6475 – José de Alencar), Centro Cultural Banco do Nordeste e Casa de Vovó Dedé (Rua Jerônimo de Albuquerque, 445 – Barra do Ceará).

Você também pode gostar leia