Natal é oportunidade para lembrar que consumo consciente ajuda a economizar e reduzir impactos no meio ambiente

 

Segundo pesquisa divulgada recentemente pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em todas as capitais do país, a maioria dos brasileiros (97%) possui alguma dificuldade em adotar práticas de consumo consciente. Para 41% dos consumidores, melhores hábitos estão associados a aspectos financeiros, como evitar desperdício e compras desnecessárias. Além disso a separação do lixo para a reciclagem continua sendo uma das principais barreiras apontadas.

Praticamente a totalidade da amostra (98%) concorda que é importante adotar atitudes como forma de mudar o próprio estilo de vida e alcançar um mundo mais equilibrado e sustentável. E a principal ação que deve ser tomada é criar o hábito de se planejar financeiramente, fazendo listas para evitar as compras por impulso (45%). Na opinião dos entrevistados, também é preciso reutilizar e reciclar, dando novas utilidades a materiais que seriam descartados (45%), refletir antes de comprar, pensando bem nas necessidades (43%) e evitar adquirir produtos piratas ou contrabandeados (41%).

Entre as práticas de uso consciente do dinheiro, o levantamento destaca a pesquisa de preços (90%) e uso de produtos antigos ou consertá-los em vez de comprar algum item novo (89%).

A boa notícia para os consumidores que pretendem aderir a novos hábitos, é que existem atualmente tecnologias que facilitam ações como a compra e venda de objetos usados. O aplicativo Popsy.app é um deles. Disponível na plataforma Android e no sistema iOS, o download do app pode ser feito direto na Google Play e App Store. Por meio dele os usuários criam anúncios sem pagamento de taxas ou comissões em apenas 5 segundos, com apenas um clique no celular.  Desta forma, ao invés de descartar objetos, roupas e acessórios que estão em bom estado, a pessoa pode dar novas utilidades aos seus itens.

Para o Natal, por exemplo, ainda dá tempo de encontrar de encontrar produtos de qualidade e custo acessível (de R$ 20,00 até R$ 100,00), que não impactem no orçamento, como sapatos, relógios, livros, perfumes, brinquedos e itens para bebês.

Você também pode gostar leia