SHOPPING PARANGABA E CASA DA ESPERANÇA DISCUTEM AUTISMO E JUVENTUDE

Em parceria com a Fundação Casa da Esperança, o Shopping Parangaba
promove, nesta quinta-feira (24), a roda de conversas “Autismo e
Juventude”.

O encontro vai acontecer a partir das 17h, no piso L1, e
irá debater diversos assuntos, como: relacionamentos familiares e
afetivos, escolha da carreira, sexualidade, emancipação, entre outros
temas, tudo dentro do espectro do autismo. O evento contará com a
participação de adultos e adolescentes autistas que contarão suas
experiências.

Conheça os convidados:

ANA KARYNNE MAGALHÃES tem 35 anos, é casada, mãe, artesã e
coordenadora das redes sociais da fundação Casa da Esperança e do
grupo Neurodiversos. Foi diagnosticada autista aos 34 anos.

GABRIELA BLUM tem 34 anos, é autista, tendo descoberto o diagnóstico
em 2019. Trabalha na Casa da Esperança como fisioterapeuta e participa
do grupo de apoio Neurodiversos.

LARISSA FAÇANHA tem 31 anos e foi diagnosticada aos 30. Tem alguma
experiência trabalhando com traduções de forma autônoma. Fluente em
inglês e trabalhando na fluência em espanhol. Estudante de
informática.

LYA AMORIM, 37 anos, é autista e mãe de uma jovem neurotípica. Teve o
diagnóstico ainda na infância, mas passou a juventude toda se sentindo
apenas “diferente”, pois só de dois anos pra cá veio se aceitar na
condição. Curiosamente, sua filha (17 anos) às vezes fala que queria
ser igual a ela – ao menos para os estudos!

BABY FAÇANHA, 17 anos, estudante recém descoberta cantora.
Inicialmente autodiagnosticada, após a confirmação clínica aprendeu
a fazer amizades melhor, por reconhecer suas limitações. Vê como
desafios especiais as questões familiares e passar no vestibular.

Você também pode gostar leia