25 de outubro: Dia Nacional da Saúde Bucal. Metade dos brasileiros de 35 a 45 anos de idade já perdeu até 12 dentes

A cada 25 de outubro é comemorado o dia Nacional da Saúde Bucal.
Conforme levantamento recente realizado pelo Ministério da Saúde,
metade dos brasileiros com 35 a 45 anos de idade já perdeu até 12
dentes. A pesquisa com dados alarmantes também indica que, atualmente,
no Brasil, 80% dos idosos têm menos de 20 dentes na boca. Muitas destas
perdas poderiam ter sido evitadas com cuidados básicos.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) faz um alerta para todo e
qualquer desconforto que possa iniciar na boca. Segundo a OMS, a saúde
bucal significa um estado em que a pessoa está livre de dores,
desconfortos e alterações na boca e na face, abrangendo as condições
de câncer oral ou na garganta, infecções e ulcerações bucais,
doenças e quaisquer distúrbios que possam afetar a qualidade de vida,
impedindo que o paciente coma, sorria, fale ou se sinta socialmente
confortável.

Cuidar da saúde bucal é tão importante quanto manter uma
alimentação saudável e uma rotina de exercícios físicos, para obter
qualidade de vida. De acordo com o dentista Diego Tavares, todo e
qualquer cuidado com a boca é indispensável, desde o mais simples,
como a escovação, até o uso contínuo de fio dental, enxaguantes
bucais e consultas odontológicas periódicas.

O alerta do dentista destaca que através da boca vários outros
problemas de saúde podem ser desencadeados, até mesmo distúrbios
digestivos e complicações cardíacas. “As bactérias que se
proliferam através da boca, podem chegar até outros órgãos e causar
sérios transtornos à saúde”. Diego ainda enumera os principais
problemas causados pela falta de higiene bucal, como: doenças
periodontais, mal hálito, cáries e canais, endocardite bacteriana,
aftas e até mesmo câncer e lesões malignas.

“Para evitar complicações, o melhor caminho é cuidar da saúde da
boca tomando todos os cuidados rotineiros, passar por avaliações
odontológicas periodicamente, evitando que problemas simples tomem
outras proporções. Dessa maneira, a saúde da boca estará
contribuindo para o bom funcionamento de todo o organismo, o que reflete
em qualidade de vida e sorriso saudável”, completa Diego Tavares.

Você também pode gostar leia