Projeto reduz tempo de hospitalização de pacientes com pneumonia

Historicamente o paciente com pneumonia é prevalente entre as internações do Hospital Monte Klinikum.  A doença que atinge todas as faixas etárias e ainda causa muitas mortes no mundo inteiro, ainda é um desafio para a comunidade médica, mas diagnosticada e tratada corretamente, o paciente tem a capacidade de se estabelecer completamente. Alguns desses pacientes hospitalizados permanecem mais tempo no hospital do que necessário, porque em boa parte dos casos, depois de o médico eliminar os riscos, o tratamento pode ter continuidade em casa.

Pensando no período que o paciente diagnosticado com pneumonia permanecia hospitalizado, que chegava a 13 dias, a mpedica, Thais Buhatem Moreno, diretora do Hospital Monte Klinikum, em parceria com o Institute for Healthcare Improvement (IHI), desenvolveu um protocolo de atendimento para diminuir esse tempo de permanência e conseguiram baixar o período de internação pela metade. O objetivo é facilitar e otimizar o tratamento e o tempo de estadia do paciente, trazendo conforto, qualidade e segurança para pacientes e familiares.

Segundo Beatriz Cavalcante, enfermeira e gestora do projeto, a equipe detectou que muitos pacientes já tinham condições de voltar para casa, mas o receio do familiar de não conseguir tratá-lo adequadamente e a falta de segurança do paciente, adiavam a alta. “Começamos com a meta de reduzir para oito dias a permanência do paciente e desde fevereiro deste ano conseguimos baixar a hospitalização do paciente com pneumonia para seis a sete dias em média”, revela Beatriz.

“Além da questão da insegurança, tínhamos uma alta demanda de solicitação de home care. Com o Projeto Parceiros no Cuidado temos uma educação na hospitalização, ou seja, ensinamos os familiares e acompanhantes a cuidar em casa. Iniciando com cerca de quatro dias que antecedem a programação de alta, tanto paciente quanto família começam a receber orientações dos nossos profissionais: nutricionista, farmacêutico, fisioterapeuta, médico e enfermeiro. A nossa equipe se empenha a ensinar aquela família até todos terem segurança para voltar para casa, mas o mais importante é que o paciente saia do hospital com a doença tratada”, explica a enfermeira e gestora do projeto.

O projeto que começou em outubro de 2018, segue com os estudos até agosto de 2019, mas o objetivo do Hospital Monte Klinikum é manter os procedimentos e continuar com a média de internação conquistada recentemente. 

Você também pode gostar leia