Filmes que homenageiam os cinemas de rua do Brasil entram em cartaz nesta semana no Cineteatro São Luiz

 

Com direção de Eudaldo Monção Jr. e exibições em mais de 30 cidades do Brasil e em Tel Aviv (Israel), “Mostra Cinemas do Brasil: Quando a sala de projeção vira personagem” será exibida no cinema que ostenta a condição de único remanescente de uma era de ouro dos cinemas de rua em Fortaleza, o Cineteatro São Luiz, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), em sete sessões com diferentes títulos e entrada gratuita.

A Mostra integra a política do São Luiz em apoiar e valorizar a produção audiovisual brasileira. Para se ter uma ideia, de janeiro a maio de 2019 o equipamento terá exibido 46 filmes brasileiros de curta, média e longa metragem. Isso, sem falar na faixa de programação “Sons do Ceará”, que consiste na exibição de videoclipes cearenses antes das sessões.
“Cinemas do Brasil” apresenta um panorama de curtas-metragens, em sua maioria documentários, que homenageiam os cinemas de rua do país. Entre as sessões, encontram-se: Cinema no Interior (que exibe os filmes “Cine Rio Branco” de Eudaldo Monção Jr – BA, “Cine Centímetro” de Dannon Lacerda – RJ, “Extintos Cinemas” de William Tenório – PE, “Uma balada para Rocky Lane” de Djalma Galindo – PE e “Memórias do Cine Argus” de Edivaldo Moura – PA), Memorabilia (com os filmes “A Morte do Cinema” de Evandro de Freitas – BA, “Cine Rincão” de Fernando Grostein Andrade – SP, “O Que Se memora” de Caio Dornelas e Ernesto Rodrigues – PE, “Cinemas de Rua de Curitiba” de Roberval Machado – PR e “Cine Paissandu: histórias de uma geração” de Christian Jafas – RJ), O Cinema Vive! (“Cine S. José” de William Tenório – PE, “Cine Vaz Lobo” de Luiz Claudio Lima – RJ, “Cinema, Onde Você Está?” de Edvaldo Santos – PE, “Cinema do Meu bairro, cadê você?” de Renata Lima – RJ e “Cine Brasília” de Boca Migotto – RS), O Novo Cinema de Rua (“Cosmorama – Relatos dos cinemas em Caruaru” de Moema França – PE, “Sessão entre amigos” de Cristhine Lucena – PB, “Cine Éden” de Edson Bastos e Henrique Filho – BA e “Casa sem janela” de Juliette Yu-Ming, Marcelo Engster e Vitor Kruter – RJ), Espectadores (“Entre Andares” de Aline Van der Linden e Marina Moura Maciel – PE, “Cine São Vicente” de Kleber Camelo – PE, “Isso Vale um filme” de Bruna Cabral, Gisele Siqueira, Italo Rodrigues, Suednes Teixeira, Taynah e Wellington Caetano – AL e “Victor vai ao cinema” de Albert Tenório – PE) e o longa “Quando a Sala de Cinema Vira Personagem” de Ricardo Martensen e Felipe Tomazelli.

“Olhos d’água – Da Lanterna Mágica ao Cinematógrapho” de Eduardo Souza não faz parte da mostra, mas ganha exibição única no dia 25, às 19h, e finaliza a programação que homenageia o cinema brasileiro. Após a exibição deste filme haverá debate com a presença do diretor Eduardo Souza e do escritor e pesquisador Ary Leite.

 

O Cinema e o Cineteatro São Luiz
Cerca de 73 cinemas de rua fizeram parte da história de Fortaleza. O primeiro foi inaugurado em 1908, o “Art-Nouveau”. Em 1911, nasceu o Cine Theatro Polytheama, em 1917, o Cine Theatro Majestic Palace, seguidos pelo Cine Moderno e Cine Diogo, em 1921 e 1940, respectivamente. E foi em 26 de março de 1958, que o empresário cearense Luiz Severiano Ribeiro inaugurou, na rua Major Facundo, em frente à Praça do Ferreira, aquele que foi considerado por muitos e pelo próprio Severiano a joia da coroa do seu circuito exibidor, então o maior do Brasil: o Cinema São Luiz.
Sucesso absoluto desde seu momento inaugural, o Cinema São Luiz foi, durante os anos que se seguiram a sua inauguração, a estrela maior da sétima arte no Ceará e espaço simbólico e efetivo de contato com a arte para gerações de cearenses
De todos esses cinemas de rua de Fortaleza, o único que continua a oferecer programação à cidade é o São Luiz. Programação esta que é em sua grande maioria gratuita ou a preços populares. Que recebe estreias cearenses e nacionais, Festivais, Mostras Especiais, 3D, Maratonas, Maratonas de Séries, Mostra Gêneros de Cinema (Terror, Comédia, Drama, Faroeste, etc.) e Clássicos, além de projetos como o Sons do Ceará e o Escola no Cinema.
Programação completa:

DIA 23/04 (TERÇA-FEIRA)

16h [CINEMA] MOSTRA CINEMAS DO BRASIL | SESSÃO 01 – CINEMA NO INTERIOR

Entrada: Gratuita | Classificação indicativa: Livre

Direção: Vários | Documentários | Brasil | 1h25 | Português

19h [CINEMA] MOSTRA CINEMAS DO BRASIL | SESSÃO 02 – MEMORABILIA | SESSÃO 03 – O CINEMA VIVE!

Entrada: Gratuita | Classificação indicativa: Livre

Direção: Vários | Documentários | Brasil | 2h09 | Português

DIA 24/04 (QUARTA-FEIRA)

16h30 [CINEMA] MOSTRA CINEMAS DO BRASIL | SESSÃO 04 – O NOVO CINEMA DE RUA

Entrada: Gratuita | Classificação indicativa: Livre

Direção: Vários | Documentários | Brasil | 1h04 | Português

19h [CINEMA] MOSTRA CINEMAS DO BRASIL | SESSÃO 05 – ESPECTADORES

Entrada: Gratuita | Classificação indicativa: Livre

Direção: Vários | Documentários | Brasil | 1h02 | Português

DIA 25/04 (QUINTA-FEIRA)

16h [CINEMA] MOSTRA CINEMAS DO BRASIL | SESSÃO 06 – QUANDO A SALA DE CINEMA VIRA PERSONAGEM

Entrada: Gratuita | Classificação indicativa: Livre

Direção: Ricardo Martensen e Felipe Tomazelli | Documentário | Brasil | 1h17 | Português

Sinopse: A Mostra Cinemas do Brasil apresenta um panorama de curtas-metragens, em sua maioria documentários, que homenageiam os cinemas de rua do país.

19h [CINEMA] OLHOS D’ÁGUA – DA LANTERNA MÁGICA AO CINEMATÓGRAPHO

Programação seguida de debate com o Diretor Eduardo Souza e Ary leite

Entrada: Gratuita | Classificação indicativa: 12 anos

Direção: Eduardo Souza | Documentário | Brasil | 2015 | 1h13 | Português

Sinopse: O filme busca as origens do pré-cinema brasileiro através dos ambulantes e aventureiros que “fizeram as Américas”, e aqui chegaram por um dos portos mais famosos do mundo à época, fazendo história na agitada e efervescente cidade de Belém do Pará, principal capital da Amazônia. O filme faz um panorama sobre a Belém de meados do século XIX e início do século XX, e seu papel de vanguarda no cenário cultural mundial.

 

Serviço:

Evento: Mostra Cinemas do Brasil

Data: 23, 24 e 25 de abril

Entrada: GRATUITA

Local: Cineteatro São Luiz (Rua Major Facundo, 500 – Centro)

Você também pode gostar leia