Campanha Natal Sem Fome doa quase 300 toneladas de alimentos não perecíveis

 

A campanha Natal Sem Fome, promovida nacionalmente pela ONG Ação da Cidadania e desenvolvida no Ceará pelo Instituto Nordeste Cidadania (Inec), arrecadou quase 300 toneladas de alimentos não perecíveis que foram doados para milhares de pessoas em situação de vulnerabilidade social. A arrecadação da campanha, que envolve parceiros e todos os mais de sete mil empregados do Inec – distribuídos por toda a região Nordeste e norte de Minas Gerais e Espírito Santo – superou significativamente a meta que era de 180 toneladas.

Em comparação com a arrecadação de 2017, o crescimento das doações foi ainda maior, de 79 toneladas para pouco mais 294 toneladas em 2018. O Ceará foi o estado que mais recebeu alimentos. Somando as doações na sede do INEC, nos parceiros e unidades no interior, foram arrecadadas mais de 108 toneladas, superando a meta que era de 80 toneladas. Os alimentos foram entregues em dezembro e janeiro e fizeram a alegria de milhares de habitantes em situação de vulnerabilidade social das regiões participantes da campanha.

Nacionalmente, a campanha Natal Sem Fome arrecadou 1.091.200 kg de alimentos, beneficiando mais de 500.000 pessoas. De acordo com os organizadores da campanha, a ação tem como objetivo não só alimentar famílias no natal, mas visa principalmente chamar a atenção dos governantes e da sociedade para a questão da fome e cobrar destes a implementação de políticas de erradicação da fome em um país ao mesmo tempo tão rico e desigual.

Ao longo dos 25 anos de atuação, a campanha Natal sem Fome, que atua em 20 Estados do Brasil, já arrecadou 32.149.200 kg de alimentos e beneficiou 16 milhões de brasileiros em situação de vulnerabilidade social.

 

Parceiros da campanha

Em âmbito nacional a ação contou com a parceria de duas agências da ONU, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) e o Programa Mundial de Alimentos (PMA). Organizações e empresas como Banco do Nordeste do Brasil S.A., Oxfam, Mastercard, B2W, Lojas Americanas, iFood e Ancar Shoppings também participaram nacionalmente de toda a Campanha. No Ceará, a iniciativa contou, ainda, com parceria da Defesa Civil do Ceará, Sodexo, Camed, Sesc, C.Rolim Engenharia, Movimento ODS Ceará, Rede de Mulheres Empreendedoras Sustentável (Remes) e Governo do Estado do Ceará.

 

Inec

O Instituto Nordeste Cidadania (Inec) surgiu em 1993 como Comitê de Ação da Cidadania para realizar ações emergenciais, como doações de cestas básicas, roupas e brinquedos para pessoas em situação de vulnerabilidade social e depois passou a realizar projetos voltados à geração de emprego e renda e organização comunitária.

Em 1996, a iniciativa constituiu-se como Organização Não-Governamental (ONG) e, em 2003, foi qualificada como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip). O Inec, que completou 25 anos em 2018, tem como missão contribuir com a inclusão e o desenvolvimento sociocultural e econômico das pessoas. Para alcançar este objetivo, a instituição é parceira do Banco do Nordeste na operacionalização dos programas Crediamigo e Agroamigo, além de desenvolver programas socioambientais: Inec Juventude, Inec Cultura, Inec Território e Inec Tecnologia.

 

Sobre a Ação da Cidadania

Nasceu em 1993, formando uma imensa rede de mobilização de alcance nacional para ajudar 32 milhões de brasileiros que, segundo dados do Ipea, estavam abaixo da linha da pobreza. Entre 1993 e 2005 foram arrecadadas 30.351 toneladas de alimentos em todo o Brasil, beneficiando 3.035.127 famílias. Entre 2006 e 2010 foram distribuídos 2.300.000 brinquedos e 500.000 livros em todo o país.

 

Criada no auge do Movimento pela Ética na Política, a Ação da Cidadania contra a Fome, a Miséria e pela Vida transformou-se no movimento social mais reconhecido do Brasil. Seu principal eixo de atuação é uma extensa rede de mobilização formada por comitês locais da sociedade civil organizada, em sua maioria compostos por lideranças comunitárias, mas com participação de todos os setores sociais.

Você também pode gostar leia