Co Laboratório em Artes Circenses realiza ciclo especial de atividades formativas a partir desta sexta-feira, 23

 
Pensando o circo, os corpos podem alcançar o inimaginável. A reflexão acrobática inaugura a temporada das possibilidades lançando o convite: O projeto de formação experimental CoLaboratório em Artes Circenses (Colab Circo) realiza, a partir desta sexta-feira, 23, uma série de aulas e atividades voltadas para a investigação de processos criativos.

Compõe a programação especial deste mês o seminário “O Risco Que Vem”, um curso de acrobacias no equipamento quadrante e o laboratório Circo Futuro. Gratuitas e com públicos-alvos variados, as ações se estendem até 30 de novembro, no Galpão da Vila, Benfica, sede do CoLab Circo.

Segundo o artista Eric Vinicius, um dos organizadores do Colab Circo, as ações devem contribuir para fortalecer o panorama do circo em Fortaleza a partir do aumento de possibilidades de escolhas para artistas que já atuam e para os que desejam ingressar na área. “O circo na cidade de Fortaleza ainda é uma linguagem frágil no que diz respeito à diversidade da formação, apesar de termos grupos bastante sólidos nas suas carreiras, ainda precisamos de uma variedade maior de modalidades praticadas na Cidade.” Observa, considerando que o ciclo de atividades especiais de novembro preza pela diversidade.

O seminário “O Risco Que Vem” marca o início da programação ocupando o Galpão da Vila na noite do dia 23, a partir das 18 horas. Ministrado por Eric Vinicius, o colóquio propõe diálogos sobre o cotidiano dos artistas de circo e sobre a relevância de ambientes de formação, e é direcionado a artistas de variadas linguagens e demais interessados em artes circenses.

Também no dia 23, acontece a primeira de uma série de aulas de “quadrante”, técnica acrobática desenvolvida em aparelho homônimo. O curso, que terá duração de três dias e nível básico, é voltado aos alunos do Colab Circo que estão completando um ano de participação no projeto. Conduzido pelo artista brasiliense Daniel Lacourt, o curso deve proporcionar uma apreciação da modalidade, que está entre as opções elegíveis pelos alunos do CoLab para prática durante os próximos dois anos.

Encerrando o ciclo de ações formativas extra-curriculares do Colab em novembro, o Galpão da Vila recebe, entre os dias 26 e 30, a primeira edição do laboratório internacional de artes circenses Circo Futuro em Fortaleza. O programa contemplará propostas autorais de 12 artistas com tutoria para a investigação de noções de composição e dramaturgia na área do circo. Os participantes do Circo Futuro foram selecionados em convocatória lançada em outubro.

O ciclo de atividades formativas é uma realização do CoLaboratório em Artes Circenses, projeto desenvolvido mediante parceria entre Artelaria Produções, Galpão da Vila e Grupo Fuzuê, com o apoio do Governo do Estado do Ceará por meio do edital Escolas da Cultura para o triênio 2018-20.
Serviço

Ciclo de atividades extra-curriculares do Colab Circo para novembro

Período de realização: entre 23 e 30 de novembro

Local: Galpão da Vila – Rua Joaquim Magalhães, 115, Vila Demetrius, 01, Benfica.

Atividades:

Seminário O Risco Que Vem

Data e horário: 23 de novembro, a partir das 18h

Ministrante: Eric Vinicius

Público-alvo: Artistas de todas as linguagens e outros interessados em artes circenses

Curso de acrobacias em quadrante

Data e horário: de 23 a 25 de novembro, das 14h às 18h

Ministrante: Daniel Lacourt

Público-alvo: alunos do CoLaboratório em Artes Circenses

Laboratório Circo Futuro

Data e horário: de 26 a 30 de novembro, das 14h às 18h

Ministrante: Beatrice Martins

Público-alvo: artistas circenses com três anos de atividades ininterruptas aprovados em convocatória realizada em outubro

Todas as atividades são gratuitas.

Você também pode gostar leia