Browsing Tag

Teatro do Via Sul Shopping

Passo de Arte Norte e Nordeste chega à 12ª edição

 

 

Já é tradição. Todo mês de maio jovens bailarinos de vários estados se encontram em Fortaleza para dançar sob o olhar atento de um corpo de jurados. É o Passo de Arte Norte e Nordeste, etapa regional de um dos mais importantes eventos de dança do país. O 12º Passo de Arte Norte e Nordeste acontece de 24 a 27 de maio no Theatro Via Sul.

Da 12ª edição do Passo de Arte Norte e Nordeste participam 22 escolas ou grupos de dança do Ceará, Piauí, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Pará e São Paulo, com trabalhos de balé clássico, contemporâneo jazz, sapateado, danças urbanas e populares. São cerca de 1000 bailarinos em busca de vagas para o 26º Passo de Arte, evento internacional que acontecerá em julho deste ano em Indaiatuba, São Paulo que, por sua vez, selecionará bailarinos para o CIB – Concurso Internacional de Bailado do Porto, em Portugal, e para o European Balle Grand Prix, em Viena, Áustria, ambos em 2019.

Os participantes do Passo de Arte Norte e Nordeste concorrem a prêmios em dinheiro ofertados ao melhor bailarino, a melhor bailarina, o melhor grupo e o melhor coreógrafo. Há ainda a classificação por gêneros e modalidades. As edições regionais classificam os participantes por categorias específicas onde os trabalhos são agrupados por modalidades e avaliados por uma comissão julgadora qualificada.

O JURI – Para avaliar os participantes do 12º Passo de Arte Norte e Nordeste, o júri será composto pelos professores: Erika Novachi (SP), Carol Pagano (MG), Bruna Miragaia (SP) e Jonathan Pikolé (SP).

Além de ser um estímulo a jovens bailarinos da região, o Passo de Arte Norte e Nordeste é, para quem gosta de dança, uma vitrine do que está sendo feita na área e uma oportunidade de assistir a diversos gêneros de dança.

PROGRAMAÇÃO

Dia 24 (quinta)

18h – Solos Clássico Pré / Duos e Trios Clássicos / Conjuntos Estilo Livre Pré e Adulto / Conjuntos de Clássico / Conjuntos de Repertorio

Dia 25 (sexta)

18h – Solos Clássicos Juvenil e Adulto / Conjuntos de Estilo Livre Juvenil e Avançado

Dia 26 (sábado)

13h30 – Solos Clássicos Avançado / Duos Livres / Conjuntos de Contemporâneo / Conjuntos de Jazz Juvenil / Conjuntos de Danças Urbanas Pré e Avançado

18h – Solos Livre Juvenil e Avançado / Conjuntos de Danças Urbanas Juvenil e Adulto / Conjuntos de Jazz Adulto

Dia 27 (domingo)

13h30 – Solos Livres Pré / Pas de Deux / Grand Pas de Deux / Variações de Repertório

18h – Solos Livre Adulto / Trios Livres / Conjuntos de Jazz Avançado / Conjuntos de Danças Populares / Conjuntos de Sapateado

PREMIADOS NO PASSO DE ARTE N/NE 2017

Melhor Bailarina: Thais de Mello – Centro Coreográfico Leandro Mello – Fortaleza/CE

Melhor Bailarino: Aladson Barreto – Grupo da EDTAM – Natal/RN

Melhor Coreógrafo: Leandro Netto – Centro Coreográfico Leandro Netto – Fortaleza/CE

Melhor Grupo: Grupo Sênior Rossana Pucci – Fortaleza/CE

Maior Nota: Maria Eduarda Macedo Souza Carvalho – Studio de Dança Fernanda Barreto – Campina Grande/PB

SERVIÇO

12º Passo de Arte Norte e Nordeste – Apresentações de 24 a 27 de maio de 2018 no Theatro Via Sul Fortaleza (Av. Washington Soares, 4335, Sapiranga, Fortaleza/CE). Horários: Dias 24 e 25 (quinta e sexta) às 18h; Dias 26 e 27 (sábado e domingo) às 13h30 e 18h. Os ingressos estarão à venda na bilheteria a partir das 13h do dia 23o: R$ 50,00 (inteira) e R$ 25,00 (meia). Meia entrada: estudantes com carteirinha, crianças de 06 a 11 anos e pessoas com idade a partir de 60 anos (necessário documento para comprovar). Crianças até 05 anos não pagam ingressos. Instituto Passo de Arte: (11)4979-5709. Bilheteria: (85)3099-1290.

PARTICIPANTES do 12º PASSO DE ARTE NORTE E NORDESTE

CEARÁ

Academia Michelle Fontenelle (Fortaleza/CE)

Academia Tereza Passos (Fortaleza/CE)

Academia Vera Passos (Fortaleza/CE)

Baillart Academia (Fortaleza/CE)

Ballet Mônica Luiza (Fortaleza/CE)

Colégio Nossa Sra. das Graças (Fortaleza/CE)

NIDAS – Núcleo de Integração e Desenvolvimento Artístico Social (Fortaleza/CE)

Escola de Dança Passos (Fortaleza/CE)

Grupo GBD (Fortaleza/CE)

Grupo Rossana Pucci (Fortaleza/CE)

Karis Studio de Dança (Fortaleza/CE)

Sense (Fortaleza/CE)

Studio de Dança Mainara Albuquerque (Fortaleza/CE)

Xênia Skeff (Fortaleza/CE)

PIAUÍ

Academia de Ballet Júlio César (Teresina/PI)

Ballet Helly Batista (Teresina/PI)

Ballet Relevê (Picos/PI)

Núcleo Piauiense de Danças Urbanas (Teresina/PI)

PERNAMBUCO

Ballet Gonzalez (PE)

RIO GRANDE DO NORTE

Biofit Academia de Dança (RN)

PARÁ

Centro de Dança Ana Unger (Belém/PA)

SÃO PAULO

Grupo Jovem Paulista (SP)

Eduardo Sterblitch estreia comédia “O Rei do Mundo” no Theatro Via Sul Fortaleza

 

O clássico espetáculo Peer Gynt, do dramaturgo norueguês Henrik Ibsen, montado em 1867, ganha uma livre adaptação para o universo brasileiro em “O Rei do Mundo – Uma Comédia Sobrenatural”, em cartaz nos dias 19 e 20 de maio, no Theatro Via Sul Fortaleza.

Com texto e direção de Roberto Alvim, a peça é protagonizada por Eduardo Sterblitch e conta ainda com Louise D`Tuani, Diego Becker, Claudinei Brandão e Thiago Brianti no elenco.

A trama é uma comédia sobrenatural que conta a história de Pedro Peregrino, de sua infância até a velhice. Mentiroso, irresponsável, egoísta e sem escrúpulos, o personagem deseja se tornar rico e poderoso, além de estar disposto a passar por cima de tudo e todos para alcançar sua meta: ser o Rei do Mundo. A narrativa o acompanha por diversas paisagens e encontros com personagens mágicos, que o ajudam a descobrir seu estranho destino, e revela uma visão egoísta do mundo que, por consequência, resulta em solidão.

Com tons de acidez e dramaticidade, a montagem faz um retrato do Brasil contemporâneo. A ideia é que a plateia se veja, se identifique e encontre novas maneiras de viver e de encarar o lado obscuro do país com toda a corrupção e violência.

FICHA TÉCNICA

Texto: Roberto Alvim (Livremente Inspirado em Peer Gynt de Henrik Ibsen)
Direção, Cenário e Iluminação: Roberto Alvim
Elenco: Eduardo Sterblitch, Louise D’tuani, Diego Becker, Claudinei Brandão e Thiago Brianti
Assistente de Direção: Juliana Galdino Produção
Geral: Sandro Chaim Figurinos: Cássio Brasil
Trilha Sonora: L.P. Daniel
Designer de Projeção: Edson Kumasaka
Produção Executiva: Igor Belleza
Produção de Cenário: Luanda Scandura
Operador de Luz : Nildo Bitencourt
Operador de Som e Projeção: Vinicius Soares
Contrarregra: Tadeu Castro
Realização: Chaim Produções

 

SERVIÇO

O Rei do Mundo – Uma Comédia Sobrenatural
Data: 19 e 20 de maio
Horário: 21h (sábado); 20h (domingo)
Local: Theatro Via Sul Fortaleza – Av. Washington Soares, 4335 – Edson Queiroz
Ingressos: Plateia superior: R$ 60 (inteira) | R$ 30 (meia entrada) – Plateia inferior: R$ 80 (inteira) | R$ 40 (meia entrada)
Duração: 75 minutos
Classificação: 14 anos
Capacidade do Teatro: 732 Pessoas
Informações: (85) 3099-1290
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.
Acessibilidade: Elevadores, rampas de acesso e assentos especiais.

Sucesso no Youtube, gêmeos Willou e Watson se apresentam no Theatro Via Sul Fortaleza

 
Os gêmeos Willou e Watson Alves, que contam com o maior canal do Youtube da região Norte e Centro-Oeste, estão trazendo o humor de Rondônia para Fortaleza, em apresentação no Theatro Via Sul Fortaleza, dia 5 de maio, às 19h, no Theatro Via Sul Fortaleza.

O canal “O que não dizer”, criado pela dupla em 2010, hoje conta com mais de dois milhões de inscritos e 191 milhões de visualizações. No Facebook a página do canal tem 526 mil curtidas e no Instagram o perfil pessoal tem 254 mil seguidores.

O canal já conquistou milhares de fãs e agora os gêmeos seguem fazendo sucesso com a turnê de shows pelo país. O espetáculo conta com diversos estilos de humor: stand-up comedy, paródias, piadas, batalha de rap, música, figurinos, entre outros.

Indicado para todos os tipos de público, o show aborda situações do cotidiano como relacionamentos e relação de mãe e filho, além das paródias mais engraçadas imitando personagens e celebridades.

A plateia vai se identificar com diversas situações dessa sátira sobre os costumes da sociedade atual. A performance e a criatividade dos gêmeos encanta e convida toda a família para darem gargalhadas do início ao fim da apresentação.

 

Serviço:
O QUE NÃO DIZER – WILLOU E WATSON
Data: 5 de maio
Horário: 19h
Local: Theatro Via Sul Fortaleza – Av. Washington Soares, 4335 – Edson Queiroz
Entrada: R$60/R$30 (superior); R$80/R$40 (inferior)
Capacidade do Teatro: 732 Pessoas
Informações: (85) 3099-1290
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.
Acessibilidade: Elevadores, rampas de acesso e assentos especiais.
Estacionamento no Shopping Via Sul

Wanderléa apresenta superprodução sobre a década de 60 no Theatro Via Sul Fortaleza

 

 

Representante maior da Jovem Guarda, um dos principais movimentos musicais da década de 1960, a cantora Wanderléa faz sua estreia em musicais no espetáculo “60! Década de Arromba – Doc. Musical”, que faz um passeio pela década de 1960, com seus principais fatos e acontecimentos. Dirigido por Frederico Reder, e roteiro e pesquisa de Marcos Nauer, a superprodução faz curta temporada no Theatro Via Sul Fortaleza de 10 a 13 de maio.

Fruto de uma extensa pesquisa feita por Frederico Reder e Marcos Nauer, 60! Década de Arromba – Doc. Musical começa com um prólogo, em 1922, contando a chegada do Rádio no Brasil, para em seguida mostrar o início da Televisão e aí sim, sua popularização na década de 1960. A partir desse ponto, a peça narra os principais acontecimentos, apresentando mais de cem canções dos mais diversos gêneros. De Roberto e Erasmo, passando por Dalva de Oliveira, Cauby Peixoto, Elvis Presley, Beatles, Tony e Celly Campello, Bibi Ferreira, Edith Piaf, Tom e Vinicius, Milton Nascimento, Gil e Caetano, Maysa, Geraldo Vandré e tantos outros nomes importantes na música. O espetáculo utiliza ferramentas de documentário (fotos, vídeos e depoimentos reais), somadas a cenas, textos e canções apresentadas ao vivo por 24 atores/cantores /bailarinos para contar a história da década de 1960.

Ícone pop da década de 1960, Wanderléa participa pela primeira vez de um musical interpretando ela mesma. A cantora sempre foi considerada um símbolo de vanguarda. Primeira mulher a posar nua grávida para uma foto e pioneira no uso das minissaias e do silicone, contribuiu para os direitos e a liberdade das mulheres de sua geração.

Produzido pela Brain+ em parceria com a Reder Entretenimento e a Estamos Aqui, “60! Década de Arromba” é uma superprodução com 20 cenários, 10 toneladas de material cênico e mais de 300 figurinos. Além dos 24 atores, conta também com uma orquestra de 10 músicos.

Um espetáculo construído a partir de canções conhecidas de todo o público, feito para toda a família, que mescla humor, números de circo, ilusionismo e cheio de emoção. Uma história cantada com fatos e músicas memoráveis. No repertório não faltam sucessos como Banho de Lua, Biquíni de Bolinha Amarelinha, Beijinho Doce, Lata D’água, Travessia, Pra Não Dizer Que Não Falei Das Flores, Era um Garoto que como eu Amava os Beatles e os Rollings Stones, Ponteio, Nós Somos Jovens, Filme Triste, Prova de Fogo, Pare o Casamento, Calhambeque, e outras internacionais como Blue Moon, La Bamba, Non Je Ne Regrette Rien, Yellow Submarine e I say a litlle prayer for you, entre tantos outros. Uma viagem no tempo!

 

 

FICHA TÉCNICA

Estrelando: Wanderléa
Direção e Produção: Frederico Reder
Roteiro e Pesquisa: Marcos Nauer
Direção Musical: Tony Lucchesi
Coreografia: Victor Maia
Figurino: Bruno Perlatto
Cenário: Natália Lana
Iluminação: Daniela Sanchez
Elenco: Amanda Döring, Amanda Lima, Ana Varella, André Sigom, Camila Braunna, Daniel Lack, Deborah Marins, Erika Affonso, Isabela Quadros, Jade Salim, Leandro Massaferri, Leo Araujo, Letícia Mamede, Rodrigo Naice, Pedro Arrais, Robson Lima, Rodrigo Serphan, Rodrigo Morura, Rosana Chayin, Tauã Delmiro e Thays Parente.

Diretora Assistente: Alessandra Brantes
Diretora Residente – Roberta Cid
Videografismo cenário: Thiago Stauffer
Direção de Arte: Barbara Lana
Desenho de Som: Talita Kuroda e Thiago Chaves
Direção de Produção: Juliana Reder e Frederico Reder
Diretor de Produção – Leo Delgado

Diretor de Marketing: Mauricio Tavares
Administrativo Financeiro: Mariana Reder e Bianca Santana
Projetos: Andrea Fernandes e Lya Baptista
Estagiário de Projetos: Victor Slaib
Captação de Apoio e Alimentação: Gerardo Franco, Glória Dinniz e Carol Alves
Produção de Comunicação e Wanderléa: Allan Fernando

Designer – Letícia Andrades
Produtores Executivos: Alex Felippe e Bárbara Dib
Produtores Assistentes: Jorge Delmond e Matheus Castro
Produtor Executivo (2ª Temporada RJ) Alex Felippe
Produtora Executiva (Temporada Campinas): Bárbara Dib
Produtor Executivo (Montagem 1ª Temporada RJ e SP) – Leandro Bispo
Produtor Assistente (Montagem 1ª Temporada RJ e SP) – Allan Fernando e Alex Felippe
Produtor Assistente (2ªTemporada RJ) – Matheus Castro
Assistente de Direção Musical: Alexandre Queiroz
Operador de Som: Talita Kuroda e Thiago Chaves
Microfonista: Camille Lago – Fernanda Nanzalli (Temporada Campinas)
Assistente de Microfonista e Rodie: Fabio Blanes
Chefe de Perucaria e Visagismo: Adriana Almeida
Perucas – Andréa Gomes e Amanda Almeida
Chefe de Camarim – Rose Marie
Camarins – Danilo Tadeu, Dayse Oliveira e Meire Paula
Canhão – Ana Claudia e Nádia Henz
Canhão – Maristela Mota e Ricardo Euzebio (Temporada Campinas)

Canhão (temporada SP e turnê) – Rosana Ferrarezi e Roger Leal
Figurinista Assistente: Teresa Abreu
Assistente de Figurino: Karoline Mesquita
Estagiária de Figurinista: Tayane Zille
Estagiária de Figurinista: Jemima Oliveira
Estagiária de Figurinista: Gabriela Silva Fernandes
Coreógrafa Assistente: Clara Costa
Dance Captain: Rodrigo Morura
Cenógrafa Assistente: Marieta Spada
Assistente de Cenografia: Guilherme Ribeiro
Diretor de Palco: Isaac Tibúrcio
Contrarregras: Filipe Tomochigue e Jonatas Alves
Maquinista: Murilo Alves e Anderson Assis
Operação e Adaptação de Luz: Sergio Martins
Operação e Adaptação de Luz: Juliano Pulsen (Temporada SP)
Operador de Video: Paulo Oliveira
Técnico de TI: Taffarel Bonfim
Técnico de TI: Wellington Oliveira (Temporada Campinas e SP)
Fisioterapia Fisio em Cartaz – Marila Loureiro (Coordenação)
Técnico de som: Roberto Teles
Técnicos de som: Claudio Marchi e Jefferson Augusto (Temporada SP)

Músicos
Vagner Mayer – Maestro e 1º Pianista
Frederico Godoy – 2º Pianista
Lalo California – Guitarra
Maycon Mesquita – Trompete
Pedro Henning – Baterista
Chiquinho de Almeida – Sopro
Carlos Augusto – Cordas
Everton de Novaes – Violino
Elton Araújo – Violoncelo
Renato Leite – Baixo
SERVIÇO

60! Década de arromba
Datas: 10 a 13 de maio
Horário: quinta a sábado às 20h e domingo às 19h
Local: Theatro Via Sul Fortaleza – Av. Washington Soares, 4335 – Edson Queiroz
Ingressos: Entre R$25 e R$150 (quinta e sexta); Entre R$35 e R$180 (sábado e domingo)
Classificação: 12 anos
Duração: 180 minutos
Capacidade do Teatro: 732 Pessoas
Informações: (85) 3099-1290 | (85) 99105-0786
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.
Acessibilidade: Elevadores, rampas de acesso e assentos especiais. Estacionamento no Shopping Via Sul

Eva Wilma apresenta sua história no Theatro Via Sul Fortaleza

 

Em um espetáculo emocionante, a cantora Eva Wilma conta nos palcos do Theatro Via Sul Fortaleza, de forma lúdica, suas memórias e experiências de 65 anos de carreira artística, iniciada nas aulas de violão e canto com Inezita Barroso. Acompanhada por seu filho, Johnnie Beat, e William Paiva, entremeia suas conversas com a interpretação de canções que fizeram parte de sua e nossa história. O espetáculo “Eva Wilma – Casos e canções” acontece no dia 28 de abril, às 21 horas.

Sua impressionante e rica memória trará lembranças da convivência com colegas, grandes atores e atrizes, músicos, cineastas, produtores e empreendedores, que construíram a cultura das artes cênicas do nosso país, desde os primórdios do século XX, no teatro, no cinema, na televisão, nos livros e no suor da dedicação ao trabalho.

O público se emocionará com as histórias, poemas e canções. Do repertório de Inezita traz os clássicos “Uirapuru” e “Azulão”. De sua convivência com Badem Powell canta, em dueto com o filho, “Samba em Prelúdio”, de Baden e Vinícius de Moraes. Do sul do país e das lembranças de suas cantorias de infancia com os pais, “Felicidade”, de Lupiscínio Rodrigues. E de sua admiração pelo poeta Ferreira Gullar e pelo mestre Villa Lobos canta “Trenzinho Caipira”. O trio encerrará interpretando “Tempo Rei”, de Gilberto Gil, que permite sentirmos que “tudo permanecerá transcorrendo, transformando… tempo e espaço navegando todos os sentidos”.

 

 

 

 

Serviço:

Eva Wilma – Casos e canções
Data: 28 de abril
Horário: 21 horas
Local: Theatro Via Sul Fortaleza – Av. Washington Soares, 4335 – Edson Queiroz
Entrada: R$30/60 (superior); R$40/80 (inferior)
Capacidade do Teatro: 732 Pessoas
Informações: (85) 3099-1290
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.
Acessibilidade: Elevadores, rampas de acesso e assentos especiais.
Estacionamento no Shopping Via Sul
Créditos fotos: John Will e Mila Maluhy

Theatro Via Sul Fortaleza recebe competição de riso “UTC – Não Pode Rir”

 

 
Sucesso no Youtube e em suas apresentações no eixo Rio-São Paulo, o UTC (Ultimate Trocadilho Championship) – Não Pode Rir, chega ao Theatro Via Sul Fortaleza para única apresentação no dia 14 de abril, sábado, às 21h.

Apresentado pelos Castro Brothers, O UTC é um campeonato realizado no formato mata-mata, onde dois oponentes se enfrentam com o objetivo de fazer o outro rir. Quem ri, perde. Em cada rodada, um dos humoristas deve pegar uma carta na mesa que contém um trocadilho infame. Ele contará o trocadilho usando qualquer artifício que quiser – imitação, vozes, acessórios externos etc.

Os Castro Brothers são um dos principais produtores de conteúdo audiovisual para internet do Brasil. Seu canal no YouTube, idealizado pelos irmãos Marcos e Matheus Castro, é um dos maiores do país – tendo mais de 290 milhões de visualizações e 2.6 milhões de assinantes.

 

Serviço:

UTC (Ultimate Trocadilho Championship) – Não Pode Rir
Data: 14 de abril (sábado)
Horário: 21 horas
Local: Theatro Via Sul Fortaleza – Av. Washington Soares, 4335 – Edson Queiroz
Entrada: R$70/R$35 (inferior); R$60/R$30 (superior)
Duração: 75 minutos
Classificação: 14 anos
Capacidade do Teatro: 732 Pessoas
Informações: (85) 3099-1290
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.
Acessibilidade: Elevadores, rampas de acesso e assentos especiais.
Estacionamento no Shopping Via Sul

Theatro Via Sul Fortaleza recebe o show “Somos Iguais” com Tânia Alves e Altemar Dutra Jr.

 

 
“Somos Iguais” reúne duas grandes vozes da música romântica da atualidade, a cantora e atriz Tânia Alves e o cantor Altemar Dutra Jr, herdeiro do saudoso pai, Altemar Dutra, o eterno trovador. Para esse trabalho foram escolhidas mais de 25 músicas que retratam a obra de grandes compositores e intérpretes do bolero e das músicas românticas que por todos esses anos encantam plateias de todo o Brasil, América Latina, América do Norte e Europa. A única apresentação acontece no dia 3 de março, às 21h, no Theatro Via Sul Fortaleza.

Mais do que um tributo, “Somos Todos Iguais” é um registro histórico e a celebração do que há de melhor na seresta, bolero e canção de todos os tempos. O projeto tem por objetivo divulgar o trabalho desses dois cantores que interpretam com maestria, a dos maiores compositores do seu gênero, entre eles Evaldo Gouveia e Jair Amorim, Dolores Duran e muitos outros. Chama a atenção a sintonia musical e no palcos destes de Tânia e Altemar, que sonhavam a tempos, fazerem um trabalho juntos. A nossa cultura carece de artistas desse porte, não só pela qualidade do seu trabalho, mas pelo resgate do melhor que a nossa música já teve. A produção artística do projeto é assinada pela Idearte Produções.

 

Serviço:

SOMOS IGUAIS – Tânia Alves e Altemar Dutra Jr.
Datas: 3 de março de 2018
Horário: 21 horas
Local: Theatro Via Sul Fortaleza – Av. Washington Soares, 4335 – Edson Queiroz
Ingressos: R$100/R$50 (inferior); R$80/40 (superior) – 1º Lote | R$ 120/60 (inferior); R$ 100/R$50 (superior) – 2º lote
Duração: 120 minutos
Capacidade do Teatro: 732 Pessoas
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.
Acessibilidade: Elevadores, rampas de acesso e assentos especiais.
Estacionamento no Shopping Via Sul
Informações: (85) 3099-1290

Sensação infantil “Bita e os Animais” faz últimas apresentações no Theatro Via Sul Fortaleza

 

 

Baseado nas animações do primeiro álbum do Mundo Bita, que recebeu o prêmio de DVD de Platina pela Sony Music e teve mais de 800 milhões de visualizações na internet, “Bita e os Animais – O Espetáculo” fez tanto sucesso no último final de semana que retorna a Fortaleza para novas apresentações no Theatro Via Sul Fortaleza, dias 20 e 21 de janeiro, às 17h.

Dirigido por Maurício Vogue, o espetáculo já percorreu diversas cidades, como São Paulo, Florianópolis, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Brasília, atingindo mais de 80 mil espectadores. Bita e os Animais – O Espetáculo é uma parceria da Cia. Regina Vogue com a Mr. Plot, produtora responsável pela criação do conteúdo Mundo Bita, que trazem aos palcos pela primeira vez este fenômeno que conquistou meninos e meninas por todo país, sucesso no Discovery Kids, Netflix e YouTube.

 

 

 

Sinopse

O Mundo Bita e´ um planeta que fica na Galáxia da Alegria, ao lado do planeta Música, do planeta Circo e de muitos outros astros divertidos. A principal missão do Bita e´ fazer com que os seus amiguinhos tenham experiências de aprendizado de forma leve e atrativa. Todas as músicas têm foco nos diversos ambientes da natureza em que vivem diferentes espécies. Então, o Bita sai em suas viagens musicais cantando e brincando com muitos tipos de animais, apresentando os habitats, os costumes e principais características dos bichos, sempre com muita alegria.

O Mundo Bita é um convite à imaginação, com músicas autorais, feitas para toda a família.

 


Serviço:

Bita e os Animais – O Espetáculo
Datas: 20 e 21 de janeiro de 2018
Horário: 17 horas
Ingressos: A partir de R$ 25
Local: Theatro Via Sul Fortaleza – Av. Washington Soares, 4335 – Edson Queiroz
Classificação: Livre
Capacidade do Teatro: 732 Pessoas
Informações: (85) 3099-1290
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.
Acessibilidade: Elevadores, rampas de acesso e assentos especiais.
Estacionamento no Shopping Via Sul

Comédia “Três casamentos, uma história” chega ao Theatro Via Sul Fortaleza este final de semana

 

 

Retratar de maneira bem-humorada como lidar com os encontros e desencontros entre um homem e uma mulher, mais precisamente de uma mulher e seus ex-maridos. Esse é o ponto de partida para a comédia “Três casamentos, Uma história”, em cartaz no Theatro Via Sul Fortaleza, dias 13 e 14 de dezembro. O espetáculo conta com Naura Schneider, Kadu Moliterno, Carlos Simões e Daniel Blanco no elenco, direção do experiente José Lavigne e produção de Caravana Produções e Voglia Produções Artísticas.

Na comédia, Joana se dá conta que só conseguiria comemorar Bodas de Prata se somasse o tempo de seus três casamentos. Então resolve convidar para jantar os ex-maridos, cada um com sua história, opções de vida e diferenças impressionantes. Durante o jantar, Joana revela um desejo e um segredo que os deixa atônitos, e ao conversarem sobre seus casamentos cada um descobre que Joana é bem diferente, em situações surpreendentes e engraçadas, às vezes dramáticas.

 

Serviço:

Três casamentos, uma história
Datas: 13 e 14 de dezembro de 2017
Horário: sábado às 21h e domingo às 20h
Local: Theatro Via Sul Fortaleza – Av. Washington Soares, 4335 – Edson Queiroz
Entrada: A partir de R$ 25
Informações: (85) 3099-1290 ou 99105-0786 (WhatsaApp)

Musical “Prometemos não chorar” faz temporada nas sextas de janeiro no Theatro Via Sul Fortaleza

 

O Grupo Ás de Teatro comemora quatro anos da estreia da comédia musical PROMETEMOS NÃO CHORAR, com temporada às sextas-feiras do mês de janeiro, no Theatro Via Sul Fortaleza. A peça, que tem grande engajamento nas redes sociais, já atraiu mais de 12.000 espectadores e participou de diversos festivais de teatro em Fortaleza.

O texto do espetáculo, escrito pelo diretor Glauver Souza em parceria com Vanessa Pinheiro e Bruno do Vale, passeia pelo universo brega, apresentando à plateia os sucessos e a estética do gênero. As canções foram escolhidas entre sucessos dos anos 1960 aos dias de hoje.

O elenco de 10 atores transporta a plateia à Fortal City, na década de 1950, para conhecer as irmãs Perfídia, Carol e Diana, que são obrigadas a trabalhar e conviver no Irapuan Clube, um bar comandado por Charlie Brown, já que a madrasta delas, Lady Laura, e sua filha, Sandra Rosa, usufruem de toda a fortuna que restou do falecido pai banqueiro das três. Enquanto Perfídia sonha em ser descoberta por Conceição, a famosa estrela de rádio, Diana se aproxima de Fernando, namorado de Sandra Rosa e sobrinho de Charlie Brown, e Carol continua investigando o mistério da morte de seu pai. Tudo muda quando ela chega perto da verdade, o que traz à tona a presença do Detetive Falcão para reacender a investigação.

As músicas bregas dão o tom indispensável na encenação. Com um repertório preenchido pelos maiores clássicos do gênero, PROMETEMOS NÃO CHORAR é uma viagem ao universo do romantismo exagerado e do amor sofrido. Todas as canções são interpretadas ao vivo pelos artistas. Figurinos e cenários transitam entre o luxuoso e o kitsch e revelam influência do Teatro de Revista de Walter Clark.

 

Grupo Ás de Teatro

O Grupo Ás de Teatro foi fundado em um ambiente educacional no bairro Montese, em Fortaleza, no ano de 2004. Em 2009, sai dos muros da escola e apresenta seu primeiro espetáculo adulto: “Você Não Consegue Parar!”, adaptação do musical “Hairspray”, com um elenco de 23 atores, a peça é construída em nove meses de ensaios e foi bem recebida por público e crítica em temporadas em diversos teatros da cidade até 2011 e obtendo público superior a 2.500 pessoas.

Em 2011, investindo na pesquisa de Teatro Musical e encarando desafios, o Ás de Teatro resolve montar um espetáculo com temática diferente do anterior. Em “Companhia” (adaptação do musical norte-americano “Company”), o grupo dissertou sobre relacionamentos adultos. “Companhia” esteve em cartaz até o ano de 2013, também recebendo plateias cheias e boa resposta da classe teatral. A peça foi reconhecida como Melhor Espetáculo, Direção, Ator, Atriz e Ator Revelação dos Prêmios Destaques do Ano de 2011.

Em outra decisão audaciosa, o Ás de Teatro muda novamente de estilo em seu espetáculo seguinte. Com “Audições Abertas – O Musical” (adaptação de “A Chorus Line”), de 2012, o elenco do grupo se renova ao contar a dura seleção de bailarinos para um espetáculo cênico.

Em 2013, celebrando seus quatro anos de trajetória profissional, o Grupo Ás de Teatro promoveu o “Concerto Ás em Quatro”. Admiradores do trabalho do coletivo e público em geral relembraram os três espetáculo anteriores, que foram retratados em algumas cenas representativas, e conferiram uma prévia da nova produção do grupo, o musical brega PROMETEMOS NÃO CHORAR. O “Concerto Ás em Quatro” foi apresentado na edição cearense do projeto Palco Giratório (em abril de2013), do Sesc, sendo o segundo espetáculo de maior público na mostra.
Após a estreia de PROMETEMOS NÃO CHORAR, o grupo, em 2016, deu mais um importante passo em sua trajetória ao estrear seu primeiro espetáculo infantil: “Os Bardos Cantadores de Histórias”. Além disso, era o primeiro espetáculo do grupo com canções autorais. Utilizando a estética Mambembe como referência, o grupo ressignificou signos presentes na cultura popular brasileira e mundial, desde sua narrativa até figurinos, objetos cenográficos e cenário.

 

Texto original de Vanessa Pinheiro, Glauver Souza e Bruno do Vale
Grupo Ás de Teatro
Direção: Glauver Souza

 

Serviço:
Prometemos não chorar – Um musical de classe
Datas: 12, 19 e 26 de janeiro (sextas-feiras)
Horário: 21 horas
Local: Theatro Via Sul Fortaleza – Av. Washington Soares, 4335 – Edson Queiroz
Ingressos: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia)
Informações: (85) 3099-1290 ou 99105-0786 (WhatsaApp)

Tiririca se apresenta no Theatro Via Sul Fortaleza com o espetáculo “Tiririca, Minha História”

 

 

Fenômeno de público por onde passa, Tiririca apresenta em Fortaleza seu espetáculo “Tiririca, Minha História”, em que o comediante narra momentos marcantes e engraçados da sua vida e faz comentários cômicos sobre sua carreira política enquanto deputado federal. O show acontece no dia 11 de janeiro, às 19h, no Theatro Via Sul Fortaleza.

Eleito em 2010 o deputado federal mais votado do país e reeleito em 2014 com mais de 1 milhão de votos, Tiririca nunca deixou de ser um palhaço em sua essência e conciliou os trabalhos na Câmara dos Deputados, em Brasília, com suas apresentações por todo o Brasil e até mesmo fora.

Como o nome de seu espetáculo já detalha, Tiririca fará uma retrospectiva bem-humorada de sua vida, desde seu nascimento até os dias de hoje. A apresentação é repleta de músicas, piadas e brincadeiras, além de críticas bem-humoradas sobre o cenário político nacional. Tiririca promete arrancar boas risadas do público com histórias da sua infância, da época em que trabalhava no circo onde atuava como palhaço, trapezista e mágico, e de seu momento atual como deputado federal.

 

Serviço:

Tiririca, Minha História
Data: 11 de janeiro de 2018
Horário: 19 horas
Local: Theatro Via Sul Fortaleza – Av. Washington Soares, 4335 – Edson Queiroz
Ingressos: R$80/40 (Inferior); R$60/30 (Superior)
Capacidade do Teatro: 732 Pessoas
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.
Acessibilidade: Elevadores, rampas de acesso e assentos especiais.
Estacionamento no Shopping Via Sul
Informações: (85) 3099-1290

‘Além do que os nossos olhos registram’ com Luiza Tomé, Priscila Fantin & Letícia Birkheuer chega ao Theatro Via Sul Fortaleza

Três mulheres, três gerações e seus conflitos. Em comum, fora os laços sanguíneos, existe o amor que une avó, mãe e neta. A peça aborda diferentes temas como família, amizades, classes sociais, racismo, homofobia e bullying. Três visões muito particulares de mundo, três olhares diferentes para problemas semelhantes. Em cartaz, dias 9 e 10 de dezembro, no Theatro Via Sul Fortaleza.

‘Além do que os nossos olhos registram’ fala sobre a convivência de três gerações de mulheres, apoiando e enlouquecendo umas às outras. E ao mostrar a complicada relação entre mãe, filha e avó, o espetáculo consegue expor de maneira emocional, as agruras e alegrias do universo feminino.

Não interessa que você, mulher, não tenha muitas amigas, nem more em uma grande metrópole, mas você já deu boas gargalhadas com as amigas falando sobre assuntos corriqueiros, sobre sua vida sexual, já se sentiu insegura em um relacionamento, já falou sobre o tamanho dos membros masculinos, já contou suas experiências sexuais, já tentou viver novas experiências, já sonhou com um príncipe encantado, já gastou mais do que podia em um sapato ou um vestido dos sonhos.

Delfina (Luzia Tomé) é uma mulher que sempre teve a cabeça livre de preconceitos. Uma mulher agitada e independente possui uma rotina dinâmica e cheia de afazeres – alguns mais típicos outros mais peculiares. Uma avó moderna e articulada. Ela se identifica com os marginalizados e, desde jovem, luta pelos direitos das “minorias”.

Violeta (Letícia Birkheuer) é uma mulher elegante, divertida e ardilosa. Seu lema de vida é: “Mantenha as aparências e impressione sempre”. Vive um casamento de fachada que lhe proporciona uma vida confortável. Ela foi sugada pelo mundo do marido, e possui uma maneira prática e decidida, às vezes, cínica de resolver os problemas e não raro é ela quem vai sobrepor a Delfina e a Sofia em termos de sensatez e amadurecimento.

Sofia (Priscila Fantin) tem uma relação conflituosa com os pais, e encontra na avó o apoio não encontrado na relação com a mãe. Seu olhar para o mundo feminino instalado à sua volta é aguçado e provocador. Ela vive às turras com a mãe, mas o novo cotidiano intensifica seus laços com a avó.

A peça narra o encontro dessas três mulheres. Três gerações e seus conflitos. Com humor, cumplicidade, amor, paixão, companheirismo e perdas.

Com patrocínio da Renner e Mapfre, o espetáculo escrito por Fernando Duarte, mesmo autor de “Callas” e Depois do amor” ambos dirigidos pela saudosa Marília Pêra, conta com direção artista de Fernando Philbert, que assinou a direção de aclamados espetáculos, tais como “O topo da montanha”, com Lázaro Ramos e Thais Araújo, “O escândalo de Felippe Dussack”, com Marcos Caruso, entre outros.

Serviço:

“Além do que os nossos olhos registram”
Gênero: Comédia dramática
Local: Theatro Via Sul Fortaleza – Endereço: Av. Washington Soares, 4.335 – Edson Queiroz
Datas: 9 e 10 de dezembro (sábado e domingo)
Horários: Sábado 21h e domingo 19 horas
Ingressos: Platia inferiro: R$ 80 (inteira) | R$ 40 (meia) | Plateia superior R$ 60 (inteira) | R4 30 (meia)
Classificação indicativa: 12 anos
Capacidade do Teatro: 732 Pessoas
Vendas: www.ingressorapido.com.br e bilheteria do Theatro Via Sul
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.
Acessibilidade: Elevadores, rampas de acesso e assentos especiais.
Estacionamento no Shopping Via Sul
Informações: (85) 3099-1290

Maitê Proença traz a comédia “A esposa ideal” ao Theatro Via Sul Fortaleza

 
 

Baseado no conto “A Mulher de Bath”, personagem dos Contos da Cantuária de Geoff rey Chaucer, uma das figuras basilares da literatura ocidental, chega aos palcos brasileiros pela primeira vez, em uma tradução que resgata a eloquência popular de sua fala. Nesta adaptação para o teatro, esta viúva de cinco maridos, nos chega renomeada como “A esposa ideal”. Maitê Proença traz a comédia dias 25 e 26 de novembro, ao Theatro Via Sul Fortaleza.

Uma mulher de vasta experiência e de ardorosa oratória conta a história de sua vida, ao mesmo tempo inusitada e exemplar, universal e única: seus amores incansáveis, seus rigorosos rancores, suas paixões e vinganças, sua peregrinação à Terra Santa, suas traições e sua grandeza, seu conhecimento profundo do pecado, da salvação e do espírito humano. Sua odisseia pessoal é entremeada com o relato fantástico de uma época imaginária: o mundo das lendas do Rei Artur, quando seres feéricos
andavam pela Terra disfarçados em forma humana.

 

 

 

Por Maitê
A viúva Alice parece uma mulher de agora, uma dessas neo femininas do movimento que ressurge, só que mais falante, mais bem articulada, inteligente e desbocada. E eu imaginava que as mulheres daquela época (A Idade Média) ficassem em casa rezando pelo marido que morreu.  Esta já enterrou cinco e quer mais um. É uma peça ágil, movimentada e cheia de surpresas. Uma mulher de bom coração,
mas com índole indomável, revive seus cinco casamentos. Há brigas de casal, socos e beijos, tem rei, tem rainha, uma velha bruxa, um cavalheiro, um estuprador e uma virgem. Tem altas DRs. E tem fadas!
A linguagem bem moderna ora parece uma conversa íntima, com o ator falando direto para a plateia, e no momento seguinte, é teatral e física, com lutas e dança.

Chaucer teve a audácia e a graça de colocar essa história, que nós transformamos em teatro, na boca de uma mulher, uma viúva libertária.  Uma mulher que ama a vida, a alegria, o riso, o sexo, os homens, a diversão.  Ela é bem falante, tem ideias arrojadas e desejos a flor da pele, e a tudo descreve sem pudor ou mentira.  Alice é profundamente religiosa, e tudo o que faz, justifica pela Bíblia.  Nela o sagrado e o profano convivem perfeitamente bem.  Isso resulta divertido e cômico.

É um texto de interesse universal.  Uma mulher falando dos jogos e artimanhas do amor, das guerras infernais no casamento, do sexo e suas armadilhas, das diferenças entre homens e mulheres,
da necessidade da soberania feminina, de seu pleito por liberdade.  São as mesmíssimas questões de hoje. Ele foi surpreendente em sua época e vai surpreender agora.

O texto traz muitas mensagens.  Tem uma história dentro da história, que é profundamente moral, com
ensinamentos lindos.  Tudo é dito de forma simples e atual, pensando na comunicação com o público. Amir Haddad e eu fizemos questão de respeitar o público pra que jamais ele se sinta menos do que aquilo que está vendo no palco.


Serviço:

“A esposa ideal” com Maitê Proença
Local: Theatro Via Sul Fortaleza – Av. Washington Soares, 4.335 – Edson Queiroz
Datas: 25 e 26 de novembro
Horário: Sábado 21 horas e domingo 19 horas
Ingressos: R$ 80 (inteira)  R$ 40 (meia entrada)
Classificação indicativa: 12 anos
Capacidade do Teatro: 732 Pessoas
Vendas: www.ingressorapido.com.br e bilheteria do Theatro Via Sul
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.
Acessibilidade: Elevadores, rampas de acesso e assentos especiais.
Estacionamento no Shopping Via Sul
Informações: (85) 3099-1290

Belchior por Marcos Lessa terá nova apresentação no Theatro Via Sul Fortaleza

 
Devido ao sucesso do show “Coração Selvagem, Marcos Lessa canta Belchior” no último domingo (12), que teve os ingressos esgotados, o Theatro Via Sul Fortaleza confirmou nova sessão do evento, que acontecerá nesta terça-feira (14), véspera de feriado, às 21h.
O show
Marcos Lessa sempre sonhou em cantar Belchior. E em meio a essa maravilhosa onda de tantos músicos homenageando este que é um dos maiores mestres e pilares da música brasileira, o cantor e compositor, a pedido de seu público, quis trazer também a sua forma de interpretar o  rico repertório de Belchior.
O diferencial dessa homenagem é justamente o formato. No belo Theatro do Via Sul, Marcos Lessa convidou o arranjador e pianista já conhecido na cena cearense e nacional Thiago Almeida para fazerem um espetáculo piano e voz. “Coração Selvagem, Marcos Lessa canta Belchior” convida o público e se concentrar e ter os ouvidos mais apurados à beleza das melodias e letras da obra do mestre Belchior nessa formação que também dá ao cantor uma liberdade imensa de interpretação conduzindo a platéia a um deleite maior dos sucessos de Belchior.
Sem luzes de LED, dançarinos, efeitos pirotécnicos nem nada parecido, Marcos Lessa alcança a alma e o coração de quem o ouve: com uma simplicidade que cativa, uma sonoridade que toca o paladar e uma verdade que aguça todos os sentidos. Aos 25 anos e com mais de 60 músicas autorais, virou gigante para honrar a MPB como herança e ser a nova esperança da boa arte.
Serviço:
Marcos Lessa canta Belchior
Local: Theatro Via Sul Fortaleza – Av. Washington Soares, 4335 – Edson Queiroz
Data: 14 de novembro (terça)
Horário: 21 horas
Ingressos: Inteira R$ 60 e meia entrada R$ 30
Pontos de venda: Bilheteria do Teatro Via Sul e no site ingresso rápido (www.ingressorapido.com.br)
Capacidade do Teatro: 732 Pessoas
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.
Acessibilidade: Elevadores, rampas de acesso e assentos especiais.
Estacionamento no Shopping Via Sul
Informações: (85) 3099-1290
Assessoria de Imprensa: VP Comunicação (85) 99248-7545 | 99234-7300

Espetáculo infantil Peter Pan chega ao Theatro Via Sul Fortaleza

 

 

 

O Theatro Via Sul Fortaleza vem inovando na programação infantil da cidade. Todos os meses um espetáculo entra em cartaz para a alegria da criançada. E desta vez, toda a magia de Peter Pan, o menino que não queria crescer, vai estar no Theatro Via Sul com o espetáculo infantil, de 4 a 19 de novembro, aos sábados e domingos, às 17 horas. Venha se encantar na Terra do Nunca!

Peter Pan uma vez saiu da Terra do Nunca e começou a escutar uma voz doce, a voz de uma menina que contava histórias. Ele, curioso, foi até a janela dela e passou a ouvir todas as histórias que ela contava. A menina linda se chamava Wendy e tinha dois irmãos: João e Miguel. Peter se apresentou a eles e os convidou para dar uma volta. Wendy estava tão fascinada com aquilo tudo que os irmãos foram para acompanhá-la.

Wendy e seus irmãos conheceram a aldeia dos índios, avistaram o barco pirata e viram os meninos perdidos. De repente, Capitão Gancho avista Peter Pan e seus novos amigos e resolve atacá-los. Peter, Wendy e seus irmãos conseguem fugir e vão se esconder na casa dos meninos perdidos. Eles moravam dentro de uma árvore oca e usavam roupas todas rasgadas. Encantaram-se com Wendy. Ela vendo que eles tinham muita vontade de ter uma mãe começou a contar lindas histórias.

Um belo dia, Capitão Gancho raptou a Princesa Índia Olhos de Lince. Todos se mobilizaram e Peter Pan a salvou do Capitão Gancho. O tempo passou e não satisfeito, o Capitão armou um plano de raptar os meninos perdidos e conseguiu! Raptou-os e  levou-os para seu navio Hiena dos Mares. Lá, ele os jogaria no mar para serem engolidos pelo crocodilo tic tac. Mas quando o pior iria acontecer, Peter Pan aparece e salva seus amigos. Ele luta valentemente contra o Capitão Gancho e vence a batalha.

Wendy, então, pede para voltar com seus irmãos para sua casa, pois seus pais poderiam estar preocupados. Peter Pan então os leva. Ao chegar na casa de Wendy, seus irmãos entram e ela fica para dar o último adeus a Peter Pan. Eles conversam e ela pergunta se ele não quer ficar ali com eles. Ele diz que não, pois a Terra do Nunca é a sua casa e lá ele não cresceria e poderia viver para sempre como criança. Ele se despede de Wendy. Ela o observa pela janela com saudades.

Elenco: João (Rebeca Louise), Miguel (Anny Maia), Wendy (Taynara Tavares/Lia Serra), Pai de Wendy (Luis Costa), Caolho (Erick Amaral), Mãe de Wendy (Natali Lima), Sereia (Beatriz Jansen), Peter Pan (Lucas Cavalcante, Náná (Tanile Ferreira do Carmo), Crocodilo (Ilo Campos), Gancho (Hiroldo Serra), Barrica (Cristiano Marques), Bicudo (Manuela de Sousa Vasconcelos), Calado (Lohayne Adrianne), Pequeno    (Gabriela Barroso Alves), Sininho (Laís Helena Camuça), Princesa Olhos de Lince (Larissa Goes).

Corpo de Baile: Larissa Goes, Fernando Moura, Taynara Tavares, Ana Beatriz dos Santos Jansen, Euvaldo Barros, Tanile Ferreira do Carmo, Sandy Estefane, Ilo Campos.

 

 

Serviço:
Espetáculo infantil  “Peter Pan”

Local: Theatro Via Sul Fortaleza – Av. Washington Soares, 4.335 – Edson Queiroz
Datas: 4, 5, 11, 12, 18 e 19 de novembro
Ingressos: Platéia inferior: Inteira R$ 20 e meia entrada R$ 10
Classificação indicativa: Livre
Capacidade do Teatro: 732 Pessoas
Vendas: www.ingressorapido.com.br e bilheteria do Theatro Via Sul
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.
Acessibilidade: Elevadores, rampas de acesso e assentos especiais.
Estacionamento no Shopping Via Sul
Informações: (85) 3099-1290