Browsing Tag

Projeto Social

Toquinho realiza concerto “Música em Prosa e Versos” no Teatro Tapera das Artes, sábado (15)

 

A programação anual do Encontro Mestre & Aprendiz Contraponto Harmônico, da associação Tapera das Artes, encerra em grande estilo com a apresentação do cantor, compositor e violonista Toquinho no sábado (15), às 17h, em Aquiraz. O projeto, que proporciona o intenso aprofundamento do estudo da música, ao mesmo tempo em que promove e estimula a regionalização da produção artística com valorização das culturas locais, recebeu ao longo do ano de 2018 dez mestres convidados, sendo sete nacionais e três internacionais.

“Construir acordes e harmonias, fazer música e poesia” é a profissão de Toquinho, que sabe harmonizar também a vida no compasso do prazer”. Para ele, o violão passou a ser o prolongamento do próprio corpo. A cada dia o artista dedica-se mais, como se o instrumento fosse um bebê recém-nascido, exigindo sempre cuidados aprimorados; e o instrumentista, um pai extremoso, ambos se completando, permitindo que a vida os confunda em madeira e pele, cordas e coração. Do bojo de seu violão, ele extrai o néctar capaz de garantir o lema de seus dias: “só tenho tempo para ser feliz”.

Na sexta-feira (14), às 18h, no ciclo de Diálogos Sinfonia, um polo de discussão mediada com grandes artistas da música instrumental nacional, Toquinho encontra-se com o público na Tapera das Artes. Já no sábado (15), às 17h, o músico realizará o concerto “Música em Prosa e Versos”, trazendo grandes sucessos como: “Tarde em Itapuã” e “Ao que vai chegar”.

O concerto Encontro Mestre & Aprendiz Contraponto Harmônico tem entrada gratuita. Será respeitada a capacidade máxima de 350 pessoas no teatro, com ingressos distribuídos uma hora antes do evento.

Sobre Toquinho

Dotado de uma natureza lúdica e leve, divertir-se foi sempre seu prato predileto em torno de várias mesas: de bar, de restaurante, de futebol de botão, de sinuca. Passou a fazer do palco uma extensão das tramas futebolísticas, onde, mesmo nos momentos mais complicados, encontra escape para uma pilhéria, uma risada que ajuda a encarar o trabalho como uma prazerosa alegria. Entrega-se à profissão sem escravizar-se a ela, ao contrário, renovando com ela seu lado de menino nas decisões mais intrincadas.

Tudo começou no ano de 1959, no limiar da Bossa Nova. A maneira transformadora de João Gilberto interpretar “Chega de saudade”, com sua inusitada batida de violão, estimulou Toquinho a aprender a tocar o instrumento. Aos 14 anos já tinha aulas com seu principal mestre, Paulinho Nogueira. Então, com Edgard Gianullo, enriqueceu conhecimentos harmônicos e aprimorou-os com o amigo Oscar Castro Neves. O estilo de Baden Powell tornou-se irresistível ao então iniciante Toquinho, que, a fim de ampliar a técnica, buscou em Isaias Sávio a intimidade necessária com o violão clássico.

Iniciou sua carreira profissional na década de 1960 ao lado de grandes nomes da Música Popular Brasileira, como Taiguara, Chico Buarque, Elis Regina, Zimbo Trio, Caetano Veloso, Gal Costa, Maria Bethânia, Gilberto Gil, e Paulinho da Viola. A grande amizade com Chico Buarque propiciou-lhe a primeira parceria musical, “Lua cheia”, a primeira composição de sua carreira. Também com Chico, viveu sua primeira experiência fora do Brasil, em 1969, quando permaneceu ao lado dele, na Itália durante sete meses. Seus primeiros sucessos surgiram em parceria com Jorge BenJor, na canção “Que maravilha”, e com Paulo Vanzolini, na canção “Boca da noite”, essa com grande destaque no terceiro Festival Internacional da Canção Popular realizado no Rio de Janeiro, em 1968.

Uma das pérolas da sensibilidade de Toquinho é a parte de sua obra que abrange o mundo infantil. São cerca de 40 canções que encantam as crianças porque Toquinho sabe brincar com elas de uma forma inteligente, mantendo um humor lúdico na junção das letras com as melodias.

Sobre o projeto “Encontro Mestre & Aprendiz” – Contraponto Harmônico

O projeto “Encontro Mestre & Aprendiz – Contraponto Harmônico” oferece ações educativas que resultam em concertos interativos. O projeto foi idealizado para aproximar jovens aprendizes com nomes consagrados da música instrumental do mundo inteiro.

Tem realização do Centro de Pesquisa e Difusão da Arte-Imaginário, Co realização da Tapera das Artes, e parceria com a Plataforma Sinfonia do Amanhã, patrocínio da Usibras, Verdes Mares, Hipercor, Esmaltec, FAN, Dakota, Frezenius, M. Dias Branco, Acal, Banco do Nordeste, Cagece, Eletra Energy e Casa Freitas. Conta com apoio institucional da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará e da Secretária de Cultura Municipal de Aquiraz e consultoria executiva da Quitanda das Artes. Agradecimento especial à Enel Distribuição Ceará.

Plataforma Sinfonia do Amanhã

No intuito de ampliar sua atuação, ao mesmo tempo em que fortalece laços colaborativos, o Encontro Mestre & Aprendiz recebe estudantes de diversas instituições que trabalham educação musical em todo o estado do Ceará vinculados ao projeto Plataforma Sinfonia do Amanhã. Organizações que, assim como a Tapera, disponibilizam recursos artísticos e pedagógicos para crianças e jovens em situação de vulnerabilidade, numa perspectiva de ampliar as possibilidades de desenvolvimento social. A Plataforma, em 2018, conta com 26 instituições, sendo 22 delas no Ceará, uma na Bahia, uma em Goiás e duas no Rio Grande do Sul.

Associação Tapera das Artes

A música sempre foi a grande paixão de Ritelza Cabral, idealizadora da Instituição Tapera das Artes. Em 1993, iniciou voluntariamente ateliers com 30 crianças e adolescentes oriundos de famílias de baixa renda do distrito de Tapera, no município de Aquiraz, ocupando as mangueiras de seu sítio. O trabalho logo criou corpo e em pouco tempo já existiam 60 crianças abrigadas nas sombras dos manguezais, e os sons dos pífaros repercutiam intensamente, encantando rendeiras, pescadores, agricultores e familiares dos pequeninos músicos.

O sucesso que o programa gerou na comunidade possibilitou em pouco tempo a sua expansão, propiciando nos anos seguintes a inclusão de novas ações educativas, com atividades voltadas para o desenvolvimento de diversas atividades artísticas. As mangueiras já não eram suficientes para abrigar os participantes e em 1996 os pequeninos estavam ocupando espaço apropriado na primeira sede da instituição. A partir daí foi possível a implantação de um programa pedagógico permanente, que gerou vários grupos musicais artísticos, dentre eles a Orquestra Bachiana Jovem de Aquiraz, criada com apoio do Maestro João Carlos Martins, sob a regência do Maestro Ênio Antunes. Outras conquistas merecem destaque: o Centro Cultural, parceria com a Fundação Vita, e o Teatro Escola da Tapera das Artes, com recursos não reembolsáveis do BNDES; ambos oferecem ações formativas de relevância para a cultura no Estado do Ceará.

O compartilhamento é parte do DNA da Tapera das Artes, que desde sua fundação vem cumprindo um importante papel no seu território, município de Aquiraz, litoral leste do Ceará, propiciando a formação integral, desenvolvimento do potencial humano, suas competência e habilidades, e o enriquecimento cultural de crianças, adolescentes, jovens e seus familiares, moradores da região, com oferta de vários projetos e programas que têm como eixo central a música, mas que trabalham a formação do ser para posturas cidadãs ao longo da vida.

 

Serviço:

Encontro Mestre & Aprendiz – Contraponto Harmônico apresenta Toquinho (SP), com:

Diálogos Sinfonia

Data: 14 de dezembro (sexta), às 18h

Local: Tapera das Artes

Concerto “Encontro Mestre & Aprendiz Contraponto Harmônico”- Música em Prosa e Versos

Data: 15 de dezembro (sábado), às 17h

Local: Teatro Tapera das Artes (Rua Antônio Gomes dos Santos, S/N – Centro, Aquiraz / Ao lado do Parque Ecoeducativo Engenhoca).

Informações: (85) 3361-2704 / 987548496

ACESSO GRATUITO

Será respeitada a capacidade máxima de 350 pessoas no teatro. Distribuição de ingressos uma hora antes do evento.

Tapera das Artes – Aquiraz (CE)

http://www.taperadasartes.org.br/

Facebook: Tapera das Artes

Instagram: @taperadasartes_

A Associação Vidança Conta a Trajetória da Companhia em espetáculo.

 

Intitulado “Histórias de Acordar o Amanhã”, o atual espetáculo da Vidança reúne dramaturgia e coreografia para contar a trajetória da Companhia e, promete ser um dos momentos mais importantes da Associação, que este ano chegou a 37 anos de pleno funcionamento.

Com a direção assinada pela coreógrafa e bailarina Anália Timbó, “Histórias de Acordar o Amanhã” nasceu dos exercícios de criação coreográfica dos alunos, no qual foi proposto que expressassem, através dos movimentos, contos de sua própria vivências. As aulas inspiraram Anália, que rememorando a fundação do Vidança, montou a narrativa.

A história, que é contada em tom de fábula e realismo fantástico, conta do seu nascimento as margens da Barra do Ceará; a sua fixação na comunidade do bairro Vila Velha; as dificuldades; as glórias; a trajetória dos alunos, professores e colaboradores da Instituição. O cenário e figurino do “Histórias” também partiu do processo criativo das aulas, onde os alunos bordaram suas impressões do mundo.

Todos os movimentos e passos foram criados com a intenção de contar uma narrativa. A professora de Ballet Clássico do Vidança Socorro Timbó, afirma que: “No exercício de criação, a Anália espalhava retalhos sobre o chão e com a ajuda deles ela nos orientava que fossemos contando um pouco das nossas histórias com os retalhos. O corpo que fala.”

A música do “Histórias” também é algo a se notar, os contos tem a sonorização do grupo “Tambatuque das Marias” também da Associação que além de produzirem a música, produzem também os instrumentos.

O “Histórias de Acordar o Amanhã” foi possível por meio do edital do X Mecenas atreves da Enel. E com apoio da M Dias Branco, CEGÁS, Casa Brazil, Criança Esperança, Bolha D’gua, Cedeca, e COMDICA, Secretaria de Cultura do Ceará (SECULT CE) e Governo do Estado.

 

Vidança

Há 37 anos a Associação Vidança Cia. de Danças do Ceará auxilia crianças, jovens e adultos na construção de seus sonhos, por meio da dança, música e literatura. O projeto nasce pelas mãos da bailarina e coreógrafa, Anália Timbó, às margens da Barra do Ceará e, atualmente, se encontra nas ruas da comunidade do bairro Vila Velha.  O Vidança conta com atividades gratuitas de Ballet Clássico e Contemporâneo; Danças dramáticas; Capoeira; Hip-Hop; Dança Funcional; Percussão e construção de instrumentos; Violão; Flauta; Artes Manuais como o bordado e o fuxico e corte e costura.

 

Serviço:

CURTA MAIS TEATRO: “Histórias de Acordar o Amanhã”, com Companhia

Vidança.

Data: Sexta, 07 de dezembro, às 19h.

Local: Cineteatro São Luiz – Rua Major Facundo, 500

Gratuito | Aberto ao público

Classificação: Livre

Duração: 1h

 

Associação Vidança – Cia. de Dança do Ceará

 

Site: www.vidanca.org.br

Facebook: fb.com/ciavidanca

Instagram: @ciavidanca

Violonista e compositora Badi Assad faz apresentação neste sábado (24) no Teatro Tapera das Artes, em Aquiraz

 

Cantora, compositora e violonista virtuosa. No ano em que a artista completa 27 anos de carreira, Badi Assad chega ao Ceará para uma série de apresentações dentro do projeto “Encontro Mestre & Aprendiz” – Contraponto Harmônico, na associação Tapera das Artes, em Aquiraz, zona metropolitana de Fortaleza. Badi busca romper o lugar comum, experimentar e se reinventar, modificando formas tradicionais no uso dos instrumentos, inovando no violão e criando diversos efeitos vocais.

O projeto foi desenvolvido para possibilitar a aproximação de jovens aprendizes com consagrados artistas da música instrumental brasileira e internacional, permitindo um intenso aprofundamento do estudo da música, ao mesmo tempo em que promove e estimula a regionalização da produção artística com valorização das culturas locais. A artista ministrará, entre os dias 20 e 23 de novembro, uma série de oficinas e encontros na Tapera das Artes, em Aquiraz, dentro da programação de Residência Artística.

Na sexta-feira (23), às 18h, no ciclo de Diálogos Sinfonia, um polo de discussão mediada com grandes artistas da música instrumental nacional, Badi Assad encontra-se com o público na Tapera das Artes. Já no sábado (24), às 17h, a musicista realizará o concerto “Sintonia dos Sons: Corpo e Instrumento Vocal”, trazendo sua música e poesia para o público cearense.

O concerto Encontro Mestre & Aprendiz Contraponto Harmônico tem entrada gratuita. Será respeitada a capacidade máxima de 350 pessoas no teatro, com ingressos distribuídos uma hora antes do evento.

 

Sobre Badi Assad

Badi Assad completa no ano de 2018 27 anos de uma carreira que conquistou o cenário internacional. A artista busca romper o lugar comum, experimentar e se reinventar. Cantora, compositora e violonista virtuosa, cria e explora os sons, seja modificando formas tradicionais no uso dos instrumentos, inovando no violão ou pelos diversos efeitos vocais.

Atualmente, Badi vem dividindo-se entre os compromissos no Brasil e no exterior, entre shows e workshops, participando ainda de iniciativas humanitárias relacionadas a música, como o projeto internacional Saffron Caravan, The Genesis World Music. No Brasil, está apresentando o show especial #badi25anos, seu último disco Singular e Cantos de Casa, seu projeto para crianças. Atua na direção musical e como personagem central (uma pedra ametista) do Cortejo das Vidas Preciosas – Ópera das Pedras, projeto social de arte-educação anual na periferia de São Paulo. É colunista musical da revista TOP Magazine e, ao lado da família, inspirou a criação do Festival Assad, em sua cidade natal São João da Boa Vista (SP).

Badi lançou no final de 2016 seu 14º álbum, Singular (com o nome Hatched nos EUA e Europa), onde mais uma vez se reinventa. O novo disco traz músicas autorais, parcerias (Sérgio Assad, Daved Levitan e Zélia Duncan) e releituras que atribuem roupagem brasileira à músicas do pop alternativo internacional, selecionadas de jovens artistas como Lorde, Alt-J, Mumford & Sons, Hozier e Skrillex. Como é característico em seu trabalho, Badi coloca sua assinatura musical nas canções.

Em 27 anos de carreira, sua discografia soma 14 discos lançados pelo mundo e muitos deles premiados, como Wonderland, considerado pela BBC (Londres) como um dos 100 melhores álbuns do ano e ficou em 27º no ranking da Amazon mundial. Amor e Outras Manias Crônicas, primeiro trabalho independente e totalmente autoral, conquistou o prêmio de Melhor Compositora de 2012 pela APCA (Associação Paulista dos Críticos de Arte), dele, a canção ‘Pega no Coco’ ganhou o 1º lugar no prestigiado ‘USA International Songwriting Competition’. Cantos da Casa, álbum de estreia direcionado para as crianças, ganhou o ‘Troféu Cata-Vento’ (da Fundação Padre Anchieta) como melhor disco infantil do ano. Badi Assad circula com seu trabalho pelo mundo e já foi considerada como uma das mais significativas e expressivas violonistas mulheres desta geração (Rolling Stone).

Sobre o projeto “Encontro Mestre & Aprendiz” – Contraponto Harmônico

O projeto “Encontro Mestre & Aprendiz – Contraponto Harmônico” oferece ações educativas que resultam em concertos interativos. O projeto foi idealizado para aproximar jovens aprendizes com nomes consagrados da música instrumental do mundo inteiro.

Realizadas mensalmente, de fevereiro a novembro de 2018, as ações ocupam diferentes espaços, contemplando um público vasto. Dessa forma, atua não apenas na formação dos aprendizes, mas também com foco no público geral interessado pela música em seus aspectos sonoros e teóricos. Para este ano, ainda conteremos com os concertos dos artistas:

· Novembro – Badi Assad – cantora violonista;

· Dezembro – Toquinho – cantor e compositor brasileiro.

O Projeto Mestre & Aprendiz tem realização do Centro de Pesquisa e Difusão da Arte-Imaginário, Co realização da Tapera das Artes, e parceria com a Plataforma Sinfonia do Amanhã, patrocínio da Usibras, Verdes Mares, Hipercor, Esmaltec, FAN, Dakota, Frezenius, M. Dias Branco, Acal, Banco do Nordeste, Cagece, Eletra Energy e Casa Freitas. Conta com apoio institucional da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará e da Secretária de Cultura Municipal de Aquiraz e consultoria executiva da Quitanda das Artes. Agradecimento especial à Enel Distribuição Ceará.

Plataforma Sinfonia do Amanhã

No intuito de ampliar sua atuação, ao mesmo tempo em que fortalece laços colaborativos, o Encontro Mestre & Aprendiz recebe estudantes de diversas instituições que trabalham educação musical em todo o estado do Ceará vinculados ao projeto Plataforma Sinfonia do Amanhã. Organizações que, assim como a Tapera, disponibilizam recursos artísticos e pedagógicos para crianças e jovens em situação de vulnerabilidade, numa perspectiva de ampliar as possibilidades de desenvolvimento social. A Plataforma, em 2018, conta com 26 instituições, sendo 22 delas no Ceará, uma na Bahia, uma em Goiás e duas no Rio Grande do Sul.

Associação Tapera das Artes

A música sempre foi a grande paixão de Ritelza Cabral, idealizadora da Instituição Tapera das Artes. Em 1993, iniciou voluntariamente ateliers com 30 crianças e adolescentes oriundos de famílias de baixa renda do distrito de Tapera, no município de Aquiraz, ocupando as mangueiras de seu sítio. O trabalho logo criou corpo e em pouco tempo já existiam 60 crianças abrigadas nas sombras dos manguezais, e os sons dos pífaros repercutiam intensamente, encantando rendeiras, pescadores, agricultores e familiares dos pequeninos músicos.

O sucesso que o programa gerou na comunidade possibilitou em pouco tempo a sua expansão, propiciando nos anos seguintes a inclusão de novas ações educativas, com atividades voltadas para o desenvolvimento de diversas atividades artísticas. As mangueiras já não eram suficientes para abrigar os participantes e em 1996 os pequeninos estavam ocupando espaço apropriado na primeira sede da instituição. A partir daí foi possível a implantação de um programa pedagógico permanente, que gerou vários grupos musicais artísticos, dentre eles a Orquestra Bachiana Jovem de Aquiraz, criada com apoio do Maestro João Carlos Martins, sob a regência do Maestro Ênio Antunes. Outras conquistas merecem destaque: o Centro Cultural, parceria com a Fundação Vita, e o Teatro Escola da Tapera das Artes, com recursos não reembolsáveis do BNDES; ambos oferecem ações formativas de relevância para a cultura no Estado do Ceará.

O compartilhamento é parte do DNA da Tapera das Artes, que desde sua fundação vem cumprindo um importante papel no seu território, município de Aquiraz, litoral leste do Ceará, propiciando a formação integral, desenvolvimento do potencial humano, suas competência e habilidades, e o enriquecimento cultural de crianças, adolescentes, jovens e seus familiares, moradores da região, com oferta de vários projetos e programas que têm como eixo central a música, mas que trabalham a formação do ser para posturas cidadãs ao longo da vida.

 

Serviço:

Encontro Mestre & Aprendiz – Contraponto Harmônico apresenta Badi Assad, com:

Residência Artística

Data: 20 a 23 de novembro

Local: Tapera das Artes

Diálogos Sinfonia com Badi Assad

Data: 23 de novembro (sexta-feira), às 18h

Local: Tapera das Artes

Concerto “Encontro Mestre & Aprendiz Contraponto Harmônico”- Sintonia dos Sons: Corpo e Instrumento Vocal”

Data: 24 de novembro (sábado), às 17h

Local: Teatro Tapera das Artes (Rua Antônio Gomes dos Santos, S/N – Centro, Aquiraz / Ao lado do Parque Ecoeducativo Engenhoca).

Informações: (85) 3361-2704 / 987548496

ACESSO GRATUITO

Será respeitada a capacidade máxima de 350 pessoas no teatro. Distribuição de ingressos uma hora antes do evento.

Tapera das Artes – Aquiraz (CE)

http://www.taperadasartes.org.br/

Facebook: Tapera das Artes

Instagram: @taperadasartes_

Associação Instituto Ação e Reação inicia projeto de judô, nesta quarta (11), em Massapê

 

Nesta quarta (11), a Associação Instituto Ação e Reação inicia o projeto de judô. A iniciativa é apoiada por meio do programa de sustentabilidade Luz Solidária da Enel Distribuição Ceará. A solenidade de lançamento acontecerá na sede da associação (Rua Prefeito Beto Lira, 260, Loja 01 – Centro, Massapê), às 13 horas.

Na ocasião, será realizada troca de lâmpadas para os clientes da localidade e participantes do projeto. Os clientes deverão levar uma conta de energia recente (último mês), documento com foto, duas lâmpadas florescentes ou incandescentes. Cada participante poderá trocar até 2 lâmpadas. Ao todo, serão disponibilizadas 300 lâmpadas Led.

A iniciativa atenderá crianças, adolescentes e jovens de famílias de baixa renda. O projeto de judô tem como principal objetivo contribuir com uma formação moral, intelectual e social de crianças, adolescentes e jovens. A iniciativa possibilitará o desenvolvimento de valores e habilidades, beneficiando os participantes com um melhor condicionamento físico, além de criar um ambiente de inclusão social. Pretende-se também potencializar habilidades em atletas com bom desempenho.

 

O programa

O Luz Solidária estimula o uso de eletrodomésticos eficientes por meio de descontos de 50% na compra de equipamentos novos e contribui com um projeto social. Desde a sua criação, em dezembro de 2009, o programa já trocou cerca de 62 mil eletrodomésticos, concedeu aproximadamente 31 milhões de bônus aos clientes residenciais e ofertou quase R$ 7,3 milhões a 224 projetos de geração de renda, meio ambiente, direitos humanos e capacitação no Ceará, Goiás e Rio de Janeiro.

 

Serviço

Início do projeto de judô

Data: 11/07/2018 (quarta)

Local: Rua Prefeito Beto Lira, 260, Loja 01 – Centro, Massapê

Horário: 13h

Teatro de bonecos e atividades dinâmicas de incentivo à leitura e educação ambiental marcam a segunda etapa de oficinas do Projeto Ventos que Transformam

 

Integrando atividades artísticas, culturais e de tecnologias sustentáveis para instalação dentro dos próprios espaços escolares, o Projeto Ventos que Transformam, da Echoenergia com realização do Instituto Brasil Solidário, retorna com a jornada de oficinas em Tianguá e Ubajara, nos próximos dias 14 até 19 de maio, trazendo mais atividades de educação ambiental e incentivo à leitura, com metodologias práticas, replicáveis e de integração da escola, gestão pública e toda a comunidade.

Com inscrições abertas para técnicos das Secretarias de Educação, professores, estudantes e coordenadores pedagógicos dos dois municípios, as ações terão início no dia 14 de maio, levando para a abertura um Seminário de Leitura, que será realizado no município de Ubajara/CE. Para as oficinas práticas, assim como na primeira etapa, o calendário de formações foi dividido em dois momentos, sendo o primeiro entre os dias 15 e 17 de maio, na Escola Família Agrícola de Ensino Fundamental Antônia Suzete de Olivindo da Silva, em Valparaíso e, nos dias 17 até 19 de maio, com Oficinas de Mediação de Leitura, na Escola Humberto Ribeiro Lima, em Ubajara/CE.

A semana marca também o encerramento da capacitação de Guias para o Parque Nacional de Ubajara, agendado para o dia 14 de maio, com a turma participando de uma ação em campo e colocando em prática todo o aprendizado visto em sala de aula e que trará com produto um guia impresso de trilhas e dicas para um turismo sustentável, que será doado ao parque! A atividade será realizada dentro do próprio Parque numa grande trilha da Gruta até a Caverna, oportunizando aos alunos um contato direto com situações reais na condução aos visitantes e turistas que estão sempre ansiosos para verem de perto as belezas naturais da Serra, e contam com um passeio seguro e com muitas informações do local visitado.

Já nas escolas, a expectativa é de mais uma semana intensa de muita produção e criatividade, considerando o potencial encontrado na primeira maratona de oficinas! Durante a primeira etapa, foi possível acompanhar a construção de vários espaços literários, a instalação de uma rádio escolar já em funcionamento, com vinhetas e locução dos próprios alunos, e muitos cantinhos destinados para as diversas alternativas sustentáveis e de energia limpa construídas em sala, como os chuveiros e lâmpadas solares inseridos dentro da escola. A segunda etapa de oficinas, reserva ainda mais atividades práticas, lúdicas e de participação de toda a comunidade escolar.

Nesta edição, os mais de 400 educadores e alunos das escolas de Tianguá e Ubajara, que já participaram das atividades iniciadas em abril, poderão ver de perto a construção de uma maquete de casa sustentável, utilizando os conceitos de Bioconstrução, uma Oficina de Teatro de Bonecos e Marionete, que permite a construção dos personagens ainda em sala de aula, com materiais reciclados e reaproveitados na própria comunidade, além de atividades sobre mediação de leitura e contação de histórias, aproveitando os espaços literários construídos na primeira etapa de formações, com muitas cores, formas e criatividade dos alunos e educadores das oficinas.

Segundo o Presidente do Instituto Brasil Solidário, Luis Salvatore, as ações buscaram agregar todo o potencial já existente na região, com soluções simples, didáticas e dinâmicas e que podem ser incorporadas de forma interdisciplinar no trabalho pedagógico da escola. “A primeira etapa já nos mostrou como temos aqui muitos educadores com sede de conhecimento, com motivação para replicar as ações, pois nossas ideias e sugestões pedagógicas são contextualizadas com a realidade local, são atividades que mobilizam toda a escola a refletirem sobre os cuidados com o meio ambiente, sobre a importância da leitura como ferramenta essencial de ensino, então nossa expectativa é de encerrar as atividades com muitos multiplicadores do juntos construímos, que o IBS sempre reforça nas formações que realizamos”, ressalta Luis.

Permitindo a efetivação das atividades dentro do eixo educacional de todas as escolas da região, o projeto, vem contando com a parceria da Secretaria de Educação de Tianguá e Ubajara. De acordo com a Coordenadora do Fundamental II, da Secretaria de Educação de Tianguá, Elizângela Gaspar, o projeto tem encantado não só os educadores, mas todo o núcleo gestor das escolas que estão sempre compartilhando a empolgação de participarem das atividades e de conhecerem ações simples e que podem gerar grandes mudanças no ambiente escolar.

“Estamos muito felizes com essa parceria, nós temos escutado dos educadores muitos elogios, relatando que são ideias de baixo custo com materiais reaproveitados, então é de interesse também da Secretaria levar essas ideias como ferramenta de incentivo e de mudança de conduta nas outras escolas, acreditamos muito que é possível sensibilizar outros educadores, o núcleo gestor das escolas que estão saindo das formações com uma bagagem, uma ferramenta incrível para colocar em prática e fazer a diferença dentro e fora da escola”, pontuou Elizângela.

As escolas participantes em Tianguá e Ubajara, recebem essa segunda etapa de formações com várias ações já consolidadas de transformação, principalmente, nos eixos de educação ambiental e incentivo à leitura, com doação de mudas, doação de livros, instalação de viveiros, além de equipamentos para a rádio, que ficarão como legado para a toda comunidade escolar.

 

Confira em números o impacto do projeto nas escolas participantes:

– 600 mudas doadas para arborização local;

– 02 viveiros de mudas com ferramentas e materiais para produção e arborização;

– 03 sistemas de compostagem implementados;

– 03 minhocários doados;

– 03 filtros de águas cinzas;

– 03 aquecedores de água solar;

– 03 fornos solar;

– 03 salas iluminadas com lâmpadas produzidas com garrafas PET;

– 60 adesivos de sinalização;

– Canteiros ecológicos e hortas verticais e convencionais implementadas com técnicas de reaproveitamento de materiais (recipientes ecológicos);

– 03 caixas de decomposição instaladas;

– 1000 livros doados;

– 4 estantes centrais para biblioteca doadas;

– 03 árvores literárias montadas;

– 03 espaços lúdicos para leitura implementados;

– 03 kits com 05 sequências didáticas e 11 apostilas cada;

– Material completo para catalogação de acervo literário doado para as 03 escolas;

– 03 telas para uso em teatro de sombras;

– 10 panôs decorativos;

– 48 pôsteres educativos;

– 01 rádio escolar montada e funcionando.

Instituto Brasil Solidário no Ceará

Sabendo a importância de fortalecer um elo de solidariedade em cada região que atua, o Instituto Brasil Solidário procura reforçar o conceito “Juntos Construímos” buscando apoio de instituições que agregam a sua missão nessa longa trajetória pela educação. Trabalhar em rede, mantendo assim uma “rede social” do bem com troca de experiências e parcerias, e de forma intersetorial, tem permitido que as ações sigam o modelo de multiplicação e construção do saber dentro e fora do ambiente escolar.

O projeto “Ventos que Transformam” vem sendo desenhado desde julho de 2017 com a Echoenergia e BNDES, e visa trazer aos municípios de Tianguá e Ubajara uma série de ações nos eixos de educação e economia criativa, principalmente, em áreas ligadas ao empreendimento no local.

Outros financiadores privados participam das diversas ações de desenvolvimento, em várias cidades brasileiras. São eles: Palmeirinha Ação Social; Bank of America Merrill Lynch; Machado Meyer Advogados; Overseas; Tecnisa e; Instituto Samuel Klein.

 

Serviço:

II ETAPA DE OFICINAS PRÁTICAS – PROJETO VENTOS QUE TRANSFORMAM

· TIANGUÁ

Oficinas Práticas – de 15 a 17/05;

Horário: 08 às 18h

Local: Escola Família Agrícola de Ensino Fundamental Antônia Suzete de Olivindo da Silva – Assentamento Valparaíso

· UBAJARA

Seminário de Leitura – 14/05

Horário: 08 às 12h

Oficinas de Mediação de Leitura – de 17 a 19/05;

Horário: 08 às 18h

Local: Escola Humberto Ribeiro Lima

CEDRO E EUSÉBIO RECEBEM NOVA EDIÇÃO DO PROJETO UM TOQUE DE VIDA

 

 

Música e arte como fios condutores para abrir e expandir os horizontes dos jovens carentes do Ceará, contribuindo para mudança de vida, tanto no âmbito social, familiar quanto educacional. Diante desta premissa que o projeto “Um Toque de Vida” segue na cadência e em harmonia com sua missão de contribuir para melhoria de vida de jovens. E sem sair do tom, o Projeto iniciou no Ceará nova edição no último dia 12 de março nas cidades de Cedro, Região Centro-Sul do estado e em Eusébio, Região Metropolitana de Fortaleza.

Em aulas totalmente gratuitas de teoria musical e prática de instrumentos os alunos de Cedro participam dos cursos de flauta e violão na sede da Secretaria da Cultura de Cedro. No Eusébio, os cursos de flauta e canto coral são realizados na Escola de Ensino Fundamental Mário Sales. Os cursos totalizam 250 horas/aula e no final, os alunos recebem certificado de conclusão e os instrumentos serão doados à alguma instituição da cidade que sedia o curso para que possam continuar o ensino da música.

“O objetivo não é a formação de músicos e sim promover e desenvolver a musicalidade de jovens carentes através de cursos específicos, aprimorando a criatividade, a sensibilidade e criando oportunidades de expressão artística”, destaca Leonardo Rocha, músico e coordenador do projeto.

“O projeto Um Toque de Vida se define não somente na realização de aulas e sim, na socialização através da música. O objetivo é promover e desenvolver a musicalidade de jovens carentes através de cursos específicos, aprimorando a criatividade, a sensibilidade e criando oportunidades de expressão artística”, destaca Léo Lanter, músico e coordenador do projeto.

O Projeto Um Toque de Vida é realizado pela Modo Maior Projetos Culturais e conta com o patrocínio da M. Dias Branco, via Lei Rouanet. Em Eusébio, o projeto é realizado com o apoio da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

 

Mais informações

(085) 9 8787 8742/ 9 9991 2626

http://projetoumtoquedevida.blogspot.com.br/
https://www.facebook.com/projetoumtoquedevida

Lei Rouanet permite doar parte do imposto de renda para causas sociais

 

 

Muitas pessoas desconhecem, mas através da Lei Rouanet (Lei 8.313/91) é possível destinar parte do seu imposto de renda para instituições e projetos de fomento à arte e cultura no Brasil. Esse benefício fiscal está à disposição de qualquer cidadão, seja pessoa física ou jurídica, e tem ajudado a manter projetos importantes de impacto social no país. A lei permite que o contribuinte, ao fazer a declaração de renda completa, tenha o valor investido ressarcido no ano fiscal seguinte ao ano do incentivo, na forma de abatimento ou restituição no Imposto de Renda, ou seja, ele contribui socialmente e ainda paga menos à Receita Federal.

No caso de pessoa física, a doação pode ser de até 6% do total do imposto devido, já pessoa jurídica pode destinar até 4% do total de seu imposto de renda anual, com base no lucro real. Segundo o Presidente do Instituto Brasil Solidário, Luis Salvatore, muitas pessoas não conhecem sobre a lei e deixam de participar por falta de informação. “Muitas pessoas possuem a vontade de ajudar, mas não sabem como podem contribuir com os projetos sociais, então é muito importante divulgarmos mais sobre a Lei Rouanet, no caso do Instituto, esses recursos são fundamentais para darmos continuidade as atividades que hoje já são multiplicadas em mais de 150 municípios no país. Além disso, é um mecanismo interessante aonde você pode decidir (e acompanhar de perto) para onde vai o uso de parte do seu IR”, ressalta.

Com atividades de Incentivo à leitura, arte e cultura, o Instituto Brasil Solidário já conseguiu implementar cerca de 255 bibliotecas em escolas da rede pública de várias regiões do Brasil, foram mais de 1.500 livros doados por biblioteca. Além do ambiente estruturado com organização de livros e espaços lúdicos, os cantinhos da leitura e a formação de professores também são incentivados através dos projetos. A instituição conta com um longo histórico de projetos multiplicados pelos próprios professores e até premiados por Secretarias de Educação, como 30 Minutos Pela Leitura, Anjos da Leitura, São João Literário, Teatro de Sombras, Teatro de Bonecos, Xilogravura e Oficinas de Música com materiais reutilizáveis.

A contribuição deste ano ainda pode ser realizada até o último dia útil de dezembro: o valor deve ser depositado na conta bancária específica do projeto aprovado (aberta e supervisionada pelo MinC) e, logo após o depósito, a entidade ou pessoa que propôs o projeto emite um recibo que servirá como comprovante para que a renúncia fiscal se efetue.

O financiamento direto de empresas privadas a projetos sociais tem se tornado cada vez mais difícil diante do cenário econômico em todas as regiões do Brasil e iniciativas como a Lei Rouanet, principalmente motivando pessoas físicas a participarem, tem permitido que muitas crianças e jovens possam ter a oportunidade do acesso à arte e a cultura.

Segundo dados fornecidos pelo MinC, desde a sua criação, a Rouanet já incentivou mais de R$ 16,4 bilhões pelo mecanismo de incentivo fiscal – nos últimos 20 anos, cresceu quase 100 vezes a captação de recursos via a lei: de R$ 111 milhões em 1996 para R$ 1,13 bilhão em 2016.

 

Educação, Arte e Cultura com dinheiro do seu IR!

Ações de educação, como a formação de bibliotecas e mediação de leitura, e oficinas musicais com crianças carentes, são exemplos de ações financiáveis pelo mecanismo da Lei. Com o Plano Bienal 2018-2019 do Instituto Brasil Solidário, duas cidades do Estado do Ceará receberão formação completa nas áreas de leitura e artes, com princípios de sustentabilidade e impacto em políticas públicas. Além disso o plano prevê a manutenção de ações já implementadas em diversas cidades e a produção de um livro e documentário sobre as histórias de transformação pessoais por meio dos projetos realizados.

 

Como fazer a doação!

Plano Bienal Brasil Solidário 2018-2019 (aprovado no artigo 18)

PRONAC: 177.488

Instruções de Depósito*:

Instituto Brasil Solidário – IBS

CNPJ: 07.456.934/0001-81

Banco do Brasil – 001

Ag. 6969-8

C/C: 20410-2

Maiores informações sobre os procedimentos:

Doações / Incentivo Fiscal

*Conta auditada pelo MINC e Banco do Brasil, exclusiva para realização do projeto pela Lei Rouanet. Envio do comprovante do depósito obrigatório para controle no MINC para danielle@brasilsolidario.org.br

Envolvendo mais de 100 escolas do sertão cearense, projeto promove apresentações pedagógicas sobre os modelos de Convivência com o Semiárido

 

 

Com a proposta de contextualizar o ensino em sala de aula à realidade de educadores e estudantes que vivem no Semiárido, o Projeto “Contexto: Educação, Gênero, Emancipação”, vem promovendo, durante todo o semestre, formações e acompanhamento pedagógico sobre o tema “Os Modelos de Convivência com o Semiárido”, em escolas do Sertão Central, Sertão de Canindé e Sertão de Crateús/Inhamuns.

Encerrando o primeiro ciclo de atividades das formações, as 126 escolas participantes, prepararam uma programação para apresentar o desenvolvimento das atividades em sala de aula. Durante todo o mês de novembro e início de dezembro, nos 20 municípios que contam com ações do projeto, serão realizadas várias apresentações, em espaço aberto ao público, com exposição temática e atividades culturais elaboradas pelos próprios alunos, junto aos educadores e até na comunidade, onde foram desenvolvidas atividades em campo.

A iniciativa, co-financiada pela União Europeia e a ONG We World Onlus, tem como realizadores, uma rede de organizações com vasta experiência no campo social e educacional, são elas: We World, ACACE, Cáritas Diocesana de Crateús, EFA Dom Fragoso, ESPLAR, Instituto Maria da Penha e Pastoral do Menor NE1.

Segundo o Coordenador do Projeto, Rosângelo Marcelino, logo no primeiro ciclo de oficinas, foi possível superar as expectativas de participação nas formações, o que estava previsto em 50 escolas conseguiu alcançar o número de 126 escolas, envolvendo no total mais de 1.500 participantes, sendo mais de 200 só de educadores. “A equipe percorreu cerca de 7.000 km entre as escolas que receberam as formações, estamos muito otimistas com a forma que o projeto está sendo abraçado pelas escolas e, principalmente, pelos educadores que estão participando das atividades”, ressaltou o Coordenador do Projeto.

Além dos educadores, técnicos das secretarias de educação dos municípios participantes estiveram presentes na formação para acompanhar e ser parte do processo de transformação social e educacional de sua região. De forma didática e interativa, as oficinas fizeram uma ampla abordagem sobre o conceito do Semiárido, desde um panorama nacional, regional e local, aos princípios da educação contextualizada, as experiências dos quintais produtivos, as mandalas, a agrofloresta, o sistema bioágua, além de um olhar crítico sobre o que se fala da seca no Nordeste e o que representa a realidade de quem convive nessa região. A ação foi ministrada pelas pedagogas da Cáritas Diocesana de Crateús, que foram responsáveis também pelo acompanhamento pedagógico nas escolas.

Em quatro municípios que já possuem a educação contextualizada de forma universalizada, como política pública, o projeto levantou outras temáticas também importantes dentro da proposta de levar aos professores assuntos que fazem parte da realidade e convivência dos estudantes. Em Quiterianópolis e Tamboril, o tema escolhido foi sobre a água, já em Nova Russas foi abordado sobre as sementes. No município de Ipaporanga, os educadores receberam uma formação em Mediação de Conflitos e Práticas Restaurativas, ministrada pela Pastoral do Menor Regional NE 1.

Para a Secretária de Educação do município de Solonópole, Gorete Pinto, o projeto vem proporcionando uma importante oportunidade de transformar uma visão construída ao longo de gerações. “Eu tive esse mesmo olhar opaco do semiárido, vindo dos meus pais e avós, por isso sei da importância de se trabalhar com essa temática dentro da escola e apresentar as muitas riquezas e oportunidades que estão a nossa volta, está sendo um prazer ter o projeto em nosso município”, disse.
As culminâncias de apresentação dos trabalhos sobre a formação, serão realizadas nos 20 municípios participantes, são eles: Ipaporanga, Tamboril, Quiterianópolis, Nova Russas, Ararendá, Boa Viagem, Crateús, Dep. Irapuan Pinheiro, Ipueiras, Madalena, Milhã, Mombaça, Novo Oriente, Pedra Branca, Piquet Carneiro, Poranga, Quixeramobim, Senador Pompeu, Solonópole e Tauá.

 

Sobre o Projeto Contexto: Educação, Gênero, Emancipação

Co-financiado pela União Europeia e a ONG We World Onlus, o projeto Contexto: Educação, Gênero, Emancipação, reúne uma rede de organizações com expertises em educação contextualizada, pedagogia da alternância, práticas restaurativas e cultura de paz, além de assuntos voltados para o gênero e combate à violência contra a mulher, representando os temas que serão trabalhados dentro das escolas no início de cada semestre, durante os 4 anos de realização do projeto.

Dentro de suas especialidades, cada parceiro possui papel importante no processo de sensibilização nos municípios para a construção de um novo modo de pensar o ensino, que permita uma educação emancipadora, contextualizada a realidade de cada região, com uma população consciente dos valores de sua terra e de como utilizar os potenciais do semiárido dentro e fora do âmbito escolar.

Além da afiliada no Brasil, da We World Onlus, participam como realizadores do projeto as organizações Cáritas Diocesana de Crateús, Instituto Maria da Penha, Associação de Cooperação Agrícola do Ceará (ACACE), ESPLAR, Associação de Escola Família Agrícola Dom Fragoso (EFA) e a Pastoral do Menor NE1, sendo a maior iniciativa projetual já realizada envolvendo a mobilização e aplicação da educação contextualizada nas escolas públicas municipais no Estado do Ceará.

 

Política Pública

Um dos pontos mais importantes do projeto “Contexto: Educação, Gênero, Emancipação”, é tornar essa metodologia de ensino, desenvolvida pela Rede de Educação do Semiárido Brasileiro – RESAB, uma política pública para todas as escolas dos municípios participantes do projeto.

Atualmente, os municípios de Ipaporanga, Tamboril, Quiterianópolis e Nova Russas, já desenvolvem esse trabalho pedagógico como política pública, onde foi possível universalizar a educação contextualizada em toda a rede de ensino da região. Incluindo esses três municípios, o projeto conta com a participação de mais 17 cidades, são elas: Ararendá, Boa Viagem, Crateús, Dep. Irapuan Pinheiro, Ipueiras, Madalena, Milhã, Mombaça, Novo Oriente, Pedra Branca, Piquet Carneiro, Poranga, Quixeramobim, Senador Pompeu, Solonópole e Tauá.

De acordo com o Coordenador do Projeto, Rosângelo Marcelino, a base para alcançar uma transformação social efetiva, passa pela estruturação de uma educação emancipatória e o fortalecimento das organizações sociais dentro dos municípios. “É muito importante o fortalecimento das organizações que são representativas para a sociedade, seja o diálogo com os órgãos públicos, aos conselhos de mulheres, associações, sindicatos, por isso pensamos na construção de um Grupo de Trabalho Municipal, que possa mobilizar e engajar essas instituições a estarem juntas, comprometidas em dar continuidade a esse trabalho iniciado com o projeto”, reforça o Coordenador.

Troféu de Responsabilidade Social 2017 Promoção da igualdade social e saúde de todos

 

 

 

Promovido STC – Sociedade de trabalhos comunitários com apoio do Hotel Royal Palm Plaza, acontece no dia 16 de novembro de 2017, a partir das 20h, no salão nobre da casa de Campo do The Royal Palm Plaza Resort em Campinas a primeira edição do baile Pink & Blue Gala Party, que premiará empresas, empresários, artistas e celebridades que apoiam o projeto Elos Empoderam.

O Baile está sendo realizado pela idealizadora do Projeto Elos que Empoderam, a empresária e Dra. Flávia Mellysse, em prol da Primeira Casa de Empoderamento Social (casa das Mellysses).

Contará com uma lista seleta de convidados, entre eles: empresários, artistas, formadores de opinião, autoridades e imprensa.
Abertura especial da noite ficara a cargo do Quarteto de Cordas do EloCultural acompanhado pela Soprano Quezia Silva Ferreira e pelo Tenor Irailton Cunha. A valsa será executada pela Orquestra de Câmara da Academia de Belas Artes da STC sob a regência do Maestro Daniel Albuquerque. O baile seguirá com a animação da Banda VakaLoka. Acontecerão também premiações para as empresas patrocinadoras e a solenidade com os ortoga do Título aos Embaixadores do projeto que virão de diversos lugares do pais. Essas premiações acontecerão logo no início do evento, antes do jantar.

Objetivos do projeto:
Cabe à cada um de nós proporcionar esperança naqueles que, por diversos motivos, não conseguem ter acesso ao mínimo para uma vida digna. O projeto Elo que Empoderam visa dar suporte as famílias para que possam se desenvolver social e economicamente.

Toda renda arrecada será destinada para manutenção Casa das Mellysses (1ª Casa do Empoderamento Social do Brasil) que visa dar suporte às mulheres e sua família em situação de vulnerabilidade, com, proposito de erradicar a violência doméstica através do acolhimento dessas famílias através de ações efetivas que dão suporte dentro das áreas de saúde, desenvolvimento econômico e humanização, educação e cultura, que são as bases do Projeto Elos que Empoderam.

O Pink & Blue Gala Party vem prestigiar as empresas que apoiarem a causa, unir os empresários em prol da responsabilidade social, os quais serão premiados com Selo e Troféu Elos Sustentável, feitos exclusivamente para premiá-los, pelo fato de atuarem na promoção da igualdade social e saúde de todos. Pós Evento a empresa receberá, em suas dependências, os diretores da entidade e algumas autoridades para certificação e entrega do Selo de Responsabilidade Social citado anteriormente. Um evento para seus colaboradores com música e arte.

Sobre a empresária e Dra. FLÁVIA MELLYSSE

Empresaria e palestrante na área de Empoderamento socioeconômico feminino e motivacional no Brasil e exterior, formada na área da saúde da Mulher, Doula comunitária, Embaixadora do Empreendedorismo Feminino, Diretora institucional na Câmara do Comércio Mercosul e América Latina, é formada pela PUC-Campinas, em Fisioterapia com ênfase em Terapia Pélvica. Graduada em Terapia e Educação Sexual. Doutora em Medicina Integrativa pela Faculdade de Ciências Medicas UN ICAMP.

Doutora pela Faculdade de Enfermagem – UNICAMP, especializada em Gemo terapia pelo instituto de Terapia Integrada e Oriental de São Paulo, Graduanda em Relações Internacionais – UNICAMP.

O trabalho de Flávia, está sendo reconhecido através de vários prêmios tais como: Prêmio Empreendedorismo e empoderamento feminino 29 de novembro de 2016.Premio mulher Empreendedora – Academia Brasileira de Ciências, Artes, História e Literatura. ABRASCI. Maio 2016.

Prêmio Mulher do Ano – Masp (Museu da Imagem e Som) pela sua brilhante atuação nas relações diplomáticas empresariais pelo mundo, e pela liderança em trabalhos comunitários em prol a defesa da família.
Em 2015 empossada embaixadora do Empreendedorismo feminino e diretora regional da Câmara de Industria e Comercio do Mercosul e Américas.

Serviço:
Local: Royal Palm Plaza – Casa de Campo
Endereço: Av. Royal Palm Plaza, 277 – Jardim Nova Califórnia, Campinas
Programação:
20h00 – Coquetel de abertura
21h30 – Solenidade 22h00 – Jantar à Francesa
23h00 – Sensibilização 23h10 – Abertura do Baile.
Término do evento 02h00 com “Coffee
Valores dos convites: R$ 350.00 avista ou R$ 380 até 3x no cartão
Venda online: elosqueempoderam.org
Locais de venda:
Dona Rica – Rua Dos Bandeirantes,243 – Cambuí- Campinas (19) 3294-0119
Copyway – R. Santos Dumont, 165 – Cambuí, Campinas – SP, (19) 3255-2343

Novo espaço urbano será inaugurado neste sábado (23) com a Praça do Bem Sinfonia

 

 

 

No próximo sábado (23), a C. Rolim Engenharia irá inaugurar a “Praça do Bem Sinfonia”. Por meio da iniciativa, a construtora visa dar continuidade ao seu projeto de tornar úteis os terrenos adquiridos para construção dos seus empreendimentos entre o período de aquisição desses e o início de suas obras, intervalo que dura em torno de um ano e meio, oferecendo mais uma opção de espaço público para os fortalezenses. A “Praça do Bem” é itinerante e esse já é o segundo projeto nesse sentido da C. Rolim Engenharia. A nova praça está situada onde será erguido o empreendimento Sinfonia (Rua Bento Albuquerque, 1400 – Cocó – em frente à Praça Martins Dourado), em um terreno de 2400 m².

A proposta da “Praça do Bem Sinfonia” é estimular, além da convivência saudável entre as pessoas nos espaços públicos de Fortaleza, a prática de esportes. Por isso, o espaço conta com quatro ambientes voltados para a comunidade: uma quadra de beach tênis, uma quadra de vôlei de praia, um espaço para prática de funcional e uma área para piquenique.

Vale lembrar que a primeira Praça do Bem, localizada na mesma rua do novo espaço, no terreno onde será erguido o empreendimento Melodia, manterá suas atividades normalmente, mais focada no público infantil e idoso.
Para Ticiana Rolim, diretora comercial e de marketing da C. Rolim Engenharia, a “Praça do Bem” segue com o seu propósito de proporcionar um espaço público em um terreno privado de excelente qualidade para a comunidade. “Tivemos uma ótima experiência com a primeira ‘Praça do Bem’ e percebemos que as pessoas utilizaram o espaço para os mais diversos tipos de convivência, seja para o passeio da tarde com as crianças e pets e interação de idosos, seja para a realização de piqueniques, aniversários e apresentações artísticas e ficamos muito felizes em poder oferecer um ambiente todo adaptado para tornar esses momentos mais especiais. Por isso, estamos levando a praça para um novo endereço para que outras pessoas também tenham a oportunidade de usufruir de um novo espaço de lazer e convivência”, explica Ticiana.

O lançamento da “Praça do Bem Sinfonia” acontece a partir das 16 horas, com a realização de diversas atividades, como aulão de zumba, campeonato de beach tênis, além da disponibilização de serviços como food truck saudável e distribuição de mudas de plantas. A praça estará aberta ao público todos os dias, das 7 horas às 21 horas.

 

Moradores do bairro Vila Velha II recebem 50 geladeiras novas

 

O Programa Enel Compartilha Eficiência sorteia 50 geladeiras novas e mais eficientes para os moradores do bairro Vila Velha II, em Fortaleza. A iniciativa é destinada a clientes beneficiados pela Tarifa Social (baixa renda). As inscrições para o programa ocorrem nos dias 19 (quarta), de 09h às 17h, e 20 (quinta) de 08h às 17h, na Praça Castelo de Castro (Rua 43, n° 601). O sorteio será realizado no mesmo local, no dia 20 (quinta), às 18h, e a entrega das geladeiras na sexta (21), de 07h às 10h.

Para realizar o cadastro no programa, os clientes deverão atender a alguns requisitos básicos, como ter a última conta de energia paga, ser beneficiado pela Tarifa Social de Energia (Baixa Renda) ou Rural Monofásico e possuir em casa uma geladeira velha em uso para realizar a troca.

Em 2016, o programa Troca de Geladeiras entregou seis mil equipamentos. Nos oitos anos do programa, a companhia já substituiu cerca de 93 mil geladeiras em todo o Estado. 

Luz Solidária realizará troca de 150 lâmpadas em Mundaú

 

 

A Enel, por meio do Luz Solidária, programa de sustentabilidade que realiza a troca de equipamentos e contribui com projetos sociais, realizará uma ação de Troca de Lâmpadas no 29 (quinta) em Mundaú, das 9h às 15h, na Praça da Matriz, onde lâmpadas florescentes ou incandescentes poderão ser trocadas por lâmpadas de LED.

Para realizar a troca os clientes deverão levar uma conta de energia recente (último mês), documento com foto, duas lâmpadas florescentes ou incandescentes. Cada cliente poderá trocar até 02 lâmpadas.

 

O projeto

Eficiência energética e solidariedade são as palavras-chave do Luz Solidária, projeto da Enel lançado no ano de 2009. O programa tem o objetivo de estimular o uso de eletrodomésticos eficientes, respeitando o meio ambientepor meio da troca de eletrodomésticos velhos por equipamentos novos e econômicos.

A troca proporciona a oportunidade de contribuir com um projeto social. Ao comprar um novo equipamento, o cliente recebe um desconto e escolhe um projeto social cadastrados no Luz Solidária, para com ele dividir o desconto recebido. Os projetos cadastrados têm foco na geração de renda e no desenvolvimento do estado, incentivando o micro empreendedorismo.

Para participar do projeto, basta procurar uma das lojas cadastradas em todo o estado, conhecer o programa, escolher o eletrodoméstico e um dos projetos sociais e solicitar o desconto. Os clientes que adquirirem equipamentos novos e eficientes, por meio do Luz Solidária, entregarão o equipamento antigo, que será 100% reciclado.

O Programa está em sua sétima edição, e ao todo, beneficiou 134 projetos sociais, capacitando e promovendo geração de renda para em média 10.500 pessoas. Concedeu cerca de R$ 4.800,000,00 em doações a projetos, e concedeu R$ 19.950,692,00 de bônus aos seus clientes.

 

 

Serviço:

Evento: Ação Troca de Lâmpadas LED

Data: 29 de Junho de 2017

Horário: 9h às 15h

Local: Praça da Matriz – Centro, Mundaú.

Moradores do bairro Vila Velha recebem 45 geladeiras novas

 

O Programa Enel Compartilha Eficiência sorteia 100 geladeiras novas e mais eficientes para os moradores do bairro Vila Velha, em Fortaleza. A iniciativa é destinada a clientes beneficiados pela Tarifa Social (baixa renda). As inscrições para o programa ocorrem nos dias 26 (segunda), de 09h às 17h, e 27 (terça) de 08h às 17h, no Ação Global (Av. João Pessoa, 6754). O sorteio será realizado no mesmo local, no dia 27 (terça), às 18h, e a entrega das geladeiras na quarta (28), de 07h às 10h.

Para realizar o cadastro no programa, os clientes deverão atender a alguns requisitos básicos, como ter a última conta de energia paga, ser beneficiado pela Tarifa Social de Energia (Baixa Renda) ou Rural Monofásico e possuir em casa uma geladeira velha em uso para realizar a troca.

Em 2016, o programa Troca de Geladeiras entregou seis mil equipamentos. Nos oitos anos do programa, a companhia já substituiu cerca de 93 mil geladeiras em todo o Estado. 

Projeto de Cidadania e Educação Política por meio de charges é tema de palestra com alunos da escola pública

 

 

 

Autor do livro “Trágico e Cômico – os protestos em charges”, o ilustrador e cartunista, Diogo Salles, estará nas terras cearenses nos próximos dias 26 e 27 de junho, a convite do Instituto Brasil Solidário, para ministrar uma palestra e dinâmica sobre Política e Cidadania na escola.

O cartunista, que assinou por cinco anos tirinhas e charges diárias no extinto Jornal da Tarde e, atualmente mantém uma coluna no portal ESPN FC, estará realizando a formação, durante os dois dias, na Escola Desembargador Pedro de Queiroz, em Beberibe/CE, que recebe as ações do PDE – Programa de Desenvolvimento da Educação, do Instituto Brasil Solidário.

A palestra será gratuita e pretende ser uma porta aberta ao diálogo com os professores e alunos da rede de ensino de Beberibe, Pindoretama e Cascavel, sobre o exercício da Cidadania e o pensamento crítico sobre a atual conjuntura política do país, fazendo uso da linguagem gráfica.

Segundo Diogo Salles, foi numa palestra realizada ano passado, na Bienal do Livro em São Paulo, que ele percebeu a importância de expandir esse diálogo e provocar uma maior interação dentro das escolas sobre essa temática, quando abordado por vários estudantes que mostravam total interesse em expor seus pensamentos e entender sobre o nosso papel e o que se passa na política do país. “Na Bienal do Livro, em São Paulo, percebi o interesse dos jovens em falar mais sobre política e cidadania, eles tentam ter voz à partir das redes sociais, mas precisam entender alguns princípios fundamentais, que na minha palestra e atividade, coloco como os “7 pilares da Cidadania”, que mostram conceitos importantes para o pensamento crítico sobre política”, ressalta o escritor.

Com uma linguagem acessível, leve e com traços do irônico sempre presente nas charges, a palestra utilizará como suporte o humor gráfico abordando temas transversais em Língua Portuguesa, Artes, Literatura, Jornalismo, Filosofia, Sociologia e Ciências Políticas aplicadas no dia a dia. A proposta não possui qualquer vinculação ideológica ou partidária: os temas abordados são de interesse público, estimulando o pluralismo de ideias e o protagonismo dos jovens no diálogo. Com isso, as escolas podem promover outras atividades relacionadas, com a participação de todas as turmas. Vale-se lembrar que a Escola Desembargador Pedro de Queiroz, aonde acontecerão as atividades, está recebendo outras ferramentas que estimulam o protagonismo e pensamento crítico dos jovens, como projeto de rádio e jornal escolar.

Para o Presidente do Instituto Brasil Solidário, Luís Salvatore, empreendedor cívico da RAPS – Rede de Ação Política pela Sustentabilidade, a formação ética e social também está presente entre a construção de saberes dos estudantes dentro do ambiente escolar, por isso, é muito importante trazer discussões que mantenham os jovens conscientes de seus direitos e deveres e que queiram sempre saber mais sobre o que acontece e influencia na sua comunidade ou em todo o país. “A formação faz parte das ações que prevemos no Programa de Desenvolvimento da Educação – PDE, do IBS, e o Diogo é um parceiro de longa data do Instituto, por isso, pensamos no quanto seria interessante para os jovens, ter um momento de expor suas ideias e falar sobre cidadania, com base numa linguagem mais leve e dinâmica com a realidade dos alunos e da atual conjuntura do país”, explica, Salvatore.

Constituída em maio de 2012, a Rede de Ação Política pela Sustentabilidade – RAPS objetiva contribuir para o fortalecimento e o aperfeiçoamento da democracia e das instituições republicanas mediante o apoio à formação de lideranças políticas que colaborem com a transformação do Brasil em um país mais justo, próspero, solidário, democrático e sustentável.

Ações como essas buscam colaborar também com a filosofia da RAPS, com a construção de uma sociedade mais justa, próspera, solidária, democrática e sustentável alinhadas aos valores e princípios da ética e da sustentabilidade. “Estimulamos nas escolas o diálogo e a formação de novas lideranças políticas comprometidas com esta agenda dentro de suas cidades”, complementa Salvatore.

Dividido em três módulos, a formação terá momentos de rodas de conversa e debates, além de apresentações que tratam dos conceitos básicos sobre política, as regras do bom jornalismo, o trabalho de um chargista, cases de charges que tiveram grande repercussão e notícias que foram descontextualizadas nas redes sociais. “A ideia é despertar na turma a vontade de ser um agente transformador, e não meros consumidores, apenas expectadores. Além do impacto no processo pedagógico, o programa traz um contexto profissional e atualizado acerca dos diversos meios de comunicação, que podem ser usados para inserção dos jovens no debate público, no mercado de trabalho e em atividades empreendedoras”, enfatiza, Diogo Salles.

 

Sobre Diogo Salles

Diogo Salles é formado em Publicidade pela FAAP (SP), atua como cartunista, ilustrador, designer e escritor. Publicou dois livros de charges políticas, foi chargista do Jornal da Tarde, colunista do Digestivo Cultural e colaborou com o Caderno2 (Estadão). Atualmente mantém uma coluna no portal ESPN FC e trabalha em projetos educacionais e de cidadania junto ao Instituto Brasil Solidário.

 

Brasil Solidário no Ceará

Essa nova atividade e proposta faz parte da continuidade do plano de ações e do método de ensino promovido pelo IBS para além da sala de aula, provocando temáticas chave como Educomunicação, Incentivo à Leitura, Educação Ambiental, Saúde, Empreendedorismo, Arte, Cultura e Família na Escola. Essas são as principais vertentes trabalhadas no Programa de Desenvolvimento da Educação – PDE do Instituto Brasil Solidário – IBS. Com o slogan “Juntos Construímos”, o Instituto traz entre suas ações a proposta de promover transformação social e sustentável por meio da educação.

As ações do Instituto no Ceará e no Nordeste, no ano de 2017, contam com financiamento de: Instituto Samuel Klein, Palmeirinha Ação Social, Machado Meyer Advogados, Tecnisa, OverSeas e Bank of América Merrill Lynch. Além deles, apoiadores pessoa física também realizam investimentos via leis de incentivo fiscal (Lei Rouanet).

 

SERVIÇO

Palestra Cidadania da Escola

Data: 26 e 27 de junho

Horário: 8 as 12 hrs e 14 as 17 hrs

Local: Escola Municipal Desembargador Pedro de Queiroz.

(Rua: Jose Bessa, 561 – Centro – Beberibe – CE)

Instituto Myra Eliane apresenta projetos ao IEL

Nesta terça (20), o Instituto Myra Eliane vai apresentae seus projetos ao vice-presidente do Conselho Consultivo da Faculdade da Indústria do IEL e superintendente do Instituto Euvaldo Lodi no Ceará (IEL/CE), Ricardo Sabadia.

Na ocasião, a coordenadora do Instituto Myra Eliane, Valéria Serpa, mostrará os objetivos da instituição, que visa contribuir com um futuro melhor para crianças e ajudar em sua formação humana.

Desde fevereiro, o Instituto Myra Eliane vem executando, em parceria com o Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), por meio do Centro de Apoio Operacional da Infância e Juventude (CAOPIJ), o projeto “Valores Humanos na Educação Infantil”. Por meio dele, os municípios participantes se comprometeram a inserir nas legislações municipais de normas que garantam a adequação do projeto pedagógico de todas as creches ou pré-escolas para a inclusão de conteúdo adicional especificamente direcionado à formação dos valores humanos e do caráter das crianças de até seis anos de idade.

Em abril, representantes de secretarias de educação dos municípios de Caucaia, Eusébio, Horizonte e São Gonçalo do Amarante conheceram a metodologia de ensino e passaram por formação para aplicá-la em suas cidades. O segundo momento que vem ocorrendo é o de multiplicação do conteúdo nos próprios municípios, já realizado em três deles. Esta semana, Caucaia está capacitando 35 professores de seis escolas da rede municipal de ensino para complementar a etapa por completo.

A qualificação dos professores é baseada na formação complementar e continuada capaz de lhes permitir a obtenção de uma visão humanística da educação, com base em um material pedagógico próprio para a educação infantil. Além das disciplinas convencionais, o método do Instituto Myra Eliane desenvolve nas crianças valores humanos, a fraternidade, a cooperação, a cidadania e a atuação compartilhada como forma de transformação social.