Browsing Tag

Oficinas

Cine Ceará realiza com a Cegás oficinas de Cinema de Animação em escolas públicas

 

Alunos de três escolas públicas participam este mês de um novo projeto de audiovisual realizado pelo Cine Ceará. Trata-se a Oficina de Cinema de Animação Cine Ceará/Cegás, que terá início no próximo dia 22. Este é o primeiro programa na área do cinema de animação da Companhia de Gás do Ceará, empresa que tem como sócios o Governo do Ceará, a Mitsui e a Gaspetro.

São três oficinas, cada uma realizada na própria escola dos participantes, durante três dias, totalizando 9 horas/aula. As atividades acontecerão na Escola de Ensino Médio Liceu de Messejana, na Escola de Ensino Fundamental e Médio Iracema e na E.E.M Professora Tecla Ferreira, localizadas no entorno da sede da Cegás no bairro José de Alencar. No total, 60 jovens, sendo 20 de cada escola, terão pela primeira vez a oportunidade de participar de uma capacitação técnica, artística e profissional, em animação.

As aulas serão conduzidas pelo cineasta Telmo Carvalho, professor do Núcleo de Cinema de Animação (NUCA) da Casa Amarela Eusélio Oliveira, da Universidade Federal do Ceará (UFC).

A primeira aula será introdutória no assunto, abordando o que é animação, como se produz quadro a quadro. “Vamos também falar um pouco do tema ‘Meio Ambiente e Gastronomia’ e os alunos já vão criar as ideias em grupos”, explica Telmo. No segundo dia as ideias vão ser transformadas em roteiro e os alunos vão fazer a animação propriamente dita, ou seja, vão partir para a etapa dos desenhos e da pintura. A terceira aula será dedicada à filmagem dos desenhos. “Para isso, vamos levar o equipamento, que chamamos de truca. É uma câmera ligada ao notebook e tem um programa que faz a captura quadro a quadro”, explica.

Segundo Telmo Carvalho, durante os três dias de atividade em cada oficina, os alunos são distribuídos nas funções conforme a aptidão de cada um. “A gente identifica quem tem mais habilidade para o desenho, para a arte, tem os que são mais técnicos, outros mais ligados à fotografia, então acaba havendo uma divisão entre eles nas funções de animação, arte final e filmagem”.

Encerrada cada oficina, a equipe do NUCA edita o material filmado de cada oficina, insere uma música e finaliza os três filmes, com duração de 15 a 30 segundos cada. Os três serão gravados em DVD.

 

Serviço:

Local e data das oficinas

E.E.M Liceu de Messejana – De 22 a 24/outubro, das 9h às 12h

E.E.F.M Iracema – De 22 a 24/outubro, das 14h às 17h

E.E.M Professora Tecla Ferreira – De 29 a 31/outubro, das 14h às 17h

FeiraFesta Chafurdim leva bazar e música para a Avenida Monsenhor Tabosa neste domingo, 14

 

As lojas do Centro e dos shoppings centers abrem normalmente, neste feriado de 12 de outubro. E para animar ainda mais o comércio, a Avenida Monsenhor Tabosa, maior corredor comercial a céu aberto da cidade, recebe no domingo, dia 14, a FeiraFesta Chafurdim. O evento acontecerá das 16h às 21h, no calçadão da avenida, entre as ruas Gonçalves Ledo e João Cordeiro.

A FeiraFesta Chafurdim surgiu da vontade de duas amigas estudantes de moda, Tainan Fernandes e Pérola Castro, de vender peças de brechó de uma forma diferente, que fugisse um pouco do conceito dos bazares que encontramos em Fortaleza e de valorizar temas de interesse social como sustentabilidade, música, moda e gastronomia. A partir desse conceito de feirinha de usados, Seu Divino (músico e produtor) e Kinas (Dj e produtor) se envolveram na produção para adicionar à feirinha a ideia de festinha.

A Chafurdim começou em outubro de 2017 pelo bairro Benfica e passou a circular em outros bairros e espaços culturais da cidade. No mês em que comemora um ano, a feira chega a avenida Monsenhor Tabosa em parceria com a Almont (Associação de Lojistas da Avenida Monsenhor Tabosa) e o Instituto Iracema, com o apoio da Revival Brechó e Loja Compartilhada. Nesta edição, terá um grande número de expositores, além de contar com oficina, mesa de ilustradoras, gastronomia e atrações musicais.

 

Quem faz a Chafurdim de Outubro

Música: Dj Kinas, Trio de Forrozin.

Expositores de usados e upcycling: Revival Brechó + Loja Compartilhada, Linha de Peças, Desengaveta Leve, Pele de marfim, Lindo Sebo Delirante, Ambulante, Bonite.ce, Brechó Dona Bella, Muambada Brechó, Pitéu Store, Brechó Conceito, Fundo do Baú, Kiz Collection, Brechó Retroagir, Juhfstore, Elis Santos Antiquário, Brechó JAH JAH e Saturno Exchange.

Alimentação e bebida: Crepe Ne, Pitanga – coisas de comer, De mãe e filha, Borges Baker, Drinks do Divas e Ateliê Feito Nós.

Oficina: Vivência em Upcycling e Desperdício Zero na Moda: para pensar a moda sob o olhar da sustentabilidade, com Mariana Castillo (Ateliê Pavão Misterioso).

Ilustradoras: Raisa Cristina,Ceci Shiki, Flávia Rodrigues.

Sarau: Palavra e Resistência.

Roda de Vivência em Bordado: Aberto ao público.

SENAC REALIZA OFICINAS DE GASTRONOMIA DURANTE FESTIVAL COSTUME SAUDÁVEL

 

O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial do Ceará (Senac/CE) participa mais um ano do maior evento de vida saudável do Norte e Nordeste, o Festival Costume Saudável, que em 2018 chega a 6ª edição. Com mais de 200 atividades, o Festival acontece dos dias 24 a 26 deste mês, das 16 às 22 horas, no Shopping RioMar Fortaleza, proporcionando aos participantes oficinas, shows, palestras, exposições e atividades esportivas.

Quem quiser aprender receitas saudáveis e saborosas, pode participar das oficinas que acontecem durante os três dias do Festival, no espaço do Senac. Na programação, tem moqueca sem peixe, bolo sem glúten e lactose, bobó vegano, coxinha fit, sobremesas para dietas, sucos funcionais e dicas para preparar marmitas saudáveis, bem como utilizar o leite vegetal no preparo das suas refeições.

O Senac também apresenta receitas com as Pancs, as Plantas Alimentícias Não Convencionais. Apesar de não serem encontradas nas feiras e nos cardápios dos restaurantes, são hortaliças com sabores, texturas e aromas diferentes que podem diversificar a alimentação.

As oficinas são ministradas pelos instrutores Patrícia Uchôa, Aldenizia Girão, Didda Carneiro, Matheus Vieira, Diego Freire e Evilázio Nascimento, e acontecem a partir das 17h até 20h. Os alunos dos cursos Técnico em Cozinha também participam do Festival auxiliando os instrutores, tendo a oportunidade de praticar o que aprendem em sala de aula.

De acordo com o consultor do Senac Ceará na área de Gastronomia, Ivan Prado, “como escola de educação profissional, é importante participar de eventos como o Costume Saudável, que tem o foco na saudabilidade. Á frente do mercado, proporciona uma oportunidade aos participantes de refletir sobre a consciência de onde vêm os ingredientes e como eles são consumidos para evitar desperdícios, ou seja, volta a atenção para com a sustentabilidade do consumo”.

O Festival conta com vários ambientes para atender ao público. A programação pode ser acompanhada nas academias, no palco principal e no palco holístico, além das salas onde acontecem as palestras. As inscrições são feitas pelo aplicativo Minha Cidade Saudável. O pagamento é somente com cartão de crédito, que deve ser cadastrado no aplicativo.

Costume Saudável

O evento Costume Saudável teve sua primeira edição em 2013 e já faz parte do calendário de eventos voltados para a saúde e o bem-estar em Fortaleza. É uma iniciativa dos Mercadinhos São Luiz, que enxergaram uma carência de informações sobre como aderir ao estilo de vida saudável na cidade. O evento também tem como objetivo reafirmar um dos pilares estratégicos da empresa, contribuindo para a divulgação de novos hábitos alimentares, a prática de atividades físicas que promovem o bem-estar e a adoção de um estilo de vida saudável.

 

FESTIVAL COSTUME SAUDÁVEL

Data: 24 A 26/08

Horário: De 16h às 22h

Local: RioMar Shopping Fortaleza (R. Desembargador Lauro Nogueira, 1500 – Papicu)

PROGRAMAÇÃO OFICINAS SENAC

Dia 24/08 (Sexta-feira)

De 17h às 17h45 – Para além da tapioca – Instrutora Aldenízia Girão

De 18h às 19h15 – Moqueca: cadê o peixe? – Instrutora Didda Carneiro

De 20h às 20h45 – Leite vegetal e suas aplicações– Instrutora Aldenízia Girão

Dia 25/08 (Sábado)

De 17h às 17h45 – Pancs (Plantas Alimentícias Não Convencionais) – Instrutora Patrícia Uchôa

De 18h às 18h45 – Bolo sem glúten e lactose – Instrutor Matheus Vieira

De 19h às 19h45 – Bobó Vegano – Instrutor Matheus Vieira

De 20h às 20h45 – Coxinha Fit – Instrutor Diego Freire

Dia 26/08 (Domingo)

De 17h às 17h45 – Marmita saudável – Instrutor Evilázio Nascimento

De 18h30 às 19h30 – Sobremesas para dietas restritivas –Instrutor Matheus Vieira

De 20h às 20h45 – Sucos funcionais – Instrutor Diego Freire

Sobre os 70 anos do Sistema Fecomércio – Após o período da Segunda Guerra o Brasil passou por grandes desafios. O Estado não conseguia atender à crescente demanda por serviços sociais, nem acompanhar o novo contexto do mercado de trabalho. Deste modo, em maio de 1945, representantes empresariais da indústria, comércio e agricultura, realizam em Teresópolis, a primeira Conferência das Classes Produtoras (CONCLAP). Nesse encontro elaboram uma proposta ousada de custeio dos serviços sociais e da educação profissional para os trabalhadores com recursos das classes patronais. A Carta da Paz Social foi o documento que formalizou as diretrizes para o desenvolvimento econômico com justiça social. Nascia assim, a partir da iniciativa do empresariado, o Sistema S, o maior Sistema de desenvolvimento social do mundo.

No Ceará, em 16 de março de 1948, o empresário Clóvis Arrais Maia fundou a Federação do Comércio com a finalidade de unir lideranças do setor para colaborarem com a educação profissional e a qualidade de vida dos trabalhadores. No mesmo ano, a Fecomércio implanta o Sesc e o Senac instituições mantidas pelos empresários do comércio que ofertam serviços sociais e educam para o comércio de bens, serviços e turismo.

Mês Internacional da Juventude conta com ações em Fortaleza, promovidas pelo Instituto JCPM de Compromisso Social

 

 

O II Encontro da Juventude do Instituto JCPM de Compromisso Social começa nesta segunda, dia 20 de agosto, e segue até o dia 22/08 com palestras, oficinas, bate-papo e apresentações. O evento é promovido em alusão ao Dia Internacional da Juventude, celebrado neste mês de agosto.

De 20 a 22 de agosto, o Instituto João Carlos Paes Mendonça de Compromisso Social (IJCPM) promove o II Encontro da Juventude com o tema “Diversidade Cultural”. Durantes os três dias, cerca de 800 jovens devem participar do evento cuja programação inclui palestras, oficinas, apresentações artísticas dos jovens e de grupos artísticos locais e bate-papo com convidados. As ações ocorrem nas unidades do IJCPM do RioMar Kennedy e do RioMar Fortaleza e no Teatro RioMar Fortaleza.

A programação começa nesta segunda, dia 20 de agosto, em que os jovens participam de um cinedebate com a jornalista e mestre em Comunicação, Janayde Gonçalves, às 14h, no IJCPM do Presidente Kennedy. Já na unidade do RioMar Papicu, às 14h, ocorre um bate-papo com o Coletivo Mães pela Diversidade, e às 15h, uma oficina de instrumentos musicais alternativos com o Mestre Júnior Brasil do Grupo Kebra Mola.

No dia 21 de agosto, é a vez dos jovens da unidade do RioMar Kennedy participarem de um bate-papo com o Coletivo Mães pela Diversidade, às 9h. No bairro Papicu, acontece cine debate com a professora Janayde Gonçalves, a partir das 15h.

O encerramento do II Encontro da Juventude será no dia 22 de agosto, com um grande evento no Teatro RioMar Fortaleza, das 13h às 18h, que contará com palestras, apresentação teatrais, bate-papo com a cantora Di Ferreira, com regentes do Coral do IAPS e com o Mestre Júnior Brasil, fundador do Grupo Kebra Mola e idealizador de projetos sociais no bairro Vicente Pinzon. Um dos destaques da programação será a abertura da exposição fotográfica “Fortaleza: Olhares e Culturas”, produzida pelos jovens do IJCPM.

 

Troca de experiências

No ano passado, o Encontro da Juventude teve sua primeira edição no mês de setembro, promovendo muita troca de experiências entre mais de 450 jovens de comunidades locais com base no tema “Novas Tecnologias, mídias e juventude: Um clique para o mundo”. Na ocasião, foram lançados um aplicativo de celular ‘Mulheres Não Se Calem’, desenvolvido pelos jovens do IJCPM, com intuito de ajudar a população no combate à violência contra a mulher em Fortaleza, e uma bengala com sensor para auxiliar deficientes visuais. Além disso, a programação contou com palestras, debates, talk shows, apresentação de projetos de empreendedorismo e exposição fotográfica, desenvolvidos pelos jovens.

 

Sobre o IJCPM

Em Fortaleza, o Instituto JCPM de Compromisso Social atua na capacitação de jovens de comunidades para o mercado de trabalho, com cursos gratuitos oferecidos em parceria com o Senac/CE. São duas unidades: uma no RioMar Fortaleza e outra no RioMar Kennedy. Ao todo são beneficiados 13 bairros do entorno do Papicu e oito do Presidente Kennedy. Cerca de 7 mil jovens já foram capacitados pelos programas de Qualificação para o Varejo nas duas unidades e desses cerca de 1.500 já foram inseridos no mercado de trabalho.

 

Serviço:

II Encontro da Juventude IJCPM

Data: 20 a 22 de agosto

Programação do Encerramento do Encontro – 22/08 – 13h às 18h

Local: Piso L3, Teatro RioMar Fortaleza – RioMar Fortaleza (Rua Des. Lauro Nogueira, 1500 – Papicu)

Evento gratuito

Mais informações: 3262.0208 (IJCPM – RioMar Papicu) e 3037.3516 (IJCPM – RioMar Kennedy).

Programação

13h – Abertura da exposição “Fortaleza: Olhares e Culturas”

13h40 – Exibição de vídeo institucional do IJCPM e pronunciamento sobre “Juventude e Diversidade” feito pelo jovem do Instituto

14h – Esquete com Oficina de Teatro com jovens da Unidade Presidente Kennedy

14h40 – Apresentação do Coral do IAPS

15h30 – Esquete com Oficina de Teatro com jovens da Unidade Papicu

16h10 – Intervalo

16h30 – Bate-papo com a cantora Di Ferreira e o regente do Coral do IAPS Caio e o músico Juninho Brasil do Grupo Kebra Molas

17h – Apresentação da cantora Di Ferreira

17h30 – Apresentação com jovens do bairro Vicente Pinzon e do Grupo Kebra Molas

18h – Encerramento

Avine Alimentos promove oficinas, palestra e apresenta novos produtos dentro do Festival Costume Saudável

 

 

Esta é a terceira vez consecutiva que a Avine participa do Festival Costume Saudável. A empresa sempre promove ativações interessantes que combinam brincadeiras de perguntas e respostas, desafios e informações sobre seus produtos. A programação oferece palestras, degustação, distribuição de brindes e sorteios com muita alegria e descontração. O humorista Carimã é quem faz a festa na área do estande e garante fôlego para os três dias do evento.

Os visitantes podem conferir e participar de sorteios de balanças portáteis digitais, de hora em hora, nos estandes Avine, durante os trê dias de evento. Assim como degustar omeletes preparados com ovos pasteurizados. E para ganhar os brindes Avine, os interessados devem participar de uma das brincadeiras do estande.

Durante o Festival, o público vai conhecer de perto novos produtos da empresa como os ovos da série especial do Chico Bento, destinado principalmente a crianças, e os ovos pasteurizados que não possuem conservantes, nem glúten, além disso, a clara de ovo pasteurizada, por exemplo, contém a proteína Albumina, muito benéfica para a saúde. O consumo é bastante indicado para receitas caseiras, também para pessoas que praticam exercício físico e alimentação saudável.

O estande da Avine estará aberto nos três dias de Festival, 24, 25 e 26 de agosto. Para quem deseja participar das ativações, segue programação:

25/08/18 de 18h às 18h30

Chef Fernando Barroso ministrará palestra.

Tema: “Alimentação saudável e prática para o seu dia a dia”.

Local: Oficina Culinária

26/08/18 de 20h às 21h

Nutricionista Danielle Lodetti ministrará palestra.

Tema: “Proteína e aumento de massa magra.”

Local: Sala Vermelha

 

Sobre a Avine

A Avine é uma empresa cearense fundada em 1992 que se destaca pela qualidade dos produtos e serviços oferecidos. Está entre as maiores e melhores produtoras de ovos do país, com uma produção diária que ultrapassa 1.200.000 de ovo/dia. Em suas unidades, a empresa emprega a mais alta tecnologia em todas as fases de produção, classificação, processamento, embalagem e logística, alcançando elevados índices de automação.

 

Serviço:

Festival Costume Saudável

Data: 24, 25 e 26 de agosto

Local: Estacionamento do Shopping RioMar Fortaleza

Valor: R$ 30, pelo aplicativo Minha Cidade Saudável

www.costumesaudavel.com.br

*Valor arrecadado será doado ao Instituto do Câncer do Ceará e ao Instituto Povo do Mar – IPOM.

Oficinas de Bricolagem integram programação do Projeto Cidade da Gente

 

Música, teatro e prestação de serviços fazem parte da programação oferecida pelo Projeto Cidade da Gente, ação da Prefeitura de Fortaleza com apoio da Iniciativa Bloomberg de Segurança Viária Global. Quem visitar a Rua do Almirante, no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, nos dias 11 e 19 de agosto, das 16h às 18h, podem participar de oficinas de Bricolagem conduzidas pela equipe da Hidracor, parceira do projeto.

A oficina é voltada para crianças e adultos de todas as idades. Tanto no sábado (11) como no domingo (19), os visitantes podem soltar a imaginação com tintas de todos os tons, caixinhas em mdf e pincéis.

O projeto Cidade da Gente ocupa espaços públicos com pintura e sinalização de vias, estimulando a interação da comunidade com ruas e avenidas, sempre oferecendo atividades para todos os tipos de público.

 

Sobre a Hidracor

Sediada no Distrito Industrial de Maracanaú e com outra unidade em Acarape, a Hidracor é uma das maiores indústrias de tintas do Nordeste. Sua capacidade de produção chega a 100 milhões de litros/ano de tinta líquida.

A empresa fabrica toda a linha de tintas e complementos para a construção civil, como tintas acrílicas, esmaltes sintéticos, texturas, corantes e solventes. Seu portfólio se completa com a tinta em pó e cal. Focada no mercado interno, está presente em 16 estados mais o Distrito Federal.

Confira a programação musical do Mi – 14º Festival Música da Ibiapaba, maior festival de formação musical do Ceará

 

O palco de uma das maiores celebrações da música no Estado, Viçosa do Ceará, irá receber a mais nova edição do Mi – Festival Música da Ibiapaba. Apresentada pelo Governo do Estado do Ceará e Ministério da Cultura, com realização da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) e do Instituto Dragão do Mar, em parceria com a Fundação Amigos do Theatro José de Alencar, a 14ª edição do Festival acontecerá de 30 de junho a 6 de julho, reunindo 11 shows de nomes como Kátia Freitas e Amelinha, 60 oficinas de música popular, música erudita e produção musical, além de rodas de som, de encontros com os Mestres da Cultura do Ceará, que irão compartilhar seus saberes e fazeres musicais, dentre outras atividades.

A programação completa do Mi – 14º Festival Música da Ibiapaba, realizada inteiramente com entrada franca, pode ser conferida no site http://festivalmi.com. O Mi – 14º Festival Música da Ibiapaba conta com apoio da Secretaria da Educação do Ceará (Seduc), da Prefeitura de Viçosa, e patrocínio da Naturágua e Café Santa Clara.

“O Festival Música da Ibiapaba, o Mi, chega a sua 14ª edição se consolidando como festival de formação. Portanto, ele tem essa identidade de encontro de músicos, mestres e aprendizes dos mais diversos tons e sonoridades da música instrumental e da música popular que se reúnem para trocar suas experiências artísticas e estéticas. Os participantes saem dali transformados, mais inspirados, com experiências musicais diversificadas, ampliando seus repertórios para exercer sua atividade artística”, destaca o secretário da Cultura do Estado do Ceará, Fabiano Piúba.

O gestor também ressalta o aspecto da programação artística do Festival. “Vamos abrir o Mi com o show da cantora Kátia Freitas, depois de uma longa temporada longe de Fortaleza. Ela está voltando mais refinada, rebuscada, como uma diva, que apresenta um espetáculo com canções inéditas e outras já conhecidas. Por sua, vez, reforço o convite também para o encerramento, com show da Amelinha, que irá nos presentear com sua voz e seu repertório tão vasto e tão bonito para cantarmos juntos”, reforça.

 

Shows

Quatro espaços pela cidade de Viçosa do Ceará serão palco dos 11 shows programados para acontecer durante o Mi – 14º Festival Música da Ibiapaba: o Anfiteatro Alberto Nepomuceno, o Teatro Pedro II, a Feira de Artesanato e Gastronomia e o patamar de Igreja Matriz. Tendo como objetivo democratizar o acesso à música, com uma programação inteiramente gratuita, e promover a diversidade cultural e a fruição musical, o Festival tem sido espaço para artistas de todo o Ceará e de outros cantos do Brasil.

A cantora e compositora Kátia Freitas faz a abertura do 14º Mi. Voltando aos palcos, ela irá apresentar um repertório com seus sucessos e novas composições, reunindo um grande time de músicos locais, com um show dirigido pelo guitarrista e compositor Cristiano Pinho.

Entre outras atrações, ampliando a diversidade do Festival, estão nomes de destaque da música autoral como Daniel Groove e Juruviara, além da potência das vozes de Nayra Costa, com o Mandacaru Jazz, e de Aparecida Silvino. A música de influência afro-brasileira do grupo Horoyá, sucesso no Festival Maloca Dragão, também faz parte dessa multiplicidade do Mi, que conta ainda com atrações como a Orquestra Popular do Nordeste, Orlângelo Leal, e os músicos Samuel Rocha e Nonato Lima.

Outro destaque desta edição são os grupos formados no interior do Ceará que estão em ascensão como Colorida (Sobral) e Os Bardos (Tiangá) e Octabossa (Cariri).

O encerramento desta edição do Mi conta com a apresentação de outra grande cantora e compositora cearense: Amelinha, que iniciou sua carreira na década de 1970, ao lado de outros cantores cearenses como Fagner, Belchior e Ednardo, integrando o grupo conhecido como o “Pessoal do Ceará”.

 

Oficinas

A cada edição, o Festival Música da Ibiapaba (Mi) se renova, mantendo sua proposta de aprimorar e desenvolver a cultura musical do nosso Estado, possibilitar diálogos, troca de saberes, geração de novas referências, revelar talentos e valorizar músicos, compositores, intérpretes, técnicos, pesquisadores e demais agentes da cadeia produtiva da música cearense e brasileira.

Com um recorde de 1.472 inscrições para esta edição, o Mi – 14º Festival Música da Ibiapaba selecionou 890 pessoas, entre instrumentistas, regentes e arte-educadores que irão participar das 60 oficinas de música ministradas por professores de vários lugares do Brasil, que estão divididas em 6 diferentes núcleos: Musicalização, Instrumental, Vocal, Estruturação e História, Didática Musical e projetos Especiais.

As oficinas são atividades voltadas para jovens e veteranos músicos, que serão ministradas por professores cearenses como Heriberto Porto, Arley França, Luizinho Duarte, Aparecida Silvino, Isaíra Silvino, Rodolf Forte, Hermano Faltz, e renomados profissionais de fora do Estado como Curumim (SP), Adevilson Cerqueira (SC), Carol Panesi (RJ), Hudson Nogueira (SP), Júnior Primata (RN), Sueli Helena (MG), Salomão Soares (PB), entre outros.

Além de terem uma grande vivência musical com vários mestres da música, durante os sete dias de evento, os participantes das oficinas também realizam apresentações nos palcos de Viçosa, contribuindo para a circulação da música cearense, bem como para o incentivo aos jovens talentos e para a conclusão de etapas práticas de formação.

 

Encontro de Bandas e Encontro de Regentes

O Mi também será palco por mais um ano do Encontro de Bandas e Encontro de Regentes, reunindo músicos de todo o Ceará. O VI Encontro Estadual de regentes de Bandas do Ceará acontece no sábado (30/6), a partir de 8h, na Escola de Ensino Fundamental e Médio Júlio de Carvalho. Na oportunidade, os regentes realizam um debate em torno das políticas públicas voltadas para a música e para o fortalecimento do Sistema Estadual de Bandas de Música do Ceará (Sebam).

Já o Encontro de Bandas acontece no domingo (1º de julho), às 16h, com um cortejo pelo centro de Viçosa e apresentação artística com as bandas da região da Ibiapaba na Praça da Matriz. Mais de 50 músicos das bandas municipais de Carnaubal, Viçosa e São Benedito estarão reunidos.

 

Programação com os Mestres da Cultura

Em mais uma edição, a convivência com os Mestres da Cultura do Ceará está garantida nesta 14ª edição do Mi. Os mestres Geraldo Amâncio e Macaúba, recentemente selecionados através do edital Tesouros Vivos da Cultura do Ceará, da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), além do mestre Moisés Cardoso, irão realizar uma vivência com os participantes das oficinas para repassar seus saberes e fazeres musicais.

Parte da política da Secult, o programa Mestres da Cultura tem se inserido nos eventos estruturantes da Secretaria, à exemplo do Encontro Mestres do Mundo e da Bienal Internacional do Livro do Ceará. Referência do Ceará para o Brasil, o programa dos Mestres da Cultura recebeu à época de sua criação, um prêmio do Ministério da Cultura, pela qualidade e pelos efeitos da iniciativa. Selecionados pela Coordenadoria de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural da Secult, após apresentação de propostas pela sociedade civil, os mestres da cultura passam a contar com reconhecimento institucional e recebem um subsídio no valor de um salário mínimo mensal, como auxílio para a manutenção de suas atividades e para a transmissão de seus saberes e fazeres.

 

Sobre os mestres que participam do Mi – 14º Festival Música da Ibiapaba:

Geraldo Amâncio (Fortaleza). É considerado um dos maiores cantadores/repentistas, em atividade, do Nordeste. Gravou 18 discos de cantoria fazendo dupla com renomados cantadores e recebeu mais de 150 prêmios nas cerca de 200 cantorias/festivais.

Macaúba (Fortaleza). Pouca gente sabe que José Felipe da Silva é o Macaúba, conhecido nas rodas de choro e samba, de Fortaleza, tocando bandolim. Bandolinista virtuoso, autodidata, aos 13 anos já tocava em reisados, pastoris e teatro de bonecos.

Moisés Cardoso (Trairi). Herdou a tradicional dança do coco dos seus antepassados indígenas. Os passos, o ritmo e o movimento corporal têm relação com o universo do trabalho rural. Criou uma escolinha para repassar a dança para a comunidade.

 

Serviço:
14º MI – Festival Música da Ibiapaba
De 30 de junho a 6 de julho em Viçosa do Ceará
Mais informações: http://festivalmi.com/
Programação gratuita

XII Festival da Lagosta promete encantar turistas e moradores de Icapuí com gastronomia e música

 

 

Com incontáveis atrativos naturais que o tornam um destino de desejo para muitos brasileiros e estrangeiros, o Nordeste do Brasil é famoso também pela efervescência cultural. Manifestações de encher os olhos pela originalidade de ritmos e costumes se espalham pelos nove cantos da região. Pegando carona nessa boa fama que atrai turistas de todo o mundo, cidades litorâneas como Icapuí, no litoral leste cearense, aproveitam o mês de junho, véspera das férias escolares, para receber novos visitantes e encantar moradores com festivais que unem boa música e gastronomia.

É o caso do já tradicional Festival da Lagosta de Icapuí, que chega à 12ª edição de 22 a 24 de junho, nas praias de Barreira s e Redonda. Uma arena gastronômica será montada no calçadão da praia de Barreira para, nos dois primeiros dias, a partir das 19h, apresentar uma variedade de pratos do crustáceo, símbolo da culinária cearense, com receitas criadas pelos empreendedores da região. Os pratos serão comercializados a um preço único de R$ 15.

E como gastronomia e música combinam muito bem, os apreciadores da lagosta também vão poder desfrutar de diversas apresentações musicais de artistas cearenses. Um a dessas atrações é a cantora e professora de musicalização Daniella Campelo, que marcou geração no forró à frente das bandas Mastruz com Leite e Styllus. A artista sobe ao palco a partir das 21h30, no primeiro dia do evento.

 

 

 

ENQUANTO ISSO, NO PALCO

Daniella apresentará o espetáculo “Nos palcos do Nordeste”, que faz um apanhado de clássicos de compositores nordestinos, como Fagner, Dominguinhos, Alceu Valença, Elba Ramalho, Ednardo, Belchior, Luiz Gonzaga e Geraldo Vandré. No repertório, sucessos como “Mucuripe”, “Anunciação”, “Se avexe não”, “Que nem jiló” e “Frevo Mulher”.

Logo após, às 23 horas, será a vez de conferir uma mescla de romantismo, brega style e dor de cotovelo da banda cearense Os Alfazemas. Adriano Uchôa (vocal), Victor Ribeiro (guitarrista), João Vital (baterista), Alexandre Lima (baixista) e Marcelo Almeida (tecladista) apresentam o novo show de músicas intensas e autorais: “TU!”.

Logo após, o público pode aproveitar para curtir talentos do próprio município. Na primeira noite (22), a animação ficará por conta do conjunto musical Maresia.

Na noite de sábado, 23, o guitarrista e produtor musical Mimi Rocha, retorna ao festival para apresentar um repertório recheado de clássicos das principais bandas de rock das décadas de 70, 80 e 90, somado a hits pop e reggaes atuais. A apresentação está marcada para às 23h. Acompanham Mimi Rocha o cantor Felipe Dourado e os músicos Nélio Costa (baixo), Stenio Gonçalves (teclados) e Denilson Lopes (bateria). E para fechar a noite, muito forró com a banda Pegue Xote.

O Festival da Lagosta de Icapuí se despede com a realização da tradicional regata de barcos, que acontece na praia de Redonda, às 11h, com apresentações das bandas de reggae Base, Katamar e Reldon Roots. Para encerrar a festa, tem show do grupo de forró pé de serra Cacimba de Aluá, a partir das 15 horas, que promete fazer o público dançar agarradinho ao som de um repertório popular nordestino.

 

OFICINAS
Além das apresentações musicais e da exposição gastronômica, o XII Festival da Lagosta de Icapuí fará três oficinas na Praia da Redonda: uma de gastronomia, outra de produção musical e uma terceira de audiovisual.

A de gastronomia será ministrada pelo presidente da Associação de Chefes de Cozinha do Ceará (ACC-CE), Luciano Ferreira, que acontece de 22 a 24, na “Oh! Linda Pousada”. Já o Espaço Cultural Aruanã recebe no mesmo período a oficina de produção musical que terá como facilitador um dos mais aplaudidos músicos do Ceará, Mimi Rocha; e também a oficina introdutória de audiovisual ministrada pelo historiador, diretor, produtor e pesquisador Ted Rafael, que acontece de 22 a 26 de junho.

“A ideia é mostrar a esses meninos da rede pública de ensino um pouco do histórico, da teoria e da prática da realização de um documentário. O processo de criação dos planos, montagem e narrativa sobre um tema, que neste caso será a rotina dos pescadores e a dinâmica do festival”, explica o cineasta. Ao fim do curso, os participantes vão produzir um filme curta-metragem sobre o evento, que será apresentado na próxima edição do festival.

 

PATROCÍNIO
O Festival da Lagosta de Icapuí é realizado pelo Grupo de Desenvolvimento do Turismo de Icapuí (GDTur). Patrocínio: Governo do Estado do Ceará, através da Casa Civil; Governo Federal; Banco do Nordeste; Sebrae; Instituto Agropolos; Secretaria da Agricultura, Pesca e Aquicultura do Ceará; Prefeitura Municipal de Icapuí.

 

SERVIÇO

XII Festival da Lagosta de Icapuí – De 22 a 24 de junho de 2018 nas praias de Barreira e Redonda, em Icapuí, Ceará. Dias 22 e 23 em Barreiras a partir das 19h e dia 24 em Redonda a partir das 11h. Informações: (85) 9.8773.8525

Shopping Iguatemi Fortaleza lança campanha de Dia dos Namorados

 

Uma das datas mais comemoradas pelo comércio e pelos apaixonados de plantão está chegando. Iniciou na última sexta-feira (01), a campanha do Dia dos Namorados 2018 do Shopping Iguatemi Fortaleza, que promoverá, em parceria com a UniFanor Wyden, uma série de oficinas de gastronomia ministradas pelos professores e alunos da Universidade. E no dia 12 de junho, às 18h30, na Praça de Convivência da Expansão, uma aula show com o renomado chef Felipe Bronze, um dos mais festejados da sua geração e um dos principais nomes da gastronomia brasileira contemporânea, além do concurso “Dia dos Namorados 2018”, que oferecerá um jantar especial para os ganhadores.

Segundo Rachel Mendonça, gerente de Marketing do Shopping Iguatemi Fortaleza, a expectativa para a data é de um aumento de 12% no fluxo de pessoas e nas vendas do shopping.

Sorteio

No Iguatemi, o amor é a especialidade da casa. Pensando nisso, até domingo (10), o Shopping promove o concurso “Dia dos Namorados 2018”. Para participar, basta seguir o perfil do Iguatemi Fortaleza no Instagram (@iguatemifortaleza) e postar uma foto com o (a) seu (sua) companheiro(a), ilustrando a história de amor do casal acompanhada da hashtag #NamoradosIguatemi2018. Logo após, o participante deverá enviar um e-mail para marketing@iguatemifortaleza.com.br indicando o nome de usuário do Instagram utilizado na postagem e um número de telefone celular para contato.

Todas as inscrições serão avaliadas, sendo que, ao final, a comissão identificará as 25 fotos mais curtidas. O prêmio para os apaixonados será um jantar no Shopping Iguatemi Fortaleza na terça-feira, 12 de junho, com cardápio preparado por Felipe Bronze com quatro pratos (entrada, dois pratos principais e sobremesa), num ambiente aconchegante e cheio de romantismo.

Ação Online

Para deixar a data ainda mais especial, o Shopping Iguatemi Fortaleza fará uma ação em suas redes sociais com o ator Haroldo Guimarães. Serão vários vídeos divertidos com a temática: tem sempre aquele casal que… Iguatemi, presente para todos os tipos de amor.

O ator também estará, junto com o chef Felipe Bronze, no jantar romântico para os 25 casais ganhadores do concurso “Dia dos Namorados 2018”, trazendo muita alegria e animação à noite especial.

 

Programação das oficinas gastronômicas

Quinta- feira 07/06

Uma noite de sabores exóticos da Tailândia

Chef Élcio Nagano

Chef Pâtissier Felipe Cicconato

Aula show com degustação:

Camarão Pancoco com molho de tamarindo

Pad Thai – talharim de arroz com lombo de porco

Esfera de coco recheado com manga e maracujá.

Sexta-feira (08/06)

Uma noite de fondue

Fondue de queijo (com acompanhamentos para intolerantes a Glúten).

Fondue de carne

Fondue de chocolate (frutas, bolo, suspiros e biscoitos)

Chef Kersya Coêlho

Chef Pâtissier Anna Paula Rezende

Chef Pâtissier Felipe Cicconato

Chef Pâtissier Nabirra Acário

Sábado (09/06)

“Um brinde ao amor”

A magia da harmonização de espumantes com queijos, frutas e sobremesas.

Sommelière Marbênia Gonçalves

Chef Vivian Teixeira

Chef Kersya Coêlho

Domingo (10/06)

“Itália, mesa pra dois”!

Bruschetta, risoto e tiramisù.

Chef Edil Costa

Chef Pâtissier Anna Paula Rezende

 

Sobre o Iguatemi

O Shopping Iguatemi Fortaleza tem 35 anos de existência. Empresa do grupo JCC – Jereissati Centros Comerciais, que também controla shopping centers em Belém (PA) e Campo Grande (MS), o Iguatemi Fortaleza traz números bastante positivos. São mais de 450 lojas e quiosques que reúnem o mais completo mix de compras, lazer, gastronomia e serviços de Fortaleza em mais de 90 mil metros quadrados de área. Distribuídos por corredores amplos e projetados para o melhor aproveitamento da iluminação natural, fazer um passeio pelo Iguatemi é experimentar conforto, comodidade e aproveitar o que a vida tem de melhor.

PROGRAMAÇÃO DE MARÇO DA CAIXA CULTURAL FORTALEZA É DEDICADA AO MÊS DA MULHER E DO MARACATU


Foto: Caique Cunha

 

Março, mês da mulher, é marcado pela força, pelo diálogo e, principalmente, pela resistência. Trata-se do momento de fortalecer o respeito, em meio à intolerância, de reconhecer o protagonismo feminino em vários setores sociais, além de estimular políticas públicas que garantam sua igualdade de direitos. E é justamente por isso que CAIXA Cultural Fortaleza apresenta nesse período uma programação cultural especial com uma série de oficinas e cursos dedicados à compreensão da importância de se discutir os significados sobre o Dia Internacional da Mulher.

De 02 a 04 e 09 a 11 de março de 2018, por exemplo, o público vai ter a chance de conferir o espetáculo BR-TRANS, que, de forma poética e sem deixar de recorrer ao humor, conta histórias de superação vividas por travestis e transexuais. Idealizado pelo ator Silvero Pereira, a peça tem como interesse temático o universo de travestis, transexuais e artistas transformistas brasileiros.

A montagem é resultante de um processo de pesquisa cênica desenvolvida através do Edital Interações Estéticas 2012 (FUNARTE/MINC), em residência no SOMOS Pontão de Cultura LGBT (POA/RS), que teve como perspectiva o teatro enquanto instrumento capaz de entreter, promover discussão e fomentar a transformação social através da arte.

De 16 a 18 de março de 2018, a CAIXA Cultural Fortaleza apresenta o show da turnê de encerramento do disco “Tô na Vida”, da cantora Ana Cañas. Considerado pela crítica especializada o melhor disco de sua carreira, nesse quarto trabalho, lançado em 2015, Ana apresenta uma verve mais rockeira. Ela é conhecida pela voz potente e por suas interpretações viscerais, carregadas de emoção. Em dez anos de carreira, traz na bagagem parcerias com Arnaldo Antunes, Dadi Carvalho e Nando Reis, entre outros.

Entre as novidades para a série de shows pela CAIXA Cultural Fortaleza estão versões para “Tigresa” (música que Ana cantou uma única vez, a convite do Prêmio Multishow em 2015 – considerado o ponto alto da noite), “Eu Amo Você” (clássico de Tim Maia) e “Velha Roupa Colorida”, de Belchior. Ana Cañas também apresenta uma música inédita, que integrará o repertório do disco novo, previsto para o segundo semestre de 2018.

De 21 a 25 de março acontece a mostra Devi: Mulher em Cena, que faz um recorte na mais extensa cinematografia mundial, a indiana, focando a mulher como a grande protagonista. Serão exibidos 10 (dez) filmes, que tratam do papel da mulher na Índia, revelando as diferentes facetas dentro de uma sociedade complexa e diversa, que caminha entre tradições milenares e estilo de vida moderno e global.

A mostra ainda inclui atividades ao longo dos cinco dias de exibições. Na quarta-feira (21/03), dia da abertura, às 19h, haverá uma apresentação de dança indianaBharatanatyam, que é um estilo do sul da Índia, apresentado por Erëndira Oliveira, dançarina da escola Natyalaya, de São Paulo. A CAIXA Cultural Fortaleza será palco também de mais duas atividades gratuitas: no dia 22/03 (quinta-feira), às 14h, tem sessão especial para uma turma de alunos da rede pública de ensino da cidade e no dia 23/03, às 15h, o público com deficiência auditiva poderá assistir a uma sessão de cinema especial com legendagem LSE. Já no sábado, dia 24/03, às 19h, a programação conta com debate, cuja entrada também é gratuita, com a curadora da mostra, Carina Bini, e convidados, que falarão sobre o tema: “O olhar da mulher no cinema e sociedade do século XXI”.

Além disso, entre os dias 06 e 10 de março, por exemplo, acontece o Laboratório de Escrita Criativa para Mulheres (Cis e Trans), momento em que o cotidiano de cada participante vai somar ao grupo para, juntas, buscarem formas de expressar o próprio contexto social e cultural em que vivem. O objetivo do encontro, que integra a programação do programa educativo Gente Arteira e é mediado por Nina Rizzi, historiadora, professora, poeta, tradutora, editora e uma das articuladoras do Sarau da B1/Cj. São Cristóvão, Jangurussu, é ler e ouvir as vozes dessas mulheres, culminando em um acervo biográfico e literário que será construído coletivamente.

Arte e educação

Março também é o mês do Maracatu, que atualmente é considerado um Patrimônio Imaterial de Fortaleza. Com base nisso, a CAIXA Cultural Fortaleza, através do Gente Arteira, também incluiu na sua programação o Encontro com Educadores Maracatu em Movimento, que acontece no dia 17 de março, das 10h às 19h. A ideia é discutir com professores de escolas públicas, particulares e projetos sociais sobre a História do Maracatu e seu contexto atual na cidade. Os participantes vão poder conhecer ainda a História do Maracatu no Ceará, suas estruturas, diferenciações de outros estados e como se encontra o Movimento nos dias de hoje.

O encontro vai contar com a mediação de Marcos Gomes, diretor do grupo Maracatu Az de Ouro e Diretor de Cultura da Federação de Bairro e Favelas de Fortaleza. Para participar, os interessados devem se inscrever entre os dias 13 e 15 de março. Classificação: a partir de 18 anos. Vagas: 30, por ordem de inscrição.

Para aqueles que desejam se aprofundar ainda mais no assunto, a CAIXA Cultural Fortaleza também vai promover, de 27 a 31 de março, das 16h às 20h, o curso Do Folclore ao Patrimônio Imaterial: itinerários, atores e instituições, que propõe um diálogo sobre as ressignificações na História do Patrimônio Imaterial, a partir do Maracatu e dos Tesouros Vivos da Cultura como estudos de caso. As inscrições vão estar abertas de 20 a 22 de março. Classificação: a partir de 18 anos. Vagas: 30, por ordem de inscrição.

A oficina vai ser ministrada por Patrícia Alcântara e Renato Freire, ambos integrantes do Grupo de Estudos e Pesquisa em Patrimônio e Memória GEPPM, ligado ao departamento de História da Universidade Federal do Ceará (UFC). Ela, que é Doutora em História pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), exerceu a função de historiadora da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico em Pernambuco – FUNDARPE (2010 – 2012). Já Renato é Doutorando em História pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e trabalhou em instituições culturais como o Museu da Cultura Cearense (MCC).

Arte, criatividade e afeto

Integrando a programação e partindo para outras temáticas no campo das artes, a CAIXA Cultural Fortaleza recebe, nos dias 24 e 25 de março, das 14h às 18h, a oficinaExperimentações Multissensoriais com Bebês, que visa estimular as possibilidades de desenvolvimento tanto da criança quanto do adulto cuidador a partir de percepções táteis, olfativas, visuais, auditivas. Essa interação possibilita o adulto compreender com maior clareza seu papel no processo de aprendizagem, além de fortalecer as relações entre as crianças e seus cuidadores, estimulando o contato precoce com a arte e os espaços de arte.

A facilitadora desse lúdico e afetuoso encontro é Cris Soares, que coordena a Ação Educativa do Museu de Arte Contemporânea do Ceará desde 2013. É artista visual, pós-graduanda em Gestão e Políticas Culturais pelo Itaú Cultural e Universidade de Girona. Os interessados devem se inscrever entre os dias 20 e 22 de março. Classificação: de 6 meses a 2 anos, acompanhados pelo cuidador. Vagas: 10, por ordem de inscrição.

Além disso, para grupos agendados, o programa educativo Gente Arteira também conta com visitação mediada e oficinas que dialogam com a exposição 2º Mostra Bienal CAIXA de Novos Artistas, pensadas didaticamente para diferentes grupos e faixas etárias. Dentre as atividades estão a construção de bonecos (Papietagem), produção de trabalhos artísticos com texturas (Criando com Texturas), criação de postais (Memorabilia) e de desenho (Ilustração Infantil).

Escolas, públicas e particulares, grupos e organizações sociais que tiverem interesse em agendar uma visita à CAIXA Cultural Fortaleza podem entrar em contato pelo telefone (85) 3453.2780 ou pelo e-mail gentearteira.ce@caixa.gov.br.

Serviço: Programa Educativo Gente Arteira – atividades para março de 2018

Local: CAIXA Cultural Fortaleza – Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema

Curso: Laboratório de Escrita Criativa para Mulheres (Cis e Trans)

Data: 06 a 10 de março

Horário: 06 a 09 de março, das 17h às 20h, e 10/03, das 10h às 19h

Inscrição: 28 de fevereiro a 02 de março

Classificação: mulheres a partir de 18 anos

Capacidade: 25 pessoas

Encontro com Educadores: Maracatu em Movimento

Data: 17 de março

Horário: 10h às 19h

Inscrição: 13 a 15 de março

Classificação: a partir de 18 anos

Capacidade: 30 pessoas

Curso: Do Folclore ao Patrimônio Imaterial: itinerários, atores e instituições

Data: 27 a 31 de março

Horário: 16h às 20h

Inscrição: 20 a 22 de março

Classificação: a partir de 18 anos

Capacidade: 30 pessoas

Oficina: Experimentações Multissensoriais com Bebês

Data: 24 e 25 de março

Horário: 14h às 18h

Inscrição: 20 a 22 de março

Classificação: a partir de 18 anos

Capacidade: 30 pessoas

Serviço: Programação Cultural – CAIXA Cultural Fortaleza

Teatro: BR-Trans

Local: CAIXA Cultural Fortaleza

Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema

Data: de 02 a 04 e 09 a 11 de março de 2018

Horários: sextas e sábados, às 20h | domingos, às 19h
Duração: 70 minutos

Classificação indicativa: 14 anos

Ingressos: R$ 10,00, inteira, e R$ 5,00, meia

Vendas a partir do dia 01 de março, para as sessões entre os dias de 02 e 04, e dia 8 de março, para as sessões de 09 a 11, das 10h às 20h, na bilheteria do local

Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais

Serviço de manobrista gratuito no local

Paraciclo disponível no pátio interno

Música: Ana Cañas

Local: CAIXA Cultural Fortaleza

Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema

Data: 16 a 18 de março de 2018

Horários: sexta, às 20h | sábado, às 20h | domingo, às 19h
Duração: 75 minutos

Classificação indicativa: Livre

Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)

Vendas a partir do dia 15/03, das 10h às 20h, na bilheteria do local

Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais

Serviço de manobrista gratuito no local

Paraciclo disponível no pátio interno

Cinema: Mostra Devi: Mulher em Cena

Local: CAIXA Cultural Fortaleza

Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema

Data: de 21 a 25 de março de 2018

Ingressos: Abertura gratuita. Demais sessões: R$2,00 (meia) e R$ 4,00 (inteira).

Vendas com 1h de antecedência na bilheteria do local, sujeito à lotação do teatro

Horários e classificação Indicativa: Consultar programação na página da mostra no Facebook: www.facebook.com/mostracinemaindiano.

Acesso para pessoas com deficiência

Acesso para pessoas com deficiência e assentos especiais
Serviço de manobrista gratuito no local

Paraciclo disponível no pátio interno

Informações gerais | Bilheteria da CAIXA Cultural Fortaleza:
(85) 3453-2770

BAILINHO GENTE ARTEIRA ANIMA OS PEQUENOS FOLIÕES QUE VISITAREM A CAIXA CULTURAL FORTALEZA EM FEVEREIRO

 

O Gente Arteira, programa educativo da CAIXA Cultural Fortaleza, já está no clima de Carnaval. Além dos cursos e oficinas que vão ser realizados durante todo o mês de fevereiro, crianças e adultos de todas as idades vão ter a chance de brincar e soltar a imaginação em um divertido bailinho, ao som de músicas que marcam o ritmo carnavalesco.

No Bailinho Gente Arteira, que acontece nos dias 04 e 11 de fevereiro, das 16h às 18h, a garotada vai poder confeccionar seus próprios adereços de Carnaval, como máscaras, brincos, tiaras de flores, entre outros. A folia acontece na Sala Multiuso e tem capacidade para 40 pessoas. Classificação: livre.

 

Oficinas

As atividades formativas do programa educativo Gente Arteira para fevereiro também prometem agradar jovens e adultos interessados em ampliar seus conhecimentos na área da arte, educação, comunicação e patrimônio. Nos dias 03 e 04 de fevereiro, por exemplo, acontece a Oficina de Cianotipia, que vai ser ministrada pelo fotógrafo, artista e educador Yan Belém. As inscrições podem ser feitas até o dia 01 de fevereiro pelo email gentearteira.ce@caixa.gov.br, informando nome completo e telefone. Capacidade: 20 vagas, por ordem de inscrição. Classificação: 12 anos.

O objetivo do encontro, que acontece das 14h às 18h, é apresentar a cianotipia como parte da história da fotografia e seus diálogos com a arte contemporânea, bem como sua utilização como instrumento pedagógico no ensino das artes visuais e suas possíveis relações com outras áreas de conhecimento. Cianotipia é o processo que possibilita imprimir imagens de maneira artesanal, que foi criado no Séc XIX pelo inglês Sir John Herschel (1792 – 1871). Essa técnica foi usada por Anna Atkins (1799 – 1871) para produzir o primeiro livro de fotografia, publicado em outubro de 1843.

Já no dia 17 de fevereiro, das 10h às 19h, a CAIXA Cultural recebe a Oficina de Comunicação e Imprensa para Grupos e Artistas Independentes, que tem o objetivo de introduzir o universo da Assessoria de Comunicação e Imprensa ao cotidiano de produção dos coletivos artísticos. A ideia é potencializar a divulgação do trabalho de artistas independentes diante dos veículos de comunicação tradicionais (TV, rádio, jornais impressos e portais de notícias), bem como aprimorar a comunicação com seu público através de estratégias midialivristas e midiativistas nas redes sociais. Com isso, será possível facilitar, em uma perspectiva crítica, a relação entre os criadores e produtores culturais com a mídia.

A oficina é ministrada por Danilo Castro, ator graduado em Artes Cênicas pelo IFCE, jornalista, formado pela UFC e estudante de Mestrado em Artes Cênicas na UnB. Atua como Assessor de imprensa, webwriter, além de possuir experiência no radiojornalismo, telejornalismo e repórter no jornalismo impresso.

Os interessados devem se inscrever de 09 a 14 de fevereiro pelo email gentearteira.ce@caixa.gov.br, informando nome completo e telefone. Capacidade: 30 vagas, por ordem de inscrição. Classificação: 16 anos. ⠀

 

Cursos

Em fevereiro, vão ser realizados dois cursos dentro do programa Gente Arteira. De 20 a 23/02 e 27/02 a 02/03, das 17h30 às 20h, Cristiane Buco vai ministrar o curso de Incursão à Arte Rupestre do Brasil, que tem como objetivo principal apresentar um panorama geral da arte rupestre do País e sua importância no contexto mundial. Durante as aulas, vão ser trabalhados temas como o surgimento, a diferença das técnicas utilizadas para sua execução, os pigmentos, os suportes, a diversidade morfológica e estilística, os métodos de documentação e análise, a diversidade de interpretações, bem como as experiências de socialização e gestão.

Os interessados em participar da oficina podem se inscrever de 14 a 16 de fevereiro pelo email gentearteira.ce@caixa.gov.br, informando nome completo e telefone. Capacidade: 35 vagas, por ordem de inscrição. Classificação: 18 anos.

Cristiane Buco é arqueóloga da Superintendência do IPHAN (Ceará). Desenvolve pesquisas em Arqueologia, Arte Rupestre (perspectiva multidisciplinar), Música, Arte-educação e Identidade Feminina na Pré-história. Licenciada em Educação Artística, com habilitação em Artes Plásticas pela Universidade Estadual Paulista (UNESP); mestre em História, com área de concentração em Pré-história pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE\) e doutora em Arqueologia pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD/Portugal)/Universidade de São Paulo (USP).

E de 27 de fevereiro a 03 de março, das 16h às 20h, acontece o curso Retrato em Desconstrução – vivências em desenho, com Raisa Christina. Durante as aulas, vão ser apresentadas e discutidas imagens que retratam a figura humana em diferentes momentos da História da Arte. Aqui, a ideia é abordar essa figura a partir da construção conceitual e social, tendo como base as produções na arte contemporânea (fotografias, desenhos, vídeos, poemas), que nos fazem perceber, sentir, pensar e estranhar nosso próprio corpo e o corpo do outro.

Raisa Christina é artista visual e escritora, nascida em Quixadá (Ceará). Recentemente, concluiu pesquisa dedicada a poéticas no desenho e na criação de mapas de jovens skatistas e seus percursos errantes em Fortaleza. Mantém a página http://corposonoro.tumblr.com/

As inscrições acontecem de 20 a 22 de fevereiro pelo email gentearteira.ce@caixa.gov.br, informando nome completo e telefone. Capacidade: 20 vagas, por ordem de inscrição. Classificação: 18 anos.

 

Encontro com educadores

O Gente Arteira também promove atividades voltadas para professores, educadores e demais interessados na área da educação. No dia 24 de fevereiro, das 10h às 19h, vai ser realizada a oficina Paisagens da Memória: Educação para o Patrimônio e o uso de Tecnologias Digitais Midiáticas, ministrada por Cláudia Marinho. As inscrições podem ser feitas de 20 a 22 de fevereiro pelo email gentearteira.ce@caixa.gov.br, informando nome completo e telefone. Capacidade: 35 vagas, por ordem de inscrição. Classificação: 18 anos.

O encontro tem como proposta refletir sobre temas relacionados à Educação Patrimonial e o uso de tecnologia e mídias digitais, com recursos da Realidade Aumentada, para o conhecimento e a valorização do Património Cultural Imaterial na cidade de Fortaleza. Os dispositivos móveis, como smartphones e tablets, agrupam hoje diferentes tecnologias que tornaram possível, a partir do simples gesto de apontar o dispositivo sobre o que está presente, obter informações disponíveis e complementares ao que se observa.

Cláudia Marinho é artista e designer, mestre e doutora em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, pós-doutorado em design na Faculdade de Arquitetura, Design e Urbanismo da Universidade de Buenos Aires (2009). É professora do PPG de Artes da UFC (Universidade Federal do Ceará) e professora colaboradora do PPG de Arquitetura e Urbanismo e Design da UFC. Além disso, pesquisa os processos da arte e do design em relação a tecnologias emergentes e desenvolve, atualmente, pesquisas relacionadas às mídias locativas e cidade, com foco na educação patrimonial e intervenção urbana.

 

Serviço: Programa Educativo Gente Arteira – atividades para fevereiro

Local: CAIXA Cultural Fortaleza – Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema

Bailinho Gente Arteira

Data: 04 e 11 de fevereiro

Horário: 16h às 18h

Classificação: livre

Capacidade: 40 pessoas

Grátis

Oficina: Cianotipia

Data: 03 e 04 de fevereiro

Horário: 14h às 18h

Inscrições: até o dia 01 de fevereiro, pelo email gentearteira.ce@caixa.gov.br

Classificação indicativa: 12 anos

Capacidade: 20 vagas, por ordem de inscrição

Grátis

Oficina: Comunicação e Imprensa para Grupos e Artistas Independentes

Data: 17 de fevereiro de 2018

Horário: 10h às 19h

Inscrições: 09 a 14 de fevereiro, pelo email gentearteira.ce@caixa.gov.br

Classificação indicativa: 16 anos

Capacidade: 30 vagas, por ordem de inscrição

Grátis

Curso: Incursão à Arte Rupestre do Brasil

Data: 20 a 23/02 e 27/02 a 02/03

Horário: 17h30 às 20h

Inscrições: 14 a 16 de fevereiro, pelo email gentearteira.ce@caixa.gov.br

Classificação indicativa: 18 anos

Capacidade: 35 vagas, por ordem de inscrição

Grátis

Curso: Retrato em Desconstrução – vivências em desenho

Data: 27 de fevereiro a 03 de março

Horário: 16h às 20h

Inscrições: 20 a 22 de fevereiro, pelo email gentearteira.ce@caixa.gov.br

Classificação indicativa: 18 anos

Capacidade: 20 vagas, por ordem de inscrição

Grátis

Encontro com educadores: Oficina de Paisagens da Memória: Educação para o Patrimônio e o uso de Tecnologias Digitais Midiáticas

Data: 24 de fevereiro

Horário: 10h às 19h

Inscrições: 20 a 22 de fevereiro, pelo email gentearteira.ce@caixa.gov.br

Classificação indicativa: 18 anos

Capacidade: 35 vagas, por ordem de inscrição

Grátis

VI Festival de Música Cordas Ágio tem início neste sábado (27), na Vila da Música, no Crato

 

 

Surgido em 2012, no Distrito do Belmonte, município do Crato – Ceará, o Festival de Música Cordas Ágio chega à sua sexta edição em 2018, com programação marcada por atividades formativas e apresentações musicais entre os dias 27 de janeiro e 5 de fevereiro, na Vila da Música, na cidade do Crato. Criando um verdadeiro ambiente de fruição e formação musical durante dez dias, o festival traz shows shows de Jefferson Gonçalves e Beto Lemos; Zabumbeiros Cariris, Daniel Peixoto, André Magalhães, entres outros. Durante o evento acontece também o Encontro de Regional de Regentes das Macrorregiões dos Inhamuns, Centro Sul e Cariri e o Encontro Ceará Música. A realização do Festival de Música Cordas Ágio é da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), do Instituto Dragão do Mar, Vila da Música e da Sociedade Lírica do Belmonte (Solibel). Confira abaixo a programação.

Nesta edição, o Festival vem fortalecer a Vila da Música, equipamento cultural da Secult, surgido no ano de 2017 de uma parceria com a Solibel. A partir das atividades que desenvolve, o espaço vem se afirmando enquanto lugar de criação, fruição e formação artística, buscando reafirmar que a música possui extrema importância para a transformação e elevação do ser humano, principalmente no tocante a contribuição para a sua formação cidadã. Assim, o objetivo do Festival Cordas Ágio é ampliar e promover novos conhecimentos, difundindo, cada vez mais, o ensino de canto e técnica vocal, e de instrumentos como o violino, viola, flauta etc.

“Dentre os resultados que buscamos alcançar é importante destacar a promoção do intercâmbio cultural entre estudantes e artistas da região do Cariri, com artistas de outros estados e países. A expectativa é de que o conhecimento adquirido pelas pessoas que participarão dos processo formativos seja o início de uma caminhada rumo à formação superior em música ou mesmo a participação em orquestras e outras possibilidades de criação artística”, ressalta Dane de Jade, coordenadora da Vila da Música.

 

História do Festival

A musicalidade presente na região do Cariri mobilizou a criação do Festival de Música Cordas Ágio, que agora conta com a realização da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), do Instituto Dragão do Mar, Vila da Música e da Sociedade Lírica do Belmonte (Solibel). “O projeto do festival surgiu com o encontro de músicos que fazem parte da comunidade do Belmonte, sobretudo o Jocélio Rocha, que pensou esse festival. Hoje, o evento se torna um festival de formação e de fruição musical. Este ano é especial por comemorarmo os 100 anos do padre Ágio, um mentor da Solibel e, consequentemente, inspirou a construção da Vila da Música. Tudo aqui é feito a partir de troca de experiências, de valorização das identidades da comunidade, que tem um caráter musical fortíssimo”, destaca a coordenadora da Vila da Música, Dane de Jade.
Encontro Regional dos Rentes de Banda e o Ceará Música

Aproveitando o momento musical no Cariri, a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) realiza o Encontro de Regional de Regentes das Macrorregiões dos Inhamuns, Centro Sul e Cariri, no sábado (27/1), de 9h às 18h, e no domingo (28/1), de 9h às 12h, na Vila da Música. O objetivo do Encontro é organizar o núcleo articulador composto por Regentes e Maestros de Bandas de Música e pesquisadores da área, visando contribuir para o fortalecimento da Rede Estadual de Bandas de Música do Ceará e a reestruturação do Sistema Estadual de Bandas do Ceará – SEBAM.

Também durante o Festival, na Vila da Música, na segunda (19/1) e terça-feira (30/1), de 9h às 17h, acontece o Encontro Ceará Música. Músicos,. regentes, produtores e outros representantes de cada região deverão apresentar suas atuais ações no campo da Música e o que planejam fazer, durante dois dias de programação, para a construção de novas parcerias inter-regionais. O Programa Ceará Música conta com os eixos de regulamentação, formação, produção, difusão, circulação, distribuição e memória da música, com objetivo de colaborar na construção das políticas públicas para a música no Estado, em um esforço conjunto do Fórum da Música, Instituto Dragão do Mar e da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará (Secult).
Homenagem ao Pe. Ágio

Completando 100 anos de dedicação ao ensino da música e formação de pessoas, Padre Ágio será o grande homenageado do VI Festival de Música Cordas Ágio. Fundador da Sociedade Lírica do Belmonte (Solibel), no Crato, Padre Ágio Moreira recebeu do Governo do Ceará a Medalha da Abolição, a mais alta comenda do Estado, honraria conferida por seu trabalho como fundador e diretor da Solibel, que beneficia alunos, todos de origem humilde, a maioria filhos de agricultores. Por anos, o padre formou jovens e crianças a partir do ensino de técnicas e teorias musicais.

 

Oficinas

O VI Festival de Música Cordas Ágio traz uma programação formativa, ofertando 19 oficinas com renomados nomes da música do Ceará e do Brasil. São aulas práticas e teóricas que vão desde o nível avançado até o nível inciante. As inscrições já foram realizada, gratuitamente. Confira abaixo a oficinas.

1. VIOLINO POPULAR (AVANÇADO)
PROFª. CAROL PANESI (SP)

2. VIOLONCELO (MÉDIO – AVANÇADO_
PROFª. AMANDA MELO (PB)

3. OFICINA DE SOPROS (MÉDIO E AVANÇADO)

FLAUTA TRANSVERSAL (NÍVEL: AVANÇADO)
PROFº. HERIBERTO PORTO (CE);
FLAUTA TRANSVERSAL – (NÍVEL: MÉDIO)
PROFº. JÚNIOR CRATO (CE);
CLARINETA (NÍVEL: MÉDIO)
PROFº. GILTÁCIO SANTOS (CE).

4. ORQUESTRA DE ACORDEÕES – (NÍVEL MÉDIO/AVANÇADO)
PROFº. RANIER OLIVEIRA (CE)

5. VIOLÃO – NÍVEL MÉDIO / AVANÇADO
PROFº. FABRÍCIO ROCHA (CE)

6. PERCUSSÃO (NÍVEL MÉDIO)
PROFª. RAQUEL LOPES (CE)
PROFº. MARCOS CORTEZ (CE)

7. INICIAÇÃO MUSICAL ATRAVÉS DA GAITA
PROFº JEFFERSON GONÇALVES

8. RABECA (NÍVEL MÉDIO) (
PROFº FABIANO DE CRISTO E PROFº BETO LEMOS

9. LABORATÓRIO CORAL DE MÚSICA POPULAR – INFANTIL
PROFº. MÁRCIO MATTOS (CE)

10. LABORATÓRIO CORAL DE MÚSICA POPULAR (NÍVEL MÉDIO E AVANÇADO)
PROFª. IZAIRA SILVINO (CE)

11. TÉCNICA DE ENSAIO E PRÁTICA DE BANDA DE MÚSICA
(NÍVEL MÉDIO/AVANÇADO).
PROFº. ARLEY FRANÇA (CE)

12. OFICINA DE CORDAS POPULARES (NÍVEL MÉDIO).
PROFª. CAROL PANESI (SP)

13. OFICINA DE CORDAS POPULARES (NÍVEL AVANÇADO)
PROFª. CAROL PANESI (SP)

14. PRÁTICA DE CONJUNTO (NÍVEL MÉDIO/AVANÇADO)
PROFº. RANIER OLIVEIRA (CE)

15. HARMONIA, IMPROVISAÇÃO E PROCESSO CRIATIVO.
PROFº. HERIBERTO PORTO (CE)
PROFª. CHANTAL LEVIE (BRUXELAS)

16. MÉTODO FELDENKRAIS
(TÉCNICAS DE RELAXAMENTO CORPORAL PARA MÚSICOS)
PROFª. CHANTAL LEVIE (BRUXELAS)

17. PRÁTICA DE ESTÚDIO
PROFº ANDRÉ MAGALHÃES

18. REGÊNCIA DE BANDA DE MÚSICA
PROFº. ARLEY FRANÇA

19. CONSTRUÇÃO DE INSTRUMENTOS E PRÁTICA PERCUSSIVA (M1)
PROFº MARCOS CORTEZ
Shows

Durante 10 dias, o VI Festival de Música Cordas Ágio promove uma programação intensa de apresentações musicais, para todos os gostos musicais, passando pela música erudita e popular. Serão 3 palcos na Vila da Música que abrigarão uma verdadeira festa musical. Confira a programação.
Espaço Cênico Padre Àgio Moreira – Auditório Vila da Música

27/01 – 19h – Abertura com a Orquestra Armorial do Cariri e Orquestra SOLIBEL Jovem

28/01 – 19h: Duo Café com Leite (CE)

29/01 – 19h: Fabrício da Rocha e Júnior Crato (CE)

30/01 – 19h: Duo IAÔ (CE)

31/01 – 19h: Grupo OCTABOSSA

01/02 – 19h: Recital de Violão com Cleyton Fernandes (CE)

02/02 – 19h: Grupo Vocal Set – (CE)

02/02 – 20h: Bruno Paiva

03/02 – 19h: Noite dos Mestres e Prata da Casa – Professores da Vila da Música e Convidados

04/02 – 19h: Grupo Ancestrália (CE)

04/02 – 20h: Orquestra de Cordas Populares (Carol Panesi – RJ)

Palco Passárgada: 01 a 04/2 – 20h30

01/02 – Trio: Rafael Belo Xote, Ranier Oliveira, Elidon (CE)

02/02 – Regilânio Ferreira e João Neto (CE)

03/02 – Fatinha Gomes

04/02 – Limiar do Desconhecido – show Absurdum Circus

Palco Padre Ágio: 01 a 04/2 – 22h

01/02 – 22:00 – Luciano Brayner (CE)

01/02 – 23:00 – Zabumbeiros Cariris (CE)

01/02 – 00:00 – Daniel Peixoto – Turnê Massa (CE)

02/02 – 22:00 – Banda Afinita

02/02 – 23:00 – Abdoral Jamacaru e Banda (CE)

02/02 – 00:00 – Banda Natabela (CE)

03/02 – 22:00 – Luiza Carlos Salatiel e Banda (CE)

03/02 – 23:00 – Dudé Casado (CE)

03/02 – 00:00 – Jefferson Gonçalves e Beto Lemos (RJ)

04/02 – 22:00 – João do Crato (CE)

04/02 – 23:00 – Yannick Delass e Banda (Republica do Congo/África)

04/02 – 00:00 – Banda Tiro Certeiro (CE)
Serviço:

VI Festival de Música Cordas Ágio
De 27 de janeiro a 5 de fevereiro
Local: Vila da Música – Crato
Entrada franca para todas atividades
Facebook: https://www.facebook.com/viladamusicasolibelcrato/

Vila da Música, no Crato, realiza o VI Festival de Música Cordas Ágio, e abre inscrições para oficinas

 

 

Surgido em 2012 no Distrito do Belmonte, município do Crato, Ceará, o Festival de Música Cordas Ágio chega à sua sexta edição em 2018, com programação marcada por atividades formativas e apresentações musicais entre os dias 27 de janeiro e 5 de fevereiro, na Vila da Música, na cidade do Crato. As inscrições para as 19 oficinas de música que acontecem durante o festival estão abertas até sábado, 13/1, pelo site http://rede.cultura.ce.gov.br/festivalcordasagio/. A realização é da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), do Instituto Dragão do Mar, Vila da Música e da Sociedade Lírica do Belmonte (Solibel).

 

Em sua sexta edição, o Festival vem fortalecer a Vila da Música, equipamento cultural da Secult, surgido de uma parceria com a Solibel. A partir das atividades que desenvolve, o espaço vem se afirmando enquanto lugar de criação, fruição e formação artística, buscando reafirmar que a música possui extrema importância para a transformação e elevação do ser humano, principalmente no tocante a contribuição para a sua formação cidadã. Assim, o objetivo do Festival Cordas Ágio é ampliar e promover novos conhecimentos, difundindo, cada vez mais, o ensino de canto e técnica vocal, e de instrumentos como o violino, viola, flauta etc.

 

Dentre os resultados que se buscam alcançar é importante destacar a promoção do intercâmbio cultural entre estudantes e artistas da região do Cariri com artistas de outros estados e países. A expectativa é de que o conhecimento adquirido pelas pessoas que participarão dos processo formativos seja o início de uma caminhada rumo à formação superior em música ou mesmo a participação em orquestras e outras possibilidades de criação artística.

 

Homenagem ao Pe. Ágio

Completando 100 anos de dedicação ao ensino da música e formação de pessoas, Padre Ágio será o grande homenageado do VI Festival de Música Cordas Ágio. Fundador da Sociedade Lírica do Belmonte (Solibel), no Crato, Padre Ágio Moreira recebeu do Governo do Ceará a Medalha da Abolição, a mais alta comenda do Estado, honraria conferida por seu trabalho como fundador e diretor da Solibel, que beneficia alunos, todos de origem humilde, a maioria filhos de agricultores. Por anos, o padre formou jovens e crianças a partir do ensino de técnicas e teorias musicais.

 

Oficinas

O VI Festival de Música Cordas Ágio traz uma programação formativa, ofertando 19 oficinas com renomados nomes da música do Ceará e do Brasil. São aulas práticas e teóricas que vão desde o nível avançado até o nível inciante. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site http://rede.cultura.ce.gov.br/festivalcordasagio/. confira abaixo a oficinas.

1. VIOLINO POPULAR (AVANÇADO)
PROFª. CAROL PANESI (SP)

2. VIOLONCELO (MÉDIO – AVANÇADO_
PROFª. AMANDA MELO (PB)

3. OFICINA DE SOPROS (MÉDIO E AVANÇADO)

FLAUTA TRANSVERSAL (NÍVEL: AVANÇADO)
PROFº. HERIBERTO PORTO (CE);
FLAUTA TRANSVERSAL – (NÍVEL: MÉDIO)
PROFº. JÚNIOR CRATO (CE);
CLARINETA (NÍVEL: MÉDIO)
PROFº. GILTÁCIO SANTOS (CE).

4. ORQUESTRA DE ACORDEÕES – (NÍVEL MÉDIO/AVANÇADO)
PROFº. RANIER OLIVEIRA (CE)

5. VIOLÃO – NÍVEL MÉDIO / AVANÇADO
PROFº. FABRÍCIO ROCHA (CE)

6. PERCUSSÃO (NÍVEL MÉDIO)
PROFª. RAQUEL LOPES (CE)
PROFº. MARCOS CORTEZ (CE)

7. INICIAÇÃO MUSICAL ATRAVÉS DA GAITA
PROFº JEFFERSON GONÇALVES

8. RABECA (NÍVEL MÉDIO) (
PROFº FABIANO DE CRISTO E PROFº BETO LEMOS

9. LABORATÓRIO CORAL DE MÚSICA POPULAR – INFANTIL
PROFº. MÁRCIO MATTOS (CE)

10. LABORATÓRIO CORAL DE MÚSICA POPULAR (NÍVEL MÉDIO E AVANÇADO)
PROFª. IZAIRA SILVINO (CE)

11. TÉCNICA DE ENSAIO E PRÁTICA DE BANDA DE MÚSICA
(NÍVEL MÉDIO/AVANÇADO).
PROFº. ARLEY FRANÇA (CE)

12. OFICINA DE CORDAS POPULARES (NÍVEL MÉDIO).
PROFª. CAROL PANESI (SP)

13. OFICINA DE CORDAS POPULARES (NÍVEL AVANÇADO)
PROFª. CAROL PANESI (SP)

14. PRÁTICA DE CONJUNTO (NÍVEL MÉDIO/AVANÇADO)
PROFº. RANIER OLIVEIRA (CE)

15. HARMONIA, IMPROVISAÇÃO E PROCESSO CRIATIVO.
PROFº. HERIBERTO PORTO (CE)
PROFª. CHANTAL LEVIE (BRUXELAS)

16. MÉTODO FELDENKRAIS
(TÉCNICAS DE RELAXAMENTO CORPORAL PARA MÚSICOS)
PROFª. CHANTAL LEVIE (BRUXELAS)

17. PRÁTICA DE ESTÚDIO
PROFº ANDRÉ MAGALHÃES

18. REGÊNCIA DE BANDA DE MÚSICA
PROFº. ARLEY FRANÇA

19. CONSTRUÇÃO DE INSTRUMENTOS E PRÁTICA PERCUSSIVA (M1)
PROFº MARCOS CORTEZ

Centro Fashion oferece palestras e oficinas gratuitas para feirantes, em parceria com o Sebrae-CE

 

O Centro Fashion Fortaleza, em parceria com o Sebrae-CE, promove, de setembro a novembro, oficinas e palestras gratuitas exclusivas para feirantes que comercializam moda popular. O objetivo é orientar, capacitar e tirar dúvidas para melhor qualificação profissional dos permissionários. As vagas são limitadas e os interessados devem se inscrever por meio da Central de Relacionamento Sebrae – 0800 570 0800 (segunda a sexta, de 08h às 18h).

“Nós acreditamos no potencial dos permissionários que trabalham no Centro Fashion. Por isso, tivemos a iniciativa da parceria com o Sebrae para esses empreendedores colocarem suas ideias em prática e estimularem o gerenciamento eficaz nos negócios”, explica o diretor do Centro Fashion, André Pontes.

O também diretor do Centro Fashion, Francisco Philomeno Neto, afirma que o projeto de Educação Continuada se estenderá até novembro deste ano. “De setembro a novembro deste ano, vamos oferecer 40 palestras e 10 oficinas gratuitas aos feirantes, com pretensão de dar continuidade a este projeto no próximo ano. Acreditamos que a capacitação é o diferencial para empreender com bons resultados”.

 

Espaço do Empreendedor

Outro diferencial do Centro Fashion é o Espaço do Empreendedor. O local foi criado para orientar e dar encaminhamentos administrativos, contábeis e financeiros aos permissionários do centro comercial de moda popular. No espaço haverá também a possibilidade de consultoria individual. 

 

Programação de oficinas e palestras (2ª quinzena de setembro)

OFICINAS

 

18/09 – Planeje suas vendas e aumente o seu faturamento

Horário: 13h às 17h

 

25/09 – Como unir forças para melhorar

Horário: 13h às 17h

 

 

PALESTRAS

 

19/09

Como vender mais nesse fim de ano

Horário: 08h às 10h

 

19/09

Como a internet pode ajudar os pequenos negócios

Horário: 10h às 12h

 

19/09

Atendimento ao cliente – Como satisfazer e encantar seus clientes

Horário: 14h às 16h

 

19/09

Como empreender diante da crise

Horário: 16h às 18h

 

26/09

Visual de Loja e Vitrinismo

Horário: 08h às 10h

 

26/09

Como fortalecer a sua marca

Horário: 10h às 12h

 

 

26/09

Competências de um vendedor de sucesso

Horário: 14h às 16h

 

26/09

Controle o seu estoque e não perca dinheiro

Horário: 16h às 18h

  

 

Serviço:

Projeto de Educação Continuada – Parceria Centro Fashion e Sebrae-CE

Quando: 18 e 19/09 – 25 e 26/09

Onde: Praça de Alimentação do Centro Fashion Fortaleza 

Inscrições: 0800 570 0800 (segunda a sexta, de 08h às 18h)

Vagas limitadas

CAIXA CULTURAL FORTALEZA PROMOVE WORKSHOPS COM A ESCOLA DE TEATRO BOLSHOI NO BRASIL

 

 

 

A CAIXA Cultural Fortaleza apresenta, entre os dias 26 e 28 de setembro de 2017, o projeto Workshop com a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, como forma de disseminar a arte da dança entre o público de Fortaleza. Na ocasião, vão ser ministradas aos interessados aulas de Dança Clássica e Contemporânea por um grupo de professores e bailarinos da instituição, única filial do Bolshoi russo no mundo.

O workshop é destinado a bailarinos e apreciadores da dança, com classes de iniciante, intermediário e avançado, a partir de 9 anos (ano de nascimento 2008). As inscrições podem ser realizadas por meio do site da Escola Bolshoi (www.escolabolshoi.com.br) de 13 a 21 de setembro. As vagas são limitadas, 16 alunos por turma. No dia do workshop é necessária a entrega de 1 kg de alimento não perecível.

As aulas de dança clássica são para Iniciante I e II para nascidos de 2005 a 2008, Intermediário I e II para nascidos de 2002 a 2005e Avançado nascidos até 2002. Já as aulas de dança contemporânea para Intermediário I são para interessados nascidos de 2003 a 2005, Intermediário II nascidos até 2002e Avançado nascidos até 2000. Todos os participantes precisam ter conhecimento em dança.

 

Bate-papo

No dia 28 de setembro, às 18h30, no teatro da CAIXA Cultural Fortaleza, os professores da Escola Bolshoi realizam um bate-papo, com duração de 40 minutos, para profissionais da Dança do Estado do Ceará. As inscrições são realizadas também pelo site da Escola Bolshoi (www.escolabolshoi.com.br), de 13 a 21 de setembro. Serão 150 vagas disponibilizadas por ordem de inscrição.

No bate-papo, os participantes terão a oportunidade de conhecer a história do Bolshoi no Brasil, informações sobre o processo seletivo, audições de novos alunos e todo o funcionamento da única filial do Teatro Bolshoi. Para participar, é necessária a entrega de 1 kg de alimento não perecível.

 

Educação, cultura e cidadania

A Escola do Teatro Bolshoi no Brasil é um projeto cultural em pleno desenvolvimento, cuja grandeza se verifica pela extensão social, dimensão cultural e pela abrangência educacional que alcança com seus propósitos e atividades. Instalada na cidade de Joinville, Santa Catarina, desde 15 de março de 2000, a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil é a única extensão do Teatro Bolshoi no mundo e, pela primeira vez, o Teatro transfere a outro país o método de ensino de balé que o tornou uma das mais respeitadas instituições do mundo.

Com 17 anos de implantação no Brasil, a primeira Escola do Teatro Bolshoi educa 228 alunos, vindos de 22 Estados Brasileiros e outros 2 países. A instituição concede 100% de bolsas de estudo para todos os alunos do curso técnico. Além de ensino gratuito, os alunos recebem benefícios como alimentação, transporte, uniformes, figurinos, assistência social, orientação pedagógica, assistência odontológica preventiva, atendimento fisioterápico, nutricional e assistência médica de emergência/urgência pré-hospitalar. Para isso, devem apresentar bom rendimento na Escola Bolshoi e também no ensino médio e fundamental, pois a ausência de boas notas implica na perda da bolsa de estudo no Bolshoi. Os alunos recebem educação, aprendem uma profissão, exercitam responsabilidade e constroem cidadania.

O complexo escolar é formado por salas para aulas de balé, estúdios de música, ateliê, núcleo de saúde, biblioteca, cantina, espaços culturais e dois laboratórios cênicos. Cerca de 6 mil metros quadrados de absoluta dedicação profissional ao ensino.

A Escola é uma instituição, com personalidade jurídica, de direito privado, sem fins lucrativos, que tem apoio da Prefeitura Municipal de Joinville e é mantida pelo Governo do Estado de Santa Catarina e pelos chamados “Amigos do Bolshoi”, empresas e pessoas físicas socialmente responsáveis que apoiam o projeto através de serviços prestados pro bono e patrocínios não incentivados ou incentivados por leis de incentivo a cultura municipal, estadual e federal.

 

Programação

Workshops

Dança Clássica  – Iniciante I

Faixa Etária: de 2005 a 2008

26/09/2017 – 10h45 às 12h15

Dança Clássica – Iniciante II

Faixa Etária: de 2005 a 2008

28/09/2017 – 15h às 16h30

Dança Clássica – Intermediário I

Faixa Etária: de 2002 a 2005

26/09/2017 – 15h às 16h30

Dança Clássica – Intermediário II

Faixa Etária: de 2002 a 2005

27/09/2017 – 13h15 às 14h45

Dança Clássica – Avançado I

Faixa Etária: até 2002

26/09/2017 – 18h30 às 20h

Dança Clássica – Avançado II

Faixa Etária: até  2002

27/09/2017 – 16h45 às 18h15

Dança Contemporânea – Intermediário I

Faixa Etária: de 2003 a 2005

27/09/2017 – 15h às 16h30

Dança Contemporânea – Intermediário II

Faixa Etária: até 2002

28/09/2017 – 16h45 às 18h15

Dança Contemporânea – Intermediário/Avançado

Faixa Etária: até 2000

26/09/2017 – 16h45 às 18h15

Dança Contemporânea – Intermediário/Avançado

Faixa Etária: até 2000

27/09/2017 – 18h30 às 20h

Local: Teatro e sala de ensaio da CAIXA Cultural Fortaleza.

Entrada: 1 kg de alimento

 

Bate-papo

28/09/2017 – 18h30 (duração de 40 minutos)

Destinado para profissionais da Dança do Estado do Ceará

Local: Teatro da CAIXA Cultural Fortaleza

Entrada: 1 kg de alimento

 

Serviço:

Vivências: Workshop com a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil

Local: CAIXA Cultural Fortaleza
Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema
Data: 26 a 28 de setembro de 2017
Horário: Conferir programação
Inscrições para workshops e bate-papo: 13 a 21 de setembro, pelo site www.escolabolshoi.com.br  

Classificação indicativa: a partir de 9 anos

Entrada: 1 kg de alimento não perecível, que será doado para o Lar Torres de Melo.

*Paraciclo disponível no pátio interno

Informações gerais | Bilheteria CAIXA Cultural Fortaleza:
(85) 3453-2770

 

Acesse o site www.caixacultural.gov.br
Siga a fanpage: facebook.com/CaixaCulturalFortaleza
Baixe o aplicativo “Caixa Cultural”