Browsing Tag

musica

Ermelinda Paz resgata cancioneiro nacional utilizado na educação infantil no início do século XX

 

 

Referência em pesquisa musical e responsável por publicações que se tornaram emblemáticas (“Pedagogia Musical brasileira no século XX: metodologias e tendências” – 2013/ “500 Canções Brasileiras” – 2015/ “Jacob do Bandolim” – 2018/ “Edino Krieger: crítico, produtor musical e compositor” Vol I e Vol. II – 2012), Ermelinda Paz apaixonou-se pela Educação Musical Infantil bem cedo, em 1967, quando começou a coletar um cancioneiro de apoio à prática, em sua maioria extraído de uma apostila produzida pela Secretaria de Educação e Cultura do Município do antigo Estado da Guanabara, e distribuída mensalmente para as coordenadorias das escolas municipais.

 

Sua experiência com a docência com crianças na Escola Municipal Guatemala, no Rio de Janeiro, deu vez à pesquisadora e a levou para outros caminhos. Hoje, passados aproximadamente 45 anos do seu afastamento das atividades na Educação Musical Infantil, Ermelinda resgata a antiga paixão, especialmente em virtude do nascimento de seu primeiro neto José. Assim, nascem os CDs “Cantando e brincando com Vovó Linda Vol.1 e vol.2”, dois álbuns de imensa riqueza histórica e educativa, que teve como grande inspiração – no caso do Vol. 1 – o vasto trabalho de Liddy Chiaffarelli, educadora musical, musicista e pianista que teve seu auge de produção nas décadas de 30 e 40 do século XX, casada também com Francisco Mignone. Os CDs já estão disponíveis nas plataformas digitais (Deezer, Spotify, iMusic, Shazam).

 

CD “Cantando e brincando com Vovó Linda vol.1”

O Vol. 1 do CD Cantando e brincando com Vovó Linda foi finalizado em 2017, mas lançado apenas em meados de 2018, em função das pendências envolvendo autores. Essas músicas fizeram parte do repertório de vários educadores musicais, como Regina Márcia Simão Santos (com quem Ermelinda intercambiava a descoberta de novas músicas para inseri-las nos cadernos de apoio) e Helena Rosa Trope, bem como dos educadores musicais do Instituto Bennett nos anos 50, 60 e parte de 70. Além disso, um extenso trabalho de pesquisa foi realizado, seja através de pessoas-fonte (como o pesquisador Flávio Silva, da FUNARTE, e Cesar Borges Barbosa, filho de Cacilda Barbosa, herdeiro e autor de “A janelinha”, composta quando ele tinha 8 anos de idade) seja de importantes centros de documentação e pesquisa, como o Museu Villa-Lobos, Arquivo Público do Estado do RJ, o Centro Brasileiro de Memória – ISERJ, a AMAR/SOMBRÁS, Escola de Música da UFRJ, dentre outros.

“Como pesquisadora, entendi que devia oferecer ao meu neto – a motivação real para a realização desse trabalho – esse repertório esquecido, trazendo-o de volta ao século XXI. Inicialmente, era somente para ele, mas à medida que outras pessoas tomavam ciência de meu fazer, surgiram indagações como: ‘mas porque não disponibilizar para todas as outras crianças e, ainda, para os educadores musicais da atualidade?’ Bem, deu no que deu”, brinca Ermelinda.

As músicas que integram o CD Cantando e brincando com Vovó Linda vol.1 trazem, em geral, uma movimentação autoexplicativa e sua aplicação fica à critério da criatividade dos educadores musicais, acrescidas da espontaneidade e expressividade que as crianças naturalmente agregam às canções. A canção “Senhor caçador” é um jogo com dupla função, que implica em percepção tímbrica (reconhecimento das vozes dos colegas quando se conhecem) ou percepção da direção da fonte sonora. Já “Vamos viajar” era utilizada, segundo Ermelinda, formando vários pequenos trens, com um mínimo de três e uma máximo de cinco crianças, que se prendiam uma as outras através de ambas as mãos nos ombros do colega da frente. Com essa música eram trabalhadas as diferentes alterações de andamento, pois as crianças andavam no pulso da música. “Passarinho” e “Galopando”, além da questão da expressividade, eram utilizadas onomatopeias, indicando o pio do passarinho ou o trotar do cavalo. A única canção que foge à essa época é “Acalanto para José”, de autoria da própria pesquisador, feita para ninar o neto.

 

CD duplo “Cantando e brincando com Vovó Linda vol.2”

Trata-se de uma coletânea de canções brasileiras, lançada em formato duplo: um CD completo com 27 faixas e outro com os playbacks, para utilização dos educadores em aula, somando um total de 54 faixas. Na sua grande maioria, as letras falam de animais, ajudam os adultos a lidar com as crianças de forma amorosa e divertida. Muitas canções podem funcionar como acalanto, jogos musicais, brincadeiras, cantiga de roda. Não faltam ritmos de balanço, gostosos para se dançar, melodias cômicas e poéticas, letras que ambientam situações de fábulas e histórias infantis.

Na seleção, a autora limitou-se à música folclórica, notória pela simplicidade, clareza e sobriedade. A voz aguda da Vovó-Linda aproxima-se do registro vocal infantil, incentivando a identificação e imitação do netinho, enquanto o canto a meia voz assegura aproximação e intimidade. Por outro lado, as melodias de maior enlevo poético inspiram o fôlego de um voo vocal mais amplo, compatível com a densidade lírica do todo. Mas em tudo está presente uma doce leveza, inclusive nos arranjos, que além de vestir as melodias com delicadeza de mestre, intensificam sua brasilidade com os timbres de viola sertaneja, cavaquinho e violão.

O maestro, pesquisador, compositor e professor Hélio Sena, que assina a apresentação do Vol.2, conclui da melhor forma sobre a importância dos CDs: “essa coletânea chega na hora certa. No momento em que a neurociência ressalta de modo enfático a importância do canto para o desenvolvimento da criança, esse ato de amor da Vovó-Linda mostra o prosseguimento da tradição oral fora do ensino formal da música e traz, com o enriquecimento do repertório infantil do país, uma contribuição cultural e educativa”.

 

PARA OUVIR ONLINE:

· CD Cantando e brincando com Vovó Linda vol.1

· CD Cantando e brincando com Vovó Linda vol.2

Compra cd´s físicos – cdvovolinda@gmail.com

Ermelinda A. Paz – http://ermelinda-a-paz.mus.br

Cearense Cainã Cavalcante lança seu primeiro álbum autoral em Fortaleza

 

 

O violonista cearense, Cainã Cavalcante, lança seu primeiro álbum solo intitulado “Corrente”, como compositor e arranjador, dia 06 de fevereiro, às 20h, no Teatro RioMar Fortaleza. O álbum é uma celebração aos quase 20 anos de dedicação à música e traz um repertório autoral que contempla diversos gêneros brasileiros. A obra reúne as composições Forró Gaúcho, Balanço Zona Norte, Corrente, Canção da Noite, Mar de Saudade, PoiZé, Vento Sul, Que seja Leve e a Vida no Sertão, entre outras.

O primeiro disco solo e quarto da carreira do violonista e compositor, Cainã Cavalcante, apresenta a direção de gravação da violonista francesa Elodie Bouny e texto de apresentação de Guinga.

“Estar no formato solo é algo novo e desafiador, mas que sempre tive vontade. Me sinto feliz por poder mostrar as minhas composições e tocar violão de forma livre e espontânea, logo, vejo um mar de possibilidades. Isso me encanta! Outra coisa interessante é que, ao contrário da palavra solo, não me sinto só, mas extremamente amparado e acolhido pelas referências que trago comigo, pelas emoções que me alcançam e perpassam o público que me ouve”, comenta Cainã.

 

Participação especial

A apresentação contará com a participação especial do bandolim de Hamilton de Holanda que será inédito neste formato, prometendo um concerto memorável e do sanfoneiro Mestrinho, que já esteve ao lado de grandes ícones da música popular brasileira como Gilberto Gil, Ivete Sangalo, Vanessa da Mata, Saulo, entre outros.

 

Sobre Cainã Cavalcante

Nascido em Fortaleza em 1990, Cainã vem de uma família musical e iniciou os passos na arte aos 7 anos de idade. Dois anos depois, já tocando profissionalmente, foi considerado pelos músicos, críticos e jornalistas como um prodígio da música. Aos 10 anos conquistou o 1° lugar no IV Concurso Nacional de Violão “Musicalis”, realizado em São Paulo no ano de 2000. Em 2001 gravou seu primeiro CD “Morador do Mato”, com produção de Manassés de Sousa, Tarcísio Sardinha, Aroldo Araújo e participação mais do que especial do poeta e padrinho de batismo, Patativa do Assaré.

Em 2005, esteve no 19° Festival Internacional de Musique Universitaire de Ville, em Paris, apresentou-se no Espaço Cultural Jemmapes (Paris) com o integrante do Trio Madeira Brasil e Época de Ouro Ronaldo do Bandolim e seu irmão Rogério Sousa.

Cainã, hoje vive em São Paulo, divide sua carreira trabalhando ao lado de artistas como Mestrinho, Elba Ramalho e Arismar do Espírito Santo. Também se dedica ao ensino musical de crianças, adolescentes e adultos, participando como professor de diversos festivais de música que atuam no campo da formação musical, oferecendo oficinas, workshows unindo sempre a vivência do músico, técnica e musicalidade.

Vendas de Ingressos

Os ingressos para o show já estão à venda no Teatro RioMar Fortaleza, Piso L3. Os valores são: Plateia Alta R$ 60,00, Plateia Baixa B R$ 80,00 e Plateia Baixa A R$ 120,00

 

Serviço

Lançamento do álbum “Corrente”, de Cainã Cavalcante

Data:  quarta-feira (06.02)

Horário: 20h

Local: Teatro RioMar Fortaleza, Piso L3 (R. Des. Lauro Nogueira, 1500 – Papicu)

Mais informações: 3066-2000

Ingressos: Plateia Alta R$ 60,00; Plateia Baixa B R$ 80,00; Plateia Baixa A R$ 120,00

Vendas na Bilheteria do Teatro e online na Uhuu

Os músicos da Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto se juntam a Carlos Malta e Marimbanda para gravação de DVD ao vivo no TJA

 

O projeto Epifania Kariri, do flautista Heriberto Porto, com produção de Rosina Torres, promove a união desses artistas, sugerindo a interação de linguagens e o diálogo entre diversas vertentes da música brasileira. O trabalho apresenta 12 composições inéditas e será gravado em show no Theatro José de Alencar, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará. A ação foi selecionado pelo Rumos Itaú Cultural.

No dia 25 de janeiro, às 19h30, a Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto, patrimônio vivo do estado do Ceará, sobe ao palco com os conterrâneos do quarteto instrumental Marimbanda e o carioca Carlos Malta para gravação do DVD Epifania Kariri, projeto contemplado pelo Rumos Itaú Cultural 2017-2018. Idealizado por Heriberto Porto, flautista da Marimbanda, com produção de Rosina Torres,. A apresentação já passou por Crato e Nova Olinda, ambos também no Ceará, e Rio de Janeiro (RJ).

Promovendo a descentralização da produção cultural, Epifania Kariri sugere a interação de linguagens – dança e música –, dialoga entre o rural e o urbano, entre a tradição e a contemporaneidade. “Queremos envolver o nosso público neste diálogo, valorizando a cultura tradicional, olhando para novos rumos”, explica Rosina.

A união entre esses artistas sinaliza um diálogo entre diversas vertentes da música brasileira. A tradição cabaçal centenária dos Irmãos Aniceto se permite olhar para o futuro, sem renegar o passado, misturar-se com outros músicos de renome e buscar uma nova sonoridade, tendo suas composições apoiadas por arranjos elaborados e instigantes, feitos pelos artistas envolvidos. Epifania Kariri brinca com a palavra pife e fala de sonhos de difícil realização, do encontro de um significado, da essência, de anunciação, de manifestação de algo mágico.

Os músicos se conhecem há longa data, mas é a primeira vez que participam de um trabalho como esse, todos juntos. O encontro ente os Irmãos e Malta se deu nas filmagens do documentário Xingu Kariri Caruaru Carioca (2015), de Beth Formaggini, no qual a Banda Cabaçal fez participação. O filme registrou o músico carioca percorrendo os quatro cantos do Brasil através do Pífano e desvelando ritmos e instrumentos típicos da cultura brasileira. O flautista Heriberto Porto da Marimbanda, por sua vez, conheceu os Irmãos em 1998, quando pesquisou sobre o grupo para um trabalho para a Universidade Estadual do Ceará (UECE), onde ensina música.

Passados 10 anos, tocou com os mestres da tradição carirense na gravação do DVD dos Irmãos Aniceto com a Orquestra Eleazar de Carvalho, em uma comunhão do erudito e do tradicional. A Marimbanda encontrou Carlos Malta em 2010 durante o Festival Jazz e Blues de

Guaramiranga. Em 2017, o quarteto cearense convidou Malta para um show no histórico Theatro José de Alencar, de Fortaleza (CE).

Depois do Crato e Nova Olinda, o show segue para Fortaleza e Rio de Janeiro (RJ). A escolha das cidades de circulação foi feita levando-se em conta o vínculo dos músicos com suas origens.

Banda Cabaçal dos Irmãos Aniceto

Já se apresentou em todo Brasil, na França e no Portugal. Tocou com músicos consagrados como Hermeto Paschoal, Carlos Malta, Banda de Pífanos de Caruaru e Marília Pêra. Além de encantar com seus Benditos, os Irmãos Aniceto arremedam no palco o amplo linguajar vocal e corporal do roceiro. Criam sonidos, relatam causos e envolvem a todos numa atmosfera surreal com pifes, caixa, zabumba, pratos. Aureolados pela mística dos Pajés Kariri, eles recriam por manifestação natural os saberes dos seus ancestrais e energizam os terreiros por onde passam com a alegria e o vigor da espontaneidade visceral.

Marimbanda

É formada por Luizinho Duarte, na bateria, Heriberto Porto, nas flautas, Miqueias dos Santos, no contrabaixo, e Thiago Almeida, no piano. É o mais aclamado grupo de música instrumental em atividade no Ceará. Em 18 anos de atuação conquistou repercussão nacional no 4° Prêmio Visa – MPB Instrumental (SP), Circuito SESC Instrumental Paulista, Sala FUNARTE Sidney Miller (RJ), Circuito Cultural Banco do Brasil entre outros. Atuou em importantes Festivais, como o Festival Choro e Jazz, Festival Jazz e Blues em Guaramiranga (CE) e a Plataforma de Circulação de Música e Artes Cênicas do Ceara, da Petrobrás. O repertório é composto por ritmos brasileiros, como baião, frevo, samba, choro e bossa nova, além de um jazz autoral e de releituras jazzísticas.

Carlos Malta

Multi-instrumentista, compositor, orquestrador, educador, produtor e dono de um estilo original e criativo. Acompanhou Hermeto Pascoal de 1981 a 1993. Tocou também com Egberto Gismonti, Pat Metheny, Bob Mc Ferrin. Participou na gravação de discos de Guinga, Lenine, Sérgio Ricardo, Leila Pinheiro, Marcus Suzano, Paralamas do Sucesso, Caetano Veloso, Gilberto Gil e apresentou-se com seus grupos em dezenas de países. Em 1993 aliou-se ao violoncelista suíço Daniel Pezzotti para a gravação do disco Rainbow, concorrendo ao Prêmio Sharp de 1995. Em 1997 apresentou-se no Free Jazz Festival com o Coreto Urbano e o Pife Muderno, em um show eleito pelo jornal O Globo como o melhor show do ano. Recebeu o troféu Guarnicê de melhor trilha sonora no 26º Festival de Cinema, realizado em 2003, no Maranhão.

Sobre o Rumos Itaú Cultural

Um dos maiores editais privados de financiamento de projetos culturais do país, o Programa Rumos, é realizado pelo Itaú Cultural desde 1997, fomentando a produção artística e cultural brasileira. A iniciativa recebeu mais de 64,6 mil inscrições desde a sua primeira edição, vindos de todos os estados do país e do exterior. Destes, foram contempladas mais de 1,4 mil propostas nas cinco regiões brasileiras, que receberam o apoio do instituto para o desenvolvimento dos projetos selecionados nas mais diversas áreas de expressão ou de pesquisa.

Os trabalhos resultantes da seleção de todas as edições foram vistos por mais de 6 milhões de pessoas em todo o país. Além disso, mais de mil emissoras de rádio e televisão parceiras divulgaram os trabalhos selecionados. Nesta edição de 2017-2018, os 12.616 projetos inscritos foram examinados, em uma primeira fase seletiva, por uma comissão composta por 40 avaliadores contratados pelo instituto entre as mais diversas áreas de atuação e regiões do país.

Em seguida, passaram por um profundo processo de avaliação e análise por uma Comissão de Seleção multidisciplinar, formada por 21 profissionais que se inter-relacionam com a cultura brasileira, incluindo gestores da própria instituição. Foram selecionados 109 projetos, contemplando todos os estados brasileiros.

SERVIÇO:
Epifania Kariri Dia 25 de janeiro Às 19h30
Theatro José de Alencar
Rua Liberato Barroso, 525, Praça José de Alencar, Centro Fortaleza (CE)
788 lugares
Telefone: (85) 3101-2566
Entrada gratuita (retirada de ingressos a partir das 14h)

Shopping Iguatemi monta megaestrutrura para I´Music

 

Um grande palco de 41 metros de frente e altura correspondente a um prédio de sete andares começa a ganhar forma e chamar a atenção no estacionamento do Shopping Iguatemi Fortaleza. É nele que subirão dez atrações, entre cantores e bandas nacionais, que prometem shows imperdíveis durante os três dias de I´Music, nos dias 18, 19 e 20 de janeiro. No total, serão 16 dias para a montagem de toda a megaestrutura envolvendo cerca de 300 pessoas.

Todo o projeto cenográfico foi desenvolvido especialmente para o festival de música. Os números do I´Music impressionam: 60 m2 de LED de alta resolução; 1,5 tonelada de equipamentos de som; 2,5 toneladas de aparatos de luz; 13 grupos geradores; 7 módulos contêineres climatizados; 16 toneladas de capacidade de carga no palco; 12 bares; 10 operações de food truck na praça de alimentação; 250 músicos e produtores envolvidos; 500 pessoas, por dia de evento, trabalhando entre equipes de serviço, limpeza, apoio, segurança privada, brigada de incêndio e posto médico avançado.

“Estamos trabalhando para oferecer uma megaestrutura para nosso público. Realizamos o primeiro I´Music para comemorar os 35 anos do shopping e tivemos um retorno muito positivo da cidade e dos nossos parceiros lojistas. Este feedback motivou o Iguatemi a repetir o festival como uma importante e mais próxima ação de relacionamento com nossos clientes, proporcionando experiências incríveis durante três dias de evento”, comenta Rachel Mendonça, gerente de Marketing do Shopping Iguatemi Fortaleza.

Além dos 10 cantores e bandas, vão se apresentar atrações locais e DJs, em uma estrutura que contempla ainda espaços com roda gigante e experiências sensoriais. Os portões do festival estarão abertos a partir de 16h e os shows começarão às 17h30. O I´Music tem o patrocínio de Coca-Cola, Itaipava e Indaiá. O apoio é do Gran Marquise Hotel, da Unimed Fortaleza e do TNT Energy Drink.

Ingressos com preço acessível para quem compra no Iguatemi

Os ingressos podem ser adquiridos nos dois quiosques do festival, localizados próximos à Zara Home e à Casa dos Relojoeiros. O ingresso para cada dia do I´Music custa R$ 200 (inteira) e R$ 100 (meia). Para esta segunda edição, o Iguatemi Fortaleza oferece aos seus clientes uma oportunidade diferenciada de unir as compras de final de ano com a possibilidade de assistir aos grandes shows. A cada R$ 150 em compras no Iguatemi o cliente poderá comprar até dois ingressos a R$ 50,00 cada.

 

Sobre o Iguatemi

O Shopping Iguatemi Fortaleza tem 35 anos de existência. Empresa do grupo JCC – Jereissati Centros Comerciais, que também controla shopping centers em Belém (PA) e Campo Grande (MS), o Iguatemi Fortaleza traz números bastante positivos. São mais de 450 lojas e quiosques que reúnem o mais completo mix de compras, lazer, gastronomia e serviços de Fortaleza em mais de 90 mil metros quadrados. Distribuídos por corredores amplos e projetados para o melhor aproveitamento da iluminação natural, fazer um passeio pelo Iguatemi é experimentar conforto, comodidade e aproveitar o que a vida tem de melhor.

Shopping realiza programação musical gratuita durante esta semana

 

O RioMar Fortaleza promove projetos que traz músicos da cidade toda semana para apresentarem-se no shopping gratuitamente, trazendo boa música e entretenimento para o público. Com gêneros musicais e artistas diferentes a cada semana, o público pode apreciar apresentações nas quartas, sextas e domingos nos respectivos projetos: Quarta Musical, Menu Musical, Almoço com Felipe Adjafre e Chorinho na Praça.

As apresentações acontecem no Piso L3, na área de alimentação, com horários diferentes a cada dia.

Neste dia 19/12, acontece a Quarta Musical com a presença do cantor Matu Miranda, trazendo o melhor do MPB, das 18h às 20h. Já na sexta-feira, 21/12, o Menu Musical apresenta a cantora Rebeca Câmara, das 20h às 22h.

No sábado, 22/12, é a vez do Almoço com Felipe Adjafre, em que o pianista vem com repertórios de jazz, blues e MPB. A atração acontece quinzenalmente, das 12h30 às 14h30, revezando a cada sábado com o Chorinho na Praça com a banda Chorinho do Brasil e convidados.

 

Confira a programação deste mês:

Quarta Musical

Data: Quartas-feiras, 19 e 26 de dezembro
Horário: 18h às 20h
Local: Piso L3, Praça de Alimentação – RioMar Fortaleza (Des. Lauro Nogueira, 1500 – Papicu)

Menu Musical

Data: Sextas-feiras, 21 e 28 de dezembro

Horário: 20h às 22h

Local: Piso L3, Boulevard de Restaurantes – RioMar Fortaleza (Des. Lauro Nogueira, 1500 – Papicu)

Almoço com Felipe Adjafre

Data: Sábado, 22 de dezembro

Horário: 12h30 às 14h30

Local: Piso L3, Praça de Alimentação – RioMar Fortaleza (Des. Lauro Nogueira, 1500 – Papicu)

Chorinho na Praça

Data: Sábado, 29 de dezembro

Horário: 12h30 às 14h30

Local: Piso L3, Praça de Alimentação – RioMar Fortaleza (Des. Lauro Nogueira, 1500 – Papicu)

Mais informações: (85) 3066-2000
Entrada gratuita

FERNANDO MENDES E WALDONYS SE APRESENTAM NO 5º VILA SONORA, EM AQUIRAZ

 

Acontece nos dias 30 de novembro e 01 de dezembro em Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza, a quinta edição do evento Vila Sonora. Com quatro edições anteriores realizadas sempre na cidade de Aquiraz, o Vila Sonora se constitui num evento anual que já faz parte do cronograma cultural desse município e contribui de forma significativa para dinâmica cultural da cidade. Com uma programação de difusão e formação cultural, o 5º Vila Sonora apresenta um conjunto de atividades totalmente gratuitas e divididas entre seminários, oficinas e shows.

O evento tem início na tarde desta sexta-feira, 30, com a realização de 2 seminários: às 15 horas, Seminário 1 com o tema: 15 Anos do Mapeamento Cultural de Aquiraz (2003-2005) e Histórias de Vida (Jovens do Mapeamento Cultural de Aquiraz (2003-2005), homenagem a Saulo Vinícius de Oliveira Noronha; e às 16 horas, Os Registros Sonoros de Aquiraz (Coco do Iguape, Congo Real de Aquiraz e Sons de Aquiraz) e Relatos de Produção com Pingo de Fortaleza, produtor musical dos Registros Sonoros de Aquiraz. Os seminários acontecem no Centro Cultural Tapera das Artes, Rua Antônio Gomes dos Santos, s/n, Centro, Aquiraz.

Ainda na sexta, ocorrerão 3 shows na Praça das Flores (centro de Aquiraz): Às 20 horas , Graça Santos, destaque na cena artística de Aquiraz; às 21 horas, o bloco Luxo da Aldeia, nome consolidado no Carnaval cearense por interpretar canções de compositores e cantores do Ceará, e encerrando, às 22 horas, o cantor e compositor Fernando Mendes, um dos artistas mais populares do Brasil, que se destacou na década de 1970 com a música “Cadeira de Rodas”, “Você não me Ensinou a Te Esquecer”, que vendeu mais de 1 milhão de cópias, sendo executada nas rádios de todo o país.

No sábado, 01 de dezembro, o Vila Sonora tem uma programação de oficinas: no período da manhã, às 08 horas, oficina 1: Maracatu Cearense – História e Estética, facilitador, Pingo de Fortaleza. Oficina 2, às 09 horas, Prática de Batuque de Maracatu, tendo como facilitadores, Descartes Gadelha e Levi Magalhães. À tarde, às 14 horas, Práticas de Dança de Maracatu, facilitador Gil Rodrigues. Às 16 horas, oficina Confecção de Adereços e Fantasias de Maracatu, tendo como facilitador, Fabrício Oliver. Às 18h, Prática de Cortejo de Maracatu, com Descartes Gadelha e às 20h, Prática de Maracatu, com Artur Guindugli. Todas as oficinas acontecerão no Centro Cultural Tapera das Artes.

Na noite de sábado, a programação inicia às 20h, com o grupo Aembé, em seguida, às 21h, oMaracatu Solar, com sua diversidade rítmica, apresenta o espetáculo “Um Cada Um…Um Cada Sol”, que estreou em outubro de 2018 no Cineteatro São Luiz em Fortaleza, ocasião da gravação Ao Vivo de seu DVD e CD, com repertório autoral, uma característica do grupo. Encerrando, às 22 horas, o palco do Vila Sonora, recebe o acordeonista, cantor, compositor, Waldonys, artista cearense, que gravou com grandes nomes da música brasileira, tais como: Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Fagner, Marisa Monte, Zé Ramalho, Geraldo Azevedo, Adriana Calcanhotto, entre outros

A produção executiva e curadoria do projeto Vila Sonora é de Arnóbio Santiago (radicado na cidade de Aquiraz-CE), coordenação geral de Pingo de Fortaleza (cantor, compositor e produtor cultural), sendo sua quinta edição aprovada pelo X Edital Mecenas do Ceará, da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, com realização da Associação Cultural Solidariedade e Arte – SOLAR e co-realização da Secretaria de Cultura de Aquiraz. Agradecimentos: Coca-Cola.

 

Serviço

5º Vila Sonora

Dias 30 de novembro e 01 de dezembro

Seminários e oficinas:

Dia 30 de novembro, a partir das 14 horas

Dia 01 de dezembro, a partir das 08 horas

Local: Centro Cultural Tapera das Artes, Rua Antônio Gomes dos Santos, s/n, Centro, Aquiraz
Shows

Graça Santos, Luxo da Aldeia e Fernando Mendes (Dia 30/11)

Aembé, Maracatu Solar e Waldonys (Dia 01/12)

A partir das 20 horas na Praça das Flores, Centro, Aquiraz (CE)

Toda a programação é gratuita

PENNYWISE ABRE FESTIVAL PONTO.CE NESTA QUINTA-FEIRA (29)

 

Tudo pronto para Fortaleza receber um dos maiores festivais independentes do Brasil: o Ponto.CE XII! O evento abre com o show histórico da banda Pennywise (EUA), que completa 30 anos de carreira. Em abril deste ano, a banda californiana lançou seu décimo segundo álbum, Never Gonna Die. A apresentação acontece nesta quinta-feira, 29 de novembro, a partir das 21 horas, no Complexo Armazém e ainda terá as bandas Mutação (AL), R.S.U. (PI), Dead Nomads (PB) e Switch Stance (CE). Os ingressos já estão à venda.

A programação continua nos dias 30/11, 1/12 e 2/12 com shows na Praça Verde do Centro Dragão do Mar e no Órbita.

Ainda no line-up desta edição, artistas nacionais e internacionais, como, Gabriel O Pensador, e Sepultura, juntam-se a diversos nomes da cena local – Casa de Velho, Lilt, Old Books Room, Camila Marieta, Erivan Produtos do Morro, Osbkure, entre outros, num total de mais de 30 shows.

Outra novidade do Ponto.CE XII é a parceria com o Spotify. No player oficial, o perfil Festival Ponto.CE (link https://spoti.fi/2NUQZFw ) traz playlists com as músicas das atrações de cada dia do festival.

O festival encerra sua programação no dia 2 de dezembro juntamente com a realização do Festival Cabeçada, no Órbita Bar, que contará com as bandas Bratislava (SP), Backdrop Falls, Lilt, The Blueberries, Mad Grinder (RN), Rafiusk, Magí e Voltare (SP).

O Festival Ponto.CE XII foi aprovado no X Edital Mecenas do Ceará, e conta com apoio do Órbita Bar, Governo do Estado, da Enel, e do Centro Dragão do Mar de Arte Cultura e é uma realização da Empire e da Bandeira R

 

 

PROGRAMAÇÃO

29/11 – SHOW DE ABERTURA PONTO.CE XII – COMPLEXO ARMAZÉM

Pennywise (EUA)

Switch Stance (CE)

Mutação (AL)

R.S.U. (PI)

Dead Nomads (PB)

30/11 – PONTO.CE XII – PRAÇA VERDE DO DRAGÃO DO MAR

Jack The Joker (CE)

The Knickers (CE)

Nervosa (SP)

Obskure (CE)

Insanity (CE)

Sepultura (MG)

1/12 – PONTO.CE XII – PRAÇA VERDE DO DRAGÃO DO MAR

Casa de Velho (CE)

Old Books Room (CE)

NDK (SP)

Camila Marieta (CE)

Esteban (RS)

Erivan Produtos do Morro (CE)

Gabriel O Pensador (RJ)

02/12 – Festival Cabeçada + Festa de Encerramento Ponto.CE XII – Órbita Bar

Bratislava (SP)
Backdrop Falls (CE)
Lilt (CE)
The Blueberries (CE)
Mad Grinder (RN)
Rafiusk (CE)
Magí (CE)
Voltare (SP)

SERVIÇO

SHOW DE ABERTURA PONTO.CE XII COM PENNYWISE (EUA), SWITCH STANCE (CE), MUTAÇÃO (AL), R.S.U (PI), DEAD NOMADS (PB)

Dia 29 de novembro

Horário: A partir das 18 horas

Local: Complexo Armazém

Censura: 16 anos

Valores promocionais:

Pista meia R$ 110,00 | Pista Solidária R$ 140,00 + 2kg de alimentos

Camarote meia R$ 140,00 | Camarote solidária R$ 170,00 + 2kg de alimentos
FESTIVAL PONTO.CE XII – 30/11 E 1/12

Horário: A partir das 18 horas

Local: Praça Verde do Dragão do Mar

Censura: 16 anos

Valores promocionais: Meia R$ 20,00 + 2kg alimento | Inteira R$ 40,00 + 2kg alimento (os ingressos não podem ser parcelados)

FESTIVAL CABEÇADA + FESTA DE ENCERRAMENTO PONTO.CE XII – 02/12

Abertura da casa: 16 horas

Horário: A partir das 18 horas

Local: Órbita Bar

Encerramento do festival: 21h

Censura: 18 anos

Valor do ingresso: R$ 10,00

VENDAS DE TODOS OS SHOWS NAS LOJAS:

· Pranchão (Shopping RioMar Kennedy e North Shopping Jóquei)

· Jazigo Loja & Distro

. Kangaço Rock Street

· Clikks (Shopping Iguatemi, Shopping Benfica, Shopping Parangaba, RioMar

Papicu)

· Bilheteria do Dragão Do Mar (apenas para os dias 30/11 e 1/12)

· Online: www.eventim.com.br

REDES SOCIAIS

Facebook: /PontoCE

Instagram e Twitter: @pontoce

Site: www.pontoce.com.br

Youtube/user/PONTOCE

Spotify Festival Ponto.CE

FESTIVAL PONTO.CE ACONTECE EM MARACANAÚ

 

O rock invade a cidade de Maracanaú neste final de semana, com o aquecimento do Festival Ponto.CE. O público vai conferir os shows das bandas Estereoh, Cães de Caça, Banda F-Zema, Barco Velho e Rocca, neste sábado, 24 de novembro, a partir das 18h, na Praça da Estação de Maracanaú. O acesso é gratuito.

Festival Ponto.CE acontece entre os dias 29/11 e 02/12, em Fortaleza, com atrações como, Pennywise (EUA), Sepultura e Gabriel Pensador e mais de 25 shows de atrações locais e regionais com shows no Complexo Armazém, na Praça Verde do Centro Dragão do Mar e no Órbita Bar.

Antes, o Festival faz um aquecimento, neste sábado, 24 de novembro, a partir das 18h, na Praça da Estação de Maracanaú.

O Festival Ponto.CE XII foi aprovado no X Edital Mecenas do Ceará, e conta com apoio do Órbita Bar, Governo do Estado, da Enel, e do Centro Dragão do Mar de Arte Cultura e é uma realização da Empire e da Bandeira R.

 

Serviço

PONTO.CE MARACANAÚ

Dia 24 de novembro – a partir das 18 horas

Local: Praça da Estação (Centro de Maracanaú)

Bandas: Estereoh – Cães de Caça – Banda F-Zema – Barco Velho e Rocca

Gratuito

Realização: Prefeitura Municipal de Maracanaú

Apoio: Banana Seca Records

REDES SOCIAIS

Facebook: /PontoCE

Instagram e Twitter: @pontoce

Site: www.pontoce.com.br

Youtube/user/PONTOCE

Spotify Festival Ponto.CE

Sulamericana lança o clipe do da música “Céu AzuL”

 

Foto: Eduardo Abreu

A Sulamericana acaba de lançar o clipe de “Céu Azul”, música e trabalho do segundo EP da banda, “Seu Caminho Novo”, que será lançando em dezembro deste ano. Composta por Lucas Espinola e Zylton Sena, integrantes do grupo, e Leandro Paiva, “Céu Azul” fala sobre cobranças e exigências de um padrão imposto para se encontrar a felicidade, mas ao mesmo tempo como é possível ser maior do que isso.

“Às vezes, nos precipitamos em decisões erradas na ânsia de conquistar algo o mais rápido possível, sem perceber que, essas mesmas decisões, podem ser tomadas sem precisar ofuscar as coisas que de fato nos fazem felizes”, explica Lucas.

O clipe de “Céu Azul”, que será exibido no dia do show, foi produzido pela Plataforma Zero, com direção de Roger Capone. A inspiração surgiu de forma despretensiosa, quando os integrantes da Sulamericana, Tiago Gnomo (baixo), Hugo Lage (guitarra) e Ian Antunes (bateria), além de Lucas Espinola (voz e guitarra) e Zylton Sena (teclado), viram e ouviram o grupo que o pai do guitarrista participava na década de 1980. A ideia, assim, foi a de retratar esses grupos cearenses, que se apresentavam nos antigos programas de calouros, como os clássicos Irapuan Lima e Terral, inclusive com a participação especial do próprio apresentador Will Nogueira.

“Com humor e um quê de nostalgia, o clipe resgata a estética dessas atrações, bem como o figurino usado pelos músicos, que brincam com a moda da época”, pontua Tiago Gnomo.

 

Sobre o grupo

A Sulamericana é uma banda de indie rock cearense formada no início de 2013, a partir da junção de amigos músicos com o intuito de fazer um som que aliasse as influências e gostos musicais de cada um. O grupo lançou, em 2015, o seu primeiro EP. Desde então, se apresentam nos principais eventos de rock do Ceará, além de passar por diversas casas de shows e bares renomados da cidade, com destaque para o Garage Sounds, Ponto CE, Órbita Bar, Hey Joe Food’n’Bar e Let’s Go. Em dezembro de 2018, a Sulamericana vai lançar o segundo EP a carreira, “Seu Caminho Novo”.

I´Music chega à segunda edição trazendo muita diversão e boa música nas férias de janeiro

 

 

A tão aguardada segunda edição do I´Music já está com datas e atrações confirmadas. Depois do grande sucesso do evento deste ano, o próximo festival de música promovido pelo Shopping Iguatemi agitará Fortaleza nos dias 18, 19 e 20 de janeiro de 2019 reunindo nove cantores e bandas nacionais, com três apresentações por dia, além de DJs, shows pirotécnicos e espaços com roda gigante e experiências sensoriais, repetindo o sucesso da edição de estreia.

No primeiro dia de I´Music (18/01), apresentam-se o rapper Hungria, a cantora Ludmilla e o DJ Dennis, fenômenos nas redes sociais e sucesso entre o público jovem. No sábado (19/01) sobem ao palco em três shows imperdíveis a banda Blitz, o cantor Lulu Santos e o cantor Nando Reis, fechando a noite com o imperdível show Bailão do Ruivão. No domingo (20/01), será a vez de relembrar os grandes sucessos de Biquini Cavadão, Capital Inicial e Cidade Negra, três bandas que fizeram história na música brasileira.

Segundo Benjamim Oliveira, gerente corporativo de Marketing do Iguatemi, o festival foi pensado para unir e entreter pessoas de idades e estilos musicais diferentes, oferecendo três dias de imersão na boa música brasileira, revivendo os inesquecíveis grandes musicais. “A primeira edição do I´Music foi um sucesso e queremos repetir este presente para nossos cliente em 2019. Nosso objetivo é atrair o público para vivenciar de perto shows de artistas que são ícones da música do nosso país, por um valor acessível, em um evento cultural marcante. É uma grande oportunidade para os fortalezenses e também para os turistas que visitam a cidade nas férias de janeiro”, completa.

 

 

Ingressos com preço acessível para quem compra no Iguatemi

A partir do dia 16 de novembro os ingressos já poderão ser adquiridos nos dois quiosques do festival, localizados próximos à Zara Home e à Casa dos Relojoeiros. O ingresso para cada dia do I´Music custará R$ 200 (inteira) e R$ 100 (meia). Para esta segunda edição, o Iguatemi Fortaleza oferecerá aos seus clientes uma oportunidade diferenciada de unir as compras de final de ano com a possibilidade de assistir aos grandes shows. A cada R$ 150 em compras no Iguatemi o cliente poderá comprar até dois ingressos a R$ 50,00 cada.

 

 

Sobre o Iguatemi

O Shopping Iguatemi Fortaleza tem 35 anos de existência. Empresa do grupo JCC – Jereissati Centros Comerciais, que também controla shopping centers em Belém (PA) e Campo Grande (MS), o Iguatemi Fortaleza traz números bastante positivos. São mais de 450 lojas e quiosques que reúnem o mais completo mix de compras, lazer, gastronomia e serviços de Fortaleza em mais de 90 mil metros quadrados. Distribuídos por corredores amplos e projetados para o melhor aproveitamento da iluminação natural, fazer um passeio pelo Iguatemi é experimentar conforto, comodidade e aproveitar o que a vida tem de melhor.

Musical sobre a vida de Renato Russo chega ao Theatro Via Sul Fortaleza


Sucesso de crítica e público, o espetáculo Renato Russo – O Musical chega ao Theatro Via Sul Fortaleza para apresentações nos dias 15 e 16 de dezembro. Há quase 12 anos em cartaz, o musical embala canções e conta a história de vida e obra de um dos maiores poetas do rock nacional.

Sucesso de crítica e público por onde passa, promete muita emoção embalada pelas canções e histórias sobre a vida e a obra do grande poeta, do Rock nacional, Renato Russo. O grande sucesso do musical também se dá pela combinação perfeita das músicas que marcaram toda uma geração, somados a Dramaturgia de Daniela Pereira de Carvalho, Direção consagrada de Mauro Mendonça Filho, Iluminação de Wagner Pinto, Cenário de Bel Lobo e Bob Neri, além da banda Arte Profana que toca ao vivo para delírio dos fãs, com direção Musical de Marcelo Alonso Neves e também para os novatos que ainda não conhecem a fundo a grande importância do astro do rock nacional no cenário artístico brasileiro.

Protagonizado por Bruce Gomlevsky que há quase 12 anos interpreta o cantor e emociona a plateia que canta junto todas as 22 canções. A banda Arte Profana é formada por teclado, guitarra, baixo, bateria e a peça que conta a história de Renato Russo desde a juventude “punk” em Brasília, quando fundou a banda Aborto Elétrico e ficou por dois anos em uma cadeira de rodas até o sucesso da Legião Urbana. O quebra-quebra num show em Brasília e os problemas com drogas estão na encenação.

Depoimentos, reportagens, entrevistas, livros e imagens de shows serviram como base para a concepção da obra biográfica, que estreou no centro do Rio há mais de 10 anos. “Renato é um grande poeta, e é por isso que continua causando comoção nas gerações de hoje. Sua obra gera um impacto enorme na nossa cultura”, afirma Gomlevsky.

“Sem a menor dúvida o que move o espetáculo é a força do Renato e o legado que deixou na Legião Urbana, através das composições, que são a cada dia mais atuais. Os fãs se renovam e hoje temos além de adultos e idosos na plateia, jovens e adolescentes que se emocionam a cada sessão”, conta Bianca De Felippes, produtora do musical e do longa metragem “Eduardo e Mônica”, que será lançado em 2019. Renato Russo- O Musical percorreu mais de 50 cidades, já foi assistido por mais de 400 mil pessoas em mais de 500 sessões. Após apresentação gratuitas em praças públicas em diversos estados como: Brasília, Porto Alegre, BH, Vitória, Curitiba, Recife, São Paulo, a peça chega a Fortaleza. Reproduzindo toda a energia e brilhantismos das obras deste grande poeta e pensador que fez história e que até hoje segue como sendo um dos nomes mais importantes da história do rock nacional.

Renato Russo – O Musical percorreu mais de 50 cidades e já foi assistido por mais de 400 mil pessoas em mais de 500 sessões.
Serviço:

RENATO RUSSO – O MUSICAL

Datas: 15 e 16 de dezembro de 2018
Horário: 21h (sábado); 19h (domingo)
Local: Theatro Via Sul Fortaleza – Av. Washington Soares, 4335 – Edson Queiroz
Ingressos: Plateia Inferior R$ 120 (inteira) | R$ 60 (meia entrada); Plateia inferior alta: R$ 80 (inteira) | R$ 40 (meia entrada); Plateia superior central: R$ 60 (inteira) | R$ 30 (meia entrada); Plateia superior lateral R$ 50 (inteira) | R$ 25 (meia entrada)
Capacidade do Teatro: 732 Pessoas
Informações: (85) 3099-1290
Horário de funcionamento da bilheteria: De segunda a domingo, das 10 às 22h, inclusive feriados.
Acessibilidade: Elevadores, rampas de acesso e assentos especiais.
Estacionamento no Shopping Via Sul

Grupo Austin lança novo empreendimento em Fortaleza

 

Uma nova opção de local para aproveitar a vida noturna na capital cearense, de sexta a domingo, está prestes a ser inaugurada. O Grupo Austin, referência no ramo de entretenimento, lança para convidados, no próximo dia 14, a Living. A casa, localizada na Avenida Desembargador Moreira, traz um mix de inovações.

Composta por diversos ambientes, a Living contempla desde o público mais baladeiro até aqueles que querem sair para tomar um bom vinho, entre amigos. DJs, bandas e boa gastronomia são outras promessas do empreendimento.

Daniel Meireles, sócio do Grupo Austin, conta que quando pensou no projeto, partiu da ideia que “a cozinha pode ir para a balada”. Por isso, uma das apostas dos idealizadores é o espaço Garden, localizado no interior da Living e construído com a proposta de ser uma pré-balada.

“Alguns dos nossos parceiros são Rose Piscini e José Cuervo. Também teremos drinks especiais feitos com gin. O Garden abre antes e funciona também como uma transição para nosso espaço da balada. A cabine do DJ fica em frente ao palco das bandas e nos arredores estão os lounges. Tudo está integrado”, disse Daniel.

As atrações irão abranger house, pop, funk, samba rock e pagode de boate, incluindo apresentações exclusivas. Ainda segundo os idealizadores, a Living foi pensada a partir da ideia de “uma grande casa onde serão recebidos amigos para curtir uma balada privê. O projeto inteiro é rico em detalhes e significa um novo marco no entretenimento de Fortaleza”.

Nos dias 16, 17 e 18 de novembro a casa inicia sua operação para o público em regime de soft opening, na Av. Desembargador Moreira 1175. Sextas e sábados o horário de abertura é às 22h e aos domingos às 20h.

 

Tem música por todos os lados

 

De 9 a 17 de novembro a segunda edição do Festival Acordes do Amanhã acontece em Fortaleza e mais sete cidades do Ceará. Na capital, no dia 9, serão cerca de 120 apresentações em diversos espaços.

Uma celebração entre a arte e a cidade, levando música a praças, feiras livres, terminais de ônibus, linhas de metrô, escolas e hospitais. É o que promove o Acordes do Amanhã – Festival Itinerante de Música. Em novembro, o evento chega à segunda edição passando por oito cidades cearenses. Começa em Fortaleza, no dia 9, e até o dia 17 acontecerá também em Itapajé, Guaramiranga, Caucaia, Aquiraz, Sobral, Orós e Paracuru.

Em Fortaleza são cerca de 120 apresentações musicais em 36 locais, envolvendo mais de 80 grupos musicais, somando quase 690 artistas amadores e profissionais, crianças, jovens e adultos, com sons dos mais diversos gêneros musicais, propondo à população uma reflexão sobre como os ritmos e melodias estão presentes em vários momentos do cotidiano. Do fone de ouvido no ônibus ao batuque na mesa do bar, da banda na casa de espetáculo ao artista que faz da rua o seu palco. Em diversas situações “Somos música”, lema desta edição.

O Festival Acordes do Amanhã é apresentado pela Enel Brasil, a Plataforma Sinfonia do Amanhã e o Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Cultura, numa realização do Instituto BR Arte e da Quitanda das Artes, correalização da Universidade Federal do Ceará por meio do Centro de Gestão para Resultados e da Pró-Reitoria de Extensão, com produção executiva da Cinco Elementos Produções e consultoria executiva da Marco Zero Produções. O evento tem parceria com a Prefeitura de Fortaleza.

Depois do Ceará, o Acordes do Amanhã pega a estrada em dezembro para proporcionar mais encontros musicais com a população em espaços públicos do Rio de Janeiro, da Bahia, de Goiás e do Rio Grande do Sul.

O Acordes do Amanhã é uma iniciativa que surge como um convite a permitir-se frear o passo e buscar outras interpretações possíveis para o mundo ao redor. É um manifesto a favor do encontro, pois a música junta pessoas, provoca sentimentos, instiga reflexões.

 

OS PALCOS E AS ATRAÇÕES

O Acordes do Amanhã se espalha por terminais do Papicu, do Siqueira, da Parangaba, da Lagoa, do Conjunto Ceará, de Messejana, do Antônio Bezerra, algumas rotas de ônibus e a linha de metrô Fortaleza – Maracanaú; além da Praça José de Alencar, da Praça do Ferreira, da Praia de Iracema (Praia dos Crush e Espigão Beira Mar), do Mercado dos Peixes, do Mercado Central e do Mercado São Sebastião. As apresentações também ocorrem em escolas, hospitais e feiras livres.

Entre as atrações, Ceará Brass Quinteto (grupo de sopros com repertório de jazz, erudito e MPB), Sax in Cena (quarteto de saxofone), Siara Quarteto (grupo de violino, viola e violoncelo com repertório erudito e popular), Giorgi Gelashvili e Liana Fonteles (cantores líricos), Duo Glière (formado pela violinista Liu Ying e a violoncelista Dora Utermohl, professoras da UFC), Escaleta com Charanga (jazz instrumental de Thiago Almeida, Mateus Farias e Michael Rodriguez), OPN – Orquestra Popular do Nordeste (música erudita e popular com instrumentos de orquestra clássica e instrumental da MPB, tendo à frente Pedro Madeira), Mandacaru Jazz (grupo instrumental com Carlinhos Patriolino, Márcio Resende, Miquéias dos Santos, Thiago Almeida, Vitório Cavalcante e Igor Ribeiro), Flor Amorosa (grupo de choro instrumental formado por mulheres), Duo Castro e Silvia (Gigi Castro e Sílvia Martins com repertório de Choro) e grupos da Plataforma Sinfonia do Amanhã: Tapera das Artes, Projeto Acordes Mágicos – PAM, Instituto Beatriz e Lauro Fiúza – IBLF, Fabricando Som, Fundação Raimundo Fagner, Coral Canto da Casa, Casa de Vovó Dedé, Escola de Música Chiquita Braga, Escola de Música de Paracuru e Orquestra de Sopro de Pindoretama.

A Plataforma Sinfonia do Amanhã é um projeto parceiro do festival. A iniciativa está voltada ao ensino de música e prática orquestral e coral para crianças e adolescentes de 8 a 18 anos, oferecendo ferramentas de inserção social, desenvolvimento educacional e cultural.

 

Serviço:

2ª Festival Acordes do Amanhã – Fortaleza e Itapajé (9/11), Guaramiranga (10/11), Caucaia (13/11), Aquiraz e Sobral (13 e 14/11), Orós (16/11) e Paracuru (17/11). www.festivalacordesdoamanha.com.br. Contatos: (85)3235-4063. @acordesdoamanha

Cantor Silva faz show gratuito no Festival Elos no dia 17 de novembro

 

Fortaleza recebe, nos dias 17 e 18 de novembro, o Festival Elos – ações que transformam o mundo. Trata-se de uma plataforma de múltiplas experiências que une cultura, esporte e ações de impacto social. O festival tem como primeira atração musical confirmada o cantor capixaba Silva. O artista se apresenta no sábado (17) no Aterro da Praia de Iracema, em show gratuito. As apresentações musicais têm início às 18 horas.

O projeto tem dois eixos: o Festival Elos e Arena Elos do Esporte, ações que ocorrem simultaneamente no Aterro. O festival conecta música, teatro, dança, artes visuais e artesanato, entre outras práticas de economia criativa. Já o Arena colocará o público em movimento em corridas, tours e campeonatos esportivos. Mais informações em: https://www.facebook.com/festivalelos/ e https://www.instagram.com/festivalelos/. O Elos é uma das iniciativas do XXIII Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica (SENDI), que acontece de 20 a 23 de novembro, na capital cearense. O evento é realizado pela Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia Elétrica (Abradee) e nesta edição tem coordenação da Enel Distribuição Ceará.

Silva apresenta seu mais novo trabalho, o álbum “Brasileiro” (2018/slap). O Festival Elos busca provocar novas formas de diálogos entre iniciativas institucionais e o cotidiano da cidade e das pessoas. Oa artista é hoje um dos principais nomes da nova música brasileira. Seus trabalhos, “SILVA EP” (2011), “Claridão” (2012/slap), “Vista Pro Mar” (2014/slap), “Júpiter” (2015/slap), “Silva canta Marisa” (2016/slap) e “Brasileiro” (2018/slap), foram aclamados por público e crítica musical. O artista, oriundo do Espírito Santo, ganhou notoriedade graças à força da internet que espalhou seu som pelos mais diversos lugares do mundo.

“Como a gente vai ser brasileiro?”, pergunta Silva nos primeiros segundos de seu novo álbum de estúdio, batizado exatamente de “Brasileiro”. Ao longo dos 40 minutos seguintes (divididos em 13 faixas inéditas), o compositor traça uma trilha de respostas possíveis para essa pergunta. Uma questão fundamental em duas dimensões: por um lado, para um país que atravessa uma encruzilhada histórica, com horizontes nebulosos; por outro, para um artista que busca reconstruir sua identidade a partir da proximidade com sonoridades de sua terra. Aqui o link com as fotos do Silva: https://bit.ly/2yQeOIQ e http://bit.ly/2JuOBXK.

“O SENDI é o maior evento do setor de energia elétrica do país. Apesar de ter momentos específicos para o setor, a temática perpassa a rotina de todos os brasileiros. Realizar o Festival Elos tem como objetivo aproximar a cidade de um evento tão importante, por meio de arte, inovação, sustentabilidade e tecnologia”, destaca Glauco Valério, Secretário Geral do Sendi.

O Festival Elos tem realização da Quitanda das Artes, Cinco Elementos Produções e Instituto BR Arte com correalização do Sendi 2018 Fortaleza. Agradecimento: Enel. O apoio institucional é do Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Cultura e da Secretaria de Esporte. A consultoria executiva: Marco Zero Produções. O evento tem apoio do Instituto Iracema e da Prefeitura de Fortaleza.

 

Sobre o Sendi

Maior evento do setor de energia elétrica do Brasil, o SENDI acontece desde 1962 a cada dois anos e, após dez anos, será realizado em uma capital nordestina novamente. O evento é realizado pela Abradee e nesta edição tem coordenação da Enel Distribuição Ceará. O evento deve reunir cerca de 5 mil pessoas no Centro de Eventos do Ceará. As inscrições podem ser realizadas no site do evento: https://sendi.org.br/. Além dos colaboradores das empresas de distribuição, o SENDI tem como público alvo pessoas que trabalham no sistema elétrico como um tudo, além de pesquisadores e estudantes. Os pilares do evento são sustentabilidade, gestão regulatória, digitalização/clientes e mobilidade elétrica.

FESTIVAL PONTO.CE TRAZ NOVIDADES EM CINCO DIAS DE PROGRAMAÇÃO

 

Contagem regressiva para um dos maiores festivais independentes do Brasil: o Ponto.CE XII, que reunirá os fãs da música nos dias 29/11, 30/11, 1/12 e 2/12 com shows no Complexo Armazém, na Praça Verde do Centro Dragão do Mar e no Órbita Bar. A programação também conta com edições em Maracanaú e Sobral. Os ingressos para os shows em Fortaleza já estão à venda.

No line-up desta edição, artistas nacionais e internacionais, como, Max & Iggor Cavalera, Gabriel O Pensador, Pennywise (EUA) e Sepultura, juntam-se a diversos nomes da cena local – Switch Stance, Casa de Velho, Lilt, Old Books Room, Camila Marieta, Erivan Produtos do Morro, Osbkure, entre outros, num total de mais de 30 shows.

Antes da abertura oficial do festival, nesta sexta-feira, 26 de outubro, acontece o WARM-UP PONTO.CE XII, com shows de Max & Iggor Cavalera, no qual fazem releitura de dois discos clássicos do Sepultura – Beneath The Remains e Arise – e da banda cearense Siege Of Hate (SOH).

Outra novidade do Ponto.CE XII é a parceria com o Spotify. No player oficial, o perfil Festival Ponto.CE (link https://spoti.fi/2NUQZFw ) traz playlists com as músicas das atrações de cada dia do festival. O lançamento do Ponto.CE XII, acontece juntamente com o Spotify nesta segunda-feira (22).

O festival encerra sua programação no dia 2 de dezembro juntamente com a realização do Festival Cabeçada, no Órbita Bar, que contará com as bandas Bratislava (SP), Backdrop Falls, Lilt, The Blueberries, Mad Grinder (RN), Rafiusk, Magí e Voltare (SP).

O Festival Ponto.CE XII foi aprovado no X Edital Mecenas do Ceará, e conta com apoio do Órbita Bar, Governo do Estado, da Enel, e do Centro Dragão do Mar de Arte Cultura e é uma realização da Empire e da Bandeira R

 

Programação

26/10 – WARM-UP PONTO.CE XII – COMPLEXO ARMAZÉM

Max & Iggor Cavalera (MG)

Siege of Hate (CE)

29/11 – SHOW DE ABERTURA PONTO.CE XII – COMPLEXO ARMAZÉM

Pennywise (EUA)

Switch Stance (CE)

Mutação (AL)

R.S.U. (PI)

Dead Nomads (PB)

30/11 – PONTO.CE XII – PRAÇA VERDE DO DRAGÃO DO MAR

Jack The Joker (CE)

The Knickers (CE)

Nervosa (SP)

Obskure (CE)

Insanity (CE)

Sepultura (MG)

1/12 – PONTO.CE XII – PRAÇA VERDE DO DRAGÃO DO MAR

Casa de Velho (CE)

Old Books Room (CE)

NDK (SP)

Camila Marieta (CE)

Esteban (RS)

Erivan Produtos do Morro (CE)

Gabriel O Pensador (RJ)

02/12 – Festival Cabeçada + Festa de Encerramento Ponto.CE XII – Órbita Bar

Bratislava (SP)
Backdrop Falls (CE)
Lilt (CE)
The Blueberries (CE)
Mad Grinder (RN)
Rafiusk (CE)
Magí (CE)
Voltare (SP)

 

Serviço

WARM UP – MAX & IGGOR CAVALERA E SIEGE OF HATE (S.O.H)

Dia 26 de outubro

Local: Complexo Armazém

Horário: A partir das 21h horas

Censura: 16 Anos

VALORES PROMOCIONAIS

Pista Meia R$ 100,00 | Pista Solidária R$ 130,00 + 2Kg alimentos

Camarote Meia R$ 120,00 | Camarote Solidária R$ 150,00 + 2Kg alimentos

SHOW DE ABERTURA PONTO.CE XII COM PENNYWISE (EUA), SWITCH STANCE (CE), MUTAÇÃO (AL), R.S.U (PI), DEAD NOMADS (PB)

Dia 29 de novembro

Horário: A partir das 18 horas

Local: Complexo Armazém

Censura: 16 anos

Valores promocionais:

Pista meia R$ 110,00 | Pista Solidária R$ 140,00 + 2kg de alimentos

Camarote meia R$ 140,00 | Camarote solidária R$ 170,00 + 2kg de alimentos
FESTIVAL PONTO.CE XII – 30/11 E 1/12

Horário: A partir das 18 horas

Local: Praça Verde do Dragão do Mar

Censura: 16 anos

Valores promocionais: Meia R$ 10,00 + 2kg alimento | Inteira R$ 20,00 + 2kg alimento (os ingressos não podem ser parcelados)

FESTIVAL CABEÇADA + FESTA DE ENCERRAMENTO PONTO.CE XII – 02/12

Abertura da casa: 16 horas

Horário: A partir das 18 horas

Local: Órbita Bar

Encerramento do festival: 21h

Censura: 18 anos

Valor do ingresso: R$ 10,00

VENDAS DE TODOS OS SHOWS NAS LOJAS:

· Pranchão (Shopping RioMar Kennedy e North Shopping Jóquei)

· Jazigo Loja & Distro

. Kangaço Rock Street

· Clikks (Shopping Iguatemi, Shopping Benfica, Shopping Parangaba, RioMar

Papicu)

· Bilheteria do Dragão Do Mar (apenas para os dias 30/11 e 1/12)

· Online: www.eventim.com.br

REDES SOCIAIS

Facebook: /PontoCE

Instagram e Twitter: @pontoce

Site: www.pontoce.com.br

Youtube/user/PONTOCE

Spotify Festival Ponto.CE