Browsing Tag

exposição

Galeria reúne principais nomes cearenses da arte contemporânea

 

Quadrinhos, cotidiano, pessoas, aquarela e urbanismo são as pinturas encontradas na galeria MaisArte, que será lançada neste sábado (16/11), a partir das 17h, no Shopping Salinas. A Escola MaisDesign, responsável pela criação do espaço, traz como destaque os artistas cearenses que apresentam versatilidade em suas obras e perpassam pela arte contemporânea. A exposição fica por conta dos artistas Jucá Máximo, Raisa Christina, Mychel Távora, Lui Duarte, Daniel Chastinet e Isleudo Soares.

Com o objetivo de trazer mais um espaço cultural e artístico para Fortaleza, Juca Máximo idealizou o projeto e abriu dentro da Escola MaisDesign a sua primeira galeria de arte. “É o que sempre falo para minha equipe: a arte vende. Com esse pensamento, tivemos a ideia de abrir uma galeria dentro de uma Escola de Design, pois isso também possibilita aos alunos da escola não apenas o acesso aos conceitos mercadológicos e de ensino, mas também a liberdade criativa das artes plásticas”, explica Máximo.

O artista Jucá Máximo pode ser definido como um expressionista contemporâneo por sua pintura dramática, explosão de sentimentos e cores fortes. Raisa Christina trabalha com diversas técnicas de desenho e gosta de explorar o conteúdo humano que pode advir de uma imagem das cidades, já Mychel Távora, que começou a desenhar ainda criança inspirado por revistas em quadrinhos, retrata em sua pintura pessoas e a cidade de Fortaleza utilizando a própria experiência e memórias afetivas.

Completando o time de artistas cearenses, a galeria traz Lui Duarte, artista versátil que trabalha desde papel a arte mural, bem como Daniel Chastinet que leva em suas ilustrações temas musicais, esportes, quadrinhos, ciência, horror e sci-fi. O lado surreal das obras da galeria fica por conta do artista plástico Isleudo Soares, que passeia entre o universo onírico e a realidade urbana.

 

 

Mais sobre os artistas

Jucá Máximo
Atua em pintura a óleo, pintura acrílica, aquarela, gravuras, nanquim, lápis, digital arte, escultura em clay e escultura digital. Seu trabalho transita com facilidade entre a arte pura e aplicada. Sua pintura tem traços fortes, contrastes, com muito impasto e pinceladas a amostra.

Raisa Christina
É artista visual e escritora. Reside em Fortaleza, onde cursa o Mestrado em Artes (PPGArtes) do Instituto de Cultura e Arte da UFC. A artista investiga o desenhar e as poéticas na criação de mapas de percursos errantes de jovens skatistas na cidade de Fortaleza. É autora do livro “mensagens enviadas enquanto você estava desconectado” (2014, Editora Substânsia).

Mychel Távora
A banalidade e o ordinário convivem na cena imagética de Mychel Távora. A pintura surgiu na vida adulta, no início dos anos 90, quando já criava fanzines quando ingressou nos grupo Seres Urbanos. Em 2009, Mychel entrou para o Coletivo Monstra e realizou exposições coletivas. Em 2015 publicou, com Seres Urbanos, a Antologia do Quadrinho Underground Cearense, escolhido o melhor livro de HQ na edição 2015 do Prêmio Miolo(s).

Lui Duarte
Bacharel em Pintura pela Escola de Belas Artes/UFRJ. Foi membro do coletivo MONSTRA, onde produziu trabalhos que versam sobre a História da Arte e Design, acrescentando alguma discussão e humor, dialogando com as mitologias da
Cultura Pop. Professor de Desenho e Artes em Cursos Livres, Escolas e Institutos.

Daniel Chastinet
As criações do ilustrador cearense geram uma experiência psicodélica em quem vê. É possível entrar em mundo totalmente fantasioso devido a produção visionária de Chastinet. O artista tenta compartilhar o desejo pelo mistério, que é instigar em quem vê a busca pelas possibilidades que a imagem traz. Chastinet assume o que encontra de bizarro, tosco, fantástico, vivo e cru.

Isleudo Soares
É artista, educador, fotografo, desenhista e grafiteiro. Foi um dos artistas a pintar os muros da Rua Agerson Tabosa, considerada a primeira rua adotada de Fortaleza.

Sobre a Escola MaisDesign
A Escola surgiu em 2008 e tem como objetivo treinar e capacitar profissionais que trabalham com design. A escola apresenta cursos de design de interiores, arquitetura e outros.

Galeria ExpoArte do North Shopping Sobral recebe a exposição fotográfica “A partir deste momento”

 

 

 

A Galeria ExpoArte do North Shopping Sobral recebe durando o mês de dezembro a exposição fotográfica “A partir deste momento” do fotógrafo Lycio Mororó. A exposição reúne fotos que retratam a emoção de cada casal no antes, durante e depois das cerimônias.

A exposição fica aberta ao público até o dia 31 de dezembro e o acesso é gratuito. A galeria ExpoArte fica localizada no corredor das escadas rolantes.

 

Sobre o profissional

Lycio Mororó é apaixonado pelo estilo documental de fotografar e tem uma abordagem mais dinâmica que consegue captar a verdade dos momentos de forma única e especial. “A fotografia é minha vida. Trabalho com o mínimo de interferência possível, deixando assim transparecer toda emoção e magia daquele momento do casal que será eternizado em belas imagens, pois procuro sempre capturar o clima e a luz do ambiente”, explica o fotógrafo.

Encontros de Agosto 2017 acontece de 14 a 16 de dezembro com exposições e ações formativas

 

 

Exposições, workshops, palestras e leituras de portfólios vão marcar o Encontros de Agosto 2017, que acontece de 14 a 16 de dezembro em Fortaleza. Em sua sétima edição, este é um dos principais eventos de fotografia realizados no Ceará, que desde sua criação proporciona uma troca de experiências e saberes entre artistas e estudiosos da fotografia deste e outros estados e países, além de oferecer aos apreciadores das artes visuais a possibilidade de ter acesso à obra de conceituados fotógrafos, de carreiras consolidadas, e novos nomes.

Lançada no Dia Mundial da Fotografia, 19 de agosto, com os eventos FotoFesta e FotoPasseio, esta edição do Encontros de Agosto é comemorativa de sete anos do Festival. A abertura oficial será no dia 14, às 19 horas, no Museu da Cultura Cearense (MCC) no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, que abrigará duas das três exposições que integram a programação: as coletivas “Fronteiras – Olhar Adiante” e “Meridianos de Infinitude”, que permanecerão abertas à visitação até 28 de janeiro de 2018.

A coletiva “Fronteiras – Olhar Adiante” reúne ensaios de 20 fotógrafos do Ceará, selecionados por Silas de Paula (fotógrafo, Conselheiro e Curador do Encontros de Agosto), Carlos Carvalho (fotógrafo e representante do Festival Internacional de Porto Alegre – FestFoto) e Daniel Sosa (Diretor do Centro de Fotografia de Montevidéu), que são parceiros desta edição do Festival.

Os selecionados foram: Demétrio Jereissati, Emanuel Duarte, Fernando Maia, Fábio Lima, Francisco Galba Filho, Ingrid Barreira, Jean dos Anjos, João Luís de Castro Neto, Julia Braga, Marcela Elias, Marcelo Barbalho, Raquel Amapos, Ricardo Arruda, Samuel Tomé, Sérgio Carvalho, Tatiana Tavares, Thadeu Dias Bruno, Valdir Machado Neto, Weberton Skeff e William Ferreira.

“Meridianos de Infinitude” conta com ensaios de duas fotógrafas convidadas de Porto Alegre e dois de Montevidéu – Uruguai. Fernanda Chemale traz ao festival o ensaio “Desordem”, com imagens inspiradas nos poemas de Gisela Rodriguez; Letícia Lampert apresenta a obra “Exercícios para perder de vista”; José Pilone Costa expõe “O homem cinza” e Roberto Fernández Ibáñez apresenta os ensaios intitulados “Resiliência Terrenal” e “La Mano”. Esta mostra teve a curadoria de Carlos Carvalho e Daniel Sosa. Os quatro fotógrafos e os dois curadores convidados estarão presentes à abertura no dia 14.

A terceira exposição do 7º Encontros de Agosto acontecerá na Imagem Brasil Galeria a partir do dia 16. Será uma coletiva de dez fotógrafas do grupo Mulheres da Imagem Ceará: Camila Pinho, Ingrid Barreira, Jéssica de S. Carneiro, Larissa Bezerra, Lia de Paula, Nely Rosa, Sheila Oliveira, Suelena Moreira, Thais Mesquita e Vânia de Freitas. Esta mostra poderá ser visitada até 28 de fevereiro, exceto entre 22 de dezembro e 02 de janeiro, período de recesso da galeria.

 

Workshops e Palestras

As duas fotógrafas convidadas que estão na coletiva “Meridianos de Infinitude”, Fernanda Chemale e Letícia Lampert, ministram workshops durante o Festival, no Porto Iracema das Artes. As inscrições são gratuitas e estão abertas na página do Encontros de Agosto no Facebook.

Fernanda Chemale aborda a “Poética do Retrato Contemporâneo”, momento em que pretende trabalhar a prática da fotografia de retrato cruzando a fronteira entre a câmera e a pose, propondo uma reflexão sobre as possibilidades e limites da representação. A atividade acontecerá de 13 a 15, das 14h30 às 17h, no Porto Iracema das Artes.

Letícia Lampert ministra, nos dias 14 e 15, das 9h às 12h30, o workshop “Da adversidade vivemos: problemas que viram ideias e o processo criativo em projetos de fotografia”, que tem a proposta de olhar para a produção contemporânea de trabalhos com fotografia a partir da sua construção, dos caminhos e desvios pelos quais os artistas passaram, das dificuldades e soluções, do que não aparece quando vemos a obra final.

No Museu da Fotografia, Carlos Carvalho e Daniel Sosa proferem palestra sobre “Plataformas Culturais e Intercâmbios”, com a mediação de Silas de Paula. Será no sábado, dia 16, às 10h, aberto a fotógrafos e demais interessados, com acesso gratuito.
Leitura de Portfólios

Durante o Encontros de Agosto será realizada a Leitura de Portfolios de participantes da coletiva “Fronteiras – Olhar Adiante”, com os curadores Carlos Carvalho, no dia 14, das 9h às 12h e das 14h às 18h, e com Daniel Sosa e Silas de Paula no dia 15, das 9h às 12h e das 14h30 às 16h, no Porto Iracema das Artes. Esta ação promovida pelo Festival possibilitará que os artistas selecionados possam ter uma apreciação mais completa de seus trabalhos.

Os participantes da Leitura de Portfólios serão pontuados pelo conjunto de suas obras. O somatório dessa avaliação com a realizada na fase de seleção vai definir os dois ganhadores dos prêmios de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) para o primeiro colocado e R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) para o segundo. Com a parceria do Centro de Fotografia de Montevidéu (CDF), ambos serão contemplados também com passagens para a capital do Uruguai, onde terão a oportunidade de participar da programação desse equipamento cultural.

 

Quem faz

A sétima edição do Encontros de Agosto é realizada pela Imagem Brasil e Anima Cult, com apoio institucional da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult) por meio do Edital Mecenas, tendo a Enel como empresa apoiadora por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura e a SP Combustíveis como patrocinadora. São parceiros desta edição do festival: Centro de Fotografia de Montevidéu, FestFoto Porto Alegre, Museu da Fotografia de Fortaleza, Ifoto – Instituto de Fotografia do Ceará e RPCFB – Rede de Produtores Culturais da Fotografia no Brasil.

 

Serviço:
Encontros de Agosto 2017 – De 14 a 20 de dezembro. Abertura no dia 14, às 19h, no Museu da Cultura Cearense (MCC) no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema). Ações formativas no Porto Iracema das Artes (Rua Dragão do Mar, 160 – Praia de Iracema) e Museu da Fotografia (Rua Frederico Borges, 545 – Varjota). Informações: (85)3261-0525, https://www.facebook.com/encontrosdeagosto/, www.encontrosdeagosto.com, encontrosdeagosto@gmail.com.

Encontros de Agosto 2017 – Coletivas “Fronteiras – Olhar Adiante” e “Meridianos de Infinitude” – Até 28 de janeiro de 2018 no Museu da Cultura Cearense (MCC) no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (Rua Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema). Visitação de terça a sexta, das 9h às 19h (com acesso até as 18h30) e aos sábados, domingos e feriados, das 14h às 21h (acesso até as 20h30). O Museu estará fechado nos dias 24, 25 e 31 de dezembro e 01 de janeiro. Acesso gratuito. Classificação etária: Livre. Abertura dia 14 de dezembro às 19h. Informações: (85) 3488.8621.

Encontros de Agosto 2017 – Coletiva Mulheres da Imagem Ceará – De 16 de dezembro de 2017 a 28 de fevereiro de 2018 na Imagem Brasil Galeria (Rua Rocha Lima, 1707 – Aldeota). Visitação: 9h às 19h. A galeria estará fechada de 22 de dezembro e 02 de janeiro. Acesso gratuito. Classificação etária: Livre. Abertura no dia 16 de dezembro às 16h. Informações: (85)3261-0525.

Contemporarte realiza exposição coletiva “Atos de Passagem”

A galeria Contemporarte exibirá, a partir do dia 23 de novembro, o conjunto de obras “Atos de Passagem”, composto por obras dos cearenses Cadeh Juaçaba, Diego de Santos e Sérgio Gurgel. A exposição coletiva é a primeira a reunir o trio artístico em uma série de trabalhos que, apesar de elaborados individualmente, conversam entre si por meio de tons monocromáticos. A abertura será às 19h, no Street Mall, localizado na Rua Marcos Macêdo, 655, no bairro Aldeota.

“Atos de Passagem” tem curadoria de Aldonso Palácio e textos de Diego de Santos. Fala sobre a noção e ação do tempo e seus desdobramentos, ora apresentando elementos como as impressões deixadas nos muros das cidades por anúncios publicitários, ora as marcas na pele que transmitem as camadas de absorção de nossas experiências ao longo dos anos e registros de traços deixados no céu pelos aviões, promovendo o desenvolvimento de fabulações, crenças e teorias conspiratórias que levam a questionar nossa presença no mundo.

Cadeh Juaçaba e Diego de Santos já expuseram em individuais na galeria, enquanto Sérgio participou de uma mostra coletiva de acervo. De acordo com o diretor da Contemporarte, Aldonso Palácio, reunir os três artistas, pela primeira vez, está sendo um grande momento. “Em Atos de Passagem, queremos mostrar a produção mais atual desses três talentosos artistas, ampliando o diálogo poético e a potência de seus discursos. São obras que vêm direto do atelier para a exposição, num dinamismo próprio do movimento contemporâneo, da arte que acontece, do tempo que urge, o agora”, afirma.

CADEH JUAÇABA

Nascido de duas famílias diretamente ligadas a arte, Cadeh Juaçaba cresceu cercado de pessoas criativas e com suas criações artísticas distintas, de extrema relevância e projeção na cidade de Fortaleza. Por volta dos 9 anos, começou a frequentar o ateliê de sua tia-avó paterna, Heloysa Juaçaba, que o influenciou em suas primeiras experiências com a pintura. No decorrer dos anos, foi experimentando também a arte da escultura em cerâmica e desenvolvendo o desenho.

Neste projeto, Cadeh Juaçaba utiliza sua visão sobre a cidade como objeto de ação, analisando detalhes como anúncios colados em postes e paredes, como uma criatura em processo de composição, adquirindo inúmeras camadas que acabam deslocando-se de um período de tempo a outro por meio de pinturas e colagens. O artista sugere os artifícios publicitários sobre a superfície urbana como uma espécie de pele da cidade, onde as pessoas, mesmo que sem pretensões, acabam afetando a paisagem.

 

Exposições:

2017/Projeto imagens não reveladas

2017/ Unifor Plástica

2016/ Exposição Plácido Povo – Galeria Contemporarte

2016/ Exposição Novos Olhares – A fotografia contemporânea – Centro cultural Banco do Nordeste

2015/Arte4 convida – Ouvidor

2013/Exposição entre mundos – Estoril

 

DIEGO DE SANTOS

Formado em Artes Plásticas pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará – IFCE. Participou de edições de feiras como SPArte, ARTRIO e Artigo. Tem obras no acervo do Centro Cultural Banco do Nordeste (Fortaleza), da Galeria Graça Landeira (Belém) e de vários galeristas, colecionadores e curadores no Brasil e no exterior.

Em “Atos de Passagem”, o artista busca analisar a passagem de tempo cósmico, por meio de desenhos sobre fotografias, levantando questionamento sobre nossa presença no universo e eventos que nele ocorrem. Uma de suas principais inspirações é a teoria conspiratória sobre os “Chemtrails”, uma suposta forma de provar que a NASA é responsável pelo controle de vários aspectos como temperatura do planeta, propagação de doenças para redução populacional, por meio de fumaças que saem dos motores dos aviões.

Prêmio / Residências:
2016 / Prêmio de Criação em Artes Visuais Teresina (Residência).
2015 / Prêmio FUNARTE de Arte Contemporânea – Atos Visuais FUNARTE Brasília.
2014 / Vencedor do Prêmio PIPA online Popular 2014.
2014 / Indicado ao Prêmio PIPA 2014.
2013 / Prêmio do Salão de Artes de Mato Grosso do Sul.
2010 / Prêmio Incentivo 8º Salão de Arte SESC Amapá.

Exposições individuais:
2017 / Poema 193 – Galeria Fayga Ostrower (FUNARTE Brasília) – Brasília DF.
2016 / Poema 193 – Galeria Contemporarte – Fortaleza CE.
2014 / Lar é Onde Ele Está – Museu de Arte Contemporânea – Fortaleza CE.
2013 / Leitura de Poemas Gastos – Memorial da Paz – Vitória ES.
2012 / Graças ao Perigo – CUCA Che Guevara – Fortaleza CE.
2011 / Um Mundo Aqui Dentro – Galeria Amparo 60 – Recife PE.
2011 / Graças ao Perigo – Dança no Andar de Cima – Fortaleza CE.
2010 / Passagem Sutil / Paisagem Permanente – Galeria Antonio Bandeira – Fortaleza CE.
2009 / Arranha-Verso – Centro Cultural Banco do Nordeste – Fortaleza CE.
2008 / Não Adianta Esfregar os Olhos (Projeto Sala Experimental) – MAC CE – Fortaleza CE.

Principais Exposições Coletivas:
2017 / Novas Referências – Referência Galeria – Brasília DF.
2016 / Arame – Casa da Cultura de Teresina – Teresina PI.
2016 / Desenhos a Partir da Coleção Banco do Nordeste – Centro Cultural Banco do Nordeste – Fortaleza CE.
2015 / XVIII UNIFOR Plástica – Espaço Cultural Airton Queiroz – Fortaleza CE.
2015 / Triangulações – Museu de Arte Contemporânea do Ceará – Fortaleza CE.

2014 / 16º Salão de Artes Visuais de Natal – Fundação Capitania das Artes – Natal RN.

2014 / Carneiro – Museu de Arte Contemporânea – Fortaleza CE.

2014 / Impressões Contemporâneas – Centro Cultural Banco do Nordeste – Fortaleza CE.

2013 / 19º Salão Anapolino de Arte – Anápolis GO.

2012 / Mostra Panorama – Galeria SESC Juazeiro – Juazeiro do Norte CE.

2012 / 18º Salão UNAMA de Pequenos Formatos – Galeria Graça Landeira – Belém PA.

2011 / 62º Salão de Abril – IPPOO II – Fortaleza CE.

2010 / Salão de Abril 1980 – 2010: De Casa Para o Mundo, Do Mundo Para Casa – MAC CE – Fortaleza CE.

2010 / Arte Cámara / ARTBO: 6ª Feira Internacional de Arte de Bogotá – Corferias – Bogotá COL.

2010 / 16º Salão UNAMA de Pequenos Formatos – Galeria Graça Landeira – Belém PA.

2009 / SPA das Artes – Pátio de São Pedro – Recife PE.

2008 / 59º Salão de Abril – Centro de Referência do Professor – Fortaleza CE.

SÉRGIO GURGEL

Apresentando pinturas de óleo sobre a tela e escultura, o acopiarense utilizou mulheres consideradas loucas em sua terra natal como principal fonte de inspiração, observando o desconforto social causado por suas ações e transformando-as em objetos de análise sobre suas trajetórias no aspecto tempo/espaço. O artista utiliza-se de técnicas de pintura realista e acentua as marcas e manchas na pele deixadas pelo tempo, por meio de pinceladas.

Exposição individual:

2017/ Exposição Precundia – Vândala Cafés e Cervejas

 

Exposições Coletivas

2017/ Os Pensamentos do Coração – Sobrado José Lourenço

2017/ Exposição de Acervo e Novos Artistas – Galeria Contemporarte

2015/ Exposição Bângala: Yakã Ayê – A Gentil Carioca – RJ

CONTEMPORARTE

A Contemporarte nasceu em 2014 da visão empreendedora e paixão pela arte contemporânea nacional, sobretudo a cearense, de Aldonso Palácio. Iniciando como galeria online, com o intuito de facilitar o acesso à arte local para um público cada vez mais exigente e bem informado. Hoje a marca busca promover, discutir, fomentar e aproximar o público de Fortaleza da arte contemporânea, trabalhando em prol de uma nova geração de colecionadores, assim como atendendo os mais experientes, oferecendo obras com real valor artístico de nomes estabelecidos no cenário e uma nova safra promissora de artistas.

ATOS DE PASSAGEM

Curadoria | Aldonso Palácio

Texto | Diego de Santos

Artistas | Cadeh Juaçaba, Diego de Santos e Sérgio Gurgel

SERVIÇO:

Atos de Passagem

Abertura: 23/11/2017, às 19h

Exposição: de 23/11/2017 a 23/12/2017

Endereço: Rua Marcos Macêdo – 655, Aldeota

De segunda a sábado, das 14h às 20h

www.contemporarte.com.br

contato@contemporarte.com.br

instagram @contemporarte

facebook /contemporarte

Primeira Mostra de Arte no Espaço Cultural Cláudio Albuquerque reúne fotografias dos cearenses Carlão Rocha e Régis Capibaribe

A Exposição “Oitava arte – Ceará – das praias ao sertão” é inédita e irá reunir fotografias através das lentes dos fotógrafos Carlão Rocha e Régis Capibaribe. As obras, que captam imagens de forma impressionantes, sob um olhar apurado e sensibilidade estética, serão apresentadas e comercializadas, em coquetel para convidados, no Espaço Cultural Cláudio Albuquerque, dia 5 de dezembro, às 20 horas. Parte das vendas será doada a uma instituição de caridade.

 

Fotógrafos:

Carlão Rocha 
O fotógrafo Carlos Roberto Rocha (Carlão) atua no ramo de fotografia desde seus 15 anos, quando no ano de 1977 foi convidado a fazer estágio num estúdio fotográfico, apenas com intuito de aprendizagem. Começou a cobrir eventos em colunas sociais, passando a fazer fotos de paisagens, publicidade, entre outros assuntos. Natural de Fortaleza, atualmente mantém suas atividades com sua produtora na cidade de Eusébio. A exposição é uma coletânea de suas fotografias em comemoração aos seus 40 anos de atividade.

Régis Capibaribe 
Nascido em 1973, fotografa desde 1996, morou em Fortaleza ate´ o ano de 2014 quando decidiu largar tudo, modificar totalmente sua vida, buscar uma vida mais calma, longe da correria de uma grande cidade e se dedicar à parte da fotografia que mais ama: paisagens! Desde o começo de 2014 mora em Guaramiranga, uma vida super simples mas cheia de cores, luzes e criatividade. Produz sua arte com todos os equipamentos, desde o telefone, passando pelo antigo filme e usando ma´quinas digitais de todos os níveis. Nesse momento atende seus clientes em sua galeria em Guaramiranga na casa 613. “Penso na fotografia de uma maneira simples e tento explicar com simplicidade, não complico, não uso termos em inglês, nem equipamentos que fazem você achar que fotografia é impossível. Sejam bem vindos ao meu universo nada perfeito”.

Serviço: 
1º Mostra de Arte – Exposição “Oitava arte – Ceará – das praias ao sertão”
Data: 5 de dezembro (terça-feira)
Horário: 20 horas
Local: Espaço Cultural Cláudio Albuquerque – Rua Vicente Leite, 725 – Meireles

Contemporarte realiza exposição coletiva “Atos de Passagem”

A galeria Contemporarte exibirá, a partir do dia 23 de novembro, o conjunto de obras “Atos de Passagem”, composto por obras dos cearenses Cadeh Juaçaba, Diego de Santos e Sérgio Gurgel. A exposição coletiva é a primeira a reunir o trio artístico em uma série de trabalhos que, apesar de elaborados individualmente, conversam entre si por meio de tons monocromáticos. A abertura será às 19h, no Street Mall, localizado na Rua Marcos Macêdo, 655, no bairro Aldeota.

“Atos de Passagem” tem curadoria de Aldonso Palácio e textos de Diego de Santos. Fala sobre a noção e ação do tempo e seus desdobramentos, ora apresentando elementos como as impressões deixadas nos muros das cidades por anúncios publicitários, ora as marcas na pele que transmitem as camadas de absorção de nossas experiências ao longo dos anos e registros de traços deixados no céu pelos aviões, promovendo o desenvolvimento de fabulações, crenças e teorias conspiratórias que levam a questionar nossa presença no mundo.

Cadeh Juaçaba e Diego de Santos já expuseram em individuais na galeria, enquanto Sérgio participou de uma mostra coletiva de acervo. De acordo com o diretor da Contemporarte, Aldonso Palácio, reunir os três artistas, pela primeira vez, está sendo um grande momento. “Em Atos de Passagem, queremos mostrar a produção mais atual desses três talentosos artistas, ampliando o diálogo poético e a potência de seus discursos. São obras que vêm direto do atelier para a exposição, num dinamismo próprio do movimento contemporâneo, da arte que acontece, do tempo que urge, o agora”, afirma.

CADEH JUAÇABA

Nascido de duas famílias diretamente ligadas a arte, Cadeh Juaçaba cresceu cercado de pessoas criativas e com suas criações artísticas distintas, de extrema relevância e projeção na cidade de Fortaleza. Por volta dos 9 anos, começou a frequentar o ateliê de sua tia-avó paterna, Heloysa Juaçaba, que o influenciou em suas primeiras experiências com a pintura. No decorrer dos anos, foi experimentando também a arte da escultura em cerâmica e desenvolvendo o desenho.

Neste projeto, Cadeh Juaçaba utiliza sua visão sobre a cidade como objeto de ação, analisando detalhes como anúncios colados em postes e paredes, como uma criatura em processo de composição, adquirindo inúmeras camadas que acabam deslocando-se de um período de tempo a outro por meio de pinturas e colagens. O artista sugere os artifícios publicitários sobre a superfície urbana como uma espécie de pele da cidade, onde as pessoas, mesmo que sem pretensões, acabam afetando a paisagem.

 

Exposições:

2017/Projeto imagens não reveladas

2017/ Unifor Plástica

2016/ Exposição Plácido Povo – Galeria Contemporarte

2016/ Exposição Novos Olhares – A fotografia contemporânea – Centro cultural Banco do Nordeste

2015/Arte4 convida – Ouvidor

2013/Exposição entre mundos – Estoril

 

DIEGO DE SANTOS

Formado em Artes Plásticas pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará – IFCE. Participou de edições de feiras como SPArte, ARTRIO e Artigo. Tem obras no acervo do Centro Cultural Banco do Nordeste (Fortaleza), da Galeria Graça Landeira (Belém) e de vários galeristas, colecionadores e curadores no Brasil e no exterior.

Em “Atos de Passagem”, o artista busca analisar a passagem de tempo cósmico, por meio de desenhos sobre fotografias, levantando questionamento sobre nossa presença no universo e eventos que nele ocorrem. Uma de suas principais inspirações é a teoria conspiratória sobre os “Chemtrails”, uma suposta forma de provar que a NASA é responsável pelo controle de vários aspectos como temperatura do planeta, propagação de doenças para redução populacional, por meio de fumaças que saem dos motores dos aviões.

Prêmio / Residências:
2016 / Prêmio de Criação em Artes Visuais Teresina (Residência).
2015 / Prêmio FUNARTE de Arte Contemporânea – Atos Visuais FUNARTE Brasília.
2014 / Vencedor do Prêmio PIPA online Popular 2014.
2014 / Indicado ao Prêmio PIPA 2014.
2013 / Prêmio do Salão de Artes de Mato Grosso do Sul.
2010 / Prêmio Incentivo 8º Salão de Arte SESC Amapá.

Exposições individuais:
2017 / Poema 193 – Galeria Fayga Ostrower (FUNARTE Brasília) – Brasília DF.
2016 / Poema 193 – Galeria Contemporarte – Fortaleza CE.
2014 / Lar é Onde Ele Está – Museu de Arte Contemporânea – Fortaleza CE.
2013 / Leitura de Poemas Gastos – Memorial da Paz – Vitória ES.
2012 / Graças ao Perigo – CUCA Che Guevara – Fortaleza CE.
2011 / Um Mundo Aqui Dentro – Galeria Amparo 60 – Recife PE.
2011 / Graças ao Perigo – Dança no Andar de Cima – Fortaleza CE.
2010 / Passagem Sutil / Paisagem Permanente – Galeria Antonio Bandeira – Fortaleza CE.
2009 / Arranha-Verso – Centro Cultural Banco do Nordeste – Fortaleza CE.
2008 / Não Adianta Esfregar os Olhos (Projeto Sala Experimental) – MAC CE – Fortaleza CE.

Principais Exposições Coletivas:
2017 / Novas Referências – Referência Galeria – Brasília DF.
2016 / Arame – Casa da Cultura de Teresina – Teresina PI.
2016 / Desenhos a Partir da Coleção Banco do Nordeste – Centro Cultural Banco do Nordeste – Fortaleza CE.
2015 / XVIII UNIFOR Plástica – Espaço Cultural Airton Queiroz – Fortaleza CE.
2015 / Triangulações – Museu de Arte Contemporânea do Ceará – Fortaleza CE.

2014 / 16º Salão de Artes Visuais de Natal – Fundação Capitania das Artes – Natal RN.

2014 / Carneiro – Museu de Arte Contemporânea – Fortaleza CE.

2014 / Impressões Contemporâneas – Centro Cultural Banco do Nordeste – Fortaleza CE.

2013 / 19º Salão Anapolino de Arte – Anápolis GO.

2012 / Mostra Panorama – Galeria SESC Juazeiro – Juazeiro do Norte CE.

2012 / 18º Salão UNAMA de Pequenos Formatos – Galeria Graça Landeira – Belém PA.

2011 / 62º Salão de Abril – IPPOO II – Fortaleza CE.

2010 / Salão de Abril 1980 – 2010: De Casa Para o Mundo, Do Mundo Para Casa – MAC CE – Fortaleza CE.

2010 / Arte Cámara / ARTBO: 6ª Feira Internacional de Arte de Bogotá – Corferias – Bogotá COL.

2010 / 16º Salão UNAMA de Pequenos Formatos – Galeria Graça Landeira – Belém PA.

2009 / SPA das Artes – Pátio de São Pedro – Recife PE.

2008 / 59º Salão de Abril – Centro de Referência do Professor – Fortaleza CE.

SÉRGIO GURGEL

Apresentando pinturas de óleo sobre a tela e escultura, o acopiarense utilizou mulheres consideradas loucas em sua terra natal como principal fonte de inspiração, observando o desconforto social causado por suas ações e transformando-as em objetos de análise sobre suas trajetórias no aspecto tempo/espaço. O artista utiliza-se de técnicas de pintura realista e acentua as marcas e manchas na pele deixadas pelo tempo, por meio de pinceladas.

Exposição individual:

2017/ Exposição Precundia – Vândala Cafés e Cervejas

 

Exposições Coletivas

2017/ Os Pensamentos do Coração – Sobrado José Lourenço

2017/ Exposição de Acervo e Novos Artistas – Galeria Contemporarte

2015/ Exposição Bângala: Yakã Ayê – A Gentil Carioca – RJ

CONTEMPORARTE

A Contemporarte nasceu em 2014 da visão empreendedora e paixão pela arte contemporânea nacional, sobretudo a cearense, de Aldonso Palácio. Iniciando como galeria online, com o intuito de facilitar o acesso à arte local para um público cada vez mais exigente e bem informado. Hoje a marca busca promover, discutir, fomentar e aproximar o público de Fortaleza da arte contemporânea, trabalhando em prol de uma nova geração de colecionadores, assim como atendendo os mais experientes, oferecendo obras com real valor artístico de nomes estabelecidos no cenário e uma nova safra promissora de artistas.

fotos em anexo: obras Diego de Santos

ATOS DE PASSAGEM

Curadoria | Aldonso Palácio

Texto | Diego de Santos

Artistas | Cadeh Juaçaba, Diego de Santos e Sérgio Gurgel

SERVIÇO:

Atos de Passagem

Abertura: 23/11/2017, às 19h

Exposição: de 23/11/2017 a 23/12/2017

Endereço: Rua Marcos Macêdo – 655, Aldeota

De segunda a sábado, das 14h às 20h

www.contemporarte.com.br

contato@contemporarte.com.br

instagram @contemporarte

facebook /contemporarte

IX exposição do projeto Amigos em Ação unirá arte e solidariedade em prol da causa social

         

Obra Vando Figueiredo

 

Em um único espaço unindo arte e solidariedade, o visitante cearense terá um amplo panorama das artes plásticas. É com esta proposta que o movimento social Amigos em Ação realiza a 9ª Exposição de Obras de Arte do projeto. A mostra coletiva Amigos em Ação reúne 86 obras de arte entre pinturas, desenhos, gravuras, fotografias e esculturas de 67 artistas plásticos e fotógrafos renomados do cenário local e até internacional, bem como talentos da nova geração das artes cearenses.

A exposição será aberta oficialmente na quinta-feira, 16 de novembro, às 19 horas, na CDL de Fortaleza, em evento para convidados. As obras ficarão expostas para visitação pública gratuita até o dia 27 de novembro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17 horas.

Todos os trabalhos foram doados pelos artistas para a campanha anual do projeto Amigos em Ação e participam do tradicional Leilão de Obras de Arte, cujos lances já podem ser feitos pelo telefone (85) 3466.4303 ou através do site da Montenegro Leilões. Este ano, participam artistas como Mano Alencar, Vando Figueiredo, Totonho Laprovitera, Ascal, Sergei de Castro, Francisco Bandeira, Orlando Moura, Levi Amorim, Chico da Silva, Silvano Thomáz, Hirma Castro, Tarciso Viriato, Vlamir de Sousa, Expedito Lima, Dimas Rock, Adriano Paz, Ferreirinha, Fabiano Chaves, entre outros.

Durante o almoço de encerramento da campanha, no dia 09 de dezembro, será realizado o leilão no qual os fundos arrecadados serão destinados para manutenção das obras assistenciais do projeto Amigos em Ação durante todo o ano de 2018.

A cada edição, um artista plástico doa o direito do uso de imagem de uma obra de arte para a identidade visual da campanha. Esse ano, a obra tema “Interferências da Paisagem Cearense” do artista plástico Zé Tarcísio, primeira vez na campanha, ilustrará todas as peças de divulgação, folders, cartazes, camisas e convites da campanha Amigos em Ação 2017.

 

Obra Mano Alencar

 

Doação de alimentos

Em paralelo à exposição de obras de arte, a Campanha Amigos em Ação vem mobilizando os conselheiros e associados para a arrecadação de gêneros alimentícios. A expectativa dos organizadores é atingir a meta de 25 toneladas de alimentos não perecíveis. Este ano, quatro instituições serão beneficiadas com as doações: Lar Torres de Melo, Oficina do Senhor, Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza e Lar Amigos de Jesus.

 

9ª Exposição Coletiva de Obras de Arte Amigos em Ação – 26ª Edição

Abertura: 16 de novembro.

Horário: 19 horas.

Local: CDL de Fortaleza.

Endereço: R. Vinte e Cinco de Março, 882 – Centro, Fortaleza.

Visitação pública gratuitaDe 17 de novembro a 27 de novembro, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17 horas.

North Shopping Sobral recebe a exposição “Aquarela do Nordeste” na Galeria ExpoArte

 

 

 

 

A Galeria ExpoArte do North Shopping Sobral recebe a exposição “Aquarela do Nordeste” do artista potiguar, Johnny Petter da Costa. Aquarela do Nordeste tenta fazer florescer a imagem de um nordeste colorido e com diferentes paisagens, trazendo o contraste  do verde e o seco, do farto e o carente, do simples e espetacular nordeste. A exposição fica aberta para visitação até o dia 30 de novembro e o acesso é gratuito. A galeria ExpoArte fica localizada no corredor das escadas rolantes.

A exposição foi criada depois que o artista se deu conta o quão belo é seu nordeste e sentiu necessidade de mostrar essa beleza através de suas obras. O principal objetivo é mostrar não só o sertão como também as belas praias e serras com todas as suas formas e cores.

 

Serviço:

Exposição “Aquarela do Nordeste”

Galeria ExpoArte – North Shopping Sobral (Avenida Monsenhor Aluísio Pinto, 300 Bairro Dom Expedito. Sobral)

Quando: Até 30 de novembro

Horário: De segunda a domingo das 10h às 22h

Acesso: Gratuito

Mais informações: (88) 3614.3031

Sobrado Dr José Lourenço segue com MOSTRA “ARTE CEARÁ” e realiza mais uma edição do Café do Zé com artista Nivardo Victoriano

 

O Sobrado Dr. José Lourenço, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, sedia até 28 de fevereiro de 2018, a Mostra Arte Ceará apresentando a partir do acervo da Secretaria da Cultura do Estado, sob a guarda do Centro Dragão do Mar, e de coleções particulares, uma narrativa histórica das Artes Visuais cearenses. Na programação, acontece também mais uma edição do “Café do Zé”.

Mostra Arte Ceará

O intuito da Mostra “Arte Ceará” é propor uma reflexão sobre a produção artística local e mostrar os movimentos artísticos ocorridos em nosso Estado. “Uma oportunidade da população conhecer obras de artistas significantes da história da Arte do Ceará, tais como Chico da Silva, J.Fernandes, Otacílio de Azevedo, Estrigas, Campelo Costa, Fernando França, e dos contemporâneos o Hélio Rola, Efraim de Almeida, Solon Ribeiro, Isa Araújo, Ana Costa Lima, entre outros”, destacou Germana Vitoriano, Diretora do Sobrado Dr José Lourenço. Além disso, a exposição traz coleções particulares e coloca as obras para conhecimento do público, em um diálogo com as que integram o acervo da Pinacoteca do Estado. Mostra arte Ceará é, portanto, uma coleção de arte em diálogo.

Com a curadoria de Carlos Macedo, a Mostra permite ao espectador ter uma visão desse cenário, ao longo do tempo, a partir das obras que constituem o recorte apresentado. O conjunto de critérios usados na escolha das obras contempla o artista, considera a importância da relação temporal de sua obra, enquanto a cronologia diz respeito à visão geral dessa produção e faz referência, em particular, aos movimentos artísticos ocorridos em nosso Estado.

A exposição é composta por 59 obras de 56 artistas, entre as figurativas, obras hiper-realistas, representações de gravuras e expressões mais contemporâneas. “Há peças pouco conhecidas de artistas como Chico da Silva, e de outros artistas que continuam produzindo e que vivem da arte, como é o caso do Hélio Rola, e ainda outros artistas que nunca tiveram oportunidade de estar em uma exposição, e agora estabelecem um diálogo com estes artistas mais conhecidos como Decartes Gadelha, Estrigas, J. Fernandes. O acervo artístico do Estado delineia parte considerável da história da arte cearense, possibilitando a avaliação da sua contribuição a partir de uma coleção pública. Nesse sentido, a Mostra Arte Ceará democratiza o acesso da população à  produção de relevantes artistas cearenses e possibilita a abertura do diálogo com as reinvenções e releituras realizadas por artistas contemporâneos, suscitando reflexões e debates sobre a criação artística”, ressalta a diretora.

CAFÉ DO Zé dialoga com a Mostra Arte Ceará

O Sobrado Dr José Lourenço promove ainda o Café do Zé. Evento que reúne a visitação das obras e debates sobre temas específicos, sempre num diálogo entre as obras que integram a Mostra Arte Ceará e os estudos do audiovisual.O primeiro Café do Zé, organizado pela professora da UECE e socióloga da Arte, Kadma Marques, foi realizado neste sábado 4/11, e propôs o questionamento sobre as “Imagens da Arte no Ceará: o que revelam?”. A ação teve a Mostra Arte Ceará como ponto de partida, e foco nas transformações do campo artístico cearense.Já o segundo Café do Zé, ocorre neste sábado (11/11), às 10h, e será coordenado pelo artista Nivardo Victoriano. Com o tema “AMASSAR O TEMPO”, Nivardo criará um espaço onde o público, simbolicamente, terá o poder de moldar o tempo como molda o capitão. Amassar o tempo é, portanto, uma ação em que o espectador rompe com o seu tempo do cotidiano para criar o tempo da criação.É uma performance onde o espectador/público deverá fazer capitão com as mãos e depois degustá-lo, levando o alimento a boca usando as mãos. Cada espectador, inicialmente, deverá lavar as mãos, receber um prato descartável com guardanapos e depois se dirigir a mesa onde encontrará recipientes com carne seca desfiada, feijão, arroz e farinhas (branca e amarela).Tempo, memória, convivência, higienização com alimentos, e os aspectos sensorial e o lúdico são elementos que estão presentes e amalgamados nesta proposta de trabalho. O tempo presente da ação, ativará a memória do espectador, transformando-o em consumidor ativo.

(*) Capitão, segundo o dicionário Aurélio é um bocado de comida que tenha molho, amassado com farinha, entre os dedos, à moda de um bolo, e levado com a mão até a boca. No Nordeste tradicionalmente o capitão é feito com feijão e farinha de mandioca, depois foi acrescentando-se arroz e carne (pequenos pedaços).

O artista-propositor criará um espaço onde o público simbolicamente terá o poder de moldar o tempo como molda o capitão. Amassar o tempo é uma ação em que o espectador rompe com o seu tempo do cotidiano para criar o tempo da criação.

Serviço:

DIA 11 de novembro | SÁBADO

Café do Zé com Nivardo Victoriano

10H [ARTES VISUAIS] AMASSAR O TEMPO

Entrada: Gratuita. Classificação etária: livre.

Local: Sobrado Dr. José Lourenço

 

Exposição Mostra Arte Ceará

em cartaz até 28/02/2018
Gratuito

 
Horário: 9h às 16h30 (terça a sexta-feira) e 9h às 14h30 (sábados)

SOBRADO JOSÉ LOURENÇÃO EXIBE MOSTRA ARTE CEARÁ

 

 

 

Neste sábado (21), o Sobrado Dr. José Lourenço, equipamento da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará, recebe a Mostra Arte Ceará, apresentando a partir do acervo da Secretaria da Cultura do Estado e de coleções particulares, uma narrativa histórica das Artes Visuais cearenses. O intuito é propor uma reflexão sobre a produção artística local, e mostrar os movimentos artísticos ocorridos em nosso Estado.

A Mostra Arte Ceará pretende apresentar, a partir do acervo da Secretaria da Cultura do Estado e de coleções particulares, uma narrativa histórica das Artes Visuais cearense, de sorte a propor uma reflexão sobre a produção artística local, permitindo ao espectador ter uma visão desse cenário, ao longo do tempo, a partir das obras que constituem o recorte apresentado. Com obras de artistas como Vicente Leite, Aldemir Martins, Eduardo Frota, Weaver Lima, Efraim de Almeida.

O conjunto de critérios usados na escolha das obras contempla o artista, considera a importância da relação temporal de sua obra, enquanto a cronologia diz respeito à visão geral dessa produção e faz referência, em particular, aos movimentos artísticos ocorridos em nosso Estado.

Informações Gerais
Abertura: Sábado, 21 de outubro, às 10h.
Visitação: Terça a sexta, de 9h às 17h (acesso até às 16h30)
Sábado, de 9h às 14h (acesso até às 13h30).
Entrada gratuita.

 

Sobrado Dr. José Lourenço
Rua Major Facundo, 154 – Centro
(85) 3101.8827
Facebook: Sobrado José Lourenço

MOSTRA PALAVRA EM MOVIMENTO, DE ARNALDO ANTUNES, ENTRA EM CARTAZ NA CAIXA CULTURAL FORTALEZA

 

 


Obra de Arnaldo Antunes. Crédito: Rogério Alves

A CAIXA Cultural Fortaleza recebe, de 19 de outubro a 22 de dezembro de 2017, a exposição Palavra em Movimento, que marca três décadas de produção visual de Arnaldo Antunes. Toda a poesia do multiartista brasileiro emerge em meios técnicos diversos, trabalhando a palavra irrompida em suas dimensões verbais, sonoras e visuais.

Com obra e processo criativo marcados pelo vanguardismo, a mostra propõe uma síntese dessa trajetória eclética, enfatizando a produção de Antunes no âmbito do circuito das artes visuais contemporâneas. A mostra é um passeio pelas três dimensões – verbivocovisual – da obra artística de Antunes. Reúne caligrafias, colagens, instalações e objetos poéticos. Além disso, apresenta adesivos, cartazes, áudios e vídeos de trabalhos realizados em toda sua carreira artística.

Com a curadoria de Daniel Rangel, que foi Diretor de Museus da Secretaria de Cultura da Bahia entre 2008 e 2011, a exposição já passou por cidades como São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro e encerra, em Fortaleza, a itinerância de 2017.

Processo criativo

Segundo Daniel Rangel, a maneira integrada de criar de Arnaldo Antunes é inspirada na poesia concreta e remete à expressão joyceana “verbivocovisual”, que sintetiza a proposta, colocada em prática nos anos 1950 pelos concretistas brasileiros, dos novos modos de se fazer poesia, visando a uma “arte geral da palavra”.

“Seja esta falada, escrita, desenhada, fotografada, filmada, construída ou cantada, sua obra estrutura-se a partir da palavra. Um dinamismo que caracteriza seu trabalho, aliado ao não pertencimento a um local ou gêneros específicos. Um mensageiro-viajante, cidadão do mundo, que manipula a linguagem como poucos”, afirma Rangel.

O recorte cronológico da exposição, o mais completo já apresentado da obra do artista, evidencia um percurso no qual a poesia ultrapassa seus limites para se manifestar na letra de uma música, em placas de rua, em objetos comuns, em imagens com movimento ou até mesmo no tradicional papel, emoldurado e pendurado nas paredes da exposição.

A excentricidade de Antunes é ligada subjetivamente à ideia da mostra, o que leva o curador a lembrar da “rica fusão referencial heterogênea do artista — herdeiro da poesia concreta dos anos 50, do rock e tropicalismo dos 60 e 70, da arte pop, e do movimento punk dos anos 80 –, aliada ao pleno domínio da linguagem e da comunicação, e a uma poderosa voz abissal que se tornou uma verdadeira marca”.

“Ele é um artista do presente, que aborda temas atuais; conceitos políticos, comportamentais, ecológicos, espirituais e poéticos para diversos públicos e em contato com diferentes mídias”, afirma Rangel.

Detalhes de Palavra em Movimento

Os objetos e instalações poéticas, juntamente com os adesivos, banners e letreiros, buscam no universo do readymade novas formas de retirar a poesia do papel. Poemas podem virar esculturas, objetos comuns com forma ou uso subvertidos, ou peças que propõem uma interatividade e participação direta do público.

A série Caligrafias reúne um pequeno recorte das monotipias realizadas com tinta de carimbo (entre 1998 e 2003), nas quais Arnaldo pintava seus poemas espremendo os tubos de pigmento diretamente sobre o papel de gravura.

Oráculo, realizada entre 1981 e 1982, é a série mais antiga incluída nesta mostra, sendo aqui apresentada de forma parcial.  É um conjunto de colagens com rasgos manuais sobre pequenos papéis cartonados com sobreposições de imagens, letras, fontes e palavras recortadas de revistas, jornais e outros impressos da época.

A série O Interno Exterior, de 2014, é seu trabalho mais recente e busca no cotidiano sua inspiração. Monitores digitais se tornam suporte para poemas estruturados a partir de leituras simultâneas de textos urbanos capturados em fotos de suas viagens, animadas em stop motion.

Serão apresentados também alguns objetos de luz, uma fotografia ampliada e colada em um espelho, o video-poesia Nome, além de gravações sonoras com leituras poéticas de Arnaldo que, segundo o curador, de certa forma aproximam a exposição do fã mais recorrente do músico e cantor pop.

Serviço:
Exposição: Palavra em Movimento – Arnaldo Antunes
Local: CAIXA Cultural Fortaleza
Endereço: Av. Pessoa Anta, 287, Praia de Iracema
Abertura da exposição: 18 de outubro, a partir das 19h
Período: 19 de outubro a 22 de dezembro de 2017
Horário: terça-feira a sábado, das 10h às 20h | domingo, das 12h às 19h
Classificação indicativa: Livre

Entrada gratuita

Informações gerais | Bilheteria CAIXA Cultural Fortaleza:

(85) 3453-2770

Shopping Iguatemi une as famílias no mês da Criança

O universo  infantil permite exercitar a criatividade ao máximo. No Shopping Iguatemi Fortaleza, o mês de outubro chegou com uma programação exclusiva, cheia de atividades inovadoras, diferenciadas e que prometem unir filhos e pais para ações lúdicas e de entretenimento, envolvendo saúde, esporte, diversão e conhecimento. O shopping está preparado para receber, durante o período do Mês da Criança, as Famílias cearenses que encontrarão uma ampla gama de serviços nas 450 lojas, nos diversos restaurantes e lanchonetes, e nas ações programadas pelo próprio Iguatemi e pelas suas lojas.

Exposição Interativa ‘Alice no País das Maravilhas’ da Disney

Desde o dia 15 de setembro, crianças e adultos estão tendo uma experiência única com a primeira exposição de um dos personagens mais icônicos e atemporais da literatura, a Alice, do clássico ‘Alice no País das Maravilhas’, de Lewis Carroll. Com a marca Disney e até o dia 15 de outubro, ela continuará em cartaz para que mais e mais pessoas possam experimentar uma viagem pelos 12 ambientes, distribuídos em 660m². Com classificação livre, o espaço fica aberto de segunda a domingo, das 11h às 21h. Os ingressos custam R$ 25,00 (valor inteiro) e podem ser adquiridos na bilheteria localizada na entrada da exposição ou por meio do site www.ingressorapido.com.br. Parte da arrecadação é destinada aos projetos sociais da ONG Orientavida.

Gobigger – Inflável Gigante

O brinquedo inflável mais irado do mundo chega ao Iguatemi no mês da criançada. A partir do dia 05, crianças, jovens e adultos poderão curtir 200m de pura diversão. O Go Bigger Brasil conta com piscina de bolinhas gigante, cama elástica, tobogãs, túneis e muitos outros obstáculos divertidíssimos. Os ingressos estão sendo vendidos pelo site www.gobiggerbrasil.com.br, nos valores de R$ 30,00, para o ingresso individual, ou R$ 20,00, no pacote Combo Amigo (mínimo 4 pessoas). Mais informações sobre horários de funcionamento também pelo site www.gobiggerbrasil.com.br. A diversão é por tempo limitado.

Revoada de Pipas Iguatemi

Neste ano, o Iguatemi repete a fórmula de sucesso. No feriadão do Dia das Crianças (12), o shopping realiza a 6ª edição da Revoada de Pipas Iguatemi, às 16h. Serão distribuídas 5 mil pipas, a fim de que os pequenos possam ajudar a colorir parte do céu de Fortaleza, numa tarde inesquecível para quem participa. Será um espetáculo visual, além de uma brincadeira saudável e tradicional, que vai integrar toda a família. As pipas serão oferecidas gratuitamente pelo shopping.

A revoada de Pipas do Iguatemi acontecerá no estacionamento próximo à Avenida Sebastião de Abreu e conta com monitores para orientar as crianças sobre como montar a pipa e ensinado como empinar o brinquedo voador. Quem é colecionador de pipas também está convidado para exibir suas peças no evento. O objetivo é promover um entretenimento seguro e de qualidade, resgatando uma brincadeira que aproxima pais e filhos sem jogos eletrônicos e aproveitando o vento intenso da Capital cearense.

Corridinha Iguatemi

Com percursos variando de 50 a 150 metros, acontece, a partir das 16 horas do dia 29 de outubro, a 9ª edição da Corridinha Iguatemi. O evento, que está virando febre entre os miúdos, reuniu cerca de 1 mil crianças ano passado. O principal objetivo da Corridinha é despertar o espírito esportivo nos atletas mirins.

Com premiações de medalhas para todos os participantes, o evento, esperado também pelos pais, que vibram com o esforço dos filhos e se divertem ao os verem cruzando a linha de chegada, é voltado para crianças entre 4 e 10 anos. As inscrições podem ser feitas até o dia 22, no Parks & Games, e as entrega dos kits serão nos dias 27 e 28 também no Park & Games, e custam R$ 60,00 + 1kg de alimento não perecível, que será doado para o Lar Torres de Melo. A 9ª Corrida Iguatemi tem como patrocinadores as marcas: Engenhoca, Parks and Games, Naturágua, Clube das Estrelinhas, Unimed e Bambolim. E conta com o apoio das empresas 50 Sabores, Yozenn e Bellucci.

68º Salão de Abril Sequestrado

 

 

O Salão de Abril já alcançou quase sete décadas de existência em Fortaleza. É uma mostra de arte e de grande relevância, que sempre proporcionou à população da cidade, ao longo de sua história, um importante panorama da arte brasileira, tornando-se um eixo da vida cultural da capital cearense.

Lançado como iniciativa da comunidade artística através da Secretaria de Cultura da União Estadual dos Estudantes (UEE) em 1943, foi “adotado” pela administração municipal em 1964, que, reconhecendo publicamente a sua importância, toma para si a responsabilidade da realização anual do mesmo. Desde então, o Salão de Abril é um dos poucos instrumentos de política cultural pública para as artes visuais, juntamente com o Edital das Artes.

A resposta à pergunta “Não vai ter Salão de Abril em 2017?” nas redes sociais foi o estopim para que um grupo de artistas, curadores e pesquisadores participantes do Fórum das Artes Visuais se reunissem para defender que uma política pública para as artes deve ser resultado do debate público com o Estado. Nesse sentido, sequestrar o Salão é um enfrentamento ao descaso da Prefeitura de Fortaleza com as artes e a população, materializada pelo não cumprimento total do Edital das Artes de 2016 e pela omissão na realização da 68a edição do Salão de Arte de Abril, sem nenhuma explicação ou diálogo.

O 68º Salão de Abril Sequestrado acontece no período de 28 de setembro a 21 de outubro de 2017. De forma descentralizada, interage com espaços e dinâmicas culturais da cidade, amplia o número tradicional de curadores e transborda os limites de uma produção que não dispõe dos recursos financeiros adequados. É uma colaboração não-remunerada de 158 artistas, 08 espaços culturais autônomos, 09 curadores, 04 galerias, vários profissionais das artes, do design e sociedade civil. Apresenta-se, nesse sentido, como uma mostra autônoma que busca colocar na pauta da cidade e das esferas governamentais as questões amplas da arte: as políticas de fruição, de educação e de fomento. Forma-se, assim, a mais abrangente rede de artes visuais colaborativa e não governamental, nunca vista nos últimos vinte anos em Fortaleza.

Considerando a grande adesão dos artistas, com 189 inscrições, e que participar do 68º Salão de Abril Sequestrado é, também, um posicionamento político, a equipe de curadores decidiu selecionar todos os artistas inscritos, com exceção daqueles que não se enquadraram nos critérios da convocatória: ser fortalezense ou morar em Fortaleza ou, em não sendo fortalezense, ter uma relação criativa com a cidade.

Neste momento em que pensamentos autoritários insistem em querer prevalecer sobre os modelos participativos, a mostra se espalha pela cidade como outros caminhos possíveis para a arte em Fortaleza: mais experimental e livre, baseada na troca e no trabalho conjunto, e com obras potentes.

 

 

Equipe de curadores:

Ana Cecília Soares – Beatriz Furtado – Bitu Cassundé – Cecília Bedê – Herbert Rolim – Jacqueline Medeiros – Maíra Ortins – Narcelio Grud – Pablo Assumpção

Espaços de exposição: A Casa Benfica – Amplitude – Árvores do entorno do anfiteatro Parque do Coco – DB Galeria – Studio Carlos Macedo – Espaço Muvuca – Eletricircus – Galeria Imagem Brasil – Galeria Multiarte – Minimuseu Firmeza – Poço da draga – Riso Tropical – Salão das Ilusões – Sem Título Arte – Vila Vicentina

Artistas participantes: Adriana Botelho – Adriel Brito Marinho – Alex Hermes – Aline Albuquerque – Allan Diniz – Alysson Lemos Campos – Ana Sophia Mourão – Anderson Morais – André Parente – Andréa Dall’Olio – Andrea Rey – Aparecidos Políticos – Ariel Volkova – Artur Bombonato – Aspásia Mariana – Azuhli – Beatriz Gurgel – Bia Leite – Camila Vasconcelos – Carla Galvão Farias – Carlos Macedo – Carmem Lazari – Ceci Shiki – Cecília Andrade – Cecilia Bichucher – Celio Celestino – Cinira d’Alva – Cláudia Lyrio – Cláudia Oliveira Quilombola – Claudio Marques Maia – Clébson Oscar – Coletivo In-Grafika – Cristiane Soares – Davi Oliveira – Demitri Túlio Silva Araújo – Eden Barbosa – Eduardo de Carvalho – Eduardo Frota – Efrain Almeida – Emanuel Oliveira – Eric Barbosa – Ernesto Sales – Fátima Rocha Perini – Felipe Camilo – Felipe Matheus – Fernando Jorge – Fernando Luís da Cunha – Filipe Acácio – Flávia Costa – Flávio San – Francisco Galba Nogueira – Francisco Ivo -Francisco Ronaldo Vieira – Gabriel Bessa Menezes – Gabriel de Oliveira – Gabriel Queiroz – Gabriela Delgado – Guilherme Freire – Glauco Sobreira – Greyciane de Lima (Greyci) – Grupo Café com Bordado – Guilherme Bergamini – Guilherme Queiroz Batista – Gustavo Leite – Hélio Rôla e André Rôla – Henrique Haroldo e CaZios – Domingos – Humus – Ícaro Lira – Ícaro Machado.- Ingra Rabelo – Isaac Rocha Furtado – Italo Adler – Izabelle Penha – Izac Oliveira – Jefferson Skorupski – Jerônimo Nogueira Neto – Jessika Barbosa de Oliveira – Jo A-mi – João Felix – Jorge Luiz Silveira – José Renato Nogueira Junior – Jox (Joana Soares) – Juliana Carvalho Mota – Júlio Lira – Júlio Silveira. – Junior Pimenta – Khalil Charif – Layne Chaves – Leco – Léo Silva – Leonardo Santos – Levi Mota Muniz – Lindenberg Munroe – Louise Felix – Luana Lacerda – Luciola Alexandre – Luiz Freire – Madelyne dos Santos Barbosa – Magno de Almeida Leitão – Marcio Silva Peixoto – Marcos Martins – Marcos Paulo Firmino – Maria Aparecida da Fonseca Lima – Maria de Fátima Gomes – Maria de Lourdes Bernardo de Oliveira – Mariana Smith – Marina de Botas – Mario Sanders – Mateus Falcão – Milena Fernandes – Naiana Magalhães – Natalia Costa de Matos – Nínive Santiago – Nivardo Victoriano – Núbia Agustinha Carvalho – Paulo Montserrat – Paulo Victor Aires – Pedro Moreira – Pedro Orlando – Pedro Torres – Pedro Víctor Melo de Carvalho Braga, Camila Silva Vasconcelos e Tatiana Maria de Aguiar Tavares – Philipi Bandeira – Rafael Brasileiro – Rafael Carvalho – Rafael Prado – Rafael Vilarouca – Raquel Santos – Raquel Tavares Bastos – Raquel Versieux – Rian Fontenele – Ricardo Arruda – Ronaldo Nogueira Silva Júnior – Rubens Venâncio – Ruth Vaz Costa – Ruy Cézar Campos – Sálvia Braga – Samuel Tomé – Sebastião de Paula – Serginho Gouveia – Sérgio Carvalho – Silvia Roque Figueroa – Simon Fernandes – Simone Barreto – Socorrinha Leite – Talita Tunala – Tércia Montenegro – Thadeu Dias Bruno – Thaís Forte e Yuri Peixoto – Thales Luz e Diogo Braga – Thiago Ponte – Tiago Araújo – Txai Costa e Mendes – Weber de Brito Barbosa – Weber de Brito Barbosa – Wisley Nunes de Vasconcelos – Wladia Raianny Queiroz.

North Shopping Sobral recebe primeiro museu vivo de Répteis da Caatinga

 

 

 

Nesta sexta-feira (01), os répteis vão invadir o North Shopping Sobral. É a exposição Répteis da Caatinga, do Museu Vivo Répteis da Caatinga. Animais de espécies da fauna exótica, que fazem parte do acervo do primeiro zoológico de répteis do Nordeste, localizado em Puxinanã, na Paraíba, ficam expostos até o dia 24 de setembro em um espaço montado no corredor das escadas rolantes. Os ingressos custam R$10.

A atração é destinada ao público de todas as idades oferecendo a oportunidade de conhecer espécies como: Cascavel, Jararaca, Jiboia, Coral (falsa e verdadeira), Píton albina e outras.

A exposição é monitorada por biólogos que oferecem uma verdadeira aula de educação ambiental em visitações guiadas, apresentando as peculiaridades de cada animal ao relaciona-los com seu habitat natural e a história da caatinga.
Sobre o museu

O Museu Répteis da Caatinga funciona desde 2002 e em 2011 tornou-se o primeiro zoológico de répteis privado do Brasil. Recebe cerca de 15 mil alunos por ano e através da exibição monitorada de mais de 50 animais, o programa de visita promove a conscientização do público sobre a variedade e diversidade na caatinga e de outros biomas brasileiros.
Serviço:

Exposição Répteis da Caatinga

North Shopping Sobral (Avenida Monsenhor Aluísio Pinto, 300 Bairro Dom Expedito. Sobral)
Quando: 01 a 24 de setembro
Horário: das 10h às 22h
Ingressos: Meia entrada para todos: R$ 10,00
Mais informações: (88) 3614.3031

 

North Shopping Sobral recebe a exposição “Imaginário” do Designer Gráfico Renancio Monte

 

 

 
O North Shopping Sobral recebe, a partir desta sexta-feira (01), na Galeria ExpoArte, a exposição “Imaginário” do Designer Gráfico Renancio Monte, que reúne uma seleção de imagens compostas por meio da Arte Digital. A imagens retratam uma diversidade de cenários e personagens indo do real ao surreal, a universos paralelos, a mundos de fantasia, criadas entre os anos de 2012 e 2017.

A exposição fica aberta ao público até o dia 30 de setembro e o acesso é gratuito. A galeria ExpoArte fica localizada no corredor das escadas rolantes.

Sobre o artista

Renancio Monte é natural da cidade de Varjota-CE. É autodidata desde 2009. Atua como Designer Gráfico desde 2012, tendo como maior especialidade a Foto Manipulação. Já teve cerca de 70 Premiações Nacionais e Internacionais (Desafios Photoshop Brasil e Worth1000), trabalhos Publicados no Brasil e na Inglaterra (Revista Photoshop Creative). No Ano de 2014 foi convidado a expor na Itália, Exposição World Wide Web Art (Galleria San Francesco – Reggio Emilia).

O Artista sempre mantém Imagens carregadas de sentimentos, cores vibrantes, detalhes precisos e sempre com uma mensagem ou história por trás, dando ao apreciador, total liberdade de interpretação.

 

Serviço:

Exposição “Imaginário”

Galeria ExpoArte – North Shopping Sobral (Avenida Monsenhor Aluísio Pinto, 300 Bairro Dom Expedito. Sobral)

Quando: 01 a 30 de setembro

Horário: De segunda a domingo das 10h às 22h

Acesso: Gratuito

Mais informações: (88) 3614.3031