Browsing Tag

cachaça

No Dia Nacional da Cachaça DIAGEO celebra data respondendo curiosidades sobre a bebida

 

 

No dia 13 de setembro é comemorado o Dia Nacional da Cachaça, e de acordo com o Instituto Brasileiro da Cachaça (IBRAC), atualmente, esse é um dos quatro destilados mais consumidos mundialmente. Para a DIAGEO, líder mundial em bebidas alcoólicas premium do mundo, a data tem um sabor especial desde 2012, quando a empresa adquiriu a YPIÓCA – a marca de cachaça mais antiga do Brasil, com mais de 170 anos de história.

No Brasil, a cachaça é a segunda bebida alcoólica mais consumida e representa em torno de 70% do mercado de destilados, segundo dados do IBRAC. Os principais estados produtores (em volume) são: São Paulo, Pernambuco, Ceará, Minas Gerais e Paraíba. Além do destaque nacional, YPIÓCA leva qualidade e tradição para mais de 40 países, tendo como principal mercado consumidor a França, seguido por Portugal, Espanha e Estados Unidos.

“YPIÓCA é uma das marcas mais tradicionais de cachaça do País. A história do líquido está totalmente ligada à história do Brasil. A cachaça é nossa herança, assim como a tequila é para o mexicano. E a DIAGEO tem como uma de suas prioridades desenvolver a categoria e tornar a cachaça, cada vez mais, a bebida brasileira por excelência”, afirma a gerente de YPIÓCA, Juliana Ballarin. “O posicionamento de nossa marca está baseado na sua história: se tem Ypióca, tem história e, assim, tradição e qualidade”, complementa.

 

VOCÊ SABIA?

Mesmo com toda a tradição, a cachaça ainda desperta a curiosidade sobre os detalhes do processo de produção e como apreciar a bebida, sempre com responsabilidade. O mestre cachaceiro da YPIÓCA, Nelson Duarte, comenta sobre os principais pontos:

1. Cachaça é sempre feita de cana?

Sim, ela deve ser exclusivamente feita de caldo de cana fresco. Por lei, para ser chamada de cachaça, a bebida deve ser produzida em território brasileiro, não pode conter qualquer tipo de infusão como frutas e ervas, e deve possuir de 38% a 48% de álcool. Se for feita fora do Brasil, é chamada de aguardente de cana, sem usar o nome cachaça.

2. Como funciona o processo de produção e envelhecimento da cachaça?

Diferentes etapas fazem parte do processo de produção da cachaça, a começar pelo plantio da cana de açúcar, que está pronta para colheita em aproximadamente 10 meses. O que determina o ponto de colheita é o controle de maturação da cana – saber se ela está rica em açúcar para cortar.

Após o corte da cana, dá-se início à moagem: primeira fase do processo industrial. Na moagem, é extraído todo o caldo da cana e separado o bagaço, usado como combustível para a caldeira na geração de vapor, que fará funcionar todo o processo produtivo. Rico em açúcar, o caldo de cana passa por um processo de decantação e filtragem e vai para a fermentação, onde leveduras selecionadas fazem a transformação do açúcar em álcool, gerando o que chamamos de vinho de cana. Depois de zerado o açúcar na fermentação, o vinho é enviado para a destilação – processo que separa os líquidos voláteis e utiliza o calor para possibilitar a concentração de álcool na cachaça. Terminada a destilação, a cachaça vai para os tanques e depois é transferida para os galpões de envelhecimento, e a passagem pela madeira confere à cachaça sabores e aromas únicos.

3. Quais as variações da cachaça?

Há uma infinidade de variações da cachaça e isso está diretamente relacionado ao seu processo de envelhecimento, podendo ser em madeiras selecionadas, como o bálsamo e o carvalho; com aromas variados, como a de fulô ypê; blend de cachaças raras envelhecidas em barris de carvalho e castanheira, como a YPIÓCA Cinco Chaves; combinação de sabores nobres de bálsamo e carvalho; e envelhecida na madeira de freijó ou tonéis de bálsamo.

4. Quais as melhores combinações de drinques com cachaça?

Há composições e drinques variados que podem ser feitos com cachaça. O limão é considerado por muitos a combinação perfeita, mas sempre tem quem goste de combinar com kiwi, maracujá, caju, cajá, morango, gengibre, hortelã e muitos outros ingredientes. Cachaça também vai bem com castanha, queijo, amendoim. Há quem prefira a cachaça nos dias de churrasco, mas também ela pode ser combinada com as delícias do mar.

5. Há uma temperatura indicada para tomar a bebida?

Dose, drinque, pura, gelada, muitas recomendações e muitas preferências. Há aquelas que são ideias na temperatura ambiente, como a YPIÓCA Cinco Chaves é indicada para tomar pura em tempeatura ambiente. Mas o melhor jeito é apreciar com responsabilidade.

6. Qual a diferença entre a cachaça ouro e a prata?

Este é um fator relacionado à forma de envelhecimento. A cachaça que apresenta alteração de cor e aroma é a cachaça ouro. Ela passou por um período de amadurecimento em barris de madeira. Já a que não tem essa alteração substancial é a cachaça prata.

7. A cachaça é uma bebida muito calórica?

A dose de cachaça contém aproximadamente de 80 a 110 kcal, como qualquer destilado do qual só extraímos as substâncias voláteis (álcool, aromas e sabores). Muitas vezes, a questão das calorias quando se está apreciando uma bebida, tem relação com os acompanhamentos (petiscos), normalmente frituras e com mais gordura.

 

Sobre a DIAGEO

A DIAGEO é líder mundial na produção de bebidas alcoólicas premium, com uma coleção de marcas nas categorias de bebidas destiladas, vinhos e cervejas. Essas marcas incluem SMIRNOFF, JOHNNIE WALKER, YPIÓCA, GUINNESS, BAILEYS, CIROC, TANQUERAY e NEGA FULÔ entre outras. A DIAGEO é uma empresa multinacional que opera em 180 países no mundo inteiro. As ações da companhia são negociadas na Bolsa de Valores de Nova Iorque (DEO) e na Bolsa de Valores de Londres (DGE). Para mais informações sobre a DIAGEO, seus funcionários, suas marcas e seu desempenho, visite www.DIAGEO.com. Para informações sobre consumo responsável de bebidas alcoólicas, acesse www.DrinkiQ.com.br.

SE BEBER, NÃO DIRIJA. NÃO COMPARTILHE COM MENOR DE 18 ANOS.

Cachaça cearense é premiada na 28º Expo Cachaça em Minas Gerais

 

A qualidade e a tradição da cearense Ypióca, marca da Diageo, líder mundial na produção de bebidas alcoólicas premium, foram reconhecidas dessa vez na ‘terra das cachaças’, Minas Gerais. Nos últimos dias 7 a 10 de junho a marca esteve presente na 28º Expocachaça 2018, em Belo Horizonte, Minas Gerais, uma das maiores e mais importantes feiras da cadeia produtiva da cachaça. Ypióca marcou presença com stand de mostra de produtos e também concorreu ao Concurso Expocachaça 2018, tendo Ypióca Ouro conquistado a medalha de prata da categoria Madeiras Brasileiras.

O concurso classifica as cachaças dos expositores em uma competição com degustação às cegas. A competição avalia a evolução e a qualidade dos produtos de diversas regiões produtoras de cachaça do Brasil, com o intuito de sinalizar para o mercado nacional e internacional o alto nível de produção da cachaça. Nelson Duarte, máster blender da Ypióca, destaca que o evento é uma excelente oportunidade para dar visibilidade a importância da categoria e elevar o orgulho por um produto genuinamente brasileiro. “Estar entre as melhores cachaças da competição reforça as credenciais da marca de qualidade, tradição e cuidado artesanal e demonstra o foco da Diageo no investimento em Ypióca e na categoria”, comentou Nelson.

 

Premiações

O reconhecimento da marca Ypióca em diferentes cenários faz parte do empenho da Diageo em conduzir a marca de modo a elevar a categoria e reforçar o reconhecimento da cachaça como uma bebida brasileira genuinamente. Com 170 anos de história, Ypióca é uma marca ícone do Ceará e suas credenciais de tradição, qualidade e cuidado artesanal a colocam cada vez mais em destaque em importantes premiações.

Em março deste ano a marca foi contemplada com duas medalhas de ouro durante na 5th Annual Berlin International Spirits Competition e na mesma competição ganhou o prêmio de Destilaria do Ano. Em 2017, pelo segundo ano consecutivo, foi reconhecida em duas respeitadas e influentes competições internacionais de destilados: a “New York World Wine and Spirits Competition” e a “Spirits Selection by Concours Mondial de Bruxelles”.

A edição 2017 da competição nova-iorquina foi responsável por premiar Ypióca com oito medalhas ao todo, entre ouro, prata e bronze. Já o concurso belga premiou Ypióca com duas medalhes de Prata para Ypióca 160 e Ypióca Brasilizar Ouro Reserva Especial. Já o Spirits Selection by Concours Mondial de Bruxelles 2017, considerado a ‘’Copa do Mundo’’ de destilados, reconheceu com medalha de Prata dois produtos da marca: Ypióca Brasilizar Ouro Reserva Especial e Ypióca 160.

Ypióca também foi destaque no Concurso Mundial de Bruxelas 2017, um dos mais importantes concursos de vinhos e destilados do mundo. Em 2015, Ypióca 160 ganhou medalha de ouro no Concurso Mundial de Bruxelas – “Spirits Selection”. Esse diferencial da marca cearense também foi reconhecido em 2016, quando a marca recebeu seis no “New York World Wine and Spirits Competition” e no “Spirits Selection by Concurso Mundial de Bruxelas”.

 

Sobre a DIAGEO

A DIAGEO é líder mundial na produção de bebidas alcoólicas premium, com uma coleção de marcas nas categorias de bebidas destiladas, vinhos e cervejas. Essas marcas incluem SMIRNOFF, JOHNNIE WALKER, YPIÓCA, GUINNESS, BAILEYS, CIROC, TANQUERAY e NEGA FULÔ entre outras. A DIAGEO é uma empresa multinacional que opera em 180 países no mundo inteiro. As ações da companhia são negociadas na Bolsa de Valores de Nova Iorque (DEO) e na Bolsa de Valores de Londres (DGE). Para mais informações sobre a DIAGEO, seus funcionários, suas marcas e seu desempenho, visite www.DIAGEO.com. Para informações sobre consumo responsável de bebidas alcoólicas, acesse www.DrinkiQ.com.br.

Se beber não dirija. Não compartilhar com menores de 18 anos.

Carnaval da cachaça artesanal incrementa vendas no Mercadinhos São Luiz

 

 

O Mercadinhos São Luiz investe na variedade de cachaças, aposta no incremento das vendas da bebida neste carnaval e traz para suas prateleiras, nobres rótulos como Weber Haus, Cedro do Líbano e Anísio Santiago. Essas marcas estão no 3º Ranking da Cúpula da Cachaça e entre as 50 melhores do Brasil.

A cachaça artesanal vem tomando cada vez mais espaço, não é a toa que saiu de baixo do balcão do bar e foi parar em cima das prateleiras. Tomou forma, mudou rótulos, cor e vem ganhando muitos apreciadores em todos os estados do Brasil.

As vendas de cachaça nos Mercadinhos São Luiz, no período de 01 de janeiro a 07 de fevereiro deste ano, referente aos dias que antecedem o carnaval, já aumentaram em média 17% se comparado ao mesmo período do ano passado. A preferência por marcas é bem variada e os preços variam muito dependendo da marca e tamanho da garrafa da bebida. Por isso a preocupação em diversificar, para melhor atender todos os clientes.

As lojas dos Mercadinhos São Luiz estão com algumas promoções de cachaça para este carnaval, com exceção das lojas do RioMar Presidente Kennedy, Soriano Albuquerque e da cidade do Crato. A promoção é válida até o dia 13 de fevereiro ou enquanto durar o estoque.

 

Promoções de carnaval:

Cachaça Cedro do Líbano – De R$62,85 por R$49,00

Cachaça Seleta – De R$40,00 por R$34,90

Cachaça Aguardente Ypioca 150 – De R$50,49 por R$44,90

Cachaça Aguardente Ypioca 160 – De R$86,89 por 79,00

Cachaça Trade Fair conta com participação da Ypióca durante dois dias da maior feira sobre a bebida brasileira

 

Uma feira de negócios de cachaça, que tem como objetivo impulsionar vendas e negócios nacional e internacionalmente. Além de reunir grandes marcas, nesta quarta (20) e quinta (21), no Palácio de Convenções do Anhembi, em São Paulo, a Cachaça Trade Fair também traz um congresso chancelado pelo Instituto Brasileiro da Cachaça (IBRAC).  Com 170 anos de história, Ypióca é uma das marcas participantes, reforçando as iniciativas da Diageo em elevar a categoria e trazer o reconhecimento de cachaça como uma bebida genuinamente brasileira. Atualmente, a qualidade e a tradição de Ypióca já chegam a mais de 25 países.

Expondo seu portfólio e oferecendo degustação de seus produtos em um stand de 18 m², Ypióca leva à primeira feira voltada para os negócios da cachaça a missão de contribuir com a internacionalização da bebida tradicionalmente brasileira, movimento que já vem sendo conduzido pelo Ibrac e categoria como um todo há alguns anos. “A Ypióca é uma das marcas mais tradicionais de cachaça do país e a história da cachaça está totalmente ligada à história do Brasil. A cachaça é nossa herança, assim como a tequila é para o mexicano. Então a Diageo tem como uma de suas prioridades desenvolver a categoria e tornar a cachaça cada vez mais a bebida brasileira por excelência”, explica Álvaro Garcia, diretor de Marketing da Diageo.

Desde a aquisição de Ypióca em 2012, a Diageo vem implementando e reforçando uma gestão sustentável, buscando resultados ao mesmo tempo em que agrega valor aos seus colaboradores e à sociedade cearense como um todo. Inovação, recrutamento de novos consumidores e elevação de sua qualidade são marcos que acompanharam Ypióca nos últimos cinco anos. Isso pode ser comprovado pelo lançamento de três inovações: Ypióca Cinco Chaves, Ypióca Mel&Limão e Ypióca FogoSanto, produzidas no Ceará.

 

Feira e Congresso trazem temas de relevância para a categoria

A Cachaça Trade Fair tem como foco os membros da cadeia produtiva da cachaça – um universo que vai desde os insumos que, no campo, ajudam a melhorar a produtividade da cana, passando por equipamentos de produção como alambiques e tonéis, e terminando na mesa do bar ou nas prateleiras dos mercados, com o serviço e o marketing envolvido na chegada da cachaça ao consumidor. Já o Congresso contará com diversas palestras, entre elas: “Legislação e registro de marcas”, com representantes do Ministério da Agricultura; “Envelhecimento de Cachaça”, com a pesquisadora Aline Bortoletto (Esalq); e “Ações em Defesa da Cachaça”, com o diretor executivo do Ibrac, Carlos Lima.

 

Ypióca: reconhecimento e prêmios internacionais

Pelo segundo ano consecutivo, a cachaça genuinamente cearense, Ypióca, é reconhecida por sua tradição de qualidade em duas respeitadas e influentes competições internacionais de destilados: a “New York World Wine and Spirits Competition” e a “Spirits Selection by Concours Mondial de Bruxelles”. Ambas ocorreram em agosto e, mais uma vez, reforçam as últimas tendências no mundo dos destilados, fornecendo anualmente uma listagem dos melhores produtos avaliados por especialistas do mundo inteiro. A edição 2017 da competição nova-iorquina foi responsável por premiar Ypióca com oito medalhas ao todo, entre ouro, prata e bronze, foram agraciados sete produtos do portfólio: Ypióca 150, Ypióca 160, Ypióca Brasilizar Ouro Reserva Especial, Ypióca Brasilizar Clássica Ouro, Ypióca Cinco Chaves e Ypióca Brasilizar Prata Reserva Especial. Já o concurso belga premiou Ypióca com duas medalhes de Prata para Ypióca 160 e Ypióca Brasilizar Ouro Reserva Especial.

Ypióca vem sendo reconhecida por diversos especialistas no mundo todo por sua qualidade e sabor. Em 2015, Ypióca 160 ganhou medalha de ouro no Concurso Mundial de Bruxelas – “Spirits Selection”. Esse diferencial da marca cearense também foi reconhecido em 2016, quando a marca recebeu seis medalhas como reconhecimento de sua qualidade, no “New York World Wine and Spirits Competition” e no “Spirits Selection by Concurso Mundial de Bruxelas”. Ainda em 2016, Ypióca conquistou outras cinco medalhas, entre ouro, prata e bronze na “San Francisco World Spirits Competition”, uma das mais respeitadas e influentes competições internacionais de destilados.

No primeiro semestre deste ano, Ypióca foi premiada novamente, desta vez na etapa brasileira do Concurso Mundial de Bruxelas 2017, um dos mais importantes concursos de vinhos e destilados do mundo. Dessa vez, recebemos a medalha de ouro na etapa Brasil com a Ypióca 160. De sabor inigualável, a bebida tem como principais notas de composição o malte e o carvalho.

 

Sobre a DIAGEO

A Diageo é líder mundial na produção de bebidas alcoólicas premium, com uma coleção de marcas nas categorias de bebidas destiladas, vinhos e cervejas. O portfólio inclui marcas como Smirnoff, Johnnie Walker, Ypióca, Guinness, Baileys, Cîroc, Old Parr e Tanqueray, entre outras. A empresa possui um importante capítulo em sua história no Brasil com a aquisição de Ypióca, uma das marcas mais tradicionais de cachaças premium do Brasil, em 2012. A Diageo é uma empresa multinacional que opera em 180 países. As ações da companhia são negociadas na Bolsa de Valores de Nova Iorque (DEO) e na Bolsa de Valores de Londres (DGE).

Para mais informações sobre a DIAGEO, seus funcionários, suas marcas e seu desempenho, visite www.DIAGEO.com. Para informações sobre consumo responsável de bebidas alcoólicas, acesse www.DrinkiQ.com.br.