ACM e TJCE unidos pela valorização da vida

 

A Associação Cearense de Magistrados (ACM) e o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) realizaram, na manhã da última segunda-feira (10), no hall de entrada do Fórum Clóvis Beviláqua, evento de lançamento para campanha de valorização da vida. A iniciativa marca a adesão do judiciário cearense ao Setembro Amarelo, mês mundial de prevenção ao suicídio. Na ocasião, houve distribuição de laços amarelos, símbolo mundial da mobilização, com a presença da Banda da Polícia Militar.

A campanha, idealizada pela desembargadora Lisete de Sousa Gadelha, vai abranger desde palestras a postagens nas redes sociais das entidades. O objetivo é convidar os membros do Judiciário a dialogarem sobre o tema, identificarem sinais, buscarem ajuda ou oferecerem apoio a um amigo ou familiar, pois com informação e diálogo muitas vidas podem ser salvas.

A juíza e diretora de comunicação da ACM, Joriza Pinheiro, destaca que há ainda muito desconhecimento e preconceito em relação ao tema. “Com a Campanha de Valorização da Vida queremos não apenas evidenciar a importância de cuidar de si, prevenir, procurar ajuda amiga e também profissional em caso de depressão, mas também mostrar a necessidade de se ter empatia com o outro, olhar atentamente, ouvir, expressar amor”, afirma.

 

PALESTRAS

Dentro da programação da campanha haverá, na próxima quinta-feira (13), às 09h, no Auditório Agenor Studart, no Fórum Clóvis Beviláqua, uma palestra ministrada pela psicóloga Cibele Gadelha Castelo Barros, com o tema “Dito por não dito: quebrando paradigmas. O encontro em prol da valorização à vida”.

Já no dia 14, a partir das 13h, o major José Edir vai conduzir palestra sobre “Prevenção e estratégias de ação em crise suicida”. A explanação ocorrerá no Tribunal de Justiça, no Palácio da Justiça. No dia 19, às 14h, o psicólogo do Tribunal de Justiça, José Carlos Xavier, vai falar aos servidores a respeito do assunto, no auditório do Tribunal de Justiça.

 

SETEMBRO AMARELO

Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção ao suicídio, que surgiu em 2015, com o objetivo de alertar a população a respeito da realidade do suicídio no Brasil e no mundo e suas formas de prevenção.

Trata-se de um problema de saúde pública que vem causando cada vez mais vítimas. Segundo dados do Centro de Valorização à Vida (CVV), são 32 brasileiros mortos por dia em razão do suicídio, taxa superior às vítimas de doenças como a AIDS e os diversos tipos de câncer. A depressão é uma das principais doenças que resultam na causa.

Você também pode gostar leia