Projeto Luz Solidária Enel oferece eletrodomésticos pela metade do preço

 

 

A Enel Distribuição Ceará inicia, a partir da próxima segunda-feira (20), o nono ciclo do Luz Solidária, projeto que estimula o uso de eletrodomésticos eficientes, que consomem menos energia. Os clientes vão poder pagar metade do preço na compra de equipamentos novos (geladeira, ar condicionado e freezer). Cerca de R$ 3 milhões em descontos serão disponibilizados por meio do programa no estado. Os produtos com desconto poderão ser adquiridos nas lojas Macavi ou Liliane credenciadas até que o projeto atinja o valor total de bônus disponível.

Além de estimular a cultura do consumo consciente e da preservação ambiental, por meio da troca de eletrodomésticos usados por equipamentos novos e econômicos, o Luz Solidária viabiliza projetos sociais voltados para a geração de renda, capacitação, meio ambiente e direitos humanos nas comunidades beneficiadas. As instituições selecionadas no Ceará receberão cerca de R$ 300 mil em doações. No ato da compra, o cliente escolhe qual instituição deseja beneficiar.

Dessa forma, o cliente pagará 45% do valor total do produto ao varejista e 5% a um projeto social, por meio da doação à instituição escolhida por ele. A diferença será paga pela Enel. Se o eletrodoméstico custar R$ 1.000,00, o cliente pagará apenas R$ 450,00 pelo produto e R$ 50,00 pela doação, ou seja, um total de R$ 500,00 (metade do valor original do produto).

Para participar do programa, basta se dirigir a uma das lojas Macavi ou Liliani credenciadas, escolher um eletrodoméstico, fazer a doação para um dos projetos sociais e solicitar o desconto. A novidade em 2018 é que os clientes poderão consultar através do aplicativo (disponível nos sistemas Android e iOS) ou do site (www.luzsolidaria.com.br) os equipamentos disponíveis, bem como saber o endereço das lojas participantes. Ao assinar o contrato de adesão, o cliente concorda com as seguintes premissas/condições:

Ser cliente residencial adimplente e com fornecimento regular de energia;
Possuir equipamento ineficiente para troca, compatível com o novo;
Fazer a doação para, no mínimo, uma das entidades ofertadas;
Permitir a visita de técnico da distribuidora, se for escolhido, para a medição do aparelho velho.

Os clientes que adquirirem equipamentos novos e eficientes deverão entregar o equipamento antigo, que será totalmente reciclado. Além disso, clientes que adquirirem um eletrodoméstico utilizando o aplicativo do Luz Solidária Enel ganharão uma régua no-standby, equipamento que elimina o consumo no modo de espera dos aparelhos eletrônicos, proporcionando mais economia e segurança.

Ao adquirir um equipamento eficiente por meio do Programa Luz Solidária Enel, o cliente passa a integrar uma parcela da sociedade que usa energia elétrica de maneira eficiente, pois todos os equipamentos têm a garantia de baixo consumo de energia elétrica dada pelo Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica – Procel.

Além disso, ao entregar o equipamento usado, o cliente também tem a garantia da destinação correta do resíduo gerado a partir do seu descarte sustentável. Isso evita a contaminação do meio ambiente com gases, plásticos e outros resíduos gerados. As lojas receberão os equipamentos antigos no momento da entrega do novo equipamento, na residência do cliente.

 

Eletrodomésticos que fazem parte do Luz Solidária Enel

Geladeira
Ar condicionado
Freezer

 

Seleção de projetos

A troca proporciona a oportunidade de contribuir com um projeto social. Os projetos contemplados este ano foram selecionados por meio de um edital, disponibilizado no site do programa, durante os meses de junho e julho. Ao comprar um novo equipamento, o cliente escolhe um dos projetos cadastrados no Luz Solidária Enel e recebe o desconto. Serão concedidos R$ 3 milhões de descontos para os clientes e a expectativa é destinar R$ 300 mil para os projetos sociais. Além do Ceará, a Enel realiza o programa em suas distribuidoras nos Estados do Rio de Janeiro e de Goiás.

Desde a sua criação, em dezembro de 2009, o programa já trocou cerca de 62 mil eletrodomésticos, concedeu aproximadamente 31 milhões de bônus aos clientes residenciais e quase R$ 7,3 milhões em doações a 224 projetos no Ceará, em Goiás e no Rio de Janeiro.

Você também pode gostar leia