Virada Cultural movimenta ruas de Sobral com atrações artísticas


(Foto: Alex Costa)

 

Em um período de 12 horas, a segunda edição da Virada Cultural de Sobral ofereceu à população diversas atrações culturais espalhadas pelos cinco principais bairros da cidade. Shows, filmes, teatro, esporte e apresentações circenses agitaram a rotina dos sobralenses nesta quarta (04) e quinta-feira (05), quando se comemorava o aniversário de 245 anos da cidade.

No Palco do Arco, que reunia as principais atrações da Virada, cantores e compositores nordestinos se revezavam no comando da festa. O ponto alto da noite ficou por conta da atração nacional: Lenine. O pernambucano apresentou o show de seu mais novo disco, “Em Trânsito”.

“Sobral é um polo cultural. Essa não é a primeira vez que venho a Sobral. Já toquei aqui em várias situações, e sempre encontrei aqui um público muito legal! E isso é muito bacana porque eu me sinto cada vez em casa”, declarou.

Para toda a família

Nos bairros Sumaré, Alto da Brasília, Cohab II e Cohab III, as atividades começaram às 18h30, com a Arena Infantil. Lá, a criançada pôde participar de oficinas de pinturas de gesso, atividades recreativas e brincar nos equipamentos montados ao lado dos palcos.

Enquanto artistas circenses, shows de Dj’s, apresentações de dança, teatro e cultura popular celebravam a pluralidade musical, artística e cultural da região Norte, a dona de casa Maria do Socorro Silva aproveitava para vender lanches e garantir um incremento na renda da família.

“Sempre que acontece esse tipo de evento, isso aqui fica lotado e a gente pode vender nossos produtos. Além da diversão, trazer esses artistas movimenta o comércio da cidade”, comenta.

Exposição

Quem decidiu usar o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) para deslocar e conferir a programação, encontrou na estação duas surpresas: uma exposição com as fotografias de Alex Costa, que retratam a rotina sobralense, e acesso gratuito às linhas do VLT.

O estudante de jornalismo Júnior Carvalho trouxe o amigo Matheus Silva para conferir a Virada Cultural da sua cidade natal. “Moro em Massapê, que é uma cidade com uma vida cultural mais restrita. Então, sempre que eu posso venho a Sobral para me divertir.”, explica.

​(Foto: Kyara Aires/Dégagé)

Acrescentando que a política cultural do município tem sido fortalecida nos últimos anos. “Esse ano, tivemos um pré-Carnaval maravilhoso. Foi algo que eu nunca tinha visto em Sobral, e que essa administração tem trabalhado muito”.

A Virada Cultural 2018 é uma realização da Prefeitura Municipal de Sobral, por meio da Secretaria de Cultura, Juventude, Esporte e Lazer (Secjel) e do Instituto Ecoa, e faz parte da política de fortalecimento da cultura #ocupasobral.

Você também pode gostar leia