“Mi – 14º Festival Música da Ibiapaba” recebe Mestres da Cultura do Ceará em programação de formação e fruição cultural

 
Até dia 6 de julho, Viçosa do Ceará se torna o maior palco da música do Estado. Destaque na programação do Festival Mi – 14º Festival Música da Ibiapaba, a participação dos Mestres da Cultura: Geraldo Amâncio e Macaúba, recentemente selecionados através do edital Tesouros Vivos da Cultura do Ceará, da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult), além do mestre Moisés Cardoso. Eles realizam vivências e oficinas para repassar seus saberes e fazeres musicais.

As vivências com os Mestres da Cultura acontecem, sempre às 17h30min, na quarta-feira (4) com Mestre Moises, na quinta-feira (5) com Mestre Geraldo Amâncio e na sexta-feira (6) com Mestre Macaúba. Momentos trocas, saberes e fruição.

Parte da política da Secult, o programa Mestres da Cultura tem se inserido nos eventos estruturantes da Secretaria, à exemplo do Encontro Mestres do Mundo e da Bienal Internacional do Livro do Ceará. Referência do Ceará para o Brasil, o programa dos Mestres da Cultura recebeu à época de sua criação, um prêmio do Ministério da Cultura, pela qualidade e pelos efeitos da iniciativa. Selecionados pela Coordenadoria de Patrimônio Histórico, Artístico e Cultural da Secult, após apresentação de propostas pela sociedade civil, os mestres da cultura passam a contar com reconhecimento institucional e recebem um subsídio no valor de um salário mínimo mensal, como auxílio para a manutenção de suas atividades e para a transmissão de seus saberes e fazeres.

 

Conheça os mestres que participam do Mi – 14º Festival Música da Ibiapaba:

Geraldo Amâncio (Fortaleza). É considerado um dos maiores cantadores/repentistas, em atividade, do Nordeste. Gravou 18 discos de cantoria fazendo dupla com renomados cantadores e recebeu mais de 150 prêmios nas cerca de 200 cantorias/festivais.

Macaúba (Fortaleza). Pouca gente sabe que José Felipe da Silva é o Macaúba, conhecido nas rodas de choro e samba, de Fortaleza, tocando bandolim. Bandolinista virtuoso, autodidata, aos 13 anos já tocava em reisados, pastoris e teatro de bonecos.

Moisés Cardoso (Trairi). Herdou a tradicional dança do coco dos seus antepassados indígenas. Os passos, o ritmo e o movimento corporal têm relação com o universo do trabalho rural. Criou uma escolinha para repassar a dança para a comunidade.

 

Serviço:
14º MI – Festival Música da Ibiapaba
De 30 de junho a 6 de julho em Viçosa do Ceará
Mais informações: http://festivalmi.com/
Programação gratuita

Você também pode gostar leia