Parceria entre Theatro José de Alencar e Apá Silvino apresenta novos cantores da cena musical cearense nesta sexta-feira, 08

 

Para marcar o início da temporada 2018 do Projeto Conexões Sonoras, o Centro Cultural Canto da Apá apresenta uma viagem pela música brasileira, em três partes. Para celebrar esse primeiro momento em grande estilo, com um setlist que passeia de Chiquinha Gonzaga a Noel Rosa, a cantora e idealizadora do projeto, Apá Silvino, reúne  cantores para um super show no Palco Principal do Theatro José de Alencar, nesta fexta-feira (08), às 19h.
Os cantores BatMaterson, Roseanne Mota, Beth Arraes, Márcio Joaçaba, Afranio Soares, Maria Gabriela, Léo Pessoa, Paulo Probo, Socorro Barreira e Marília Queiroz estreiam no palco e cantam um repertório já há muito encarado como peça de museu. E se estas peças não estão abertas à visitação pública, o Canto da Apá solenemente convida toda a comunidade a visitá-las.
Lua Branca, Lundu da Gafieira (Chiquinha Gonzaga,) Rosa, Lamentos (Pixinguinha), Aquarela do Brasil (Noel Rosa), estão entre as peças mais valiosas do cancioneiro popular brasileiro e estarão brilhantes na vozes dos cantores da Apá! Aparecida Silvino, Eduardo Holanda, Hoto Junior e a equipe do Canto da Apá preparam um show com delicadeza, respeito, amor e muito carisma.

 

Sobre o Canto da Apá

Com sede inaugurada oficialmente em 12 de dezembro de 2016, em Fortaleza, o Centro Cultural Canto da Apá foi imaginado pela cantora, compositora, regente e preparadora vocal, Aparecida Silvino e sua equipe. Hoje o espaço tem, ao todo, 29 cantores recebendo orientação em técnica vocal, interpretação, gerenciamento de carreira e formação de repertório e funciona de 09h as 21h.
Aparecida Silvino desenvolve o que ela chama de missão. ”A música é aqui e agora! Cantar é mover o dom, afinação é um estado de espírito. Quando canta você é um canal! Atenção total! O som vibra no corpo, é preciso desenvolver uma consciência de si, enquanto remetente, do outro enquanto destinatário e do conteúdo, a carta”, sintetiza a cantora. Ainda segundo Apá, ”a música pede passagem e para isso acumulamos horas de exercícios desenvolvidos individualmente, ensaios, planejamento, figurino, cenário e sempre a ausência do stress ou da competição. Todos somos parte e a alegria pelo som do colega é ganho para a vida inteira”.
O projeto continua em julho trazendo a década de 70 na música brasileira, onde o Coral do Canto da Apá reapresenta sua homenagem a Wilson Simonal. Em agosto, a décima edição do projeto nos chega com as décadas de 80 e 90, com a promessa de representar grandes artistas desta época como Pessoal do Ceará, Chico Buarque e Milton Nascimento. ”A festa é sempre muito bonita”, garante. Em novembro, Apá estreia um novo e inédito show de carreira!
O Conexões Sonoras acontece em parceria com o TJA e todos os momentos são captados pela SuperA Filmes, em que são veiculados na página do Canto da Apá no Facebook e em seu canal no YouTube.

Serviço:
Centro Cultural Canto da Apá apresenta Projeto Conexões Sonoras uma viagem na música brasileira – primeira edição.
Local: 08 de junho de 2018.
Horário: 19h.
Ingresso: 20 inteira e 10 meia.
Mais informações: cantodaapa@gmail.com ou https://www.facebook.com/cantodaapa.

Você também pode gostar leia