1ª Exposição do Projeto Pesca, realizado pelo Porto do Pecém, acontece a partir de segunda-feira (23)

A partir de segunda-feira (23),será realizada a 1ª Exposição Fotográfica do Projeto Pesca, uma das oficinas promovidas com as comunidades de Taíba, Pecém e Cumbuco, pelo Programa de Educação Ambiental (PEA), do Porto do Pecém. A exibição das fotos captadas pelos alunos estará disponível para visitação no Bloco de Utilidades (BUS) do porto até o dia 27 de abril e é aberta ao público.

O presidente do Porto do Pecém, Danilo Serpa, fica feliz ao acompanhar o resultado das oficinas que estão sendo realizadas nas comunidades do entorno do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP S/A). “Estamos promovendo o desenvolvimento do Ceará, mas queremos contribuir com o crescimento de todas essas pessoas que moram aqui. Entendemos que somos parceiros e, com o crescimento do CIPP, com a instalação de novas empresas, empregos serão gerados e vamos precisar de pessoas para trabalhar, então, nada melhor do que qualificar quem mora na região”, declara satisfeito Serpa.

O projeto, dividido em quatro módulos (fotografia, audiovisual, roteiro e produção documental), está em sua primeira turma e é composta por 15 alunos. Equipados com material de ultima geração, o grupo tem a oportunidade de adquirir habilidades e conhecer um novo mundo através das aulas promovidas pelo programa. “São 10 meses de curso e 300 horas/aula. Já finalizamos dois módulos, agora eles vão começar a aprender a produzir roteiro”, destaca o professor Fábio Arruda. Segundo Arruda, não foi estabelecido um tema, os alunos apenas tiveram que captar imagens do seu local de origem.

Juliana Pereira de Lima, de apenas 21 anos, é uma das beneficiadas com o curso. Moradora da praia de Cumbuco, diz que sempre gostou de fotografar e, antes do projeto, batia fotos para amigos e conhecidos, mas com o celular. “Usava o meu celular e, quando me chamavam para bater fotos a noite, eu pegava emprestada a câmera de um amigo”, declara. Para Juliana, que é filha de pescador, o PESCA apareceu no momento certo, “Eu pesquisei, queria me profissionalizar, mas não tive condições de fazer um curso em Fortaleza. Quando soube do projeto, logo me inscrevi e estou amando”. Para a aluna, que quer seguir a carreira de fotógrafa, está sendo enriquecedora a experiência. “Estamos aprendendo muito, a câmera é um mundo e eu não tinha noção disso”,finaliza.

 

Serviço:
1ª Exposição Fotográfica do Projeto Pesca
Data: 23 a 27 de abril

Você também pode gostar leia