Jericoacoara recebe a segunda etapa do Circuito Cearense Beach Run, este final de semana

 

Está chegando a hora de uma das corridas mais prazerosas do país. No próximo fim de semana, Jericoacoara recebe a segunda etapa do Circuito Cearense Beach Run. Durante a corrida, os atletas poderão desfrutar de paisagens como Lagoa do Paraíso, Duna do Por do Sol, Serrote, Pedra Furada, Praia do Preá. No sábado (07), ocorrerão as corridas de 7 e 12 km, com largada às 16 horas, em frente ao Club Ventos (na Praia de Jericoacoara). Já no domingo (08), a Meia Maratona de Jeri terá largada às 06 horas, Barraca Chez Loran, na Lagoa do Paraíso. Organizado pela RR Soluções em Eventos, o Circuito Cearense Beach Run terá ainda etapas em Mundaú (CE), Porto das Dunas (CE) e Canoa Quebrada (CE). As últimas inscrições podem ser realizadas em https://beachrunbrasil.com.br.

Os mais aficionados por vencer obstáculos terão também a chance de participar do Desafio do Jacaré. Nessa modalidade, o atleta corre no sábado a distância de 07 ou 12 quilômetros e no domingo a Meia Maratona, recebendo como prêmio a terceira Medalha.

Meio ambiente

Pelo fato de as corridas serem realizadas na área do Parque Nacional de Jericoacoara e próximo da Área de Proteção Ambiental da Lagoa de Jijoca, a organização do Circuito Cearense Beach Run toma uma série de cuidados com meio ambiente. No congresso técnico, por exemplo, representantes do O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), responsável pela administração do parque, realizam palestra para conscientizar os corredores sobre a conduta necessária na unidade de conservação. Uma das orientações é jogar os copos de água apenas quando visualizarem a organização da prova.

Além disso, durante a corrida o cuidado com o meio ambiente permanece. A quantidade de vagas oferecidas é limitada, a fim de não superlotar o espaço. Os guias andam a cavalo, ao invés de motos, como comumente ocorre nas provas de rua. A limpeza do local se inicia imediatamente após o término das provas. Outra peculiaridade diz respeito ao socorro a atletas que precisarem. Um quadriciclo com maca realizará o primeiro atendimento se necessário. O suporte continua com auxílio de uma ambulância e da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Jijoca de Jericoacoara.

Economia

Hotéis, pousadas, restaurantes, bares e lojas recebem aumento significativo de consumo. Segundo Ricardo Ramalho, organizador da Beach Run, no ano passado, a organização, os atletas e seus grupos deixaram cerca R$ 400 mil na cidade, durante o fim de semana das provas. Conforme Ricardo, o evento gera cerca de 100 empregos diretos, como staffs, pessoas responsáveis pela limpeza, montagem, primeiros socorros, entre outros. Além de utilizar mão de obra da própria região para alimentação, impressões gráficas, locação de estrutura, sonorização e fotografias. Para esta etapa do circuito, os organizadores confirmam 500 inscritos, que na maioria das vezes vão acompanhados com suas famílias e amigos, com uma estimativa de 1200 pessoas a mais na cidade, por conta da corrida, que acaba transformando o esporte em um gerador de desenvolvimento turístico e econômico para o local.

Beach Run

Realizado pela RR Soluções em Eventos, o Circuito Cearense Beach Run foi criado para propiciar de corridas diferentes, desafiadoras, inovadoras, com atrativos adicionais e possibilitando a inclusão de pacote de viagens. Ao longo de 2018, os atletas passarão por cinco destinos turísticos corredores de toda a região, do Brasil e alguns países: Praia das Fontes (CE), Jericoacoara (CE). Além de provas curtas de 5km, 8km e 10km, algumas provas terão percursos de 15km e até 21km, mais conhecida como a Meia Maratona. Em Jeri e Canoa acontecem dois dias de prova, o primeiro, sábado, com as distâncias mais curtas e o segundo, domingo, com a Meia Maratona. Ao participar dos dois dias, os atletas correram o Desafio do Jacaré, no caso de Jeri, e o Desafio da Lua, em Canoa.

A cada participação e finalização da prova, será creditada uma pontuação. No final aquele atleta que atingir o maior número de pontos por categoria*, receberá uma premiação em grande solenidade que ocorrerá no dia 10 de dezembro. Já acreditando no potencial do Circuito, está incluído no projeto a Beach Run Brasil Pipa, que entra como bonificação este ano, os inscritos nos cinco destinos cearense, ganham automaticamente a inscrição para a prova em Pipa, no Rio Grande do Norte. Além de Pipa existe a possibilidade da realização da Corrida em Porto De Galinhas/PE, em outubro. Dando a largada ao Circuito NordestinoBeach Run para 2019.

Com a parceria do Beach Park, Rádio Beach Park FM, Diário do Nordeste, Indaiá, Tavares Júnior, Elemidia, Bando Propaganda e Governo do Estado do Ceará, o circuito Beach Run Brasil espera contribuir no desenvolvimento do turismo em períodos de baixa estação nessas praias.

 

Confira as outras etapas do circuito:

16 de junho – Praia de Mundaú (5km e 15km)

O litoral com águas verde-esmeralda, os coqueirais, as dunas brancas e as histórias do lugar fazem qualquer turista ficar admirado. Não foi à toa que Mundaú foi escolhida como cenário para o Beach Run. Entre os atrativos para os corredores e turistas, o lugar tem o pôr do sol como uma das grandes atrações, visto do passeio de catamarã. Os percursos de 5km e 15km passam pelas praias de Guajiru, Flecheiras e Mundaú.

1º de setembro – Night Beach Run / Beach Park (8km)

Com disputa exclusiva de 8 km, a corrida Night Beach Run no Beach Park é um evento esportivo para estimular a prática de exercícios físicos em um terreno diferenciado, além do horário noturno – às 18 horas, o que torna o percurso mais desafiador e único. O evento também oferece momentos de confraternização e integração entre os atletas, com shows, ações de marketing e promoção.

03 e 04 de novembro – Canoa Quebrada (5km, 10km e 21km)

O famoso símbolo de Canoa Quebrada nas falésias e a Broadway são alguns dos pontos turísticos por onde a Canoa BeachRun irá passar. Com largada às 16 horas no sábado (03/11), as opções de 5 km e 10 km possuem o percurso bem variado com asfalto, calçamento e areia, e passam por um cenário uma vista privilegiada do mar e das dunas, além de um pôr do sol para marcar a chegada.

No domingo (04/11), Canoa é palco da segunda Meia Maratona do circuito, com 21km de muita beleza natural para os corredores apreciarem. E, assim como acontece em Jeri, os atletas que correrem no sábado e no domingo participam automaticamente do Desafio da Lua – sendo homenageados com uma medalha da Lua, que marca o grande feito.

1º de dezembro – Praia de Pipa (5km, 10km)

Frequentada por esportistas de todo o mundo, Pipa é a praia dos praticantes de surfe e kitesurf. Agora, também dos corredores. As belezas naturais prometem um percurso de tirar o fôlego em um percurso de 5km e 10km, percorrendo o Chapadão, a Praia das Meninas e o observatório das tartarugas. Com largada às 16 horas, a etapa Pipa conta com um dos cenários mais belos de todas as provas, já que é a única que não há dependência de mare baixa, pois o percurso é quase todo no Chapadão.

 

Inscrições e informações:

Site: www.beachrunbrasil.com.br

Telefone: (85) 98828.1542

Você também pode gostar leia