Byte Girl participa da Campus Party 2018

Campuseira veterana, Ana Paula Lourenço, fundadora do Byte Girl, vai participar pelo quarto ano consecutivo da Campus Party São Paulo, maior experiência tecnológica do País, e, desta vez, levará como companhia, e para compartilhar conhecimento, a desenvolvedora Débora Moura e a tecnóloga goiana Christiane Borges. A CPBR11 ocorre entre os dias 30 de janeiro e 04 de fevereiro, e mais uma vez será realizada no Pavilhão do Anhembi.

 
Membro da Comunidade Byte Girl, Débora Moura estreia na Campus Party com o tema “Desenvolvendo jogos educativos infantis”. Já Christiane Borges aborda a “Insegurança na era da internet das coisas”. E, levando na bagagem o case Byte Girl, Ana Paula Lourenço apresenta a palestra “Como criar uma comunidade de sucesso”.
O Byte Girl é o maior evento de tecnologia do Ceará focado em mulheres. Para Ana Paula Lourenço, é de extrema importância a inclusão feminina em grandes eventos de tecnologia, como a Campus Party. “É fundamental a participação de mulheres, não só da Byte Girl, em um evento desse porte pois mostra que, apesar de ainda sermos minoria no mercado, temos muito conteúdo e conhecimento para compartilhar com a comunidade”.

 
Sobre a Comunidade Byte Girl
A ideia de realizar um evento que discutisse a inclusão social e a igualdade dentro do segmento de Tecnologia da Informação levou a graduanda em Tecnologia em Redes de Computadores, Ana Paula Lourenço, criar o Byte Girl em junho de 2015. Com uma equipe de apenas nove voluntários e dois patrocinadores, ela conseguiu vender todos os ingressos para a primeira edição do evento. A partir 2017, o Byte Girl expande para uma comunidade, realizando eventos ao longo do ano para compartilhar conhecimentos de tecnologia e acompanhar a evolução dos membros.

 
Sobre as palestrantes

 

Ana Paula Lourenço é fundadora do Byte Girl e graduanda em Redes de Computadores e consultora de gestão pública financeira. É palestrante Campus Party desde 2015, organizer GDG Fortaleza e foi fundadora da comunidade PyLadies Fortaleza, projeto que, junto à Byte Girl, visa a inclusão de mulheres no mercado de tecnologias, bem como sua formação e capacitação adequadas. Entusiasta de causas sociais, se dedica a temática “Mulheres também podem fazer tecnologia” e tem se engajado em desenvolver na cidade de Fortaleza – e futuramente, quem sabe, no Brasil -, com apoio de comunidades de TI, ações que visem mudar a realidade deste cenário.

 

 

 

Christiane Borges é tecnóloga em Redes de Comunicação, mestre em Engenharia Elétrica e da Computação. Professora adjunta no IFG Campus Luziânia, atua como docente na área de Redes de Computadores a mais de 8 anos. Participa e ajuda na organização de eventos de software livre em Goiás desde 2006. Pesquisadora CNPq. Fundadora do Grupo de Robótica Metabotix e participante do GynBot.

 

 

 

Débora Moura é graduanda do bacharelado em Sistemas e Mídias Digitais da Universidade Federal do Ceará (UFC). Técnica em Informática pelo Instituto Federal do Ceará (IFCE). Desenvolvedora Web FullStack e Web Designer. Membro da Comunidade Byte Girl Fortaleza/CE.

 

 

 

 

Confira a programação da Comunidade Byte Girl na Campus Party 2018
31/01

Desenvolvendo jogos educativos infantis: case Festa no tom #ByteGirl

Palestrante: Débora Moura

Palco: Games

Horário: 16h
Como criar uma comunidade de sucesso: case #ByteGirl

Palestrante: Ana Paula Lourenço

Palco: Bancado do Woman Dev Summit

Horário: 21h45
02/02

Insegurança na era da internet das coisas

Palestrante: Christiane Borges

Palco: Makers

Horário: 17h

 
Serviço:
Campus Party 2018 – #CPBR11

Período: de 30 de janeiro a 04 de fevereiro

Local: Anhembi (Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana/SP)

Ingressos: 2º lote, a partir de R$ 320,00

Site: http://brasil.campus-party.org/

 
Byte Girl

Site: bytegirl.com.br

Redes: Facebook: FB/bytegirlevento / Instagram: @bytegirlevento / Twitter: @bytegirlevento

Você também pode gostar leia