Com atleta de seleção, Ceará Caçadores enfrenta Espectros na final da Conferência Nordeste

O Ceará Caçadores viaja para a Paraíba, neste sábado (28), para disputar a final da Conferência Nordeste do Campeonato Brasileiro de Futebol Americano. A partida contra o João Pessoa Espectros ocorre às 14h, na Vila Olímpica.

O time cearense disputa a segunda final seguida na sua breve história. “Desde 2013 estamos em uma crescente. Chegamos a semifinal em 2015. Em 2016 e 2017 conseguimos chegar em mais uma final. É um adversário duro e merece muito respeito, pois é o atual campeão do Nordeste e assim é o time favorito. Estamos nos preparando bem, estudamos o adversário e sabemos que teremos que quebrar um tabu. Sempre são jogos disputados, mas queremos trazer o título para o Ceará. Equipe e comissão técnica estão focados para trazer o título dessa vez”, destaca Bruno Rocha, presidente do Ceará Caçadores.

Maranhão é Seleção

Entre as novidades para o jogo em João Pessoa, o Ceará Caçadores terá o running back Eduardo Maranhão, convocado para o Brasil Onças, a seleção brasileira da modalidade. Maranhão estará no estádio Mineirão, em Belo Horizonte, para o jogo amistoso contra a Argentina no dia 16 de dezembro. “É uma felicidade enorme em ser convocado, mas ao mesmo tempo é uma responsabilidade muito grande de representar meu estado, de representar o futebol americano cearense. Agora é focar na preparação física, cuidar da alimentação e treinar muito para atingir as expectativas do treinador e da torcida”, fala Eduardo Maranhão.

Fator casa

Além de enfrentar um time experiente e com uma boa comissão técnica, o Ceará Caçadores enfrenta duas grandes dificuldades fora de campo, explica Bruno Rocha. “A primeira é a torcida. Eles tem muitos torcedores que vão encher a Vila Olímpica, que fazem barulho e que participam do jogo vibrando e cantando. A outra dificuldade é a logística, pois como não temos apoio e grandes patrocínios, estamos com dificuldade para conseguir recursos para alugar o ônibus e poder viajar com o time todo. Para poder diminuir os gastos estamos viajando na véspera do jogo, os atletas vão passar uma noite toda dentro do ônibus e isso prejudica o rendimento dos atletas”.

Para o head coach do Ceará Caçadores, Mike Lima, o jogo será um espetáculo para a torcida, mas muito disputado dentro de campo. “Nossa preparação para um jogo fora de casa, muda um pouco. A viagem é longa, chegaremos de manhã cedo e os jogadores chegam com um pouco de cansaço, mas vamos para fazer diferente. O João Pessoa Espectros é o time para ser batido. Nosso time está bem focado, estão prontos e merecem esse título. Os Espectros tem uma comissão técnica muito inteligente. É um jogo de estratégia e quem estiver com a bola por último vai ganhar esse jogo”.

EspectrosO campeão do Nordeste nos últimos sete anos enfrenta mais uma vez os Caçadores este ano. Na fase classificatória, jogando na Vila Olímpica (PB), dentro de seus domínios, venceu os cearenses por 36 a 6. O Ceará Caçadores já disputou seis partidas contra os Espectros, com cinco vitória para os paraibanos.

Você também pode gostar leia