Grupo Enel e Abradee reúnem convidados e imprensa para lançamento oficial do SENDI 2018

 

 

A modernização e digitalização do setor elétrico, com consequente melhoria do fornecimento de energia elétrica, são deveres e desafios cada vez mais abraçados pelas distribuidoras do setor. Em 2016, o setor de distribuição investiu aproximadamente 13,8 bilhões de reais em compra de novos equipamentos, expansão da rede, treinamento de pessoal, conscientização da população sobre cuidados com a rede elétrica, atendimento aos consumidores e combate a furtos e fraudes, segundo dados da Abradee (Associação Brasileira de Distribuidoras de Energia Elétrica).

 

Com o intuito de promover a troca de experiências entre as empresas distribuidoras de energia elétrica, fomentando ideias para a manutenção e desenvolvimento da qualidade dos serviços prestados, a Abradee realiza, a cada dois anos, o Seminário Nacional de Distribuição de Energia Elétrica (SENDI). Em 2018, o evento será realizado, pela primeira vez, pelo Grupo Enel e terá Fortaleza como cidade-sede.

 

O lançamento da 23ª edição, que acontecerá em novembro do próximo ano, será na quinta-feira (19), às 9 horas, no auditório da Enel Distribuição Ceará (Rua Padre Valdevino, 150 – José Bonifácio, Fortaleza – CE), com a presença do presidente da Abradee, Nelson Fonseca Leite, e do diretor presidente da empresa anfitriã, Roberto Zanchi. Na oportunidade, serão compartilhados com convidados e imprensa os detalhes do evento.

 

“O Sendi será o momento de discutirmos as melhorias e as inovações para o setor elétrico brasileiro, para que, em conjunto, possamos fazer um país mais moderno, com mais tecnologias inteligentes e com qualidade do fornecimento para os nossos clientes. E esperamos que a realização dele traga para Fortaleza novas oportunidades, mais eficiência, mais segurança e crescimento para o Ceará”, afirma Roberto Zanchi, presidente da Enel Distribuição Ceará.

 

A solenidade de lançamento para convidados e imprensa contará também com palestra da jornalista e comentarista de economia e finanças, Mara Luquet. Sócia da Editora Letras & Lucros, que publica a revista Legado e é especializada na edição de livros de finanças pessoais, Mara é autora dos livros “O Assunto é dinheiro”, em parceria com o jornalista Carlos Alberto Sardenberg; “Aposentada ficava sua avó”, em parceria com a jornalista Andrea Assef e “Tristezas não pagam dívidas”. Trabalhou como editora de Investimentos e Carreira no jornal Valor Econômico, no caderno Folha Invest, da Folha de S.Paulo e na revista Veja. Foi repórter da Gazeta Mercantil e da revista Exame. Também escreveu três guias Valor Econômico: de Finanças Pessoais; de Mercado de Ações; e de Planejamento da Aposentadoria, todos publicados pela Editora Globo.

 

O Seminário acontece desde 1962 e, após dez anos, acontecerá em uma capital nordestina. A última cidade a receber o evento na região havia sido Recife, em 2008. Dentre os temas que serão abordados, estão a Digitalização, e-mobility, clientes e modelo regulatório prometendo render boas discussões entre os participantes. Também estão previstas, além dos trabalhos técnicos, ações como demonstração de carros elétricos, demoday (voltado para startups), hackathon (maratona de desenvolvimento de programação de rede), entre outros. A organização do SENDI 2018 espera reunir cerca de 4 mil pessoas no Centro de Eventos do Ceará.

 

Sobre a Enel Distribuição Ceará

 

Com cerca de 3,9 milhões de clientes e responsável por 142 mil quilômetros de linha de distribuição, a Enel Distribuição Ceará é a maior empresa do estado e é referência em qualidade do serviço no país.

 

Já foi eleita seis vezes a Melhor Distribuidora de energia do país e dez vezes a Melhor da Região Nordeste, por meio do Prêmio Abradee. A empresa é referência também na categoria Responsabilidade Social do Prêmio Abradee, já tendo recebido oito vezes o prêmio de melhor distribuidora nesta categoria. Além disso, é destaque anualmente no ranking de qualidade do serviço da Agência Nacional de Energia Elétrica.

 

A Enel investiu R$ 294,17 milhões no Ceará, um aumento de 40,6% em relação ao ano anterior. A maioria dos investimentos foi destinado para conexão de novos clientes e na qualidade do serviço, especialmente com a digitalização da rede e implementação do sistema de automação/telecontrole.

 

Sobre a ABRADEE

 

São 42 anos de dedicação ao desenvolvimento do setor de distribuição de energia elétrica brasileiro. A Abradee reúne 47 concessionárias de distribuição de energia elétrica – estatais e privadas – atuantes em todas as regiões do País e que, juntas,  são responsáveis pelo atendimento de 99,6% dos consumidores brasileiros.

 

Sediada em Brasília, a Abradee presta serviços de apoio às suas associadas nas áreas técnica, comercial, econômico-financeira e institucional. Cabe ainda à Associação promover cursos e seminários e editar publicações técnicas, bem como trocar informações com entidades nacionais e internacionais visando ao desenvolvimento e à capacitação de suas Associadas com ênfase na defesa dos interesses do setor de distribuição de energia elétrica.

 

A Abradee tem como bandeira contribuir para o desenvolvimento do País por meio de um setor de distribuição de energia elétrica sustentável e eficiente, com oferta de serviços de qualidade reconhecida pelos clientes. A visão é a de agregar valor para as empresas distribuidoras, para os clientes e para o país, constituindo-se num agente efetivo de desenvolvimento do setor elétrico.

Você também pode gostar leia