Romantismo e sofrência marcam a gravação do novo DVD “Tu!” do grupo Os Alfazemas

 

 

 

 

O grupo de brega-romântico-pós-pop-cafona “Os Alfazemas” vem agitando a cena musical de Fortaleza, chamando a atenção por interpretar canções tidas como bregas, mas com uma pegada mais moderna e irreverente. Os shows realizados em Fortaleza, e também em cidades do interior, têm levado a música brega para um público de todas as idades, lotando as casas de show.

Formado em 2010, o grupo se prepara para a gravação do segundo DVD intitulado “Tu!”, dia 22 de setembro, às 22h, no Complexo Armazém. O novo trabalho manterá a essência do grupo: a interpretação mais moderna de canções que marcaram época, precisamente músicas classificadas como bregas ou cafonas, além de trazer canções inéditas.

“Não fazemos sátira desse estilo. Ele, na verdade, nos representa enquanto sujeitos. Essas músicas nos marcam e emocionam de verdade. Então, com certeza pretendemos continuar fazendo isso com o máximo de respeito possível”, explica Adriano Uchôa, compositor e vocalista da banda, composta ainda por Alexandre Lima (baixista), Breno de Souza (baterista), Marcelo Almeida (tecladista) e Thiago Oliveira (guitarrista). Apesar do ritmo tradicionalmente mais tocado em Fortaleza ser o Forró, os integrantes da banda não tiveram medo de investir em um estilo musical diferente.

A banda foi iniciada sem preocupação com as tendências de mercado. “O único objetivo ​​​​era ter uma desculpa para tocar essas músicas que gostávamos, beber cachaça e fazer pose de brega-star paras as meninas. A aceitação do público foi se tornando algo natural diante disso, por isso nunca nos preocupamos com o fato do forró ser a grande força da indústria do entretenimento no Ceará. A ideia sempre foi se divertir, antes de mais nada”, conta Adriano.

A inspiração para o show do DVD “Tu!” vem de dramas pessoais vividos por todos. “Tu é a ideia de sofrimento e do abandono, o interlocutor que acaba com a nossa vida, sobretudo o que diz respeito às tragédias e às frustrações amorosas”, afirma o vocalista da banda.

 

A origem do termo e as transformações musicais

A origem do termo brega ainda levanta discussões. Há quem diga ser a responsável pelo termo uma boate no Nordeste chamada Nóbrega, onde se apresentavam cantores considerados cafonas. Um dia, uma parte do letreiro estava apagada e só era visível o trecho “Brega”. A partir daí, o nome incompleto da boate batizou esse estilo musical. Outra possível origem do termo seria por conta da Rua Manoel da Nóbrega, em Salvador, localizada numa região de meretrício da cidade. A placa da rua também estaria apagada e as pessoas começaram a combinar encontros “no brega” ou “na rua do brega”.

De acordo com o Dicionário Cravo Albin da Música Popular Brasileira, o termo brega foi utilizado inicialmente de maneira pejorativa para designar a chamada música romântica popular. Desde o começo da década de 80, segundo a publicação, a palavra brega vem sendo usada para designar a música de mau gosto, geralmente feita para as camadas populares, com exageros de dramaticidade ou letras de grande ingenuidade.

Com o passar do tempo, novos artistas foram surgindo e combinando influências diversas. Dessas misturas, surgiram o brega pop, o brega-funk e o Tecnobrega. Reginaldo Rossi e Odair José, ícones da música brega, ganharam tributos de artistas nacionais. No Recife, a festa Brega Naite, realizada há pouco mais de cinco anos, tem reunido tanto artistas do ritmo e seus derivados, sempre com ingressos esgotados. “O interessante seria que a moçada que curte o estilo e que acredita nele de verdade, e não somente como um momento de catarse, como algo frívolo ou uma piada, começasse a investir um pouco mais. É um caminho árduo, mas se isso se tornar algo coletivo eu acredito que a gente só teria a ganhar”, reflete Adriano. Apesar do compositor considerar o Brega um gênero marginalizado, o grupo vem marcando seu espaço na cena musical e artística da cidade.

Ingressos

As pessoas que levarem um 1 kg de alimento no dia da gravação terão direito à meia entrada e todos os alimentos arrecadados serão doados a uma instituição de caridade.

Serviço

Gravação do DVD “Tu!”, do grupo Os Alfazemas

Local: Complexo Armazém – Av. Almirante Barroso, 444, Praia de Iracema.

Data: 22/09/2017

Hora: às 22h

Ingressos: DLT Shopping Benfica (a vista e no cartão*)
DLT Shopping Iguatemi (somente a vista)
DLT North Shopping Jóquei (somente a vista)

Event Brite: https://goo.gl/9xAhP8

Valores de 1º Lote

Meia: R$ 25,00
Promocional: R$ 25,00 (+1kg de alimento no dia do evento)
Inteira: R$ 50,00

Informações: (85) 9.9798-6416 / 9.8525-3106

 

* Cartões Visa, Master, ELO, Dinners e American Express.

 

Você também pode gostar leia